gal vence

- Vamos encher os Pavilhões - mas com dignidade a Modalidade merece
Calendário e Resultados na Barra Direita

quinta-feira, 4 de fevereiro de 2016

Planeamento Desportivo – Alteração do modelo da PO01

Alguns Clubes pretendem Mudar Modelo da PO01
(Campeonato Nacional da 1.ª Divisão Masculino) 

Tomando conhecimento, através de uma notícia, publicada no Jornal a Bola em 02-02-16, verifica-se que um conjunto de clubes, pretende, alterar a forma de disputa da PO01. 

Constata-se através da mesma notícia, de a ideia, partiu de um dos clubes que poderá eventualmente descer de divisão, pois que o modelo proposto segundo a mesma noticia, passa por aumentar o número de clubes de 12 para 14.

O dirigente em causa, diz claramente e segundo o que se publica na noticia “---Assumo que estou a olhar para o meu umbigo, sem problemas…”, assim só poderemos concluir, que o problema provavelmente, não estará no modelo competitivo, mas numa alternativa, que permita, aumentar o número de clubes na 1.ª Divisão. Esta é uma conclusão nossa, pois não temos conhecimento da proposta, nem encontramos em lado nenhum, forma de a verificar, apenas estamos a constatar, o que foi dito e publicado. 

Diz ainda a noticia, a determinado momento “ a Proposta já está na Calçada da Ajuda e oportunamente deverá ser discutida com os clubes, sendo que a FAP quer um debate alargado sobre o assunto”, achamos bem que o faça, pois na nossa opinião, este aumento de clubes, poderá levar a modalidade a uma “futebolização da mesma”, pois se cada vez que um clube estiver na situação de possível descida de divisão se fizer um aumento do número de clubes na mesma, qualquer dia não sabemos como será.

A proposta apresentada, terá de ser muito bem discutida e analisada, ao pormenor, pois fazer uma segunda Fase com dois Grupos um de 8 e outro de 6 (este para discutir a descida), obrigará a pensar se não voltaremos aos resultados, completamente disparatados, que antigamente se verificavam, e ao mesmo tempo, devem os técnicos e não os burocratas, pronunciarem-se sobre o tema, pois na nossa opinião a qualidade e a competitividade do andebol nesta prova não aumentará, diminuirá certamente. Na nossa opinião, todos os modelos são discutíveis, agora aumento número de equipas, por mero interesse casual, é um erro completo.

Estaremos atentos a este tema, e quando tivermos conhecimento real do que se está a passar e com documentos que nos possam dar uma garantia, formal de que não estamos a errar, daremos mais notícias sobre o assunto.

O Analista

13 comentários:

Anónimo disse...

Os técnicos dirão o que os tecnocratas "presidentes" mandarem dizer!
A FAP afirmou na ultima alteração de modelo, que mudou o modelo porque os clubes da PO 1 assim decidiram maioritariamente. Agora, os clubes MAIORITARIAMENTE querem mudar. O que deve a FAP fazer? O mesmo que fez da outra vez, respeitar a vontade da maioria!
Simples nao é? Ou querem dois pesos e duas medidas? Se gostamos está bem, se nao gostamos está mal, nao é?
Azar do Presidente da FAP que vai morrer com os mesmos ferros com que matou!

Anónimo disse...

uma tristeza o comentário das 20:27, só pode vir de um dos subscritores da proposta, pois certamente que não pensa em andebol, pode pensar em tudo e ter aí o seu valor, mas em andebol vale zero certamente, ao escrever o que escreveu, pois nenhum clube pode decidir nada.

Anónimo disse...

Que pouca vergonha!!!!!!!!!!
Grande lata!!!!!!!!
E que tal colocar todos os clubes na primeira divisão? Fazia-se um campeonato por fases... Assim tipo taça de Portugal dos Pequeninos!
Até era capaz de ser fixe...
Uma coisa é certa: idiotas é coisa que não falta no andebol indígena!!!!!!!!!

Anónimo disse...

Para o comentário das 22.17:
Quando alguém escreve "que tristeza de comentário" enquadra-se numa das partes que citei quando escrevi: "se gostamos está bem se não gostamos está mal". Quem fez esse comentário das 22.17 está do lado dos que acham que está mal, eu estou do lado dos que acham que está bem! Sabe qual é a diferença? Da outra vez eu achei que estava mal e você achou que estava bem, por isso só se inverteram os papeis, não foi? Fácil!
Quanto a ao facto de eu não pensar em andebol e ao facto de segundo a sua opinião eu valer zero, respeito a sua opinião porque possivelmente você será o supra-sumo do pensamento humano, intelectualmente irrepreensível,por isso longe de mim ousar desafiar a sua douta sabedoria!Mas, deixe-me dizer-lhe que mesmo correndo o risco de estar errado, continuo a defender que se no passado serviu de teoria que a maioria dos clubes quiseram o play-off e por isso a direção da FAP mudou para play-off, custa-me a perceber (lá está porque sou burro decerto!) como é que a direção da FAP nao vai respeitar esta nova maioria!Será por decreto tipo: esta maioria é só burros, por isso nao mudamos!
Será que a sua douta sabedoria se irá sobrepor ao facto e á vontade de 9 em 12 clubes quererem mudar de sistema? Nove clubes que investem no andebol, que trabalham todos os dias na modalidade, um deles inclusive a anos de luz de toda a concorrência, outro que é um dos baluartes da modalidade, outro que é uma das principais escolas de andebol do país e sao todos burros? às tantas são, eu é que tenho dificuldades em entender! Mas também lhe digo se tiver como exemplo o Benfica e o Sporting, dando como referencia o excelente trabalho que fazem, eu prefiro ficar do lado dos que pensam como burros!
Espero nao o ter aborrecido muito com o meu comentário, ao ponto de você nao ter que subir o tom da brejeirice, apelidando-me de algo mais rasca que valer zero. Eu já lhe fui facilitando o trabalho auto apelidando-me de burro, para lhe evitar estar desgastar a sua intelectualidade na procura de um adjectivo que me assente bem. Sou burro e pronto, estamos conversados!Há... mas acho que o fim do play-off é fixe!

Anónimo disse...

Parece-me que o Bnhadas não leu bem a notícia de A Bola. Se o campeonato for alargado para 14 clubes, há apenas uma fase. Não há nada dois grupos. Se isso for aprovado, são 26 jornadas, 13 em cada volta, e não há Play off ou segunda fase. É como, por exemplo, o futebol. Repito, SE for aprovado.

Anónimo disse...

Força Belém. Vale tudo para não descer...

Anónimo disse...

Modelo de campeonato é a primeira premissa de Sucesso para uma boa época desportiva!
Este modelo actual está esgotado e sem interesse e só se espera quem vai jogar a finalíssima com o FCPorto! o ano passado foi o Sporting que esteve perto de ser campeão, mas os bastidores não deixaram e aquela nomeação da dupla a Madeira para 3 jogos em 5 jogos disse quanto se jogava fora do campo!
A Federação tem de estar atenta e corrigir o que lhe parece mal e analisar o campeonato este ano que pela 2ª vez se jogos com play-off.
Vamos aguardar e vamos ver quem vai jogar com o F.C. do Porto este ano!

Anónimo disse...

"No lote dos nove clubes que querem o play-off estão o F C Porto1, Fcporto2, Fc Porto3, FC Porto4 (Porto, ISMAI, Avanca, Belenenses)FC Porto 5 (Madeira SAD por conta de outros negócios futeboleiros) e dois desesperados: Horta e Fafe. A estes juntam-se ABC e A. Santas que honra lhes seja prestada, sempre defenderam o modelo sem play-off. Mas o pior é que no lado dos que nao querem o play-off está o Sporting, o Benfica 1 e Benfica2 (P. Manuel) e nao sabem muito bem porque querem o play-off, porque se estivessem com equipas capazes de ombrear com o Porto e tivessem responsabilidades nas competições europeias de certeza que nao queriam o play-off"

Esta é a realidade actual do Andeboll Senior P01 e P02 nos próximos anos do Andebol na P01 e como se pode ver terá varias forças do poder que podem influenciar a própria competição! e há elementos dirigentes da FPA integrados neste cartel de influencia levando o Andebol para maus caminhos e desinteresse dos adeptos e Sponsors.
Urgente uma analise de entidade idónea e com experiência nestas matérias!

Anónimo disse...

Ena, ena! Que campeonato cheio de competição a sério! Vamos aumentar é os pavilhões pois com o aumento de interessados no andebol, os pavilhões tornam-se pequenos! Devia ser proibido escrever fosse o que fosse depois de jantar! A maior crise é de facto de dirigismo! Isso sim! Temos jogadores e jogadoras no estrangeiro. Temos treinadores a ter êxitos! Isto é uma prova! Ainda por cima vinda dum clube prestes a descer... este martelo merecia uma medalha! estamos falados!

Anónimo disse...

Pois isto e uma ideia dos clubes do norte que querem pois ja estao a ver muitos clubes do sul a subir de divisao
foi o camoes depois o passos esta epoca talvez o boa hora e começa a ficar mal para norte
Nao e assim que o andebol vai ficar melhor , começem a trabalhar pela base como por exemplo voltar a dar mais um ano aos juniores porque esta gereçao vai morrer e as que vem a seguir seguem o mesmo caminho.

Anónimo disse...

Realmente estamos tão habituados á falta de ideias e vazios que, nem estranhamos. Enquanto projetos de dirigente andarem neste circo, nada vamos evoluir. Há um vazio incrível de ideias. Não vejo as empresas virem para o andebol. Não vejo o andebol chegar ás tv´s. Nas escolas continua a ser um desporto desconhecido. A agravar até um clube dos três maiores do país, joga em cinco pavilhões numa época! Isto é motivo de chacota por Franceses que conheço e são amigos da minha família. Aquando do final da época passada faziam-me perguntas sobre a nomeação de árbitros. Foi fartarem-se de fazer troça, quando no final da época passada, se deram aqueles casos do play-off com o duo da Madeira. Por acaso fazem elogios a nomes que, estão a jogar em França e passaram na nossa seleção. Valha-nos isso! Dizem que os nossos jogadores são muito técnicos. De resto somos gozados á grande. Que pobreza de dirigentes! Nem o Tino de Rans faria isto. Nem um acéfalo!

Anónimo disse...

Norte, Sul, associações, clubes. È isto a forma de pensar. Os dirigentes não pensam de outra forma. Aí está o grande mal. Tem de primeiro pensar-se em Andebol e num todo! Uns são o que melhor estiver a dar. Uns pensam duma maneira numa posição e doutra quando, noutra posição. No andebol é um só clube que tudo comanda. Tudo gira á sua volta e todos esmolam. Será que estão á espera de, um dia todos termos de aplaudir quando, o todo-poderoso andar pela Europa representando « o andebol Português »? Não adianta bater numa tecla já gasta! Então o que tornou o Porto campeão no último ano? Pois... Equipa com metade ou mais de estrangeiros! Como conseguiram? Jogos em que há equipas desmotivadas contra eles! Porquê? Ter a melhor e mais cara equipa não chega! Logo... aposta-se num cavalo mais seguro! Entra em cena o C. Arb., principal vergonha e aliado desse clube, nomeando suspeitamente e sem vergonha alguma, os afilhados do rei do CA! E eis a magia... podia não ter sido a equipa mais cara a ser campeã! mas... os enganos quando bem pensados são todos para o mesmo lado!
Digam-me lá que não é a única que dá para andar bem na Europa? È! mas... como conseguiu? Nunca podia era ter acontecido a melhor da fase normal, a mais cara, a que mais estrangeiros tem e decidem! ...ficar em segundo, sendo escandalosamente vencida no seu pavilhão! Impossível!

Anónimo disse...

Oh meu Fafe....tantos anos de luta e agora é esta vergonha!!! Presidente não vá em falsas modéstias desse dito treinador arrasador de projectos..... Só você sai mal neste filme....
Não pode valer tudo!!!!
O clube tem de voltar a ser dos sócios e simpatizantes do A.C.Fafe....andar a mendigar por "perdão" para não descer é vergonhoso e humilhante até para os seus atletas!!!