gal vence

- Vamos encher os Pavilhões - mas com dignidade a Modalidade merece
Calendário e Resultados na Barra Direita

quarta-feira, 13 de abril de 2016

Inquéritos – Formato da 1.ª Divisão Masculina

Inquérito sob a forma de disputa da PO01

Tem surgido ultimamente em diversos jornais, a informação de que alguns clubes, pretendem a alteração do sistema de disputa da PO01, Campeonato Nacional da 1.ª Divisão Masculino, com algumas entrevistas, onde até se pede o aumento do n.º de clubes, e com o presidente de um deles a dizer que “olha para o seu umbigo”, isto conforma em tempo já referimos, reflete a “futebolização” da modalidade, onde quando se está nos lugares de descida de divisão todos os argumentos servem para justificar um aumento do número de Clubes na Divisão. Pretendendo-se verificar o sentido de apreciação, bem como a sensibilidade dos adeptos para estes temas, criámos em (12-04-16), dois inquéritos, um sobre o formato da prova, e outro sobre o número de clubes na mesma, a votação que irá decorrer durante os próximos 15 dias. Agradecemos desde já a colaboração prestada pelos nossos visitantes.


O Administrador Delegado

8 comentários:

Jorge Alves disse...

A ideia nao 'e minha mas subscrevo-a totalmente:
Desportivamente falando se todas as equipas jogam contra todas o mesmo números de vezes o campeonato nao devia ter playoff.
Todas jogaram em igualdade de circunstancias, por isso 'e uma competição de regularidade.

Para tornar o campeonato mais interessante podia fazer-se o seguinte:
Todos contra todos em 3 maos. A 1ª em terreno neutro por forma a divulgar a modalidade fora dos recintos habituais. As outras duas mãos, fora e casa como normal.

Para mim playoff, desportivamente falando, só se justifica quando as equipas nao jogam contra os mesmos adversários o mesmo numero de vezes..(NBA, NFL, MLB, NHL....)

O meu contributo pessoal:
Se só com os playoffs se consegue a sustentabilidade financeira da modalidade, entao prefito TxT a 4 voltas e playoff de 6 (com os 2 primeiros a terem um bye na primeira ronda). 12 equipas no total.


Anónimo disse...

Discordo do play-off onde as equipas começam a jogar com a prata da casa e depois encostam a prata da casa para irem comprar por 4 meses duas ou três trutas.
Quem quer competir tem que ser sério e começar desde setembro porque senao os dados ficam viciados. O Porto teve que adquirir a equipa em bloco no inicio da epoca porque disputou a champions, os outros foram às compras em janeiro e marimbaram-se para as competiçoes europeias, nao dando opurtunidade aos seus atletas de evoluir nessas provas. Dou o exemplo do Benfica, que recusou a EHF cups para jogar antes a Challeng. Preferiu jogar na terceira divisao europeia, para chegar ao fim e ganhar um caneco. Na verdade esta prova nao conta para nada porque os clubes dos principais campeonatos europeus recusam-se a jogar esta prova. Só serve para enganar parolos.
Acho muito bem que o campeonato volte ao modelo normal sendo uma prova de regularidade pois é assim que deve ser.

Anónimo disse...

PROPOSTA DE MODELO DE COMPETIÇÃO ENQUADRADA NO PLANEAMENTO NACIONAL TENDO COMO PRIORIDADES:

1-Selecções Nacionais
2-Competiçoes internacionais de clubes
3-Competições internacionais do Andebol Universitário
4-Torneios internacionais
5-campeonatos nacionais P01
6-Taça de Portugal e Final four
7-Super Taça

ACTUAL MODELO DE COMPETIÇÃO NAS ÉPOCAS 14/15 E 15/16
CONCORDO COM ESTE MODELO DEVE MANTER-SE.
DETALHES A CORRIGIR:

-Recordar que este modelo de competição com 2 Fases 1ª FASE todos contra todos e 2ª FASE Play-off(8) só precisava de ser melhor trabalhado na calendarização dos jogos(menos viagens e competição curta) e outras competições evitar Torneios Particulares e jogos particulares no Estrangeiro!

ALTERNATIVA AO ACTUAL MODELO:

-O Campeonato com 3 Fases permitiam separar o trigo do Joio e aumentar mais tempo de competição entre os melhores EQUIPAS e atrai-a publico , comunicação social e apoios de Sponsors para a modalidade( Este modelo de campeonato profissional foi adoptado pelo FPB esta época.). Pode-se admitir que a 1ª FASE posso ser jogada em Jornadas Duplas para encurtar o Calendário!.

.

P02
Deve reflectir das vantagens das 8 equipas do Grupo"A" terem equipas "B" permitindo que os melhores Talentos joguem não no CN.Juniores mas nos Seniores dai promovendo o seu crescimento e melhor capacidade para as Selecções Nacionais aumentando para 30 Clubes em 3 Série-NORTE,CENTRO e SUL
modelo:
-1ª FASE TODOS CONTRA TODOS
-2º FASE APURAR OS 2 PRIMEIROS DE CASA ZONA(6) E TODOS CONTRA TODOS PARA APURAR O CAMPEÃO E O 2º PARA SUBIR Á P01

NOTA:OS CLUBES DA MADEIRA E AÇORES NÃO SÃO OBRIGADOS A TER A EQUIPA "B" DEVIDOS AOS CUSTOS DAS VIAGENS E AS EQUIPAS DA MADEIRA E AÇORES SE ESTIVEREM INSCRITAS PODEM E DEVEM FAZER O SEU CAMPEONATO COM JORNADAS DUPLAS
Abraço

ANALISE A UM PROPOSTA QUE ANDA A CIRCULAR NOS CORREDORES DA NORTE:

A proposta que ouvi falar! de um grupo de clubes Porto&Associados em que retomava-se o modelo anterior 2 Fases e passava para a FASE FINAL GRUPO "A" 8 Primeiros com 50% e os restantes(4) disputavam o GRUPO "B" para a manutenção.
SEM QUALQUER INTERESSE COMPETITIVO!

EXPLICO-ME:

Sobre a posição dos clubes 5+3+5=12 o que na verdade são FCP& Associados *+3 o que dá uma enorme diferença-Fazer um campeonato em 2 Fases e pontos 50% para a 2ª fase se fizemos um exercício com a classificação deste ano o FCPorto bastava ganhar os jogos em casa e era Campeão e os 3 últimos (6º,7º e 8º classificados mesmo fazendo bom 2ª Fase não saem dos lugares, portanto só estava em causa quem ia ás competições europeias!

FCPORTO &Associados:
Avanca,Ismai,Fafe,Horta,

Benfica&Associados:
Passos Manuel e Belenenses

Individuais:
Sporting,Aguas Santas,ABC,Madeira


Anónimo disse...

Depois de ver a qualidade das meias finais nos anos do playoff, nao tenho duvidas que o melhor modelo e com o playoff. Nos so temos 6 equipas para o campeonato nacional de Andebol. O resto é palha. Ás equipas das meias finais so temos mais o Aguas Santas e o Madeira Sad.

Anónimo disse...

Portugal tem potencialidades e equilíbrio pata uma prova com mais de 8\10 clubes? Desconfio que não!
Já agora quanto a arbitragens como pode haver tanta "encomenda"? Que classificações? Ninguém tem culpa de nada?

Anónimo disse...

DEPOIS DE MUITO PENSAR E ANALISAR ESCOLHO UM CAMPEONATO A OITO E A QUATRO VOLTAS. TAÇA SÓ COM CLUBES DE SEGUNDA E PRIMEIRA! QUEREM UM BENFICA OU PORTO A JOGAR COMO SISMARIA OU BOA-HORA E JÁ NOTAM NA DIFERENÇA! QUEREM POR UM DOS DOIS TUBARÕES A JOGAR COM EQUIPAS DA TERCEIRA? PARA QUÊ HAVERÁ FINANÇAS PARA ISSO, SOBRETUDO SE O CLUBE FOR DAS ILHAS?

Anónimo disse...

APROVADO.
FPA
5.1.- Campeonato Nacional da 1.ª Divisão Seniores Masculinos (PO.01)

i) O Campeonato da PO.01 será disputado, na época desportiva de 2016/2017, por 14 Clubes, com uma 1ª fase em que jogarão todos contra todos, a 2 voltas;
ii) Os 6 primeiros classificados disputarão uma 2ª fase – Grupo A, transitando 50% dos pontos acumulados da 1ª fase, todos contra todos, também a 2 voltas;

iii) Os classificados do 7º ao 14º lugar na 1ª fase, transitando também 50% dos pontos acumulados, disputarão uma 2ª fase – Grupo B, todos contra todos, a 2 voltas, descendo os dois últimos classificados na época seguinte à PO.02.

Campeonato Nacional da 2.ª Divisão Seniores Masculinos (PO.02)

i) O Campeonato na época 2016/2017 será disputado por 30 Clubes (3 séries de 10 Clubes), distribuídos geograficamente, e jogando todos contra todos, a 2 voltas.

ii) Os 2 primeiros classificados de cada série serão apurados para uma Fase Final, jogando todos contra todos, a 2 voltas, e subindo à PO.01 na época seguinte, os 2 primeiros classificados desta Fase Final.

iii) Os classificados do 3º ao 10º lugar em cada série, disputarão uma 2ª fase, todos contra todos, a 2 voltas, transitando 50% dos pontos obtidos na 1ª fase, descendo de Divisão os 2 últimos classificados de cada série.

Anónimo Sem Blog disse...

Porque não uma fase regular a 14, com uma segunda fase a 6, com metade dos pontos totais obtidos na 1ª, ou pontos obtidos entre esses 6 na 1ª?