gal vence

Euro Sub-17 Femininos (Lituânia), Portugal vence a Bielorrússia por 31-24, e está na final - Mundial Sub-19 Masculino Portugal derrotado pela Rússia por 33-26 - Vamos encher os Pavilhões - mas com dignidade a Modalidade merece
Calendário e Resultados na Barra Direita

sexta-feira, 4 de dezembro de 2015

História dos Mundiais de Seniores Masculinos – XV

Hoje voltamos a publicar um pequeno texto histórico, na sequência do que informamos na primeira publicação sobre o tema. 

15ª EDIÇÃO Japão 1997 
Japão – País organizador
Datas – 17 de Maio a 1 de Junho de 1997
Participantes – 24
Campeão – Rússia
Melhor Marcador – Kyung-Shin Toon (Coreia) 62 golos.
Melhor Jogador – Talant Duyshebeav (Espanha)
Jogos realizados – 80
Golos marcados – 3634 (média de 45,43 por jogo)
Países Árabes – Egipto (terminou em 6.º Lugar), Tunísia (em 16.º Lugar), Argélia (17.º Lugar), Arabia Saudita (21.º Lugar) e Marrocos (23.ª Lugar)

Nesta 15.ª Edição do Campeonato Mundial Masculino da IHF, organizada pelo Japão Islândia, participaram 24 equipas, que mais uma vez, foram divididos em quatro Grupos.

Os jogos foram disputados em três cidades (Kumamoto, Yamaga e Yatsushiro).

Os 4 primeiros classificados de cada Grupo, disputaram a chamada Fase Final.

A Rússia, com uma difícil vitória por 23-21 sobre a Suécia, venceu a final, sendo assim a Campeã Mundial. No jogo para definir o 3.º Classificado a França derrotou a Hungria (28-27), terminando assim no terceiro lugar.

As equipas da Tunísia, Egipto, atingiram a 2.ª Fase da prova, mas apenas o Egipto, passou para a disputa dos 1/4 Final, onde foi derrotado pela França (22-19). Tendo posteriormente vencido pela diferença mínima a Coreia do Sul (28-27), sendo posteriormente derrotado pela Islândia (23-20), nos jogos classificativos, tendo terminado em 6.º Lugar.
(Fonte http://www.handball2015)

O Historiador

4 comentários:

Jorge Almeida disse...

Historiador, espanta-me a ausência de referência ao facto de ter sido a 1ª participação da Seleção Nacional num Mundial. É certo que a parte competitiva da coisa podia ter corrido melhor, mas sempre foi a nossa primeira participação, e especialmente depois daquele apuramento em que eliminamos a Alemanha e a Polónia deste Mundial, espantando toda a gente.

Ainda me lembro, como se fosse hoje, daquela vitória 21-19 contra a Alemanha num Sá Leite "a rebentar pelas costuras" (anunciadas 4.000 pessoas. Sim, não me estou a enganar, 4.000 pessoas). Lembro-me bem do tremendo ambiente criado, publico foi 8º, 9º, 10º, 11º jogador (e por aí fora), o uso dos placares de metal na parte de cima do Sá Leite para criar barulho, e as declarações do Seleccionador Alemão a informar que Daniel Stephan, Markus Baur, Stephan Kretchmar, Frank von Behren, Volker Zerbe, Andreas Thiel e Cia sentiram imenso o ambiente criado. Tudo gente habituada a ambientes deste tipo todas as semanas. Pudera, ao publico só faltou pegar na bola para meter golos na baliza do Thiel. Outros tempos ... Bons tempos ... E a TV que não transmitiu o jogo.

Jorge Almeida disse...

Lista de tranmissões de jogos de Andebol na TV, Internet e Rádio entre 5 e 6 Novembro 2015:

http://andeboltv.blogspot.pt/2015/11/lista-de-transmissoes-entre-30-novembro.html

Anónimo disse...

penso que banhadas fez bem não referir a presença portuguesa nesta final no japão, pois nem o luvro do Luís santos esclarece a vergomha do que lá ase passou durante o mês que por lá andaram, em estagios e jogos, era uma situação que adorava ver completamente esclarecida, para ce que foi uma vergonha, obrigando o presidente da federação na altura e ter de ir de proposito ao japão para tentar meter alguma pordem naquilo.

Anónimo disse...

Ò Jorge almeida tenha vergonha na cara, olhe que o Ferreira e o Manuel Brito ainda se levantam da sepultura e batem-lhe na cabeça.
Beijocas