gal vence

Euro Sub-17 Femininos (Lituânia), Portugal vence a Turquia por 40-25 - Mundial Sub-19 Masculino Portugal derrotado pela França 1/4 Final por 34-24 - Vamos encher os Pavilhões - mas com dignidade a Modalidade merece
Calendário e Resultados na Barra Direita

sexta-feira, 31 de maio de 2013

A nossa Presença … Lá Fora…

ANA MIRIAM SOUSA ELEITA A MELHOR LATERAL DIREITA
NO CAMPEONATO FRANCÊS DE ANDEBOL FEMININO

A Portuguesa Ana Miriam Sousa, que representa o Havre AC (França), foi eleita a melhor lateral direita da época 2012 / 2013 na Liga Feminina do Andebol Francês, durante a 2.ª Edição da Noite do Andebol. Esperamos que com a entrega deste prémio a Miriam seja mais vezes vista nos estágios e jogos da nossa Seleção Nacional. Para já o que nos compete é enviar os devidos parabéns, á Miriam pela honrosa distinção. Pois mais um atleta português faz história “lá fora” na modalidade.
 Imagem dos premiados (Ana 2.º a contar da Direita)
O Historiador

Informação - Clubes - Diversa

BATALHA AC
O Noticias

quinta-feira, 30 de maio de 2013

Planeamento da Época 2013 / 2014 – III


Em 10-05-13 o site da FAP, publicou um Comunicado Oficial o 89, que como não teve a publicidade e divulgação que seria minimamente necessária, terá passado despercebido a muita “boa gente”, e que contem matéria relevante para a época que se aproxima, e que procuraremos analisar, na tentativa de evitar equívocos que ainda possam existir.
 
Diremos que é um documento que apresenta alguma falta de coragem para se tomarem as devidas medidas necessárias em tempo oportuno, e não andarmos com constantes adiamentos, que até são descritos no próprio CO, tais como: 

  • Escalões etários: (… a partir de Outubro de 2013comunicaremos as alterações a efetuar para a época 2014 /2015 …)Porque não foram imediatamente aplicadas, quais os interesses subjacentes, defender a alteração existente na PO02, ou outras, ou continuamos eternamente á gastar dinheiro em estudos, ficaremos a aguardar. 

  • PO01 – Campeonato Nacional da 1.ª Divisão Seniores Masculinos: Esta prova que mantem o atual modelo competitivo, é a flagrante demonstração de falta de coragem, pois como todos sabemos o modelo atual encontra-se completamente esgotado, com a maior parte dos jogos sem publico, e com os jogos a serem disputados quase em “família”. O modelo de Play Off é um modelo que privilegia o espetáculo, e provavelmente poderia criar mais espectativas e melhores assistências, e com maior facilidade arranjar patrocínios para a prova. (Ficou mais uma vez adiado agora ate Setembro de 2013)
  • O modelo atual, contínua, mas foi interessante saber-se de que alguns clubes que eram acérrimos defensores deste modelo, apresentarem-se agora como grandemente favoráveis ao modelo do Play Off, o que já é um fator positivo. 

PO02 – Campeonato Nacional da 2.º Divisão Seniores Masculinos: Apesar de manter a estrutura das anteriores épocas, esta que era no nosso entender uma das mais regulares provas do calendário Nacional, sofre um alargamento de mais 8 equipas, ou seja cada zona passa a ser de 14 clubes. O objetivo divulgado, passa pela pretensão de existirem equipas “B” das equipas da PO01, em número suficiente que preencham todas as vagas, nos questionamos: 

  • E senão existirem equipas “B” em número suficiente?
  • Haverá ou não descidas, e como serão dadas as prioridades?
  • E se o número de equipas for impar, como se irá proceder?
  • Mais uma vez, é matéria remetida para posterior divulgação. 

  • Na nossa opinião a Modalidade não comporta tantas equipas numa segunda divisão com esta estrutura.
No entanto nem tudo é adiado, pois finalmente tomou-se uma decisão a tempo e horas, “pois passa a ser permitido a inscrição de 16 atletas por jogo em todas as provas”, acabando-se com quaisquer dúvidas que possam existir. 

Em próximo texto iremos abordar outras questões deste CO n.º 89 e que merecem ser comentadas. 

O Analista

PO08 - Iniciados Masculinos - Apuramento

VILA DA FEIRA
Fase de apuramento para a fase final de iniciados masculinos que se vai realizar em Santa Maria da Feira ( Feirense ) no dia 31, 1 e 2.
LISBOA - ZONA 2
O Noticias

Informação – Clubes – GC Odivelas

GC ODIVELAS

O Ginásio de Odivelas venceu este sábado o "derby regional" que o opôs ao Loures, por 21-18, em partida disputada no Pavilhão Municipal de Odivelas e sagrou-se campeão regional de andebol no escalão sénior. O Ginásio Clube de Odivelas termina o campeonato invicto com 8 vitórias e 1 empate.

No ano do regresso do escalão sénior, o Andebol do GCO consegue alcançar mais um feito que marca um novo ciclo vitorioso para o clube.
(texto e imagem enviados)
O Departamento de Andebol do Ginásio Clube de Odivelas vai abrir a captação a partir do próximo dia 1 de Junho e de forma gratuita.

Apenas tens de apresentar o folheto que envio em anexo.
Esperamos por TI!
(texto e imagem enviados)

O Noticias

quarta-feira, 29 de maio de 2013

Crónica de Fim de Semana no Feminino 28 – Os 10 Mais

Para o final de época, guardámos aquilo que consideramos os 10 aspetos mais positivos e os 10 aspetos mais negativos da época. Sempre um tema muito subjetivo mas, como sempre, não temos medo de deixar aqui a nossa opinião sobre os temas, agrademos a uns e desagrademos a outros. Comecemos pelos 10 mais e, para a semana, abordaremos os 10 menos.

10 Mais:

1) Play-offs - A mudança do sistema competitivo foi decisivo para que a emoção estivesse presente até ao final (até ao último segundo do campeonato!). Um modelo que traz espetacularidade e que foi decisivo para o entusiasmo que se viveu nos pavilhões da decisão durante os play-offs.

2) Defesa do Alavarium - Impressiona a velocidade com que as campeãs nacionais saem para o contra-ataque mas aquilo que nos pareceu dar o título nacional ao Alavarium foi a sua defesa individual em meio campo. Ulisses Pereira mostrou coragem em apostar num sistema defensivo que praticamente só se utiliza nos minis e infantis e que exige uma grande concentração e preparação física. É a prova de que arriscar e apostar em soluções menos “normais” pode dar os seus frutos e, neste caso, deu um título nacional. Talvez na próxima época, as equipas já mostrem outro nível de preparação para atacar esta defesa mas estamos curiosos para saber se outras equipas adotarão esta defesa individual.

3) Organização ofensiva CJB - Aquilo que mais impressionou no Colégio João de Barros foi a sua organização ofensiva. Paulo Félix fez um excelente trabalho ao longo destes anos e não há quase momentos de desorganização no ataque da sua equipa, construindo sempre movimentos ofensivos, cadenciados, o que permite à equipa, mesmo nos momentos mais complicados, manter a organização e a razão que lhes permitiu, por exemplo, recuperar de uma desvantagem de 6 golos no jogo 3 na Madeira (onde eliminou o Madeira Sad) e no jogo 3 em Aveiro, onde esteve a perder por 7 golos e empatou a 20 segundos do final.

4) Andebol TV - Praticamente todas as semanas tivemos um jogo do campeonato na Andebol TV. Isto permitiu que, quem gosta de andebol, pudesse acompanhar o campeonato independentemente do local onde viva. O andebol feminino teve uma notoriedade que nunca tem tido e as jogadoras mais reconhecimento. Esperamos que esta aposta seja para se manter pois a Andebol TV vem dar outra exposição ao andebol feminino e permite às jovens praticantes observar os seus modelos.

5) Juventude do Jac - Uma equipa em que praticamente todas as jogadoras têm menos de 19 anos e que termina na 5ª posição (sendo eliminada nos quartos-de-final num dramático final) merece todos os elogios. Marco Santos conseguiu formar atletas de grande qualidade e que, ao contrário de outras, chegam às seniores e rendem. Estamos, por isso, muito curiosos de ver como vai ser o comportamento do Jac nos próximos anos quando estas jogadoras atingirem um maior nível de maturação.

6) Ana Seabra - A imagem deste campeonato é o golo no último segundo de Ana Seabra. Depois da sua participação na Taça dos Clubes Campeões Africanos, chegou ao Alavarium já com a época a decorrer e no início o seu rendimento foi abaixo do que estávamos habituados. Mas depois voltou ao seu melhor nível, provando que é de longe a melhor jogadora a jogar no nosso país. Com recursos técnicos acima da média e um espírito competitivo insuperável, Ana Seabra voltou a encantar e a mostrar que, aos 35 anos, continua a ser a grande figura do andebol feminino português.

7) Público - Uma agradável surpresa a quantidade de público que foi aparecendo nos pavilhões ao longo do campeonato. Com exceção do Colégio João de Barros e Passos Manuel, registaram-se sempre boas molduras humanas. E, naturalmente, nos play-offs, os pavilhões encheram-se de gente e até o CJB conseguiu praticamente encher o seu pavilhão. O jogo final do campeonato no Pavilhão do Alavarium foi, naturalmente, o ponto alto com um pavilhão a transbordar de pessoas e entusiasmo. O modelo competitivo ajudou mas há que referir que ao longo de toda a época as jogadoras da Primeira Divisão não se podem queixar de falta de público. O andebol feminino está a mudar.

8) Jovens talentos - É muito bom assistirmos aos jovens talentos a impor-se ao mais alto nível em Portugal. Patrícia Rodrigues é o expoente máximo, quer pela sua idade, quer pela qualidade fantástica a que vem jogando, não sendo por acaso titular da selecção A. Soraia Fernandes foi uma aquisição do Alavarium a que ninguém deu importância mas fez uma época sensacional, mostrando poder ser uma das grandes pivots em Portugal. Jéssica Ferreira apareceu, pela primeira vez, ao mais alto nível nas seniores e a Guarda-redes do Sports Madeira mostrou que tem tudo para ser uma das melhores realizando fantásticas exibições e provando que a Madeira tem uma especial apetência para formar Guarda-redes de topo. E não falemos de jogadoras um ano ou dois mais velhas, como Mónica Soares, Mariana Lopes, Filipa Gante, Isabel Góis ou Sofia Mota que são grandes figuras no nosso campeonato. Há muito talento em Portugal.

9) Pontas esquerdas - Se há posto específico em que Portugal está muito bem servido é ponta esquerda. Cláudia Aguiar, Sara Gonçalves e Ana Marques mereceram destaques semana após semana sendo, nas suas equipas, quase sempre das melhores em campo. Jogadoras de elevado rendimento, determinantes no contra-ataque e capazes de decidirem jogos. Sara Gonçalves foi, na nossa opinião, a segunda melhor jogadora do campeonato a seguir a Ana Seabra.

10) Juve Mar - Foi a única das 3 equipas que subiu de divisão que se conseguiu manter. E fê-lo a várias jornadas do final, com uma tranquilidade que ninguém antevia. Paulo Martins não tinha um plantel tão bem dotado com o o de outros (Cale ou Santa Joana, por exemplo, que ficaram atrás da Juve Mar), mas a coesão defensiva da equipa mostrou que é possível fazer-se omeletes quase sem ovos.

Para a semana publicaremos os 10 menos do campeonato.

Críticos Femininos

PO03 – Crónica Intermédia – 12 – 2012 / 2013

Breve crónica intermédia da PO03, referente á 2.ª Fase desta prova nacional não fixa, sendo nesta fase disputada em duas zonas, com 8 (oito) equipas cada. Apurando-se para a 3.ª Fase, aquela que decide o Campeão Nacional, apenas o 1.º Classificado de cada Zona
 
Nota – Ascendem á PO02 os dois primeiros classificados de cada Zona, conforme CO n.º 23 da Época em Curso.
 
PO03 – Campeonato nacional da 3.ª Divisão Seniores Masculinos
2.ª Fase

Zona Sul – 12.ª- Jornada
NA Redondo 31 – 25 Zona Azul
Benfica “B” 35 – 20 Oriental Lisboa
IFC Torrense 28 – 25 Alto Moinho
Lagoa AC 23 – 21 Paço Arcos

Subida de Divisão – Benfica e IFC Torrense

A crónica nesta zona, é feita comum jogo em atraso, mas que em nada vai influenciar a classificação nos lugares de subida, esta é a nossa opinião. A duas jornadas de conclusão desta fase, (2.ª Fase), já se encontram definidos os lugares de subida de divisão. No entanto repetimos o afirmado na semana passada, mantemos “… certamente devido ao facto de no mesmo fim-de-semana se disputar a 1.ª Concentração da Fase Final em Juniores e o mesmo se verificará na próxima jornada, temos sérias dúvidas na existência de equipas “B” para este tipo de problemas.” Com os clubes a confirmarem os resultados verificados na primeira volta, embora se tenham verificado alguns resultados que são indicativos do equilíbrio registado nos respectivos encontros, como no IFC Torrense / Alto Moinho, e no Lagoa AC / Paço Arcos, onde se estranha que uma equipa com historial que possui como o Paço Acos, se apresente num encontro desta fase apenas com 8 jogadores. Nos restantes encontros, lembrar apenas a vitória do Redondo num encontro entre Alentejanos, num encontro que começou com equilíbrio. O resultado do Benfica “B” / Oriental, apenas é referido, mas sem comentários. A classificação da zona está assim ordenada: 1.º Benfica “B” (33 pontos – 1 jogo), 2.º IFC Torrense (32 pontos), 3.º NA Redondo (26 pontos), 4.º Alto Moinho (24 pontos), 5.º Oriental Lisboa (22 pontos), 6.º Zona Azul e Lagoa AC (18 pontos), 8.º Paço Arcos (15 pontos – 1 jogo)

Zona Norte – 12.ª Jornada
ACD Monte 19 – 32 AD Sanjoanense
Juventude Lis 21 – 35 FC Gaia
1.º Maio 23 – 28 Salgueiros 08
CCR Fermentões 24 – 17 Batalha AC

Subida de Divisão – AD Sanjoanense

Com um dos lugares de subida de divisão decidido, falta a penas decidir a outra vaga na subida de divisão que será discutida entre o Salgueiros 08 e o FC Gaia, assim como falta saber quem discutirão titulo Nacional. Foi uma jornada onde apenas o CCR Fermentões retificou o resultado obtido na primeira volta, vencendo sem qualquer dificuldade a equipa da Batalha, que juntamente com o 1.º Maio da Marinha Grande, que também averbou mais uma derrota diante o Salgueiros, continuam nos últimos lugares da classificação da zona, com apenas uma vitória. A AD Sanjoanense venceu sem quaisquer dificuldades o ACD Monte, esta época longe do rendimento das últimas épocas, assim o FC Gaia foi a Leiria infligir pesada derrota á Juventude de Lis, onde o seu atleta Bruno Pinto contribuiu com 10 golos, e confirmou ser o melhor marcador da prova nesta fase. A Classificação ficou assim ordenada – 1.º AD Sanjoanense (34 pontos), 2.º Salgueiros 08 (31 pontos), 3.º FC Gaia (28 pontos), 4.º CCR Fermentões (26 pontos), 5.º Juventude Lis (25 pontos), 6.º ACD Monte (19 pontos), 7.º 1.º Maio (15 pontos), 8.º Batalha AC (14 pontos).

O Noticias

Nomeações – EHF – 2012 / 2013 – XXVII

Novas nomeações foram efetuadas pela EHF, agora relacionadas com Provas em que participam diversas Seleções Nacionais. 
 
Árbitros
 
Eurico Nicolau / Ivan Caçador – Foram nomeados para dirigir o encontro da 6.ª Jornada do Grupo “4” da Qualificação para o Europeu de 2014 na Dinamarca, que se disputa entre a Hungria e a Eslováquia, na Hungria em 15-06-13.
 
Delegados
 
João Costa - Foi nomeado, para o encontro da 5.ª Jornada do Grupo “5” da Qualificação para o Europeu 2014 na Dinamarca, que se disputa entre a Holanda e a Polónia, na Holanda no dia 12-06-13.
 
Aos nomeados endereçamos os nossos parabéns, e os desejos de que tudo corra pelo melhor.
 
O Regras

terça-feira, 28 de maio de 2013

Crónica de Fim-de-semana – 10 – 2012 / 2013 - VI


Breve crónica sobre os nossos Juvenis Masculinos, em especial sobre a PO06.

PO06 – Campeonato Nacional da 1.ª Divisão Juvenis Masculinos 
Fase Final

BENFICA CAMPEÃO NACIONAL

Apesar da derrota, o S. L. Benfica é o novo campeão Nacional de juvenis masculinos, 1ª divisão, destronando o seu rival da 2ª circular.
F. C. Porto 30 S. L. Benfica 28

Nesta jornada, os dragões apostaram tudo nos juvenis, tentando ir atrás do prejuízo da semana passada, indo praticamente em máxima força no jogo com o Benfica. Para o Porto chegar ao título necessitava de vencer o jogo por 5 bolas ou mais de diferença e esperar que no dérby de Lisboa, os leões vencessem as águias. Entrada forte dos portistas que se traduziu no marcador, ganhando alguma distância, inclusive alcançando a diferença desejada ainda na primeira parte. Tudo corria de feição ao dragão, chegando ao intervalo com uma diferença de 4 golos (17-13). Ao intervalo, os benfiquistas acalmavam e começaram a dar mais trabalho ao adversário e viriam a equilibrar mais o jogo. Começaram então a acreditar que era possível desde já ficarem campeões e apostaram tudo nisso. É certo que perderam, mas por apenas 2 golos de diferença, o que praticamente dá para assegurar o título de campeão Nacional e digo praticamente, porque há sempre a hipótese (muitíssimo difícil de acontecer) de perder por falta de comparência no ultimo jogo. Se os "reforços" azuis e brancos, Miguel Batista e Francisco leitão foram importantes, no lado do Benfica, Gonçalo Ribeiro e Augusto Aranda mostraram mais uma vez que são os melhores desta fase final, tendo eles e o guarda-redes Gustavo Capdville sindo os grandes obreiros deste título Nacional.

Sporting C. P. 25 A. A. Águas Santas 20

Aqui, o Sporting comandou sempre o jogo, foi sempre mais forte nas várias fases da partida. Os Leões acordaram tarde para esta fase final, o que é pena para a competitividade da mesma. Resta esperar um deslize do Porto na Maia, para tentar o segundo lugar, mas creio que dificilmente isso acontecerá. Uma nota importante para Jorge Pereira, guarda-redes do Águas Santas, que foi um dos melhores nesta fase final.
 
Afonso Henriques

Jogos das Ilhas 2013 – Andebol


Realizou-se de 21 a 25 de Maio a XVII Edição dos Jogos das Ilhas, que decorreram em Ajaccio na Córsega, nesta edição Portugal não esteve representado nem pelas ilhas dos Açores nem da Madeira. Informar de que desconhecemos qualquer informação que tenha sido dada nesse sentido pelas entidades oficiais. É uma pena.
 
Participaram neste edição, atletas, provenientes das seguintes ilhas, Sicília, Sardenha e Elba (Italianas), Córsega e Martinica (Francesas), Wight e Jersey (Inglesas), Corfu (Grécia) e Korcula (Croácia), Malta e Chipre.
 
Como se pode verificar Portugal esteve ausente em qualquer modalidade.
 
Em termos de Andebol, que este ano foi dedicado ao Feminino, jovens nascidas em 1997 e 1998, e foi a modalidades coletiva menos participada, apenas 4 ilhas participaram no torneio. 
 
Não existindo noticias em contrário, salienta-se que os Açores já começaram a preparar o Andebol, para a edição de 2014 (masculino), sob a coordenação do Prof. Rui Santos (os nossos parabéns, por este facto ser raro na nossa modalidade). Esta edição será realizada nas ilhas Elba (Itália).
 
4 Equipas - Sardenha, Martinica, Sicília e Córsega disputaram a Modalidade de Andebol, numa série única, jogando todos contra todos a uma volta. 
 
Resultados
1.ª Jornada
Sardenha 15 – 29 Sicília
Martinica 14 – 9 Córsega
2.ª Jornada
Córsega 23 – 21 Sardenha
Sicília 30 – 15 Martinica
3.º Jornada
Sardenha 14 – 31 Martinica
Córsega 22 – 21 Sicília
 
Classificação – 1.º Martinica, 2.º Córsega, 3.º Sicília e 4.º Sardenha

O Portal da FAP, nem uma notícia publicou sobre este evento (poderia ter dito a Madeira, que normalmente está representada no feminino, não estará presente por …), é pena (nada mudou) …

O Noticias

segunda-feira, 27 de maio de 2013

PO23 - Taça de Portugal Seniores Femininos – 2012 / 2013 – VII

Realizaram-se hoje (25-05-13), os jogos das 1/2 Final da Taça de Portugal Seniores Femininos.

Resultados - 1/2 Final
Juventude Lis 18 – 25 João Barros
Maiastars 17 – 29 Madeira SAD

Final, previsível, face as equipas em presença nas 1/2 Final, pois os finalistas são nem mais nem menos do que o João Barros finalista vencido do Play Off do campeonato Nacional, e o Madeira SAD (atual detentor do trofeu) que vai tenta conquistar a sua 15.º Taça consecutiva.

Final – Em 02-06-13 em Tavira no mesmo dia e local da Final masculina.
João Barros – Madeira SAD

Após esta prova, será possível indicar em definito, quais as equipas portuguesas com direito desportivo a participar nas diversas competições Europeias na próxima época.

Segundo a lista destruída em tempo pela EHF e por divulgada, temos direito a 5 participações assim distribuídas: Liga dos Campeões (1), EHF CUP (1), Winner’s CUP (1) e Challenge CUP (2), conforme esquema descrito nos diversos Regulamentos Específicos das provas, que até só preveem 4 participações.

O Noticias

Europeu 2014 – Seniores Femininos - Sorteio

Conformo previsto, A EHF, efectuou hoje (26-05-13) o sorteio dos Grupos de apuramento para a Fase Final do Euro 2014 a decorrer de 7 a 21 de Dezembro na Croácia e Hungria em organização conjunta.
 
O Sorteio em Veszprem (Hungria), ditou os seguintes resultados:
 
Grupo 1 – Dinamarca, Ucrânia, Áustria e Lituânia.
Grupo 2 – França, Islândia, Eslováquia e Finlândia.
Grupo 3 – Montenegro, República Checa, Polónia e Portugal.
Grupo 4 – Espanha, Holanda, Turquia e Itália.
Grupo 5 – Suécia, Sérvia, Eslovénia e Suíça.
Grupo 6 – Noruega, Roménia e Bielorrússia.
Grupo 7 – Rússia, Alemanha e Macedónia.

Foram constituídos 7 grupos (5 de 4 equipas cada e 2 de 3 equipas)

Portugal, face à sua posição no Ranking Europeu, ficou incluída no chamado Pote 4, conjuntamente com a Suíça, Itália, Lituânia e Finlândia. Significando que face aos procedimentos do sorteio já indicados, foi o primeiro Pote a ser sorteado, e que preencheu a linha 4 de cada Grupo.

São apuradas duas equipas por Grupo, num total de 14 Países.

Portugal. “Apenas” foi incorporado no Grupo, que engloba o último Campeão Europeu (Montenegro) e o 12.º Classificado na mesma prova (República Checa)

Calendário:

Os encontros serão disputados em 3 períodos, onde cada equipa joga um jogo fora e outro em casa.

1.º Período: 23 e 27 Outubro 2013
           República Checa – Portugal
           Portugal / Montenegro
2.º Período: 26 a 30 Março 2014
            Portugal – Polonia
            Polonia - Portugal
3.º Período: 11 a 5 de junho 2014
            Portugal / República Checa
            Montenegro / Portugal

 O Banhadas Andebol

domingo, 26 de maio de 2013

P004 – Fase Final – 2013 - II

Realizou-se este fim-de-semana no Pavilhão Municipal da Nazaré (com pouco publico, diga-se desde já) a 2.ª Concentração das 2 que constituiram a Fase Final, desta prova, e mais uma vez os resultados verificados nesta concentração, permitem confirmar tudo que temos vindo a dizer sobre a sua pouca competitividade.
 
O verdadeiro campeonato disputou-se nos jogos destas duas concentrações, com o Campeão a ser definido apenas no penúltimo jogo da prova, confirmando-se de que esta fase é na realidade o verdadeiro campeonato nacional de juniores
 
SPORTING CAMPEÃO NACIONAL
(Tetra Campeão)
 
PO04 – Campeonato Nacional da 1.ª Divisão Juniores Masculinos
Fase Final – 2.ª Concentração
 
O Sporting renova o seu título de Campeão Nacional, conquistando desta forma a sua quarta vitória consecutiva o TETRA. Esta 2.ª concentração disputada na Nazaré, com menos público que o esperado, embora na nossa opinião o nível das equipas merecesse mais publico. Registaram-se algumas surpresas, sendo de referir pela negativa, a fraca prestação da equipa do FC Porto, que terminou a prova sem uma única vitória, por outro lado, o facto de a equipa do Belenenses, cujo apuramento se verificou apenas devido ao facto da desistência do representante da Madeira, também teve uma prestação negativa, ao nível do que foi efetuando ao longo da 1.ª Fase da prova. O Campeonato acaba por registar um equilíbrio entre três equipas, Sporting, Benfica e ABC, que foi a confirmação do que já se poderia supor após a realização da 1.ª Fase, onde a superioridade demonstrada por estas equipas foi por demais evidente, conforme se pode constatar pelos resultados, então obtidos. Tal como nas últimas épocas o título apenas foi decidido na última jornada, o que se saúda, saudando-se de igual modo a forma desportiva como decorreu toda a prova, com as equipas a apresentarem os seus principais atletas, o que proporcionou jogos com grande qualidade. Uma palavra para o ABC, que com a classificação da equipa sénior resolvida optou e bem por utilizar nesta concentração todos os seus jovens e muitos são de grande qualidade, conforme ficou provado no jogo com o Sporting. 
Resultados
4.ª Jornada – Disputada no Mun. da Nazaré
FC Porto 29 – 34 Belenenses
Ismai 17 – 38 Benfica
Sporting 23 – 28 ABC
5.ª Jornada - Disputada no Mun. da Nazaré
Benfica 26 – 24 FC Porto
Belenenses 24 – 31 Sporting
ABC 42 – 29 Ismai

Classificação Final – 1.º Sporting (13 pontos), 2.º Benfica (13 pontos), 3.º ABC (12 pontos),4.º Ismai (9 pontos), 5.º Belenenses (7 pontos), 6.º FC Porto (6 pontos).

Com todos os encontros a serem a terem transmissão em direta pela Andebol TV.
 
O Noticias.

Crónica de Fim-de-semana – 35 – 2012 / 2013 – I

Com o Campeão Nacional já decidido (FC Porto Campeão Nacional), com as descidas de divisão já decididas, e até com as participações nas Competições Europeias já decididas, pois os 4 primeiros classificados são exatamente os mesmos que estarão em Tavira na discussão da Final 4 da Taça de Portugal. E então aí se decidirá que participará e aonde em definitivo. É um modelo de competição esgotado, e onde não existiu coragem para proceder de imediato á sua alteração, pois pelos vistos, ainda vigorará pelo menos mais uma época (ver CO n.º 89 de 10-05-13)
 
Foi uma prova que apenas teve transmissões de TV regularmente via Internet e muitas via o novel canal da FAP, (onde por vezes os comentadores muito falharam) e nalguns canais de clube. Provavelmente face às restrições financeiras de que somos alvo, apenas houvesse direito a transmissões nos Canais Públicos a uma única modalidade, é uma pena, mas infelizmente é o que temos. Apenas direito á indignação.
 
Deste modo, e tirando o encontro Benfica / Sporting, que decidiu em definitivo o 2.ª lugar da Classificação Geral, e poderá eventualmente ter alguma influência na distribuição dos lugares nas diversas provas Europeias, todos os outros, quer sejam do Grupo “A” ou “B”, serviram para cumprir calendário.
PO01 – Campeonato Nacional da 1.ª Divisão Seniores Masculinos.

Fase Final

Grupo “A”
10.ª Jornada
Águas Santas 32 – 29 ABC
Benfica 31 – 30 Sporting
SC Horta 23 – 29 FC Porto

Provas Europeias
Liga dos Campeões – FC Porto
Outras Provas Europeias – Benfica, Sporting e Águas Santas
Portugal tem direito a 4 equipas nas provas europeias (1 na Liga dos Campeões, 2 na EHF CUP e 1 na Challenge CUP).

Uma jornada onde na Maia se jogou o Águas Santas / ABC, que terminou com a vitória da equipa da Maia num jogo com algum equilíbrio, onde foi notória a ausência de António Campos na baliza dos Maiatos, onde por seu lado os bracarenses nada tento a perder apresentaram-se apenas co 12 jogadores abdicando de alguns dos seus jogadores com idade júnior, para na Nazaré tentarem a conquista do titulo nacional, foi bem “jogado” na nossa opinião. Como de costume Pedro Cruz no Águas Santas com os seus 11 golos é o seu grande destaque, enquanto Miguel Sarmento (9 golos) e José Rolo nos minhotos são igualmente destaques. Na Horta no SC Horta / FC Porto, a equipa local defrontou os Penta Campeões Nacionais, a quem não concedeu quaisquer facilidades, e o próprio FC Porto, encarou o encontro em fase de descompressão o que se entende. A confirmar estas nossas afirmações basta dizer que aos 51 minutos de jogo se verificava uma igualdade a 23 golos. Nos locais o destaque vai para o “suspeito do costume o “veterano” Yuriy Kostetsky com 7 golos (5 em 5 de 7 metros), enquanto no FC Porto Tiago Rocha (7 golos) foi o marcador de serviço. Na luz disputou-se Benfica / Sporting com a vitória pela diferença mínima da equipa encarnada. Classificação Final - 1.º FC Porto (58 pontos), 2.º Benfica (56 pontos) 3.º Sporting (53 pontos), 4.º Águas Santas (45 pontos), 5.º ABC (37 pontos), 6.º SC Horta (35 pontos)

Benfica 31 – 30 Sporting

Esperávamos que face aos planteis de ambas e as equipas, pudéssemos assistir um bom jogo de andebol, mas infelizmente enganamo-nos, pois foram raros os momentos de bom andebol praticado. As equipas apresentaram-se com algumas falhas, no Benfica foi notória a ausência de Cláudio Pedroso, agravando-se a sua situação com a lesão de Vicente Alamo ainda durante os 10 minutos iniciais da partida, no sporting, Ricardo Correia não produziu a mesma exibição da semana anterior e rapidamente teve de ser substituído por Hugo Figueira, assim como foi evidente o cansaço evidenciado pelo jovem central Rui Silva, ao jogar nos seniores e nos juniores, e ainda limitado com dois estrangeiros cujo valor não “trás nenhuma vantagem á modalidade”, bem pelo contrário. Foi um jogo equilibrado, embora com o Benfica quase sempre no comando do marcador (exceção aos momentos de igualdade), chegando aa dispor de 4 golos de vantagem (20-16) aos 34 minutos de jogo, depois de uma forte entrada nos segundos 30 minutos de jogo., no entanto a 16 segundos do fim do tempo regulamentar Carlos Carneiro (9 golos) e melhor marcador da sua equipa, desfez a igualdade com um remate surpresa e que garantiu a vitória dos encarnados. Na equipa do Benfica de destacar na nossa opinião David Cutura (6 golos), não só pelo que marcou, mas pelo que jogou e pelo que fez jogar, destacando-se o número de assistências para golo (7), uma referencia especial para o jovem João Pais (5 golos), no lugar habitualmente ocupado por Dario Andrade. No Sporting Pedro Solha (9 golos) foi a sua grande figura, assim como estava a ser Fábio Magalhães (6 golos) até ser “estupidamente” desqualificado diretamente, tal como o foi Inácio do Carmo. O Jogo foi dirigido pela dupla Internacional Bracarense constituída por Daniel Freitas e Cesar Carvalho, que num jogo sem problemas, ”conseguiram” 10 exclusões e 2 desqualificações diretas, produzindo um trabalho final sem nexo e completamente descoordenado.

Grupo “B”
10.ª Jornada
Belenenses 36 – 32 Xico Andebol
Avanca 21 – 27 Camões
Madeira SAD 31 – 35 AC Fafe

Clubes que desceram de Divisão – Xico Andebol e Camões
 
Finalmente regressaram as estatísticas a estes jogos

No Restelo o disputou-se um jogo apenas para cumprir calendário o Belenenses / Xico Andebol, pois ambas as equipas já tinham o seu destino traçado desde a jornada anterior, a curiosidade deu-se ao nível do técnico ao benco no restelo, bem como na não utilização de todos os juniores, que tem jogado pela primeira equipa, mas que se encontravam na Fase Final da prova de juniores. Destaque para o GR de Belém Vasco Ribeiro (46% de eficácia) e para Belone Moreira (7 golos), enquanto na equipa do Xico deve-se dar relevo aos 11 golos obtidos por Daniel Santos. Em Avanca no AA Avanca / CDE Camões os lisboetas conseguiram a sua única vitória da época, perante um Avanca, a viver dos resultados já conseguidos e dos festejos da sua permanecia na 1.ª Divisão. Apesar de a equipa da Região de Aveiro se apresentar sem o seu Cubano, tinha obrigação de fazer mais, assim não poderemos deixar de dar os parabéns á equipa dos Liceais pela sua postura ao longo da competição e em especial no jogo de hoje, onde mais uma vez, João Oliveira foi a sua principal figura com 7 golos. No Funchal disputou-se outro encontro entre equipas que já tinham garantido a sua permanência na 1.ª Divisão o Madeira SAD / AC Fafe, mas onde sobre “pairam nuvens negras” sobre a sua existência, e que foi derrotada contra a maioria das expectativas, onde nem os 10 golos de João Mendes, que esteve bem acompanhado por Diogo Brazão com 7 golos e onde já não esteve presente o seu GR Telmo Ferreira. Na equipa de Fafe, o experiente Luís Nunes (7 golos), acompanhou muito bem o jovem ex – Madeira SAD Pedro Peneda também com 7 golos, não esquecendo Eduardo Sampaio o melhor marcador dos minhotos com 8 golos. Classificação Final: - 1.º Belenenses (44 pontos), 2.º AC Fafe e Madeira SAD (40 pontos), 4.º AA Avanca (38 Pontos), 5.º Xico Andebol (35 pontos) e 6.º Camões (26 pontos).

O Banhadas Andebol

sábado, 25 de maio de 2013

Crónica de Fim-de-semana – 26 – 2012 / 2013 - II

Crónica sobre a Fase Final da PO02. Fase onde é estabelecido o Campeão Nacional, e onde se definem as duas equipas que ascendem á 1.ª Divisão Nacional. Mas onde os lugares de descida de divisão, face ao desmamento das fases e ao seu sistema de disputa, apenas serão definitivamente conhecidos em 15-06-13.
 
PO02 – Campeonato Nacional da 2.ª Divisão Seniores Masculinos.
Fase Final

8.ª Jornada
Passos Manuel 24 – 21 Ismai
São Bernardo 27 – 29 Santo Tirso
ADC Benavente 29 – 36 AC Sismaria

Mais uma jornada que confirmou onde se confirmou que o restrito (na nossa opinião) acesso das equipas discutirá a subida de divisão, mantem-se e apenas está a disposição das 4 equipas, classificadas atualmente nos 4 primeiros lugares.

Jornada com dois jogos, de “risco”, e com influência direta na definição nos lugares, o Passos Manuel / Ismai, que terminou com um resultado favorável aos liceais, que nu encontro de grande equilíbrio, foram a única equipa a retificar o resultado verificado na 1.ª volta, com este resultado não afastou a equipa do Ismai dos lugares de subida, tornando no entanto o mesmo mais difícil. Em São Bernardo, a equipa local que já se encontrava afastada da discussão quer dos lugares de subida, quer do título nacional recebeu e perdeu como Santo Tirso, num encontro onde a grande figura o jogo foi Diogo Oliveira do Santo Tirso com os seus 12 golos, com esta vitória os homens da equipa nortenha, reforçam a sua candidatura, aos lugares de subida e ao título, e com um terceiro que com a vitória da equipa da região de Leiria em Benavente, onde o seu atleta Ricardo Barrão com os seus 11 golos, esteve mais uma vez em evidência, mas  não evitou que o seu afastamento dos lugares que já não levam á possibilidade da discussão dos dois primeiros lugares. A duas jornadas do fim está ainda tudo em discussão. Com apenas duas equipas, São Bernardo e ADC Benavente completamente afastados da discussão pelos dois primeiros lugares. A Classificação ficou assim estabelecida: - 1.º Passos Manuel e Santo Tirso (20 pontos), 3.º Ismai (18 pontos), 4.º Sismaria (17 pontos), 5.º São Bernardo (11 pontos), 6.º Benavente (10 pontos).
 
O Banhadas Andebol

sexta-feira, 24 de maio de 2013

Nomeações – EHF – 2012 / 2013 – XXVI

Novas nomeações foram efetuadas pela EHF, agora relacionadas com Provas em que participam diversas Seleções Nacionais. 
 
Árbitros
 
Duarte Santos / Ricardo Vieira – Foram nomeados para dirigir o encontro da 2.ª Mão do Play Off Europeu, para o Mundial Feminino de 2013, que se disputa entre Polónia e a Suécia, na Polonia em 08-06-13.
 
Daniel Freitas / César Carvalho – Foram nomeados para dirigir o encontro da 4.ª Jornada do Grupo “C” da Qualificação 1 para o Campeonato da Europa Masculino de 2016, que se disputa entre a Bélgica e a Irlanda, na Bélgica no dia 12-06-13.
 
Aos nomeados endereçamos os nossos parabéns, e os desejos de que tudo corra pelo melhor.
 
O Regras

Super Globe - 2013

A IHF dá a sua primeira informação sobre “Super Globe”, será disputado de 25 a 30 de Agosto de
2013, em Doha no Qatar, é um Torneio que a IFH, qualifica como “Mundial” de Clubes. Esta designação advém de estarem presentes, clubes representativos de todos os Continentes, para informar de que a equipa da Univeersity of Sydey (Oceânia), voltou a adquirir o direito a estar presente como representante da Oceânia.

Neste momento já estão apuradas cinco (5) equipas:

 Atlético Madrid (Espanha) – (defende o Titulo)
AL-SADD Club Doha (Qatar) – Organizador
Al – Rayyan (Qatar) – Ásia
Etoile Sportive du Sahel (Tunísia) – África
University of Sydney (Austrália) – Oceânia

O Representante Europeu sairá da Final 4 em Colónia, assim como o representante Pan Americano, sairá do torneio a realizar de 19 a 23 de junho, além da atribuição do “Wild Card” que será alocado a uma equipa do Qatar. 

O torneio disputa-se em dois Grupos, na sua Fase Preliminar:

Esta fase é disputada no sistema de TxT a uma volta. A Fase seguinte será a disputa de 1/2 Finais, com jogos cruzados entre os dois (2), primeiros classificados de cada Grupo.

O Analista

Informação - Clubes - Diversa

GC ODIVELAS
O Noticias

quinta-feira, 23 de maio de 2013

O Desporto, O Andebol a Crise… e o Futuro…

Já em tempos tínhamos alertado para as sérias dificuldades porque a maior parte das Federações Desportivas iriam passar tendo até inclusive enunciado que a Federação da nossa Modalidade o Andebol, já teria tomado algumas, e de que o alerta teria talvez tido algum efeito na modalidade.
 
Mas infelizmente não basta parecer sério, tem-se do ser, e hoje depois de ler em diversos Órgãos de Comunicação Social, de as Federações além dos cortes já anunciados pelo anterior responsável governamental pelo Desporto, o atual tinha vindo a “terreiro” anunciar mais cortes, ficamos completamente siderados com este tipo de procedimentos, pois ficamos a saber que o desporto que é controlado pelas Federações, é um desporto cheio de “gorduras…”, pois é, e vai daí corta-se… 
 
Será que vale a pena às Federações andarem a discutir e a conversa s obre um “hipotético” Plano Nacional de Ética? Nós questionamos não será que a ética e os Bons Exemplos deveriam partir de cima, de quem governa? 
 
As Federações Desportivas, não se constituem em sindicatos, e o seu poder reivindicativo é por norma um poder de “favor”, os seus cortes, não saem em horários nobres das Televisões, porque não é ético, Provavelmente… Nem fazem manifestações públicas. Mas será necessário este tipo de procedimentos? O que faz a Confederação do Desporto?
 
Até agora do lemos em diversos OCS, apenas o COP, manifestou alguma preocupação, com a curiosidade de ser precisamente a aquele que foi eleito contra a vontade de um ex presidente da Federação de Andebol. Confessamos, o que não deixa de ser irónico.
 
Mas depois de lermos atentamente os OCS, ainda de conclui que todos os contratos programa que se vierem a assinar, apenas tem validade até Setembro. E o resto do ano civil, como será… Mais Cortes, certamente pois é muito difícil neste País acertarem-se em previsões!!!
 
E agora nós no andebol, como será com duas seleções apuradas para fases finais a disputar em Agosto? Já lemos, igualmente as preocupações do Presidente, mas será que chegam… 
 
Apenas e só mais uma questão, pois este tema dá certamente para muita, mas mesmo muita escrita. Será que o estado se está a esquecer de que a maior parte das Federações substitui o próprio estado nas suas OBRIGAÇÕES Sociais.
 
Em breve voltaremos e só para falar no Andebol.
 
O Reticências

PO15 – Encontro Nacional de Infantis Masculinos - I

Tal como a prova Feminina também esta prova na época em curso sofreu uma forte alteração, deixando-se de designar por Campeonato Nacional, passando a designar-se e bem por Encontro Nacional. Que será nem mais nem menos do que o corolário dos diversos encontros regionais que algumas Associações assumiram promover nas suas regiões e não só, retirando alguma carga emotiva aos jovens atletas, proporcionando-lhes mais atividade. 
 
Agora com a abertura das inscrições para o Encontro Nacional, que se realiza de 20 a 23 de Junho em Peso da Régua, é que se vai verificar, se esses objetivos foram atingidos.
 
Até dia 27-05-13, as Associações com delegação de competências deverão indicar quais as equipas apuradas. (deverão ser um total de 28 equipas incluindo as Regiões Autónomas).
 
Quadro competitivo:
 
Dia 21-06-13
1ª e 2ª Jornada da 1ª Fase;
Dia 22-06-13
3ª Jornada da 1ª Fase e Jogos de Apuramento;
Dia 23-06-13
Jogos Apuramento e Jogos Classificação Final;

O Formador