gal vence

- Vamos encher os Pavilhões - mas com dignidade a Modalidade merece
Calendário e Resultados na Barra Direita

quarta-feira, 27 de abril de 2016

PO03 – Crónica de Fim-de-semana – 08 – 2015 / 2016

Breve crónica da PO03, referente á 2.ª Fase desta prova nacional não fixa, que este fim-de-semana teve na prática uma jornada dupla. Nós separamos os textos de cada jornada de forma simplificar e não tornar demasiado fastidioso a sua leitura.

PO03 – Campeonato nacional da 3.ª Divisão Seniores Masculinos

Existiu uma forte alteração regulamentar que comunicada através do Comunicado Oficial n.º 63 de 01-03-16, para a qual chamamos a devida atenção, pois a Fase Final será disputada por três equipas, os vencedores de cada Zona e o representante dos Açores, que discutirão o Titulo de Campeão Nacional. Mantêm-se o critério definido para as promoções (Açores mesmo Campeão Nacional, nunca será promovido).

A Fase Final será disputada em concentração no sistema de TxT a uma volta, em campo neutro a indicar pela Federação, em 10-06-16, 11-06-16 e 12-06-16.

2.ª Fase

Zona 2 – 8.ª- Jornada
Dia 25-04-16
Samora Correia 26 - 25 Vela Tavira
CCP Serpa 28 - 27 CF Sassoeiros
Ginásio Sul 31 - 18 Oriental Lisboa c/d
Zona Azul 31 - 26 AD Albicastrense
Dia 23-04-16
CF Sassoeiros 27 - 23 Samora Correia
Ginásio Sul 25 - 22 Vela Tavira
CCP Serpa 22 - 31 AD Albicastrense
Zona Azul 28 - 25 Oriental Lisboa

Jornada que teve uma característica comum á anterior, ou seja 50% dos jogos tiveram o registo de ocorrências disciplinares, o que se lamenta. Teve ainda a outra característica que não têm sido normal, que foi a vitória de todas as equipas que jogaram na situação de visitados. O Principal encontro da jornada disputou-se em Beja, onde se encontraram os até então comandantes da prova o Zona Azul / AD Albicastrense, que terminou com a vitória dos da equipa local, mas que foi disputado com grande equilíbrio, conforme se verifica pelo resultado ao intervalo que era favorável ao Zona Azul pela diferença mínima (14-13), mas com as diferenças a acentuarem-se no segundo período de jogo a favor da equipa alentejana, que acaba por vencer por uma margem fora das normais previsões e que com este resultado se isola no comando da Zona. Em Samora Correia, joga-se um dos encontros mais equilibrados da jornada, que termina com a segunda vitória da equipa local e com a terceira derrota consecutiva da equipa algarvia do Vela Tavira. Jogo de grande equilíbrio e de grande entrega dos jogadores de ambos os lados, com a equipa local a chegar ao intervalo na frente do marcador por 16-14, e ater de suportar a excelente reação dos algarvios no segundo tempo. Jogo com um número exagerado de exclusões (12 no total e uma desqualificação. A equipa do Samora Correia apesar de ter vencido o encontro não abandonou os últimos lugares da classificação da zona. Em Serpa tivemos mais um jogo de grande equilíbrio com os locais a defrontarem o CF Sassoeiros, a quem vencerem pela diferença mínima (jogo com ocorrências disciplinares registadas), tal como o anterior com 12 exclusões, e onde cada equipa dominou a sua parte, pois durante os primeiros 30 minutos os locais apesar de terminarem na frente do marcador por 15-12, o marcador esteve quase equilibrado com os visitantes algumas vezes no comando, até se registar algumas igualdades, como a 9 e a 11 golos, momento a partir do qual os locais passaram para a frente do marcador. Nos segundos 30 minutos o CF Sassoeiros correu sempre atrás do prejuízo, chegando a estar a quatro (4) golos de distancia, aos 20-16, 22-18 e aos 26-22, para recuperarem nos minutos finais, acabando por perder pela diferença mínima conforme já foi dito. Inesperadamente o jogo com o resultado mais dilatado disputou-se no Pavilhão Fernando Tavares (mais uma inversão de pavilhão), e colocou frente a frente o Ginásio Sul e o Oriental Lisboa (jogo com ocorrências disciplinares registadas), e que terminou com a folgada vitória do Ginásio Sul, que ao intervalo já vencia por 16-10, para depois concretizar toda a sua vantagem nos segundos 30 minutos, num encontro completamente atípico, efetuado pelo Oriental Lisboa.

Classificação depois de disputa esta jornada - 1.º Zona Azul (22 pontos), 2.º AD Albicastrense (20 pontos), 3.º Vela Tavira (18 pontos), 4.º Ginásio Sul (16 pontos), 5.º CF Sassoeiros e CCP Serpa (14 pontos), 7.º Oriental Lisboa e Samora Correia (12 pontos).

Zona 1 – 8.ª Jornada
Dia 25-04-16
Póvoa Lanhoso 29 - 23 ACD Monte
FC Infesta 20 - 21 Gondomar Cultural
AD Amarante 25 - 27 SC Espinho
Beira Mar 27 - 31 GC Santo Tirso B s/d

Zona nesta jornada não se registaram ocorrências disciplinares nos encontros disputados. Foi mais uma jornada onde a maioria dos jogos se disputaram com grande equilíbrio, e onde tivemos o Póvoa Lanhoso de regresso às vitórias, precisamente diante a equipa, que na jornada anterior tinha (na nossa opinião) sido a grande surpresa da jornada, o ACD Monte, a equipa do Póvoa Lanhoso, venceu o encontro disputado sempre com grande equilíbrio, com o resultado ao intervalo a situar-se em 16-14, já a favor dos visitados, com a confirmação do resultado a verificar-se no segundo tempo, com esta vitória a equipa do Póvoa Lanhoso, manteve o 2.º lugar na classificação. O Gondomar cultural, continua a fazer uma boa prova até ao momento, pois desta vez teve nova vitória pela diferença mínima, no jogo que realizou com o FC Infesta, que teve 30 minutos de total equilíbrio e até alternâncias no marcador, pois o FC Infesta chegou a estar na frente do marcador (6-5), para depois de algumas igualdades a 9 e 11 golos, o Gondomar Cultural, fez o 12-11, com chegou o intervalo. O segundo tempo foi quase sempre comandado pela equipa visitante, que chegou a ter quatro (4) golos de vantagem (18-14), para o FC Infesta igualar a 19 golos, e acabar perdendo pela diferença mínima. O SC Espinho, parece que finalmente “encarreirou”, e obteve a sua segunda vitória seguida, e ambas na condição de visitante, desta vez diante o AD Amarante. Foi mais um jogo de grande equilíbrio com o intervalo a chegar com o SC Espinho na frente por 13-12, no segundo tempo a equipa visitante comandou o jogo durante os 30 minutos chegando por diversas vezes a ter vantagens de três (3) golos (20-17, 22-19), para terminar com apenas dois (2) golos de vantagem. Por tivemos a vitória do até agora comandante da classificação da zona, o GC Santo Tirso B, em casa do Beira Mar. Em mais um resultado de algum equilíbrio, e onde a equipa do Beira Mar, começou bem ao fazer um parcial de 3-0, para depois de algumas igualdades, a 10, 11, e 14 golos por exemplo terminar o primeiro tempo com nova igualdade a 15 golos. Nos segundos 30 minutos, voltou a registar forte equilíbrio, no jogo, embora a equipa de tirsense, chegasse a estar na frente do marcador por quatro (4) golos, aos 30-26, depois de se registar nova igualdade a 25 golos, terminando a vencer pela margem anteriormente referida.

Classificação depois de disputa esta jornada – 1.º GC Santo Tirso B (22 pontos), 2.º Póvoa Lanhoso (19 pontos), 3.º Gondomar Cultural (18 pontos), 4.º SC Espinho, ACD Monte, FC Infesta e Beira Mar (14 pontos), 8.º AD Amarante (13 pontos).

O Noticias

4 comentários:

Anónimo disse...

Excelente jogo em Aveiro para mim de longe as duas melhores equipas da zona Norte

Anónimo disse...

Ja miuto tinha lido neste blog mas....nunca pensei que metade seria verdade!! no passado domingo no jogo pl vs acdm assisti a algo inacreditavel!! como é que é possivel permitirem tal coisa... a equipa da casa só abalroava sem dó nem piedade, nao jogam limpo!! a arbitragem a compactuar com este tipo de coisas e ninguem faz nada, das duas uma, ou querem que o povoa de lanhoso suba á força, ou nao querem que as equipas de aveiro subam á 2ª de maneira nenhuma!! abram os olhinhos e dexem de prejudicar as equipas de aveiro, o que se tem feio por aí é deveras muito mau pa quem se esforça e faz com que esta modalidade ande para a frente!

Anónimo disse...

Amigo, na P. Lanhoso é sempre assim...
A estrategia das equipas mais a norte passa por serem equipas B, logo o P. Lanhoso foi, é, será beneficiado até ao fim, a começar por um "treinador" mal educado, arrogante e agressivo, incentivador da violencia dentro e fora de campo.

Dv disse...

Tas muito chocado o anónimo dia 28! Provavelmente viste o mesmo que eu, se é que viste mesmo o jogo. Durante um time out pedido pelo Aapl, um jogador do monte vai para pa perto só para provocar os jogadores.
Vocês no monte até murros na cara dão durante o jogo e nada acontece.