gal vence

Euro Sub-17 Femininos (Lituânia), Portugal Campeão Europeu após vencer a Lituânia 25-24 - Mundial Sub-19 Masculino Portugal vence Japão por 34-26 e fica em 7.º Lugar - Vamos encher os Pavilhões - mas com dignidade a Modalidade merece
Calendário e Resultados na Barra Direita

domingo, 24 de maio de 2015

EHF Competições - 2014 / 2015 – L - Masculinos

CHALLEMGE CUP – FINAL
ABC PERDE JOGO DA 2.ª MÃO
(E É VICE- CAMPEÃO)
O ABC perdeu este fim-de-semana o jogo da 2.ª Mão da final da Challenge Cup, por u diferencial, que levou a que os romenos fossem os vencedores do troféu. Pela primeira vez começamos uma cónica de um jogo, por falar da arbitragem de um jogo, que apenas a apelidamos e verdadeiramente caseira, e escandalosamente perfeita só para um dos lados, prejudicando claramente e no verdadeiro sentido palavra a equipa Portuguesa. Apenas teve dez minutos de acerto (os últimos) depois de o resultado estar verdadeiramente construído a favor de quem lhes interessava, para a história, publicamos o seu nome, Saso Krkacev e Gjo Kolevski da Macedónia, e está tudo dito. Poderemos ser fortemente criticados ( e aceitamos com verdadeiro espirito de missão as mesmas) por este tema, mas é o nosso sentimento, e sentimos que não poderíamos deixar de o fazer. Foram certamente escolhidos a dedo. O ABC, disputou o encontro num pavilhão completamente esgotado, e com um público que além de puxar e apoiara a sua equipa, soube ser pouco desportivo, quando interessava, jogou contra uma equipa que fez da experiencia dos seus jogadores a sua essência como equipa, pois a mesma é possuída de jogadores que tem tanto de bons jogadores como de artistas a fazer passos a cair, provocando 7 metros que não existiram e sempre á procura da exclusão do seu adversário, perante complacência de quem tinha a obrigação de sancionar, e aqui incluímos o romeno Andrei Mihalcea ( que com 9 golos foi o melhor marcador da equipa e do jogo, incluindo os livres de 7 metros 7 em 8) o expoente máximo do atrás dissemos e o macedónio Goran Kumanoski (a mesma nacionalidade da dupla de arbitragem, dizemos isto apenas como nota de curiosidade), que acabou por ser um dos melhores marcadores da equipa com 7 golos. O jogo apenas teve equilíbrio até aos 22 minutos quando marcador assinalava uma igualdade a 12 golos, a partir daqui, foi um autêntico descalabro, (não só pelas razões que já tratamos), mas também pela forma como os ataques do ABC foram planeados e executados, e pela forma como os mesmos se perdiam, enquanto na baliza o ABC tinha um Humberto Gomes, que não estava nos seus dias, pois não nos recordamos de uma única defesa nos últimos 10 minutos do primeiro tempo, tendo o intervalo chegado com os romenos na frente do marcador por 18-15. Mau início do segundo período de jogo, por parte da equipa portuguesa que aos 36 minutos já perdia por 23-16 (7 golos de diferença), que ainda diminuiu para 5 (23-28 e 24-19) por exemplo respectivamente aos 40 e aos 43 minutos, para depois, passar para diferenças que variavam entre os 7 e os 9 golos como por exemplo, aos 53 minutos (29-20), e a última aos 57 minutos (31-22). O ABC atacou precipitadamente, com pouco tempo de ataque onde Hugo Tavares da Rocha e João Paulo Pinto (com 5 golos acabou por ser o melhor marcador da equipa9, estiveram precipitados neste capítulo, enquanto os romenos marcavam de qualquer maneira e feitio, uma palavra, para Fábio Vidrago que com 4 golos, mas todos plenos de oportunidade e que esteve muito bem na nossa opinião. Conforme tínhamos previsto, a margem que se lavava da 1.ª Mão podia ser curta, pois a experiente equipa romena, certamente que não deixaria em casa de fazer o jogo completamente diferente, e assim foi na realidade. Um apalavra para Pedro Pesqueira enorme a defender e no ataque sofreu como só ele é capaz.
 
CHALLENGE CUP Final
 
Resultados
1.ª Mão
ABC 32 – 28 Handbal culb Odorhei (Roménia)
2.ª Mão
Handbal culb Odorhei (Roménia) 32 – 25 ABC
 
Os Vencedores

O Noticias

40 comentários:

Anónimo disse...

Escandaloso! É a única coisa que consigo dizer.

Anónimo disse...

Ninguém que tenha visto o jogo os pode criticar pois foi o maior escândalo que assisti num jogo de andebol.
Árbitros sem categoria, a raiar a corrupção com um delegado conivente e inoperante.
Uma vergonha para o ANDEBOL MUNDIAL!

Anónimo disse...

Muitos parabéns ao ABC pela boa época.

Os romenos mostraram seres um pouco melhores, competentes técnica e fisicamente, de uma escola com tradição e prestigio.

Os árbitros na duvida a decisão ficava em casa.

Anónimo disse...

Falta acrescentar a essa foto os "senhores" Krkacev e Kolevski, que por acaso são só compatriotas e amigos no Facebook de 3 jogadores do Odorhei..
Hoje a máfia de leste decidiu a final, mas a FPA permanecerá calada..

Ai se fosse 1 dos 3 do futebol Ulisses Pereira viria falar de imediato..

Que devolva a medalha que recebeu em Braga pela participação de uma equipa Portuguesa numa final europeia pois a FPA tudo fez para que o ABC não chegasse lá, e após este jogo vai-se manter caladinha..

Anónimo disse...

Falta acrescentar ao texto que para além dos 4 golos validados Vidrago viu 4 golos invalidados de forma vergonhosa e foi sempre proibido (ao contrário do que mandam as regras) de reiniciar o jogo com transições rápidas..

Hoje a máfia de leste levou a taça..

Anónimo disse...

Que moral poderá ter a n. federação se comentar o que se passou com o ABC na Challenge?
A mesma está apodrecida e nesta ponta final do campeonato andebol 1 foi um fartote de vergonhas sem o minímo pudor! Se já se tinha batido no gundo, agora é o cúmulo da desvergonha!! Ontem estive no Dragão Caixa e o que faz-me ter vergonha de ser praticante de andebol e ter filhos a fazer o mesmo!!
Temos um campeão sujo ou mais, sujíssimo!!

Anónimo disse...

arbitragem vergonhosa!!

Anónimo disse...

Pensei que já tinha visto tudo no andebol: mas não...estava enganado! A arbitragem de hoje é surreal. Maldosa, caseira, vendida. Juntou-se -lhes no lado mau, a RTP, O Governo e a Federação... Sabe-se como é no leste...Ninguém da FAP entendeu que era obrigação ir na comitiva e mostrar-se/fazer-se presente'
A EHf privou Portugal (via arbitragens) de ganhar uma competição europeia: SLb e depois ABc tombaram ao sabor das arbitragens e demissões daqueles que deviam apoiar sem condição...

Anónimo disse...

Qual foi diferença destes árbitros para os que apitaram onde no dragão caixa.

Anónimo disse...

qualquer arbitragem, feita por uma dupla portuguesa, é sempre superior em qualidade e tem sempre muito mais honestidade, do que aquilo que eu hoje vi, peço desculpa aos árbitros portugueses, vocês ao pé deste macedonios são uns puros.

Jorge Campos disse...

Infelizmente aconteceu o que já se temia: ao ABC não foi dada qualquer hipótese de sonhar ganhar a taça. Esta arbitragem envergonha todos os que gostam de andebol. Infelizmente isto é só mais um reflexo do pequenos que somos.
Parabéns ao ABC pois dignificou o andebol nacional. Para o ano há mais, oxalá com melhor sorte.

Anónimo disse...

Este jogo foi um nojo fez-me lembrar os jogos no Sá Leite onde ninguém ganha por motivos idênticos!
Sabe bem a favor mas custa quando é contra não é? Provaram o próprio veneno!

Anónimo disse...

Só estranha quem não viu e não sabe o que o Águas Santas sofreu lá o ano passado. Uma autentica vergonha e o Águas Santas só passou a eliminatória porque a 2ª mão foi cá. Esta equipa tem um poderio físico elevadíssimo e bate que doí. Infelizmente em Portugal não temos dirigentes que se preocupem com estas coisas mas se preocupam com seus tachos e panelas. Por outro lado, o ABC ficou a saber como ficam os adversários quando vão jogar a Braga e apanham árbitros desta natureza principalmente quando são de Braga.

Anónimo disse...

Para o anonimo das 23,30 só tenho uma palavra: ENERGUMENO!

Jorge Almeida disse...

Lista de transmissões de jogos de Andebol na TV, Internet e Rádio previstas entre 25 e 31 Maio 2015:

http://andeboltv.blogspot.com/2015/05/lista-de-transmissoes-entre-25-e-31.html

Em termos de destaque, para além da Final 4 da Liga dos Campeões Masculina, dos restantes jogos da final da PO09 e do 3º vs 4º da PO01, e sem ordem em especial, temos:
- Finais masculinas e femininas na Suíça;
- Final feminina na França;
- Final masculina na Dinamarca.

Também há jogos finais nos campeonatos masculinos na França, Alemanha e Rússia.

Anónimo disse...

Anónimo das 23:20, não diga asneiras. Só falta dizer que o ABC compra os árbitros em Portugal. Deve ser por isso que tem o 7º ou 8º orçamento da I Liga. O resto é para pagar aos árbitros. Ou, se não, deixe ver, o ABC não paga mas os árbitros são todos grandes adeptos do ABC e roubam sempre contra todas as outras equipas. Leio cada disparate. Fale das habilidades dos árbitros no último jogo do play-off que ajudaram a resolver um jogo que estava complicado para os da casa.

Quanto ao jogo de ontem, verificou-se que estava tudo já orquestrado para os romenos ganharem. Não lhes tirando mérito, que têm uma equipa interessante, aquelas decisões arbitrais roçam o escandaloso.

Jorge Almeida disse...

Pena o que aconteceu ontem ao ABC. Só vi a 2ª parte, mas isso chegou para ver uma previsivel arbitragem caseira e um ABC que atacou mal. Para além da precipitação assinalada pelo Banhadas, também vi muitas vezes os Laterais em cima do Central e a bola a chegar poucas vezes aos pontas.
Em termos de arbitragem, porque é que a FAP não aplica nas suas relações internacionais a estratégia que está a ser seguida pelos Macedónios? Pelo visto, está a dar frutos; colocam árbitros sem categoria a fazer fretes em finais de competições europeias (não são só estes que apareceram desta vez ao ABC, também há o Nachevski junior e seu compincha), colocaram um dos seus antigos apitadores como um dos gurus da arbitragem europeia e mundial, etc ...

Anónimo disse...

Jogo com 4 golos a melhor por parte do ABC, mas quem esteve em BRAGA viu uma equipa melhor com mais KG e CM!
Jogar na Roménia é complicado e precisamos de um ABC em dia perfeito!
Brilhante o Treinador do ABC Carlos Resende , equipa receosa amedrontada e sem garra!
Ganhar sem GRs fica sempre complicado um e outro não estava no jogo!
Estas oportunidade à vezes não e repetem...
Ausência de dirigentes federativos com a Delegação era uma final! lamentável e tem dirigentes conhecidos Ricardo Andorinho e Eduardo Filipe que jogaram contra e na equipa(FCP) do actual Presidente da F.Romena ALEX.DEDU, que coincidência!
Será que estavam interessados no Sucesso do ABC!
Acho que não,só lhe interessa as vaidades dos próprios!
Fernando Rijo

Jorge Almeida disse...

Reações estrangeiras ao jogo de ontem do ABC:

EHF (em Inglês): http://www.eurohandball.com/article/22458

O habitual. Nem se referem à arbitragem ...

HC Odorhei (em Inglês):
http://www.szkc.ro/en/component/content/article/1-hirek/810-gyoztunk

Nem agradeceram aos macedónios do apito. Ingratos ...

A FAP não é estrangeira, como tal não se inclui aqui.

A Federação Romena foi para os copos com os jogadores e com os apitadores macedónios. Devem estar a ressacar, pelo que ainda não publicaram nada na sua página na internet.

Anónimo disse...

....Pareciam as duplas de Braga a espalhar magia por este Pais fora , ou de forma a defenderem os interesses do clube onde a maioria se iniciou para a modalidade .

Anónimo disse...

Sabia que hoje surgiriam aqui arreigadas críticas ao desempenho dos árbitros...
Mas tudo isto redunda num "com quem ferros mata com ferros morre".
Ontem ao ver o jogo na tv estava perante um dejá vu,o andebol da década de 90 quando as equipas que jogavam na chamada Europa de Leste eram confrontadas com ambientes terceiro mundistas e arbitradas por duplas de arbitragem manifestamente manipuladas para determinados resultados.
Pensei que a mesma modalidade que organiza por exemplo a final four da liga dos campeões não se permitisse a que existissem situações como as observadas ontem...
Colónia será palco, este fds da organização desportiva de clubes que provavelmente mais se aproxima de níveis como os da NBA, com um pavilhão de 22.500 espectadores presenteados com um inolvidável espectáculo desportivo.
Quando para aqui olho vejo urbanismo, vejo progresso, vejo uma modalidade que caminha nos trilhos certos...
Estando ontem hora e meia a ver ehf tv em directo, percebi que as coisas não são assim...
E aqui agora entronco uma nova leitura das coisas...
Não consigo dissociar o que ontem se passou de todo o trabalho desenvolvido pelo nosso conselho de arbitragem no sentido de promoverem a dupla Madeirense em detrimento da de Leiria...
Se se adivinhava que existiam jogos de bastidores na federação europeia e nos seus organismos que tutelam a arbitragem, ontem ficou a nu que isso é recorrente naquela que eu nas palavras acima escritas pensei ser uma organização urbana que tinha deixado para trás esses tiques de instituições à imagem da "América Latina"...
Pois é António Marreiros, todos os esforços que desenvolveste e que pensaste serem decorrentes de uma influência conquistada ontem ficou bem patente o que vales, o que influencias...
Repito "quem com ferros mata com ferros morre"...
Gostava de saber o que tens a dizer acerca da arbitragem de ontem na Roménia...
E também gostava que te pronunciasses sobre a arbitragem da dupla da madeira no Sábado, nomeadamente do teu afilhado o Ricardo que tantas diligências fez contigo como parceiro para desbravar caminho no sentido de chegar a um nível para onde manifestamente não têm nível... Felizmente falta pouco para ires embora e tudo voltar quanto mais não seja a um contexto de maior pudor!

Anónimo disse...

Sr. anónimo das 23,20.

Às vezes perde-se uma boa ocasião para estar calado, não é verdade?

Anónimo disse...

A grande verdade resumindo os factos é uma só| O andebol Português foi escandalosamente espoliado! Primeiro o Benfica onde se reconheceu os erros graves mas, nada se fez! Era de adivinhar o ABC de Portugal ser posto fora da estrada! Vamos ver o que diz a nossa federação...
Por cá decorria a fase final do campeonato e houve suspeição com arbitragens, o que não é nada de novo... E logo eles haviam de "errar" nos momentos finais do último jogo... A segundos do final o campeonato nacional foi manchado por arbitragem permissiva para uns e, áspera para outros! Depois há "erros" técnicos escandalosos onde se pode ver nas gravaçõs do jogo... Curioso é que perguntando a dois jogadores, por certas decisões eles dizem que errar é humano mas... deixam escapar sorrisos!
Istoé a lama!!!

Anónimo disse...

Faltou ao abc a dupla de árbitros e a mesa que teve na final da taça de Portugal.

Aí ganhava de certeza!

Anónimo disse...

Quanto aos comentários da finalíssima do campeonato, tenham vergonha e vejam ó colinho que o 2º classificado teve em Odivelas para chegar a este 5º jogo.
Vejam-se ao espelho.

E ajoelhem frente ao heptacampeão!

Anónimo disse...

Continuamos pequeninos...muito pequeninos. Perante uma final, que até podia ser do carcavelinhos, e perante uma arbitragem habilidosa, fala-se de tudo menos do sentimento de se ter sido roubado à descarada..

Pobre andebol...

Serão precisos muitos ABCs para isto dar uma voltinha...

Anónimo disse...

No início do jogo vi 3/4 agressões na cara dos atletas do abc, e os arbitros a mandarem levantar e seguir o jogo. vi o pivot do abc ser agarrado pelo defesa da equipa adversária e a ser-lhe marcado atacante.. os pontos do abc podia levar empurroes enquanto rematavam, já os do Odorhei não podiam nem levar uma festinha.
podia ter sido uma final interessante, mesmo com as equipas a serem tão diferente a nivel fisico.
o abc errou tambem com ataques precipitados quando ja se tinha apercebido que os arbitros estavam pela casa.
Lutem, para o ano podem cchegar la outra vez!

Anónimo disse...

Tal como já aqui foi dito precisamos de muitos ABC´s para que a modalidade ande em frente..

E não estando ao mesmo nível até temos um Águas Santas, um São Bernardo (mais na formação) ou um Sporting da Horta que até vão formando e construindo boas equipas..

Infelizmente e tal como se vê por aqui nalguns comentários os clubes do futebol vão prejudicando gravemente o andebol nacional apoiando uma causa onde é preferível "ser rei em reino de fome do que príncipe em reino de rico"..

Anónimo disse...

Os parabéns à Federação por não ter levado nenhum representante à segunda mão desta final..

Quando não dá tacho, visibilidade pública ou medalhinha não aparecem..

Mas também aparecer para quê?

Era só o ABC numa final europeia, o que é isso para o Andebol Português?

Anónimo disse...

Se a final fosse com outros(FCP, SLB, SCP-???)e...fosse num país bom para um fds razoável...lá estaria alguém da FAP... Tenham vergonha e peçam desculpa!!!
Até porque o presidente da federação romena nem sequer é um anfitrião desconhecido de portugal...

Anónimo disse...

nao percebo a comparacao do jogo de ontem ao jogo do dragão, no sabado ganhou a melhor equipa à 7 anos seguidos, e so foi a quinto jogo porque os jogadores do Porto "não lhes apeteceu" resolver a questão mais cedo... anda muita azia no ar
HEPTA CAMPEÕES

Anónimo disse...

EHF (European Hand-robbing Federation)+ FAP (Ficamos a Apoiar o Porto) = Odorhei.

Anónimo disse...

Os Dirigentes federativos não estiveram presentes porque estavam a preparar a festa! do 5º jogo, que tem mais importância do que uma participação internacional do ABC.
Por isso quando o Dirigente das Galas e Festas da Federação frequenta o Sá Leite anda pelas esquinas para não ser visto!
Muito esforçado este rapaz e vai ser bonito tira-lo do poleiro ele gosta mesmo disto..

Anónimo disse...

Há uns quantos adeptos do futebol c. porto que andam aziados desde que o ABC venceu e foi campeão! Depois este ano lá em Loulé foi a taça! Eles ficaram pra morrer, habituados que estão a controlar tudo!

Anónimo disse...


O ABC foi roubado! Mas admira-me que alguém tenha ficado surpreendido.
Enquanto for o grupo do Nachveski a mandar na arbitragem europeia teremos arbitragens vergonhosas como esta.
E se pensam que ele se importa com as criticas portuguesas estão enganados. Já nesta época, houve em Skopje outras arbitragens parecidas.
Só não tratava de uma final europeia.
Mas aí se vê o à vontade do nomeador Nachveski. A dupla que dirigiu o jogo é a terceira dupla da Macedónia!!!
Não me lembro de uma final europeia ser arbitrada pela terceira dupla de um país. E logo de um país como a Macedónia.
É claro que podia falar dos portugueses que têm cargos na EHF. Mas,agora, quero lembrar que nada disto tinha acontecido se o Benfica tivesse feito a sua obrigação, vencendo por 3, em casa, no 2º jogo da meia-final.
Teríamos tido uma final portuguesa com uma arbitragem isenta e qualquer fosse o vencedor, muitos pontos para o ranking de Portugal.
E já que falei do Benfica, lembrei-me que se os encarnados tivessem feito a sua obrigação de, pelo menos, ganhar 1 ou 2 jogos ao FCP na meia final do Campeonato, ainda menos se atreveriam a por em causa o modelo do play-off.

Anónimo disse...

-Vi os 2 jogos um em directo e fiquei impressionado com a equipa romena e com o jogo brilhante do ABC , mas com um handicap pouca visibilidade dos GR do ABC e 4 golos era pouco!
-vi o jogo pela EHF e conclui o ABC não esteve presente com o ADN que demonstrou em vários jogos importantes, Final da Taça e outros..
Sem ritmo, sem disponibilidade para defender bem, unidos e voluntários no esforço, tudo meio académico e o Adversário aproveitando-se
Quem esteve bem ao seu melhor nível na Roménia o Treinadore3s Carlos Resende e Carlos Ferreira, Presidente José Nogueira e Guilherme Freitas!
O resto é para esquecer e jogar andebol sem GRs fica muito complicado e podemos ganhar jogando mal, mas a superior exibição dos GRs que foi o que não aconteceu.. podem garantir a vitória e quantas vezes já aconteceu com o Humberto Gomes e o Bruno Dias..
Uma excelente presença nas competições europeias depois de anos fora...
A luta continua e depois de se ter encontrado Campeão F.C. do Porto o campeonato e o paly off ainda não terminou.. única situação única mundial mas fica bem ao inventor deste modelo de competição!

Anónimo disse...

Pois é caricato o campeonato já terminou e esticou até ao 5 jogo para o espectáculo homem da Gala ate´junto de amigo que para o ano vai ser melhor de 7 para o Povo sofrer e os jornais falarem!
Pois e para 0 3/4 lugar é a melhor de 3 jogos e lá estaremos em Braga com o campeonato já terminado e para classificar do 5/8 lugar já não foi à melhor de 3 mas sim mascarando com regulamento da EH, 2 jogos e conta os golos fora!
Grande PLAY OFF à moda de Guimarães!
Nicolau Silva

Anónimo disse...

O ABC-UM tem poderes mágicos para afastar do caminho os adversários que até gastam mais. Por cá foi a vergonha que se viu na taça onde se notou que tinham que ir á final. O dirigente da apaoma apareceu com umas meias exóticas e tratou de retribuir favores afastando o Sporting que já tinha ganho três vezes. Na final foi o que se viu com mais umas apitadelas de forma a arrumar a equipa mais vasta em quantidade e qualidade. À rasquinha mas deu! Agora queixam-se que na Europa roubam-nos. A rivalidade é só com o Xico e a sua associação lá vai tapando buracos. Tiveram uma grande equipa mas também tinham estrangeiros e assimilados. Já se esqueceram? Este ano ganhando no Dragão andavam emperlados afinal nem banco tinham. Já sei que rispostam dizendo que temos a caixa. Mas vocês são ajudados pela camara de Braga e não é pouco.

MS disse...

Anónimo das 9:32, que grande azia. Em primeiro lugar não sei a razão de um comentário deste tipo num tópico sobre a final da Taça Challenge. Depois, essa teoria de que o ABC é um clube muito poderoso que controla os dirigentes e árbitros em Portugal, mesmo contra os colossos do futebol é de rir. O FC Porto é capaz de ter tantos sócios quanto a cidade de Braga habitantes. Obviamente tal número de apoiantes (a que se soma um muito maior número de adeptos) é um chamariz para os contratos publicitários chorudos e daqui decorre que o clube tem um poder económico nunca alcançável por qualquer clube de uma cidade média como é Braga. Se ainda por cima considerarmos o ABC, um clube só de andebol, com menos de 1000 sócios, a diferença é acima de abismal. Claro que o FC Porto não tem culpa disto nem de estar implantado numa cidade muito maior. Apesar de tudo, isso não faz com que o clube tenha maior dignidade do que qualquer outro pois essa não se mede pelo número de adeptos e do orçamento.
Fique no entanto a saber que, embora adepto de um clube pequeníssimo em dimensão, me dá um gozo especial ser seu apoiante. Primeiro porque estou a torcer pelo clube da minha terra (coisa que o anónimo às tantas até não faz), e segundo porque na nossa pequeneza (em tamanho e orçamento não em dignidade, repito), às vezes até ganhamos aos colossos. E isso é que é obra. Só essas cócegas que fazemos a clubes como o seu é por nós sentido como para vós vencer os títulos. É verdade, são heptacampeões, mas em que realidade? Numa em que a crise afectou toda a sociedade em, em particular o desporto, e que só resistiram clubes como o seu que se escudam no futebol? Quando havia mais equilíbrio económico e social neste país viu-se que mesmo em pequenas localidades havia clubes que sabiam fazer tão bem ou melhor do que os ricos e apoiados por largas multidões.
Neste sentido, e restrigindo-me ao andebol, o ABC deu-nos alegrias enormes pois soube ombrear, algumas vezes, com os melhores do mundo. Coisa que o seu clube, em andebol, nunca conseguiu, embora tenha contratado tudo o que mexe e uma enormidade de estrangeiros. É o que dá ter muito dinheiro e não saber que lhe fazer. O tal ABC que tinha "estrangeiros e assimilados", mesmo contando com esses, tinha 3 estrangeiros, o limite na época permitido pela EHF: ou Tchikoulaev, Bolothski e Dolgov, ou Kostetsky no lugar de Dolgov ou Nesterov no lugar de Bolotskhi. Nunca teve mais que 3 estrangeiros de uma só vez. Mas pelo menos esses eram do melhor que por cá passou. E com isso conseguiram um resultado que não será alguma vez repetido por qualquer clube português: uma final da Champions. De resto concordo, a Challenge vale pouco. Mesmo assim é melhor que nada. E, quanto a isso, qualquer pessoa de bem percebe que o ABC foi totalmente espoliado nesse jogo.

Anónimo disse...

Dantes apostava-se nos Tchikoulaev agora é preferível apitos á baile da Madeira... haja vergonha! Uma dupla de apitinho gozou com Portugal inteiro. Vi o que puseram a circular na NET e é chocante. Continuem a não falar do ABC porque já se sabe que, alguns são Portugueses quando lhes convém. Outros resta-lhes andar a mendigar ou tornarem-se cobardes. Ao tal hepta? campeão dói imenso que a tal equipazinha de amarelo como gozou um seu dirigente, lhe tirasse uma taça em terreno neutro e lhe ganhasse em casa! E sem truques de assobio tendencioso! Até tinham a melhor equipa mas, só o empurrãozinho os levou a vencer, porque eu não considero que, os tenha levado á glória. Heróis nunca foram. Vamos encontrar-nos logo para a Supertaça e só pedimos que não viagem com os do apito. Tragam árbitros srs. do CA e veremos se os vossos afilhadinhos se safam.