gal vence

Euro Sub-17 Femininos (Lituânia), Portugal vence a Geórgia por 48-11 - Mundial Sub-19 Masculino Portugal vence Turquia 34-25, e está nos 1/4 Final - Vamos encher os Pavilhões - mas com dignidade a Modalidade merece
Calendário e Resultados na Barra Direita

domingo, 6 de dezembro de 2015

Crónica de Fim-de-semana – 20 – 2015 / 2016 – I

Regresso á normalidade das da PO01.

PO01 – Campeonato Nacional da 1.ª Divisão Seniores Masculinos.

Resultados
12.ª Jornada (1.ª da 2.º Volta)
Dia 12-01-16
ABC - Belenenses (21H00)
14.ª Jornada (3.ª da 2.ª Volta)
Dia 02-12-15
Madeira SAD 26 – 27 FC Porto (Antecipado)
Dia 05-12-15
Ismai 26 – 25 AC Fafe
SC Horta 21 – 22 Águas Santas
Sporting 32 - 24 AA Avanca
Benfica 37 – 23 Belenenses
ABC 33 - 25 Passos Manuel

Completou-se hoje a 14.ª Jornada (3.ª da 2.ª Volta) da 1.ª Fase da principal prova do calendário competitivo nacional, com a disputa dos jogos em falta, o Jogo antecipado (Madeira SAD / FC Porto), já foi objecto de crónica. Dizer ainda com agrado, que nos jogos disputados, não se registaram ocorrências disciplinares. Mais uma vez se registou a grande novidade desta época, que são a inversão dos jogos, que na nossa opinião poderá eventualmente prejudicar terceiros, mas agora virou “moda”.

No pavilhão da AA Avanca, disputou-se o Sporting / AA Avanca que terminou com a vitória da equipa do Sporting. Na Maia tivemos um dos jogos mais equilibrados da jornada, o Ismai / AC Fafe, com a equipa do Ismai a vencer pela diferença mínima o AC Fafe rectificando desta forma o resultado verificado na 1.ª volta. Foi um encontro de 60 minutos de total equilíbrio, embora a equipa maiata estivesse na situação de vencedora ao intervalo por 12-10. No segundo período de jogo, as alternâncias no marcador foram constantes, com o AC Fafe a chegar a estar na frente do marcador por 2 golos, aos 49 e 51 minutos respectivamente 20-18 e 23-21, mas com a equipa do Ismai a reagir sempre positivamente. E com a contra resposta do AC Fafe que aos 58 minutos de jogo vencia por 25-24, e estava em superioridade numérica, situação que manteve até aos 60 minutos, e permitiu dois golos de Francisco leitão um deles de contra-ataque, que deram a vitória á equipa maiata. De referir a estreia na equipa do Ismai de mais cubano Angel Zulueta (3 golos e 60% de eficácia). A principal diferença esteve na eficácia dos guarda-redes com Manuel Borges a chegar aos 35% de eficácia, enquanto o guarda-redes maias eficaz dos utilizados pelos minhotos foi Bruno Dias com 27% de jogo, mais foi o menos utilizado. Os melhores marcadores do Ismai foi Sérgio Martins com 5 golos e 45% de eficácia, e André Rei com o mesmo número de golos mas uma maior eficácia 63%, no entanto Francisco Leitão foi o jogador decisivo na equipa embora com apenas 4 golos mas 100% de eficácia, NO AC Fafe, mais uma vez Cláudio Mota com 6 golos e 55% de eficácia, e Diogo Gomes com o mesmo número de golos mas com 60% de eficácia, foram os marcadores de serviço. No Pavilhão da Luz, disputou-se o Benfica / Belenenses, com a vitória esperada do Benfica, e logo pela maior diferença registada na jornada, no dia em que o Belenenses, estreava no banco o seu novo técnico, João Florêncio JR., que nos parece que entrou com o pé esquerdo, no entanto, deve ser dizer que a equipa do Restelo, conseguiu equilibrara o jogo até aos 23 minutos, nunca deixando o Benfica fugir no marcador e nessa altura do jogo perdia por apenas 2 golos de diferença 11-9, mas a partir deste momento e nunca aproveitando a superioridade numérica, permitiu que a equipa do Benfica chegasse ao intervalo a vencer por 17-12. Segundo de tempo de jogo com a equipa do Belenenses a cometer erros atrás de erros, e a serem bem aproveitados pelo adversário que foi construindo o resultado, e nem a desqualificação directa de Paulo Moreno do Benfica cerca dos 36 minutos de jogo deu alento á equipa do Belenenses, que cerca dos 45 minutos já perdia por 28-18, com o diferencial a aumentar até final. O Benfica fazendo uma total gestão do plantel, teve 14 jogadores a marcar golos, com Javier Borragan a ser desta vez o marcador de serviço com 8 golos (80% de eficácia), e Belone Moreira com 6 golos e 100% de eficácia, voltando a ser um dos melhores jogadores da equipa, com Hugo Figueira que esteva maior parte do tempo na baliza do Benfica a chegar aos 33% de eficácia. No Belenenses na baliza Henrique carlota que sofreu 29 golos, apenas teve 19% de eficácia, e os seus melhores marcadores foram Filipe pinho (56% de eficácia, e Fábio Semedo com 38% de eficácia, ambos com 5 golos cada dizem tudo acerca da forma como jogou a equipa, com esta derrota a equipa do Belenenses continua juntamente com o AC Fafe a terem somente uma vitória na prova e a ocuparem os dois últimos lugares da classificação geral. No Flávio Sá Leite em Braga, realizou-se o ABC / Passos Manuel, que terminou com a vitória esperada da equipa bracarense, que confirmou o resultado obtido na 1.ª volta, só que agora com um maior diferencial, que chegou a ser de 10 golos por diversas vezes, e com o ABC a comandar o jogo e o marcador durante 57 minutos, pois durante os 3 primeiros minutos o Passos Manuel ainda equilibrou a partida (2-2), mas acabou aqui, o seu jogo, pois os bracarenses foram paulatinamente e com segurança construindo o resultado e aumentando a diferença, atingindo-se o intervalo com os bracarense a comandar por 20-12. E Consideramos que aqui já estava o resultado feito, de tal forma que o técnico do ABC, gerir o plantel com 12 jogadores a marcarem golos e até na baliza colocou o mais jovem de todos o Cláudio Silva, que teve uma eficácia de 44%, tornando-se numa das figuras do encontro. Tomás Albuquerque com 7 golos (88% de eficácia), e desta vez apenas 1 livre de 7 metros convertido foi o melhor marcador da equipa, seguido pelo “veterano” Hugo Rocha com 5 golos e 71% de eficácia, no Passos Manuel tivemos o inevitável Pedro Sequeira, com 6 golos (43% de eficácia) como melhor marcador. E Gonçalo Valério (71% de eficácia), e João Ferreira (63% de eficácia) ambos com 5 golos marcados, como os principais marcadores da equipa. Por fim tivemos o ultimo jogo da jornada disputado na Horta onde disputa o SC Horta / Águas Santas, que terminou com a vitória da equipa do Águas Santas, num jogo disputadíssimo, com o SC Horta a dominar nos primeiros minutos, para a equipa continental equilibrar e manter equilibrado até cera dos 23 minutos (igualdade a 9 golos), para nova reacção agora dos insulares que passam para a frente do marcador e chegam ao intervalo na frente por 13-10, chegando a dispor de 4 golos de vantagem cerca dos 29 minutos (13-9). No segundo tempo o SC Horta comanda o marcador até cercados 54 minutos, quando permite que a equipa maiata, iguale o marcador a 20 golos, até final assistiu-se a mais uma igualdade a 21 golos aos 57 minutos, para o Águas Santas marcar o seu golo da vitória quase em cima da hora, e desta forma confirmou o resultado verificado na 1.ª Volta. Na equipa insular a figura do jogo foi o guarda-redes Nuno Silva com 38% de eficácia, e mais uma Yosdany Ballard com 7 golos (54% de eficácia), e que foi o melhor marcador da equipa. Mas Tiago Silva (3 golos e 100% de eficácia), foi o homem jogou, fez jogar e assistiu. No Águas Santas, Telmo Ferreira foi decisivo com 31% de eficácia, acompanhado pelos homens do costume Pedro Cruz que 9 golos (100% de eficácia), foi mais uma vez o melhor marcador da equipa e do jogo.

Sporting 32 – 24 AA Avanca

Este foi mais um encontro, disputado, com inversão de campo. Foi disputado num pavilhão, que apesar de uma razoável presença de público, esperava-se mais. A equipa do Sporting, dominou globalmente o jogo e comandou o marcador durante os 60 minutos de jogo, chegando a atingir diferenciais de 14 golos, como por exemplo aos 39 minutos quando vencia por 24-11, e aos 51 quando vencia por 31-17. Apresentou, jogando com a maior parte dos seus atletas, e com um excelente exibição do guarda-redes Aljosa Cudic (44% de eficácia), não permitiu a AA Avanca, marcar mais , golos com excelentes intervenções durante o tempo que esteve em jogo. A equipa Lisboeta que duarnte os primeiros 30 minutos se apresentou a defender bem, e com uma boa organização atacante, nunca dando muitas hipóteses á equipa local. E atingiu o intervalo já na frente do marcador por 18-9. A AA Avanca, que apresentou j um dos cinco cubanos que vieranm para Portugal nos últimos tempos de seu nome Pedro Veitia, que demonstrou ser possuidor de alguma qualidade especialmente ao nível defensivo, melhorou bastante o seu jogos nos últimos 15 minutos de jogo, efectuando um parcial de 5-0 nos últimos 6 minutos de jogo, onde a equipa do Sporting, não marcou nenhum golos passando o resultado de 32-19, para os 32- 24 com terminou o encontro. De referir ainda o bom trabalho do pivot Victor que com 5 golos e 71% de eficácia, foi o melhor marcador da equipa da AA Avanca, que foi uma equipa que demonstrou ter princípios de andebol, e ser capaz de algumas surpresas nalguns dos jogos que lhe faltam disputar. Uma referência final para o seu guarda-redes Pedro Carvalho que esteve em evidência nos momentos finais com algumas defesas decisivas e terminou com uma eficácia de 25%. No Sporting, mais uma vez Frankis Carol com 6 golos (88% de eficácia) foi o seu melhor marcador, seguido de outro nome que costuma estar nesta situação, Pedro Portela com 5 golos (83% de eficácia)., numa equipa onde 12 jogadores marcaram golos. Jogo dirigido pela dupla EHF de Braga constituída por César Carvalho e Daniel Freitas, que realizaram trabalho bastante positivo, realizando, na nossa opinião das melhores actuações que lhes temos visto nos últimos tempo, no entanto a não intervenção disciplinar sobre um comportamento antidesportivo de jogador cubano da AA Avanca nos minutos finais é o factor negativo que temos a apontar.

Classificação após os jogos disputados até ao momento: - 1.º FC Porto (42 pontos), 2.º Sporting e Benfica (38 pontos), 4.º ABC (-1 jogo) (33 pontos), 5.º Madeira SAD (31 pontos), 6.º Águas Santas (30 pontos), 7.º AA Avanca (24 pontos), 8.º SC Horta, Passos Manuel e Ismai (21 pontos), 11.º AC Fafe (18 pontos), 12.º Belenenses (15 pontos). 

O Banhadas Andebol

3 comentários:

Anónimo disse...

O Sporting que vi tem momentos bons mas outros em que não está no pavilhão. O treinador começa os jogos sempre com 7 diferente porquê? Desta feita o guarda-redes teve momentos dum bom gr. O lado direito só tem Pedro Portela. È pouco e o miúdo ex-Belenenses perde-se em individualismos. O Cubano é o jogador mais equilibrado da equipa um faz-tudo. Sérgio Barros é rápido mas corre, corre e bola? Só dois remates e dois golos? Não chega. Está subaproveitado. Era bom ter Spínola em grande, mãos esquerdas não abundam! Aqui há muito Sportinguista e apoiamos.

Anónimo disse...

O andebol pode ser o desporto mais difícil de apitar, tem é de se seguir regra igual tanto no primeiro segundo como no último. È preciso ter caracter e sancionar. Não percebo tanto elogio a esta dupla quando se viram tantas coisas mal apitadas. E se fosse num jogo mais importante ou decisivo. O mal está em que parece haver duplas "predestinadas" e com a carreira já previamente fabricada por alguém. Atenção CA! Os critérios usados em vários jogos são diferentes e o momento menos ou mais quente, também! È preciso mais unificação de critérios!O que vi no Avanca -Sporting não é animador em matéria de qualidade.

Anónimo disse...

Inveja coisa feia!!!