Equipas Masculinas disputam EHF CUP e Challenge CUP
Calendário e Resultados na Barra Direita

domingo, 8 de Julho de 2012

PO37 - Encontros Nacionais de Minis Masculino - I

PO37 - Encontro Nacional de Minis Masculinos

SÃO PAIO OLEIROS – VENCE ENCONTRO NACIONAL DE MINIS MASCULINOS

Disputou-se também este fim de semana o Encontro Nacional de Minis Masculinos, em que participaram 43 equipas, numa organização da Secção de Andebol do Vitória FC com a colaboração da AA Setúbal e da Federação de Andebol de Portugal, c com jogos a serem disputados em 6 pavilhões na Região de Setúbal (Antoine Velge, Pav. EB 2,3 Bocage, Esc. Sec. Viso-Setúbal, Pav. Luísa Tody, Municipal Mateigadas e Pav. Secil), o numero de equipas presentes superou e muito o registado na época transacta (32 equipas), o que se saúda. Tendo-se realizado 158 jogos.
Este Encontro Nacional serviu igualmente para o CA efectuar os exames aos Árbitros Regionais candidatos a Nacionais.

Foi vencedora da Prova a equipa do C. D. S. Paio Oleiros que venceu na final o C. C. R. Alto do Moinho “A” (18-16), sucedendo desta forma a AD Sanjoanense

Classificação Final 1.º C. D. S. Paio Oleiros, 2.º C. C. R. Alto do Moinho “A”, 3.º I. F. C. Torrense, 4.º A. A. Águas Santas, 5.º S. C. Horta, 6.º C. D. Feirense “A”, 7.º C. V. Tavira, 8.º Évora A. C., 9.º C. D. S. Bernardo ”A”, 10.º A. D. C. Benavente, 11.º Marítimo S. C. “A”, 12.º S. C. Espinho, 13.º Alavarium A. C., 14.º A. D. C. Monte, 15.º Colégio Carvalhos, 16.º Lagoa A. C., 17.º Estrela V. Sport, 18.º F. C. Infesta, 19.º C. F. Os Belenenses, 20.º G. C. Sul, 21.º Vitória F. C, 22.º C. A. Galinheiras, 23.º G. M. União Progresso, 24.º Ideal C. Madalenense, 25.º C. C. R. Fermentões, 26.º N. A. A. L. Passos Manuel/Mercês, 27.º S. L. Benfica, 28.º C. Povo Vacariça, 29.º A. C. Fafe, 30.º G. M. 1º Dezembro, 31.º Juventude D. Lis, 32.º ABC Braga Andebol Sad, 33.º C. A. Leça, 34.º A. C. R. Zona Azul, 35.º C. S. Marítimo “B”, 36.º C. A. I. Conceição, 37.º A. C. Salreu, 38.º C. D. Feirense “B”, 39.º G. E. Ponte Sor, 40.º C. C. R. Alto Moinho “B”, 41.º N. A. A. L. Passos Manuel/Josefa de Óbidos, 42.º C. D. S. Bernardo “B” e 43.º A. D. Albicastrense.

Lamentar a FC atribuída ao Águas Santas no jogo das 1/2 Final, por Grave Infracção Disciplinar.

Com a realização desta Prova, encerra o Calendário Nacional Época 2011 / 2012

O Noticias

56 comentários:

Anónimo disse...

Qual foi a infracção do A. Santas?

Anónimo disse...

As pessoas de Aguas Santas estavam a serinsultadas e ameacadas pelas pessoas de Oleiros. Chamaram a policiamas como estes nao chegaram a tempo decidiram tirar os miudos do campo. Onde ja se viu atitudes destas num jogo de minis? Os minis do Aguas a ser ameaçados! Impressionante. Falta de civismo por parte do Oleiros

Anónimo disse...

Aguas e Oleiros ao seu nível.

Anónimo disse...

Esse apenas o pormenor negativo e por parte dos Pais. De resto, convivio, bom tempo, bons jgos, excelente organização, quanto a mim que só conheço a do ano passado superou, até porque a dificuldade era maior por serem 43 equipas. Uma palavra de apreço para a organização do Setúbal que foi fabulosa na tentativa de ser prestável a mais de 700 pessoas. Notava-se 0o cansaço, mas nunca houve uma negativa. Parabéns ao Setúbal, aos clubes, atletas. Apenas nota menos para os Pais do Águas Santas e São Paio de Oleiros. excelente jornada de Andebol. Mesmo cansado, valeu e muito a pena!

Anónimo disse...

Esqueceram se de referir que o Aguas Santas estava a levar uma tareia, tareia mas de andebol, os pais do São Paio foram parvos sim a chamar nomes a crianças, a treinadora do Aguas Santas mandou sair a equipa porque ja sabia que tinha perdido o jogo e é má perdedora
Parece que os adeptos do Aguas Santas são uns santos, nunca chamaram nomes a ninguem
Assisti de perto a tudo e foi assim que se passou

Agora em termos desportivos o justo vencedor era o Alto do Moinho

Anónimo disse...

É o costume por parte do Oleiros, gente sem civismo nenhum e que não merecem jogar um desporto como o Andebol.

Anónimo disse...

Desta vez foi o A. Santas o clube ameaçado? Nao foi o contrário? É que o normal é ser "povo" do A Santas a ameaçar! Mas realmente entre A. Santas e Oleiros que venha o diabo e escolha, ou melhor: só se perdem as que caem no chão!

Anónimo disse...

Antes de mais 3 notas:
Parabéns a excelente Organização do Setúbal e da Federação;
Parabéns aos Oleiros que foi a melhor equipa;
Parabéns a equipa do meu neto pois atingiram um excelente resultado;
Quanto a parte mais complicada (Aguas /Oleiros), assisti a tudo pois o meu neto tinha jogado antes e de facto não conhecendo nenhuma das partes (claques) e até acreditando que ambas não são fáceis o que verdadeiramente se passou naquele jogo foi uma vergonha por parte da claque do Oleiros, aquelas pessoas não deviam nunca repito nunca poder entrar num pavilhão, era jogo de miúdos era um jogo para eles se divertirem, não consigo ainda hoje entender as razões que levaram aquelas pessoas do Oleiros a fazer aquelas tristes cenas.
Uma ultima questão eu me interrogo, onde estava a policia? Porque não chegou mais cedo? entendo que a Organização foi apanhada de surpresa e de facto uns quantos elementos da claque não estavam em condições de estar dentro daquele pavilhão. A atitude da treinadora entendo-a perfeitamente pois se fosse com o meu neto eu faria o mesmo, pois o que se passou foi uma vergonha.
Parabéns a Organização que apesar de tudo no outro dia soube responder a situação do dia anterior.

Anónimo disse...

Parabens aos miúdos do S. Paio de Oleiros pela vitória neste encontro, pareceu-me a melhor equipa e que soube contornar de forma mais eficaz o cansaço de tantos jogos.
Lamentar a forma como alguns apoiantes do S. Paio de Oleiros se comportaram no encontro com o Águas Santas, chegando a ser arruaceiros e provocadores, quando nada o fazia prever.
Saber perder é uma virtude, mas saber ganhar ainda é mais. Exige-se respeito aos adversários, pois sem eles, não ganhavam rigorosamente nada. para além disso os atletas eram Minis, significa isto que estão no início do seu processo de formação como jogadores de andebol e este comportamento dos apoiantes em nada os beneficia.
Se num encontro de Minis que se pretende acima de tudo que seja uma festa para os atletas, se assiste a este comportamento por parte dos apoiantes, quando na verdade for preciso apoiar a
equipa, presumo então que tudo seja legitimo para o conseguir.
Às gentes de S. Paio de Oleiros, aconselho a reequacionarem o seu comportamento.

Anónimo disse...

Estive no pavilhão no jogo em que toda, porque minha equipa jogou anteriormente, a situaação ocorreu. Efectivmante alguns, não todos, adeptos do S.Paio de Oleiros tiveram actitudes de autênticos selvagens, insultos ao banco do Aguas, ameaças de agressões aos arbitos aos miudos etc.
Por diversas vezes a mesa pediu calma mas os tais adpetos respondiam com patadas sobre a cobertura de proteção as bancos e mesa.
Qual foi a actitude da mesa?
Nenhuma fez de conta que não era com eles e o caldo entornou-se quando no desconto de tempo pedido pela treinadora do Aguas um adepto do S.Paio de Oleiros decidiu, numa atitude provocatória,tocar o bombo mesmo em cima do banco do Aguas.
Tudo teria sido evitado se representante da FPA que estava na mesa não fosse um tacanho e medricas, deveria ter levantado o cú gordo do banco e interromper o jogo, chamando a polícia para retirar os adeptos do S. Paio de Oleiros do local onde se encontravam.
Ao que ouvi de vários treinadores de várias equipas nimguém tem boas recordações de deslocações a S. Paio de Oleiros pelo que o comportamento do seu adeptos será já recorrente.
Quanto ao mérito da conquista nada a apontar sendo certo que o Alto de Moinhos também seria um justo vencedor. Uma palavra para o treinador do S. Paio de Oleiros mostrou que sabe o que faz e que preparou a equipa para o torneio.
No computo geral para mim o Aguas foi a princípal desilusão, não só por não ter ficado nos tres primeiros, mas sobretudo porque mostrou um andebol vulgar, vázio de ideias, sem estratégia de jogo sem um lider em campo e muito mal preparado para a competição.
Já agora uma sugestão à FPA pode sempre penhorar o troféu que atribuiu porque o S.Paio de Oleiros, ao que se diz, é um dos maiores caloteiros tendo varios anos de dívidas de inscrições.

Anónimo disse...

http://minisaaaguassantas.blogspot.pt/2012/07/no-mesmo-dia-o-sentiu-se-o-doce-e-o.html?spref=fb

http://www.facebook.com/media/set/?set=a.261981630583083.57232.100003137439891&type=1

Os links aqui colocados demonstram o mau perder de um clube e o insulto barato.

Gostaria que fossem colocadas imagens ou vídeos de tal afirmações porque sinceramente acho muito difícil que os pais do Aguas santas sejam assim tão santos como querem demonstrar...

Aguardo a colocação de provas sobre tais insultos e um aviso não entrem num jogo a pensar só porque são jogadores de um clube de 1ª divisão que vão vencer. Vitórias é em campo e não fora dele.

Ah e atletas da formação do Águas Santas que vão para grandes clubes? quem? não vejo nenhum mas aguardo por esses nomes... Pedro Solha deve ser o único que está num grande clube e na seleção tal como o Tiago Rocha que fez a formação no Oleiros porque de resto não vejo ninguém.

Águas Santas tem milhares para gastar no andebol e já teve milhões graças à Câmara da Maia e mesmo assim resultados nem vê-los enquanto que o CDC Oleiros com o pouco que tem graças a uma comunidade que se esforça para dar aos seus filhos uma prática desportiva com as mínimas condições ao chegar a um encontro nacional e vencê-lo isso sim é de louvar. Quem sai de um jogo a 5 minutos do fim com a derrota certa revela o mau perder que tem e ensina os atletas de formação que se não conseguem vencer desistam porque assim a culpa da derrota é dos outros e não vossa. Grande exemplo sem dúvida...

Anónimo disse...

Eu vi...eu estava lá...
tenho a lamentar que a Organização do evento tenha sido complacente com esta a NOTÓRIA PERTURBAÇÃO DA ORDEM PÚBLICA, num recinto obviamente repleto de crianças!

A polícia deveria ter sido chamada a intervir, não por iniciativa de um pai mas sim por iniciativa dos elementos da Organização (relembro que a embriaguez pública e/ou perturbação da ordem pública é facto suficiente para a ocorrência de uma detenção).

Esperemos que este episódio sirva para evitar novas ocorrências no futuro…e parece-me que sim, uma vez que no último dia já impediram a passagem das claques para as bancadas atrás dos jogadores!!! Mas se reconheceram a falha, como é que a treinadora vai ser castigada??? Porque defendeu os seus atletas da continuação dos ataques verbais?

Seria também importante garantir que os jovens árbitros passem também a ter incluído na sua formação as atitudes que devem tomar quando os jogadores são ameaçados e perturbados pelas claques. O jogo deveria ter sido interrompido pela equipa de arbitragem logo que começaram os ataques á proteção onde os jogadores inicialmente se sentaram, e que se viram obrigados abandonar pelo murros que estavam a sofrer por cima das suas próprias cabeças!

Resta de tudo isto: Todos os meninos foram penalizados – de ambas as equipas - e ficarão certamente marcados pela triste ocorrência! Estão todos em formação, e corremos o risco de que possam concluir que tais atos não só não foram penalizados como até surtiram efeito!

sou mãe de uma jogador do AAAS e o meu filho questiona-me: Porque é que nos queriam bater?” “O que é que nós fizemos para não gostarem de nós?"...Nenhuma criança deve ser sujeita a tal violencia, seja qual a for a equipa! os jovens jogadores ficaram em panico.
E eu não comento anónimo, chamo-me Alice!

Anónimo disse...

Já agora, terminando o meu comentário anterior - sou a Alice - concordo que o justo vencedor seria a equipa do Alto dos Moinhos...mas lá está, eu estive junto à baliza do Oleiros, e ouvi um pai a dizer ao jogador ponta do Alto dos Moinhos..."voces são uma merd***", ou seja, não é só com os jogadores do A. Santas...é geral.

Ao senhor que assistiu de perto, esqueceu-se de referir que os jogadores de ambas as equipas foram obrigados a sair do banco protegido dados os ataques feitos á proteção do banco...além disso, não chamaram apenas nomes ás crianças com idades entre os 9 e 11 anos...ameaçaram-nos...se o meu filho magoasse algum jogador seria fod***! Mas lá está, bem português: quem conta um conto, acrescenta um ponto!Parece-me que afinal nao estava tão perto...ou será que estava dentro da claque do Oleiros?

nascimentos disse...

Já sabíamos que a estupidez que aconteceu nesse jogo iria ser o ponto principal nos comentários, infelizmente.
São todos culpados e também a organização deixar "Anormais" atrás do banco de suplentes , se no último dia tomou a decisão certa só deixar ir para aquele lado as comitivas, principalmente jovens participantes, porque não o fez antes.
Eu apercebi-me na meia final anterior que aquilo ia acontecer, vi gente dos dois lados com comentários impróprios e de "moca" afiada , que tristeza.
Porque mudaram as regras as meia finais não eram aquelas, que ninguém diga o contrário, NÃO ERAM as duas meias finais eram cruzamentos de A,B,C,D , um contra o outro e E,F,G,H também um contra o outro.
Só se encontram estas 8 series no jogo de apuramento final, e nas outras Poule assim foi porquê a mudança nos 4 primeiro?
Duplas de árbitros sim estiveram lá algumas com futuro, a da final aquelas duas meninas podem ter futuro.
Mas também estiveram lá rapazinhos que não querem aprender mas a malícia, maldade, presunção e arrogância já a tem, dois jovens do Algarve abandonem o apito.
Atenção, treinadores com amarelos e sanções de dois minutos devido a estarem a falar um com o outro em pé, ou por um estar a falar com a equipe no ataque e o outro a incentivar o seu guarda redes, ou mais aberrante ainda no pavilhão do bocage um em pé a dar instruções a equipe e o outro a tentar a missão impossível de olhar para o tempo de jogo e resultado, sim porque era impossível olhar para o "marcador electrónico"
De resto tudo bem , alguns erros , algumas falhas mas sou suspeito não vou falar disso.
Obrigado Cidade de Setúbal.
Aos tais metam a mão na consciência e vejam aquilo que fizeram aos nossos MINI do nosso Pais.

Anónimo disse...

Pobres criancinhas vendo os seus pais na bancada a praticar desportos menos próprios para a sua idade. Estes adultos deviam pagar uma multa e serem proibidos de entrar em recintos desportivos. Bela organização que não previu a entrada de animais sem trela e sem açaime. Há adultos que ainda não sabem que, nós no andebol não gostamos de adeptos de futebol, temos outras tradições!

Anónimo disse...

Continuem a insultar e depois queixam-se :D antes do jogo não andassem a gozar com a comitiva do CDC Oleiros. Quando são penta campeões devem ter humildade porque mais tarde ou mais cedo irão perder e ai sim se vêem os verdadeiros campeões :P deixam o campo e fogem com o rabinho entre as pernas.

Anónimo disse...

Alguém da federação estava presente?

Anónimo disse...

So vim aqui corrigir um erro comum a alguns comentadores

O clube é ALTO DO MOINHO e não Alto dos moinhos, isso é em Lisboa, ALTO DO MOINHO é em Corroios

Obrigado

Anónimo disse...

Sem ter assistido aos tristes episódios, penso que seja fácil tirar uma conclusão apenas através da reacção de todos os adeptos aquando da entrega de prémios.
A única equipa que foi assobiada, quando deveria ter sido a mais aplaudida, foi mesmo a equipa do Oleiros... Espero que os pais, se apercebam do mal que fizeram aos seus filhos e controlem as suas atitudes!
Os miúdos não têm culpa e com toda a certeza não terão sequer percebido por que razão estavam a ser assobiados quando todas as outras equipas foram aplaudidas de pé... São marcas que ficam para toda a vida!
Quanto ao jogo da final, foram justos vencedores, pois apesar de não serem melhores, eram os maiores e isso fez muita diferença!

Anónimo disse...

Não assisti à triste cena do jogo da meia final, no entanto será fácil perceber o que realmente se passou apenas pela reacção das pessoas que se encontravam no pavilhão durante a entrega de prémios.
A única equipa que foi assobiada, foi mesmo a que deveria ter sido a mais aplaudida, ou seja foi a equipa do Oleiros.. Penso que isto diz tudo! E não me parece que os presentes fossem todos afectos ao águas santas.
Pensem no mal que cenas como estas podes causar nos seus filhos, são marcas que ficam para toda a vida! Depois de 4 dias a lutar pela vitória ainda são brindados com um coro de assobios! Espero que os miúdos tenham percebido que estes se dirigiam aos seus pais...
Quanto ao jogo da final, foram justos vencedores, não por serem melhores, mas por serem muito maiores e isso fez toda a diferença...

Anónimo disse...

eu estava la e acho que de facto houve exageros que não são próprios para um recinto desportivo e muito menos para jogos que envolve crianças.Mas depois daquilo que vi quem não tiver telhados de vidro que atire a primeira pedra pois ao mau comportamento dos adeptos do Oleiros houve uma reacção idêntica dos adeptos do aguas porque os desacatos (entre os adeptos e nunca entre os miúdos que foram os verdadeiros adultos dentro do pavilhão)aconteceram do lado da bancada onde estavam os adeptos do oleiros(o que significa que houve movimentação dos adeptos do aguas). Espero que futuramente os adultos pensem duas vezes o que devem fazer principalmente quando houver crianças envolvidas.Já agora o jogo estava a ser bem disputado mas com uma clara superioridade dos miúdos do Oleiros que venciam 19-06 aquando do acontecimento

Anónimo disse...

Dividas à federação? gostava de o ver fundamentar essa acusação ou então que se identificasse para puder saber quem é e acusá-lo de difamação. Ai via a sua coragem...

Anónimo disse...

Chamo a atenção de certas pessoas incultas que o Clube que ficou em 2º Lugar é Alto do Moinho e Não Alto dos Moinhos!!!!!! São coisas diferentes....

Anónimo disse...

eu não estava presente mas através de pessoas amigas tive acesso a um video do que se passou entre os adeptos do Oleiros e do Aguas e de facto é lamentável o que se passou dentro do pavilhão por parte da claque das duas equipas.Os miúdos pelo contrário foram espectaculares porque antes de saírem de campo de campo cumprimentaram-se sem problemas.Por isso acho uma injustiça que tenham assobiado os miúdos que não tinham culpa do que se passou e que foram justos vencedores porque uma equipa que ganha todos os jogos com os resultados que vi pelo site da federação só pode ser um justo vencedor

Anónimo disse...

gostaria que as pessoas tivessem visto o verdadeiro culpado do circo pois o espectáculo começou do lado de fora do campo um senhor com uma criança ao colo e que devia ter juízo e não teve.Eu estava lá e vi tudo e uma tristeza as pessoas não se saberem comportar são crianças e não se devia alimentar tanta maldade e de facto uma tristeza muito grande sem mais comentários

Anónimo disse...

Para o Sr. Anónimo de 09.07. - 12:16
O Sr. deve ser um daqueles bebedolas do seu querido clube que tiveram aquelas lindíssimas atitudes no jogo com o Águas Santas. Digo-lhe que já saí do seu lindo Pavilhão com polícia de choque a abrir caminho porque os apoiantes do seu ilustre clube queriam fazer umas "festinhas" a nossa equipa. Lamento ter de lhe dizer mas penso que a sua raiva e espuma que deita pela boca deve-se ao ciúme que tem do Águas Santas pelo nosso palmarés e grandiosidade, quer queira, quer não. Mas não tenho dúvidas que há mais clubes que são grandes pois trabalham com seriedade e respeitam os adversários, mesmo que não ganhem nada. Quanto ao seu Clube, é grande sim, mas no insulto, na vergonha, nas bebedeiras e sei la que mais. Tenho dito.

Anónimo disse...

O engraçado disto tudo é que parece que o Encontro Nacional de Minis foi so disputado Aguas santas e São Paio de Oleiros, se calhar á parte disto tudo deveriam dar os parabéns a todas as equipas e dar o mérito ao Alto do Moinho e Torrense que ficaram em 2º e 3º lugar por mérito próprio. Ou então para o próximo ano fazem um encontro so para os dois. Parabéns a todas as 43 equipas todos foram uns campeões.

Anónimo disse...

A treinadora do águas chamou porca por diversas vezes á mãe de um atleta ainda estava a decorrer o jogo. vieram ter connosco para nos bater sim o senhor do águas (careca) que já o ano passado tinha arranjado confusão com a sanjoanense agora tentam denegrir a imagem de um clube que forma para a 1º liga sim falo do GRANDE Tiago Rocha que nunca se envergonhou de ser de OLEIROS

Anónimo disse...

Os de oleiros são sempre iguais e não digam que os miudos são adultos porque já vi cenas muito feias dos miudos do oleiros. Nomeadamente, o Julio e Joao Couto que nesta idade já insultam árbitros, já se recusam a treinar, têm muita falta de educação. As pessoas com civismo de Oleiros deviam sentir vergonha pela falta de educação dos miudos e dos pais, o Andebol não é só ganhar dentro do campo. E não sou do Aguas Santas.

Anónimo disse...

Gostaria de realçar o grande trabalho de formação que se está a fazer no Alto do Moinho. Nos últimos três anos esteve em duas finais do Encontro Nacional de Minis.
Parabéns a todos eles que bem os merecem!

Anónimo disse...

A dupla do algarve apitou o 3º/4º Lugar, e deve desistir? Voce viu o que eu vi? Um jogador de 1ª Divisao, Ricardo Costa, a fazer um escandalo perante o senhor Jose Macau, so porque essa dupla validou um golo quando faltava 1 minuto para acabar um jogo que estava por uma diferença de 15, a um miudo de 4 anos que pisou a linha e fez dribles. Sim eles devem desistir... Pedagogia é o que aquilo se chama! o miudo marcou o 1º golo(que em nada afetava o resultado, e ate o proprio treinador do Colegio dos Carvalhos aceitou a decisao) da sua vida e vai todo feliz para casa. Mas, sim voce percebe muito de andebol, e nao percebe que o importante ali era os miudos jogarem.

Continuem algarvios.
E parabens à dupla portista

Anónimo disse...

Basta ler todos estes comentário para ver o nível... Sou de oleiros e estive lá pelo 2º ano o meu filho é atleta e as pessoas do águas só provocam estas situações este ano foi com o oleiros e o ano passado foi com a sanjoanense! uma vergonha! Com aquele barulho todo eles ouviram do outro lado chamar nomes aos meninos deles... Mas eu vi o pai de um atleta aos pontapés aos acentos da escola do VISO porque o filho MIGUEL falhou e os palavroes tb lá estavam mas como o norte é só do porto para cima... Ganhamos trouxemos a taça e os nossos atletas estavam felizes e tivemos a coragem de bater palmas ao águas quando os nossos atletas estavam todos pisados de tanta tareia que levaram em campo e só houve 2 vezes 2 minutos para um atleta que se fartou de malhar!! Não me orgulho do que aconteceu mas recuso-me a aceitar que desvalorizem o que os nossos atletas fizeram Fomos melhores e já o tinhamos sido no torneio do kaki gaia Lembram-se?? Tambem temos cá essa taça não se desculpem com os pais façam como nós trabalhem com rigor e respeito pelo adversario. Cumprimentos e boas férias:;)))

Anónimo disse...

anónimo do dia 09 de Julho das 12h16 vá para casa porque senão qualquer dia fica com a cabeça mais pesada. Já devia ter idade para ter juízo...

Se os adeptos do oleiros fizeram o que fizeram bebâdos pior são os pais dos meninos do águas santas que sóbrios andam a incendiar as relações entre dois clubes com imagens no facebook e insultos anónimos e baratos contra a população de SÃO PAIO de OLEIROS. Também já sai do pavilhão do Águas Santas escoltado e não morri mas pronto cada um sabe do seu clube e defende-o. Uns lutam por vitórias outros vêm para a internet desculpar uma derrota com o comportamento dos adeptos. Gostaria de ver filmagens no youtube continuo a aguardar porque hoje em dias todos tem telemóvel com câmara.

Anónimo disse...

http://www.youtube.com/watch?v=sZiCWcjpOlk

Aqui estão os supostos selvagens a festejar o título regional...

Anónimo disse...

Meus senhores e minhas senhoras

Sendo um profissional na área da actividade física e do andebol venho tecer um pequeno comentário ao que devia ser o menos publicitado num jogo de andebol!
Sei o que se passou no célebre jogo deste encontro e de facto devemos reflectir sobre o que nos faz acompanhar os MIÚDOS ATLETAS. Eles estão presentes nos treinos e nos jogos para se divertir com os amigos a praticar uma modalidade que os apaixonam. Todos os restantes intervenientes, dirigentes, pais e treinadores devem potenciar os valores, principios e atitudes do que deve transmitir o desporto de salutar competição. As vitórias nos escalões mais jovens são o menos importante, queremos é CAMPEÕES na vida, na escola e no andebol na forma como nos comportamos e na forma como lutamos para vencer. Uma pequena reflexão sobretudo para alguns pais e simpatizantes do S. Paio de Oleiros

Anónimo disse...

Bom pelos vistos o nome não ganha jogos sempre foi assim quem ganha e é pequeno toca a deitar abaixo é natural que os reçabiados falem mal de quem ganha mas penso que isso passa muito ao lado, pois se os pais dos miudos fossem assim tão malcriados a organização teria tomado medidas, não se preocupem os fracos perdedores que o futuro dirá qualquer coisa, nós temos equipas com jogadores da casa a nossa CM não nos paga nada nem nos dá dinheiro nem paga coberturas de pavilhão temos que ser nós a fazer, quando vos secar a teta quero ver onde vão mamar.
O VELHOTE

Anónimo disse...

È verdade não será melhor o
3º lugar que o 4º lugar, afinal a ambição é pouca.
Como o aguas santas já é reencidente não há nada a dizer, mas penso que a FPA havia de tomar uma decisão mas como é quem é !!!!!!!!!!!!
O VELHOTE

jose disse...

eu sou director dos minis do Oleiros e gostava de pedir as pessoas que falassem das coisas boas que se passaram durante o torneio e que deixassem de se provocar uns aos outros com comentários menos próprios.De facto foi uma situação que não deveria ter acontecido , mas infelizmente aconteceu manchando o torneio em si.Por outro lado deixo já o meu muito obrigado a todas as pessoas que trabalharam para que o torneio se realiza-se especialmente ao Nuno Santos que foi uma pessoa espectacular providenciando as equipas tudo o que era necessário.Uma palavra de apreço a todas as equipas do torneio , principalmente a gente da vacariça que providenciaram umas noites de convivio excelentes entre os responsáveis das várias equipas.Desde já também mando os meus parabéns há equipa do alto do moinho pela excelente réplica dada pelos seus miúdos provando que não há vencedores antecipados como se falava na noite anterior.

Anónimo disse...

em primeiro lugar quero deixar o meu profundo pesar pelo sucedido. Admitamos que houve alguns excessos nas manifestações da claque do CDC, mas importa salientar a origem desses excessos: a agressividade evidente de alguns atletas do águas santas que inclusivamente deixaram adversários lesionados. É evidente que nada justifica a violência fisica ou verbal num espaço onde o principal objetivo é para além de partilhar emoções, o convivio mútuo. Lamentável foi que não fossem tomadas medidas antecipadas por parte da mesa ou organização que poderiam ter evitado o confronto entre adeptos, porque afinal, o que se passou foi exclusivamente fora do recinto do jogo. Por fim, deixo um enorme e profundo lamento relativamente ao comentários dirigidos a atletas com identificação(estamos a falar de crianças!!!)para quê discriminar crianças se todos cometemos erros!!!para quê comentar situações que não fizeram parte deste episódio? Isto apenas serve para criar mais inimizades, mais violências e mais agressividade. Sejamos adultos honestos e admitamos os nossos erros porque violência só gera violência!
Antes de terminar apenas quero felicitar todas os atletas e comitivas e deixar uma especial saudação à equipa Alto Moinho que foi sem dúvida uma grande adversária e possivel vencedora.
Por fim, e porque acima de tudo amo a verdade, espero ansiosamente de provas evidentes e reais do sucedido (videos)
Bem hajam

Anónimo disse...

Caríssimos,


É com enorme incredulidade que tenho lido e escutado alguns comentários, relativos ao que aconteceu com a equipa do Águas Santas no último encontro nacional de minis, em Setúbal.

Pessoas ignorantes, desocupadas e mesquinhas, que tentam minimizar toda a frustração existente nas suas vidinhas, através de críticas destrutivas, quando muito provavelmente nem sequer presenciaram o cenário vergonhoso da meia-final de um evento desportivo, em que a competitividade e o desportivismo deveriam ser primordiais.

Não estamos a referir-nos a um clube que existe há meia dúzia de dias e, muito pontualmente, consegue ter uma das suas equipas a disputar o título. Estamos simplesmente a falar de uma das melhores escolas de andebol do país, que todos os anos apresenta equipas a disputar os lugares cimeiros de qualquer competição, a nível da formação.

Como é evidente, tal situação despoleta inveja e ressentimento em muitos clubes ou pseudo-clubes, o que se traduz em comportamentos completamente inadequados para com jovens atletas (CRIANÇAS), que acabam por ser penalizadas apenas por serem representantes de uma grande entidade desportiva. Que falta de princípios (palavra desconhecida para muita gente)!!

Foi DESUMANO ver estes pequenos grandes atletas serem sujeitos a tal pressão psicológica, responsável pela tristeza espelhada nos seus rostos enquanto jogavam, algo que sempre fizeram com toda a alegria e satisfação! Sem dúvida, uma experiência traumatizante para qualquer criança desta idade, dando origem inclusivé, à vontade de abdicar daquilo que tanto prazer lhes dá fazer. JOGAR ANDEBOL!


Apesar de toda a competitividade implícita num clube desta dimensão, o bem-estar físico e fundamentalmente psicológico dos seus atletas é algo prioritário e, quando existe alguma situação que ponha em causa a integridade física/mental dos jogadores, tudo o resto passa para 2º plano.


Aos atletas em questão, gostaria apenas de deixar uma breve mensagem: O ANDEBOL É ESPECTACULAR! Não permitam que ninguém, cujo único objectivo é menosprezar as vossas capacidades, vos faça duvidar disso e equacionar a prática desta bela modalidade!

Aos restantes, e como sempre ouvi dizer, BEM ou MAL, o que interessa é ser falado e não passar despercebido.


A todos os interessados, a época tem início em Setembro e o clube tem as portas abertas!


Com os melhores cumprimentos


Anónimo

Anónimo disse...

Aguardo os vídeos que fundamentem os comentários dos pais dessa grande instituição de seu nome Águas Santas...

Anónimo disse...

Outro vídeo dos selvagens a cumprimentar atletas da equipa adversária ou será que estão a insultar verbalmente e a bater nas mãos? não sei vejam vocês com o vossos olhos.

http://www.youtube.com/watch?v=WqXW4HLQ3kQ&feature=plcp

Anónimo disse...

De facto concordo com alguns comentários que ja vi e que gostaria de realçar: o encontro deve ser sobretudo encarado como a festa final de epoca do Andebol! Destina-se a crianças que estao agora a começar! Não é FUTEBOL!!!! Parabéns a todos os atletas, treinadores e organização que certamente deu o seu melhor. Fora com claques futebolista... Deviam colocar na entrada uma placa LOL

Anónimo disse...

Aqui estou eu...para esclarecer a quem estava de fora que sou a mãe que quando do meu canto vi o meu filho no banco a chorar, completamente desprotegido daquelas pessoas descontroladas fui para o lado oposto colocar-me atrás da equipa, com vários meninos aterrorizados! Não demorou 5 min a treinadora pediu tempo e aquele indivíduo que tinha o bombo gritou la do canto: "ei pessoal vamos para aqui fazer barulho".quando chegou a minha beira pedi-lhe para nao fazer barulho ali. Respondeu "porque?"....cheiro nauseabundo a alcool, completamente out! Não tenho nada filmado,lamento.
Quanto a claque do Aguas, falo por mim: nunca insultei ninguem nem ameacei: árbitros, jogadores, treinadores...ja joguei andebol e isto não tem nada a ver. Quem fizer melhor que vá para lá :)

Anónimo disse...

De facto este triste episódio deve servir apenas e só para reflectir-mos sobre o comportamento que adoptamos num recinto de jogo seja qual for a modalidade.
Deixo apenas uma nota que presenciei e que foi a de ver os miudos das duas equipas cumprimentar-se sem qualquer tipo de problemas no fim do jogo e no dia da final isso sim foi muito bonito.
Sobre a competição gostaria de notar que vi miúdos com uma forma inteligente de jogar, técnicamente muito avançados pelo que se tivese de eleger os melhores seriam estes:
Melhor atleta : Central do Torrense, grande jogador, completo, e que se tiver a sorte de encontar bons treinadores será um craque.
Melhor guarda-redes o do Alto Moinho, elástico, técnico, excelente leitura de jogo, outro com grande futuro.
Melhor central o do Alto Moinho, um espamto sempre a comandar a equipa, sentido tactico muito acima da média, deu gosto vê-lo jogar.
Melhores laterias os do S.Paio de Oleiros.
Melhor treinador o do S. Paio de Oleiros, calmo, sem espalhafatos, sem berros, tranquilo no banco montando sempre a estratégia correcta de jogo.
Pior treinador a do Aguas pela atitude que tomou,se achava que não tinha condições deveria ter feito pressão junto da mesa ao intervalo, e não quase no final do porque assim ficou a impressão de mau perder.
Organização em bom nível com excepção da péssima actuação dos membros da mesa no jogo Oleiros-Aguas.
Maior desilusão a equipa do Aguas, vazia de ideias praticando um andebol a menos que passo sem estatégia nem objectividade.

LUISA disse...

o CDC de São Paio de Oleiros foi o justo vencedor. ao contrário do que dizem, não ouvi assobiar á equipa vencedora quando esta recebeu o prémio,vi sim os apoiantes do CDC a aplaudirem todas as equipas, inclusive o Àguas Santas.
é de lamentar sim o que aconteceu,mas infelizmente há pessoas que têm mau perder, pois já aconteceu o ano passado quando a sanjoanense venceu a final ao águas santas.Não se esqueçam que o CDC também venceu ao Àguas Santas no torneio de Gaia, no qual a reacção da treinadora do Àguas,não foi a melhor perante os seus atletas.
antes de atirarem pedras pessem que têm telhados de vidro,
muito frágil.

Anónimo disse...

Continuem a insultar e a "agredir" os pais dos minis do Oleiros poderão ter um processo na PJ e aconselho o blogue Banhadas Andebol a rejeitar comentários que façam referência a nomes de atletas e pelo menos que retire os comentários injuriosos porque não abona a favor da modalidade.

Anónimo disse...

Começo por referir que não sou adepto de nenhuma das equipas em questão e que presenciei os acontecimentos mais acima falados. No entanto gostaria de deixar aqui a minha opinião. Quem vem aqui fica com a sensação que o Àguas Santas só perdeu devido ao clima de intimidação criado pelas gentes de Oleiros. De facto o senhor do bombo deveria ter-se controlado mas pior ainda esteve o adepto do àguas santas que se dirigiu à bancada oposta para tirar satisfações. Agora acho que ainda pior esteve a treinadora do Águas Santas ao abandonar o jogo quando perdia por 19-6 escudando-se no facto de os meninos estarem a chorar e com medo???? Porque não voltaram ao jogo depois da policia ter chegado ao pavilhão? Acho que foi sim uma maneira airosa de desculpabilizarem a derrota e verem frustadas as suas expectativas. Lembro ainda que no jogo seguinte também vi os mesmos meninos chorarem quando perdiam com o Torrense. Preparem antes os vossos meninos para a derrota e ensinem-lhes a reagir à adversidade e sobretudo aprendam a perder. Parabéns ao S.Paio de Oleiros pela vitória justa e parabéns a Setubal com duas equipas nos lugares seguintes.

Deixo no fim mais uma pergunta. Não deveria a AAAS ter sido desclassificada por ter abandonado um jogo? Ou será devido a terem bastante peso na liga que tal não terá acontecido...

Anónimo disse...

Quem apitou a final?

Anónimo disse...

"Ouvi" dizer que:
1 Director do Águas Santas esteve reunido até perto da uma da manhã de Domingo, no pavilhão com os responsáveis da Federação e Organização do encontro Nacional de Minis, se assim foi safou o o clube de boas, pelos vistos não conseguio safar a treinadora (pelo menos por agora) do mal menor, dizem-me que a penalização poderia ser grave para o clube se assim o era valeu o tempo "perdido".

Anónimo disse...

Só para esclarecer a penalização para o Aguas de acordo com o regulamento da FPA só podia ser a de derrota por 15-0 conforme aconteceu.
Para a treinadora a pena vai de 1 mês a três anos.
A maior pena já foi dada aos atletas do Aguas que até ao fim dos seus dias se lembrarão sempre que foram obrigados a abandonar um jogo antes de este terminar.

Nuno Miguel disse...

com ex praticante de andebol,achei a final de minis um pouco fraca devo dizer!e fraca porque!?porque a equipa do aguas nao estava a altura de uma final de um torneio de 43 equipas,mas sim preparada para um torneio de uma equipa!visto que os seus jogadores nao sao treinados para as varias deficuldades de um desporto como o andebol!que prisma pela grande variaçao de resultado durante um jogo.e que a força,o querer a vontade sao determinantes no resultado final!certo que estas qualidades nascem com os as atletas,mas nunca esquecendo que devem ser treinadas,apuradas,desenvolvidas!resumindo o aguas fez uma muito ma preparaçao para o evento,e que so devem culpabilizar os seus proprios responsaveis!em contrario viu se um oleiros muito organizado,batalhador e sem duvida alguma um justo vencedor,por todas as razoes em cima referidas mas pelo sentido inverso.PARABENS AOS SEUS RESPONSAVEIS!tdo o resto nao fica na historia,nao pertence ao desporto!um bem haja a todos!!!!

Anónimo disse...

Viva o S.Paio de Oleiros que tal como o Aguas Santas,foi CAMPEÃO Nacional de Infantis e Iniciados.É como da "Agua" para o "Vinho".

Anónimo disse...

É o que dá ensinarem os jogadores do Aguas Santas a baterem em tudo o que mexe desde pequenos...são os reis do soco e pontapé! Parabens srs treinadores do Aguas

Anónimo disse...

È por estas e por outras que o Águas Santas está sempre nas finais ou muito perto delas anos consecutivos enquanto outros tão depressa aparecem como desaparecem.Os minis do ano passado que tão criticados foram no jogo da final contra a Sanjoanense (E roubadinhos,não esquecer!!!) foram "naturalmente" CAMPEÕES NACIONAIS de INFANTIS, assim como os de há dois anos foram CAMPEÕES NACIONAIS de INICIADOS este ano.Onde anda a Sanjoanense???Claro que é o que vai acontecer ao S.Paio Oleiros.A qualidade vem sempre ao de cima!!!!(Que chatice!!Conseguem ser anos consecutivos os melhores....)

Anónimo disse...

conheço um treinador que há uns anos foi castigado por, e para proteger a integridade fisica das suas atletas, abandonou o jogo. espero que utilizem agora o mesmo peso e medida!
Penso que mal está no protagonismo que se está a dar a árbitros. é preciso educá-los, nem que seja como antigamente.