gal vence

Euro Sub-17 Femininos (Lituânia), Portugal vence a Bielorrússia por 31-24, e está na final - Mundial Sub-19 Masculino Portugal derrotado pela Rússia por 33-26 - Vamos encher os Pavilhões - mas com dignidade a Modalidade merece
Calendário e Resultados na Barra Direita

quinta-feira, 7 de maio de 2015

IHF – Treinadores do Ano – 2014

LJUBOMIR VRANJES E THRIR HERGEIRSSON
TREINADOS DO ANO 2014
 
A IHF procedeu em 30-04-15, á divulgação dos nomes dos Treinadores, designados os “Treinados do Ano 2014”, tanto no Masculino como no feminino. Após a votação que foi feita e que até o dia 23-04-15.
Treinador Feminino
 
Thrir Hergeirsson (Noruega)
 
Foi nomeado com 57.48% dos votos, Morten Soubak em segundo com 33.29% dos votos e Jorge Duenas em terceiro com 9.23%. 
 
Thorir Hergeirrson, Islandês por nascimento, chegou à Noruega em 1986. Primeiro foi treinador da equipa júnior de Frensborg/Ski. De 1989 a 1994, treinou a equipa masculina de Elverum Håndball, e só depois treinou a sua primeira equipa feminina (Gjerpen Håndball). Em 1999 treinou Nærbø IL.
 
Além de treinar o seu clube, Hergeirsson treinou as Seleções mais jovens da Noruega de 1994 a 2001, passando nessa altura a ser o adjunto do lendário Marik Breivik na Seleção Nacional da Noruega Feminina. Em 2009, assumiu o comando da Seleção. Sobre o seu comando, a equipa nacional norueguesa ganhou os Campeonatos Europeus de 2010 e 2014, o Campeonato Mundial em 2011, e os Jogos Olímpicos de 2012. 
 
É a terceira vez que é nomeado como treinador do ano na IHF, depois de 2011 e 2012.
 
Treinador Masculino
 
Ljubomir Vranjes (Flensburg Handewitt)
 
Ljubomir Vranjes, foi o vencedor com 75,38% dos votos, Claude Onesta em segundo com 16,97% dos votos e Valero Rivera em terceiro com 7,66%.
 
Vranjes foi um jogador com uma carreira de sucesso, tendo vencido bastantes trofeus e títulos, mas nos últimos tempos, temo-lo visto muito mais como treinador. O sueco iniciou a sua carreira de técnico em 2010 no SG Flensbur Handewitt (Alemanha), assumindo essa posição depois de ter cumprido no clube a função de “manager” desde 2009. 
 
Após a sua liderança, o SG Flensburg Handewitt, qualificou-se para a Final da Taça Alemã por quatro vezes seguidas, de 2011 a 2014, perdendo todas as finais. Em 2012, alcançou a glória ao vencer a EHF CUP, atingindo o auge de sua carreira de treinador na época passada, quando venceu a EHF Champions League. Na semifinal o SG Flensburg-Handewitt, criou a grande surpresa da prova ao eliminar o FC Barcelona, culminando o seu sucesso com a vitória na Final, sobre o seu rival Alemão o THW Kiel.
 
O Noticias

1 comentário:

Anónimo disse...

Marik Breivik é lendária....e não lendário!