gal vence

Fim de Semana com as Super Taças - Vamos encher os Pavilhões - mas com dignidade a Modalidade merece
Calendário e Resultados na Barra Direita

domingo, 24 de janeiro de 2016

Crónica de Fim-de-semana – 15 – 2015 / 2016 - II

Ligeira crónica da PO02, já com a disputa dos jogos da 2.ª volta, e de mais um dos jogos em atraso, desta vez na zona norte.

Nota - Esta época as equipa “B”, não são apuradas para a Fase Final.

PO02 – Campeonato Nacional da 2.ª Divisão Seniores Masculinos.

Como sempre, e face ao que se verifica na regularização dos jogos em atraso, começamos mais uma vez esta ligeira crónica, por lamentar a irregularidade competitiva da mesma, com jogos adiados (sem se saber bem porquê, com antecipações, completamente injustificadas, tudo, provoca (no nosso entender, uma verdadeira alteração do espírito desportivo da prova)

Zona Norte – Resultados

13.ª Jornada

Dia 20-01.16
São Bernardo 27 – 27 São Mamede
Dia 30-01-16
CCR Fermentões - SP. Oleiros (17H30)
15.ª Jornada (2.ª Jornada da 2.ª Volta)
Dia 22-01-16
FC Porto B 30 – 37 FC Gaia
Dia 23-01-16
SP. Oleiros 28 – 20 Boavista FC
CCR Fermentões 30 – 34 Estarreja AC
Marítimo 31 – 29 São Bernardo
São Mamede 23 – 27 Modicus
GC Santo Tirso 25 – 22 Xico Andebol
Arsenal 35 – 35 AD Sanjoanense 

Já á muito tempo que não se realiza uma jornada sem adiamentos que por vezes não se entendem, e ainda existe um jogo da 1.ª volta que já deveria estar disputados (pelo menos na nossa opinião). Disputou, um jogo de uma jornada em atraso (a meio da semana). Assim esta zona, apesar dos acertos que se vão realizando jornada a jornada, continua a ser disputada com uma enorme irregularidade, por vezes sem motivos aparentes. Infelizmente desta vez temos jogos com ocorrência disciplinares. Tivemos ainda em relação á jornada homóloga da 1.ª volta, resultados confirmados e resultados que foram modificados, e algumas surpresas nos jogos realizados. 

Disputou-se mais um jogo, da última jornada da 1.ª volta, e já vamos na 2.ª da 2.ª volta e ainda não terminou a primeira, pois ainda falta um jogo. Desta feita decorreu em São Bernardo (Aveiro), o São Bernardo / São Mamede, que terminou numa igualdade, o que na nossa opinião, demonstrou que a equipa local, é de uma enorme irregularidade, apesar deste resultado não alterar significativamente as suas aspirações á discussão de lugar na Fase Final, mas acaba por ser um excelente resultado para a equipa de São Mamede, que desta forma continua igualmente na discussão pelos lugares apuramento. Foi um jogo de total equilíbrio, com os visitantes a vencerem ao intervalo pela diferença mínima (14-13), e com os locais no segundo tempo a reagirem e realizarem o mesmo resultado, mas de sentido inverso. Na equipa do São Bernardo com 11 jogadores a marcarem golos, destacou-se Ulisses Ribeiro com 5 golos. Nos Academistas de São Mamede, destacou-se como de costume joão Baltazar com 6 golos, sendo acompanhado por Vasco Costa com 5. 

No Pavilhão Municipal de Gaia, (curiosamente os dois encontros entre o FC Porto e o FC Gaia, disputaram-se ambos em Gaia, embora em Pavilhões diferentes), foi o único encontro antecipado da 15.ª jornada, e o resultado final do mesmo, voltou a ser a vitória do FC Gaia, que assim confirmou o resultado ocorrido na 1.ª volta. O FC Gaia, com excelente primeiro tempo, onde construiu o resultado final de um encontro que não teve grandes preocupações defensivas, tal o numero de golos verificado no encontro (67 no total), chegando ao intervalo na frente do marcador por 20-13. No segundo tempo, o jogo foi de grande equilíbrio com a equipa do FC Gaia, a fazer uma autêntica gestão do jogo e do controlo do marcador. No FC Porto, Ruben Ribeiro como de costume foi um dos seus melhores marcadores com 8 golos, seguido de Gonçalo Ferreira com 7, por sua vez no FC Gaia e igualmente mais uma vez Luís Carvalho com 9 golos, foi não só o melhor marcador da equipa como do jogo, sendo acompanhado por Pedro Ribeiro com 6 golos. Com esta vitória a equipa de Gaia, mantem todas as suas aspirações á discussão de um dos lugares de acesso á Fase Final. 

No Funchal, disputou-se outro dos mais importantes encontros da jornada, onde o Marítimo, recebia o São Bernardo, terminando a vencer, retificando deste modo a igualdade a 24 golos conseguida na primeira volta em Aveiro. Este encontro (com registo de ocorrências disciplinares) que foi sempre disputado sobre o desígnio do equilíbrio, embora os visitantes comandassem o marcador e jogo, durante mais tempo de jogo, nunca conseguiram ter mais de três golos de vantagem, como por exemplo no 6-3, o que demonstra o seu bom início de jogo, mas permitiram sempre a reação dos madeirenses igualaram a 11 golos, e terminaram o primeiro tempo com uma igualdade a 14 golos. No segundo período de jogo, melhor entrada da equipa do São Bernardo, que voltou a desfrutar de uma vantagem de três (3) golos, como por exemplo quando se registavam 22-19, para mais uma vez permitir a excelente reação dos madeirenses que nunca se deram por vencidos, entrando o encontro numa toada de grande equilíbrio e com diversas igualdades, a última das quais a 27 golos, para a partir daqui o Marítimo assumir o comando do marcador, e terminar como vencedor. Na equipa do Marítimo tivemos Guilherme Nascimento com 7 golos e Márcio Abreu com 5 como melhores marcadores, pelo São Bernardo Daan Garcia e Leandro rodrigues com 6 golos, foram os seus principais marcadores.

Em São Mamede disputou um dos jogos que teve um dos resultados mais surpreendentes da jornada, pois no São Mamede / Modicus, a equipa de Sandim, confirmou os resultados que obteve ultimamente, indo vencer a São Mamede, uma das equipas que até ao momento que perfilha como das mais fortes candidatas ao acesso á Fase Final da prova, enquanto a equipa do Modicus, se vai afastando dos lugares de “perigo” e consolidando um lugar a meio da tabela. Neste encontro onde foi retificado o resultado ocorrido na primeira volta, ainda temos a curiosidade de os números serem exatamente os mesmos mas de sentido inverso. A equipa do Modicus, já vencia ao intervalo por 13-11, consolidou o resultado no segundo tempo. Tiago Andrade com 11 golos foi o melhor marcador do São Mamede e do jogo, enquanto pelo Modicus e mais uma vez Nuno Loureiro com 7 golos foi o seu melhor marcador. 

Em Oleiros a equipa local, confirmou a vitória obtida na 1.ª volta da prova, ao voltar a vencer o Boavista FC, desta vez por números bem mais expressivos, apesar desta vitória ainda não a ter colocado a salvo dos possíveis lugares de descida, deu-lhes pelo menos ânimo para continuarem a lutar por esse objetivo mínimo, por sua vez o Boavista FC, parece-nos cada vez mais condenado á descida de divisão, pois continua a ser a única equipa da sua zona que apenas regista uma vitória até ao momento. O SP. Oleiros, chegou ao intervalo já na frente do marcador por 13-7, o que lhe permitiu um segundo tempo mais descansado e de gestão do plantel, onde 10 jogadores marcaram golos, com Miguel Cortinhas e Hugo Oliveira com 5 golos cada a serem os melhores marcadores da equipa. Por sua vez no Boavista FC foi mais uma vez Filipe Lopes com 6 golos o seu melhor marcador. 

Em Santo Tirso, a equipa local do GC Santo Tirso, voltou às vitórias, e até se isolou no comando da zona, devido á igualdade obtida pelo Arsenal, venceu novamente o Xico Andebol, confirmando igualmente a sua vitória da primeira volta da prova, enquanto o Xico Andebol, com esta derrota, volta aos lugares de possível descida de divisão embora ainda existam alguns jogos por disputar, e não são poucos, mas começa a ser preocupante certamente para os seus responsáveis e adeptos esta situação deveras incomoda. Neste encontro, que foi disputado com algum equilíbrio, pois o resultado foi totalmente construído durante os 30 minutos iniciais, quando os tirsenses chegaram ao intervalo a vencer por 12-9, precisamente a diferença de golos que se verificou no final do encontro, o que nos dá a perspetiva do equilíbrio que existiu. A equipa do Xico Andebol, falhou a concretização de 3 livres de 7 metros, que poderiam dar outra moral e provavelmente até um outro resultado. Miguel Vieira com 5 golos foi o marcador de serviço do GC Santo Tirso, enquanto no Xico Andebol, José Silva e Nuno Pacheco com 6 golos, foram os seus principais marcadores.

Em Fermentões esteve um dos encontros que, é por nós considerado como outra das surpresas da jornada (jogo com ocorrências disciplinares), pois a equipa do CCR Fermentões que na jornada homóloga da 1.ª volta, tinha sido derrotada pelo Estarreja AC, pela diferença mínima. Voltou a perder, mas por um resultado mais folgado, num jogo de grande equilíbrio e emoção, em especial nos primeiros 30 minutos que terminaram com os visitantes na frente do marcador pela diferença mínima. Esta vitória permite á equipa do Estarreja AC, começar a consolidar a sua posição na tabela classificativa, embora ainda esteja na zona de perigo, pois o equilíbrio entre as equipas é grande. Por sua vez o CCR Fermentões mantêm-se num confortável lugar, pelo menos até ao momento. João Martins e mais uma vez João Barbosa, com 6 golos, foram os marcadores de serviço do CCR Fermentões, enquanto no Estarreja AC, e mais uma vez Tiago Couto com 11 golos, foi o melhor marcador da equipa e do jogo, seguido por André Rego com 9 golos.  

Finalmente temos, que na nossa opinião a grande surpresa da jornada residiu em Braga, no pavilhão Flávio Sá Leite, num jogo disputado sem qualquer preocupação defensiva (70 golos no total), o Arsenal, sofreu a bom sofrer, para obter uma igualdade diante a AD Sanjoanense, que se encontra num dos lugares, em que terá, de tomar precauções para evitar uma possível descida de divisão, enquanto os bracarenses, lutam por um lugar de acesso á Fase Final, e com este ponto perdido, que poderiam ter sido mais, permitiu que o GC Santo Tirso se isolasse no primeiro lugar da classificação da zona. Neste encontro, onde o resultado final foi retificado em relação ao verificado na primeira volta, o Arsenal, não ganhou para o “susto”, pois no final dos primeiros 30 minutos do jogo, encontrava-se a perder por 21-17, e só uma boa reação no segundo tempo, lhe permitiu, chegar á igualdade no final do encontro. No Arsenal, onde 10 jogadores marcaram golos, André Caldas foi mais uma vez o seu melhor marcador com 7 golos. Por sua vez na AD Sanjoanense, onde igualmente 10 atletas marcaram golos, tivemos os nomes do costume, Ricardo Pinho com 8 golos, e Rui Rodrigues com 6 golos. 

Classificação após os jogos disputados até ao momento: - 1.º GC Santo Tirso (41 pontos), 2.º Arsenal (40 pontos), 3.º São Mamede (38 pontos), 4.º FC Gaia (36 pontos), 5.º São Bernardo (34 pontos), 6.º Marítimo (31 pontos), 7.º CCR Fermentões (-1 jogo) e Modicus (28 pontos), 9.º AD Sanjoanense e Estarreja AC (26 pontos), 11.º SP. Oleiros (-1 jogo) e FC Porto B (24 pontos), 13.º Xico Andebol (23 pontos), 14.º Boavista FC (17 pontos).  

Zona Sul - Resultados

13.ª Jornada
Dia 30-01-16
IFC Torrense - 1.º Dezembro (19H00)
15.ª Jornada (2.ª da 2.ª Volta)
Dia 23-01-16
CD Marienses 35 – 16 IFC Torrense
CDE Camões 23 – 21 Benfica B
1.º Dezembro 20 – 25 AC Sismaria
Alto Moinho 26 – 26 Almada AC
ADC Benavente 19 – 25 Juventude Lis
GS Loures 28 – 28 Vitória FC
Ílhavo 21 – 32 Boa Hora 

Zona que já vai na segunda jornada da segunda volta, ainda existem jogos em atraso da 1.ª volta, o que não se entende. Nesta jornada, verificaram-se resultados para todos os gostos, e onde foram retificados alguns, em relação ao verificado na 1.ª volta, e até se verificaram algumas surpresas, e como estamos a aproximar-nos dos momentos decisivos, tivemos uma das jornadas mais indisciplinadas, na nossa opinião com 3 jogos a registarem ocorrências disciplinares 

Começamos por um dos resultados, que mais surpreendeu, a igualdade verificada no jogo Alto Moinho / Almada AC, (jogo com ocorrências disciplinares, três (3) desqualificações diretas), e que foi um dos encontros onde foi alterado a resultado ocorrido na 1.ª volta. O Almada AC, pela segunda jornada consecutiva, que obtém resultados positivos, que lhe permitem, acalentar a legítima esperança, de se afastar, dos lugares de perigo, vencia ao intervalo em casa do seu adversário por 15-11, causando ainda maior surpresa, pois a equipa do Alto Moinho tem sido uma das agradáveis surpresas na zona, mas permitiu que estes, no segundo período, tivessem uma excelente reação e chegassem á igualdade. Alexandre Pereira e Tiago Gil, com 6 golos cada foram os principais marcadores do Alto Moinho, enquanto pelo Almada AC, Pedro Coelho com 7 golos foi o melhor marcador da equipa e do jogo, sendo acompanhado por Tiago Pereira e por António Schouwenaar, ambos com 6 golos cada. Com este resultado a equipa visitada, encontra-se em lugar, que lhe apenas permite assegurar a manutenção.  

Outra das surpresas da jornada, deu-se em Loures onde a equipa do GS Loures, obteve um excelente empate, sendo um dos jogos em que se verificou alteração do resultado em relação ao ocorrido na 1.ª volta, diante um irregular (na nossa opinião) Vitória FC (Jogo com ocorrências disciplinares, uma (1) desqualificação direta), que é capaz do melhor e do pior, com esta igualdade a equipa visitada, não deixou fugir em termos pontuais o Almada AC, e o espectro dos lugares de descida continua. A equipa de Setúbal, mesmo com esta igualdade, mantêm-se nos lugares de acesso á Fase Final, mas vê alguns adversários diminuírem a diferença pontual, e ganharem novo alento. O jogo em si foi de total domínio dos visitantes durante os primeiros 30 minutos que chegaram ao intervalo na frente do marcador por 16-12, permitindo todavia, a reação positiva do GS Loures, que obteve uma excelente igualdade. No GS Loures, mas uma vez Alexandre Rua com os seus 9 golos, foi o melhor marcador da equipa, seguido por Nuno Oliveira com 6 golos, enquanto no Vitória FC, tivemos os marcadores do costume André Praxedes com 10 golos melhor marcador da equipa e do jogo e Francisco Fuzeta com 7 golos. 

Outro dos encontros, onde foi alterado o resultado verificado na primeira volta, disputou-se no Pavilhão Moniz Pereira, onde o CDE Camões, recebia o Benfica B, e venceu o encontro de forma inesperada (na nossa opinião). Com esta vitória a equipa do CDE Camões, alcançou em termos pontuais o seu adversário da jornada, e parece-nos, que face aos diferenciais existentes, em termos pontuais (com exceção do Boa Hora), que a “luta” pelos lugares de acesso á Fase Final, será bem maior do que imaginávamos, embora ainda faltem muitas jornadas, por disputar. Foi mais um resultado diferente do verificado na 1.ª volta. O jogo foi sempre disputado com grande equilíbrio, com o intervalo a ser atingido, com a equipa do CDE Camões na frente do marcador pela diferença mínima (11-10), continuando o equilíbrio a manter-se ao longo do segundo tempo, com a equipa do Benfica a não deixar “fugir” em termos de resultado os homens da equipa visitada. Tiago Silva com 6 golos foi mais uma vez o melhor marcador da equipa do CDE Camões, enquanto no Benfica, com os golos distribuídos por 10 dos seus jogadores, onde faltou, pelo menos Augusto Aranda e Alexandre Cavalcanti, o seu melhor marcador, situou-se nos 4 golos e foi Hugo Freitas.  

Em Santa Maria, o CD Marienses, não sentiu qualquer dificuldade em vencer, o IFC Torrense, por um diferencial assinalável, e que confirmou a vitória registada na 1.ª volta, foi um encontro de total superioridade dos insulares que ao intervalo já venciam por 18-8, o que diz tudo acerca das facilidades encontradas, diante a equipa da Torre da Marinha, que se apresentou com apenas 7 jogadores inscritos no Boletim de jogo, o que é absolutamente lamentável para a divisão que se encontram a disputar, e mais uma vez nos jogos fora de casa, não apresentou um dos seus melhores jogadores (Vladimiro Bonaparte), o que não é a primeira vez. Mais uma vez António Cortez com 7 golos foi o melhor marcador do CD Marienses, acompanhado por Tiago filipe com 6 golos, no IFC Torrense, Nelson Tavares com 8 golos, melhor marcador da equipa e do jogo, com Jorge Colaço a chegar aos 5 golos. Com esta vitória a equipa insular, mantem na discussão pelos lugares de acesso á Fase Final, enquanto o IFC Torrense, encontra-se numa zona de “perigo”, apesar de ter um jogo a menos.  

No Pavilhão Jesus Correia, disputou-se o 1.º Dezembro / Sismaria (encontro com ocorrências disciplinares), e que foi um encontro onde foi confirmado o resultado ocorrido na 1.ª volta, com a vitória da equipa do Sismaria, que deste modo se mantem na “corrida”, pelos lugares de acesso á Fase Final, depois de ter passado por alguns resultados menos positivos, enquanto o neo divisionário 1.º Dezembro, tal como IFC Torrense, se encontra com um jogo a menos, mas continua na chamada zona de “perigo”. A equipa de Gândara, construi o resultado praticamente durante os primeiros 30 minutos, quando chegou ao intervalo já na frente do marcador por 15-7, permitindo que a equipa visitada tivesse uma excelente reação no segundo período de jogo, sem nunca perder o controlo do mesmo e do marcador. Na equipa do 1.º Dezembro com os golos bastante distribuídos o seu melhor marcador não foi além dos 4 golos e foi Tiago Marques. Na equipa do Sismaria igualmente com grande distribuição de marcadores, o seu melhor marcador voltou a ser Frederico Malhão com 6 golos.  

Em Benavente tivemos mais um encontro onde se confirmou o resultado ocorrido na 1.ª volta o ADC Benavente / Juventude Lis, voltando-se a verificar a vitória dos leirienses, embora por um diferencial inferior, o que não contraria a logica da sua superioridade. Com esta vitória a equipa da Juventude Lis, distanciou-se do seu adversário da jornada e ultrapassou o Benfica em termos classificativos, e poderá (na nossa opinião), intrometer-se na discussão pelos lugares de acesso á Fase Final, da prova, por seu lado pensamos que o ADC Benavente, que se mantem sensivelmente a meio da tabela, estará a salvo de qualquer imponderável. Este encontro embora com 12 exclusões, no total, não teve qualquer relatório disciplinar, e a equipa visitante, já vencia ao intervalo por 14-9, o que lhe permitiu realizar um segundo tempo em gestão de esforço e de controlo do marcador, de realçar o que a equipa do ADC Benavente converteu todos os livres de 7 metros e foram 6. No ADC Benavente tivemos como melhor marcador da equipa e do jogo, um dos nomes usuais nestas crónicas, João Raquel com 11 golos, nos leirienses e mais uma vez foi o jovem Francisco Marques com 6 golos o seu melhor marcador.  

Em Ílhavo, perante uma assistência, por nós apelidada de ridícula (25 espectadores), tivemos um encontro entre o último classificado da zona o Ílhavo, e o comandante da classificação, sem derrotas até ao momento o Boa Hora. Foi um encontro onde a equipa do Boa Hora confirmou toda a sua superioridade e venceu com alguma facilidade, confirmando igualmente o resultado ocorrido na 1.ª volta. No entanto por vezes o excesso de confiança cria-nos dificuldades, e ao intervalo a equipa do Boa Hora, apenas vencia por 13-11, construindo todo o diferencial existente com um “acordar das tropas”, de forma a não deixar duvidas acerca sua superioridade. João Ribeiro com 7 golos e António Ferreira com 6 golos, foram como de costume os melhores marcadores do Ílhavo. Na equipa do Boa Hora, tivemos três atletas (3) com 6 golos cada, como melhores marcadores da equipa (Nuno Santos, Igor Stojanovic e António Cabaça). Com os resultados verificados na jornada a equipa do Boa Hora encontra-se, cada vez mais distanciada dos seus mais diretos adversários na luta pelo acesso á Fase Final da Prova.

Classificação após os jogos disputados até ao momento:- 1.º Boa Hora (44 pontos), 2.º Vitória FC (38 pontos), 3.º AC Sismaria (37 pontos), 4.º CD Marienses (36 pontos), 5.º Juventude Lis (34 pontos), 6.º Benfica B e CDE Camões (33 pontos), 8.º ADC Benavente e Alto Moinho (32 pontos), 10.º 1.º Dezembro (-1 jogo), e IFC Torrense (-1 jogo) (21 pontos), 12.º Almada AC e GS Loures (19 pontos), 14.º Ílhavo (17 pontos). 

O Banhadas Andebol

35 comentários:

Anónimo disse...

O Boavista causa inveja a muita gente! A 1ª Vitória e única que o Boavista tinha era com o oleiros, portanto este resultado foi retificado!

Anónimo disse...

Boavista volta a não dar azo a surpresas! O Bando de amigos mimados, com um "treinador", e sub-treinador que os acompanha voltaram a mostrar a incapacidade/incompetência de jogarem e estarem numa 2ª Divisão a representar o Boavista, estando praticamente carimbada a descida! Alguém devia ganhar a real vergonha na cara! Olhando para a ficha de jogo, observamos que o Oleiros ganha por 8, e tem um total de 7 exclusões contra duas do Boavista, sinal que a equipa de arbitragem tentou ajudar um pouco! Ou por outro lado é uma equipa sem Força, onde o ataque deve ser o mais importante e descura-se da Defesa. Vá-se lá entender...

Anónimo disse...

A Zona Norte tem um campeonato com altos e baixos de várias equipas onde sem duvidas nenhuma a equipa do Arsenal é a que mais desilude.
Não sei quanto custa o plantel do Arsenal (o melhor da 2ª divisão) e para o campeonato em causa, a sua qualidade, só pode ser equiparada na primeira divisão ao plantel do FCP.
É importante perceber que dentro de pouco tempo o Arsenal poderá estar na 1ª Divisão.
Digo poderá (no condicional), porque: A Qualidade do Andebol praticado é manifestamente inferior à qualidade do Plantel e os Adversários embora tendo planteis manifestamente inferiores estão mais trabalhados e evoluídos no trabalho de grupo e Campo.
Os poucos jogos que vi (fora) e o feedback que tenho de gente Amiga do Andebol que também já viu alguns jogos coincide em achar o Arsenal uma equipa entediante que parece estar em permanente pré-época à espera de um dia descobrir o seu fio de jogo.
Não acompanho o suficiente para apontar soluções mas será pena ver desperdiçar um conjunto de jogadores que não sendo craques, têm talento mais que suficiente para resultar numa equipa ganhadora (2ª div) e para o próximo ano estar na Primeira Divisão a tentar aguentar-se.
Seria bom ver alguns dos jogadores do Arsenal outra vez na 1ª divisão mas....com esta qualidade de jogo demonstrada.... por favor...não.

Anónimo disse...

O Gabi tem que comprar uns óculos...
É que não havia necessidade...
Será que alguma vez vai perder a mania dos "rótulos"? Ou estar atento ao jogo?
Caro Saraiva: é chegada a hora de ser dirigente e dirigir, sob pena de deitar a perder os objectivos (legítimos) do Arsenal da Devesa!

Anónimo disse...

Vendo óculos "sem rotulo" e de -marca conhecida.
Alerto a potenciais interessados que os mesmos óculos (infelizmente) não incluem conhecimentos técnico-tácticos da Modalidade de Andebol....

Anónimo disse...

Penso k não tem solução:
Não há óculos no mercado que resolva este problema.
Ir lá, ao Pavilhão, para ver os jogos, é algo característico de adeptos. Todos os outros intervenientes tem funç~oes diferentes tais como: Jogadores vão para jogar. Dirigentes para dirigir e treinador para treinar. Cada um que faça o seu momento de reflexão e depois tire as devidas conclusões.
P.S. A reflexão provavelmente não será suficiente devido ao peso dos egos em causa.

Anónimo disse...

S. Paio de Oleiros - 21 horas de uma noite de sábado, não deve haver muito que fazer por aquelas bandas, as mulheres devem ter lavado a louça a correr para ir dizer palavrões durante 60 minutos. O Boavista nunca poderia ganhar tal jogo, porque os árbitros são altamente pressionados pela elevada categoria dos comentários. Ai dos Boavisteiros que ganhassem, dois GNR para aquilo tudo???? Já agora, aproveitem e mandem arranjar o cronómetro/marcador, aquilo por ali é um bocado estranho.....

Anónimo disse...

Arsenal melhor plantel da segund divisão?? AHAHAH desculpa tiveste piada...!

Anónimo disse...

"Em Oleiros a equipa local, confirmou a vitória obtida na 1.ª volta da prova, ao voltar a vencer o Boavista FC, desta vez por números bem mais expressivos..." A SERIO????? Na 1ª volta ganharam???? Em que campeonato????

Anónimo disse...

O TIRSO é de longe a melhor equipa, mas de longe....pena o treinador andar a dormir com o puto de Braga que lhe estraga o ambiente.

Anónimo disse...

Vi o Arsenal - S. Tirso (1ª volta), o Tirso ganhou mas fiquei com a sensação que o Arsenal seria melhor.
Não sei a evolução actual do Tirso... o Arsenal parece ter um bom grupo de jogadores q não causam problemas mas a evolução da equipa foi feita com muitas "LOPETEGUISSES".
Respeito as opiniões diferentes e acredito que o Tirso esteja melhor ... mas não devia.
P.S. Só espero que outras equipas também tenham as suas "LOPETEGUISSES", caso contrário o sonho vira pesadelo.

Anónimo disse...

Uma equipa (Arsenal) que se vê obrigada a utilizar um jogador durante 60 min mesmo que ele esteja em grande forma ( o que logicamente nem sempre é o caso) torna-se implícito que não tem soluções.... Logo, não pode ser o melhor plantel.

P.S. Perdão 59 minutos. No momento da jogada a 10 segundos do final ele estava no banco.
P.S.2 Não leiam isto como critica ao jogador, porque não o é. Aliás qualquer jogador que obrigatoriamente tem 59 minutos de jogo efectivo pela frente só tem uma coisa a fazer: POUPAR-SE.

Anónimo disse...

No Santo Tirso muita gente anda a dormir este fim de semana um jogo da equipa senior B ficou por realizar porque um alguém supostamente responsável do clube marcou o jogo para o Municipal à mesma hora de um jogo de futebol de salão.
O mais grave é que os responsáveis do clube sabiam perfeitamente que o jogo não podia ser realizado a essa hora, até foi alertado a tempo e horas pelo responsável do pavilhão, que lhe indicou um horário alternativo, mas assobiou para o lado.
Uma falta de respeito pela equipa adversária, pelos atletas e apoiantes.
Algo que se podia desculpar, um erro todos temos, se não o fosse o caso de esta época já ter acontecido 4 vezes.
Bem sei que esta e outras tarefas são realizadas por puro altruísmo mas se o fazem façam-no com o máximo de responsabilidade.
Valeu o o far-play do Póvoa de Varzim que não aceitou ganhar o jogo na secretária e propôs realizar o jogo noutro dia no seu pavilhão.

Anónimo disse...

Por alguma coisa e que o Abc utilizou o correio azul para despachar o Caniço o mais depressa possível .

Anónimo disse...

O puto de Braga Só pode ser muito bom para comandar e mandar na equipa do Tirso. O curioso é o clube, treinador, dirigentes e atletas amoucharem e aceitarem esse comando e a subjugação ao seu poder.

Anónimo disse...

Não veio de correio Azul pq o Caniço ainda é Jogador do ABC.

Anónimo disse...

Pelos vossos comentários é melhorem passar já o Arsenal e o Tirso para a 1divisao... por amor de deus...

Anónimo disse...

Pois, Senhor anónimo das 22.22...
Mas por Braga está tudo muito mais tranquilo enquanto o rapaz estiver a comer uns "jesuítas".
Aliás nota-se bem a "falta" que faz às equipas do ABC, pois vão todas em último lugar!
Que fique muito tempo por Santo Tirso é o que toda a gente deseja aqui por Braga.
Bem todos, todos, também não pois faz muita falta ao Gabi, pois sempre lhe dava muito jeito ser adjunto de tão grande genialidade... Parece que aprendeu muito no ano passado!

Anónimo disse...

Mas será que alguem duvida que o Ginásio Santo Tirso e o Arsenal da Devesa subiram !!!!! Eu não e tenho a certeza desde o inicio do campeonaro.
Quanto ao Caniço e curiosamente ou não já arranjou substituto ao Gabi,apesar de achar estranho o Luis Santos entrar nessa onda,custa me a acreditar mas se deixa o Caniço ser adjunto tá lixado pois sei do que a casa gasta mas uma coisa é verdade o Ginásio caiu muito 2 derrotas e mesmo com o Xico foi tremido ,deve ser por jogarem sempre os mesmos.

Anónimo disse...

Sabendo a qualidade dos jesuítas e dos envolventes proponho:
1- Jesuitas para Braga, estamos bem servidos mas será uma aquisição que acrescentará algo de BOM e logicamente em Braga ficaremos agradecidos;
2- Gabi para o S. Tirso, ficaremos agradecidos e o SR,Caniço também.... subirá de adjunto para....);

Por favor , Vamos ser felizes....

Anónimo disse...

Nem as equipas de Braga estão em ultimo nem a de S. Tirso.
É curioso verificar a insatisfação dos adeptos das equipas que vão em primeiro no seu campeonato.
Será logico defender que quem está em primeiro deve estar a fazer um bom trabalho mas todos sabemos que essa lógica nem sempre é verdade. Todos sabem que quando se está na frente é preciso muita coragem e te-los no sitio para assumir os erros e tomar decisões.
De facto no que respeita ao Arsenal o trabalho é medíocre. É tão evidente que até dói, custa mesmo muito verificar a inactividade ou a incapacidade para actuar das pessoas que deveriam atuar.
Presumo que o Arsenal pague muito pouco mas o pouco que paga não pode valer tudo, ou melhor ... não pode valer tão pouco.
O Projecto Arsenal é novo, muito barato e quase de borla conseguiu aquilo que algumas equipas mesmo a pagar não conseguem ter, Um Grupo de atletas que faz inveja.
Não sei se é um favor, os treinadores treinarem as equipas da regional ou da 3ª divisão nos confins do Mundo, se assim é em Braga não pode ser.
As pessoas de Braga percebem de Andebol e é confrangedor verificar que os comentários à qualidade técnica exercida no clube são mesmo a realidade.
Tudo isto seria menos importante se não estivéssemos a ver ao vivo e a cores o desbaratar de um projecto onde deveria emergir a enorme qualidade dos atletas. (Pf. verifiquem a baixa média de idades e quantos Campeões Nacionais fazem parte do Plantel...irão ter uma surpresa).
É necessário pensar o futuro agindo no presente não deixando, como alguém já disse, que as Lopetguisses dêem cabo do Projecto.
Este descrédito não estará associado à falta de relações técnicas entre o ABC e o Arsenal. Não será razão mais que suficiente para o ABC ter enviado o Caniço para o S. Tirso em vez de o deixar em Braga. Sem querer isso foi a salvação do Arsenal pois por esta altura para além da ausência de qualidade técnica também não teriam Grupo/Atletas.
Desejo Boa Sorte ao Arsenal e ao S. Tirso porque de facto tem os melhores atletas é pena o Arsenal ter o Treinador que tem e o S. Tirso o adjunto que tem.

Anónimo disse...

IAC ALE ALE ALE

Anónimo disse...

"Anónimo Anónimo disse...

Mas será que alguem duvida que o Ginásio Santo Tirso e o Arsenal da Devesa subiram !!!!!" -

Já subiram? então é melhor as outras equipas deixarem de jogar - Como falar em bom português?!

Anónimo disse...

Ninguém por decreto é campeão,mas as probabilidades são as que são.
Isto não é desrespeito por ninguém, como não foi o ano passado, achar que o Avanca e o Fafe subiriam de divisão desde que não estragassem a qualidade que disponham.
Estamos a falar de duas boas equipas que de facto são (provavelmente) as melhores do campeonato mas podem sempre ser surpreendidas pelos adversários ou por Génios do Andebol que a (des)treinam ou por adjunto disfarçado de jogador ou jogador disfarçado de adjunto que as destruam.
... O que se sabe é que qualquer treinador das outras equipas não se importaria de ter alguns dos jogadores menos utilizados pelo Arsenal e S. Tirso no seu Plantel.

Anónimo disse...

É curioso verificar o Latim que se gasta por aqui.
O "Jesus" diz que os melhores são os que estão em primeiro lugar.
De facto os melhores são os que irão subir.
Quem acredita que ter uns quantos "galácticos" já chega para ganhar, desengane-se.
A soma da qualidade dos atletas não é igual à qualidade da equipa.
Acredito que a qualidade do trabalho da equipa é o factor que mais importa para a obtenção do êxito.
Prevejo também ,que alguém vai ficar a chorar no final do campeonato.
Só não percebo como o Arsenal estando na terra do Andebol não consiga encontrar um treinador que faça juz ao exigível,

Anónimo disse...

Boa tarde, o banhadas tem falado que o IAC E candidato à descida! Mas será qu o banhadas sabe que o Ilhavo está com problemas na equipa!? O banhadas sabe-se o Ilhavo está a ficar sem atletas! O banhadas sabe que no Jô com o boa hora em casa jogou com 2 guarda redes à frente!? O banhadas sabe que o Ilhavo tem jogado com um guarda redes em maior parte dos jogos à frente!? O banhadas sabe que o clube da cidade de Ilhavo tem neste momento uma equipa bastante jovem? Pode ser que o forte candidato a descida suprindo muita gente inclusive o banhadas!

Anónimo disse...

Só um anzol é que nao vê o que se está a preparar por isso ja se comenta que o Tirso e o Arsenal já subiram,não estou a ver os tesos do Gaia ou da Sao Mamede a investirem ,ainda por cima dois clubes super conflituosos.

Anónimo disse...

Quase tudo comentários a "Norte". No Sul vive-se em estado de graça, não há dinheiro, não há objectivos, não há polémica.
Se o Boa-Hora sobe há uma guerra nuclear do Mondego para cima.

Anónimo disse...

O investimento do GINÁSIO está na sua formação, esqueçam a ideia de ter jogadores remunerados porque é coisa que não existe... E para quem não percebe nada de treino, deixem-me que vos diga, o GINÁSIO está a ter resultados porque juntou um grupo de jogadores jovens humildes e com vontade de aprender, a um técnico que sabe inteiramente potencializar os seus jogadores... Isto não é uma chave do sucesso, é apenas COMPETÊNCIA

Anónimo disse...

Tem toda a razão...aqui no Gaia somos todos tesos! Nenhum de nós, desde atletas a treinadores, ganha 1€ que seja!
Se sem dinheiro estamos onde estamos...o que fariamos se tivessemos o dinheiro que outros andam a esbanjar para, no final, ou andarem perto de onde andamos, ou então andarem a lutar para não descer!
Somos tesos...mas temos o que poucos têm...Alma e ambição!

Anónimo disse...

NO GAIA SOMOS TESOS MAS MESMO ASSIM DEU PARA FORMAR 3 DOS MELHORES JOGADORES DO SANTO TIRSO O POÇAS ,O LIMA E O VALENTE ESSA É QUE É ESSA E TAMBEM O TREINADOR O NELSON VIEIRA POR LA ANDA A GANHAR O DELE.

Anónimo disse...

TESOS AO PODER!!!
É ADMIRÁVEL O TRABALHO FEITO.
MAS... TUDO É MAIS FÁCIL QUANDO...
? O TREINADOR DO ARSENAL VEIO DE ONDE?

Anónimo disse...

Só falta mesmo ao FC Gaia, chegar onde o GINÁSIO já chegou. Subir e competir na 1ª divisão com jogadores formados na casa.

Anónimo disse...

O Gaia ja andou muitas mais vezes que o Ginasio na 1ª divisao e que nem é comparavel

Anónimo disse...

Bastava ao Gaia que voltassem o Manel Lima e o Zezinho que vocês viam, a musica era outra,pode ser que para o ano se faça uma equipa com jogadores da casa.
Parabens a todos os que lá estão porque estão a dignificar a camisola.