gal vence

Liga dos Campeões Europeus Sporting Perde por 33-29 - EHF CUP FC Porto Vence vence Eliminatória, Benfica perde por 26-21, e é eliminado - Vamos encher os Pavilhões - mas com dignidade a Modalidade merece
Calendário e Resultados na Barra Direita

quarta-feira, 24 de junho de 2015

Informação – 12.º Congresso Técnico Cientifico de Andebol - I

12.º CONGRESSO TÉCNICO CIENTIFICO DE ANDEBOL
“ANDEBOL – NOVAS ABORDAGENS PARA O FUTURO”
 
Vai realizar-se nos dias 27 e 28 de Junho de 2015, na Universidade Lusófona em Lisboa.
 
Serão, seguramente, dois dias substantivos em termos de análise de trabalhos de investigação, de discussão conceptual, de sugestões para a criação e implementação de novas metodologias de Treino, de Programas de Formação e de Intervenção.
 
Como habitualmente, a Federação de Andebol de Portugal propõe-se a apresentar um programa onde o Andebol será figura de cartaz, com principal incidência as novas abordagens para o futuro. Nesta XII edição, os conferencistas nacionais e internacionais demonstrarão os seus créditos, com uma abordagem muito pragmática.
Formação Continua:

O XIIº Congresso Técnico Cientifico é Creditado para efeitos de formação continua com:
2,2 U.C presenciais na Componente Especifica para os Graus 1, 2 , 3 e 4

Objetivos:

Pretende reunir profissionais, estudantes e acompanhantes da modalidade para uma jornada de conhecimento técnico científico com os seguintes propósitos:

  • Discutir e debater os assuntos relacionados aos aspetos teóricos e metodológicos da modalidade e do desporto;
  • Proporcionar um espaço informal e de confiança para a potencialização do estimular a aprendizagem, troca de experiências e ferramentas entre os participantes através de workshops específicos;
  • Preparar os profissionais e estudantes interessados na aprendizagem dos métodos e técnicas mais atuais da metodologia e pedagogia;
  • Congregar o conhecimento de diferentes profissionais na Área do desporto na ampliação e preenchimento de lacunas do saber.
Destinatários:
  • Treinadores,
  • Estudantes da Área Desportiva,
  • Professores de Educação Física,
  • Atletas, Dirigentes,
  • Quadros de Arbitragem,
  • Público em Geral
Preletores já confirmados:

  • Carlos Garcia (POR)
  • Filipe Duque (POR)
  • Henrique Rocha (POR)
  • José Soares (POR)
  • José António Silva (POR)
  • Luís Santos (POR)
  • Michal Barda (CZE)
  • Monique Tijsterman (NED)
O Formador

18 comentários:

Anónimo disse...

FRAQUINHO... FRAQUINHO... FRAQUINHO. OBRIGAREM UM GAJO A ISTO.

Anónimo disse...

Realmente é FRAQUINHO. Ninguém vai aprender nada nem ver nada novo com estes gajos. O Sr. podia falar com o Pedro Sequeira e assim talvez ele o deixasse derramar sobre nós treinadores comuns mortais o seu vasto conhecimento. Primeiro vamos lá, ouvimos as pessoas, com certeza vamos ter oportunidade debater o esclarecer conceitos com os preletores. Depois disso podemos fazer a nossa avaliação. Ando à muitos anos nisto e há colegas que nunca os ouvi dizer bem de nada.

Anónimo disse...

Em Portugal, só temos sapiência, basta ver os comentários já publicados, ainda não começou e já todos sabem muito, e depois todos querem ser seleccionadores, todos querem ter o grau x, y ou z, mas na realidade, não sabem sequer ouvir, pois já falam antes de começar, é uma trisrea franciscana, mas somos os maiores, em tudo até na critica.

Anónimo disse...

Independentemente, de o acto ainda não estar concluído, não me digam que com o grande líder pedro sequeira Da formação em Portugal vai no caminho CERTO...ENFIM , podemos dizer que é o melhor dos piores, mas é mais do mesmo, sua credibilidade é... muito fraca

Anónimo disse...

Boa iniciativa mas cada ano o corpo de preletores baixa de nível, este ano Treinadores da 2ª Divisão ? com todo o respeito que me merece mas há melhores portugueses e com resultados concretizado no terreno, mas os treinadores do P01 do Podium esses sim tinham coisas para demonstrar e ensinar!
Mais cuidado caros organizadores....

Anónimo disse...

Não gostava de colocar nomes mas lembro-me perfeitamente quando um determinado treinador que vinha da 2ª divisão chegou a um determinado clube de Lisboa e alguns iluminados perguntavam quem era aquele gajo de onde é que tinha saído. As coisas correram bem e esse gajo depois era considerado por alguns um genio até porque lhes ganhou. Aquela equipa apenas apresentava un andebol rapido e de risco. Os conhecimentos nada tem a ver com a divisão onde se treina. Vamos ouvir o que nos vão dizer e depois falamos. Também me lembro do Sibila vir a um Congresso e haver treinadores que criticavam os powerpoint do homem sem valorizar a qualidade do conteudo. Enfim, somos um país pequeno e claro mentes da mesma dimensão. Recordo até o primeiro Congresso em Rio Maior onde só veio o Onesta e também era tudo uma porcaria. Alguns nem ao espelho se podem ver porque vão acabar a dizer mal do gajo que está no espelho.

Anónimo disse...

Não gostava de colocar nomes mas lembro-me perfeitamente quando um determinado treinador que vinha da 2ª divisão chegou a um determinado clube de Lisboa e alguns iluminados perguntavam quem era aquele gajo de onde é que tinha saído. As coisas correram bem e esse gajo depois era considerado por alguns um genio até porque lhes ganhou. Aquela equipa apenas apresentava un andebol rapido e de risco. Os conhecimentos nada tem a ver com a divisão onde se treina. Vamos ouvir o que nos vão dizer e depois falamos. Também me lembro do Sibila vir a um Congresso e haver treinadores que criticavam os powerpoint do homem sem valorizar a qualidade do conteudo. Enfim, somos um país pequeno e claro mentes da mesma dimensão. Recordo até o primeiro Congresso em Rio Maior onde só veio o Onesta e também era tudo uma porcaria. Alguns nem ao espelho se podem ver porque vão acabar a dizer mal do gajo que está no espelho.

Anónimo disse...

26 de junho de 2015 às 16:57
anónimo
Estou de acordo com a questão levantada ma ficamos a ganhar com treinadores de sucesso como por exemplo, Carlos Resende, João Florêncio, Frederico Santo, Paulo Fidalgo, João Comédias, Jorge Rito,Paulo Faria,Ulisses Pereira,Paulo Pereira,Ricardo Costa!
Enfim "olha para o que eu digo e não olhes para o que eu faço" já diz o ditado popular...

Anónimo disse...

Eu acho engraçado os comentários, tudo serve para desvalorizar uns e valorizar outros. O Frederico era um vaidoso, burro que só servia para os juniores e mal. Agora é o que sempre foi ou seja um treinador português com valor. Ricardo Costa treinou como principal um ano o Ismai, o Duque tem meia duzia de anos de PO1 e não serve. Vamos deixar as coisas pequenas e vamos ouvir o que nos tem a dizer os nossos colegas e valorizar o trabalho deles. Só asim podemos crescer.

Anónimo disse...

27 de Junho de 2015 às 13:24
anónimo
Entraram curiosos e saíram cheios de duvidas ou pelo menos sabem que o caminho não é o dito pela maioria do prelectores presentes!
Gostei das novidades repetida pelo Prof. Pedro Sequeira!

Anónimo disse...

Meu caro amigo, cada um tem de fazer o seu caminho. Talvez seja o caminho dos preletores mas cada um de nós tem de fazer um. Se sairam cheios de duvidas o congresso está a ser uma maravilha. Agora com essas duvidas vão investigar e tentar encontrar as respostas e iram crescer. Mas como gostamos que nos limpem até o rabinho vão dizer que tudo é mau.

Anónimo disse...

Foi um congresso da chamada treta.facto que não é de estranhar quando o grande lider da formação em Portugal se limita a apresentar os prelectores.Gostariamos de saber o que este Senhor pensa do andebol em Portugal e qual o caminho que pretende.Creio que fica "satisfeito" em obrigar os treinadores a dispender o seu guito..Convem o lider saber que a totalidae à excepção dos prelectores e de 2ou 3 treinadores presente, não ganha dinheiro no andebol.... já agora quanto é que o lider recebe por esta tarefa??? e também lhe aconselhamos descanso pois mostrava muito cansaço...

Anónimo disse...

Era interessante explicar às pessoas porque foi uma treta. O que foi que lhe fizeram que não concordou e não teve oportunidade de esclarecer? O Prof. Sequeira não precisa de advogado mas como organizador não tem que dar a sua opinião sobre o que quer que seja. O Prof. Sequeira tem de dizer o que pensa se um dia ele fôr preletor e o tema propicio a um debate sobre o andebol português. Até tem local proprio para dar sugestões será que aproveitou bem esse espaço?
Fica feliz de saber que tudo o que disseram no congresso era tudo já para si conhecido. Não percebo como não ganha dinheiro com o andebol uma vez que tem tantos conhecimentos. Com todos os que nunca escreveram uma linha sobre nada nem nunca deram o seu contributo são sempre os que mais reclamam. Somos mediocres e nunca o vamos deixar de ser.

Pedro Sequeira disse...

Agradeço, com sinceridade, todos os comentários e críticas. Podem via facebook ou o meu email fazerem chegar sugestões/propostas concretas. Também o podem fazer via este blogue ou outros blogues/sites.
Dizer, apenas, que nem sempre conseguimos que alguns treinadores nacionais e internacionais se disponibilizem (pelas mais diversas razões). Temos de respeitar isso. Quanto à parte financeira, com os apoios, conseguimos baixar desde o 1º congresso até o de hoje dos 100€ até aos 20€. Se conseguirmos baixar ainda mais assim o faremos. Sei perfeitamente que em Portugal (no andebol e nas restantes modalidades) 98/99% dos treinadores são voluntários e não recebem qualquer compensação financeira.

Saudações a todos

Pedro Sequeira

Anónimo disse...

parabens ao pedro, pela sua sinceridade e pela sua coragem, qunto aos anonimos que apenas sabem questionar, mas nada dizem sobre a modalidade e apenas normalmente se servem dela, deixo um apelo, que também o faço no anonimato, porque vão a estas acções, se já sabem tudo, porque será que os vossos clubes ou as actividades onde participam são um puro acidente de percurso, prque infelimente, não apssam da cepa torta. acham por bem que falem-se questionassem, e colacassem questões, interessantes para desenvolvr a modalidade, mas infelizmente nem isso sabem fazer, porque como seres humanos valem pouco.

parabens ao pedro

Anónimo disse...

Quando em Portugal se organizaram cursos onde foram preletores alguns dos melhores treinadores do mundo e houve gente a dizer que era só gastar dinheiro e não aprendiam nada está tudo dito. Parabéns Pedro, nunca em Portugal houve tanta e tão boa formação para treinadores. Como todos terás defeitos e virtudes mas de falta de trabalho e dedicação ninguem te pode acusar. Obrigado por teres trazido a Portugal durante estes anos gente com verdadeira dimensão.
Recordo um preletor sueco que falou sobre liderança que dizia em determinado momento: se quisermos ver azul vamos ver azul. Encontramos aquilo que procuramos. Estes colegas só veem aquilo que procuram ou seja........

Anónimo disse...

29 de junho de 2015 às 03:45
o PS ESTÁ NUMA DE PROMOÇÃO E ELE SABE QUE ESTEVE MAL NA SELECÇÃO DOS PRELETORES ASSIM COMO A VINDA BARDA FALAR DO GR, MAS FALOU POUCO E FOI FRACO DEMAIS E SÓ SERVIU PARA O CV DELE! A CONHECIDA TÉCNICA Monique Tijsterman (NED) HOLANDESA FOI BRILHANTE MAS O GRUPO OPERACIONAL DE EXECUTANTES FOI UMA VERGONHA E A TREINADORA TENTOU FAZER MILAGRES E ATÉ ESTAVA EM ESTAGIO A SELECÇÃO FEMININA EM ALMADA E PODIA E DEVIA TER-SE DESLOCADO! DEVE TER MAIS CUIDADO COM AS EQUIPAS CONVIDADAS!
Quantos aos treinadores convidados e já repetidos quer nos conteúdos, quer no estilo, quando há gente bem melhor e internacional a triunfar na Tunísia e Angola e Portugal..
O Andebol nas suas estruturas de apoio técnico nos últimos anos sempre esteve fraco, vai continuar fraco e o melhor era chamar gente de outras modalidades portugueses para satisfazer o mercado embora este ano estiveram 2 elementos internacionais e bem referenciados.. mas BARDA não? mas são interesses para poder viver na EHF!
Abraço força Pedro Sequeira és o maior no Rio Maior!
Serafim Silva

Anónimo disse...

Estive presente como habitual mas concordo com o anónimo 29 de junho de 2015 às 18:06 da frágil qualidade dos prelectores presentes e com pouca receptividade dos assistentes!
Ressalvo a presença de uma das melhores técnicas do andebol feminino europeu Monique Tijsterman (NED) mas a qualidade da equipa presente foi lamentável!
Abraço bom descanso e boa época 20015/1016