gal vence

Euro Sub-17 Femininos (Lituânia), Portugal vence a Bielorrússia por 31-24, e está na final - Mundial Sub-19 Masculino Portugal derrotado pela Rússia por 33-26 - Vamos encher os Pavilhões - mas com dignidade a Modalidade merece
Calendário e Resultados na Barra Direita

terça-feira, 1 de setembro de 2015

Planeamento Desportivo – Época 2015/2016 - IX

ORIENTAÇÕES TÉCNICAS PARA
A ÉPOCA 2016 / 2016 – Parte II

Através do CO N.º 19 de 12-08-15 a FAP, deu a conhecer as Orientações Técnicas para a nova época (2015 / 2016), onde são esclarecidos alguns dos pontos já aqui mencionados por diversas vezes, o conteúdo deste CO é na prática igual ao da época finda, embora contenha alguns novos pontos e outros com oportunos esclarecimentos. Congratulamos que os mesmos tenham sido divulgados ainda antes de se realizar a 1.ª prova Oficial da Época.

Depois de elaborado um primeiro texto em que abordamos o CO até ao seu ponto 6, iremos dar continuidade a analise já iniciada

Ponto 7. Desqualificação com relatório no último minuto.

Estão consignadas na Regra 8 todas as situações que devem ser alvo de Desqualificação com relatório disciplinar

(Foi mantido a decisão, continuamos a considerar, um esclarecimento em tempo e oportuno)

Ponto 8. Presença Obrigatória de treinador.

a)      Tem de estar sempre presente um agente habilitado para a função de treinador, conforme anexo 7 ao Comunicado Oficial n.º 1 época 2015 / 2016.
b)      As equipas que se apresentarem sem treinador qualificado para a prova, incorrem no RG da Federação e Associações e no Regulamento de Disciplina.
c)      É sempre obrigatório, indicar nas ocorrências Administrativas, a qualificação dos técnicos presentes em todos os jogos.
d)     Nenhum jogo se realiza, sempre que uma das equipas não apresentar presencialmente e inscrito um treinador certificado.

(Manteve-se e bem, a anterior redação que é objetiva. Isto significa que não se poderão realizar jogos sem a presença de um técnico certificado. Vai ser um dos pontos que maior polémica poderá eventualmente criar.)

Ponto 9.Listas de Participantes

As listas de participantes podem ser completadas ou retificadas nos termos definidos nas Regras de Jogo.

a)      Se não existir sistema informativo e houver necessidade de efectuar alteração, as mesmas devem ser efetuadas presencialmente e documentadas (cartão cidadão, etc).

(Introdução oportuna de uma nova alínea, que segundo nos é dado a perceber, é uma tentativa de evitar possíveis inscrições indevidas e ou de pessoas não qualificadas., em especial nos locais onde não existe acesso ao sistema informático da Federação.)

 
Ponto 10. Oficiais de equipa

a)      As equipas podem inscrever no Boletim de jogo 4 Oficiais.
b)      O Oficial “A” é o responsável pela equipa.
c)      Durante o decorrer do Jogo, apenas um oficial pode estar de pé.

(Manteve o texto da época passada, que na nossa opinião é completamente esclarecedor)

Ponto 11. Bola

A bola oficial e regulamentar, obrigatória em todos os jogos é a descrita no Comunicado Oficial n.º 19 e 31 da época 2014/2015 (indica a sua aplicação em 2015 / 2016).

(Ponto novo, que reforça a obrigatoriedade do uso da Bola descrita no CO referidos e publicados na época anterior, na prática, manteve-se sem alterações)

Ponto 12. Cartões Brancos

a)      São de aplicação obrigatória nos escalões de Iniciados (masculino e Feminino), apenas na fase Nacional das Provas, conforme o Descrito no Comunicado Oficial n.º 37 da época 2014-2015, ou outro que venha a ser emitido sobre o tema.
b)      É sempre obrigatório, indicar em ocorrências Administrativas, tanto no Boletim de Jogo Eletrónico, como no anexo ao Boletim de jogo, a sua amostragem, indicando a quem.
c)      O indicado no Comunicado Oficial, são meramente exemplos, pois podem existir outros motivos que a arbitragem considere merecedoras da sua amostragem.

(Novo ponto, e que é uma novidade pela positiva, para a modalidade, temos fundadas esperanças de que a sua aplicação, em especial nestes escalões, traga mais disciplina, e atitudes de verdadeiro Fair Play, esperando deste modo que esta novidade, também sirva para contribuir para uma mudança positiva da figura do árbitros, assim todos cumpram)

Ponto 13. SMS

Envio de SMS após o términus do jogo
a)      Todas as duplas de arbitragem (responsabilidade do árbitro nomeado em primeiro lugar), têm obrigatoriamente de enviar um SMS com o resultado do jogo imediatamente após o seu términus.
(Este ponto foi renumerado, e continuamos apenas a transcrever esta alínea, pois as restantes dizem respeito ao formato e aos n.ºs de telefone a ser usados, embora exista uma obrigatoriedade, Mantemos no entanto as nossas fortes dúvidas que a mesma venha a ser cumprida)

O Analista

2 comentários:

Anónimo disse...

Todos os antigos da época passada deveriam ser remíveis a multa pecuniária para um fundo de Bolsa para jovens atleta(talentos) com dificuldade escolares!
nota: excluo esta ideia agressões físicas..
ADC

Anónimo disse...

2 de setembro de 2015 às 10:24
correcção do teclado:
Todos os castigos da época passada deveriam ser remíveis a multa pecuniária para um fundo de Bolsa para jovens atleta(talentos) com dificuldade escolares!
nota: excluo esta ideia agressões físicas..