gal vence

- Vamos encher os Pavilhões - mas com dignidade a Modalidade merece
Calendário e Resultados na Barra Direita

sexta-feira, 22 de maio de 2015

Nomeações – EHF – 2014 / 2015 – XXXIII




A EHF procedeu a nomeações para a qualificação 1 do Euro 2018 Masculino. Portugal nesta prova, teve uma dupla nomeada, e que por vezes é esquecida no meio Nacional.
 
Árbitros
 
Daniel Martins / Roberto Martins – Foram nomeados para dirigir o jogo do Grupo A da Qualificação 1 para o Euro 2018 Masculino, que se disputa na Grécia no dia 14-06-15, entre a Grécia e a Bélgica.
Os nossos parabéns e o desejo de que tudo corra pelo melhor.
 
O Regras


2 comentários:

Interrogações disse...

O Andebol está rumo ao fundo… A arbitragem concorre com vontade para destronar a modalidade como a principal modalidade de pavilhão. Tamanhos são os erros e atropelos cometidos por este CA que faz com que as pedras da calçada da ajuda à muito arrancadas ainda chorem…
É triste ver que este CA é povoado por dirigentes que nada entendem de Andebol e muito menos de Arbitragem. Nomeadores que francamente merecem uma nota negativa na Avaliação do Professor mas parece que os mentores espirituais ainda conseguem tornar o Andebol uma modalidade ainda mais triste.
Sentimos que as Nomeações são feitas apenas em favor de alguns, nomeações de delegados para jogos que para nada contam e jogos que para muito contam nada interessam… As duplas de nível II são certamente melhores que as de Nível IV ou então a clara imagem deste CA, o andebol feminino é destratado e desconsiderado. Mas certamente com a saída e rumo a Guimarães’2016 teremos mais do mesmo… Ou será que os candidatos associativos terão que se espelhar nas suas terráqueas presunções que apenas são permitidas como mera troca de lugares para garantir uma eleição tranquila. Oposição precisa-se. Um CA trabalhador e refundador precisa-se mas certamente precisa de sangue fresco… Talvez o Rio’16 traga bons ventos porque está comprovado que os casamentos de ocasião só dão… em nada… 4 Anos de mandato perdidos. O recuo da modalidade e da arbitragem para níveis assustadores… Agora já nem os melhores para os melhores jogos. Só mesmo uma dupla presta. É Boa. Até mesmo antes de saber se existiria 5º jogo… Já se sabia quem iria arbitrar… Só estão a falhar é no Observador que estava nomeado e deixou de estar… Será que protestaram / contestaram?
Realmente compensa ser a dupla com menos jogos do Nível IV, o prémio é ser a melhor dupla… Veremos se não iremos ter mais uma surpresa como na época transacta. Dos seus 19 Jogos, 11 são de PO01… Isto diz muito do que esta dupla não arbitra em Portugal… E não só por compromissos internacionais ou falta de ligações aéreas. Sá/Sá nem cheiraram Playoff… Só Apuramento 9º-12º e 1 jogo. No mesmo patamar temos Almeida/Oliveira… Nada de estranhar… ou será que estas 2 duplas serão as mais fracas?

Interrogações disse...

Depois temos uma fase final da PO2 que dará acesso à 1ª Divisão… e já temos 1 jogo arbitrado por uma dupla de Nível II. E 2 Jogos por dupla de Nível III. Nada de estranho? Sinceramente? Falta de cuidado? Falta de atenção? Ou falta de qualidade para as funções que desempenha? Porquê nomear delegado para o AAA-ACD? E os outros jogos? Não são importantes? Quando são os derbys associativos não são mais importantes? ACD/ACF? BHFC/SLB’B’? Não tentemos entender pois provavelmente nem os dirigentes do CA entendem.
Analisando a Andebol 9 ou PO9 ou a 2ª prova Nacional… No entender do presidente da FAP, daí delegar representação nos Jogos do Campeão Nacional em casa… O porquê de ter delegados nomeados a partir das Meias finais, 2º Jogo? Qual o critério? Não há… Ou será que alguém consegue explicar? E depois temos os Jogos na decisão do 3º/4º Lugar com delegado? Até agora delegados para nada e depois? Delegados para TUDO? Será que quando era precisa essa representação da direcção da FAP porque não estiveram para evitarem representações paralelas junto das duplas de arbitragem… Só depois da casa roubado é que colocamos as trancas na Porta? Enfim… Mas depois temos na mesma prova o Apuramento do 9º-12º, prova que decidirá quem irá disputar a prova em 15/16 que é tratada com o desrespeito característico deste CA. A Jornada que pode decidir muito a TUDO, Delegados? Nada… De certo que irão surgir para a última Jornada… Ou será que nem essa consideração irá merecer a prova? Jogo CSJM-NAAL, arbitrado por dupla de Nível II, pode decidir tudo! Realmente um assombro de qualidade… Só faltava mesmo recolocar um dupla de Nível I. O outro Jogo da Jornada que pode terminar as decisões dupla de Nível III… Será que não seria FUNDAMENTAL a presença de DELEGADO nestes JOGOS decisivos? Ao Menos para credibilizar um pouco a situação… Dado que pelo menos O JOGO arbitrado por dupla de Nível II decide e MUITO! Ao interesse e modo da AAB…
PO04 FF já leva 2 jogos arbitrados por duplas de nível II… De certeza que não existe mais ninguém disponível aos Domingos…
PO8 Apuramento 1… Uma dupla de nível III, Uma Mista III/I e uma dupla de nível I…
PO8 Apuramento 2… Duas duplas de Nível IV (Internacionais) e uma dupla de Nível III (YRP)…
O porquê desta diferenciação e diferença de tratamento? Castigos? Mas será que não devem ser os melhores árbitros a arbitrarem, realmente, os jogos da formação? Ou apenas para justificar eventuais não viagens até às Caixas…
Porquê a 2ª Prova feminina apenas 5 Jogos arbitrados por duplas de Nível IV?
Porquê apuramento da PO 12 arbitrado por dupla de Nível I? Será que esta opção não deveria ser tomada se a dupla fosse alvo de acompanhamento para trabalhar no sentido da evolução da mesma… Certamente infelizes tristezas e coincidências que temos de analisar…
Ao que parece temos DELEGADOS em jogos que aparentemente não existe entendimento para colocar alguém em funções… Depois temos jogos e qualificações se apresentavam necessárias a presença destas figuras e o CA… Nada! Provavelmente seria meritório o aparecimento da direcção da FAP a tomar uma posição.
Incrível tanta nomeação e desnomeação, sejam árbitros, oficiais de mesa, delegados ou observadores… isto deve ser de certo para baralhar os clubes… Para não se habituarem a terem e prepararem com antecedências os jogos… Realmente ridícula a forma como decorre a época e esta que nunca mais termina… Aparentemente temos o desnorte a marcar este final de época… Mais 1 Mês e está… Só mais uma de martírio com este CA e seus dirigentes delegados… Por favor… À Direcção da FAP está na HORA de tomar MEDIDAS sérias… Não queremos mais uma época com ESTE CA a arruinar a ARBITRAGEM e ANDEBOL.