gal vence

- Vamos encher os Pavilhões - mas com dignidade a Modalidade merece
Calendário e Resultados na Barra Direita

quarta-feira, 23 de abril de 2014

Arbitragem…Que Conselho de Arbitragem… E que Irregularidades…

Mais um artigo que mereceu da nossa parte bastante ponderação, pois algumas provas nacionais estão em fases decisivas (mas o CA parece desconhecer). E tal como no último texto, as responsabilidades de quem dirige não podem ser esquecidas, nem os restantes elementos se podem autoexcluir. E é escrito a propósito da circular n.º 16 (10-03-14), em especial na matéria constante no seu ponto 2 (Reformulação de Duplas).
 
Diz o CA que face a inaptidão de alguns quadros se viu na necessidade de reformular duplas, até aqui tudo bem, agora a forma “enganosa” como isto é feito, é no mínimo inaceitável. Senão vejamos:
 
Na Circular n.º 8 (01-11-13), referida pelo próprio CA, apenas duplas até ao n.º 120, como podem aqui surguir com numerações até ao 131? Será que já há mais árbitros Nacionais e ninguém sabe, qual o objetivo a atingir com estes novos números?
  • Dentro deste Nível (1) surge um quadro (Aveiro), sem dupla que era o n.º 103, porquê outra designação?
  • Ainda dentro do mesmo Nível surge um quadro (Santarém), sem dupla que era o n.º 118, porquê outra designação?
  • Outra situação ainda dentro do Mesmo Nível, prende-se com uma dupla de Braga, em que um dos seus elementos fazia parte da dupla 106, juntou-se-lhe um novo parceiro, que nem constava dos quadros nacionais e passou a ser a dupla 130, meus senhores, o que é isto?
No Nível 2, surge situações completamente disparatadas, o número de duplas divulgado pela circular n.º 8, referia quadros até ao número 221, com 4 (quatro) árbitros sem dupla e dois árbitros do nível 1, devidamente referenciados, agora sem mais nem menos passaram a ser até ao 225, será que houve promoções, sem ninguém saber?
  • Paradoxalmente surge enquadrado neste Nível um quadro (Lisboa) que no mesmo ano é inscrito como Regional (nem constava da circular N.º 8), e consegue em meia época (inscrito como Nacional em 13-04-14), passar pelo Nível 1 (sem ninguém saber), entrando diretamente para o Nível 2, indo fazer dupla com um quadro que se encontrava sem dupla a 218. Estranhamente a numeração desta dupla não foi alterada? Será que é para dar a entender, que apenas se verificou um pequeno ajustamento? Como é possível estas situações acontecerem?
  • Outra situação ainda dentro do Mesmo Nível, prende-se com uma dupla de Braga, em que um dos seus elementos fazia parte da dupla 213, juntou-se-lhe um novo parceiro, que nem constava dos quadros nacionais e passou a ser a dupla 222, meus senhores, o que é isto?
  • Nova situação ainda dentro do Mesmo Nível, prende-se novamente com uma dupla de Braga, em que um dos seus elementos fazia parte da dupla 209, juntou-se-lhe um novo parceiro, que nem constava dos quadros nacionais e passou a ser a dupla 223, meus senhores, o que é isto? (inscrito como Nacional em 13-04-14), passar pelo Nível 1 (sem ninguém saber), o novo elemento, também entrou diretamente para o Nível 2, precisamente com a mesma data do quadro anteriormente referido. Será que é para dar a entender, que apenas se verificou um pequeno ajustamento? Como é possível estas situações acontecerem?
  • No nível dois cria-se uma nova dupla (Lisboa), oriunda das anteriores 204 e 217, embora aqui se possa entender a nova numeração, deveria no mínimo ter sido feita uma breve explicação do porquê? Pois poderia muito bem ter-se mantido uma das anteriores numerações, não se dando a entender que houve um aumento de quadros.
  • Por fim neste nível aparece um quadro sozinho (Portalegre), que fazia parte de uma dupla de Nível 3 (313), embora estivesse referenciado como sendo de Nível 2, não se compreende esta nova numeração, pois não lhe é atribuída qualquer outro quadro para fazer dupla, mas é mais numero, que numa primeira leitura pode significar que existem mais duplas Nacionais o que não é real.
Por fim surge nos últimos tempos a dirigir jogos Nacionais uma nova dupla (Leiria), que não está enquadrada em nenhum Nível Nacional (nem constam em qualquer circular do CA). Mas ambos registam como curiosidade esta época a sua primeira inscrição como árbitros Regionais, e ainda está época foram novamente estão inscritos como Nacionais, mas num Nível desconhecido.
 
Intencionalmente não se publica os nomes dos quadros envolvidos, porque provavelmente serão os menos culpados destas anomalias todas, e também porque não se pretende colocar a sua idoneidade em causa.
 
E assim vai os caminhos da arbitragem da nossa modalidade, será que ainda é tempo de “arrepiar caminho”…
 
O Reticências

23 comentários:

Anónimo disse...

Não percebo nada do que escreveste Banhadas! Coloca lá a tradução tradutor para ver e a gente entende! Ai Henrique, Henrique...

Anónimo disse...

Eu entendi, o que está escrito, porque sou árbitros e vejo as barbaridads qu andam a ser feitas, e agora reparo que os bombeiros e companhia só se sabem defender atacando sempre o mesmo, mas continuem assim que vão longe, eu sou um dos que no final da época vou pedir várias explicações, pois não é só arrajar problemas aos jovens que apiraram o benfica, basta ver as vergonhas do que passa semana a semana, até tenho estranhado que o banhadas tenha andado calado, agora falou e os senhores da cadeira saltaram logo, e d encomenda não é.

Interrogações disse...

Em primeiro lugar não podemos ser restritivos nas Circulares a considerar... Temos as circulares do CA Nºs. 008, 011, 014 e 016... Todas elas falam em quadros de Arbitragem.. Integrações e afastamentos...

Sim o quadro de arbitragem de Nível 1 começa no 101 Borges/Augusto e termina no 120 Furtado/João... Depois temos a integração nos quadros nacionais, conforme circular nº. 011 mais 7 duplas integradas... Presumivelmente do 121 ao 127... 121 Rodrigues/Gomes, 122 Remígio/Caçador, 123 Lapo/Santos, 124 Menino/Mendes, 125 Silva/Pires, 126 Carvalho/Barbosa e 127 Rodrigues/Almeida...
Isto segundo as minhas contas porque de público? Nada... Depois aparece a dita 129... Pública... Teixeira... Sem dupla?! Mas Já agora?! Quem é o 128? Fictício? Ou surreal? Ou será alguma dupla do CA que arbitra o Regional de Veteranos da AA Lisboa?

Realmente passar de ex 103 para 129? Incompreensível?! Ou se calhar nem tanto... Já que arbitra com a 312b, Moleiro... Veremos no final da época como fica esta dupla... um de Nível 1 e outro do 3... 3+1=4/2=2?! Será? Se calhar isto sim é grave?! Ou também acham que não?!

Quanto ao 118 passar a 131... mesma politiquice... um árbitro dupla... Será que não foi promessa deste CA aumentar a quantidade para depois pensar na qualidade?! Pensem bem... Sobretudo quem ratificou o programa deste projeto falhado...

Relativamente ao 3º reparo neste artigo deve ser dos poucos que se encontra correto... Juntaram o 106a, Nogueira, com o 127a, Rodrigues, e deu o 130... Porque o 106 b, Ribeiro, segundo a mesma circular do CA está impedida de arbitrar até final da época... daí a reformulação... mas se calhar nem todas são assim tão transparentes... Como veremos abaixo...

Se houveram promoções?! Claro! Um árbitro Regional da AA Lisboa, sem qualquer curso, conhecido/publicitado, passou a ser árbitro nacional de Nível 2... Porque nenhuma menção é feita na circular... para a dupla 218... Mas porque aqui não um número novo?! Incompreensível e ridículo. Uma barbaridade e um atentado à modalidade... ISTO NÃO É O CAMPEONATO REGIONAL DE VETERANOS DA AAL!? Será que o CA já percebeu isso?!

Anónimo disse...

Isto é um verdadeiro circo é o vale tudo na Calçada da Ajuda.
A classificação final dos árbitros vai ser o próximo acto desta comédia.

Interrogações disse...

Parece mesmo que o CA está inundado de rabos de palha... parece gato escondido com rabo de fora...

O caso da dupla 218 é do mais surreal que existe... Existe uma progressão desde o 221 até ao 225 com supostas novas duplas mas que mais não que a descontinuação de algumas... que foram afastadas ou afastaram-se faltando aos testes físicos e escritos... Até aqui nada de estranho na numeração... Apenas nas atitudes.
O 222 surge da fusão do 209a, Oliveira, com o 213b, Dias,... o 223 vem da fusão do 209b, Coelho, com o 107a, Cunha... O 224 vem da fusão do 204b, Ferreira, com 217a, Souchet...
Estranheza só a não referência na dupla 223 da diferenciação de níveis,... certamente esquecimento...!?!?
O 225 vem da queda da 313... Já parece o 415... Fontes... Abandonado... Sem dupla mas mantém o Nível... Veremos no final da época sem observações.

Mas será que também já não existirá a dupla 314? Silva/Afonso? Porque também não é público? Secretismos deste CA... Até porque até observações têm... Deve ser só impressão dos poucos atentos.

Quanto à última referência... Sinceramente não a compreendi. Qual a dupla da AA Leiria que não aparece nestas listagens?
Isso, esta época, acho que o CA ainda não fez... Deve ser certamente da Circular do CA Nº. 011.

O CA apenas é pródigo em utilizar nos Encontros Nacionais árbitros não inscritos nas Associações Regionais... E como estes estão para chegar... Mais vale a pena relembrar para depois não sucederem os mesmos atropelos da época passada.

Reforço apenas a ideia de que este CA se propôs em promessa eleitoral... de aumentar a quantidade dos quadros de arbitragem... Não me parece que seja este o caminho! Já sabemos que a qualidade nos dá pouco mais de 3 duplas para arbitrarem jogos com Mínimo de capacidade... Porque sinceramente a diretiva de qualquer dupla de um nível ser desse nível e por isso tem qualidade é no mínimo surreal!

Ter duplas de Nível 2 a arbitrarem jogos que deveriam ser apenas para duplas de Nível 4 e duplas emergentes de Nível 3... é contribuir para o quê? Para a melhoria da credibilidade da arbitragem? Não sejam tão ingénuos... Se calhar pensam que podem promover duplas de Nível 2 a 4... Ou de 1 a 3... ou 4? Sinceramente até acabo por acreditar nestes ditos... Parece que este CA vive afastado da realidade que o próprio cria... Parece que andamos a caçar gambuzinos.. Ou fantasmas...

Sinceramente de que serve dizer que tem 10 duplas para arbitrar a Andebol1... Quando depois a realidade à 6ª Jornada é que duplas nem lá perto andam...
Almeida/Oliveira? 0! Francisco/Rodrigues? 1!
Na Andebol4 FF uma dupla de Nível 2 vai arbitrar... Será que não existem duplas de Nível 4 disponíveis? Ou mesmo 3 que seja...
Acredito que fazer as nomeações possa ser difícil para algumas pessoas mas existem coisas surreais nestas nomeações... Existem duplas cativas de pavilhões... Existe um pouco de tudo...
Já agora na Andebol9 veremos os jogos em casa da Juve Mar se continuarão a ser arbitrados por duplas da AA Braga... Ou na Andebol2 FF se o Xico Andebol também passará o mesmo... Ou se o SLB 'B' será arbitrado além de Trinca/Monteiro e Santos/Santos.

Interrogações e Inquietações por parte de um CA á deriva... Mostrar publicamente a união falsa só demonstra o desespero que assola todos os seus membros.

Anónimo disse...

Então lá vai mais uma acha, como pode os Srs Alfredo Teixeira - Daniel Teixeira mais A. Pires e outros que não menciono o nome estarem em actividade se eles pediram LICENCAMENTO, e como sabem não podem voltar a actividade. Tenho dito e não é o Henrique que diz

Anónimo disse...

Anonimo de 23 de Abril de 2014 às 21:53
Esta encomenda vem dos lados do restelo ?
Eras tão amigo do Bombeiro e Companhia e agora o que se passa?
Não te dá jogos é ?
estas Armandinho Em que ?
Facadas nas "costas" dos amigos?
Seu maroto? vendido!
Se ele lê isto então vais estar a perna com ele !

José Pires

Anónimo disse...

Quando o anónimo das 18:54 diz
"Coloca lá a tradução tradutor para ver e a gente entende", tem razão.
Talvez tenha sido demasiado 'violento' mas, de facto, a redacção elaborada pelo Banhadas tem vários problemas que deixam o texto confuso.
Nada de muito grave mas a ter em consideração.

O anónimo das 21:53 diz ter entendido. Também eu. O que não impede de reconhecer que o citado texto está mal redigido.
E se é árbitro, meu caro, o que não duvido, porque motivo não se dirige à sua 'representante', a APAOMA?
Não precisa responder porque das duas uma: ou você faz parte da APAOMA e sente-se de mãos atadas ou porque a APAOMA pura e simplesmente não existe.

Cá andamos nós, quase todos, a aturar um Conselho de Arbitragem que a cada dia que passa confirma a sua incompetência ... de peito inchado.

Não se pensa que a Federação sai imune desta situação. Bem pelo contrário, tem toda a responsabilidade quanto ao que se passa no CA. Ou não será a FAP a cúpula orgânica do andebol nacional?

Um pedido: demitam-se. Nem imaginam o favor que fazem ao andebol.
Enquanto isso não acontecer, chora-se pela inoperacionalidade de todos os intervenientes.
Pensem nisso.

Anónimo disse...

Se és árbitro e estás farto porque não abandonas? Andas armado em mártir porquê? Estás à espera que te façam uma homenagem? O andebol sem árbitros ainda consegue praticar-se, agora sem atletas, ou os dirigentes, que se matam para vos pagar os prémios de arbitragem e kilometros que vocês debitam (preço de viagem de avião!)é que não há andebol.
Demite-te, não penses duas vezes! Vai antes semear batatas que pode ser que ainda ganhes mais que no andebol!
Faz lá esse favor ao andebol!

Anónimo disse...

Anónimo disse...
FORA DE TÓPICO
Como é possível, a FAP, nomear para um dos jogos mais importantes da PO11 - COL.GAIA/VAL.VOUGA - CALE, uma dupla de àrbitras composta por uma ex-atleta do Colégio e que regularmente, para não dizer, semanalmente, arbitra jogos treino do colégio e anda sempre lá metida.
Não vou por em causa a honestidade da miúda mas, não seria melhor evitar estas situações, defendendo a miúda?
Depois não se venham queixar que o Vasco e companhia andam sempre a reclamar.
MANUEL DO LEÇA

Anónimo disse...

eu sou o anónimo de 23 ás 21:53, não tenho nada a ver com pessoa com quem me relacionam, mas posso dizer por exemplo ao anónimo de hoje ás 13:45, que não estou cá para me pagarem Kms isso para aqueles que vivem do andebol, pois os meses em atraso são tantos que eu felizmente posso e já não ligo ao contrário de alguns que o primiero pensamento é ter os kms em dia provavelmente até são dirigentes mas a minha maior preocupaçãp vai para a mentira e para o relaxo, que é confirmado por outros comentadores, e esses felizmente para a modalidade até sabem verificar aquilo que é publicado, o banhadas pode ter algumas falhas, mas colocou o dedo na ferida e isso doeu a alguns dos imutaveis, não é assim.

Um árbitro dos que gosta da modalidade. Aí já me esquecia e não apita veteranos e ainda não pediu o licenciamento

Anónimo disse...

Será verdade que os árbitros, oficiais de mesa, delegados e observadores não recebem desde Outubro de 2013?

Será Verdade que o delegado Hugo Virgílio foi nomeado para um sábado, em Lisboa e no domingo imediato para um jogo no Porto, tendo-se deslocado de avião?
E a custas de quem?

É evidente e só não percebe quem não quer que Henrique Silva, vice-presidente da FAP, continua a escrever no Banhadas, 'cuspindo' no prato em que come.
Ridículo.

Porque motivo a dupla Eurico Nicolau/Ivan Caçador foi de Leiria(arredores)dirigir um jogo à Cova da Piedade (Ginásio x Camões) tendo ido, domingo, apitar
o Porto x ABC?


Anónimo disse...

A VERDADE É SÓ UMA!
- TODOS SE QUEIXAM MAS NÃO LARGAM O OSSO!
- TODOS SE QUEIXAM MAS O CAMPEÃO JÁ ESTÁ ENCONTRADO! NO EDP PAV. DO BENFICA HAVIA NA MESA QUEM LUTE PELOS INTERESSES DO CLUBE MAS... OS ÁRBITROS JÁ VINHAM COM A LIÇÃO ESTUDADA! EM PORTUGAL O PORTO NUNCA É PREJUDICADO E ENERVA DE TAL FORMA OS OPOSOTORES QUE ELES... ACABAM A PERDER OU A GANHAR POR MUITO POUCO!
- COMO É POSSÍVEL APITAR COM UM\DOIS JOGADORES PERMANENTEMENTE AO LADO A DIZER AOS ÁRBITROS O QUE FAZER? VÁ LÁ... JÁ CHEGA!
- JÁ AGORA MANDEM CALAR A MULHER DUM EX-ÁRBITRO... QUE A COITADA DESCAÍU-SE... CONTANDO O QUE O MARIDO BENFIQUISTA DISSE DE COMO ERA ADORÁVEL APITAR NO PORTO...
- AINDA POR CIMA ELE EM TEMPOS TINHA UM ÓDIO DE ESTIMAÇÃO COM O... BELENENSES! ADIVINHEM PORQUÊ...

Anónimo disse...

Ao anónimo das 18,10 25 de abril...
Ó companheiro tem toda a razão na Luz 2 é o único pavilhão onde tudo é permitido aos da casa... até o posicionamento de ex árbitros é estratégico e os delegados da FAP só estão atentos aos bancos dos forasteiros. Depois sobre proteção a quem??? Lembro-me de um jogo recente em que jogadores do SLB andaram na bancada para bater em espectadores??? e o que aconteceu???? nada- continuam a jogar. Deve ser o único país do mundo onde isto é possível .Deveriam, enviar as imagens para a EHF. Mas porque acontece tudo isto porque o SLB tem na FAP um ex "funcionário" que vai "lavando" tudo isto com um espírito de missão louvável, pena que não consegue enganar todos. Por outro lado acho que há de fato uns árbitros que estão prontos para tirar o titulo à melhor equipa. Eu digo quais são _
1 dupla de Leiria - 1 dupla da Madeira. No fim falamos....

Anónimo disse...

A arbitragem caiu no fundo. E sinceramente não me parece que seja culpa única do DA. Há contudo uma política económica visível que condiciona as opções embora aqui e ali esbarre em aspetos contrários. O compadrio e a super proteção dada a alguns quadros faz com que eles atuem com impunidade. Também os mais novos sofrem ou de clubite ou de estrelato o que condiciona as suas atuações. A ausência de observações surpresa e de conhecimento sobre a evolução do jogo faz o resto ou seja mediocridade em grande percentagem dos jogos de andebol, onde apenas a experiência e postura de outros agentes tem evitado conflitos graves. Até um dia....quanto ao nomeador precisa de ser reciclado. A Fap tem nos seus quadros gente com valor para fazer melhor, deixem a hipocrisia e deixem os melhores trabalhar . A bem do andebol.

Anónimo disse...

Isto está tudo controlado e de facto os jogadores do benfica deviam ser castigados exemplarmente pelo que fizeram em águas santas! è triste que nos jogos do porto haja de facto jogadores a fingir e falar permanentemente com os do apito. È uma vergonha que assim seja á anos e continue com W. Davies e Rocha a serem useiros e veseiros nestas paródias! Já cheira mal!

Anónimo disse...

O anónimo de 24 de Abril de 2014 às 22:27 deixou aqui algumas informações interessantes que mereceriam uma resposta por parte de quem de direito.
Como não vejo qualquer resposta sou obrigado a admitir que tudo o que o anónimo disse corresponde à verdade. O que me preocupa porque há situações estranhas e que a terem acontecido são merecedoras da mais profunda crítica.

Anónimo disse...

Deixem-se de tretas e de mal dizeres e informem-se antes de falar... Tudo tem um motivo. De certeza que essas mudanças de duplas não é só porque apetece e ninguém tem que dar justificações das vidas pessoais e profissionais dos árbitros... Portanto, se não sabem...calam-se!

Cumprimentos andebolisticos.

Anónimo disse...

A0 anonimo das 09:53, calem-se poque, convem-lhe porque é um dos grandes beneficiados com todas a s adulterações, se calhar, a ver vamos.

Anónimo disse...

As maioria das trocas são um artístico erro burocrático.
O CA continua a não saber o que faz ou, pior, a prejudicar a arbitragem.
Dispenso-me de pormenores porque vem aqui quem sabe do que falo.
Tenho razão Cajó e Marreiros?

Anónimo disse...

Bom dia aprendam a escrever e a ler ver circulares da FAP LER ATENTAMENTE E DEPOIS FALAR mas antes saber escrever.

Anónimo disse...

Aqui escrevem velho restelo - observador - pescador - obsevador - tiagos no activo - e outros mentirosos
Mas falem pk estão perdoados caravana segue........

Anónimo disse...

Ao anónino das 23:43, e que todos sabem quem é, faltou-lhe dizer e os que vivem ao km do ca da fap, e são igualmente grandes mentirosos e com descaramento, de serem até de um clube a que tentam pressionar as nomeações, mas gostam de se fazer de vitimas e de amiguinhos, dos que está a qui a criticar, não assim amigo nossa senhora da conceição nos valha a todos os que tem fé de que isto um dia mude, e de dpois e depois.