gal vence

- Vamos encher os Pavilhões - mas com dignidade a Modalidade merece
Calendário e Resultados na Barra Direita

terça-feira, 16 de dezembro de 2014

Crónica de Fim-de-semana No Feminino – 12 – 2014 / 2015

Regresso às crónicas exclusivamente dedicada ao Feminino, depois do interregno verificado para a disputa do Apuramento para o Play OFF do Mundial de 2015. 
 
Repetimos e reforçamos o nosso pedido nas últimas crónicas e deste modo continuamos a aguardar que algum dos nossos habituais leitores se disponibilize para dar uma continuidade às crónicas sobre o andebol em especial no feminino, estamos abertos á mesma. Felizmente já estão a ser recebidas algumas colaborações, o que agradecemos, mas são poucas, esperamos mais e muitas mais, obrigado. 
 
PO09 – Campeonato Nacional da 1.ª Divisão Seniores Femininos.
 
1.ª Fase – Resultados
10.ª Jornada
CA Leça 24 – 22 Juventude Mar
Madeira SAD 22 – 20 Colégio Gaia
JAC-Alcanena 42 – 20 Juventude Lis
Alavarium 20 – 21 João Barros
CS Madeira 21 – 21 Maiastars
Passos Manuel 21 – 27 Alpendorada (20H00)
11.ª Jornada
Alpendorada 25 - 29 JAC-Alcanena (antecipado)
CS Madeira 28 – 26 Colégio Gaia
Alavarium 34 – 20 Juventude Mar
Madeira SAD 25 – 26 Maiastars
Dia 20-12-14
CA Leça - João Barros (17H00)
Dia 27-12-14
Juventude Lis - Passos Manuel (16H00)
 
Regresso na prática quase com uma jornada dupla, mas por que estamos numa fase da prova em que os jogos são disputados desta forma, por motivos saudáveis, a presença na Europa dos Clubes Portugueses e os diversos estágios de seleções que irão decorrer. Temos ainda de referir, que jogos houve que se disputaram no dia 15-12-14, por terem sido adiados, face às condições climatéricas, que não permitiram ás equipas continentais estar no Funchal a tempo e horas
 
Na nossa opinião a grande surpresa da jornada esteve na prestação do Maiastars no Funchal, em jornada dupla, onde venceu o Madeira SAD, o que só por si constitui a grande surpresa da prova até ao momento, fazendo história como alguns dizem, como ainda no dia seguinte obteve um excelente igualdade diante o CS Madeira. No jogo com o Madeira SAD o equilíbrio foi uma das grandes dominantes do encontro, com o Madeira SAD a vencer ao intervalo por 13-10. Mas uma segunda parte cheia de determinação e garra, levaram as maiatas a assumir o comando do marcador, chegando a desfrutar de uma vantagem de 5 golos. A resposta das madeirenses, acabou por não ser suficiente, para as levar á vitória. Destaque neste encontro para as jovens Erica Tavares na equipa madeirense que com 12 golos foi a sua melhor marcadora, e para Diana Oliveira nas maiatas com o mesmo número de golos foi a sua melhor marcadora. Apenas como curiosidade dizer que neste jogo se verificara 19 exclusões, e não foi um jogo violento. No dia seguinte as maiatas sentiram o esforço feito na véspera e não foram além de um positivo empate com a outra equipa madeirense o CS Madeira, num encontro, todo ele de grande equilíbrio, conforme prova o resultado ao intervalo, onde já se registava uma igualdade a 10 golos. Diana Oliveira com 9 golos foi novamente a melhor marcadora da sua equipa, enquanto nas madeirenses foi Maria Rodrigues igualmente 9 golos a sua melhor marcadora. Jornada dupla e cansativa para as maiatas, mas bastante proveitosa, e que poderá trazer bons dividendos em termos futuros. 
 
A outra equipa que se deslocou às ilhas para cumprir jornada dupla, foi o Colégio de Gaia, de quem se esperava certamente um maior rendimento, mas que foi derrotada nos dois jogos e pela mesma margem dois (2) golos, o que imediatamente lhes retirou qualquer hipótese de ser “cabeça de série” no sorteio dos 1/8 Final da Taça de Portugal. No primeiro jogo que disputaram foi diante o CS Madeira, pelos motivos já descritos, e ao intervalo já se registava uma diferença de dois (2) golos a favor das madeirenses, o que prova o grande equilíbrio com que foi disputado encontro. A “veterana” da equipa Sara Gonçalves com 8 golos foi a melhor marcadora madeirense, enquanto Vanessa Silva e Ana Gante, ambas com 8 golos foram as marcadoras de serviço do Colégio de Gaia. No dia seguinte diante o Madeira SAD, tentaram aproveitar o desaire que as madeirenses tinham sofrido na véspera, mas pelo contrário estas retificaram o seu comportamento e em mais um encontro de grande equilíbrio, apenas no resultado final, pois se ao intervalo a equipa das Ilhas vencia por 13-8, o diferencial final de apenas dois (2) golos diz tudo. Mais uma vez a jovem Erica Tavares com 10 golos foi o “abono de família” das madeirenses, enquanto no Colégio de Gaia desta vez foi a experiente Bebiana Sabino a melhor marcadora com 7 golos. Um fator que consideramos negativo neste encontro, foi o de apenas quatro (4) atletas terem concretizado pelas continentais. 
 
A Juventude Mar, que luta por evitar a despromoção, também teve uma jornada dupla, perdendo os dois encontros, um na condição de visitante onde defrontou outra equipa que luta pelos mesmos objetivos o CA Leça. Foi um encontro de enorme equilíbrio, com a equipa de Esposende a chegar ao intervalo na frente do marcador pela diferença mínima (13-12). Mas a equipa visitada nunca se deu por vencida e terminou como vencedora. Destaque neste encontro para os 13 golos marcados por Daniela Mendes do CA Leça, que deste modo foi a melhor marcadora da equipa e do encontro, enquanto na Juventude Mar os golos foram distribuídos por diversas marcadoras. No segundo confronto da jornada dupla as jovens de Esposende defrontaram igualmente como visitantes o Alavarium, precisamente uma das equipas que no presente omento é considerada uma das melhores equipas do Andebol Feminino. A Juventude Mar ainda durou 30 minutos, e ao intervalo apenas perdia por dois (2) de diferença (14-12). Mas um segundo período de jogo de total domínio das aveirenses, levou ao resultado final. No Alavarium onde pontificam Isabel Góis uma das melhores guarda-redes nacional (na nossa Opinião) Mónica Soares que com 8 golos foi a melhor marcadora do encontro e da equipa, e uma Mariana Lopes que com 7 golos, também contribui e bem para o diferencial final. Na equipa da Juventude Mar, mais uma vez os seus golos foram distribuídos por diversas atletas. Com estas duas derrotas, apesar de ainda haver uma segunda volta para disputar, a vida para esta equipa não está fácil, em termos de manutenção. 
 
O Alavarium, que também fez uma jornada dupla, disputou na véspera do jogo descrito anteriormente o João Barros e perdeu pela diferença mínima, com a sua PD a um minuto e trinta segundos do fim do jogo a falhar a igualdade. Foi um jogo de grande equilíbrio, embora a equipa das meirinhas tenha estada grande parte do tempo de jogo no comando do marcador, com as aveirenses a lutarem pelo resultado até á exaustão. O resultado ao intervalo já era favorável ao João Barros por 12-10. Nos segundos 30 minutos de jogo, a equipa de Pombal chegou a ter três golos de vantagem, mas a reação sempre positiva do Alavarium levaram a que os minutos finais fossem disputas debaixo de um clima de “nervos”, em que os que foram na nossa opinião mais “inteligentes”, acabaram por vencer. Dizer que o João de Barros termina o encontro com a apenas 4 jogadoras de campo, sendo uma das exclusões atribuída ao banco, mas aqui, conseguiu-se que o tempo passasse, e a vitória na escapasse. Temos de dizer que atletas houve, que fizeram um grande jogo de ambos os lados, pois qualidade é o que não falta a ambos os planteis, como Mónica Soares (6 golos) Ana Rita Neves (6 golos) e Mariana Lopes (4 golos) no Alavarium, e Maria Pereira (9 golos) e melhor marcadora do encontro, por exemplo pelo João Barros. 
 
Em Alcanena, o JAC recebeu e venceu de uma forma clara a equipa da Juventude do Lis. A equipa de Alcanena vinha de uma série de vitórias e queria acabar a primeira volta do campeonato com mais uma (já jogou a 11ª jornada com o Alpendorada), mas para tal era preciso vencer uma equipa que conhece bem. Mas diga-se de passagem que a equipa da Juventude do Lis é mesmo uma sombra das épocas passadas e apenas resistiu os primeiros 10 minutos do jogo (5-5 aos 10 minutos). A partir daqui o JAC começou a distanciar-se no marcador chegando ao intervalo a vencer por 19-10. Na segunda parte, o sentido de jogo foi o mesmo e a melhor condição física da equipa de Alcanena permitiu-lhe vencer tranquilamente por 42-20. A primeira linha da equipa da casa esteve com a pontaria bastante certeira onde Neuza Valente com 9 golos foi a melhor marcadora do encontro. Com este resultado o JAC fica em 4.º lugar. A Juventude Lis, acaba a 1ª volta do campeonato abaixo da "linha de água" e na segunda volta muito tem que fazer para evitar a despromoção. Além das saídas de jogadoras importantes, e segundo consta a equipa de Leiria está com muitas dificuldades em ter as atletas a treinar e os resultados não podem ser positivos. 
 
Para terminarmos esta crónica, apenas nos falta referir o Passos Manuel / ARC Alpendorada, com a equipa lisboeta a ser surpreendida, e a sofrer uma justa derrota em casa, depois de ao intervalo já se encontrar a perder por 14-12. A equipa do Alpendorada com este resultado ascende ao 8.º lugar da classificação e luta por um lugar no Play OFF. Destaque neste encontro para os 9 golos de Carolina Santos do Passos Manuel, mas que se mostraram insuficientes para levar a sua equipa a obter um resultado mais positivo. Enquanto no Alpendorada a jovem Josiane Costa com 7 golos foi a sua melhor marcadora, estando muito bem acompanhada por Tânia Braga (6 golos). 
 
Comanda esta Fase o Madeira SAD com 29 pontos, seguido do João de Barros com 28, mas menos um jogo, seguidos do Alavarium com 28 pontos, em último lugar está conforme já referimos a Juventude do Mar e Passos Manuel (com menos um jogo) com 14 pontos, antecedidos pela Juventude Lis com 15 pontos, e também menos um jogo. 
 
O Noticias

12 comentários:

Jorge Almeida disse...

Só para actualizar a informação que prestei ontem:

Os sérvios do RK Vojvodina Novi Sad, adversários do FC Porto na Taça EHF, vão jogar na próxima 5ª 18-12-2014 (depois de amanhã), a partir das 16:00 de Portugal Continental, em casa dos húngaros do Veszprém, para a SEHA GSS League. O jogo está previsto ser transmitido em direto pela TV húngara DIGI Sport e pela TV sérvia Arenasport 1.

Anónimo disse...

parabens por pelo menos manterem na ordem do dia o andebol feminino. posso estar ou não em acordo com o teor das mesmas mas louvo o esforço, e alguns mais poderiam colaborar.

Anónimo disse...

Excelente análise dos boletins de jogo, o que não quer dizer que seja o que se passou nos jogos.
As atletas com mais golos podem não ser as atletas em destaque, pois podem ser marcadoras de livres de sete metros, por exemplo...
Como diria o saudoso Fernando Pessa "E esta hein...."

Jorge Almeida disse...

Análise das possibilidades de passagem às meias-finais do Europeu Sénior Feminino Hungria e Croácia 2014:

Hoje é a ultima jornada do Main Round, quer para Grupo I, quer para Grupo II. As classificações e resultados actuais de cada grupo podem-se ver nos seguintes links:

(Grupo I) http://huncro2014.ehf-euro.com/schedule-results/final-tournament/main-round/group-i/

(Grupo II) http://huncro2014.ehf-euro.com/schedule-results/final-tournament/main-round/group-ii/

No Grupo I, a Noruega tem uma vantagem de 3 pontos sobre o 2º classificado, pelo que já assegurou a passagem às 1/2 finais como 1ª classificada desse grupo.
O restante lugar nas 1/2 finais dado por este grupo disputa-se no jogo entre a Dinamarca e a Espanha, a começar às 17:15 de Portugal Continental. Às "guerreras" espanholas só interessa a vitória. Qualquer outro resultado as atira para fora das 1/2 finais. Este jogo é, na prática, um jogo de Quartos-de-final.
Polónia está fora das contas, com 0 pontos. As romenas também já não podem chegar às meias-finais porque, caso ganhem, somam os 5 pontos da Dinamarca, sendo que a derrota das Dinamarquesas significa que as "guerreras" espanholas ficaram com 6 pontos e com o lugar nas meias-finais. O mesmo se aplica para as anfitriãs húngaras, pois a eventual vitória contra a Noruega implica somarem 6 pontos, sendo que essa pontuação será sempre igualada ou até ultrapassada por Dinamarca ou Espanha, equipas com as quais as húngaras perderam no confronto direto.

No Grupo II, o Alemanha vs Eslováquia vai ser entre as 2 únicas equipas deste grupo que já não podem chegar às 1/2 finais. Começa 15 minutos antes que o Dinamarca vs Espanha do outro grupo, pelo que já se sabe qual vai ser o jogo mais seguido nesse horário ...
Neste grupo, o jogo Suécia vs Montenegro (começo às 14:45 de Portugal Continental) determina as hipóteses das restantes 4 equipas.
A vitória sueca leva as nórdicas a apurarem-se para as 1/2 finais como 1ªs do grupo (e a assistirem de camarote ao Dinamarca vs Espanha depois do banho), e deixa as actuais campeãs europeias em título à mercê de Holanda e de França, pois, com esse resultado, quem ganhar o jogo entre tulipas e gaulesas passa como 2ª do grupo e põe as montenegrinas a dizerem adeus às faixas de campeãs.
O cenário de vitória sueca e empate entre Holanda e França põe estas 2 equipas empatadas em pontos com as montenegrinas. Nesse cenário, passavam as Francesas às 1/2 finais, pois ganharam por 4 ao Montenegro, sendo que estas, por sua vez ganharam por 4 à Holanda.
Fora o cenário de vitória das suecas, o empate serve ao Montenegro caso as Francesas não ganhem à Holanda, e aí as actuais campeãs europeias apuravam-se atrás das suecas.
A vitória do Montenegro faria as balcânicas passarem em 1º do grupo, eliminaria a França (neste caso, a vitória das gaulesas face às tulipas poria-as em igualdade de pontos com as suecas, sendo que a França perdeu com a Suécia por 3) e obrigaria a Holanda a ganhar por uma goleada à França para passar em 2º (uma vitória das tulipas poriam-nas em igualdade de pontos com as nórdicas, sendo que o resultado entre ambas as equipas foi um empate a 30. Nesse caso, a diferença de golos geral actual da Holanda é de +3 golos, sendo que as Suecas têm +13 golos, sendo que as nórdicas têm mais golos marcados, pelo que a derrota tangencial hoje das suecas obrigaria as holandesas a ganharem às francesas por 10 ou mais golos para ultrapassar essa diferença).

Assim sendo, em termos de interesse para apuramento para as 1/2 finais, recomendo:

14:45 - Suécia vs Montenegro - Grupo II - http://www.laola1.tv/en-int/live/women-s-ehf-euro-main-round-group-2/260580.html

17:15 - Espanha vs Dinamarca - Grupo I - http://www.laola1.tv/en-int/live/spain-denmark/260583.html

19:15 - Holanda vs França - Grupo II - http://www.laola1.tv/en-int/live/women-s-ehf-euro-main-round-group-2/260589.html

Espero qe não me tenha enganado nas contas. Caso contrário, digam.

Anónimo disse...

Vou fazer um reparo aos analistas dos jogos que informam os resumos precários ao banhadas e eventualmente também ao andebol feminino.
Não é agradável para um plantel, haver notoriedadede apenas às melhores marcadoras nos jogos, quando muitas vezes esse destaque despromove a qualidade de outras atletas influentes.
A grande lacuna das selecções, é convocarem apenas atletas que marcam muitos golos (erro de palmatória), deixando um grande défice, na falta de atletas, com visão de jogo, control de jogo e construção de jogadas eficases. São poucas as atletas rematadoras que seguem uma construção de jogada eficás. A maioria é a ganância do remate de qualquer maneira que não resultou e destroi quem estava a construir a jogada.
Os interesses teêm que ser postos de parte..., tem que haver neutralidade nas decisões.
Pensem nesta minha modesta opinião que apenas quer engrandecer o andebol feminino.

Anónimo disse...

Obviamente que todos aqueles e aquelas que marcam muitos golos tÊm que ser destacados, ou ganham-se jogos sem meter as bolas na baliza?? Mesmo quem marca muitos de 7m tem o seu mérito, pois é preciso efectivamente marca-los e nem todos o conseguem.

Há também que destacar quem tem participações positivas nos encontros, mas não tendo o Banhadas essas informações, pouco mais poderá fazer.

Não venham é desculpar convocatórias ridiculas, que servem os interesses dos amigos/amigas, com as fichas de jogo, pois há muitas jogadoras que marcam muitos golos por jogo e não vão Às seleções e também aquelas, que nem um por jogo marcam e passam lá a vida.

Anónimo disse...

Concordo perfeitamente com o anónimo das 23:08.
Se querem divulgar golos, divulguem de todas as jogadoras que marcam, teêm o mesmo direito de destaque. As boas jogadoras nem sempre são as que mais marcam..., cuidado.

Anónimo disse...

Concordo plenamente com os comentários que aqui estão sobre se dar destaque ás melhores marcadoras quando se devia analisar a equipa assim por alto, mas no entanto gostava de perguntar a quem os fez, se enviaram para o email do Banhadas a sua opinião e análise sobre os jogos. Se o Banhadas receber só uma análise sobre um jogo, é obvio que vão-se basear só nela. Enviem mais análises para que se possam preencher as lacunas de que falam.

Anónimo disse...

Não queiram desculpar as convocatórias: vergonhosa a prestação da seleção de juniores b no torneio do gaia em setembro e prepara-se novamente para má prestação. atletas convocadas apenas por amizades, altura e sem qualquer outro critério. Ao menos que o europeu que está a decorrer servisse para iluminar a mente da seabra.
Depois confusão nas juniores a: 1º convoca-se uma atleta que não treina nem joga, para 1 dia antes do estágio a desconvocarem (mariana do alavarium); 2º convoca-se uma junior b, sem qualquer categoria para este andamento (loureiro) e deixa-se uma diana oliveira de fora (ainda que nas juniores b)! além destas parece-me que resende, maria ramos e a rapariga do cs madeira não tem nível para as juniores a, o que prova que o gaia parece mesmo ter cotas nas seleções jovens, como dizem os responsáveis do clube quando abordam as atletas dos outros clubes.

Anónimo disse...

A melhor jogadora por vezes marca poucos ou ate nenhum golo.
Veja-se os exemplos das melhores jogadoras no europeu.
A melhor jogadora da espanha na meia-final foi a GR Silvia Navarro.
Aprendam com as e os melhores.
Vejam jogos internacionais e depois vao perceber as vaidades que por ai' andam.
Espero uma segunda volta muito disputada. A nivel de competitividade o campeonato esta bom, mas a qualidade de jogo nem por isso.

Anónimo disse...

Imaginem quem deve ter feito o comentário das 11:03 para não criticarem as meninas da madeira sad na convocatória que tb andam ai a marcarem passo a exceção da érica tavares. Essas cá vão sempre mesmo sem se destacarem no próprio clube pois devem ter luugares eternamente reservados na seleção! Tenham respeito pelas jogadoras e não julguem ninguém sem antes analisarem o que têm entre portas!

Anónimo disse...

Queria chamar a atenção as certas mal amadas que a jogadora do alavarium saiu da convocatória da seleção dois dias depois da publicação e que quem saiu da convocatória no dia anterior ao estágio foi a guarda-redes do colégio de gaia (jéssica ferreira)!