gal vence

- Vamos encher os Pavilhões - mas com dignidade a Modalidade merece
Calendário e Resultados na Barra Direita

sábado, 3 de maio de 2014

Crónica de Fim-de-semana – 32 – 2013 / 2014 – I

Mais uma jornada da PO01 Fase Final Grupo “A”, e do Grupo “B”. Que se iniciou com a realização do jogo em atraso relativo á 5.ª jornada e última da 1.ª volta desta Fase.
 
Continuamos a manter o nosso silencia, suspendendo temporariamente qualquer comentário acerca do funcionamento do site da Federação durante os fins-de-semana “evitando desta forma que alguns comentários menos agradáveis não sejam publicados”, na esperança de que seja cumprido tudo o que consta da última nota informativa elaborada em tempo sobre o tema. Mas hoje na chamada hora do “agrião”, voltou tudo ao mesmo ou pior ainda. Transmissões anunciadas, e que não se fizeram, algumas iniciaram-se tarde e a más horas, tentativas de entrar nos sites (Andebol TV, entenda-se) para ver as que se estavam a realizar, e erros sistemáticos. Dá-se como exemplo o encontro Benfica / Águas Santas, que com 20 minutos de jogo decorridos, nem boletim de jogo existia. Honra seja feita a Artistica TV que consegui transmitir e com alguma qualidade o seu jogo.
PO01 – Campeonato Nacional da 1.ª Divisão Seniores Masculinos.
 
Fase Final

Grupo “A”
5.ª Jornada
ABC 25 – 26 Águas Santas
7.ª Jornada
Dia 03-05-14
Benfica 31 - 22 Águas Santas
FC Porto 28 - 28 Sporting
ABC 28 - 20 SC Horta
 
A cronica, inicia-se com o jogo que se encontrava em atraso desde a 5.ª Jornada, O ABC / Águas Santas, que foi o jogo morno valendo na pratica pelos últimos 15 minutos de jogo, face á vivacidade que os atletas lhe imprimiram, e a incerteza do resultado final, após uma excelente recuperação do ABC, que soube aproveitas todas as situações de superioridade numérica e não foram poucas, para recuperar de um diferencial que chegou a ser de 6 golos, como por exemplo aos 20-14 e aos 21-15, para o Águas santas passar por um período em que sofreu algumas exclusões e teve cerca de 6 a 7 minutos sem concretizar, permitindo que o ABC, reduziu-se para 3 golos sobre o superior comando de Pedro Seabra Marques (11 golos) que fez uma soberba exibição, não só a marcar como a jogar a fazer jogar, no Águas Santas apesar do melhor marcador ser Pedro Cruz com 8 golos, na nossa opinião a grande figura da equipa foi sem duvida nenhuma Nuno Roque (6 golos), poder-se-á dizer sem grande margem de erro, que as figuras do jogo foram os seus centrais. Quando cerca dos 56 minutos de jogo a equipa Maiata vencia pela diferença mínima, os bracarenses aumentaram ainda mais o ritmo de jogo, mas apenas conseguiram a igualdade a 26 golos cerca dos 58 minutos, para Eduardo Salgado, que esteve apagado todo o encontro fazer o 27-26 a 45 segundos do fim do encontro, neste período ainda houve tempo para Fábio Vidrago falhar uma tentativa de “chapéu” a Telmo Ferreira, para David Tavares, falhar na cara do guarda-redes maiato o golo do empate após o assinalar de uma falta ao ataque maiato a cerca de dois segundos do fim. Com esta vitória o Águas Santas, terminou com a invencibilidade do ABC no seu campo nesta Fase do Campeonato, e o ABC, sofre a sua segunda derrota consecutiva pela diferença mínima. 
A Jornada em si, iniciou-se com um sempre “escaldante” Benfica / Águas Santas, com a curiosidade de ambas virem de uma vitória pela diferença mínima sobre o mesmo adversário o ABC. A equipa do Benfica encarou este jogo com grande seriedade, e corrigiu o resultado verificado n 1.ª volta, construindo nos primeiros 30 minutos um resultado (17-9) que se revelaria fatal para as aspirações da equipa maiata. Com Carlos Carneiro (10 golos) a demonstrar que ainda existe, é pana por vezes ser tão inconsistente pois tem uma enorme qualidade como jogador de andebol, sendo muito bem acompanhado por Dario Andrade com 6 golos. No Águas Santas a grande figura voltou a ser Nuno Roque que com 7 golos voltou a ser o seu melhor marcador e mais consistente jogador. No Dragão Caixa, disputou-se um dos grande clássicos da modalidade o FC Porto / Sporting, que terminou numa igualdade. A Jornada terminou com um ABC / SC Horta, mas disputado na Horta. Foi um jogo onde o ABC dominou durante os primeiros 30 minutos, chegando a estar a vencer por 6 golos de diferença, com o intervalo a chegar ainda com os minhotos n frente do marcador por 9-5. Nos segundos trinta minutos assistiu-se a uma excelente reação dos insulares, que lhe permitiram igualar partida a 14 golos, mas parece que a mesma parou aqui, pois estiveram largos minutos sem concretizar qualquer golo, enquanto os minhotos colocaram o marcador em 21-14, ou seja fizeram um parcial de 7/0, o que lhes permitiu resolver praticamente o encontro, que viria a terminar com total superioridade da equipa bracarense. João Pinto no ABC foi o marcador de serviço com 7 golos, e no SC Horta, mais uma vez o “veteraníssimo” Yuriy Kosteteskyy com 8 golos foi o seu elemento mais produtivo. Após a realização deste jogo, a classificação ficou assim ordenada, 1.º FC Poto (48 pontos), 2.º Sporting (46 pontos), 3.º ABC (45 pontos), 4.º Benfica (44 pontos), 5.º Águas Santas (40 pontos) e 6.º SC Horta (27 pontos).
 
FC Porto 28 – 28 Sporting
 
Estavam reunidos todos os ingredientes para um jogo de excelente propaganda da modalidade e de grande qualidade. As duas equipas que melhor andebol praticam neste momento, um pavilhão cheio de um público vibrante e entusiasta, e por princípio até de uma dupla de arbitragem que daria confiança, sobre esta dupla falaremos como de costume no final da crónica do jogo. Foi efetivamente um grande e excelente jogo de andebol, e quando assim é a modalidade agradece, de total equilíbrio não só no marcador como nas nuances técnico / tácitas que ambos os técnicos tentaram introduzir no jogo, dois exemplos daquilo que dizemos os momentos em o técnico do Sporting coloca os Time-Out, sempre oportunos e a rotação sistemática que o técnico do FC Porto fez dos dois extraordinários guarda-redes. As situações de igualdade no marcador repetiram-se sistematicamente durante todo o encontro, sendo a maior diferença que uma equipa teve da outra de 3 golos e registou-se a favor do Sporting, quando estavam decorridos cerca 33 minutos de jogo depois de se ter antigo o intervalo com a equipa do Sporting na frente pela diferença mínima (15-14), notar ainda que durante estes 30 minutos iniciais o FC Porto esteve cerca de 7 minutos (dos 19 aos 26) sem concretizar qualquer ocasião de golo. Acabando o Sporting por obter o seu 28 golos e a igualdade a cerca de 40 segundos do fim do jogo, de lamentar nesta altura a aparente grave lesão sofrida pelo jovem Rui Silva, após uma falta cometida por Ricardo Moreira, que mesmo sofrendo a falta ainda consegue passar a bola para Bruno Moreira obter o golo do empate. Dizer ainda que Fábio Magalhães continua cometer erros infantis e que poderiam ter comprometido todo o jogo da sua equipa, e que a grande figura do jogo em termos do Sporting acabo por ser o cubano Frankis Carol com 9 golos, todos decisivos, sendo muito bem acompanhado por Ricardo Candeias, e em especial pelo jovem Pedro Portela e pelo seu pivot Bruno Moreira com 5 golos cada. No FC Porto a sua grande figura, pelo que jogou pelo que marcou e pelo que fez jogar foi sem dúvida nenhuma Gilberto Duarte (8 golos), que em termos de marcação foi bem acompanhado por Tiago Rocha (7 golos) em especial nos segundos 30 minutos. Ricardo Moreira esteve letal na marcação dos 7 metros e nas suas entradas de ponta, acaba o jogo com 6 golos marcados. O Encontro foi dirigido pela dupla IHF da Madeira, Duarte Santos / Ricardo Vieira, que na nossa opinião estiveram longe do nível a que já nos habituaram, mal na falta do atacante, onde autênticos livres de 7 metros eram sistematicamente transformados em falta do atacante, sem critério na sanção progressiva o mesmo se podendo dizer do critério que resolveram usar na aplicação do aviso de jogo passivo.

Grupo “B”
7.ª Jornada
Dia 03-05-14
Madeira SAD 26 - 25 AC Fafe
Belenenses 33 - 2 Ismai
Avanca 28 - 22 Passos Manuel
 
A jornada iniciou-se com um Madeira SAD / AC Fafe, foi um encontro disputado com grande equilíbrio como prova os resultados que se foram verificando ao longo do encontro como por exemplos as igualdades a 7 ou 9 golos ainda nos primeiros 30 minutos, que terminaram com a equipa minhota a vencer pela diferença mínima 13-12. NO segundo período de jogo a cariz do mesmo não sofreu grandes alterações, a não ser as duas desqualificações diretas uma para cada equipa, mas apenas uma com direito a relatório disciplinar. Este encontro, nem parecia que estavam a jogar duas equipas, uma delas já com a sua posição garantida na PO01 na próxima época e outra onde o espectro da descida é um dos cenários possíveis, neste momento, mas que nunca se deixou abater pelas adversidades ao longo dos 60 minutos. Destaque para Nuno Pimenta e Pedro Peneda no AC Fafe com 7 golos, este em especial nos segundos 30 minutos. Nos madeirenses destacam-se os 6 golos de João Mendes, um regressado á equipa e os 5 golos do cubano Yoel Morales e de Luís Marques. Em Avanca, disputou o AA Avanca / Passos Manuel, que foi um jogo que se caracterizou por um total domínio da equipa da Região de Aveiro, que jogou contra uma equipa completamente descaracterizada, sem garra, sem soluções e sem capacidade e sem eficácia, tanto no ataque como na defesa, enquanto a jovem equipa da AA Avanca fez “pela vida”, e apesar das grandes dificuldades pontuais que ainda atravessa, com esta vitória, tal como os minhotos do AC Fafe, ainda podem ver a “luz ao fundo to túnel”. Os jovens da AA Avanca dominaram o encontro em todas as suas vertentes, com Vasco Santos (8 golos) a ser de uma tremenda eficácia, e a tornar-se não no seu melhor marcador, como ainda no melhor marcador do encontro. No Passos Manuel, com Bélone Moreira em especial apesar dos seus 5 golos como Pedro Sequeira com 6 golos, a jogarem muito abaixo do que podem sabem e devem, para não falar na completa desilusão que foi Vladimiro Bonaparte, o seu melhor elemento foi na nossa opinião o seu guarda-redes Alexandre Moura. Com Este resultado os lisboetas entram na zona de “perigo eminente”. No Restelo disputou o Belenenses / Ismai, com o Belenenses terminou a jornada derrotando os maiatos do Ismai, retificando assim a igualdade verificada na primeira volta deste grupo, foi um encontro sempre comandado pela equipa do Restelo, que desta forma se mantem na discussão do 1.º lugar deste grupo e asseguraram desde já um lugar na 1.ª Divisão na próxima época. Após a conclusão desta jornada a classificação está assim ordenada: - 1.º Madeira SAD (38 pontos), 2.º Belenenses (34 pontos), 3.º Ismai (33 pontos), 4.º Passos Manuel (30 pontos), 5.º AA Avanca e AC Fafe (25 pontos).
 
O Banhadas Andebol

32 comentários:

Anónimo disse...

Cronica TENDENSIOSA sobre este jogo :

- Jogo morno valendo pelos últimos 15 minutos ...
- ABC soube aproveitar as superioridades numéricas e não foram poucas ....
- equipa comandada superiormente pelo central P. Seabra ....

O Àguas era só o bombo da festa , não jogou nada , o treinador um nabo os jogadores fraquinhos .

Tenham vergonha escrevam que depois do FCP o ABC é o plantel mais apetrechado , que são ajudados de todas as maneiras e feitios pela força da Associação de Braga ( os meninos de Leiria também foram contagiados ) e PERDERAM BEM com uma equipa humilde e muito espremida de 8 jogadores .

Anónimo disse...

agora termos que a crónica é tendenciosa, porque não diz aquilo que queremos, mas é ou não verdade, e eu estive lá, que em termos de andebol praticado o jogo apenas valeu pelos últimos 15 minutos, a tendencia não não está na crónica mas sim na sua visão do jogo.

Um adepto

Anónimo disse...

Amigo de 2 de Maio de 2014 às 09:43:
A equipa espremida de 8 jogadores que fala tem um orçamento superior ao do ABC. Cansa-me a tendência natural do seu clube para se fazerem de pequenos, quer na vitória, quer na derrota. Quanto ao jogo, concordo consigo, ganharam bem!

Anónimo disse...

curioso, sobre este jogo nem a associaação de braga tece qualquer consideração, faltou o redactor ou existem outros motivos, será que foi para não comentarem a arbitragem, digam de sua justiça.

O Bracarense

Anónimo disse...

O melhor mesmo foi ver imensos jogadores da formação do Aguas neste jogo

Anónimo disse...

Já terá Filipe Duque assinado pelo Benfica?????? Ao que parece está de saida do Horta!!!!!

Jorge Campos disse...

Faz-me confusão este complexo de inferioridade de alguns adeptos do Águas Santas, particularmente com o ABC. É bem verdade que a clube de Braga é, de longe, mais titulado que o da Maia. No dias de hoje esbate-se essa diferença. tendo o Águas Santas um orçamento maior e, por isso, maiores responsabilidades.
Quanto ao jogo, a vitória do AAAS foi justa. O ABC pagou a inexperiência da maioria dos seus jogadores que, pressionados por uma possível hipótese de lutar para o título jogaram ansiosos e desconcentrados. Já o mesmo se tinha passado no jogo anterior na Luz. Os da Maia, sem nada a perder, e com uma equipa muito mais experiente, souberam controlar o jogo e venceram justamente. Chateia-a foi ter de gramar com um adepto da AAAS nas imediações onde me encontrava a passar o jogo a mandar bocas aos adeptos de Braga sem que ninguém o tivesse provocado. Alegava ele que tinha pago o bilhete pelo que podia dizer o que lhe apetecesse. Claro que não percebeu que dizer "o que lhe apetecesse" não tem a ver com o ter pagado o bilhete mas sim com educação e respeito. Mas isso é coisa que ele não tem. E, curiosamente, se pagou o bilhete foi otário porque as entradas eram gratuitas...
Infelizmente há adeptos imbecis em todos os clubes e só lamento que tenha calhado perto de mim.
Para finalizar, deixo uma observação sobre as equipas. A do Águas Santas está perto da decadência, tal é a idade de uma boa parte dos seus jogadores mais importantes (Cruz, Salgado, Couto, Bosko, Telmo) e terá que se renovar. Acredito que o fará, mas isso demora tempo. O ABC, se conseguir manter o plantel, terá equipa para alguns anos e com larga margem de crescimento. O desafio aqui é manter os principais jogadores. Veremos o que o futuro trará.

Anónimo disse...

O ABC é que jogou com muitos jogadores da formação ;

Hugo Rocha
Seabra
Pesqueira
Grilo
João Pinto
Siqueira
David Tavares
Branquinho

Foi tempo em que ai davam cartas , agora nem isso .....

Anónimo disse...

Anónimo das 10:59. A formação do ABC anda espalhada por praticamente todos os clubes em Portugal. A diferença é que dantes havia dinheiro para os manter, agora há quem pague mais. Uma equipa formada por todos os jogadores em actividade formados no ABC lutava à vontade pelos primeiros lugares.
Quem não tem formação são os três "grandes". Catam os melhores jovens de todos os clubes com poucos recursos e fazem equipas de juvenis e juniores.

Anónimo disse...

O andebol do Belenenses, salvou-se da descida essencialmente devido ao trabalho do Prof. Pedro Alvarez e dos atletas.
Lamentável que ninguém do clube se digne a divulgar o resultado da modalidade em tempo útil. Se dúvidas houvesse está é uma das provas que para quem lá está o andebol é o parente pobre do clube.
A História os julgará.

Anónimo disse...

Que se passa afinal com a lesão de Rui Silva?
Preocupante ou susto maior?
Melhoras para ele que faz falta ao campeonato.

Anónimo disse...

Formação do ABC:
ora vamos lá fazer umas contas rápidas...
Se calhar da maneira que eu vou explicar é mais fácil (1º o clube onde jogam e depois o atleta)- Todos formados no ABC:
- FC Porto: Hugo Rosário e Miguel Sarmento
- Benfica: Carlos Carneiro, Alvaro Rodrigues, Inácio Carmo, José Costa, Dario Andrade e Tiago Pereira
- Sporting: Fábio Magalhães e Luís Oliveira
- ABC: Fábio Vidrago, Bruno Dias, Nuno Rebelo, Vasco Areias e Tomas Albuquerque e (Carlos Martins
- Aguas Santas: Eduardo Salgado e João Afonso
- Ismai: Sérgio Caniço
- Fafe: Nuno Pimenta
Peço desculpa a algum atleta que me tenha esquecido....
Façam lá as contas

Anónimo disse...

Nem sou Portista nem Sportinguista, mas gosto muito de andebol. Em relação a este jogo só tenho uma coisa a dizer: merecia uma boa equipa de arbitragem. Digo merecia uma boa equipa de arbitragem, porque esta dupla, durante esta época, nos grandes jogos, foram mais as vezes que complicaram do que as que estiveram bem. Não vou enumera-las, mas façam uma retrospetiva e verifiquem.
Falta-lhes muito andamento para serem bons, ao nível do que se chama "bons"

Anónimo disse...

A 1ª dupla anti - Porto de que falei há tempos atrás lá conseguiu mostrar uma vez mais porque é assim considerada. Critérios diferentes na avaliação das faltas. Julgamentos disciplinares absurdos com um cartão vermelho direto para um jogador do Sporting a ser poupado(ainda há dias atrás o Porto foi punido com desqualificação por situação semelhante). Constante pressão sobre o pivô do Porto, impossibilitando que este jogasse e marcando-lhe faltas atacantes em ações de contato mútuo com o defesa pela luta pelo espaço,etc,etc. Com esta dupla e com a 2ª (da Marinha Grande) o Porto dificilmente será campeão.Mesmo assim o Porto perde com um passe inacreditável de um jogador que nos últimos tempos tem a cabeça noutro lado,onde será???

Anónimo disse...

...Esqueci-me de estes:
- Horta: Afonso Almeida
- Angola: José Rolo e António Campos
- Itália: Paulo Siva

Anónimo disse...

Parabéns Associação Artística de Avanca pela demonstração que a descida ao andebol 2 não devia acontecer. Ficou bem patente já com o empate em Lisboa e ontem com a vitória sem discussão sobre o Passos Manuel que o Avanca é superior aos lisboetas. Mais uma vez parabéns!!!!

Anónimo disse...

Tudo a saltaaaaaaar

Anónimo disse...

P01
comentário:
modelo de campeonato, 2 fases, fase final com 50% dos pontos e 2 grupos, "A" e "B"
Grupo "A"

Excelente campeonato, já tinha sido muito equilibrada a 1ª fase e volta acontecer excelentes resultados e equilíbrio até ao fi me a 3 jornadas do fim tudo pode acontecer na conquista do titulo Nacional, 4 equipas Porto, Sporting, Benfica e ABC!
classificação atual á 7ª jornada:

1.º FC Poto (48 pontos)
2.º Sporting (46 pontos)
3.º ABC (45 pontos)
4.º Benfica (44 pontos)
5.º Águas Santas (40 pontos)
6.º SC Horta (27 pontos).

Perante esta classificação e resultados concluímos:
1-Grande empenhamentos do clubes na luta pelo titulo
2-Resultadso disputadso com todo empenho de treinadores, jogadores e massa associativa, com exceção do Pav. da Luz deserto de publico nos jogos da sua equipa, um estudo de mercado a realizar, a Historia do Andebol do Benfica é muito rica em títulos e Taças de Portugal
3-Numero anormal de candidatos ao titulo 4
4-arbitragens com grandes problemas quer na analise do jogo e decisões precipitadas a influenciar resultados desportivos.
4A-Nomeações por parte do CA são um verdadeira lotaria em que impera o amadorismo e a exigência dos jogos e as respetivas nomeações dos melhores árbitros não se tem verificado!
4B-escedentes de nomeações de vários delegados da FPA na mesa só perturba para além de outros não nomeados e também participam nos acontecimentos caso do Pav. da Luz no jogo Benfica-Porto
5-Comunicação mais ou menos ativa mas com tendências para nesta altura do campeonato anunciar contratações de atletas para a próxima temporada!, "xico esperto" jornalistas da Bola e o jogo.
6-Televisão publica e privada afastada dos grandes jogos limitando-se a FAPTV e ANDEBOLTV a transmitir alguns jogos sem interesse.
PEDIDO:
PARA AS 3 JORNADA QUE FALTAM A MAIOR ATENÇÃO E ESCOLHA DAS MELHORES DUPLAS PARA OS JOGOS DE DECISÃO DO TITULO.
nota: quem está a pensar em mudar o "modelo de campeonato" para a próxima época face a amostra deste ano, deve pensar noutras coisas porque as que estão bem devem-se manter!
ADC

Anónimo disse...

Porto- Sporting so se pode dizer uma coisa mais uma vergonha da dupla da madeira Abensuado restelo para estes senhores façm um favor ao andebol nacional apitem so no estrangeiro sff

Anónimo disse...

Ninguém acredita no andebol benfiquista.
E têm razão.
Que tal uma razia de alto a baixo?

Anónimo disse...

... Esqueci-me:
- Fafe: Miguel Marinho

Anónimo disse...

Para o melhor jogo do campeonato lamenta-se sempre que não se escolha uma dupla para arbitrar que não seja das melhores. È triste que no lance que Rui Silva sofre a entrada do manhoso Ricardo Moreira não tenha havido a respetiva sanção disciplinar! Querem rir-se um pouco?
Então vejam a transmissão do canal Porto... Aparece lá um professor que é o máximo! Quanto á gordita das entrevistas ... tirem as conclusões que quiserem... O ridiculo devia pagar impostos! Oh céus!

Anónimo disse...

Nenhum modelo é perfeito mas este falseia e o dos play-off pode apurar um campeão que esteve bem só no fim ou teve sorte!
Não era melhor um campeonato a quatro voltas TxT? E que tal se antes dos jogos houvesse alguma diversão ou... jogos de camadas inferiores!
As arbitragens vão ter de uniformizar critérios!

Anónimo disse...

O Inácio Carmo começou no Sismarias e quando foi para o ABC já era júnior....

Anónimo disse...


Anda +ara aí uma azia do caraças de alguém que não queria ver o belém entre os melhores.

Será uma raivinha de dentes contra a atual direção?

Deixem as pessoas trabalhar e sjam solidários.

Anónimo disse...

Ó Cunha: andavas a apregoar aos sete ventos que o play-off era o melhor para o campeonato e agora dizes o contrário? Tu estás mesmo apanhado, não?

Anónimo disse...

























































Adepto do ABC,andas mal informado! Jogadores a "sério" e não numero:
Carlos Carneiro - VGuimarães/Xico
Tiago Pereira - Fermentões
Fábio Magalhães S C Braga
Carlos Martins - Moimenta da Beira
Estes sei que estás errado, mas se aprofundar mais ainda concluo que só escreveste asneiras!

Anónimo disse...

ADC nunca te julguei tão senil mas estas a ficar mesmo quem te disse que na Luz existiam pessoas que não estavam inscritas.
As vezes não te enxergas mesmo.
ADC vai dar um voltinha ao asilo e fica lá

Anónimo disse...

O Inácio começou no D.Fuas na Nazaré só mais tarde foi para o Sismarias

Anónimo disse...

Anónimo Anónimo disse...

5 de Maio de 2014 às 21:20
o ADC sabe o qeu diz e sabe o que foi coemntado, quem calçou a bota que a descalce...
discordo tambem do play off na P01
teixeirano

Anónimo disse...

Anónimo disse...
Ó Cunha: andavas a apregoar aos sete ventos que o play-off era o melhor para o campeonato e agora dizes o contrário? Tu estás mesmo apanhado, não?

5 de Maio de 2014 às 21:20

Caro recadeiro, andas enganado esse senhor assina os seus comentários e não costuma falar muito sobre coisas sérias, fala com quem pode e está no poder, eu falei com uma pessoa e manifestei a minha opinião sobre o modelo de competição para ficares a saber:
P01-modelo atual se 6 equipas ou 8 por causa dos Clubes de Andebol muito cedo afastado do Campeonato Fase Final, correndo o risco de desaparecer!
P02-Manutenção mas a 1 fase devia ser em jornadas duplas por causa dos custos nas deslocações
P09-Manuentção do modelo de competição em play off
Caro anonimo e recadeiro se quiseres saber quando e porque se aplica o Play OFF explico-te pessoalmente como o fiz da única vez que falei no forum em Aveiro!
Se quiseres que coemnte e dê minha opinião sobre as restantes provas, direi mas pessoalmente pode ser que consigas atingir mentalmente que não é bem o teu "forte" tu és mais de varrer e fazer lixo... mas ficas caro á mesa!
ADC

Anónimo disse...

Oh amigo das 21H30 parece que te doi alguma coisa... Então tira lá o Inácio, o Carneiro, o Tiago e o Carlos Martins e ficamos só para aí com uns 20 atletas na 1ª divisão... Depois se quiseres também podes dizer que muitos começaram na escola andré soares, carlos amarante, maximinos, alberto sampaio, d.maria, etc etc etc... e vais ver que no fim afinal de contas, nenhum destes vinte e tal fez a sua formação no ABC.... Queres ir para a 2ª divisão e ver quantos mais estão lá????? Abraço