gal vence

- Vamos encher os Pavilhões - mas com dignidade a Modalidade merece
Calendário e Resultados na Barra Direita

sexta-feira, 3 de janeiro de 2014

Escalões Etários – II

A FAP, depois de em 21-11-13, ter publicado e destacado um documento elaborado pelo Instituto Superior da Maia, sobre o título "Proposta de etapas de formação para o Andebol português do futuro: Formar com vista a treinar para vencer".
 
E de nós próprios termos dado o nosso contributo, em texto aqui publicado e ainda antes de terminar o prazo limitativo, dando a indicação de que não iriamos efetuar qualquer crítica ao documento, mas iriamos sim aproveitar passagens do mesmo para destacar as nossas ideias.
 
A FAP através do Comunicado Oficial N.º 49 publicado em 02-01-14, deu a conhecer a sua decisão final (a tempo e horas), incluindo a justificação para a mesma.
 
Encontramos no mesmo documento, muitas das nossas sugestões como por exemplo quando preconizávamos que “…Assim a tendência normal, será para que os escalões de formação tenham apenas 2 (dois) anos, evitando-se assim os grandes desequilíbrios de que já falamos…). Verificamos que a mesma vai ser aplicada mas de forma progressiva, pois uma alteração imediata nos escalões, iriai certamente criar grandes problemas, com até a mais que provável diminuição do número de praticantes.
 
Transcrição do Quadro de Escalões 
Finalmente têm uma medida a longo prazo, e onde todos os agentes da modalidade, esteja-se ou não de acordo, ficam a saber as orientações para os diversos escalões até á época 2016 / 2017, e pelo que entendemos apenas vai iniciar o processo em 2014 / 2015.
 
A FAP não altera a idade para atingir o escalão de sénior no Feminino, que será de 18 anos, mantendo a idade atual, no entanto em Masculinos a idade sénior será atingida aos 20 anos em 2015 / 2016.
 
Esperamos que estas alterações, e com o objetivo final, não só das idades de seniores, mas que os diversos escalões não tenham mais de dois anos de permanência, não exista perca de atletas bem pelo contrário e iremos ter certamente equipas mais e melhor apetrechadas nas divisões inferiores, em especial seniores, e sinceramente acreditamos na possibilidade até do aumento do número de praticantes.
 
Terminamos com o reforço de que finalmente existem medidas a tempo e horas, e não são financeiras.
 
O Analista

2 comentários:

Anónimo disse...

é lá vocês no Banhadas perderam a cabeça, e fizeram uma critica construtiva, ou antes estão de acordo, algo vai mal neste bolg sr. administrador meta os seus colaboradores em ordem, pois só se pode dizeer mal e continuar a dizer mal.

by by

Armando Costa disse...

parabens sobre a publicaçao por ser a tempo e horas e sinal que a organizaçao e sobre as idades acho bem porque havia muita disparidade esta norma que nao sei se e europeia e uma boa ideia parabens