gal vence

- Vamos encher os Pavilhões - mas com dignidade a Modalidade merece
Calendário e Resultados na Barra Direita

terça-feira, 10 de fevereiro de 2015

Crónica de Fim-de-semana – 15 – 2014 / 2015 – IV

Crónica de fim-de-semana dedicadas à PO04, com a disputou a 15.º Jornada que corresponde á 6.ª jornada da 2.ª volta da 1.ª Fase da Prova. 
 
São diretamente aprovados para a Fase Final os 3 primeiros classificados em cada zona da 1.ª Fase.  
 
PO04 – Campeonato Nacional da 1.ª Divisão Juniores Masculinos. 
 
Zona Norte
15.ª Jornada
Águas Santas 29 - 30 FC Gaia
AA Avanca 28 - 27 GC Santo Tirso
FC Infesta 23 - 28 Xico Andebol
Alavarium 21 - 30 FC Porto
Ismai 26 - 45 ABC 
 
Já Apurados para a Fase Final – Águas Santas e ABC 
 
A grande surpresa da jornada, verificou-se na Maia, mais propriamente dito no pavilhão do Águas Santas, onde a equipa local sofreu a sua primeira derrota diante um FC Gaia, que vêm efetuando uma excelente prova, face ao que era previsível que fizesse. Foi um dos únicos jogos onde o resultado ocorrido na 1.ª volta foi retificado com a curiosidade de ser também pela diferença mínima. Não esquecer que foi o único encontro da jornada com ocorrências disciplinares relatadas, com 15 exclusões e 1 desqualificação direta. O FC Gaia que ao intervalo já vencia por 24-19, teve no segundo período de jogo de suportar a forte reação dos maiatos, que mesmo assim foi completamente insuficiente para evitar a derrota. Pedro Vieira com 6 golos foi o melhor marcador do Águas Santas, enquanto pelo FC Gaia os suspeitos do costume Pedro Camara com 9 golos foi o melhor marcador da equipa e do jogo, sendo bem acompanhado por Luís Carvalho com 7 golos. Apesar da derrota a equipa maiata, já garantiu a 3 jornadas do fim desta fase o apuramento para a Fase Final da Prova. Em Avanca, realizou-se o outro encontro da jornada onde o equilíbrio foi a principal dominante, com a equipa da AA Avanca e defrontar e a vencer o GC Santo Tirso, pela diferença mínima, e com este resultado sendo juntamente com o ´FC Gaia, as únicas equipas a retificarem os resultados da 1.ª volta. O resultado no final dos 30 minutos iniciais, já era um perfeito indicador do equilíbrio que se verificava, sendo no entanto já favorável á equipa da região de Aveiro por 14-12, a resposta sempre positiva dos tirsenses, apenas permitiu que a equipa de Santo Tirso, atenua-se o resultado final, para a diferença mínima. Miguel Batista com 6 golos foi o melhor marcador da AA Avanca, enquanto Bernardo Gomes do GC Santo Tirso com 1 golos foi não só o melhor marcador da sua equipa como de todo o jogo. Estas equipas, neste momento, apenas estão a amealhar pontos para a Fase seguinte da prova. Nos restantes três jogos, verificaram, os resultados previsíveis, com vitórias expressivas das principais equipas. Destacando-se no entanto a vitória do Xico Andebol em Infesta diante o FC Infesta que na jornada anterior tinha surpreendentemente vencido o FC Porto. O Xico Andebol, venceu e obteve um significativo alívio na sua pontuação e na classificação nesta Fase da Prova, tentado conforme já foi dito amealhar o máximo de pontos possíveis para a Fase seguinte da prova, onde a sua prestação se têm pautado por uma enorme irregularidade competitiva. O equilíbrio apenas se verificou durante os primeiros 30 minutos e mesmo esses, foi apenas até os vimaranenses passarem para a frente do marcador, situação que mantiveram até final do encontro, apesar de intervalo chegar com um diferencial de apenas 3 golos a favor do Xico Andebol 16-13. No segundo tempo, o Xico manteve o discernimento suficiente para não deixar fugir o comando do marcador e terminar com uma vitória sobre u dos últimos classificados da zona. Uma nota de curiosidade apenas para os 6 livres de 7 metros não concretizados pelo FC Infesta, num jogo onde se verificaram 12 exclusões e 2 desqualificações diretas, mas não existe relatório de ocorrências disciplinares. Pedro Silva com 6 golos foi o melhor marcador do FC Infesta, sendo Francisco Magalhães do Xico Andebol com 7 golos marcador o melhor marcador do encontro e da sua equipa com o seu colega Paulo Castro a marcar 6 golos. Em Aveiro o Alavarium um dos últimos classificados, recebeu o FC Porto, sendo claramente “batido pela equipa portista, que se apresentou neste encontro disposta a não perder para ainda ter condições de poder discutir o apuramento para a Fase Final, que provavelmente será discutida com o FC Gaia (na nossa opinião). Construiu um resultado praticamente no primeiro tempo, quando chegou ao intervalo a vencer por 15-7. No segundo tempo e apesar da gestão do plantel e do marcador a sua superioridade nunca esteve em dúvida. As equipas terminaram o encontro com os seus golos a serem bastante distribuídos pois foram 10 os atletas de cada equipa a concretizarem golos. Em mais um encontro disputado na Maia, o Ismai recebeu o ABC, que se apresentou com todos os seus principais atletas, foi confirmado o resultado verificado na 1.ª volta, e com esta vitória a equipa bracarense garantiu já o seu apuramento para a Fase Final, ficando assim em discussão o último lugar de apuramento da zona, que em termos matemáticos ainda está ao alcance 2 equipas (FC Gaia, FC Porto, ao não incluirmos o Ismai, teve por base o sistema de desempates, pois mesmo em caso de igualdade com o FC Gaia, teria sempre uma diferença negativa em golos “7”), este apuramento é explicado com base no seguinte critério, o ABC têm neste momento 41 pontos, a 3 jornadas do fim, mesmo que perca todos os jogos fará sempre 44 pontos, o 4.º classificado na zona têm neste momento 34 pontos, mesmo que vença os 3 jogos que faltam apenas fará 43 pontos, assim não existem dúvidas sobre o apuramento dos bracarenses. O domínio do ABC que se materializou a partir de uma igualdade a 9 golos, ao assumir de uma forma clara o comando do jogo e do marcador que ao intervalo já registava uma vantagem de 7 golos (23-16), para no segundo período de jogo se concretizar e assumir-se como autêntica goleada. João Ramos com 10 golos Foi o melhor marcador do Ismai, seguido por Nuno Carvalhais com 6 golos. No ABC João Barbosa com 10 golos e melhor marcador da equipa, logo seguido de Diogo Branquinho e Rui Rolo com 6 golos cada. 
 
A classificação ficou assim ordenada: 1.º Águas Santas (42 pontos), 2.º ABC (41 pontos), 3.º FC Gaia (36 pontos), 4.º FC Porto (34 pontos), 5.º Ismai (31 pontos), 6.º AA Avanca (26 pontos), 7.º Xico Andebol e GC Santo Tirso (25 pontos), 9.º FC Infesta e Alavarium (20 pontos). 
 
Zona Sul
15.ª Jornada
Boa Hora 27 - 31 IFC Torrense
ADC Benavente 20 - 30 Benfica
Juventude Lis 27 - 25 Belenenses
São Bernardo 43 - 21 Passos Manuel
Alto Moinho 23 - 43 Sporting 
 
Já Apurados para a Fase Final – Benfica, São Bernardo e Sporting
 
Jornada disputada, com uma total confirmação de todos os resultados verificados na 1.ª volta, e tal como na zona norte apenas num jogo existe ocorrências disciplinares registadas (São Bernardo / Passos Manuel), e ao contrário da zona norte, a 3 jornadas do fim desta Fase, já se encontram definidos todos os apurados para a Fase Final (Benfica, São Bernardo e Sporting), com a equipa do Sporting que poderia ser a que criaria mais duvidas, a ser já apurada, face á derrota sofrida pelo ADC Benavente, pois a partir daqui mesmo que a equipa ribatejana vence todos os jogos em falta apenas fará 40 pontos, enquanto a equipa do Sporting, mesmo que perca os 3 jogos em falta fará sempre 41 pontos. O Encontro mais equilibrado da jornada disputou em Leiria, onde a Juventude Lis venceu o Belenenses (a fazer uma época para esquecer), que até vencia por 14-12 no final dos primeiros 30 minutos, mas uma forte reação dos leirienses, levou-os a dar a volta ao resultado e a vencer o encontro por um diferencial de 2 golos. Na Juventude Lis, mais uma vez Bruno Amaral com 9 golos foi o melhor marcador da equipa e do jogo, seguido pelo seu colega de equipa Francisco Meneses com 6 golos, pelo Belenenses Miguel Soares com 7 golos foi o seu melhor marcador. Estas duas equipas lutam neste momento juntamente com as restantes não apuradas pelo amealhar do máximo possível de pontos para a 2.ª fase da Prova, para onde transitarão com 50% dos pontos conquistados na 1.ª Fase. No pavilhão Fernando Tavares o Boa Hora recebeu a equipa da Torre da Marinha, e apesar da melhoria competitiva que têm vindo a registar, ainda não foi desta vez que conquistou os 3 pontos da vitória, continuando a ser a única equipa das duas zonas, que não contabiliza qualquer vitória. O IFC Torrense, construiu o resultado nos 30 minutos iniciais do encontro quando chegou ao intervalo a vencer por 17-11, tendo depois no segundo tempo de suportar uma excelente réplica da equipa do Boa Hora. Tiago Marques voltou a ser mais uma vez o “abono de família” do Boa Hora ao marcar 9 golos e a ser o melhor marcador da sua equipa, com Miguel Marques a seguir-se-lhe com 6 golos. No IFC Torrense novamente o “suspeito” do costume Jorge Colaço com 9 golos, foi um dos melhores marcadores da equipa, juntamente com Miguel Carlos, ambos com 9 golos. Nos outros encontros venceram todos os favoritos e por diferenças assinaláveis, sendo mesma assim o encontro onde a diferença foi menos acentuada o ADC Benavente, que recebeu o Benfica, num jogo que ao fim do 1.ª tempo já pedia por 19-9, precisamente a mesma diferença que se registou no final do encontro, devido a uma significativa melhoria competitiva dos ribatejanos conjugada com a gestão do plantel feita pelo técnico benfiquista. Um dos usuais melhores marcador do ADC, voltou a sê-lo, pois João raquel com 6 golos foi o melhor marcador da equipa visitada, por seu lado e mais uma vez (torna-se repetitivo) o melhor marcador dos encarnados e do jogo foi Gonçalo Ribeiro com 12 golos. No único encontro com registo disciplinar, a equipa do São Bernardo “cilindrou” é este o termo, a equipa do Passos Manuel, que ao intervalo já perdia por 25-9, números bastante significativos e que permitiram ao técnico do São Bernardo, fazer uma autêntica gestão do plantel no segundo tempo. Assim a equipa da Região de Aveiro a 3 jornada do fim têm o apuramento para a Fase Final completamente garantido, constituindo uma agradável surpresa e é um regresso desejado de uma equipa que sempre foi forte na formação. Rodrigo Gouveia novamente foi o melhor marcador da equipa e do jogo com 9 golos, sendo ainda de assinalar que 13 jogadores do São Bernardo marcaram golos neste encontro. Por último mais um jogo que uma equipa “cilindrou” o seu adversário foi no Alto Moinho / Sporting, com a equipa lisboeta a vencer por números que deram origem á palavra por nós usada. Parece que finalmente este conjunto de atletas existente no Sporting, quando funcionam como equipa, podem produzir mais do aquilo que tem feito até este momento. O Sporting, que chegou ao intervalo com o jogo praticamente definido, pois já vencia por 24-12, encarou o segundo período com mais calma e com o seu técnico a dar tempo de jogo aos normalmente menos utilizados. Com esta vitória, conjugada com o outro resultado já por nós referido a equipa também já garantiu o apuramento para a Fase Final. Nuno Nunes com 6 golos foi o melhor marcador do Alto Moinho, enquanto Bruno Gaspar do Sporting com 9 golos foi o melhor marcador da equipa e do jogo, com o seu colega Alexandre Pereira a marcar 6 golos, assinale-se ainda que 11 jogadores do Sporting, marcaram golos. 
 
 A classificação ficou assim ordenada:1.º Benfica (43 pontos), 2.º São Bernardo (41 pontos), 3.º Sporting (38 pontos), 4.º ADC Benavente (31 pontos), 5.ºJuventude Lis (30 pontos), 6.º Alto Moinho (29 pontos), 7.º Belenenses (28 pontos), 8.º Passos Manuel (24 pontos), 9.º IFC Torrense (21 pontos), 10.º Boa-Hora (15 pontos). 
 
O Noticias

13 comentários:

Anónimo disse...

Fica a sugestão para o SLB começar um trabalho de base de formação à imagem das ideias do prof. Carlos Cruz, o treinador Hugo Costa para os Mini e bambis

Anónimo disse...

Curioso o facto do treinador do Sporting descobrir um ponta esquerdo nos juvenis bem mais eficaz que o habitual titular para terminar veja lá também se descobre nos juvenis um lateral de nome Simão

Anónimo disse...

Grande Gaia com mais uma vitoria diante do todo poderoso Aguas Santas a fase final cada vez está mais perto foi por 1 mas apesar da violencia dos da Maia podiam ter sido por mais

Anónimo disse...

Tal como já tinha dito o Gaia corre por fora e não me admira mesmo nada que sejam Campeões Nacionais isso mesmo Campeões Nacionais.

Anónimo disse...

Anonimo das 15:17

O gaia corre por fora porque?viu o jogo?na primeira parte o gaia foi CLARAMENTE superior ao Aguas Santas.Na segunda parte baixaram um pouco nivel e a dupla de arbitragem permitiu que o Aguas batesse ( sim o que a defesa do aguas santas fez foi bater em vez de defender) a seu belo prazer nomeadamente o num 24 e o num 18( este inclusivamente tentou calcar um jogador do gaia no chao sem qualquer sançao da equipa de arbitragem )Mas para infelicidade de muitos nem isso chegou e justiça foi feita pois o mesmo num 18 acabou por ser justamente expulso e com relatorio disciplinar.
Quanto ao resto,foi uma vitoria da humildade sobre a sobranceria e 3 pontos muito improtantes na luta pela faee final

Anónimo disse...

Parabens ao Sao Bernardo pelo apuramento para a fase final ,miudos tragam o caneco para Aveiro

Anónimo disse...

Grande Gaia!
Um exemplo de como com pouco se pode fazer muito quando se consegue unir uma equipa em volta de um objectivo.
Está quase...

Anónimo disse...

O jogador excluído no Aguas - Gaia dá pelo nome de Ávila e é para mim que já joguei contra ele várias vezes o mais anti-desportista que já conheci.
Numa competição não vale tudo e mais do que vitórias o "fair-play" e desportivismo deve estar primeiro.
O tempo se encarregará de lhe fazer ver que está no caminho errado.
Sobre o Gaia está onde está por mérito próprio ao contrario de outros que esta ser levados ao colo.

Anónimo disse...

Claro que no Gaia são todos uns santinhos ou vc já se esqueceu quando meteram o termo e mesmo esse a equipa do Águas dentro de uma baliza e foi só distribuir pancada com a assistência a entrar para dentro do recinto tenha consciência pois também sou atleta e nesse dia tive medo como nunca tinha tido o que me valeu foi um ex atleta vosso o Lima que me protegeu esse sim um amigo que granjeei ao longo da minha carreira desportiva,agora vc vem falar do Ávila !!
Cresça !

Anónimo disse...

Ao anonimo de 13 fevereiro as 08:36

Pela hora do comentario o sono ainda devia ser muito. Nao vi em lado nenhum a dizer que os do Gaia eram uns santinhos,voce viu?Foi feita uma observaçao relativa ao comportamento anti desportivo do atleta em questao (cujo pai esta sempre muito preocupado com a saude dele ao ponto de querer bater sempre em tudo e todos que tocam no menino).neste jogo o atleta teve 2 condutas do mais anti desportivo que pode haver.1o a tentativa de calcar um atleta do gaia e segundo ao albarroar o mesmo atleta,desta vez sendo punido.ja agora quanto a osso deixo uma observaçao que talvez o proprio Banhadas goatasse de pesquisar:porque motivo esse atleta teve observaçao disciplinar ( cartao vermelho direto no ultimo minuto) estando inclusivamente escrito na ficha de jogo o numero de cipa do atleta,e nao aparece nada no registo disciplinar desta semana?algo a averiguar nao?uns sao filhos e outros sao enteados?

Quanto ao resto,caro anonimo,cresça voce pois tem uma mentalidade muito pequena para vir aqui com conversas de algo que nao tem nada a haver com o jogo em si

Anónimo disse...

Também era o cúmulo vir aqui dizer que o Gaia e um clube de anjinhos pois todos sabemos o que se passa naquele pavilhao desde invasões de campo agressões a torto e a direito a ultima no ano passado com o Santo Tirso e agora você que até e dos que salta lá para dentro e que devia ter juizo

Anónimo disse...

Falam do Gaia e esquecem que os RAMBOS GEMEOS jogam no AGUAS SANTAS

Anónimo disse...

Anonimo das 23:13

Primeiro não me conhece para dizer que sou dos que salta para dentro ( por acaso não estava presente em nenhum dos jogos das tas invasoes de campo)

Segundo, quem não tem telhados de vidro que atire a primeira pedra

Terceiro, a azia tem bom remédio, RENNIE

Cumprimentos