gal vence

- Vamos encher os Pavilhões - mas com dignidade a Modalidade merece
Calendário e Resultados na Barra Direita

terça-feira, 1 de julho de 2014

Planeamento Desportivo – Época 2014/2015 - I

Após a divulgação do Comunicado N.º 1 e seus anexos relativo à época 2014/ 2015,embora ainda não tenha sido divulgado qualquer Regulamento Especifico de alguma prova (Mas conforme é do conhecimento publico, através das diversas intervenções de responsáveis da Federação, e ainda de Comunicados Oficiais, a única prova que sofre significativas alterações é a PO01), cabe-nos aqui uma referência especial, para a publicação dos Comunicados Oficiais 2014 / 2015, com os n.ºs 2 e 3, cuja divulgação, não surge diretamente, é preciso estar com a atenção ao teor das matérias em notícias no próprio portal da FAP. Pois os mesmos contêm matéria de alguma relevância para a modalidade. Os links para os mesmos são assim por nós fornecidos, CO N.º 2, CO N.º 3
 
Esta época, não poderemos fazer qualquer conjugação de dados, pois a FAP, no seu CO N.º 2, apenas fala sobre as provas Não Fixas, e não sobre os participantes nas provas chamadas fixas , que era o conteúdo do CO N.º 2 na época anterior, bem sabemos, que a Federação não está obrigada a manter o mesmo tipo de numeração, mas poder-se-ia em muitos casos evitar confusões.
 
Assim continua-se sem saber no concreto, quem são as equipas com direito desportivo a participar nas diversas provas Nacionais Fixas (depois do artigo elaborado foi publicado o CO N.4 com matéria relevante). Pois o CO n.º 2, apenas nos traz uma novidade que é a chamada PO40 (desconhecemos a que se refere), pois em todo o seu restante conteúdo é igual ao CO n.º 5 da época anterior com as adaptações de datas. 
 
E deste modo a primeira conclusão a que chegamos (por ventura outros chegarão a outras), e voltamos a repetir, é que esta época voltará a ter um planeamento economicista e de transferência de responsabilidades, cada vez mais apertado, o que num País como o nosso não será de estranhar. 
 
Tal como dissemos na última época, duvidamos da capacidade organizativa de algumas Associações, onde como muito bem sabemos regras e normas regulamentares, serão “tabua rasa”, assim como temos fortes dúvidas da capacidade financeira de algumas para suportar os custos inerentes ao bom andamento desportivo de algumas destas provas.
 
No Entanto importa dizer que é uma transferência de responsabilidades que concordamos em absoluto, apesar das dúvidas anteriormente colocadas, e que certamente obrigará muitas Associações a sair da letargia em que se encontram, já vimos algumas melhorias esta época, e só isso, poderá ser um forte benefício para a modalidade.
 
Após a publicação hoje (01-07-14) do CO que indica quais as equipas que têm direito desportivo, a participar nas Competições Fixas, iremos preparar de forma mais clara nossa opinião sobre a generalidade do Programa desportivo para 2014 / 2015.
 
Falando ainda sobre o CO N.º 1, a única alteração significativa, que se verifica em relação á ultima época é nos custos das arbitragens, assim na PO01, verifica-se um aumento de 25% 1500 €), na PO02 de 19% (600 €), PO04 de 33% (600 €), PO06 de 43% (300 €) e PO09 de 60% (600 €), ou seja um aumento global de 28%. Já as alterações verificadas nos valores dos seguros são praticamente insignificantes.
 
Existem outras matérias nos Anexos ao CO N.º 1, que serão comentados em próximos textos, pois são indicadores preciosos, do planeamento que se seguirá.
 
O Banhadas Andebol

6 comentários:

Jorge Almeida disse...

1º) Qual é a razão do aumento de 60% dos gastos com arbitragem na PO09 numa só época?

Equiparam os gastos da PO09 com a PO02 e a PO04, mas esquecem-se que ao contrário das outras 2 provas, todas as equipas da PO09 têm de se deslocar a todo o território nacional durante toda a época, e não numa só parte da época. Nisso, a PO09 só têm paralelo com a PO01, que paga 2,5 mais que a PO09. Mas, muito provavelmente, a média das equipas da PO01 tem orçamentos muito maiores que 2,5 os orçamentos das equipas da PO09, logo poderão pagar com mais facilidade os 1.500 € que as equipas da PO09 poderão pagar os 600 €.

Parece que a malta da Calçada da Ajuda pensa que as equipas da PO09 andam a nadar em dinheiro ...

Mesmo para as outras provas, os aumentos anunciados são muito acima da inflação anual.

2º) Fora de tópico:

No Mundial Sub20, uma boa vitória contra a Suécia, um resultado apertado contra a Hungria (os húngaros chamaram-lhe "vitória à rasca" no seu sítio), e uma derrota pesada contra a França (nervos da estreia, possivelmente).

Estes 2 últimos resultados enchem o ego, mas só temos 2 pontos. Não serviram de nada se não ganharmos ao Japão e à RD Congo.

Hoje em dia, nenhum jogo está ganho antes da buzinadela final. Força nas canetas, meninas. Não pode haver relax contra estas 2 equipas.

Anónimo disse...

Penso Que o PO40 deve ser referente ao campeonato de veteranos

Interrogações disse...

Bem o aumento das taxas deve estar justificadas na medalha ao peito do Entrevistado do Mês na revista da APAOMA...

Aquela pessoa que diz que dirige o CA... A instituição fantasma que anda no andebol tal como a Associação de Classe para promover méritos individuais... e não para zelar pela Modalidade, Arbitragem e Árbitros. tal é o despudor com que tratam os atletas, dirigentes e treinadores que trabalham durante a semana para serem premiados ao fim de semana com Arbitragens que nada de bom trazem exceto quando terminam os jogos...

"No CA só existe uma equipa"... realmente começar a entrevista com uma anedota... Para formar uma equipa é necessário que existam membros para a formarem... Dos 5 eleitos quantos serão os que ainda "realmente" estão presentes... Um presidente de poderes centrados, autocráticos, com voto de qualidade deve dar mais que um de certeza... mesmo por volume também podemos assumir o mesmo...

Até porque depois diz: "Não defendo a utilização deste método de Hondt para eleições futuras do CA" (leia-se equipa? não existe... e se é para mandar basto lá eu para depois não ter ninguém a minar as decisões)

"Sujeitar ao escrutínio à posteriori" e porque não agora? Já? Todos temos de concordar que seria a melhor opção para a Arbitragem e sobretudo para o Andebol...

"(...) retribuir o que a modalidade nos ensinou..." por favor indique-nos essa Escola... Deve certamente figurar no último lugar do ranking das escolas nacionais... Não deve haver pior.

"(...) em equipa, poderíamos acrescentar valor..." obviamente da parte dos gastos, certamente se prestassem contas perceberiam para onde são canalizadas as verbas... Ajudas de custo que tanto ajudas...

"Em 17 meses (...) balanço (...) positivo" Desculpem mas não entendemos aonde? Certamente só no seu Mundo utópico e sem o mínimo de atenção à realidade pensar desta forma... Tudo está pior e tendencialmente ficará ainda pior continuando com este rumo.

"Iniciamos com 45 duplas nacionais e após 17 meses temos 75 e vamos a caminho das 80"... Que seja público e mesmo contando com as promoções honoris causa no final de época... Deve andar perto das 70 e não acima das mesmas... claro que o Presidente do CA conta ainda com os desistentes, se calhar. Realmente não deixa de ser triste ver que quem comanda desconheça na realidade quem comanda?! Ou será que conta com os outros agentes da modalidade que andaram a arbitrar nos encontros nacionais de Infantis? Nem sequer como árbitros estão inscritos.

"alterámos o Título XV do GR da FAP e AR por forma a tornar mais ágil a gestão diária da arbitragem"... Exatamente alteraram algo que não se propunham cumprir... Mas porque alterar algo que não faziam menção de cumprir.

"(...) no nível 1 dos quadros nacionais, se puder jogar e arbitrar"... de tal forma que o o atleta arbitrou às 12h e no mesmo dia o árbitro jogou às 18h na Andebol 4... realmente cada vez que fala ganharia IMENSO em ficar calado... Ou se fala sem conhecimento de causa... Realmente deveria reunir uma equipa mais competente.

"(...) estamos presentes em todos os cursos de formação"... não vemos a necessidade de ser plural... Realmente não devem existir pessoas competentes nas Associações Regionais / Quadros Nacionais (Delegados) em quem delegar estas competências... Mais à frente perceberemos o porquê...

"(...) acompanhamos "a par e passo" todos os departamentos regionais de arbitragem"... pois por isso é que temos outros agentes da modalidade a fazerem de árbitros de forma regular... e Associações Regionais que organizam competições delegadas sem árbitros inscritos para as mesmas e depois confiam nessas mesmas AR para indicarem agentes da modalidade / árbitros não inscritos para os encontros nacionais (realmente é uma festa de desorganização e manifesta incapacidade para gerir a Arbitragem e a Modalidade).

Interrogações disse...

"(...) o CA conta e trabalha com mais duplas para os principais jogos do que existia anteriormente"... até podem dizer que têm 70 duplas mas é preciso assumir que não terão mais de 4 duplas para arbitrar os principais jogos de andebol Nacional... (Nem todas as internacionais têm capacidade para arbitrar os principais jogos... tal como demonstrarem nesta época...)

"(...) avaliar em muito melhor condição os candidatos" realmente não era boa política observar árbitros em festas do andebol mas a forma como são avaliados e por quem são avaliados... isso sim deixa bastante a desejar... tal como o próprio se recusa a avaliar publicamente.

"(...) de forma muito transparente..." porque foi deixada de publicar a listagem de dispensas e impedimentos? Isso sim era transparência... Porque depois ninguém entende porque não estão colocadas as melhores duplas nos melhores jogos...

"Contestam basicamente a competência de algumas arbitragens..." "(...) são mais as vezes em que não têm razão..." realmente uma anedota. As arbitragens manifestam semanalmente o estado de espírito dos árbitros, desinteressados e desmotivados para desempenho das funções... O Presidente do CA não vê? Não ouve? Não sente? Realmente quem não se sente não é filho de boa gente...

"Nós acreditamos nesta política de nomeações e esta será para manter"... realmente se é para manter as barbaridades que temos vindo a expor... Por favor Abdiquem... Sujeitem-se ao sufrágio... Pode ser que assim percebam o alcance dos Vossos Erros. "(...) excelente arbitragem da última final da Taça de Portugal Masculina" ora bem... acho que merecem todo o respeito o Rodrigues/Capela, até porque era para ser a sua despedida... mas dizer que foi excelente?! Por favor o Presidente do CA que não observe duplas de Andebol... Os seus conceitos estão bastante alterados... era do calor...?! De todas as situações já expostas na falta de critério das nomeações porquê insistir num erro colossal?!

Agora a resposta mais lacónica de todas... e de certeza que não é uma verdade incontestável... "Penso que no Grupo 4 estão as duplas possíveis neste momento e não conheço casos de injustiça, ou seja, alguém que já merecesse estar no topo e ainda não está." Mas certamente conhece muitas duplas que lá estão mas demonstraram que não têm competência para lá estarem... Mas a propósito o Título XV fala em Nível 4 e não Grupo... Uma mera inconsistência de transcrição da entrevista e não erro do Presidente do CA...

"(...) o papel das nomeações é dotar os jogos de duplas capazes e competentes face ao grau de dificuldade conhecidos dos jogos..." discurso... balelas... e tretas... A realidade... Critérios de nomeação regionalistas e locais onde se privilegia a nomeação de árbitros da própria AR... Que competência esta... "(...) compete ao nomeador" mas quem é o nomeador? Se calhar também precisa de ser transparente e público e assumir quantas pessoas nomearam nesta época desportiva...

"(...) tentaremos contar com a presença de mais uma figura"... Mas o presidente do CA, como o próprio diz, vai estar presente... Existirá figura melhor para vender os seus próprios feitos... Vender o Gelo aos Esquimós (Árbitros e Delegados/Observadores) o problema é que estes mesmo com o frio que está compram...

Interrogações disse...

"(...) mentor regional..." sim senhor... uma figura que irá imergir de onde? dado que depois diz que... "Não vou classificar o corpo de observadores publicamente..." Será que pode falar dos árbitros publicamente mesmo que depois lhes liga a ameaçar fazer a folha...?! Dizer como disse nesta entrevista da Arbitragem excelente... e depois os observadores? Assumir que são um apêndice desnecessário? Isso não? Delegados e Observadores que usam o título para se pavonearem nos Pavilhões de Portugal sem respeito pelas entidades envolvidas... Muitos deles são observadores não por competência mas por antiguidade... Outros são observadores sem serem testados... Delegam e Observam sem passaram pelos escrutínios nem figurarem nas listas... Isto também diz no Título XV...?

Será que não seria aconselhável o presidente do CA ler o Título XV que redigiu (supostamente) ou pelo menos leu antes de propor à Direção da FAP?
Porque continua o Presidente do CA a ter uma visão utópica de uma realidade inexistente?
Porquê insistir em mais do que estes 17 meses de involução e estorvo ao desenvolvimento da arbitragem?
Será que esta "equipa" não merecia ser sufragada? Para realmente perceber que estão TODOS descontentes com o seu desempenho? (Atenção nada de oferecer viagens ao Catar para conquistar votos...)
Porque será que a Direção da FAP mantém o seu apoio apesar da consecutiva tomada de decisões lesivas para a Arbitragem?
Porquê permitir delegação de Competências em AR que não têm competência para os departamentos de Arbitragem fazerem a gestão diária dos Árbitros? Não têm recursos humanos (inscritos) para arbitrarem as provas não fixas... Onde estará escondida a verdade desportiva?!

Muitas interrogações para pensarmos até 31 de Julho... Altura em que termina a época vigente... Dia 1 de Agosto já precisávamos de um NOVO RUMO para a Arbitragem e para o ANDEBOL. Esperemos que a Direção da FAP assuma os seus deveres e promova o afastamento deste CA por incumprimento do Título XV em diversos itens.
Uma nova época um NOVO RUMO para a Arbitragem com pessoas competentes e capazes que poderão dar MUITO de bom e melhor para a Arbitragem e Andebol. Pessoas com a Experiência e Capacidades que muitos já demonstraram não as ter... Esperemos por esta Mudança de paradigma no Andebol Nacional por MAIS e MELHOR Arbitragem e ANDEBOL.

Anónimo disse...

Continuam as pausas prolongadas nos campeonatos.
A PO11, por exemplo, vai estar 3 meses parada entre a 1ª e a 2ª fase.
PO03 e PO08, mês e meio.
E ainda falta vêr os planeaementos regionais.
Depois andam a fazer jornadas duplas e quando os prazos estão a acabar é despachar os jogos todos numa corrida.