gal vence

Euro Sub-17 Femininos (Lituânia), Portugal vence a Turquia por 40-25 - Mundial Sub-19 Masculino Portugal derrotado pela França 1/4 Final por 34-24 - Vamos encher os Pavilhões - mas com dignidade a Modalidade merece
Calendário e Resultados na Barra Direita

quinta-feira, 17 de dezembro de 2015

Crónica Intermédia de Fim-de-semana – 23 – 2015 / 2016 – I

Disputou-se a meio da semana (quarta-feira), mais uma jornada da PO01.

PO01 – Campeonato Nacional da 1.ª Divisão Seniores Masculinos.

Resultados
12.ª Jornada (1.ª da 2.º Volta)
Dia 12-01-16
ABC - Belenenses (21H00)
16.ª Jornada (5.ª da 2.ª Volta)
Dia 16-12-15
Ismai 27 – 28 Belenenses
SC Horta 25 – 28 Madeira SAD
ABC 27 – 30 FC Porto
Benfica 33 – 28 Passos Manuel
AC Fafe 24 – 21 AA Avanca                                
Sporting 29 – 23 Águas Santas

Jornada onde não se verificaram nem antecipações nem adiamentos, o que começa a ser raro nas nossas competições. Assim como não se verificaram inversões de campo, mais uma raridade. Jornada em que se destaca o facto de não se terem registado ocorrências disciplinares. Dos resultados da jornada ressalta, que em apenas um encontro, se verificou a rectificação do resultado verificado na 1.ª volta na jornada homóloga (Ismai / Belenenses).

No Pavilhão da Luz realizou-se o Benfica / Passos Manuel, começamos por lamentar a lesão de Elledy Semedo, a quem desejamos as rápidas melhoras. Venceu a equipa do Benfica,  confirmando o resultado verificado na 1.ª volta, foi no entanto um jogo de grande equilíbrio em especial nos primeiros 30 minutos, onde as igualdades se sucederam, umas atrás das outras, com a equipa do Passos Manuel a surpreender totalmente a equipa do Benfica, de tal forma, que o intervalo chegou, com a equipa liceal a vencer pela diferença mínima, 18-17. O equilíbrio manteve-se até cerca dos 32 minutos quando o marcador assinalava uma igualdade a 19 golos, a partir desse momento a equipa do Benfica assumiu o comando do jogo e do marcador, até cerca dos 45 minutos quando se voltou a verificar nova igualdade agora a 25 golos, diga-se que a equipa do Benfica apesar de comandar o marcador nunca obteve uma diferença superior a 3 golos, até esta altura. A partir deste momento que coincide com uma exclusão de João Ferreira, o Benfica foi construído o resultado, que lhe permitiu vencer, chegando a ter 6 golos de vantagem á passagem dos 55 minutos de jogo. A principal diferença entre as duas equipas esteve no rendimento dos guarda-redes, pois enquanto a média dos guarda-redes do Benfica foi de 37%, a do Passos Manuel foi apenas de 17%. Curiosamente o melhor marcador do Benfica foi um antigo jogador do Passos Manuel Belone Moreira com 9 golos (75% de eficácia), seguido de Javier Borragam com 5 golos (83% de eficácia), que teve 10 jogadores a marcarem golos. No Passos Manuel, tivemos mais uma vez Pedro Sequeira com 10 golos (43% de eficácia) a ser o melhor da equipa e do jogo com João Ferreira a marcar 6 golos (60% de eficácia). Com esta vitória o Benfica mantem o 2.ª lugar da Classificação em igualdade com o Sporting, NO Pavilhão do Ginásio Sul, disputou-se precisamente o Sporting / Águas Santas, que era um dos principais jogos desta jorna (na nossa opinião), e que terminou com a vitória do Sporting, que também confirmou o resultado verificado na 1.ª volta, Foi um jogo com uma excelente entrada da equipa do Águas Santas que esteve a vencer até cerca dos 3 minutos de jogo, para depois a equipa do Sporting assumir o comando do jogo e do marcador durante o restante tempo de jogo, chegando a atingir diferencias de 8 golos já no segundo período de jogo, por exemplo aos 53 minutos quando o resultado era de 28-18 a seu favor. No entanto nos primeiros 30 minutos e com alguma réplica da equipa maiata, o Sporting, atingiu, mesmo assim a diferença de 6 golos (15-9), para chegar ao intervalo a vencer por 15-10. O Resto do encontro resume a um total controlo do jogo e do marcador por parte da equipa lisboeta, com o seu técnico a aproveitar para fazer uma total gestão do plantel, dando tempo de jogo aos atletas normalmente menos utilizados. A média global dos guarda-redes utilizados foi muito equivalente, 30% de eficácia para o Sporting, onde mais uma vez Cudic, esteve bem com 33%, e de 29% para o Águas Santas, onde João Moniz esteve com 42% de eficácia, no pouco tempo que esteve na baliza. O Jovem Edmilson Araújo com 7 golos (78% de eficácia) foi o melhor marcador do Sporting, e um dos melhores jogadores da equipa. Enquanto desta vez os melhores marcadores do Águas Santas foram Hugo Rosário com 6 golos (86% de eficácia), e o jovem Belmiro Alves com o mesmo numero de golos e a mesma eficácia. Na Maia disputou-se o Ismai / Belenenses, que acabou por ser o jogo com o resultado mais equilibrado, e onde o Belenenses, obteve nova vitória, desta vez pela diferença mínima. O Jogo de grande equilíbrio até cerca dos 19 minutos de jogo, quando se registava uma igualdade a 10 golos, com a equipa de Belém a assumir o comando do marcador e a partir desse momento, até final do encontro. Ainda durante o primeiro tempo, a sua vantagem chegou aos 4 golos, quando o intervalo chegou com a equipa do Belenenses a vencer por 16-1. No segundo período do jogo, aos 40 minutos a sua vantagem era de 6 golos (21-15), para o Ismai a partir deste momento e com uma excelente reacção, foi reduzindo o diferencial até aos 60 minutos. Miguel Espinha na baliza do Belenenses com 37% de eficácia foi uma das grandes barreiras, que os maiatos tiveram, apesar de Manuel Borges na baliza do Ismai ter 29% de eficácia. O Novo reforço do Ismai Leandro Semedo com 11 golos (58% de eficácia) foi o seu melhor marcador, seguido como de costume por André Rei com 8 golos (mas com uma excelente eficácia, 80%). Na equipa do Belenenses destaque para Filipe Pinho com 9 golos (75% de eficácia), mas já contabiliza 8 ao intervalo, destaque ainda para o bom jogo do “veterano” João Pinto (3 golos e 75% de eficácia), mas a jogar a assistir e a defender e fazer jogar a equipa foi um exemplo a seguir. Com esta vitória a equipa do Belenenses regista a sua terceira vitória na prova, mas mantem-se em último lugar da classificação com menos um jogo. No Municipal de Fafe, disputou-se o encontro AC Fafe / AA Avanca, que terminou com a vitória da equipa local, que desta forma rectificou o resulta da 1.ª volta e curiosamente pelo mesmo resultado então verificado. Este encontro foi praticamente comandado pela AC Fafe durante os 60 minutos do encontro, embora com fases de algum equilíbrio em especial no final dos primeiros 30 minutos, com o intervalo a chegar com a resultado a favor da equipa visitada por 13-11. No segundo tempo a equipa minhota que chegou a ter vantagens de 5 golos como por exemplo aos41 minutos quando vencia por 18-13, para depois permitir que o seu adversário fizesse uma aproximação e tornasse o jogo mais equilibrado. Miguel Marinho na baliza do AC Fafe com 31 % de eficácia foi um dos baluartes da equipa, juntamente com o experiente Nuno Pimenta ao marcar 5 golos (83% de eficácia) e a ser o melhor marcador da equipa, num jogo onde as defesas se sobrepuseram aos ataques. Na AA Avanca, total destaque para o jovem Pedro Carvalho que no pouco tempo que esteve na baliza atingiu a eficácia de 40%. Já os seus melhores marcadores não passaram dos 3 golos, e com o reforço cubano a ser uma grande desilusão neste momento. Mesmo vencendo a equipa minhota mantêm-se nos últimos lugares da classificação. No dérbi insular, disputado na Horta, o SC Horta / Madeira SAD, terminou, tal como na 1.ª volta com a vitória do Madeira SAD, a realizar uma excelente prova até ao momento. No entanto este encontro foi de grande equilíbrio, até cerca dos 45 minutos de jogo, onde as alternâncias no marcador foram constantes, com a equipa visitada a chegar a estar a vencer por 3 golos aos 31 minutos (15.12), depois de o intervalo chegar com SC Horta na frente do marcador por 14-12. O Madeira SAD a partir do momento que passou para a frente do marcador nunca mais o largou e chegou aos 4 golos de vantagem aos 50 minutos, quando estava na frente do marcador por 23-19. Com esta vitória a equipa do Madeira SAD mantém o $.ª lugar em igualdade pontual com ABC, que tem menos um jogo. Mais uma vez Nuno Silva na baliza do SC Horta foi um dos esteios da equipa com 33 % de eficácia, e novamente acompanhado pelo cubano Yosdany Ballard com 7 golos (78% de eficácia), como melhor marcador da equipa, seguido de Ramon Oliveira com 6 golos (75% de eficácia), no Madeira SAD desta vez foi Luís Carvalho na baliza a sua “trave mestra” com 35% de eficácia, e Com Nelson Pina com 9 golos (82% de eficácia) a ser o seu melhor marcador, seguido, mais uma vez por Cláudio Pedroso com 7 golos (54% de eficácia).

ABC 27 – 30 FC Porto

No jogo mais mediato da Jornada, foi uma pena o pavilhão não ter a moldura humana que merecia, depois de tantas alterações não só a horários como a dias de jogo, é completamente incompreensível, a hora a que este encontro é disputado, impedindo-se que o mesmo não tivesse o número de assistente merecido. Foi mais um encontro em o ABC fez a vida negra ao FC Porto e não tivessem sido aqueles minutos entre os 6 e os 10 em o FC Porto faz um parcial de 4 -0, e escabece uma diferença que praticamente se foi mantendo durante todo o jogo, e certamente poderíamos ter outro resultado. O FC Porto, que se apresenta com um bloco defensivo praticamente “intransponível”, com dois dos melhores guarda-redes que actuam no campeonato português, e com uma equipa onde tem no mínimo dois jogadores apara cada lugar, teve de lutar para levar de vencida um aguerrido ABC, que fez da “tripas coração”, e deu uma luta invejável á equipa que se apresenta com 16 vitórias consecutivas na prova. O ABC teve um período inicial de completo desnorte no aspecto defensivo e sem soluções para ultrapassar o bloco defensivo do FC Porto, ao centralizar em demasia o seu jogo. Cometendo inúmeras faltas técnicas e com enormes falhas no contra-ataque, que se verificaram durante todo o encontro, quer proporcionadas por Humberto Gomes (16% de eficácia), quer por Emanuel Ribeiro (33% de eficácia). O FC Porto, com uma excelente postura defensiva, e com ataques rápidos e eficientes, embora se verificasse alguma precipitação por vezes na concretização dos mesmos. Nuno Grilo apesar dos seus 5 golos (63% de eficácia), foi por vezes um dos atletas mais precipitado do ABC, onde Tomás Albuquerque com 9 golos (82% de eficácia), foi na nossa opinião o melhor jogador em campo, fazendo esquecer um dos grande jogadores desta equipa ausente por lesão (Pedro Seabra Marques). O FC Porto depois o parcial de 4-0 a que já nos referimos, teve sempre em vantagem, diga-se de passagem que apenas não o esteve quando o resultado acusava uma igualdade a 4 golos precisamente aos 6 minutos de jogo., chegou ao intervalo a vencer por 15-11. No segundo tempo o equilíbrio no jogo, aumentou com a diminuição das falhas técnicas por parte do ABC, e com uma grande melhoria no seu sistema defensivo, que se tornou mais agressivo, sem ser violento, e mais avançado, no terreno de jogo. O FC Porto, soube aproveitar e bem todas as ocasiões em que esteve em superioridade numérica, chegando a ter vantagens de 5 golos como por exemplo aos 21 minutos de jogo quando vencia por 26-21. No FC Porto Alfredo Quintana com 26% de eficácia esteve bem enquanto Hugo Laurentino, não esteve nos seus dias com apenas 17% de eficácia, tal como Humberto Gomes no lado contrario. Gilberto Duarte é o barómetro da equipa e quando as dificuldades existem ele está lá para as resolver, e com os seus 6 golos (55% de eficácia), foi o melhor marcador da equipa, com o António Areia com 5 golos e 71% de eficácia a sua contratação. Dirigiu este encontro a dupla IHF da Madeira Duarte Santos / Ricardo Vieira, que estranhamente tiveram um critério disciplinar completamente obtuso, e não aplicaram nenhuma das directrizes que foram certamente dadas para o Europeu onde vão estar presentes, em especial, no critério disciplinar (apesar de sermos adeptos de 7 contra 7), o mesmo tem de ser equilibrado e não salomónico, e não tiveram em consideração as faltas dos atacantes, onde acertaram alguma vezes, pois era aborrecido não se acertar nenhuma, tiveram no entanto uma virtude que foi nos 7 metros em que na nossa opinião estiveram bem, já aplicação da conduta para com o adversário deixaram muito a desejar, bem ainda no jogo passivo, esperamos com toda a sinceridade que estejam bem melhor no europeu onde vão estar presentes.

Classificação após os jogos disputados até ao momento: - 1.º FC Porto (48 pontos), 2.º Sporting e Benfica (44 pontos), 4.º ABC (-1 jogo) e Madeira SAD (37 pontos), 6.º Águas Santas (33 pontos), 7.º AA Avanca (26 pontos), 8.º SC Horta, Passos Manuel e Ismai (23 pontos), 11.º AC Fafe (22 pontos), 12.º Belenenses (21 pontos). 

O Banhadas Andebol

22 comentários:

Pedro Marques disse...

A federação devia já entregar o caneco ao porto, assim os outros clubes não precisavam de gastar dinheiro desnecessáriamente. O porto está a ser levadíssimo ao colo. Isto não dignifica nada o andebol.

Anónimo disse...

2 ilhas, 2 treinadores... Um tão bom e outro tão mau. Já chega de ver o Horta a jogar o pior andebol de que há memória.
Estas questões surgem apenas quando se dá um infortunio mas é de lamentar que a FAP tenha proibido a utilização de capacete por parte do Elledy.

Anónimo disse...

Há uma tendência para se medir o melhor em campo, pelo n. de golos e bom GR pela percentagem de defesas? Não é só no banhadas de maneira geral é em toda a imprensa desportiva. Isto traz enganos! Sucede o melhor marcador ser quem marca L 7 M, ou quem recebe jogo. Nos GR acontece a defesa estar bem ou não e, deixar atirar mais ou menos de determinada posição. E assistências? Quem as faz e como faz? Atenção ás vezes as estatísticas enganam e devia referir-se mais vezes o MVP.

Anónimo disse...

Não que seja algo grave, mas não me parece dificil copiar os resultados. Benfica 33-28 Passos Manuel, fica a correcção..

jgo disse...

Foi de facto uma pena o Sá Leite ontem não estar cheio como este jogo merecia, mas toda a gente sabe que para o FUTEBOL Clube do Porto vencer a qualquer custo é mais importante do que promover as modalidades. A figura ridícula que tiveram na guerra Liga/ Federação em que mudaram de lado da barricada vendendo-se a quem dava mais provou isso.

Num país em que o futebol tem um mediatismo que infelizmente o andebol não tem, o Porto ter recusado o pedido do ABC de adiamento do jogo para hoje, a fim de não coincidir com o Braga- Sporting em futebol levou a que muita gente não se deslocasse ao pavilhão.

Noutros anos já aconteceram situações inversas e o ABC sempre facilitou, mas isso é uma questão de princípios.

Anónimo disse...

ANDEBOL ABC-PORTO
FUTEBOL BRAGA-SPORTING
À MESMA HORA E NA MESMA CIDADE!!!!
Quando os clubes visitados tenta acordar a mudança do jogo pela coincidência e os efeitos negativos a FPA deveria e sempre o faz quando lhe interessa assumir a decisão da mudança quando estão em causa os superiores interesses do Andebol!
Assim como o jogo não ter sido transmitido pela Andebol TV ou Porto Canal porque o ABC não autorizou!

RIDÍCULO MEUS SENHORES:
O Andebol esta a criar um "MONSTRO" na competição e apoio de vários dirigentes federativos com as transferências de jogadores a meio da época, cubanos e o que tiver que ser será feito e a nomeação da Dupla de Madeira que o ano passado arbitrou 3 jogos em 5 no Final do PLAY OFF !.
Os autores são os mesmos quer por parte da FPA/CA quer por parte do Clube com organização de excelência e regras especiais e de acordo com as conveniências!

PORQUE NÃO APROVEITAR PARA REFLECTIR EM REUNIÃO DE CLUBES E FPA!
Este "CARTEL" vai ter consequências muito nefasta para o equilíbrio no andebol das equipas com os objectivos de participar na luta pelo os TÍTULOS!
A SITUAÇÃO É GRAVE E OS 3 AUTORES DESTE JOGO NO BASTIDOR CONTINUA A FAZER-SE TRANQUILAMENTE E À VISTA DESARMADA !...
Luís Guimarães


Pedro Marques disse...

Fazia-se era um abaixo assinado para a máfia da fpa dar já o caneco ao porto para não ter mais gastos e resguardar-se das trafulhices que anda a fazer para o porto poder ganhar sem nenhuma derrota.

Anónimo disse...

Não sendo advogado de defesa notou-se uma campanha contra o terror Porto. O ABC nos seus tempos áureos teve equipa fabulosa e espetacular em campo. Mas não se façam anjinhos. Ou não havia um certo comité de boas vindas que, até sabia o que comiam os árbitros? Fazem lembrar o Sporting no futebol. E este ano vão em primeiro. Será acaso? È que se sabe que a alimentação melhorou e até há fotos e filme, do jantar de vários dirigentes com o líder da Liga Proença. Que resulta concordo! Chego á conclusão que a corrupção existe! Assim como quem muito investe quer o retorno tanto financeiro como de prestigio! Igualmente o ABC usou muitas vezes a força da sua associação! Um dos casos asquerosos eram as fases finais organizadas, em matéria de formação onde tinham a vitória assegurada! Reconheço que não tinham a força que hoje tem o FCP, onde nada escapa ao controle. Mas é que, não acredito em anjinhos desde os meus oito anos e , depois de como juvenil disputar uma fase final em Braga nesse mesmo pavilhão, deixei de acreditar em isenção! Haveria muito a dizer dum outro situado em Guimarães! Aí as idades e a inocencia dos praticantes onde me encontrava, até me pôe doido. Como era bonita a fraternidade de mesa dirigentes desse clube e associação, em restaurante e as famosas apostas sobre classificação!
Anjinhos? Talvez no céu... mas só os quero ver daqui a muitos anos, tá bem?

Anónimo disse...

O Porto é uma máquina trituradora. Sabe usar alguns clubes e pulverizar os outros. Nos momentos de decisão cria pressão asfixiante. São sempre os outros a ter azar e a correr-lhe mal os jogos... Dantes não resultava tanto... mas agora o império totalitário vai sendo mais perfeito. Sinceramente creio que, com a equipa que tem não precisava de andar a guerrear desta maneira. O problema é que os jogadores entram em campo vencidos e... sabem que, entrar em seleção só por aquele lado! O caso da chamada de M. Martins é òbvio assim como o de Moniz ou Hugo santinho. A oportunidade surge... Jogassem noutro clube e veríamos... Ontem vi um central jovem jogar muito bem pelo ABC! Sabem a quem me refiro, assim como sabem que nunca vai ser chamado! Acho piada á defesa da modalidade... Então mas naquela seita isso conta? Huuuh! Interessa é que se ganhe seja como for! Houve aqui um anónimo a ser atento falando da guerra Liga\Federação. Pois... e como eles jogaram com pau de dois bicos! E como souberam arrebanhar e convencer outros clubes!
Ài dos que se não ajoelham...

Anónimo disse...

Terá o treinador Espanhol Zupo culpa da permanente instabilidade no Sporting? Falhada a contratação de mais um central e de Bellone perdeu-se! O jovem Tavares é bom mas, não é Bellone! Opção João Pinto era do anterior treinador? Candeias devia ficar e se calhar era mais barato. Perdeu-se! Mudou-se o dirigente. Perdeu-se! Mudou-se o treinador. Perdeu-se! Saíu Rui. Perdeu-se? Mas havia melhor e mais barato! E a marcar muito mais! Perdeu-se um modo de jogar baseado nos jogadores que se tinham! E a equipa, ou o treinador, andam perdidos em experiências perigosas. Ontem pensei que era da minha tv, quando vejo no banco o melhor e mais influente jogador da equipa. Será acaso que no melhor período do ano passado Portela e Solha eram os mais visíveis? O Sporting era a melhor equipa em contra-ataque. Candeias o melhor a por bolas para ele! Carneiro dá o litro mas, já pesam os anos e o ritmo abranda, na segunda parte. Nenhum outro consegue coordenar, portanto há um problema!
Ontem vi uma arbitragem premeditada. Erraram em tudo e ás vezes, deixaram o pavilhão a barafustar. Enfim já se perdeu um campeonato devido a outros do mesmo sitio, embora um pouco melhores. Resultado? Silencio e treinador com alguns resultados e dois anos de contrato, posto a andar! Qual o papel de Bosko e Spínola nesta equipa?

Anónimo disse...

17 de dezembro de 2015 às 12:54

Uma boa reflexão e pistas para entender melhor o momento do andebol português a nível dos seus campeonatos Nacionais,
não só P01, P02 e P09
Quem manda pode analisar e corrigir o que parece ser um caso sério de investigação!
Jesualdo

Anónimo disse...

Lê-se sobre vários casos e a conclusão é sempre a mesma...
HÀ UM CLUBE QUE GANHA TODAS AS DECISÕES E QUE, ALGUNS (A MAIORIA) TEM MEDO SEQUER DE PENSAR AO CONTRÁRIO! O ABC- UM ESTEVE BEM PORQUE NÃO FOI TRATADO DA MESMA FORMA DE OUTRO CLUBE! QUANTO ÁS TRANSMISSÕES ELAS SÃO TÃO MAL FEITAS E TÃO MAL COMENTADAS, QUE ATÉ ERAM MÁ PROPAGANDA AO ANDEBOL! QUANTO AO JOGO GANHOU A EQUIPA QUE, JOGOU QUASE EM CASA... POIS JOGOU COM DOIS A MAIS, DADO AS REGRAS SEREM DETURPADAS! POR EXEMPLO UM PIVOT PODER BATER NOS OPOSITIORES E "COLHER" SETE METROS E OUTRAS! EM MOMENTOS DE DECISÃO ESTA DUPLA QUE USA UM APITO, FAZ A SUA OBRIGAÇÃO!
IGUALMENTE ENTRARAM EM CAMPO DUAS EQUIPAS QUE, A FEDER. NÃO TRATA IGUAL PERMITINDO ESTRANHA INSCRIÇÃO COM UM PAÍS, ONDE A DEMOCRACIA NEM EXISTE! ERA O QUE FALTAVA AINDA VIR AQUELE PROFESSOR QUE PRAQUEJA AO MICROFONE E, A MISS ... QUE FAZ PERGUNTAS PRÉ-COMBINADAS! PARABÉNS AO FUTEBOL C P, FEDERAÇÃO ALUGADA E SEU CONSELHO DE ARBITRAGEM MERCENÁRIA! PARABÉNS POR GANHAREM POR MAIS QUE UM, POR TRÊS RECONHEÇA-SE.

Anónimo disse...

Este campeonato resume-se a saber que recordes vai bater a equipa campeã!
È impossível lutar contra um poder tão grande! È impossível ganhar um jogo a essa equipa, quando numa época todas as decisões lhe são favoráveis dentro e, fora de campo! O ABC é apenas um clube onde o andebol é a sua modalidade rainha! Não representa nenhuma cidade ou região, fação politica ou religiosa! Aqui há vinho verde, nem sequer chamamos de Minhoto! Outros chamam a um vinho doce o nome duma cidade, quando ele é dum rio que atravessa várias regiões. Formas de estar na vida! Faz-me confusão que a federação (?) ainda seja na Calçada da Ajuda. Não deveria ser na Ribeira? Ainda por cima governada (?) por um politico de Aveiro...
O império Romano cresceu, foi o maior, mas caíu!
Estive na taça ganha no Algarve-Loulé e vi aplausos, estando este clube noutra extremidade do país! Há um clube que quando ganha algo, só é aplaudido por poucos...

Anónimo disse...

Depois deste caso da data do jogo ABC-Fcp\FAP salta á vista o poderio dum clube! O mais engraçado é que a jornada a seguir, está toda marcada para dia 19. E não é que, o clube preferido da FAP joga a 20? Para quê? Para baterem mais um record? E logo contra um dos que está em segundo na tabela. Que bom! Vão ganhar e ficar isolados... Depois virá a fase-final, chamem-lhe o nome que quiserem e, lá vai um dos outros "grandes" ficar atrás deles! Eles afinal tomam todas as medidas... não vá acontecer o que, aconteceu na Taça ou esta época na Supertaça! Ambos jogos não foram em Braga sede do ABC, chamo á atenção para o facto!

Anónimo disse...

O belenenses a recuperar ainda pode vir a ser apurado para play offs , sera que foi desta que as pessoas viram que o Alvarez nao entende nada de andebol, agora acredito que o belenenses se vai safar de descer de divisao , ja qu o Pedro DOMINGOS voltou a colaborar com o andebol,ja se fala que o irmao vai regressar ao restelo em janeiro assim como alguns jovens que se encontram a jogar nas camadas jovens do sporting

Anónimo disse...

O Porto está enraizado e contra adversários + frágeis melhor. O Benfica não tem tradição em Andebol, dá a sensação dessa ser modalidade maldita. Em tempos fez investimentos incríveis, sobretudo para o público que não tem nesta modalidade. Não ganhou quase nada. Nos momentos decisivos falhavam. Pior as outras modalidades terem êxito! Isso funciona como maior pressão!
Porquê? O Sporting ERA o maior da modalidade, julgo que ainda será o que tem mais títulos. Mas quem o comanda? Vai perdendo tudo e já há jogos ás moscas. Em tempos a famosa nave abarrotava. Mas quem dirigia, quem treinava? Perdeu o fio á meada. Mais grave constrói um estádio sem pavilhão! E o que isso tem destruído esta modalidade e as outras! Ganha uma Challenge, ganha muito em formação. Mas a equipa principal não ganha com isso. È comparado ao Porto que não tendo pavilhão desenrrascou-se e hoje enche-o. O ABC nasce com as idas á Europa, cria o mito do pavilhão com mais público conhecedor do mesmo. Mas não tem o apoio dos "grandes" e a situação hoje é outra. O andebol de sete mais industrializado e profissionalizado, em Portugal não avança. Do Belenenses á muitos anos uma potencia nem falo. Só era grande em Andebol. Hoje a formação não existe com ganhos. Outra modalidade atraiu atenções. Vive numa balburdia que não trará melhoras, pelo menos rapidamente. Meus amigos, o Porto enraizou-se sem oposição! Domina todos os setores da federação e tem influencia na maioria dos clubes. Tem pessoas á frente que estão á anos, a gerir e comandar! Sabe movimentar-se tirando bons jogadores e abandonando campeões que, depois nos outros não funcionam! Quando são os outros que, dizem que é impossível ganhar no pavilhão deles, enfim! Dentro do clube havia quem nem quisesse este treinador, já se percebeu. Mas os resultados decidem! E quando perdem mexem-se e sabem onde mexer e incomodar. Ou me engano ou vão andar anos á frente. Aliás, o andebol é agora modalidade estimada e as outras ficam para tráz. Isto num clube onde o que existe é feito para vencer. O Porto pode lutar contra todos. Tem poder para isso!

Anónimo disse...

Nesta guerra dos poderes o Porto tem uns porta-aviões e o A.B.C. umas traineiras. Nesta guerra não se ganha com etiquetas. Cheira-me é que, o A.B.C. ainda vai pagar caro esta falta de prestação de vassalagem ao rei Magalhães...
Aguardemos. Um dos lugares onde o Porto precisa de jogador é o de...
È que o Areia saiu do Benfica e, houve um Cubano do Sporting que foi convidado...

Anónimo disse...

Acho piada a estes comentários sobre a qualidade do PORTO. Vê-se que de andebol percebem zero. Nenhum destes "especialistas" consegue dizer qual o clube mais forte , em qualidade em Portugal, quem tem feito mais pelo crescimento do andebol. Digam e não se refugiem em conversas inconscientes, mal suportadas pela realidade. Em relação a esse senhor Pedro Marques basta dizer que ele tem um ódio de estimação ao Porto e portanto as suas apreciações estão justificadas pela sua falta de conhecimento, fala dos clubes de Leiria, deve ser dessa zona. Quanto ao jogo de Braga, mais uma vez o Porto jogou contra 9+público+ banco do ABC(faz o que quer dos delegados da FAP) e só uma exibição que não foi brilhante mas sim com empenho valeu os 3 pontos. Alguém consegue explicar a aplicação extra do ABC contra o Porto? O Grilo já nem se qualifica tantas são as suas atitudes grosseiras durante os jogo com o Porto, pena que noutros jogos pareça nem estar presente. Expliquem porque é que nesse pavilhão se permite agarrar, empurrar, bater só os outros são punidos. O Cubano foi desqualificado presume-se que bateu na garganta do jogador do ABC. Não se viu na TV ,aliás continua lamentável a qualidade da bola TV, mas viu-se claramente o Grilo a simular contactos e o sr árbitro a avisá-lo em vez de o excluir. Depois pergunto tantas faltas no ataque dos pivots do Porto, porque são grandes e não pode existir contacto? Então vejam a luta que existiu com os mesmos no ataque e na defesa, cujas camisolas subiam até ao pescoço. Por último todo o mundo sabe que com estes árbitros o POrto tem que ser muito melhor,porque sabemos bem com atuam contra o Porto, há muito tempo!

Anónimo disse...

ao anonimo das 22:06, não respondo da forma que merecia, por questões de educação, mas o seu comentário, é certamente por ser natal, e estar cheio de boa vontade, e então faz um comentário, que parece ser a anedota do ano, em especial quando fala de arbitragem, porque provavelmente só ve para um lado, e aí penho tenho pena mas eu vejo para os dois, e tudo o que disse é uma pura contradicção da realidade.

Boas festas

Anónimo disse...

Ao anónimo de 19 de dezembro de 2015 às 11:40

Acertou por ser Natal não o vou tratar como merece, apenas lhe digo que decerto ainda vc estava por nascer e já eu andava em jogos do melhor nível em Braga ,no Porto ,em Lisboa ,nas Ilhas - E Você onde estava. Não vi só para um lado vi para os dois e reafirmo que esta dupla é tendenciosa contra o Porto. Isto é história mas aconselho-o a rever o jogo, agarrar numa caneta e observar as incidências do jogo. Digo e repito em Braga vale tudo e a sanção progressiva não é respeitada .Boas Festas

Pedro Marques disse...

Eu não tenho ódio ao porto, eu tenho é respeito pelo andebol coisa que o porto não tem. Ganhar jogos com manobras dos árbitros e outras jogadas de bastidores isso devia dar eliminação da prova e prisão.

Pedro Marques disse...

Tendenciosa contra o porto essa é de mestre, oferecem os jogos ao porto e ainda dizem mal, devem querer já o caneco.