gal vence

- Vamos encher os Pavilhões - mas com dignidade a Modalidade merece
Calendário e Resultados na Barra Direita

quarta-feira, 23 de dezembro de 2015

Crónica de Fim-de-semana – 10 – 2015 / 2016 - IV

Crónica de fim-de-semana dedicada à PO04, que felizmente foi completamente disputada, nas duas zonas, o que começa a ser caso raro, nas provas nacionais. E destaca-se o facto de em apenas um jogo no conjunto das duas zonas, se terem registado ocorrências disciplinares.

São directamente aprovados para a Fase Final as 3 primeiras classificadas em cada zona da 1.ª Fase. 

PO04 – Campeonato Nacional da 1.ª Divisão Juniores Masculinos.

Zona Norte
Resultados
11.ª Jornada (2.ª da 2.ª Volta)
São Mamede 27 - 30 Ismai
ABC 20 - 18 AA Avanca
FC Gaia 20- 29 Águas Santas
GC Santo Tirso 32 - 32 FC Porto
Xico Andebol 30 - 29 Boavista FC

Jornada sem qualquer problema disciplinar, facto que gostamos de destacar, e onde apenas um resultado foi diferente do ocorrido na jornada similar na 1.ª volta, foi precisamente no FC Porto / GC Santo Tirso, com a equipa do FC Porto a ceder mais uma igualdade (segunda) e a conceder o aumento diferencial em termos pontuais para os primeiros classificados da zona, que apresenta, aparentemente um certo equilíbrio entre as equipas que podem discutir o apuramento para a Fase Final. No Jogo disputado em Santo Tirso, o FC Porto até terminou o primeiro tempo n frente do marcador por 19-16, vindo a ceder no segundo tempo, face á excelente reação da equipa tirsense. José Rebelo com 9 golos, foi mais uma vez o principal marcador da equipa, com Bruno Fernandes com 6 golos a seguir-lhe na ordem dos principais marcadores do GC Santo Tirso. NO FC Porto, mais uma vez Henrique Figueiredo com 10 golos foi o marcador de serviço da equipa, seguido por Ruben Ribeiro com 6 golos. Com este resultado a equipa do FC Porto, passou para o 3.º lugar da Classificação em igualdade pontual com a equipa do Águas Santas.

Disputou-se, o ABC / AA Avanca, em mais um jogo com inversão de pavilhão, infelizmente, onde a equipa do ABC, repetiu a vitória da 1.ª volta, embora sentindo grandes dificuldades, em especial quando se compara o resultado da 1.ª volta com o atual então a diferença registada foi de 27 golos, para os 2 atuais. O ABC, apesar de nos primeiros 30 minutos chegar ater 6 golos de vantagem, permitiu um parcial de 3-0, á AA Avanca, que atingiu o intervalo a perder por 12-6. Com o equilíbrio a manter-se os homens da equipa da AA Avanca, ainda conseguiram diminuir a diferença no segundo tempo. Apesar desta difícil vitória o ABC, isolou-se no comando da zona. NO ABC os seus melhores marcadores foram os do costume André Gomes com 6 golos e Oleksandr Nekruhets com 5 golos. Por sua vez na AA Avanca e novamente Diogo Gomes com 8 golos, foi o melhor marcador da equipa, acompanhado por outro usual Jenilson Monteiro com 7 golos.

Em São Mamede a equipa Local, voltou a perder com a equipa maiata do Ismai, tal como no jogo homólogo da 1.ª volta, neste encontro que voltou a ser equilibrado, a equipa local chegou ao intervalo a vencer por 13-12, o que prova o equilíbrio que foi a tónica do encontro, mas a equipa do Ismai, modificou o sentido do resultado no segundo tempo, terminando como vencedora do encontro. Com esta vitória a equipa maiata, mantem-se no 5.º lugar da classificação da zona. Luís Moreira com 7 golos e Artur Oliveira do São Mamede, foram os melhores marcadores da equipa, por seu lado Afonso Cavadas com 10 golos e Ricardo Oliveira com 5 golos, foram os principais marcadores do Ismai. A equipa de São Mamede com esta derrota, continua a ser a única equipa da zona, sem vitórias.

Em Guimarães, realizou-se o Xico Andebol / Boavista FC, que foi um dos jogos com o resultado mais equilibrado da zona, e que terminou com a vitória dos vimaranenses pela diferença mínima, confirmando o resultado da 1.ª volta. O equilíbrio do jogo encontra-se completamente traduzido, no resultado que se verificava ao intervalo e que era uma igualdade a 16 golos. Nos segundos trinta minutos do encontro, a equipa do Boavista FC chegou a estar na frente do marcador, com 3 golos de diferença (19-16), para de imediato se registar a reação do Xico Andebol, que se colca na frente do marcador pela diferença mínima até final do encontro. A equipa vimaranense com esta vitória coloca-se num dos lugares que lhe permite estar (na nossa opinião) a salvo o espectro da descida de divisão. Pedro Roque com 9 golos e Paulo Abreu com 7 golos, foram os marcadores de serviço do Xico Andebol. No Boavista FC, Nuno Serra com 6 golos, seguido de um duo com golos cada (Ricardo Pinto e Tomas Hall), foram os melhores marcadores da equipa.

Em Gaia, realizou o FC Gaia / Águas Santas, que tal como na primeira volta, terminou com a clara vitória da equipa do Águas Santas, que assim se mantêm na discussão pelo apuramento para a segunda Fase da Prova. Foi um encontro de total domínio da equipa maiata, que ao intervalo já vencia por 12-8, confirmando no segundo período de jogo a sua superioridade neste encontro, onde se deve destacar mais uma vez o nome de Alvaro Queirós do FC Gaia que com os seus 14 golos, foi o melhor marcador da equipa e do jogo, por seu Lado na equipa do Águas Santas, com os seus golos bastante distribuídos (10 atletas a marcarem), Gustavo Carneiro com 6 golos, foi o melhor marcador da equipa.

Após a disputa destes jogos a classificação ficou assim ordenada – 1.º ABC (30 pontos), 2.º Águas Santas e FC Porto (29 pontos), 3.º GC Santo Tirso (28 pontos), 5.º Ismai (25 pontos), 6.º Xico Andebol (22 pontos), 7.º FC Gaia (16 pontos), 8.º Boavista FC (15 pontos), 9.º AA Avanca e São Mamede (13 pontos).

Zona Sul
Resultados
11.ª Jornada (2.ª da 2.ª Volta)
Alto Moinho 16 - 34 Benfica
Belenenses 27 - 25 Sporting
Estarreja AC 36 - 28 Juventude Lis
Ginásio Sul 29 - 31 São Bernardo
ADC Benavente 24 - 23 IFC Torrense

Jornada com um único jogo, com ocorrências disciplinares, precisamente num dos jogos considerados mais importantes da mesma, o Belenenses / Sporting, que terminou com a vitória da equipa do Belenenses, que por vezes nos surpreende a todos, e que com esta vitória, retificou o resultado verificado na 1.ª volta, e igualou o seu adversário da jornada em termos pontuais, mas em caso de igualdade final terá sempre a vantagem de 1 golo, na diferença de golos, se for esse o método de desempate, e está novamente na discussão pelos lugares de apuramento na zona. Foi um jogo com um total de 16 exclusões e uma desqualificação direta, com a equipa visitada a vencer ao intervalo por 16-13, e ater de suportar a excelente reação da equipa adversária nos segundos 30 minutos. Mais um André Alves com 8 golos foi o melhor marcador da equipa do Belenenses, bem acompanhado por Sandro Domingues com 6 golos. Na equipa do Sporting, mais uma vez Bruno Gaspar com 7 golos, foi o melhor marcador da equipa, seguido de Tomás Carolino com 5 golos, de destacar ainda que na equipa do Sporting foram 10 os atletas a marcarem golos.

Em Benavente, esteve talvez o resultado de maior surpresa da jornada, onde a equipa local do ADC Benavente, venceu por apenas um golo o IFC Torrense, que se apresentou com apenas 10 jogadores, e que com mais esta derrota continua em último lugar da zona, sem qualquer vitória averbada, enquanto o ADC Benavente conquistou a sua segunda vitória na prova. O jogo, foi sempre disputado com grande equilíbrio, e ao intervalo, os locais estavam na frente do marcador exatamente pela diferença que se verificou no final do encontro, 15-14. Com ambas as equipas a protagonizarem um jogo menos conseguido no segundo tempo. NO ADC Benavente mais uma vez, Fábio Leal com 9 golos e o Fábio Diogo com 6 golos, foram os seus melhores marcadores. No IFC Torrence, Leonardo Jorge com 7 golos, foi o melhor marcador da equipa, seguido de João Leal com 5 golos. Este foi um dos encontros, onde foi confirmado o resultado verificado na 1.ª volta.

A equipa que na nossa opinião é a grande sensação na zona, o neo divisionário Estarreja AC, recebeu a Juventude Lis a quem venceu de forma clara, e confirmando a sua vitória na 1.ª volta, com esta vitória a equipa da Região de Aveiro, ascendeu isolada ao 2.º lugar da classificação zonal, sendo (na nossa opinião) até ao momento uma das mais fortes candidatas ao acesso á Fafe Final da Prova. O Resultado que se verificava ao intervalo e que era de 20-14 a favor da equipa local, é o espelho puro do domínio dos mesmos no encontro. Pedro Oliveira com 10 golos foi o melhor marcador da equipa, acompanhado como de costume por Tiago Couto com 7 golos. Na Juventude Lis, tivemos o nome do costume como melhor marcador da equipa, Francisco Santos com 11 golos.

No Alto Moinho, reside a outra equipa, por nós considerada revelação da zona, que recebeu o favorito Benfica, que venceu o jogo, confirmando o resultada da 1.ª volta, e com um resultado, que não deixa dúvidas a ninguém sobre a diferença de valia existente entre as duas equipas. Com Esta vitória a equipa do Benfica, continua a ser a única equipa no conjunto das duas zonas que apenas contabiliza vitórias até ao momento. O Benfica que se apresentou com todos os seus “pesos pesados”, neste encontro, já vencia ao intervalo por 17-8, o que é completamente esclarecedor da sua superioridade, realizando igual resultado no segundo período do jogo. Nuno Nunes com 6 golos foi o melhor marcador do Alto Moinho. O experiente Augusto Aranda com 8 golos, foi o melhor marcador da equipa do Benfica, sendo acompanhado por Ricardo Ferreira com 5 golos, numa equipa que teve 11 atletas a marcarem golos.

Outro jogo de grande equilíbrio disputou-se no Ginásio Sul, que recebeu o São Bernardo, e perdeu, com a equipa do São Bernardo a retificar o resultado ocorrido na 1.ª volta. Foi um jogo, onde a equipa da casa vencia ao intervalo por 15-12, permitindo posteriormente uma excelente reação do adversário que acabou por vencer o jogo, com um resultado totalmente construído no segundo tempo. Foi um jogo com um total de 16 exclusões e uma desqualificação direta, mas sem registo de ocorrências disciplinares (não é obrigatório). José Barroso com 12 golos e Diogo Neves com 9 golos, foram os melhores marcadores do Ginásio Sul, Fábio Basto e João Vieira, ambos com 7 golos cada, foram os melhores marcadores da equipa do São Bernardo.

Após a disputa destes jogos a classificação ficou assim ordenada – 1.º Benfica (33 pontos), 2.º Estarreja AC (27 pontos), 3.º Alto Moinho (26 pontos), 4.º Belenenses e Sporting (24 pontos), 6.º Juventude Lis (20 pontos), 7.º Ginásio Sul e São Bernardo (19 pontos), 9.º ADC Benavente (16 pontos), 10.º IFC Torrense (12 pontos)

O Noticias

8 comentários:

Jorge Almeida disse...

A todos os leitores do Banhadas, bem como aos autores, desejo um Feliz Natal. Muitas prendas!

Anónimo disse...

Os meus parabéns ao Alto Moinho! A classificação não engana! Outros com mais meios nada mostram...

Anónimo disse...

O jogo do restelo nao espantou nada a vitoria do Belenenses pois o Sporting so esteve em campo 3 jogadores Bruno Gaspar ,Tomas Carolino , e Ricardo silva os outros atletas andaram a passear o equipamento, treinador muito fraco quando mete alguns jovenis que ate estavam a recuperar o resultado ele tira esses atletas para meter juniores que sao inferiores a esses mesmos jogadores.
Mas o mais ridiculo mesmo vergoso foi mesmo a dupla de arbitragem as manas gemeas internacionais pois num jogo que nao houve caso nenhum foram cosntantemente as duas equipas a jogar com menos jogadores em campo, ou dar amarelo ao treinador do belenenses por dizer "isto é pé" pois estava sentado a tra do banco do belenenses e ele apenas disse isso , ou vermelho ao jogador do sporting por dizer "isto nao é falta" pois so vejo duas razoes ou sao imcompetentes ou foram para jogo com segundas intencoes eu acredito mais na primeira nao percebo com sao internacionais quer dizer ate percebo era giro ter uma dupla de gemeas para emitar outros paises muito mal vai a arbitragem portuguesa

Anónimo disse...

Os três melhores atletas do Sporting foram feitos no Belenenses.
O lagartos não formam ninguém.
Só à custa de dinheiro é que conseguem ter os jogadores e estragá-los

Anónimo disse...

a custa de dinheiro? qual dinheiro...

A maioria foi se oferecer ao Sporting.

Concordo que os juvenis realmente são uma mais valia na equipa junior, já o ricardo silva deixa muito a desejar.

É muito floreado a eficacia é muito pouca perde muitas bolas e não desenvolve as jogadas.

Anónimo disse...

O Benfica vai continuar a ser candidato a ganhar esta prova. Afinal, sendo o maior clube do mundo e em conjunto com o Barcelona, tem de ganhar algo. Nesta modalidade o desespero já é tanto que vão ter de ganhar a única coisa possível! Como Português sinto-me honrado por ter no meu país um clube que, é o maior do mundo. Dentro do país eles são mais de dois terços. Parece é que não possuem quadros superiores capazes... hahahaha!

Anónimo disse...

O caso do Belém é obra! Neste último jogo ouvi delicias...
Há jogadores formados na casa nos dois ditos grandes. Saíram ainda juvenis e num dos casos, até há quem tenha passado pelos dois! Gonçalo Ribeiro - Benfica, atualmente na seleção juniores A. David a jogar no Benfica. Sérgio Barros melhor marcador de juvenis, saíu ainda juvenil de 2º. ano para o Sporting e ainda lá está. Diogo Domingos saíu devido a maus ambientes e por ser filho de um ex-dirigente. Está no Sporting. Ouvi mais mas eram muitos e confesso não apanhei. Como pode quem é tão rico na formação, ter chegado a este ponto? Que desmazelo de dirigismo! Bandalhos! Bruno Moreira á vários anos no Sporting cresceu ali.

Anónimo disse...

O Belenenses e o ABC são as maiores potencias da formação! Sem clubismos. São factos! Quanto aos negócios que se fazem quanto a convocatórias prás seleções, todos sabemos das jogadas.