Inicio do Play Off da 1.ª Divisão Feminina - A não perder
Calendário e Resultados na Barra Direita

quarta-feira, 17 de Abril de 2013

Planeamento da Época 2013 / 2014 – III

Na época passada , por esta altura, já o site da FAP, tinha publicado documentos acerca da época seguinte, já tinha (e bem ) noticiado reuniões com os clubes e inclusive com as Associações, esta época até ao momento noticias acerca deste tema ZERO.  

Tudo o que se tem conhecimento tem sido através de informações, mais ou menos “envergonhadas”, e que até já deram origem a dois artigos elaborados pela blog, sobre esta matéria. No entanto continua por se entender qual irá ser por exemplo a fórmula de disputa tanto da PO01 como da PO09 na época 2013 / 2014.
 
A única notícia disponível, foi a tomada de posse do conselho consultivo e da sua reunião informal, onde entre outros assuntos sobre “…se focalizou no modelo de organização do movimento associativo, dos Clubes às Associações Regionais e às Associações de Classe.” Ficaremos a aguardar os resultados. Já agora quais foram os resultados práticos da existência deste órgão? Eis uma boa questão
 
Até ao momento a falta de informação do teor das reuniões tem sido uma norma vigente, que apenas prejudica a modalidade, ou será que nas mesmas nada se de positivo se produziu…
 
Felizmente existem Associações a marcarem reuniões com os seus clubes, e isto é um sinal que já nos “alegra”, pois poderá ser um sintoma de mudança.
 
Uma interrogação forte se coloca? Quais serão as provas Fixas e as Não Fixas? 
 
No entanto repetimos aquilo que para nós é um princípio sagrado – “ … torna-se necessário evitar processos que na nossa opinião são antidesportivos e antinaturais, como criar meios regulamentares para evitar descidas, contrariando o que atualmente se encontra legislado nos diversos regulamentos de provas em vigor.”
 
Aguardamos serenamente por uma informação forte e credível por parte da FAP, evitando-se as chamadas “conversas de bastidores”, que em nada beneficiam aa modalidade. 
 
O Analista

6 comentários:

Anónimo disse...

Sei que a FAP reuniu com os clubes da PO9, PO1, reuniu associações regionais e reuniu na passada sexta-feira connosco, associações de classe, onde apresentou propostas e ouviu o nosso sentimento. Alias, essa reunião de sexta foi aberta a outras entidades, que representavam clubes e experts da modalidade. A conversa foi interessante e versou várias áreas da modalidade, ficando claro que a FAP anda à procura de um modelo consensual, na área dos modelos competitivos e escalões etários, para colocar no terreno a partir de 2014/2015, modelos esses que se estenderão no tempo durante os próximos 4 anos. Louvo a direção da FAP, porque nunca se viu tanta abertura, tanta vontade de fazer bem o que é para fazer bem. Soube também que a FAP vai organizar um congresso da modalidade e acho a ideia excelente.
A pergunta que eu coloco é: se as associações regionais estão dentro desta discussão, as de classe também estão, para além destas estão os clubes da PO1 e PO9, que também reuniram com a FAP, o conselho consultivo também foi ouvido e mesmo assim o Banhadas não sabe de nada? Em que planeta vive a administração deste blog? Se a FAP reuniu connosco (fomos os últimos pelos vistos) na sexta-feira, acredito que agora vá nos próximos dias tomar decisões. Qual o propósito deste post? Por acaso quer o Banhadas marcar o ritmo administrativo do andebol? Não entendo!

Anónimo disse...

A FAP tem reunido com associações, clubes, associações de classe. Tem feito algo que é raro em Portugal fazer-se.

Agora para que é que se vai falar disso quando a intenção é ouvir os agentes? Ouve-se e no final quando houver conclusões comunicam-se.

Ou queriam que a FAP dissesse: Olhem o Benfica disse X, o Passos Manuel disse Y...

Enfim, isto foi mesmo só para criticar. Mas é estúpido quando pela primeira vez somos ouvidos.

Anónimo disse...

Ao cuidado do Departamento Desportivo da FAP

Anónimo disse...

Conselho Consultivo = Trinca, Zé Emídio, Bernardo, Arezes, ... So lá falta o Salvador LOL

Anónimo disse...

Como é que o Trinca pode estar no conselho Consultivo ==
Uma Associação que não tem sócios não existe ! Que está ilegal !1
Oh Ulisses deves pensares que somos parolos !!
Vai mas é nanar !!

Anónimo disse...

Não falem do Salvador. Não tarda vamos tê-lo na FAP.
Escrevam o que eu vos digo.
A APAOMA respira ilegalidade.
O Conselho Consultivo faz o quê?
Só para o Carlos Cruz ter um pópó pago pala Federação e meter quilómetros?
O melhor é estar calado.