gal vence

Euro Sub-17 Femininos (Lituânia), Portugal vence a Bielorrússia por 31-24, e está na final - Mundial Sub-19 Masculino Portugal vence Japão por 34-26 e fica em 7.º Lugar - Vamos encher os Pavilhões - mas com dignidade a Modalidade merece
Calendário e Resultados na Barra Direita

domingo, 15 de fevereiro de 2015

Crónica de Fim-de-semana – 19 – 2014 / 2015 – II

Breve Crónica, dedicada á PO02. 
 
Continuamos a alertar que esta época face a uma alteração no regulamento da prova, as descidas de divisão serão consumadas no final da 1.ª fase da prova, ou seja a fase que se disputa atualmente, assumindo assim uma maior importância todos os jogos disputados. 
 
PO02 – Campeonato Nacional da 2.ª Divisão Seniores Masculinos. 
 
Resultados

Zona Norte
18.ª Jornada
Dia 14-02-15
Arsenal Devesa 31 - 24 Académico FC
São Mamede 32 - 28 FC Porto "B"
Boavista FC 30 - 24 Marítimo
AC Fafe 32 - 22 AD Sanjoanense
Santana 29 - 30 SP Oleiros
AA Avanca 33 - 18 CCR Fermentões
São Bernardo 18 - 18 FC Gaia
20.ª Jornada
AC Fafe 26 – 20 Marítimo 
 
Jornada da 2.ª volta que corresponde á 5.ª da 1.ª volta desta Fase da Prova, e ainda um jogo da 20.ª Jornada, que corresponde á 7.ª jornada da 1.ª volta, e que envolve mais uma vez o Marítimo que desta forma efetua jornada dupla, bem como o seu adversário desta jornada. De assinalar que na 18.ª jornada, se verificou uma presença significativa de espectadores nos jogos, e onde se verificaram ocorrências disciplinares, em dois encontros. De destacar que em 7 jogos disputados nesta jornada, 3 tiveram retificação do resultado em relação aos jogos da 1.ª volta. O São Mamede, venceu o FC Porto “B”, num jogo de grande equilíbrio, conforme o demonstra o resultado se verificava ao intervalo, uma igualdade a 15 golos. O resultado final foi totalmente construído no segundo período, e encerra em si mesmo a curiosidade de ser igual ao verificado na 1.ª volta, mas de sentido contrário. Com esta vitória, embora seja difícil, continuamos a dizer que face ao número de jogos que ainda falta disputar, poderão ter uma palavra a dizer na discussão pelo apuramento para a Fase Final (tal como o São Bernardo por exemplo). João Baltazar o reforço que chegou do Águas Santas, voltou a ser o melhor marcador da São Mamede e do jogo com 12 golos, com Gustavo Almeida e os seus 7 golos a ser outra das referências do São Mamede, enquanto no FC Porto, mais uma vez Miguel Alves com 8 golos foi o seu melhor marcador. Mas na nossa opinião o resultado mais surpreendente verificou-se no Bessa com a vitória do Boavista FC sobre o Marítimo, que em princípio era considerado um dos mais fortes candidatos ao acesso á Fase Final e que com esta derrota a 3.ª seguida, provavelmente está fora da discussão. Com este resultado a equipa continental retifica o resultado da 1.ª volta e começa a fugir dos lugares perigosos na classificação da zona. Foi um jogo disputadíssimo, conforme o provam as 17 exclusões que se verificaram, com o resultado ao intervalo (14-10 a favor do Boavista FC) a ser já um indicador do resultado final. No Boavista FC, João Domingues com 7 golos e Ricardo Soares com 6 golos, foram os seus melhores marcadores, enquanto na equipa madeirense José santos com 9 golos foi o melhor marcador da equipa e do jogo, bem acompanhado por Márcio Abreu com 8 golos. Em Avanca a AA Avanca, defrontou o CCR Fermentões, uma equipa que têm neste momento praticamente garantido o seu lugar na Fase de apuramento e do outro lado uma equipa que tenta cima de tudo tentar somar os pontos necessários para evitar ficar num dos lugares de descida de divisão o que nos parece perfeitamente atingido, neste encontro o favoritismo da AA Avanca era total, e veio a confirmar-se na totalidade, vencendo com alguma facilidade, uma equipa que deu a réplica possível, confirmando a vitória obtida no jogo da 1.ª volta. Em São Bernardo, a equipa aveirense jogou com o FC Gaia, num dos encontros que já se esperava fosse equilibrado e onde todas as expectativas foram confirmadas, terminando este jogo numa igualdade a 18 golos, que é o “espelho” puro da supremacia das defesas sobre os ataques, foi um dos encontros com ocorrências disciplinares. O resultado ao intervalo era favorável ao FC Gaia por 9-7, o que traduz a forma como o jogo foi disputado, e onde mais uma vez Luís Carvalho com 7 golos foi o melhor marcador dos gaienses e do jogo, com o outro suspeito do costume Pedro Camara com apenas 5 golos, a ser o marcador que se lhe seguiu, já no São Bernardo foi o jovem Fernando Marques igualmente com a apenas 5 golos o melhor marcador da equipa, num jogo em que 9 jogadores de cada equipa concretizaram golos. Com esta igualdade a equipa do São Bernardo retificou a derrota sofrida na 1.ª volta. Em Fafe a equipa local defrontou uma das agradáveis surpresas da época e nesta zona norte a AD Sanjoanense, e voltou a vencer por uma confortável margem, confirmando o favoritismo que lhe era atribuído, e iniciaram o encontro a quere resolver de imediato o jogo (pois esta é uma das equipas que fará jornada dupla), de tal forma os minhotos entraram que se atingiu os 30 minutos com o resulta a ser-lhes favorável por 19-13, embora ainda durante este período, a equipa do AC Fafe tenha tido a necessidade de solicitar um time Out, ainda cedo (cerca dos 18 minutos). Nos segundos 30 minutos nada se alterou com a equipa minhota a não ceder e pelo contrário a aumentar a sua pressão e a dilatar a sua margem. Mais uma vez César Gonçalves com 7 golos foi o melhor marcador dos minhotos, pelo outro lado, como de costume Bruno Pinho com 9 golos foi o melhor marcador da AD Sanjoanense e do jogo, e sendo acompanhado por outro dos “suspeito” do costume Ricardo Pinho com 7 golos. Em Gueifães, o Santana recebeu o SP Oleiros, e ainda não foi desta que somou os primeiros pontos positivos, perdendo pela diferença mínima, num jogo que foi dos mais disputados da jornada, foi um dos encontros com ocorrências disciplinares. A diferença a favor da equipa visitante ao intervalo (15-14), foi a mesma que se verificou no final do encontro o que confirma o equilíbrio registado durante os 60 minutos. O SP Oleiros com esta vitória tende tal como o Boavista FC a afastar-se da zona de perigo nesta zona. Cristiano Vilela do Santana com 10 golos foi o melhor marcador da sua equipa, enquanto no SP Oleiros Nelson Nunes com 11 golos foi o seu melhor marcador e do jogo, seguido por Tiago Teixeira com 6 golos. Em termos de comentário á jornada, finaliza-se com o a vitória do Arsenal Devesa no Flávio Sá Leite sobre um dos históricos da modalidade, mas atualmente uma das equipas mais frágeis desta Zona, e provavelmente será uma das equipas a sofrer até ao final da disputa desta fase da prova, tendo sempre na sua mira o tentar evitar a descida de divisão o que se nos parece difícil de evitar. Nos minhotos verificou-se a ausência de pelo menos de Eduardo Salgado, o reforço de inverno, e que têm sido um dos melhores marcadores da equipa nos últimos jogos. Os bracarenses dominaram praticamente durante os 60 minutos terminando o primeiro tempo já a vencer por 13-8. No segundo tempo o jogo continuo com total superioridade da equipa neo divisionária, que deu um passo importantíssimo ruma a qualificação para a Fase Final, de destacar que dez (10) jogadores da equipa bracarense concretizaram ocasiões de golos, enquanto, Filipe Gomes do Académico FC com 6 golos acaba por ser o melhor marcador da equipa e do jogo. Terminamos esta nossa ligeira crónica, com o jogo entre as equipas que fizeram jornada dupla o AC Fafe / Marítimo, e que já várias vezes dissemos que discordávamos desta forma de disputa, numa prova que dá acesso ao escalão máximo do andebol português. O AC Fafe venceu com toda a justiça, retificando o resultado verificado na 1.ª volta (recorda-se que tinha sofrido uma derrota pela diferença mínima, na madeira 22-21), com a equipa madeirense a averbar nesta sua deslocação ao continente duas derrotas, o que compromete (na nossa opinião), os seus objetivos (sé e que existiam), de estar presente na Fase Final da prova. Ao intervalo a equipa do AC Fafe já vencia por 14-11, um resultado que refletia o equilíbrio que se verificou durante este período de jogo, mas acaba por terminar por mais uma vitória dos minhotos, num jogo onde José Sampaio do AC Fafe com 7 golos foi o melhor marcador da equipa e do jogo, com o seu colega Cláudio Mota a marcar 6 golos, no Marítimo os seus melhores marcadores foram Marco Gil e António Franco 5 golos cada. 
 
 Após os jogos disputados a classificação é a seguinte – 1.º AA Avanca (51 pontos), 2.º AC Fafe (49 pontos, +1 jogo), 3.º Arsenal Devesa (47 pontos), 4.º São Mamede (41 pontos), 5.º Marítimo (+1 jogo), São Bernardo (40 pontos) e AD Sanjoanense (+1 jogo) (40 pontos), 8.º FC Gaia (35 pontos), 9.º FC Porto “B” e CCR Fermentões (32 pontos), 11.º Boavista FC (31 pontos), 12.º SP. Oleiros (30 pontos, +1 jogo), 13.º Académico FC (26 pontos), 14.º Santana (18 Pontos).  
 
Zona Sul
15.ª Jornada
Dia 22-02-15
CD Marienses - Vitória FC (16H00)
18.ª Jornada
Benfica "B" 21 - 15 Almada AC
GS Loures 21 - 29 ADC Benavente
CDE Camões 23 - 19 Vitória FC
Ílhavo 19 - 19 IFC Torrense
Vela Tavira 25 - 28 Alto Moinho
AC Sismaria 27 - 24 CD Marienses
Boa Hora 38 - 18 Samora Correia 
 
A jornada nesta zona, ao contrário do verificado na Zona Norte, não teve o número de espectadores desejáveis, tendo mais uma vez jogos em que o número de presenças é na nossa opinião completamente insuficiente. Mas ao contrário igualmente da Zona Norte, foi uma jornada sem ocorrências disciplinares o que se saúda, e tal como na jornada anterior, em três (3) encontros o resultado foi retificado em relação aos verificados na 1.ª volta. Continua em atraso um jogo relativo á 15.ª Jornada e que no nosso entender irá ter influência na classificação da Zona. Foi uma jornada sem surpresas, e apenas a igualdade registada em Ílhavo pela equipa da Torre da Marinha o IFC Torrense, que se apresentou apenas com 10 jogadores, será um dos jogos com especial referência, pois foi igualmente um dos que foi retificado o resultado da 1.ª volta. O Ílhavo que vencia ao intervalo por 12-10, não teve capacidade para suportar a reação dos visitantes e permitiu uma igualdade, que provavelmente não estaria nos seus planos, mas que lhe permite, tal como ao seu adversário, manterem-se a meio da tabela sem grandes problemas. Tiago Gil do IFC Torrense com 7 golos foi o melhor marcador da sua equipa e do jogo. Em Gândara disputou-se talvez o jogo mais importante da jornada, pois envolvia dois dos mais fortes candidatos ao acesso aos lugares para a Fase Final, o AC Sismaria e os insulares do CD Marienses. Venceu a equipa do Sismaria, que deste modo foi uma das equipas que retificou o resultado da 1.ª volta, num jogo em que no final dos primeiros 30 minutos, já se encontrava na frente do marcador (14-11), precisamente com a mesma diferença que se registava no final, demonstrando o equilíbrio com que foi disputado todo o encontro em especial no segundo período. Com esta vitória a equipa da Região de Leiria, juntamente com o seu adversário, e o CDE Camões (uma surpresa, na nossa opinião) e até o ADC Benavente poderão discutir pelo menos em termos matemáticos o acesso á Fase Final. Frederico Malhão com 8 golos foi o melhor marcador do AC Sismaria e do jogo, sendo bem acompanhado por Ruben Serrano com 6 golos, Luís Vertentes com 6 golos foi o melhor marcador dos insulares. No outro encontro em que o resultado da 1.ª volta foi retificado, o Alto Moinho foi a Tavira vencer a equipa local, que na nossa opinião apesar de ainda faltarem algumas jornadas para o fim desta Fase da Prova, deverá ser uma das equipas que descerá de Divisão juntamente com o Samoa Correia. A equipa do Alto Moinho que construi o resultado no primeiro tempo, vencia ao intervalo por 15-6, permitiu uma excelente reação dos algarvios que no entanto não foi suficiente para levar a que a equipa obtivesse um resultado positivo. Pelo Vela Tavira os suspeitos do costume Luís Palminha com 8 golos e Carlos Abraul com 7 golos foram os seus melhores marcadores, com João Silva do Alto Moinho com 8 golos a ser o melhor marcador da sua equipa. No pavilhão Moniz Pereira disputou-se um dos encontros (pelo menos em termos de resultado) mais equilibrados da jornada, com os homens do CDE Camões a vencerem o seu quinto jogo seguido e a colocarem-se na discussão por um dos lugares de acesso á Fase Final. Este foi mais um jogo em que as defesas se superiorizaram às defesas, e teve a curiosidade de terminar exatamente com a mesma diferença que se verificou na 1.ª volta. Ao intervalo a equipa do CDE Camões já vencia por 14-11. A única referência será para os 6 golos de João Oliveira do CDE Camões que foi o melhor marcador da equipa e do jogo. Os restantes encontros terminaram com substancias vitórias das equipas favoritas, de onde se destaca o resultado do Boa Hora sobre o Samora Correia que foi autenticamente “cilindrado” pela equipa do Boa Hora, que se confirma como o principal favorita a vencer a zona e a garantir o acesso á Fase Final. O resultado ao intervalo de 23-6, a favor dos lisboetas era um perfeito indicador do seria o resultado final. Miguel Barreiros com 9 golos foi o melhor marcador do Boa Hora e do jogo, com o Ivan Dias do mesmo clube a marcar 6 golos, Marco Alves com 6 golos foi o melhor marcador do Samora Correia. O ADC Benavente, foi a Loures vencer a equipa local sem grandes dificuldade, embora o resultado ao intervalo reflita um certo equilíbrio durante os 30 minutos iniciais, num jogo jogado com alguma “alma” e onde o maior facto são as 13 exclusões que se verificaram. O Melhor marcador dos ribatejanos e do jogo foi como de costume António Cabaça com 10 golos. Por fim o Benfica “B”, venceu o Almada AC, com mais dificuldade do seria de esperar, com o resultado ao intervalo a ser favorável aos encarnados pela diferença mínima (10-9), e apenas confirmando a sua superioridade nos segundo tempo. Com esta vitória a equipa do Benfica “B”, mantêm-se igualmente como uma das principais favoritas ao apuramento para a Fase Final. Augusto Aranda do Benfica com 9 golos foi o melhor marcador do jogo e da equipa, com Francisco Santos do Almada AC a marcar 7 golos e a ser o melhor marcador da sua equipa. 
 
 Após esta jornada a classificação é a seguinte – 1.º Boa Hora (50 pontos), 2.º Benfica (49 pontos), 3.º CD Marienses (-1 jogo), AC Sismaria e CDE Camões (43 pontos), 6.º ADC Benavente (40 pontos), 7.º Ílhavo (33 pontos), 8.º IFC Torrense e GS Loures (32 pontos), 10.º Vitória FC (31 pontos, -1 jogo, 11.º Alto Moinho e Almada AC (30 pontos), 13.º Vela Tavira e Samora Correia (22 pontos). 
 
O Banhadas Andebol

6 comentários:

Anónimo disse...

No S.Bernardo- Gaia não foi a supremacia das defesas. Foi a vergonha do andebol em Portugal mais uma vez como grandes protogonistas a dupla de arbitragem ANDRE NUNES e RUBEM MAIA ofereceram um triste espetáculo, onde vi tudo o que nunca vi em 30 anos de andebol!!! VIVA O CIRCO QUE O ANDEBOL ESTA MORIBUNDO....

Anónimo disse...

É incompreensível estas regras da FAP em relação a transferências de jogadores, mas pronto se assim é não há nada a fazer.
Espero que não te arrependas Cabaça, a decisão de te libertar nesta altura não foi unânime, antes pelo contrário, de uma coisa podes ter a certeza, ninguém te receberá melhor do que foste recebido aqui á 2 anos atrás, ao ponto de até te terem arranjado um emprego, para além de todas aquelas Famílias amigas do Clube que te receberam em muitos momentos na sua própria casa como se fosses mais um "filho".
Espero que continues a viver o Andebol como o fizeste até aqui, não te "percas" na Capital, há por aí muitas tentações, concentra-te no essencial.
Penso, não posso falar pelos outros, que as portas ficam abertas.

Boa Sorte Tó.


Anónimo disse...

Porque será que há sempre confusão com as arbitragens nos jogos do Gaia?

Semana atrás de semana, as confusões com os árbitros nos jogos do Gaia são uma constante

Os reis das caldeiradas.

Jorge Almeida disse...

Lista de transmissões de jogos de Andebol na TV, Internet e Rádio previstas entre 16 e 22 Fevereiro 2015:

http://andeboltv.blogspot.pt/2015/02/lista-de-transmissoes-entre-16-e-22.html

Anónimo disse...

As 17 exclusões do jogo do Boavista FC / Maritimo, são uma fraude só mostra a ma qualidade das nossas arbitragens, talvez eles não tenham culpa, dava um conselho a formação é necessária para estes rapazes do apito, deixem jogar andebol....

Anónimo disse...

Anonimo da 1:10,

Pela hora do comentario,o sono ja devia ser muito ( ou se calhar ja nao era so o sono )

Houve "confusao" porque os arbitros anularam um golo limpo ao gaia a 10 segundos do fim.de resto apos agirem disciplinarmente com quem merecia.o jogador do s.bernardo foi desqualificado e o jogador do gaia tambem foi desqualificado por protestos.de resto um jogo agressivo dentro dos limites com as defesas em grande plano.nao houve caldeirada.mas se gosta assim tanto pode pegar numa panelinha e fazer uma de peixe pois devia lhe fazer bem

cumprimentos