gal vence

Fim de Semana com as Super Taças - Vamos encher os Pavilhões - mas com dignidade a Modalidade merece
Calendário e Resultados na Barra Direita

sábado, 12 de abril de 2014

PO23 - Taça de Portugal Seniores Femininos – 2013 / 2014 – XI

Realizaram-se hoje (12-04-14), os jogos das 1/2 Final da Taça de Portugal Seniores Femininos.

Resultados - 1/2 Final
JAC-Alcanena 20 – 30 Madeira SAD
João Barros 24 – 25 Alavarium
 
Nos jogos da 1/2 Final, assistiu-se a um JAC-Alcanena / Madeira SAD, com a equipa de Alcanena a inscrever para o jogo apenas 10 atletas, o que na nossa opinião, e como se viu ao longo dos 60 minutos é um plantel curto para um jogo deste cariz. A vitória do Madeira SAD, apenas foi consolidada nos segundos 30 minutos ( ao intervalo o marcador estava em 15-13 a favor do Madeira SAD), quando a fadiga começou a dar mostras de si na equipa da Associação de Santarém, que esteve cerca de 10 minutos sem concretizar qualquer ocasião de golo (entre, cerca dos 45 aos 55 minutos), sofrendo um parcial de 7-0, passando as madeirenses a vencer pela primeira vez pela margem de 10 golos (27-17). A vitória da equipa insular, não sofre qualquer contestação, pois as jovens de Alcanena, muito dependentes do rendimento de Patrícia Rodrigues (6 golos) e de Neuza Valente igualmente com 6 golos, tiveram na sua guarda-redes Carla Gameiro (na nossa opinião) o seu grande baluarte da equipa. É uma verdade insofismável, de que as duas equipas, apesar do volumoso resultado, efetuam grandes falhas de concretização. No Madeira SAD, de destacar a grande exibição da sua guarda-redes Isabel Góis, esteve simplesmente impecável e da experiente Renata Tavares que com os seus 11 golos, foi apenas a melhor marcadora do encontro. Neste jogo dirigido pela dupla do Porto Francisco Leite / Porfírio Tavares, não se entende como é possível homologar um golo deixando dar sequência a um contra-ataque, quando o árbitro de baliza apitou uma falta, e a bola não é resposta no local onde a mesma foi assinalada, este foi um pecado venal, que manchou a atuação da jovem dupla e deu-se cerca dos 17 minutos, dando origem ao golo numero 9 do Madeira SAD
 
Na outra 1/2 Final, João Barros / Alavarium, que teve finalmente uma excelente presença de público, e que constituiu na nossa opinião um jogo de excelente propaganda da modalidade na sua vertente feminina. Terminou com um pavilhão cheio de emoção, e onde as equipas não fugiram á mesma, jogando os momentos finais mais com a emoção do que com a razão, de tal forma que o João de Barros falha um livre de 7 metros a cerca de 1 (um) minuto do fim e que lhe daria a igualdade no marcador e um possível prolongamento. O João de Barros comandou o marcador até cerca dos 26 minutos, chegando a ter uma vantagem de 5 golos (9-4) cerca dos 18 minutos, mas um Time Out oportuno do Alavarium e a troca de guarda-redes entrando Andreia Madail, assim como a entrada de Ana Seabra na equipa da região de Aveiro tudo mudou, com o Alavarium a efetuar uma excelente recuperação, para igualar a 10 cerca dos 28 minutos e passar pela primeira vez para a frente do marcador a 15 segundos do fim do primeiro tempo. A guarda-redes do João Barros, Ludmila Soares, que esteve impecável durante os primeiros 16 minutos de jogo, parece-nos registar uma quebra de rendimento após ter sido atingida com uma bola na cara, cerca daquele minuto. Ainda no primeiro tempo de jogo, o João de Barros que ficou com apenas 4 jogadoras de campo, por motivo de duas exclusões, ma delas completamente desnecessária (conversa), não sofreu nenhum golo durante este período. Nos segundos 30 minutos assistiu-se a um jogo de completo equilíbrio, tantas foram as situações de igualdade registadas. O João de Barros perdeu demasiados contra-ataques, por maus lançamentos, e outros por más receções das suas atletas, voltou a ter Ludmila Soares em bom nível, e esteve demasiado dependente das ações de Maria Pereira que foi a sua melhor marcadora (6 golos), enquanto Dulce Pina (5 golos), nos pareceu distante da sua forma. No Alavarium, além de Andreia Madail que entrou muito bem, teve em Mónica Soares a sua marcadora de serviço com 8 golos, enquanto Ana Seabra (4 golos) e Mariana Lopes (4 golos) foram decisivas na reviravolta do jogo, e com bastante influência no resultado Final, evitando a repetição da final da época passada. O Encontro foi dirigido pela dupla madeirense constituída por Gonçalo Aveiro / Hugo Fernandes, que na nossa opinião estiveram bem, e a exclusão de uma atleta no minuto final do 1.º Tempo de jogo durante a execução de um Livre direto foi muito oportuna, apenas notamos algumas falhas (muito poucas) na Falta do atacante.
 
Assim temos uma final entre o atual Campeão Nacional (Alavarium) e o atual detentor da Taça (Madeira SAD), que vai tenta conquistar a sua 16.ª Taça consecutiva.
 
Final – Em 13-04-14 em Águas santas no mesmo dia e local da Final masculina.
Madeira SAD – Alavarium (14H00) Andebol TV e Bola TV
 
O Noticias

Sem comentários: