gal vence

Euro Sub-17 Femininos (Lituânia), Portugal vence a Bielorrússia por 31-24, e está na final - Mundial Sub-19 Masculino Portugal derrotado pela Rússia por 33-26 - Vamos encher os Pavilhões - mas com dignidade a Modalidade merece
Calendário e Resultados na Barra Direita

terça-feira, 4 de março de 2014

Crónica de Fim-de-semana – 19 – 2013 / 2014 - IV

Cronica possível, dedicada à PO04, regressada ao seu formato normal.

PO04 – Campeonato Nacional da 1.ª Divisão Juniores Masculinos.

Zona Norte
20.ª Jornada
CA Leça 20 - 41 ABC
Ismai 28 - 25 São Bernardo
FC Porto 34 - 33 Santo Tirso
FC Gaia - AD Sanjoanense (adiado para 07-03-14)
Águas Santas 32 - 23 São Mamede
Xico Andebol 32 - 23 AC Fafe
 
Apurados para a Fase Final – ABC e FC Porto 
 
Mais um jogo adiado, com os clubes a chegarem a acordo conforme preveem os Regulamentos, e será disputado antes de terminar esta Fase da Prova, embora este encontro não tenha qualquer influência no apuramento para a Fase Final, o que se encontra perfeitamente dentro dos regulamentos o que se saúda. Na semana anterior ficaram definidos já dois dos apurados para a Fase Final, faltando somente definir o 3.º Apurado, que será definido só entre duas equipas o Xico Andebol e o São Bernardo, que poderão ainda ficar igualados em termos pontuais, mas com nítida vantagem para o Xico Andebol, nos jogos disputados entre si, contando com uma vitória em São Bernardo na 11.ª Jornada (32-26) e com a vantagem de disputar o último encontro na condição de visitado na 22.ª e última Jornada desta Fase. Nesta jornada apenas duas equipas retificaram os resultados ocorridos durante a 1.ª Volta, o Ismai que venceu o São Bernardo, num encontro de algum equilíbrio e a outra equipa da Maia o Águas Santas que venceu de forma clara o São Mamede, num encontro que tal como a maioria dos jogos foi disputado quase em “família”. Em Leça da Palmeira o ABC confirmou o seu natural favoritismo, com uma vitória bastante expressiva e que ao fim do primeiro período do jogo já estava na frente do marcador por 23-9. Num dos dérbis minhotos, disputado em Guimarães entre o Xico Andebol e o AC Fafe os vimaranenses não perderam a oportunidade de quase selarem (conforme já foi explicado) a sua passagem á Fase Final, num encontro onde o equilíbrio apenas se registou nos primeiros minutos do encontro, para o Xico Andebol assumir de forma clara o comando do marcador e terminar como vencedor sem quaisquer dificuldades. No encontro mais equilibrado da jornada o FC Porto / Santo Tirso, é motivo de destaque as grandes dificuldades sentidas pela equipa portista para levar de vencida o seu adversário, e mesmo assim apenas pela diferença mínima, na nossa opinião esta dificuldade deve-se ao facto da utilização de jogadores na Equipa “B” “e equipa da PO01, destaque neste jogo para o jovem João Correia do FC Porto com 10 golos marcados. Conforme muitas vezes criticamos, também se deve saudar uma jornada sem relatórios disciplinares e com todos os Boletins de Jogo devidamente preenchidos. Após esta jornada a classificação ficou assim ordenada: 1.º ABC (58 pontos), 2.º FC Porto (56 pontos), 3.º Xico Andebol (50 pontos), 4.º São Bernardo (46 pontos), 5.º Santo Tirso, Ismai e Águas Santas (40 pontos), 8.º São Mamede (33 pontos).
 
Zona Sul
16.ª Jornada
Vitória FC 23 - 28 Boa Hora
Sporting 42 - 24 ADC Benavente
Passos Manuel 19 - 40 Benfica (Antecipado)
Alto Moinho 20 - 25 Belenenses
Juventude Lis 23 - 15 GS Loures

Apurados para a Fase Final – Benfica e Sporting 
 
Depois de na jornada anterior Benfica e Sporting, estar definitivamente apurados para a Fase Final, o apuramento para o 3.º lugar na Fase Final ficou nesta jornada entregue apenas a duas equipas (Belenenses e Passos Manuel), com natural favoritismo ao Belenenses, não só pelos resultados verificados entre estas duas equipas em caso de igualdade pontual (Belenenses tem uma vitória á 6.ª Jornada e uma igualdade á 15.ª Jornada), mas igualmente pelo calendário até final das duas equipas, senão se verificarem nenhumas surpresas. De saudar que foi uma jornada finalmente com todos os Boletins de Jogo completos a tempo e Horas e sem relatórios disciplinares. Nesta jornada a única equipa que retificou o resultado verificado na 1.ª Volta foi o Boa Hora que foi vencer a Setúbal o Vitória FC num jogo de algum equilíbrio, com a equipa de Lisboa na frente do marcador ao intervalo pela diferença mínima (13-12). Nos restantes encontros de destacar as robustas vitórias do Benfica diante o Passos Manuel, um dos candidatos ao apuramento, em jogo antecipado, e que foi disputado praticamente sem público, que é nesta zona é um dos factos mais negativos da competição até ao momento. O Sporting por sua vez também venceu o Benavente por resultado bastante robusto (marcou exatamente o mesmo numero de golos que na 1.ª volta), onde nem os 10 golos do João Raquel da equipa Ribatejana foram suficientes. Belenenses cumpriu a sua “obrigação” ao ir vencer ao Alto Moinho, para assim manter intactas todas as suas aspirações, e a Juventude Lis venceu com alguma facilidade a equipa mais fraca desta zona o GS Loures, que é a única equipa entre as duas zonas que ainda averbou qualquer ponto positivo, apenas contabilizando derrotas. Após esta jornada a classificação ficou assim ordenada: 1.º Benfica (47 pontos), 2.º Sporting (45 pontos), 3.º Belenenses (37 pontos), 4.º Passos Manuel (36 pontos), 5.º ADC Benavente (31 pontos), 6.º Vitória FC (29 pontos), 7.º Juventude Lis (28 pontos),8.º Boa Hora (26 pontos).
 
O Noticias

10 comentários:

Anónimo disse...

ai ismai ismai, com lesionados recuperados e os que estao nos seniores fase final vos esperava. nao devem querer

Anónimo disse...

onde anda agora o iluminado treinador do gaia aqui a fazer comentários? parece que perdeu o pio

Anónimo disse...

Está mais que visto, passa ABC,Porto e Xico a Norte, e Benfica Sporting e possivelmente o Belém a Sul. Este ano vamos ter campeão a vir do Minho, ou o Benfica se melhorar alguma coisa para a fase final. É melhor aguardar.

Anónimo disse...

E evidente como aqui ja foi escrito que a grande decepçao da prova é o Gaia,senao vejamos
Tem 2 ou 3 jogadores de muito bom nivel casos do lateral direito Pedro Camara do Pivot Lima e do Ponta esq que nao me lembro do nome,tem sempre muita assistencia no seu pavilhao sitio dificil para as outras equipas agora o problema se calhar é outro que deve ter realmente a ver com o pio do treinador e tambem a indisciplina que esta equipa tem ,é raro a semana que nao tem jogadores ou treinadores castigados,eu vi pessoalmente este ano o que se passou em Leça com a equipa e treinadores a correrem atras dos jogadores do Leça para lhes acertarem o passo e foi em Leça ou tambem em Santo Tirso como me contaram que seria se fosse em gaia como no ano passado que mandaram jogadores do Aguas Santas para o hospital

Anónimo disse...

Unf nao se o Boa Hora ganhar ao belem :)

Anónimo disse...

O campeonato de juniores por cá aponta para o mesmo de longa data. Vamos esperar para ver a evolução das equipas esperadas e surpresas.

Minho ou Benfica ? Há qualidade, mas dúvidas sobre alguns jogadores, que não se compreende o que acrescentam....

Frequentemente com desnível competitivo, que depois se resume a uma competição final entre 4 ou 5 equipas, os habituais, com uma ou outra novidade. Na fase final, os clubes maiores convocam outros jogadores do escalão sénior para a competição e um deles ganhará. Fica o sentimento de missão dos vitoriosos, dos melhores. O problema é não se ver o que o Andebol ganhou.

Uma regra federativa que obrigue os clubes a ter uma cota de jogadores por escalão da sua formação ou por ano receberem por transferência um número máximo de jogadores não seria de todo inadequada. É de crer que a maioria dos clubes concordariam com algo do género. Porque as lógicas atuais, a falta de recursos financeiros e a falta “escala” do andebol nacional não ajudam a mais competitividade.

Anónimo disse...

o Master coach Jorge pedradas quando aposta no Aarão ganha sempre...

Anónimo disse...

Só para frisar que nada tive a ver com o comentário das 19.44 do dia 6 de março.

Aarão Rocha

Anónimo disse...

o Master coach Jorge pedradas quando aposta no Rei Barbie ganha sempre...

Anónimo disse...

Parece improdutivo alguns jogadores andem frequentemente agarrados à bola e depois os erros técnicos e ataques falhados, com o resultado em Estarreja.

Embora de valorizar a iniciativa e evolução técnica individual, que os responsáveis vejam estas posturas em jogo de "querer resolver e mostrar", que muitas vezes não ajuda ao jogo e à equipa, em prejuízo à variação de soluções atacantes e colectivas.

Com equipas mais organizadas e evoluídas os problemas surgem.

Os jovens sabem ver o erro e quando erram, mas também a proporcionalidade....da crítica.

Fica o alerta.