gal vence

Euro Sub-17 Femininos (Lituânia), Portugal vence a Geórgia por 48-11 - Mundial Sub-19 Masculino Portugal vence Turquia 34-25, e está nos 1/4 Final - Vamos encher os Pavilhões - mas com dignidade a Modalidade merece
Calendário e Resultados na Barra Direita

terça-feira, 2 de fevereiro de 2016

Crónica de Fim-de-semana No Feminino – 19 – 2015 / 2016

Crónica exclusivamente dedicada aos jogos desta prova Feminina (PO09), que se disputaram este fim-de-semana, e que foram o acerto de um jogo da 10.ª jornada, outro da 13.ª, e os restantes jogos da 18.ª Jornada.  

Mantemos este texto, pois pode ser que alguém, um dia o leia, “Continuamos com a esperança de que, algum dia, as estatísticas diretas aos jogos se estendam aos jogos a esta prova nacional, contribuindo para o seu desenvolvimento e implementação, e valorização”  

PO09 – Campeonato Nacional da 1.ª Divisão Seniores Femininos.

1.ª Fase – Resultados

8.ª Jornada
Dia 31-01-16
Maiastars 27 – 31 João Barros
13.ª Jornada (2.ª da 2.ª Volta)
Dia 29-01-16
ARC Alpendorada 21 – 30 Colégio Gaia
14.ª Jornada (3.ª Da 2.ª Volta)
Dia 03-02-15
Colégio Gaia - Maiastars (21H30)
18.ª Jornada (7.º da 2.ª Volta)
ARC Alpendorada 15 – 29 Madeira SAD (antecipado)
Maiastars 28 – 29 CS Madeira (antecipado)
Dia 30-01-16
Juventude Lis 21 – 20 CA Leça
Colégio Gaia 35 – 15 Passos Manuel
Santa Joana 20 – 23 João Barros
Alavarium 33 – 23 Assomada

De referir, que nos jogos disputados, apenas em um (1) deles se verificou a existência de ocorrências disciplinares, e nos jogos que corresponderam a jornadas homólogas da 1.ª volta, apenas ocorreu uma retificação de resultado 

Nos jogos disputados este fim-de-semana, o que se verificou foi:

Em Alpendorada, disputou-se o ARC Alpendorada / Colégio Gaia, jogo, incompreensivelmente adiado (na nossa opinião), relativo á 13.ª Jornada (2.ª da 2.ª Volta) e que terminou tal como na primeira com a vitória do Colégio Gaia, uma das favoritas, á discussão do 1.º lugar nesta Fase da prova. Foi um encontro onde o Colégio, construiu o resultado durante os 30 minutos iniciais, quando chegou ao intervalo a vencer por 19-5. No segundo período de jogo, após os primeiros minutos do mesmo, iniciou uma completa rodagem de todo o plantel, onde 12 atletas marcaram golos, mas permitindo ao ARC Alpendorada, um resultado final mais amenizado. Catarina Luís e Tânia Braga, ambas com 6 golos cada, foram as melhores marcadoras da equipa visitada. Por sua vez Bebiana Sabino e Vanessa Silva com 5 golos cada, foram as melhores marcadoras da equipa visitante. O Colégio Gaia, disputou, novo jogo no fim-de-semana, desta feita recebendo a frágil equipa do Passos Manuel a quem “cilindrou” completamente, vencendo ao intervalo por uns claros 21-9, e voltando a fazer uma total gestão do plantel e do marcador, com 12 atletas a marcarem golos sendo que as suas melhores marcadoras não ultrapassaram os 4 golos (Sara Andrade, Fernanda Carvalho, Vanessa Silva e Helena Soares). No Passos Manuel Mariana Faleiro com 5 golos foi a sua melhor marcadora. Com estes resultados a equipa do Passos Manuel, “afunda-se cada vez mais na tabela, e provavelmente o Grupo será o seu destino, após o términus desta fase da prova.

Em Leiria, disputou-se o encontro entre a Juventude Lis e o CA Leça, encontro com duas partes distintas, no primeiro tempo, superioridade da equipa do CA Leça, que chegou ao intervalo a vencer por 11-6, no segundo tempo boa reação das leirienses, que terminaram o encontro a vencer pela diferença mínima. Foi o único encontro da jornada onde foi retificado o resultado. Na Juventude Lis, Ana Carolina Silva com 9 golos foi a sua melhor marcadora, enquanto no CA Leça Cristiana Morgado com igual número de golos, foi a sua melhor marcadora. Com esta vitória a equipa da Juventude Lis aproxima dos lugares de Play OFF, mas em caso de igualdade, por exemplo com o CA Leça, está desvantagem, no desempate por diferença de golos.

No Pavilhão do Alavarium tivemos o Alavarium / Assomada, com a equipa aveirense a confirmar a sua superioridade, voltando a vencer, por significativa margem, dominando o encontro praticamente durante os 60 minutos, já vencendo ao intervalo por 12-9, face a boa réplica dada por uma equipa que contem alguns bons executantes. No segundo tempo foi construído o resultado final, que reflete na totalidade a diferença existente entre os planteis, com 12 jogadoras do Alavarium a marcarem golos, sendo Maria Coelho e Ana Neves, com 5 golos cada a suas melhores marcadoras, por seu lado a Assomada que se apresentou com apenas 10 jogadoras inscritas, teve em Edna Oliveira com 10 golos a sua melhor marcadora. Com este resultado a equipa Aveirense, mantem-se no 2.º lugar da Classificação a par do Colégio de Gaia.

O João Barros, que este fim-de-semana, realizou jornada dupla, pois disputou um dos seus jogos em atraso, no jogo relativo a jornada normal, deslocou-se ao Pavilhão Municipal de São Pedro Fins, onde defrontou a neo divisionária Santa Joana (jogo com ocorrências disciplinares registadas), e num jogo de algum equilíbrio aparente voltou a vencer, num encontro onde ao intervalo vencia por 12-7, construindo praticamente a sua vitória nos 30 minutos iniciais, suportando posteriormente a reação da equipa adversária. Marlene Pinto com 5 golos, foi a melhor marcadora da Santa Joana, enquanto no João Barros, Neuza Valente com 7 golos, e Maria Suaré com 5 golos, foram as suas melhores marcadoras. No seu segundo jogo do defrontou a equipa do Maiastars, num jogo sempre disputado com grande equilíbrio, mas que terminou com a vitória do João Barros, que assim se mantém na “luta”, pelos lugares cimeiros desta fase, que apurará os jogos do Play OFF. Neste encontro a equipa maiata, chegou a comanda o jogo nos 30 minutos iniciais, e perto do final do 1.º tempo vencia por 14-14, mas um parcial de 4-1 das meirinhas, levou a que o resultado ao intervalo lhe fosse favorável, por 16-15. No segundo tempo o equilíbrio manteve-se até o resultado estar numa igualdade a 24 golos, depois de um parcial de 5-1 a favor do João Barros que colocou o resultado em 29-25 a seu favor, nunca mais perderam o comando do marcador e do encontro. Diana Oliveira com 10 golos e Mariana Azevedo com 6 golos, foram as melhores marcadoras do Maiastars, por sua vez Maria Suaré com 9 golos, e Neuza valente com 5 golos, foram as melhores marcadoras do João Barros.

Após, a disputa destes jogos, a classificação ficou assim ordenada: - 1.º Madeira SAD (51 pontos), 2. º Colégio Gaia (-1 jogo) e Alavarium (49 pontos), 4.º João Barros (48 pontos), 5.º Maiastars (-1 jogo) (37 pontos), 6.º CS Madeira (36 pontos), 7.º Assomada (30 pontos), 8.º CA Leça (29 pontos), 9.º Juventude Lis (27 pontos), 10.º Santa Joana (26 pontos), 11 Passos Manuel e ARC Alpendorada (23 pontos).

O Noticias

4 comentários:

Anónimo disse...

E continua a saga de treinadores sem terem o grau obrigatório a estarem no banco das equipas. ( PO9 Grau 4 ).

Anónimo disse...

Duas cubanas inscritas pelo Madeira Sad? Haja dinheiro! Além de terem atletas lá que só jogam andebol, como a Érica e a Diana Roque, de pagarem a toda a gente, ainda vão contratar 2 estrangeiras?
Se com este plantel não são campeãs, a treinadora que se dedique à pesca.

Anónimo disse...

Não percebo porque é que o Madeira sad é criticado por conseguir pagar às suas jogadoras (algumas a ganhar mais de 500 euros) e conseguir contratar estrangeiras. Os outros clubes é que devem trabalhar para dar essas condições!
Mas é claro que isto passa a ser como o Benfica no volei ou no basket, se não ganham é um escandalo. Vamos lá a ver se a Sandra tem unhas para guiar este ferrari. Lá berrar e polémicas é com ela, agora por a equipa a jogar....

Anónimo disse...

Vergonhoso, mas não menos provável, seria o Ferrari despistar-se!
É que, pagar desta forma a estrangeiras que ainda não provaram nada, não pagando às que lá estão e que já provaram muito, parece-me que não irá criar lá muito bom ambiente...será?!