gal vence

- Vamos encher os Pavilhões - mas com dignidade a Modalidade merece
Calendário e Resultados na Barra Direita

quinta-feira, 27 de fevereiro de 2014

Analise das Nomeações – Fim-de-semana – 2013 / 2014

Não temos escrito sobre este tema tão controverso, e a última vez que escrevemos sobre ele provocamos alguma polémica, embora não sendo essa nossa prioridade, aceitamo-la, pois a verdadeira prioridade é a defesa da verdade desportiva, das arbitragens e dos próprios árbitros assim como o é da competitividade, e por entendermos que nada disto, se estado a passar, incluindo as nomeações para delegados ou observadores, que ninguém entende face á divulgação feita, quem é quem e o que faz. Decidimos esta semana efetuar este texto, pois apesar do CA não ter divulgado o âmbito das nomeações de cada nível dos árbitros o que já não é saudável, é nos dado a reconhecer que na forma e da forma como as nomeações estão a ser feitas, quem nomeia, certamente que não conhece os árbitros, nem olha no mínimo para as diversas classificações, de forma a proceder a nomeações conscientes, e devidamente enquadradas, apesar das grandes dificuldades económicas, e da falta de árbitros, mas não é lançando jovens “as feras” que se ganham árbitros ou se lhes dá experiencia, bem pelo contrário, serão cada vez menos.
 
Esta semana decidimos olhar para as nomeações e verificamos algumas situações que são no minino caricatas e sem critério!!! Não defendem nada nem ninguém, principalmente os árbitros, que deveriam ser neste momento da época com a sobrecarga de jogos existentes, uma grandes prioridades de salvaguarda.
 
Não se compreende, por exemplo para o um Jogo que poderá ser decisivo para o apuramento das equipas na PO04, seja nomeada uma dupla, onde um dos árbitros tem sido conectado com uma das equipas, e como dupla não oferece quaisquer garantias, estamos a referirmo-nos á dupla (nível 2) nomeada para o Passos Manuel / Benfica da PO04 (Juniores 1.ª Divisão)
 
Coloca-se novamente em Santa Maria (Vela Tavira / CD Marienses), mais uma dupla jovem, depois do ambiente vivido na semana anterior.
 
Mas há mais uma dupla Raul Chamusca / Adriano Carvalho, apitam PO03 as 15 e ás 19 horas, pois tem delegado ou observador (pensamos que observador) é no jogo das 19 e não no das 15, contrariando o que está no Regulamento de Arbitragem (fomos ler)
 
Outro exemplo aberrante á o jogo da Taça de Portugal entre o Ismai e o ABC, nem delegado tem, porquê, se em todos os outro existem delegado e observador (muitas observações devem ter os árbitros esta época)
 
Porque será que existem duplas dos níveis superiores que nem sequer apitam, pois não existem impedimentos para 02 e 03-03-2014
 
Como é possível à dupla Flávio Carvalho / João Malhado não ter jogos nomeados. O que se passa?
 
São imensos os casos que verificamos, esta semana, que seria fastidioso, estar a enumerá-los, pois existe ainda a falta de cuidado nas nomeações para outras provas, que se encontram nas suas fases cruciais de apuramento para a fase final. Como sejam a PO02, PO04 e PO09, onde se verificam nomeações do “arco-da-velha”, que não lembra a ninguém.
 
Achamos estranho que a indicação de José Ribeiro para assessor do já assessor José Jorge para a formação, depois de ninguém o querer nas listas, e de conforme nos alerta u nosso leitos constar na Circular N.º 8 (05-11-14), no seu ponto 6 (Licenciamentos e impedimentos) por diversos motivos entre os quais não terem habilitações para o desempenho da função de observadores e agora saído do nada surge o seu nome mas enfim algum dia iremos saber destes porquês.
 
O Analista

17 comentários:

Anónimo disse...

TODOS, repito TODOS os árbitros estão descontentes com as nomeações do CAJO, que demonstra não ter sabedoria para as mesmas (um excel não chega).

Zé Ribeiro como formador de árbitros é de rir de tão absurdo que é.

A arbitragem caminha para o abismo.

O que se espera da APAOMA não são revistas (onde se promove pouco a arbitragem), mas sim que defendam os quadros de arbitragem. Está na hora de exigir ao CA o que prometeu na campanha - dar a volta à arbitragem (mas para melhor).

Anónimo disse...

Hahahahaha! Aleluia! Finalmente e ao fim de dois anos é que se descobriu os mistérios do benfica e do seu "amigo secreto" que teima em aparecer nos pavilhões para conversar...
Afinal o desespero por contratações falhadas e falhanço total do projecto equipa B está a vir ao de cima! O que se passou antes da fase final do ano passado? O que se passou na fase final em que um conhecido dirigente que em tempos era anti-benfiquista... agora tem o filhote no clube e chegou ao ridículo de andar a oferecer camisolas do dito glorioso... Afinal de nada valeu... mas, vai ser recordada por muitos anos, a arbitragem "fabulosa" do Sporting-benfica em juniores em Odivelas, pela dupla de gordos! Depois digam que em séniores o FCPorto controla tudo! Ou... quando perderem digam que houve coisas... Tal como o Obradovic sempre que perde é pela arbitragem que... raramente o pôe na rua, com medo de serem incomodados...
JBC-Vila verde. Adepto do A.B.C.

Anónimo disse...

Já sabem que o "ALCATIFAS" continua disponível.
CONDIÇÕES
a) Rua com o roe as unhas.
b) Quem assina as notas de despesa só o HS
BAY

Anónimo disse...

Cada dia que passa, com este Conselho de Arbitragem, é mais um descrédito para o andebol.

Anónimo disse...

Calma. As coisas vão melhorar quando se aproximarem as eleições.
É pena que ainda demorem...

Anónimo disse...

Tudo isto é uma vergonha!
Ainda no passado fim de semana, num jogo da PO13, aquela pseudo dupla de Aveiro, cujo artista principal é de S. Félix, arranjou maneira de sacar + € 500,00 ao bolso da A. Espinho. Não é que eles não mereçam porque tem lá uns artistas que só sabem reclamar e insultar. E desde que lá está o "fabory man", ainda pior.
Pensa que é o dono de tudo e todos!
Se a vaidade pagasse imposto....
Ainda em relação a essa dupla, o mais grave é que passado um par de horas desse jogo, já se andavam a vangloriar que tinham contribuído para a fap pagar mais uns joguitos aos árbitros!

Interrogações disse...

Chegamos ao Final de Fevereiro...

Este CA de curta memória escreveu na sua Circular Nº. 013: "Face à necessidade urgente que temos em concluir este processo formativo, tudo faremos para que estes cursos estejam concluídos até final de Fevereiro 2014." e escreveu também, "necessitavam de repetir os testes físicos e/ou escritos, decidiu este Conselho manter os mesmos critérios de exigência divulgados em circular anterior."

Este CA claramente preciso de um BOM neurologista para tratar o Alzheimer ou se calhar só lá vai mesmo de Psiquiatria tamanhos são os acessos de insanidade preconizados.

Falar de nomeações é uma manifesta perda de tempo... Agora a preocupação do CA é com o Dragan Nachesvki – Chairman TRC in EHF, é preciso decidir onde levá-lo a comer (literalmente) ou vão ser os fados... Isso é o que preocupa o CA... No Sábado vão levar o senhor a passear a Mafra... Esperemos é que os árbitros não se atrapalhem e o Rio'16 seja uma miragem... Conveniente a outra dupla andar pelas Arábias a faturar...

Verdadeiramente, desta vez, até é segredo quem vai à formação... Deve ser para não ferir sensibilidades e haver observadores e duplas a enviar dispensas tardias, até ao final da época. Porque todos os critérios de não ser para todos é SEMPRE questionável... Mas de certeza que deve ter sido a lotação do auditório. LOL!! Porque de resto, vai tudo a expensas próprias... Não deve ser para entender... certamente... ou então é apenas para alguns aprenderem... pena que nem sequer percebam o Macedónio a falar... Sermão de Santo António aos Peixes, já ouviram falar?!

Já fiz anteriormente um comentário deste género de Indisponibilidades, Impedimentos e Esquecimentos... Falou-se do Carvalho/Malhado? E do Trinca/Monteiro? Que é feito destes? Segredos. Nicolau/Caçador? Também não estão de dispensa? Não foram para as Arábias pela IHF?! Esquecimento? Martins/Martins porque não arbitraram a 22/23? Não estão de dispensa os 2...?! Só 1 destes... Critérios de descanso?! Vai ser preciso continuar a esmiuçar esta falta de transparência e senso deste CA?!
Ou então passa-se a meter dispensa à vez...

Será que é para as Notas poderem ser marteladas à vontade no final da época (ALGUMAS...)?

Porque parece que para algumas provas... Nem é preciso serem duplas a arbitrar jogos... Basta irem 2 árbitros... Mesmo que estes nem se conheçam... Acima de tudo a credibilidade!?

Anónimo disse...

Boa noite.
Não sei se este sera o local certo para chamar atecao de um estranho caso. Mas ai vai:
Porque sera que quando as, suponho, manas Marta e Vania Sa arbritam uma equipa em que jogue o andebolista Rui Rolo, este tem sempre dois destinos, o vermelho direto ou, para ser mais suave, tres vezes tres minutos...

Anónimo disse...

Uma chamada de atenção, se me permite, anónimo de 28 de Fevereiro de 2014 às 23:05
Não existe o "três vezes três minutos".
A um jogador não pode ser mostrada a cartolina amarela mais que duas vezes.

O que quer dizer com "as, suponho, manas Marta e Vânia Sá"»
Supõe o quê? Que sejam irmãs? Que se chamem Marta e Vânia?

Anónimo disse...

Tanta dor de Corninho que por aqui vai!
Trabalhem seus barrigudos !!
estudem as Regas seus preguiçosos !

Filho da Ti Olinda

Anónimo disse...

enquanto existirem autocolantes ex-internacionais que se pavoneiam por este país na qualidade de observadores e a ensinar as novas gerações tudo o que de mau existiu na arbitragem, isto não vai lá... eram maus árbitros, e agora são eles que dão formação, observam e classificam os novos. ou fazem como estes mafiosos querem ou não passam da cepa torta. no outro dia ouvi um dizer que ganhou muito dinheirinho nos esquemas... alguns até mudam de associação para tentar chular ainda mais... a FAP tem de mudar esta merda

Anónimo disse...

Hehehe! O mundo das cunhas é terrível... As meninas de que aqui tanto se fala são como os dois felizardos de braga. São aposta constante e os erros esquecidos e vão ter de ir longe no panorama da arbitragem dê para onde der!!!Na andebol Tv deu o jogo Sporting X Porto e espero que os responsáveis vejam o que fez a dupla da Madeira. È de bradar aos céus tanta falta de olho e técnica para já nem falar nos critérios anedóticos. Um dos jogadores em campo parece ter sido nomeado terceiro árbitro tal o tempo dispendido a falar em vez de jogar com correção. Conseguiu fabricar dois minutos a vários adversários. È triste num jogador de seleção. O treinador do Porto é de rir com tanto falatório prá mesa fazendo estar a falar pró campo.

Anónimo disse...

No feminino, é mais do mesmo!
Lá anda outra vez o "Fabory man" a lamentar-se nas redes sociais.
Agora, foi a Lisboa e queria ganhar! Esqueceu-se foi, de tentar saber, quais foram as suas atletas que, às 4 da manhã ainda andavam na "night"!
E, ganhar em Lisboa? Esqueçe, meu!
De Espinho para baixo não ganhas um jogo!

Anónimo disse...

Boa tarde.

Claro que os "três vezes três minutos" é lapso pois deveria ser "três vezes dois minutos". Para quê tanta admiração?
Quanto a "suposições" talvez vezes seja se as "ditas" são realmente arbitras...
Com excepção do comentador das 17,44 de 1/3 toda a gente terá percebido o teor da mensagem das 23,05 de 28/2...

Anónimo disse...

Entende-se que o "três vezes três minutos" foi lapso. mas mesmo o "três vezes dois minutos" é errado.
Não pode ser mostrado por três vezes o amarelo ao mesmo jogador.
Dois amarelos e a seguir, vermelho.

Anónimo disse...

Não. Foi mesmo desqualificação após a (habitual) terceira exclusão de dois minutos, tendo então mostrado o cartão vermelho.
Como toda a gente já sabias o enredo do filme, ninguém ficou surpreendido...
Enfim coisas do nosso andebol(zinho)!

Anónimo disse...

Anónimo de 6 de Março de 2014 às 00:10
Terceira exclusão de dois minutos? Não existe.
Percebe-se o que quer dizer mas está mal explicado.