gal vence

Euro Sub-17 Femininos (Lituânia), Portugal vence a Turquia por 40-25 - Mundial Sub-19 Masculino Portugal derrotado pela França 1/4 Final por 34-24 - Vamos encher os Pavilhões - mas com dignidade a Modalidade merece
Calendário e Resultados na Barra Direita

quarta-feira, 30 de abril de 2008

Conselho Nacional do Desporto

Ontem como todos os Órgãos de Comunicação Social relataram foi dia de plenário do CND, como de costume realizou-se com “pompa e circunstância” no CCB, ainda não se entendeu bem o porquê deste lugar para realização dos Plenários, mas enfim isso são contas de outro rosário. No entanto faz-me confusão algumas declarações proferidas , como por exemplo as do presidente da FPF, em que dizia que “... se o obrigassem a votar abandonaria o CND...” ( Jornal Record ), nós perguntamos, então o presidente da FPF , só agora descobriu que o regimento de funcionamento do CND, obriga a votação ( não existe abstenção ), então nas anteriores reuniões o que andou lá a fazer ! Não é estranho, no entanto os conselheiros votaram favoravelmente que o presente documento a apresentar ao Governo, merecia um parecer favorável, no sentido de que era um documento positivo para complementar a LBAFD. A votação foi favorável e por unanimidade, incluindo o Presidente da FPF. Diz-se também que “o plenário do CND aprovou o novo Regime Jurídico das Federações” , são declarações inócuas e providas de veracidade, pois o CND não aprova ou desaprova Leis ou Dec. Leis, o CND apenas emite pareceres , ou apresenta propostas de alteração dos documentos que lhe são presentes pelo Governo, não é órgão legislativo. Deve no entanto dizer-se que são documentos fundamentais para o desporto português, e por isso irão afectar o Andebol Nacional em todas as suas vertentes, mas ainda não existem versões finais do legislador, esses ainda vão demorar algum tempo, e depois ainda existe os períodos de carência , para os diversos organismos desportivos adaptarem os seus Estatutos e Regulamentos às novas normas, o que quererá certamente significar que a próxima época desportiva será exactamente como a actual.

Assim que tivermos conhecimento da versão final, faremos os respectivos comentários.

O Jurídico.

terça-feira, 29 de abril de 2008

Analise das Nomeações Taça Portugal – FAP

Finalmente o CA da FAP, publicou hoje as nomeações para os 1 / 4 Final da Taça de Portugal.

ABC – Benfica

Jogo de alto risco, pois envolve as equipas que vão disputar a final do campeonato da Liga, sendo este o 1.º de 6 ( seis ) possíveis jogos seguidos entre estas equipas. Ambiente de alto risco e de prognóstico difícil. Discordamos em absoluto da nomeação efectuada pela FAP ( Eurico Nicolau / Ivan Caçador ), não está em causa o seu valor, mas sim a falta de cuidado de quem nomeia, pois esta mesma dupla dirigiu no dia 25–04-08 , o escaldante ABC / Belenenses, será que não havia outra dupla ? Não acreditamos , e era necessário defender não só a dupla como o próprio jogo.

FC Porto – Madeira SAD

Jogo entre duas equipas do escalão mais alto do andebol nacional, poder-se-ia prever um jogo equilibrado, no entanto os últimos resultados, poderão, fazer pender para o lado do FC Porto , sendo o factor casa, na nossa opinião decisivo, e que o FC Porto , irá aproveitar para “salvar” a época. Está nomeada a dupla leiriense ( Daniel Martins / Roberto Martins ), ou muito nos enganamos ou esta nomeação será como um prémio para o que aconteceu no curso da EHF em Lagoa. Esta dupla apesar do seu valor vai necessitar de estar calma e não entrar a todo o “Gaz” em termos disciplinares.

V.Tavira – Isave

Jogo entre equipas de diferentes escalões do andebol nacional, o Isave da Liga, terá uma das mais longas deslocações que se registam em território continental , e não irá ter uma tarefa fácil , como demonstra carreira do V.Tavira na prova. No entanto deverá prevalecer a maior experiência do Isave . Mais uma dupla leiriense ( Flávio Carvalho / João Malhado ), jogo que poderá ser talhado para esta dupla, tem valor para o dirigir, desde que não seja demasiado pressionada. A ver vamos.

Santana – Sporting

Encontro que à partida estaria destinado a ser o encontro de prognóstico mais fácil, no entanto as últimas exibições do Sporting, e a garra dos elementos do Santana, poderão ser causadores de uma enorme surpresa nesta prova. Assim prevemos um jogo equilibrado e num ambiente fantástico. A dupla nomeada ( Bruno Rodrigues / Carlos Capela ), poderia estar correcta, mas o CA da FAP, mais uma vez não tem o mínimo cuidado naquilo que faz. Então, para um jogo que se realiza ás 19H00 , nomeia uma dupla que no mesmo dia apita também ás 15H00, como será a concentração da dupla para este jogo ? Será que, chegará com o mínimo de 1H00 antes do jogo se iniciar ? Ou será que levianamente não considerou este jogo como sendo de risco.

Como nota final , o CA da FAP , ao nomear as 3 duplas leirienses, para 3 dos 4 jogos das 1 / 2 final da Taça de Portugal, estará a enviar recados , para os outros ? Eis uma interrogação que deixamos no ar.

O Analista.

Associação dos Treinadores de Andebol

Saudamos a Associação Nacional de Treinadores de Andebol e o seu Presidente Ricardo Tavares, pelo lançamento do seu site ( O seu link , já encontra referenciado no nosso Blog ) , que será um órgão de comunicação entre todos os treinadores da modalidade, fazendo desde já um apelo para que façam a sua inscrição na sua Associação de Classe, de forma a tornar a mesma mais forte e mais interventiva. Colocamo-nos desde já ao seu dispor para toda a colaboração que julgarem pertinente. Bem hajam.

O Banhadas Andebol

FORMAS PRIMITIVAS DO ANDEBOL

O andebol conheceu um passado bastante variado. Historiadores afirmam que já se jogava andebol bem antes do futebol e o facto de desde sempre o homem ter demonstrado ser bastante mais hábil com as mãos do que com os pés tende a confirmar estas afirmações.

O andebol dos nossos dias não tem evidentemente qualquer semelhança com os seus ancestrais quer em termos de estrutura, quer em termos de regras. No entanto, encontram-se alguns traços comuns nos jogos da Grécia Antiga – no “jogo d’ Urania” descrito por Homero na Odisseia, no “harpaston” dos Romanos segundo os desenhos do médico Claudius Galenus (130-200 DC) e nos “jogos de bola” da Idade Média cantados por Walther von der Vogelweide (1170-1230).

Estas terão sido as formas primitivas do andebol.

O Historiador

segunda-feira, 28 de abril de 2008

EHF – Campeonato da Europa Sub-20

Realizou-se no dia 26-04-08 na Roménia o sorteio da fase final do Campeonato da Europa de Sub- 20 , Portugal ficou inserido no Grupo D cuja constituição é a seguinte :

Grupo D – Dinamarca , Rússia , Portugal e Eslováquia .

Grupo nada fácil , em que por exemplo teremos de defrontar o actual Campeão, desejamos a Ronado Freitas e aos seus pupilos as maiores felicidades.

O Campeonato será disputado na Roménia entre 25-07 e 03-08-08.

O Banhadas Andebol

sábado, 26 de abril de 2008

Crónica do Fim de Semana - 5

ABC 22 – 20 Belenenses

Vamos começar esta crónica , falado em primeiro lugar da dupla de arbitragem Eurico Nicolau / Ivan Caçador, pois são merecedores deste realce, tiveram uma actuação de excelente nível, concentrados , nada arrogantes sem medo e equilibrados, apesar de algumas criticas , sobre a pretensa marcação de jogo passivo ao Belenenses perto do final do jogo, devemos dizer que no nosso entender procedeu correctamente ao fazer o sinal de “advertência” de jogo passivo.
Deste jogo, poderemos dizer, que foi muito mais equilibrado do seria de esperar, o Belenenses, apenas perdeu o encontro a cerca de 2’ do fim , primeiro numa falha de passe do guarda redes Hugo Figueira, que até aí juntamente com o seu colega de posição do outro lado Carlos Ferreira tinha estado irrepreensível , e depois por manifesta falta de sorte, foram duas boas equipas em campo proporcionando um jogo emotivo e entusiasta, embora por vezes ( felizmente poucas ) com falta de qualidade.
Por fim uma palavra de desagrado para os acontecimentos, vividos momentos antes do jogo, com agressões e insultos, provocados por uma claque de Braga ( do SC Braga estavam identificados com as suas camisolas ), que estava presente no pavilhão, que provocou sistematicamente a claque do Belenenses, e aqui um forte reparo à péssima actuação das Forças de Segurança presentes , quer em número quer na forma de agir.

FC Porto 27 – 17 Sporting

Tal como já tínhamos previsto os 8 golos de vantagem que o Sporting, trazia para este encontro nada significavam , pois estávamos perante mais um derby da modalidade, e o FC Porto, não queria deixar passar esta oportunidade de reagir perante o seu público, com uma excelente postura defensiva, o Porto ultrapassou os maus momentos dos últimos tempos, e construí um resultado que lhe permitiu ficar em 5.º lugar na Liga. A dupla de arbitragem Mário Coutinho / Ramiro Silva , embora sem influência no resultado, não esteve bem, principalmente na Lei da Vantagem , e Jogo Passivo, tendo de rever a sua postura de aplicação do critério Disciplinar.

O Banhadas Andebol.

Goulão / Macau no Qatar

A dupla de arbitragem portuguesa , vai actuar na Liga do Qatar a convite da Associação de Andebol local de 27-04-08 a 02-05-08, eis uma noticia que enche de orgulho e satisfação todos os adeptos da modalidade e demonstra o prestigio desta dupla da EHF.

No entanto, apesar de ser noticia, existe algo de estranho, na ausência das Provas Nacionais desta dupla, que por sinal durante este período, entram em fases cruciais.

Vamos aos factos, não se entende porque motivo, a LPA no seu mapa de nomeações para o período em referência , esteja a dupla António / Goulão / José Macau com a indicação de “ Dispensa”, ou o CA da LPA foi “enganado” ou estamos perante mais arbitrariedade, quando o Portal da FAP refere a sua actuação no estrangeiro, não se compreendendo como um quadro de arbitragem, que tem problemas com a sua entidade patronal ( José Macau – FAP ), que raramente autoriza, que possa dirigir jogos a meio da semana, conforme tem sido referido várias vezes, agora se ausente durante este período, e com a agravante, de no dia 01-05-08 se disputarem os 1 / 4 final da Taça de Portugal com jogos decisivos .

Enfim temos os organismos que merecemos , mas a bem da verdade esta nomeação não é da EHF, nem da IFH, e embora seja um convite que nos orgulha, não poderemos deixar de referir que no momento presente é prejudicial à modalidade.

O Banhadas Andebol

quinta-feira, 24 de abril de 2008

Analise das nomeações da LPA

Aproximam-se os momentos chave da prova, e deve-se salvaguardar, não só a verdade desportiva da mesma , como a arbitragem deve estabelecer-se por padrões de garantia da qualidade. Desta forma torna-se cada vez mais difícil a analise das nomeações, bem como as vicissitudes que estarão por detrás das nomeações. É uma tarefa, que não é fácil, apesar de alguns, opinarem que nada “custa”, nós não estamos de acordo.

Gostaríamos ainda de efectuar uma analise ás nomeações da FAP, para as 1 / 2 Final da Taça de Portugal Seniores Masculinos, no entanto apesar destes encontros estarem agendados para o dia 01-05-08, no portal da FAP, ainda não existe qualquer informação disponível , o que achamos estranho !!!

Este fim se semana na prática, com o impedimento de António Goulão / José Macau o CA da LPA , ficou limitado nas suas decisões, essencialmente relacionadas com o jogo de desempate ( 3.ª mão do Play OFF )

ABC – BelenensesEurico Nicolau / Ivan Caçador

Nomeação sem reparo algum, e no nosso entender, correcta , a dupla apenas tem de se concentrar no jogo, e actuar dentro dos parâmetros que a levou, a dupla IHF. Quanto ao delegado ( Vítor Bessa ), foi no nosso entender a nomeação acertada,

FC Porto - SportingMário Coutinho / Ramiro Silva

Árbitros que tiveram uma época abaixo do seu potencial valor, Discordamos da nomeação, pois sempre é um Derby, embora exista uma diferença de 8 golos, não vai ser fácil dirigir este jogo. Apenas esperamos que esta dupla esqueça o erro cometido no passado, precisamente num jogo com o Sporting e dignifique a modalidade. Quanto ao Delegado ( Rui Freitas ), nada a dizer.

Madeira SAD – ISAVEAlberto Cerqueira / João Moreira

Dupla com uma época cheia de altos e baixos, está será uma oportunidade de mostrarem que nos últimos tempos tem registado uma forte melhoria. Quanto ao delegado ( Paulo Gomes ), o normal.

O Analista

Situações a corrigir pelos Árbitros Jovens – 5

Na continuação de anteriores artigos, hoje finalizamos esta série, com mais duas das situações a rever, pelos nossos quadros de arbitragem. Em breve voltaremos com outros artigos.

Situação - Permitem-se muitas vezes a execução dos Lançamentos de Saída , sem nenhuma disciplina.
O executante está fora da posição correcta, ou não está parado, ou os companheiros iniciam a movimentação antes, ou estão adiantados . Presumindo-se que os adversários podem interferir.

Conselho aos Árbitros
O Árbitro Central deve focalizar-se no próximo Lançamento de Saída, colocando-se numa boa posição ( não demasiado longe da linha central e mais peto da linha lateral ). Também é importante apitar rapidamente , logo que os jogadores adquirem uma posição correcta. Mas devem assegurar-se de que está tudo correcto antes de apitar. Dêem preocupar-se com metros e não com centímetros.

SituaçãoA oportunidade para usar o sinal de advertência de Jogo Passivo é normalmente correcto quanto à oportunidade e à táctica. No entanto, frequentemente a oportunidade para apitar o consequente Lançamento Livre não é a mais correcta.
Algumas vezes se apita demasiado rápido, depois do gesto de advertência e outras vezes se apita em momentos inadequados.

Conselho aos Árbitros
Depois do gesto de advertência , a maioria das equipas tenta rematar de imediato, de modo a que não seja necessário “ entrar em pânico “. Assim, à que dar a possibilidade da equipa fazer algo. E quando se decidir apitar , que não seja quando o jogador está em posição de efectuar um remate ou fazer um passe para uma posição livre. Por outro lado devem observar-se os Lançamentos Livres que são provocados.

O Formador

quarta-feira, 23 de abril de 2008

Regras de Andebol - 10

Eis as soluções das perguntas anteriores:

41Resposta B – Regras ( 4:1, 4:8 ), 42 - Resposta C, E – Regras ( 4:5, 13:3, 16:3a ), 43 - Resposta B, D – Regras ( 4:1, 4:5, 13:3, 16:3a ), 44Resposta C, E – Regras ( Clarificação 9 ), 45Resposta A, B, C, F – Regras ( 4:5, 8:6, 13:3f, 16:6c, 16:8, 16:12 )

Perguntas Seguintes :

46 - Durante um contra ataque da equipa A, que tem uma chance clara de golo, B3 faz uma substituição irregular. O secretário cronometrista não reage, mas o árbitro de campo vê o que está acontecendo. Decisão correcta?

A - 2-minutos imediatamente para B3 e lançamento livre para equipa A
B - 2-minutos imediatamente para B3 e lançamento de penalidade para equipa A
C - Esperar até chance de golo terminar, então 2 minutos para B3 e lançamento livre para equipa A
D - Esperar até chance de golo terminar, então 2 minutos para B3 e reinicia com o lançamento que corresponde à situação

47 - Um remate à baliza é parado pelo guarda-redes A, e a bola rola ao longo da linha lateral próximo do banco de substituição da equipa A. A5, que está sentado no banco, coloca o pé dele no terreno de jogo e pára a bola para que A4 possa apanhar a bola antes de ultrapassar a linha lateral. Decisão correcta?

A - Lançamento livre para equipa B
B - Reposição em jogo para a equipa B
C - 2-minutos exclusão para A5
D - Desqualificação para A5

48 - 30 Segundos antes do tempo de exclusão ter terminado, A3 entra no terreno de jogo, embora sem interferir com o jogo. Equipa A está na posse da bola. Decisão correcta?

A - Lançamento livre para equipa B
B - Lançamento livre para equipa A
C - 2-minutos para A3, e à equipa A acresce ainda a redução no terreno de jogo de um jogador durante 30 segundos
D - 30 Segundos para A3, e para a equipa A acresce ainda a redução no terreno de jogo de um jogador durante 2 minutos
E - Desqualificação para A3, e equipa A acresce ainda a redução no terreno de jogo de um jogador durante 30 segundos

49 - Guarda-redes A13 quer rapidamente executar um lançamento de guarda-redes a um colega. Ao fazer isto, ele segura bola em cima da linha de baliza entre os postes de baliza. Decisão?

A - Jogo prossegue
B - Lançamento de guarda-redes depois de sinal de apito
C - Golo para os oponentes
D - Lançamento livre para os oponentes

50 - A5 foi suspenso. Depois de 1 minuto e 45 segundos o treinador envia A5 para o terreno de jogo. Decisão correcta?

A - Nova exclusão durante 2 minutos e 15 segundos para A5
B - Desqualificação de A5 e equipa A é reduzida para o resto da duração da exclusão (15 segundos)
C - Segunda exclusão para A5, equipa A fica reduzida o resto da duração da exclusão (15 segundos)
D - Expulsão de A5

As soluções serão sempre publicadas na semana seguinte.

Pelo nosso colaborador

O Regras

EHF – Noticias

EHF Champions League – Final

Saúda-se a nomeação do Eng. Rui Coelho para Delegado da EHF , para a 1.ª mão da final da prova , que se disputa em 04-05-2008, em Ciudad Real , entre o BM Ciudad Real de Espanha e o THW Kiel da Alemanha.

Campeonato da Europa Sub-20 - Masculinos

Portugal , está inserido no pote 4 juntamente com a Estónia , Republica Checa e Eslovénia , para o sorteio que se realiza no dia 26-04-08.

O Campeonato será disputado na Roménia entre 25-07 e 03-08-08.

O Banhadas Andebol

terça-feira, 22 de abril de 2008

12.ª Edição dos Jogos das Ilhas

Sabiam que se realizam-se estes jogos ... Pois já na 12.ª Edição que será realizada em Guadalupe de 24 a 30 de Maio deste ano. Sabiam que Portugal estará representado na modalidade de Andebol ... Pois é verdade, Portugal estará representado por duas Selecções das Regiões Autónomas da Madeira e Açores. O caricato desta informação, é que se lhe diga , enviamos pedidos de esclarecimento tanto à Associação de Andebol da Madeira , como a Blog Desporto Mariense, pedindo essencialmente dois esclarecimentos, qual o Escalão da Representação e no caso dos Açores se a Selecção era dos Açores ou da Ilha de Santa Maria. Resposta zero.

A única entidade que tem um total esclarecimento é o IDRAM ( Madeira ), no seu site. Mais nenhuma entidade oficial ( estranho ), exibe informação sobre este torneio.

Após consulta dos Regulamentos da Prova estamos em condições de informar, que os jogos de andebol serão disputados por equipas de jovens nascido em 92 e 93 , ou sejam um misto dos nossos Iniciados e de Juvenis , e que as comitivas , podem incluir um árbitro Nacional ou Internacional.

Na Madeira a Associação local , no seu site, como referência a este torneio a informação é zero, mais uma vez estranho, pois tem um local de Informação para torneios Internacionais.

No Portal da FAP, que costuma divulgar estas acções a informação também é zero .

Nos Açores, também é giro a informação disponível é num Blog, por sinal bastante informativo acerca do desporto Mariense, que até fornece a constituição da Selecção dos Açores .

Seria, no caso dos Açores, uma excelente oportunidade de se premiar o árbitro Rui Machado, incluindo o mesmo na comitiva Açoriana, já que os Regulamentos assim o permitem. Quanto à representação Madeirense, apenas se sabe que estará presente ,nada mais, no entanto seria de boa politica incluir um árbitro, pois têm diversos com qualidade suficiente, para merecerem fazer parte da comitiva.

Aguardemos por reacções e novas informações, deste prestigiado torneio, que era praticamente desconhecido.

O Banhadas Andebol

IHF – A História

Para todos tenham , um pouco mais de conhecimento da modalidade dos seus momentos históricos, hoje este espaço é dedicado à IHF.

A IHF ( Federação Internacional de Andebol ) – Nos seu modelo actual foi fundada , em Copenhaga em 1946 , e foram seus fundadores: Dinamarca, Finlândia, França, Noruega, Holanda, Polónia, Suécia e Suiça. Sucedendo assim à primitiva Federação Internacional de Andebol Amador , que tinha sido criada em 1928 , em Amesterdão, por ocasião dos Jogos Olímpicos , fazendo parte dos seus fundadores o então presidente do Comité Olímpico Internacional, o Norte Americano Avery Brundage. Em 1948 , passou a fazer parte dos membros do Conselho da IHF o português Dr. Salazar Carreira , 1.º Presidente do então Congresso da Federação Portuguesa de Andebol ( actual Assembleia Geral da Federação de Andebol de Portugal ).

O Historiador

segunda-feira, 21 de abril de 2008

Crónica do Fim de Semana - 4

S.Bernardo 25 – 28 Benfica

Com um pavilhão completamente cheio, apesar da transmissão em directo pela TV , demonstrando que quando se trabalha obtêm-se resultados, estão de parabéns os homens do S.Bernardo. Assistiu-se a um excelente espectáculo de andebol, e a uma extraordinária replica da equipa da casa , basta dizer que o resultado ao intervalo se cifrava numa igualdade a 13 golos. De salientar neste o jogo o regresso de ZAikin após a lesão sofrida na Madeira. Não salientamos ninguém pois consideramos que todos os intervenientes estiveram em bom plano. Para o S.Bernardo os 3’ minutos finais foram fatais. Em relação à arbitragem apenas diremos que a dupla António Goulão / José Macau estiveram ao nível do jogo , verificando-se no entanto um pequeno desequilíbrio nas faltas do atacante. Ficou encontro o 1.º Finalista desta Prova.

Belenenses 28 - 27 ABC

Pavilhão com uma moldura humana excelente, são estes os jogos que nos fazem gostar cada vez mais da modalidade, assim os clubes e os seus dirigentes, trabalhem para engrandecer cada vez mais a mesma, e todos ficarão a ganhar, desta forma os “abutres”, que também existem na modalidade, serão cada vez mais “aves” raras e descrentes, acabarão num qualquer deserto a “pregar” sozinhos. Jogo disputado sobre o signo do equilíbrio , proporcionando a disputa do 3.º jogo ( O tira teimas ), esperando nós que seja de igual modo um excelente espectáculo. O ABC apenas se pode queixar de si próprio, pois permitiu ao Belenenses uma excelente recuperação durante a primeira parte com um parcial de 7 golos a zero ,chegando ao intervalo a vencer ( 16-12 ). A dupla de arbitragem Duarte Santos / Ricardo Vieira, num jogo que não foi nada fácil de dirigir, exibiu-se de forma bastante positiva, esteve calma e concentrada, e nenhuma das equipas pode falar dos árbitros, os poucos erros cometidos foram para os dois lados, e demonstraram porque passaram no curso da EHF. Deve-se no entanto alertar, que a dupla, pelo facto de não anotar as exclusões, não procedeu à amostragem em devido tempo do cartão vermelho ao atleta do Belenenses Tiago Fonseca, tendo de ser a mesa a dar-lhe a indicação de tal facto, é um alerta para no futuro terem mais cuidado com estas situações, que se podem tornar embaraçosas.

Sporting 30 - 22 FC Porto

Jogo com resultado inesperado , pelos números , cujo desnível foi feito durante a 1.ª parte, pois o resultado ao intervalo ( 19-09 ) a favor do Sporting. Com um FC Porto a defender mal e com falhas imperdoáveis no ataque. De salientar as Lesões graves de Álvaro Rodrigues do FC Porto e de Mitja Lesjak do Sporting , de salientar a excelente actuação do guarda redes do Sporting Humberto Gomes. Uma nota negativa , para a ausência de publico, pensamos que o Sporting tem de rever a sua politica de marcação de jogos, pois um clássico do Andebol português, não merecia um pavilhão tão vazio. Por fim falamos da dupla de Arbitragem António Trinca / Tiago Monteiro , uma actuação pela negativa, demasiada interferência no jogo, falta de critério no Jogo Passivo e nos livres de 7 Metros , mas o pior de tudo foi a homologação de um golo, cuja bola bateu na armação pelo lado de fora da Baliza, não se compreende a atitude do árbitro central, que deveria ter dado a indicação. Esta dupla deve no nosso entender descansar e reflectir sobre a sua concentração para os jogos, pois tem qualidades.

Isave 26 – 30 Madeira SAD

Jogo que se realizou no pavilhão Flávio Sá Leite e não em Priscos, pelos vistos mais uma alteração de última hora, em que a desorganização a que já nos habitou o Isave, é pródiga, a continuarem assim não vai longe e pensamos que a Liga tem de tomar medidas sobre estas situações, pois todos sabemos que em Priscos, não existem condições para jogos chamados de alto rendimento. O nosso colaborador no jogo, até ao momento ainda não nos enviou a sua reportagem, pelo que não faremos comentários ao mesmo nem à actuação da dupla de arbitragem

Ag. Santas 30 – 21 SC Espinho

Vitória sem margem para duvidas do histórico Aguas Santas, apenas concretizada no segundo meio tempo, pois ao intervalo o resultado ( 12-9 ), demonstrava um certo equilíbrio, que desta forma fugiu ao último lugar do campeonato da Liga, esperamos que na próxima época este clube surja mais próximo do valor que sempre demonstrou no Andebol Nacional. Quanto à dupla de arbitragem Gonçalo Santos / Filipe Santos, dirigiu um jogo sem problemas, no entanto terá de rever a sua concepção de jogo passivo, Lei da vantagem, e da Falta do Atacante, para não falar na Sanção Progressiva.

O Banhadas Andebol

sexta-feira, 18 de abril de 2008

Europeu de Seniores Masculinos 2010 - Última Hora

Realizou-se hoje na Áustria o Sorteio dos Grupos de Apuramento para o Europeu de 2010, Portugal ficou inserido no grupo 6 ( 5 equipas )

Grupo 6 – França , República Checa, Portugal, Letónia e Luxemburgo.

Na presença deste sorteio, e como são apuradas 2 equipas por grupo, Portugal tem todas as condições de discutir o apuramento, essencialmente com a Republica Checa.

O Banhadas Andebol.

Quem tem medo das Ligas ...

Este tema está na ordem do dia, mas não se entende bem porquê, ou por outra, algumas Federações e Associações com poder instituído e sem capacidade de renovação, ou de entender o fenómeno desportivo, “gritam” e ”batem” em tudo o que mexe, sem capacidade para dialogar, sem capacidade para decidir, sem capacidade para desenvolver, sem capacidade para reagir e quando surge algo de novo, “cai o Carmo e a Trindade” e o que se ouve é... O País, não tem capacidade para profissionalizar..., e pergunta-se e o que são os Atletas do Futsal, e os estrangeiros do Volei, e os elementos do Hóquei Patins, que recebem verbas, que a nós até “arrepiam”. Ou será que os Clubes, por exemplo da Proliga de Basquete, são amadores? A quem querem enganar. Nós sabemos à Segurança Social e ao Fisco. Porque não existe uma actuação fiscalizadora, por parte das entidades competentes sobre estas matérias, provavelmente teríamos muitas e desagradáveis surpresas.

Mas existem articulistas, que entram no mesmo jogo, quando deveriam ser frios nas suas análises e artigos de opinião. Inventam-se contratos de formação desportiva (O que é isto?), os Recibos verdes não servem (diga-se nas Ligas!!), mas porquê o Código de Trabalho já foi alterado? Já não existem os contratos de prestação de serviços? Já não existem os contratos a prazo? Já não existem os contratos a termo? Como é que os estrangeiros nas diversas modalidades obtêm o visto de residência? Não sejamos falsos, e diga-se o porquê de não querer Ligas.

As Federações que têm assento no Conselho Nacional do Desporto, só lá estão porque existem Ligas, esta é que é, a verdade pura, a Lei é clara.

Nas ligas os clubes, tem lugar nas Assembleias-gerais, nas Comissões Delegadas, reúnem-se uma vez por mês (caso da Liga de Andebol), dirigem os seus destinos, são participativos, tomam as decisões que mais lhes convêm, quem é contra isto?

São as AG das Federações, em que vai tudo “cozinhado”, o verdadeiro epicentro das Modalidades???!! Não; o verdadeiro suporte de qualquer modalidade, são os atletas e os clubes, que lhes dão condições, que proporcionam a actividade, e mais, na maior parte dos casos, nem subsídios do estado recebem, esses vão para as Federações, que mantêm um verdadeiro “arsenal” de funcionários na maior parte dos casos pagos a peso de “ouro”, segundo o que se consta.

Podemos ainda referir as Selecções Nacionais, quem é que paga ao Estado, Segurança Social? Os clubes. Quem recebe os subsídios para as Selecções? As Federações. Quem fica sem os atletas, durante largos períodos da época desportiva? Os Clubes. E por hoje chega.

Termino da mesma forma com que iniciei, “quem tem medo das Ligas...”

O Jurídico

quinta-feira, 17 de abril de 2008

Donner abandona Benfica ...

Agora compreende-se a atitude tão calma de Donner no jogo frente ao S.Bernardo, quando até se deu ao “luxo” de recomendar calma aos dirigentes, jogadores e até, pasme-se, a um dos árbitros. Pois é !! Tinha sido confrontado na véspera do jogo com a noticia da não renovação do contrato. Poderá a informação ao técnico ter pecado por tardia, é um facto, mas já era óbvio que isto iria acontecer; o que se estranha são as palavras do técnico (note-se, não foi despedido, apenas lhe comunicaram que não haveria renovação do contrato), de que ... poderia compreender a decisão, pois o Benfica tem muitas modalidades, e teria de repensar as mesmas... este tipo de atitude, além de outras, demonstrativas de falta de respeito para com diversos intervenientes, levaram certamente à decisão tomada. Não estará em causa o valor técnico de Donner, que é inquestionável e intocável, mas sim aspectos comportamentais de alguém, que com os anos de estadia que já possui no nosso País, já deveria estar mais adaptado à nossa realidade. Não sabemos quem será o sucessor de Donner no Benfica, essa é uma decisão dos responsáveis do clube, não iremos fazer profecias, nem lançaremos palpites, mas que existem técnicos nacionais com credencias e qualificações suficientes, não temos duvidas, termina um ciclo inicia-se outro. Não entendemos é o ruído de fundo em volta desta decisão dos responsáveis do Benfica, ela é legitima e não atenta contra nada, nem contra ninguém.

O Analista

quarta-feira, 16 de abril de 2008

1/2 Final do Play OFF – Benfica – S.Bernardo

Benfica 27 – 23 S.Bernardo

Depois dos “mimos “ ao S.Bernardo e à Liga, culpando tudo e todos da não alteração da data do jogo de hoje, Donner teve um fim de tarde calmo, O Pavilhão apresentava-se, com uma moldura humana, bastante aceitável, para a hora, a que o jogo se disputou, e para a qual contribui a forte presença dos adeptos do S.Bernardo, clube que também se sabe organizar , e efectua forte promoção dos seus jogos.
O Benfica venceu, com um diferencial de 4 golos , com um resultado ao intervalo cuja diferença era de 6 golos ( 15-9 ), o que permite antever um o jogo da segunda mão de vida dificil, para os encarnados. De salientar nos encarnados a extraordinária exibição de João Ferreirinho, que deu grande tranquilidade à sua equipa. A dupla de arbitragem , não esteve como seria de desejar , demonstrando alguma insegurança e falta de critério disciplinar e na aplicação do Jogo Passivo, pensamos que tal facto se deve a falta de concentração, com que entraram no jogo.

Banhadas Andebol

terça-feira, 15 de abril de 2008

Analise das nomeações da LPA - Fim de Semana

Consoante a prova vai avançando , mais estreito é o “funil” , maiores são, ou deveriam ser os cuidados nas nomeações, menos duplas podem e devem ser nomeadas para determinados jogos, pois à que ter em atenção, não só as suas qualidades, como o grau de dificuldade que os intervenientes ( equipas ) podem colocar, como ainda à que ter em atenção o grau de dificuldade aparente e próprio ambiente em que se disputam. Nesta fase apesar de ser um parâmetro a considerar, mas que deve ser minimizado, são as repetições. Em primeiro a garantia de bons espectáculos a bem da modalidade e dos próprios árbitros. É difícil, sabemos, mas o bom senso deve prevalecer e nem sempre ele está presente.
Este fim se semana na prática, não à impedimentos ( ver site da LPA ), assim as nomeações estão mais facilitadas, embora seja sempre de prever situações. para possíveis 3.ª jogos, mas esta situação não pode ser impeditiva de nomeações coerentes.

S.Bernardo – BenficaAntónio Goulão / José Macau

Nomeação sem reparo, e no nosso entender, correcta , se a dupla entrar concentrada e não tiques de vaidade e arrogância, e actuar dentro dos mesmos parâmetros com que actuou no seu último jogo Internacional, teremos certamente uma boa arbitragem. Quanto ao delegado ( Dulio de Oliveira ), aceita-se embora este antigo árbitro Internacional , na nossa opinião seja um pouco passivo, na sua forma de estar.

Belenenses – ABCDuarte Santos / Ricardo Vieira.

Embora seja uma nomeação bastante aceitável, embora se possa levantar duvidas sobre o seu valor, nós consideramos a mesma com valor suficiente para dirigir este encontro “ de Alta Rotação “. Será o primeiro jogo de grau de dificuldade elevado que esta dupla dirigirá após a sua passagem aos quadros Internacionais. Quanto ao Delegado ( José C. Filipe ), a sua nomeação é uma garantia de segurança para os árbitros e para o espectáculo em si.

Sporting – FC PortoAntónio Trinca / Tiago Monteiro

A nossa principal discordância, o jogo pode não ser de capital importância em termos de classificação, mas é sempre um encontro, entre dois “rivais” históricos da modalidade, é sempre um jogo de grau de dificuldade elevado, e dupla deveria ter sido outra, pois esta dupla apesar de se lhe reconhecerem qualidades, tem tido uma época atípica, sem concentração nos jogos, disciplinarmente sem equilíbrio e por vezes dão a sensação de que o jogos lhes está a passar ao lado. Quanto ao delegado , também discordamos da nomeação do mesmo ( Manuel Brito ).

Isave – Madeira SADGonçalo Santos / Filipe Santos

Eis uma nomeação que não se justifica. O jogo não vai ser fácil, e existem outras duplas que eventualmente poderiam efectuar este encontro, sem terem de fazer tantos Km’s, e mais este é o segundo jogo da LPA em dois dias consecutivos. Em relação ao delegado nada à a dizer ( Vítor Bessa )

Aguas Santas – SC EspinhoGonçalo Santos / Filipe Santos

Tudo o que foi dito anteriormente se aplica aqui, A nomeação do Delegado ( Carlos Paulo ), também não é susceptível de levantar grandes duvidas.

O Analista

Situações a corrigir pelos Árbitros Jovens – 4

Na continuação de anteriores artigos, hoje publicamos , mais duas das situações a rever, pelos nossos quadros de arbitragem.

Situação - Muitas vezes os defensores tentam “provocar” uma falta ofensiva com “ acções tipo Hollywood ( passe a expressão ”.
Isto sucede muitas vezes , mesmo quando não existe contacto corporal ou quando o defensor se está movimentando à sua frente. Dá uma má impressão se, se pensa que os árbitros não vêm ou que o toleram.

Conselho aos Árbitros
A chave para tomar decisões correctas é antecipar estas ocasiões e conseguir rapidamente a melhor posição no terreno de jogo. “ Mas isto não basta, para ver o que sucede e evitar cair no “ engano”. Também é importante demonstrar através da linguagem gestual , que tais situações serão sancionadas como conduta anti – desportiva.

Situação Muitas vezes as faltas cometidas durante os contra-ataques, não são detectadas.
Os dois árbitros , não conseguem controlar todo o terreno de jogo ( jogo com bola e jogo longe da bola ). Os jogadores ganham vantagem desta situação. As faltas contra jogadores que correm ou saltam podem ser muito perigosas.

Conselho aos Árbitros
É necessário que ambos os árbitros reajam rapidamente e tenham boas trajectórias quando se realiza um contra-ataque ( que frequentemente começa repentinamente e a partir da defesa ). Devem os árbitros efectuar antecipadamente um acordo de coordenação para distribuição destas tarefas. As faltas contra o jogador que tem a bola, devem ser observadas com um bom ângulo de visão, para puderem ser correctamente detectadas. “ Não se deve esquecer a sanção disciplinar, após se ter concedido a Lei da Vantagem

O Formador

Regras de Andebol - 9

Eis as soluções das perguntas anteriores:

36Resposta A, C – Regras ( 16:3d, 16:13 ), 37 - Resposta A, C – Regras ( 4:4, 4:5, 13:6, 16:3a ), 38 - Resposta B, D – Regras ( 4:5, 13:3, 16:3a ), 39Resposta B, D – Regras ( 4:5, 13:3, 16:3a ), 40Resposta A, C – Regras ( 4:5, 13:3, 16:3a )

Perguntas Seguintes :

41 - Equipa A tem só 12 jogadores para apresentar quando o jogo está começando; os dois jogadores que foram nomeados como guarda-redes ainda não estão presentes; equipa A então começa com um dos dez jogadores de campo como guarda-redes. Qual das seguintes alternativas estão correctas?

A - O jogador de campo que começa como guarda-redes tem que ter número 1, 12, ou 16 no Boletim de Jogo
B - O jogador de campo que começa como guarda-redes pode participar depois como jogador de campo
C - Os guarda-redes atrasados têm de ter números 1, 12, ou 16 no Boletim de Jogo
D - Um dos dois guarda-redes atrasados só pode ser usado como um jogador de campo

42 - Durante uma paragem do tempo de jogo, jogador A5 comete a primeira substituição irregular para a sua equipa. A equipa A estava na posse da bola quando a paragem do tempo de jogo foi concedida. Decisão correcta?

A - Nenhum castigo
B - Advertência de A5
C - 2-minutos exclusão de A5
D - Lançamento livre para B
E - Equipa A continua de posse da bola

43 - Guarda-redes A3 pretende executar um lançamento de 7 metros. Para proteger a baliza vazia, A15 entra no terreno de jogo com equipamento de guarda-redes depois de substituir um jogador de campo. Decisão correcta?

A - 2-minutos exclusão para A3
B - 2-minutos exclusão para A15
C - Nenhum castigo
D - Lançamento de 7 metros para A
E - Lançamento livre para B na zona de substituição de A

44 - A5 tem uma clara chance de golo frente ao guarda-redes B. O treinador da equipa A insulta o cronometrista e este apita no exacto momento em que A5 está mesmo a rematar. Qual a decisão correcta?

A - Lançamento livre para B.
B - Punição para o treinador de A.
C - Lançamento livre para A
D - Lançamento de 7 metros para A.
E - Relatório final.

45 - A6 já sofreu duas suspensões de 2-minutos. Agora A6 faz a segunda substituição irregular da sua equipa. Qual a decisão se ele também é culpado de conduta antidesportiva grave praticada depois dos árbitros o informarem sobre a substituição irregular?

A - 2-minutos exclusão para A6
B - Desqualificação de A6
C - Adicional redução de 2-minutos para a equipa A
D - Equipa A joga 2 minutos com um jogador a menos
E - Equipa A joga 2 minutos com dois jogadores a menos
F - Equipa A joga 4 minutos com um jogador a menos

As soluções serão sempre publicadas na semana seguinte.

Pelo nosso colaborador

O Regras

segunda-feira, 14 de abril de 2008

Qual o Melhor PVOT - Resultados

Eis os resultados da sondagem , sobre o Melhor PIVOT de sempre.

E tal como prometemos, hoje iniciaremos a 3.ª sondagem, desta vez dedicada aos “CENTRAIS”, de certo que alguns nomes ficaram de fora, mas estas foram as nossas opções, pois o critério , foi seleccionar apenas 10. E Por vezes a nossa memória também tem falhas. Reforçamos o nosso anterior pedido , ou seja que ao número de visitas corresponda igual número de votos.

O Jurássico.

domingo, 13 de abril de 2008

1.ª Mão 1/2 Play OFF da Liga

ABC 27 – 23 Belenenses

Antes de falar do Jogo propriamente dito, uma referência especial, para o espectáculo que o publico deu , ao encher por completo o Flávio Sá Leite, é destes espectáculos que o Andebol precisa. Uma palavra ainda para os clubes que souberam promover o jogo, lembrando aqui, por exemplo que o Belenenses e a sua nova estrutura, consubstanciada em homens da Modalidade , promoveu excursões a Braga para os seus associados, esta é uma das formulas de efectuar directamente a promoção dos jogos, sem grandes custos. Quanto aos adeptos do ABC, já estão “viciados” no Pavilhão e nunca faltam nos grandes momentos, com esta vitalidade, certamente que vamos continuar a ter Pavilhões cheios, nos encontros que faltam para a decisão final.

Vitória do ABC , confirmada com uma 2.ª parte disputada sob o desígnio do controle pleno do jogo, a partir do momento em que adquiriu vantagem de 3 golos. Resultado no entanto um pouco enganador , pois o jogo foi disputado com grande equilíbrio , durante toda a 1.ª parte. A meia distância do ABC com Zelenovic em destaque , ia resolvendo o jogo . O Belenenses com muitas limitações, especialmente ao nível da 1.º Linha cuja eficácia foi decepcionante. De destacar no ABC Carlos Ferreira , Zelenovic e o jovem Fábio Magalhães e do Lado Belenenses o Hugo Figueira ( até um golo marcou ) e Nelson Pina cuja velocidade e alta gama de recursos técnicos resolveu muitas situações.

A Arbitragem de Fernando Branquinho e Rui Tomas , com os seus meios de comunicação que segundo sabemos não estão autorizados por nenhuma entidade da modalidade ( FAP e LPA ), tiveram uma 1.ª parte bastante calma e em que quase não se deu pela mesma, na 2.ª parte tiveram algumas dificuldades essencialmente no julgamento das entradas de ponta e respectiva sanção disciplinar, de salientar que no aspecto disciplinar estiveram uns bons furos acima do que normalmente produzem, pois não tiveram precipitações , sendo a concentração a sua principal “arma”. Arbitragem bastante positiva e sem influência no resultado.

Banhadas Andebol

2.ª mão da 1/2 Final Challenge Cup

Resita 32 – Benfica 25

Hoje o Benfica , foi eliminado na 1/2 Final , da Challenge Cup , após a derrota sofrida na Roménia frente ao Resita por 32-25 , com o resultado ao intervalo a cifrar-se em 17-12 , perfazendo um total de 58-56 a favor da equipa Romena, que assim estará na Final pela segunda época consecutiva para defender o seu titulo perante os Austríacos do Alpla HC Hard. A eliminação por uma diferença de dois golos diz tudo, pois estamos convencidos que se tem jogado com a equipa completa estaria certamente na final. Foi uma presença digna do Andebol nacional , nesta competição Europeia , embora com o sabor amargo de que se poderia ter ido mais longe.

Apenas um lamento, nenhum jornal de referência no Desporto, faz hoje qualquer referência à realização desta importante partida. Lamentamos, assim vai o Jornalismo Desportivo.

O Banhadas Andebol

sábado, 12 de abril de 2008

2010 Campeonato da Europa Seniores Masculinos

A EHF , divulgou a divisão das equipas pelos respectivos potes, conforme o ranking que possuem, para o sorteio dos grupos que se realizará em 18-04-08 em Viena de Áustria, país organizador da fase final desta prova em 2010, entre 19 e 31 de Janeiro.

  • Pote 1 – França, Alemanha, Croácia, Espanha, Polónia, Rússia e Islândia
  • Pote 2 – Eslovénia, Noruega, Hungria, Suécia, Sérvia, Republica Checa e Ucrânia.
  • Pote 3 – Eslováquia, Suiça, Portugal, Bielo Rússia, Roménia, Lituânia e Macedónia.
  • Pote 4 – Grécia, Bósnia, Letónia, Holanda, Israel, Montenegro e Estónia.
  • Pote 5 – Finlândia, Bulgária, Itália, Turquia, Bélgica, Chipre e Luxemburgo.
  • Pote 6 – Geórgia, Moldávia e Ilhas de Faroe

Serão constituídos 7 Grupos , destes 4 com 5 equipas e 3 com 6 equipas, os 1.º e 2.º de cada grupo ficam apurados para a fase final, juntando-se ás equipas do País organizador ( Áustria e ao Campeão em titulo ( Dinamarca ) , perfazendo um total de 16 equipas.

Devemos ainda referir, que tanto os jornais desportivos de referência como o Portal da FAP, nada divulgaram, esta noticia apenas tem sido veiculada em Blogs da Modalidade ( Felizmente que existem ) e em jornais regionais.

O Banhadas Andebol

2008 Campeonato Europeu de Sub – 18 Masculinos

Em 08-04-08, forma feitas as nomeações dos árbitros e delegados para os diversos grupos que integram este apuramento, e que se disputam entre 09 e 11-05-08. Portugal está inserido no Grupo 9 juntamente com a Áustria e a Dinamarca, os jogos deste grupo disputam-se em Portugal ( Guimarães ) com o seguinte Calendário :
  • Dia 09-05-08 Portugal – Áustria ás 19H00

  • Dia 10-05-08 Áustria – Dinamarca ás 16H00

  • Dia 11-05-08 Dinamarca – Portugal ás 16H30
Os árbitros nomeados, para este grupo são : Gubica / Milosevic da Croácia e o delegado da EHF é Meijers da Holanda.

Este grupo apenas apura o 1.º Classificado para a final do Campeonato que se disputa entre 08 e 17-08-08 , na Cidade de Brno na Republica Checa.

Uma curiosidade a ser tomada em consideração, não foram nomeados para esta fase de grupos, nem duplas nem delegados portugueses, e estranho o Portal da FAP e os Jornais ainda nada terem dito sobre estes jogos de apuramento.

O Banhadas Andebol

Mensagem do Administrador

Quando iniciamos este projecto, não o fizemos contra ninguém mas a favor do Andebol , desta forma , não pretendemos nem nunca o faremos qualquer tipo de concorrência , com outros espaços similares. Para nós cada qual no estilo e nos objectivos a atingir , são respeitáveis. Uns são informativos outros mais satíricos , mas credíveis , no nosso entender. Mas como somos ambiciosos e o ser ambicioso desde que não seja a ”pisar” ninguém é uma qualidade, e assim pretendemos ir mais além. Assim solicitamos aos nossos visitantes , que nos enviem informação credível e objectiva e que seja passível de merecer ampla divulgação , depois de devidamente tratada e confirmada por nós, pois não efectuaremos publicação de textos ofensivos da dignidade das pessoas ou que contenham expressões cujo conteúdo não se coadune com projecto que abraçamos, tal como procedemos na moderação dos comentários. Podem de igual forma enviar fotos e textos de divulgação de actividades , mas sempre relacionadas com a modalidade. O email ( banhadasandebol@gmail.com ) do Banhadas Andebol está ao vosso dispor. Bem hajam.

O Administrador

sexta-feira, 11 de abril de 2008

Selecção da Europa Juniores A

Eis uma noticia agradável, e que deve deixar enorme satisfação e alegria nos adeptos da modalidade , disputa-se no dia 26 de Abril de 2008 um encontro de Andebol entre a Selecção da Europa ( EHF ) e a Roménia em Juniores A , no âmbito da apresentação do Campeonato Europeu da Categoria, em que Portugal estará presente , depois do seu brilhante apuramento conforme noticiamos na devida altura. Na selecção da Europa, Portugal estará representado pelo atleta do Benfica João Antunes Pivot da nossa Selecção. Endereçamos desde já os nossos parabéns a João Antunes e aos técnicos que tem contribuído para o seu desenvolvimento como homem e como atleta. Está noticia , também merece destaque no jornal Record de hoje e é de igual modo divulgada no portal da FAP. Neste mesmo dia realiza-se o sorteio do respectivo Campeonato.

O Banhadas Andebol.

quinta-feira, 10 de abril de 2008

O Valor do Jogo de Andebol

Na nossa pesquisa, sobre material, que justifique a sua divulgação e que acima de tudo valorize a nossa modalidade , tivemos o prazer de um amante da modalidade, nos ter cedido, “diga-se a titulo de empréstimo” , um Livro de Regras de Andebol edição de 1978, efectuada pela então Secretaria do Estado da Juventude e Desportos, que contem um texto que pelo seu valor, e que, se mantem actual ainda hoje, merece ampla divulgação.

O valor do Jogo de Andebol

Simples na sua concepção, jogo com bom nível e variado nas suas características, o Andebol reúne todas as vantagens dum jogo de equipa. A par da habilidade no manejo da bola, estimula o mobilismo intelectual, juntamente com o espírito de camaradagem e do desportivismo.
No campo da educação física, o Andebol ( mais qualquer outro desporto de equipa ) exerce uma acção completa sobre o corpo e seus órgãos, pois reúne as três provas atléticas fundamentais: a corrida, o salto e o lançamento. É, portanto, particularmente recomendável, para os jovens, mas tem também acção benéfica no jogador adulto, mantendo-o alerta, ágil e resistente à idade avançada.
A corrida tem um papel preponderante no Andebol. Mas, a par da rapidez nos arranques, são também exercidas a destreza nas fintas, a agilidade na tomada de bola no solo ou no ar, a habilidade e a força nos passes, e na marcação de golos, fazendo assim trabalhar, alternada e harmoniosamente, o tronco, as pernas e os braços.
A popularidade crescente que o Andebol vem conhecendo não apenas devida à sua benéfica sobre a saúde. Deve-se também ao facto de ser jogado com as mãos, esse instrumento natural do homem, se qualquer outro acessório. Pode, portanto, ser jogado por qualquer pessoa, em qualquer parte, sem engenhos especiais, bastam uma bola, um campo e duas balizas.
Entre as vantagens oferecidas pelo Andebol ( Formação Física completa, modestos encargos financeiros e numero relativamente pouco elevado de jogadores )há ainda a citar o melhoramento harmonioso que dá aos pulmões e ao coração: O Andebol activa e corrige a circulação sanguínea e as funções respiratórias, como poucos outros jogos de equipa o fazem.
O treino do jogador de Andebol compreende exercícios de ginástica, corrida, saltos, técnica do manejo de bola, bem como instrução táctica, tudo acompanhado por uma educação sobre uma sã concepção do jogo, a qual foi imprimido um espírito desportivo puro.
Alem disso contribuem para o desenrolar estético do jogo regras preciosas e judiciosamente estabelecidas. As exigências do treino e das competições exercem, igualmente, influência benfazeja sobre a formação do carácter.

O Banhadas Andebol

quarta-feira, 9 de abril de 2008

Analise das nomeações da LPA 1/2 Final Play OFF

Tínhamos informado em tempo, de que não iríamos proceder a qualquer previsão de nomeações tanto da FAP como da LPA , mas isso não é impeditivo de se fazer uma breve analise ás nomeações já efectuadas e divulgadas pelo CA da Liga , para os 1.º Jogos da 1/2 Final do Play OFF, porque entendemos que esta é uma fase crucial da Prova, em que segundo a norma do bom senso, que deve prevalecer sempre , estas nomeações terão de seguir o principio de,” para os melhores jogos os melhores árbitros “. o que nem sempre tem sido.
Sabemos, e temos a perfeita noção de que as repetições serão inevitáveis, por força do número de duplas em condições para dirigirem estes jogos , também sabemos do impedimento da Dupla Goulão / Macau , que se encontram ao serviço da EHF , mas é desconhecido qualquer impedimento da dupla Duarte Santos / Ricardo Vieira , por isso não entendemos a sua não nomeação para os 1.º Jogos, a não ser que estejam a ser guardados para a 2.ª mão , e se assim for, somos capazes de dar o beneficio da dúvida.
A nomeação de Rui Tomás / Fernando Branquinho para o ABC / Belenenses , não é todo descabida face a sua última actuação , pois desde que entrem concentrados e utilizem a sua experiência, poderão levar a bom termo a sua missão, mas terão de se refrear nas suas altitudes e deveriam deixar os auriculares no balneário. A nomeação da dupla Eurico Nicolau / Ivan Caçador para o Benfica / S.Bernardo , também é aceitável , pois desde que se concentrem apenas no jogo , e tenham uma relação com os participantes saudável , tem valor mais do que suficiente para efectuarem uma arbitragem de nível superior. No entanto pensamos que a melhor alternativa teria sido com as mesmas duplas , mas trocando a ordem dos jogos , e porquê ? Porque os últimos jogos destas duplas envolveram a participação de equipas que estarão novamente nos seus horizontes.
As nomeações dos delegados, são tão fáceis de fazer, que não se compreende a nomeação de Alberto de Oliveira para o Benfica , pois este é um dos delegados mais fracos da Liga segundo nos informaram, e a de Paulo Soares para o ABC, também não se entende muito bem , só se for por motivos económicos, não estando em causa o seu valor, mas segundo nos disseram é quase sempre nomeado para o Flávio Sá Leite, pensamos que é um exagero. Porque não para Braga o Vítor Bessa , um dos melhores delegados da Liga, e porque não para a Luz um José Carlos Filipe por exemplo. Terminamos com a falta de informação de quem serão os Oficiais de Mesa nomeados pela FAP, esperando que para aquelas bandas também haja bom senso nesta nomeações.

O Analista

terça-feira, 8 de abril de 2008

Histórias do Andebol

Sabia que o 1.º Jogo da selecção Nacional de Andebol na variante de 7 ,foi um encontro de carácter particular que, se realizou em Lisboa em 18-01-1956. Pois é verdade , foi exactamente nesta data e Portugal saiu derrotado, pela França, por ( 10 - 23 ), este e outros dados históricos irão ser dados ao longo do tempo, e para que fique devidamente assinalado , aqui deixamos a constituição da Equipa Portuguesa que disputou esse histórico encontro.

Selecção Nacional – Ernesto ( Varela ) ; Nunes ; Franco ; Lanceiro ; Mário ; Freitas ; Chagas; Valdemar; Varela; Campos; Agostinho e José Santos.

O Historiador.

Regras de Andebol - 8

Eis as soluções das perguntas anteriores:

31 Resposta A – Regras ( 16:3a, 4:4, 4:6 ), 32 - Resposta C – Regras ( 2:4, 15:5 ), 33 - Resposta D – Regras ( 4:2, 4:11 ), 34Resposta A – Regras ( 4:1 ), 35 Resposta C – Regras ( 11:1 )

Perguntas Seguintes :

36 - No caminho para os balneários ao intervalo, um oficial da equipa A proteste contra os árbitros. O treinador da equipa A já tinha recebido uma advertência no decorrer da primeira parte. Qual a decisão correcta?

A - 2 Minutos de suspensão para o oficial da equipa A.
B - Desqualificação.
C - A equipa A inicia a segunda parte com um jogador a menos por 2 minutos.
D - Relatório no Boletim de Jogo.

37 - A4 deixa o terreno de jogo por fora da área de substituição. Depois de A4 cruzar a linha lateral mas antes de chegar à sua área de substituição, A11 entra no terreno de jogo pela zona correcta. Qual a sua decisão após o apito do cronometrista?

A - Lançamento livre contra A no local onde A4 deixou o terreno de jogo
B - Lançamento livre contra A na linha de substituição de A
C - Exclusão de A4
D - Exclusão de A11
E - Exclusão de A11 e A4

38 - B3 faz a primeira substituição irregular para a sua equipa durante uma interrupção do jogo. Isto foi precedido por uma decisão de lançamento livre a favor de equipa B. B3 ainda não tinha sido advertido nem suspenso.

A - Advertência para B3
B - 2-minutos exclusão para B3
C - Lançamento livre para equipa A
D - Lançamento livre para equipa B;

39 - Depois dos árbitros assinalarem um lançamento de 7 metros para a equipa A, A27 que foi designado para entrar e executar o lançamento de 7 metros, faz uma substituição irregular. Decisão correcta?

A - Lançamento livre para B
B - Lançamento de 7 metros para A
C - Lançamento de Guarda-redes para B
D - 2-minutos exclusão para A27

40 - Equipa A marcou um golo. Os árbitros contudo ainda não apitaram para o lançamento de saída quando B10 entra no terreno de jogo antes de B6 o deixar.

A - Lançamento de saída
B - Lançamento livre para equipa A
C - 2-minutos exclusão para B10
D - 2-minutos exclusão para B6

As soluções serão sempre publicadas na semana seguinte.

Pelo nosso colaborador

O Regras

segunda-feira, 7 de abril de 2008

1.º mão da 1/2 final da Challenge CUP


Benfica 31 26 Resita

Jogo bem disputado , em que o Benfica embora limitado nas opções ( sem Zaikin e Luís Gomes ), soube gerir o encontro , embora se deva salientar o fraco rendimento de Pedro Jerónimo com várias falhas na zona dos 6 metros. O Resita da Roménia, demonstrou ser uma equipa que pratica um andebol de qualidade , embora demasiado dura e faltosa, com os guarda redes a serem o elo mais fraco, o resultado pode não ser suficiente para garantir a presença do Benfica na Final , mas enquanto à vida à esperança. O treinador do Donner foi sancionado com cartão amarelo numa altura em que não se justificava, mas apenas foi porque numa situação de “Time Out” o delegado da EHF deu essa indicação à dupla de arbitragem Checa, uma dupla demasiado má para ser verdade , com evidentes prejuízos para a equipa do Benfica, sem critério disciplinar e de igual modo sem critério na aplicação da falta do atacante.

De salientar uma razoável presença de publico, apesar da hora a que se realizou o jogo, e a com forte presença da comunidade Romena a trabalhar em Portugal. Deve dizer-se, para bem da verdade que a Direcção da LPA, marcou presença em “peso”, enquanto do lado da FAP, verificou-se a presença do Vice - Presidente H. Torrinha o que se saúda por ser tão rara a visibilidade dos Órgãos Sociais da FAP nos jogos e do Seleccionador Nacional Mats Olsson.

O Banhadas Andebol

domingo, 6 de abril de 2008

Desempate dos 1/4 Final do Play OFF - LPA

Belenenses 24 – 21 Sporting

Estavam reunidas , todas as condições , para termos um excelente jogo de andebol que servia na perfeição para uma ampla divulgação da modalidade, três excelentes equipas ( Arbitragem incluída ), pavilhão praticamente cheio de um publico entusiasta e vibrante no apoio ás suas equipas e com transmissão televisiva. O Belenenses , a poder contar com o seu Guarda Redes Hugo Figueira que tinha sido desqualificado no último encontro e com o regressado Pedro Gama, que por lesão não tinha estado presente no jogo da 2.ª mão, o Sporting com todo o Plantel disponível ( excepção a Fernando Nunes, recentemente operado e ainda em recuperação ).
Excelente vitória do Belenenses ( 24-21 ) .Uma primeira parte que terminou com o Belenenses à frente no marcado ( 13-9 ), com o Sporting a falhar redondamente nas suas defensivas em que Bolotskih esteve desastrado ao contrário das suas acções atacantes. O Belenenses além de Nelson Pina que esteve verdadeiramente endiabrado nas acções de contra ataque e o Hugo Figueira que foi simplesmente a figura do jogo. Uma segunda parte em que nem as alterações tácticas efectuadas pelo treinador do Sporting deram resultado. Uma arbitragem sem grande margem para reparos, pois num jogo fácil de dirigir, cometeram poucos erros, pois começaram com exigência disciplinar desmedida, mas que foi abrandando ao longo do encontro. Na Lei da Vantagem apenas descortinamos uma falha em que o belenenses foi beneficiado , já na parte final do encontro, finalizando bom espectáculo e arbitragem ao nível do encontro.

Assim as meias Finais serão:

ABC – Belenenses
Benfica – S.Bernardo.

Banhadas Andebol

Ainda a propósito das AG da FAP

Constatou-se , conforme dito em anterior reportagem, que os Açores estavam , representados como Observadores através de uma única Associação, a Associação de Andebol de St. Maria, existe a versão de que a União das Associações de Andebol dos Açores se dissolveu por vontade própria ( será, que não foi empurrada para esta situação !!! ) , mas sendo esta versão credível , não se compreende no entanto como não foram alterados os Regulamentos da modalidade , nomeadamente o Ponto 4 do Artigo 1.º do Sub - Titulo 1 do Titulo 1 do Regulamento Geral da FAP e Associações, que diz expressamente “A União das Associações de Andebol dos Açores representará as associações de andebol daquela região autónoma” , e não se compreende porque, realizando-se no mesmo fim de semana 2 AG’s, em que os custos financeiros não sofriam qualquer alteração, não se realizou uma AG extraordinária , para rectificar os Regulamentos de forma a tornar tudo Legal , Claro e Transparente . Será, que mesmo passando por novo processo de filiação o andebol Açoriano , não está ferido de legalidade, esperamos que não , mas que a situação não é clara e a FAP é a responsável não temos duvida.

O Jurídico

sábado, 5 de abril de 2008

Situações a corrigir pelos Árbitros Jovens – 3

Na continuação de anteriores artigos, hoje publicamos , mais duas das situações a rever, pelos nossos quadros de arbitragem.

Situação - Sanção progressiva dada incorrectamente aquando do sancionamento de um Livre de 7 Metros.
O instinto , faz , com que seja frequente dar uma sanção disciplinar, quando o jogador tenta na realidade ser correcto e jogar apenas à bola.

Conselho aos Árbitros
A decisão de 7 metros é normalmente correcta. É muito importante transmitir uma mensagem clara ao defensor e não adicionar uma sanção disciplinar quando não se justifica. Deve observar-se cuidadosamente a acção do defensores observar de igual modo as suas intenções. Normalmente á muito claro quando o defensor vai ao braço/corpo do adversário. A decisão deve ser tomada pelo árbitro de baliza, pois é ele que decide os Lançamento Livre de 7 metros.

SituaçãoNos primeiros momentos de um jogo, ás vezes se decide dar um cartão amarelo, quando se justifica uma sanção de 2 min. “directa”.
Parece existir um instinto que nos obriga a esperar pela aplicação dos 3 cartões Amarelos, para depois aplicar a sanção de 2 min. Mas é importante alertar que algumas faltas são bem mais graves.

Conselho aos Árbitros
Uma “construção sistemática” da escala de sanções é o desejável, devem no entanto ser mentalmente lestos , para identificar aquelas faltas mais graves, e que merecem uma sanção de 2 min. ( ou talvez um cartão Vermelho ); estas faltas saem fora da “escala” normal.

O Formador

sexta-feira, 4 de abril de 2008

Eu nem queria acreditar... A saga continua...

... no teor das notícias, publicadas no jornal do Benfica ( Órgão Oficial do Clube ) hoje, sob o titulo “ Jogo Europeu na Luz” . Diz a mesma , “ é já amanhã que o Benfica joga no Pavilhão da EDP,,, “. Então o jogo não é dia 06-04-08, domingo!!!, Fazem mesmo todos os possíveis e impossíveis para não haver público no pavilhão...

... na entrevista ao atleta Zaikin, na mesma página do mesmo jornal , este diz .”... Amanhã a equipa precisa da presença dos benfiquistas... “ .como é que eles lá vão, amanhã não há jogo. Será isto possível ????!!!!

... eu nem queria acreditar...só lendo...

O Reticencias

Eu nem queria acreditar ...

... quando reparei que o Benfica marcou o jogo das 1/2 final Challenge CUP, com os romenos do Resita para as 21H00 do dia 06-04-08.Domingo à noite???que coisa estranha...pensei eu. Agora já percebi quando soube através da SportTV que o Benfica em futebol joga com o Boavista ás 20H45 do mesmo dia e com Transmissão em directo. Estão-se a esforçar e muito para que ninguém vá ver o jogo. Enfim é um direito legítimo; se não querem receitas, nem qualquer tipo de envolvimento e estão firmemente dispostos a acabar com o andebol, muito bem…Só não percebo porque se critica as marcações e o calendário dos jogos de andebol quando definidos por outrem quando esta marcação da total responsabilidade do próprio clube é feita desta forma…Eu nem queria acreditar…

... que os dirigentes do clube , não tenham respeito pelos seus apoiantes ou que não queiram publico no pavilhão... Porquê ? é desta forma que pretendem divulgar a modalidade e rentabilizar os seus Sponsores ?

Responda quem souber ...

O Reticencias

quinta-feira, 3 de abril de 2008

Crónica da 2.ª Jornada do Play OFF

Uma breve crónica dos jogos ontem realizados relativos à 2.ª jornada do Play OFF da Liga,

Madeira SAD / Benfica
Encontro , em que o Benfica venceu ( 32-26 ) com toda a naturalidade, excedendo as melhores expectativas , face à produção do 1.º jogo, de realçar pela negativa a grave lesão sofrida por Zaikin aos 10 minutos , que obrigou ao seu internamento Hospitalar, para uma observação mais cuidada. A arbitragem esteve a cargo da dupla A. Goulão / José Macau, que realizou trabalho positivo. Apesar de ficarem duvidas no lance em que se registou a lesão do atleta do Benfica..

Isave / ABC
Jogo sem história , embora a forte réplica da equipa do Isave , nos segundos 30 minutos, seja de realçar, com a vitória do ABC ( 26-23 ) a ser absolutamente normal . Encontro dirigido pela novel dupla da EHF Duarte Santos / Ricardo Viera , com trabalho fácil e positivo.

S.Bernardo / FC Porto
Realizado sofre fortes emoções , foi um encontro , de equilíbrios permanentes , de tal forma que obrigou a prolongamento , A vitória do S.Bernardo ( 28-27 ), foi uma vitória do querer , pois os seus jogadores deram tudo o que tinham, sendo de destacar a excelente partida realizada pelo seu Guarda Redes Telmo Ferreira . Uma nota especial neste encontro para a excelente arbitragem da dupla Eurico Nicolau / Ivan Caçador, e o apuramento do SBernardo para as 1/2 final do Play OFF, a grande surpresa, para já deste Campeonato.

Sporting / Belenenses
O Único encontro , que vai obrigar á disputa da “negra” , vitória do Sporting ( 23-18 ), Merecendo uma nota especial a fraca produção do Belenenses, que esteve cerca de 17 minutos sem mar um golo , numa altura em o resultado se cifrava em 19-10 a favor dos anfitriões. Pela negativa deve-se destacar a fraca actuação da dupla de arbitragem composta pelos jovens Leirienses Daniel Martins / Roberto Martins , que nos deu a sensação de não estar bem psicologicamente , e vai necessitar certamente de um período de repouso e reflexão.

Por último, uma enorme alegria , para os adeptos da modalidade , pois , em todos jogos se registaram pavilhões cheios, de público vibrante e fortemente apoiante das suas equipas. Quando se faz o trabalho de “casa” e se divulga a tempo e horas os horários e se proporciona bons espectáculos os adeptos comparecem.

O Banhadas Andebol

Qual o Melhor Guarda Redes - Resultados

Eis os resultados da sondagem , sobre o Melhor GR de sempre.

E tal como prometemos, hoje iniciaremos a 2.ª sondagem, desta vez dedicada aos “PIVOT”, de certo que alguns nomes ficaram de fora, mas pedimos desde já as nossas desculpas, pois o critério , foi seleccionar apenas 10. E Por vezes a nossa memória também tem falhas. Reforçamos o nosso anterior pedido , ou seja que ao número de visitas corresponda igual número de votos.

O Jurássico.

Curso de Árbitros Jovens EHF – Parte II

Conforme informação em 23-03-08, realizou-se em Lagoa, o curso em referência, que contou com a participação de duas Jovens duplas Portuguesas. Duarte Santos / Ricardo Vieira ( Funchal ) e Roberto Martins / Daniel Martins ( Leiria ), estranhamente a FAP , nada diz, nada publica, nada informa, sobre a forma como decorreu a acção, quais as indicações fornecidas, quais os objectivos pretendidos e quais os resultados alcançados, deixa toda a modalidade no desconhecimento total , e desinformada , com todo este procedimento é natural que surjam especulações e são legitimas, mas nós através do nosso colaborador, que subscreve este artigo, e após aturada investigação, pois pretendemos informar e não desinformar, concluímos, que os objectivos não foram totalmente atingidos, se é que, era objectivo, incluir mais duas duplas nos quadros da EHF ? Duvidamos , na realidade não temos ranking para tal número de duplas , e está historicamente provado , que qualquer Pais que organize uma acção deste tipo e coloque duas duplas a frequentar a mesma, “é certo e sabido” que uma é para ser rejeitada ! Independentemente do valor que possua , sempre foi assim e continuará a ser. E foi o que aconteceu , tocando a “fava” à dupla de Leiria Roberto Martins / Daniel Martins, mas podemos assegurar, que grande parte da culpa cabe certamente ao acompanhamento de que foi alvo por parte da FAP. Não quisemos informar esta noticia triste para a modalidade ( é mais uma ), porque estes jovens tem grande potencial, e tinham marcados atempadamente jogos de grande responsabilidade. Não desistam são a nossa esperança, aprendam com os desaires e não se deixem enganar.

O Formador

terça-feira, 1 de abril de 2008

Assembleias Gerais da FAP do Último Fim de Semana

Na nossa Crónica de Fim-de-semana afirmámos que o mesmo tinha sido fértil em acontecimentos importantes para o Andebol. Dissemos então, que os nossos colaboradores estavam a recolher informações, para poder informar com objectividade. Grande parte (para não dizer a totalidade) dos Órgãos de Comunicação Social de referência, nada referiu, e das duas uma, ou foram realizados na “clandestinidade” ou não mereciam “realce”. Nós discordamos totalmente deste procedimento: por exemplo as Assembleias Gerais da FAP, devem ser sempre notícia, e segundo apurámos registaram-se factos que merecem ser relatados, e assim os narraremos com objectividade.

Esteve presente como “Observador” convidado José Carlos Correia do F.Holanda em representação da novel ANCANP, porquê? Esta Associação já tem Órgãos Sociais ? Quem representa ? Quem são os Associados ? Quais são os Estatutos ? Já estão publicados ? Quais os Objectivos Sociais ? Onde fica a Sede ? Quem passou a Credencial a José Carlos Correia ? Mas, mais grave porque não foi convidada como “Observador” a ATAP ( Associação dos Treinadores ), associação de classe já perfeitamente legalizada, ou só são convidadas as Associações que servem imediatamente os interesses da FAP ?

Esteve também representada como “Observador” a Associação de Andebol de St.ª Maria, eis um caso curioso, como é possível ? Nós dizemos, “dividir” para reinar e foi isso que a FAP fez, com a União das Associações de Andebol dos Açores. Esta entidade foi desfeita e foram criadas diversas Associações, porquê? Eis uma questão gravíssima, será que esta solução é a melhor para o desenvolvimento da modalidade naquela Região Autónoma? Não acreditamos, isto é mais uma fantochada, de que a primeira vitima é o árbitro Rui Machado. Mas segundo tivemos acesso, na lista de votos distribuída aos membros de pleno direito da Assembleia Geral , ainda constavam os votos atribuídos à União das Associações de Andebol dos Açores, como é possível ?

A Associação de Andebol da Madeira, votou favoravelmente, todo o planeamento , incluindo a Taça de Portugal, quando viemos a saber que as indicações de voto que trazia, não eram bem essas , porquê , este volte face, em relação ao que estava decidido no âmbito regional ? Mais uma questão sem resposta, mas digna de registo pelo valor intrínseco que tem.

Muito mais aconteceu, segundo as informações recolhidas, mas dariam uma reportagem enormíssima, e seria fastidiosa , no entanto para finalizar , vamos apenas referir a intervenção do Vice-Presidente da FAP, ao iniciar a apresentação do Planeamento e Objectivos, “ A FAP, vota contra o Planeamento da Liga ...” só nos merece realce , pois não sabíamos que a FAP , já votava nas Assembleias gerais ? É curioso ? ou era uma tentativa de sublimação da massa “critica” presente na Assembleia? Soubemos no entanto que o Planeamento foi aprovado.

O Jurídico