gal vence

Euro Sub-17 Femininos (Lituânia), Portugal vence a Turquia por 40-25 - Mundial Sub-19 Masculino Portugal derrotado pela França 1/4 Final por 34-24 - Vamos encher os Pavilhões - mas com dignidade a Modalidade merece
Calendário e Resultados na Barra Direita

domingo, 7 de junho de 2015

PO06 Fase Final – 2014 / 2015 - IV

Cronica ligeira sobre a Fase final desta prova, que está a ser disputada no mesmo formato competitivo, da época anterior. 
 
Repetimos o que afirmámos anteriormente por convicção “Desta feita com maior verdade desportiva, no nosso entender, pois a representação das Regiões Insulares, é feita através de verdadeiros clubes (Campeões Regionais) e não através de autênticas seleções regionais.”

PO06 – Campeonato Nacional da 1.ª Divisão Juvenis Masculinos

Fase Final
4.ª Jornada
Águas Santas 25 – 21 CD B. Perestrelo
ABC "A" 31- 24 Benfica "A"

Situações já definidas – Desceram de divisão.
Zona 1 – CA Leça
Zona 2 – Gondomar Cultural
Zona 3 – AAA Almeirim
Zona 4 – Ginásio Sul

A Fase Final da prova, que até ao momento foi sempre disputado equilíbrio, e que com a jornada agora disputada da inicio á 2.ª volta desta Fase. Depois de na jornada anterior se ter verificado o primeiro resultado verdadeiramente desequilibrado, nesta jornada voltamos a ter um resultado nas mesmas circunstâncias. E com uma das equipas a retificar o resultado ocorrido na 1.ª volta. Mas infelizmente com incidências disciplinares num encontro. Mas com excelentes assistências para o escalão. 
 
Para não variara muito, tivemos mais um excelente jogo em Braga no Pavilhão Flávio Sá Leite com uma boa moldura humana para o escalão, num jogo onde o ABC, defrontou e venceu o Benfica, depois de 30 minutos de grande equilíbrio e que terminaram numa igualdade a 14 golos. Mas uma “desastrosa” segunda parte dos lisboetas, levou a que a equipa bracarense terminasse o encontro com uma confortável vantagem de 7 golos, totalmente adquirida nos segundos 30 minutos. O Benfica ainda equilibra o encontro nos primeiros minutos do segundo período, quando resultado registava uma nova igualdade a 17 golos, mas a partir deste momento os bracarenses foram dilatando a vantagem, que cerca dos 45 minutos, já era de 5 golos (24-19), para a dois minutos do fim do tempo regulamentar, registar pela 1.ª vez o diferencial de 7 golos (29-22). Com este resultado o ABC confirmou o resultado verificado na 1.ª volta. Com Gonçalo Areias e os seus 2 golos a ser o melhor marcador do Abc e do encontro, bem acompanhado por André Gomes com 10 golos, Gonçalo Cunha com 7 golos foi o melhor marcador do Benfica. Com este resultado em caso de igualdade pontual entre estas duas equipas o ABC, leva vantagem nos confrontos entre as mesmas. Na Maia, mais precisamente no pavilhão do Águas Santas, a equipa da casa recebeu os madeirenses do D. Perestrelo, com quem tinham empatado na 1.ª volta, e depois dos 30 minutos referentes ao primeiro período de jogo, onde se registaram períodos de grande equilíbrio, e com a equipa insular a pregar um “susto”, aos maiatos ao chegar ao intervalo na frente do marcador por 11-8. A equipa madeirense, ainda, resistiu durante os primeiros minutos do segundo tempo, mas ao sofrer um parcial de 6-2, permitiu que os maiatos passassem para a frente do marcador aos 14-13, situação de onde nunca mais saíram, mas só conseguiram alargar a sua vantagem para os 4 golos, nos 10 minutos finais do encontro, conseguindo 20-16, e depois os madeirenses, não permitiram que a vantagem fosse mais dilatada. No Águas Santas o seu melhor marcador foi Luis Frade com 6 golos, mas tiveram grande dispersão de marcadores, enquanto nos madeirenses Diogo Bento com os seus 9 golos, foi não só melhor marcador do encontro, como da sua equipa. Com esta vitória a equipa maiata (este foi o encontro com registo disciplinar), mantêm-se no comando da classificação, em igualdade com os minhotos do ABC, no entanto em termos matemáticos o título ainda está ao alcance de 3 equipas (Águas Santas, ABC e Benfica “A”), quando se está a duas jornadas do fim desta fase. 
 
Após esta jornada a classificação ficou assim ordenada:1.º Águas Santas e ABC “A” (10 pontos), 3.º Benfica “A” (7 pontos), 4.º CD B Perestrelo (5 pontos). 
 
O Formador

3 comentários:

Anónimo disse...

Já é recorrente haver problemas em Águas Santas, se nenhum jogador levou vermelho (desta vez) deve ter sido o publico novamente com os arruaceiros do costume e depois dizem que não são dirigentes.
Há uns meses foi um crom do Aguas Santas que danificou a viatura de um arbitro.
Posteriormente em Braga um outro Crom e o pai do monge danificou outra viatura de um outro arbitro.
Na passada semana em Lisboa o mesmo crom foi identificado pela PSP.
Neste jogo não admirava nada que o mesmo individuo tenha feita das suas.
Surpreendentemente o CD da FAP não actua.
Este energumeno continua a portar-se como que fosse o "Rambo". Devia ser proibido de frequentar os pavilhões desportivos.

Anónimo disse...

Outra vez? e depois dizem que os arruaceiros são de Gaia....

Anónimo disse...

Esse individuo não terá vergonha ? Mandem esse gajo para as claques do futebol.