gal vence

Euro Sub-19 Feminino, Portugal derrotada pela Dinamarca 32/16 - Vamos encher os Pavilhões - mas com dignidade a Modalidade merece
Calendário e Resultados na Barra Direita

terça-feira, 14 de junho de 2016

PO06 Fase Final – 2015 / 2016 - VI

Cronica ligeira sobre a Fase final desta prova, que está a ser disputada no mesmo formato competitivo, da época anterior, e que termina este fim-de-semana, com a disputa de duas jornadas, para facilitar, a sua leitura, fazermos crónicas separadas de cada jornada. Hoje é dedicada á 6.ª e última Jornada.

PO06 – Campeonato Nacional da 1.ª Divisão Juvenis Masculinos
Fase Final

ÁGUAS SANTAS CAMPEÃO NACIONAL
6.ª Jornada (3.ª da 2.ª volta)
Dia 12-06-16
Sporting 26 - 22 Águas Santas
Benfica A 27 - 33 ABC A 31/31

A uma (1) Jornada do fim da prova, já estava encontrado o novo campeão Nacional da Categoria, mas ainda não estava entregue o troféu (Um caso raro, está época, onde têm sido norma entregar os trofeus, mesmo antes de as provas acabarem). Foi uma jornada onde o único lugar em disputa, e apenas por uma questão de dignidade era 2.º lugar entre o Benfica e o ABC, e ao mesmo tempo verificar o comportamento do Sporting, diante os novos campeões Nacionais. Jornada disputada sem ocorrências disciplinares que são um facto sempre digno de registo, quando existem salutares e boas práticas desportivas, e onde foram se verificaram alterações em todos os resultados, ocorridos na jornada homóloga da 1.ª volta desta Fase Final. No Pavilhão Fernando Tavares, disputou-se o encontro Sporting / Águas Santas, onde surpreendentemente (na nossa opinião), o Sporting, comandou o jogo e o marcador durante os 60 minutos do jogo, chegando com grande facilidade aos 5 golos de vantagem (8-3), e (9-4), como exemplo para chegar aos 6 golos de vantagem ainda no primeiro período (13-7), para os 30 minutos iniciais, terminarem com o Sporting na frente do marcador por 14-8, por vezes o excesso de confiança, dá nestas situações, principalmente nos escalões mais jovens. No Segundo tempo uma entrada mais assertiva dos maiatos que fazem um parcial de 4-1, e colocam o marcador em apenas 3 golos de diferença (15-12), para novo relaxamento dos maiatos e uma boa prestação competitiva do Sporting, levam o resultado, mais uma vez para os 6 golos de diferença (21-15), para depois a equipa do Águas Santas andar sempre atrás do prejuízo, e terminar sofrendo a sua segunda derrota nesta fase da prova, enquanto o Sporting, embora não saindo do último lugar da classificação final, obteve a sua primeira vitória nesta Fase Final. Tomas Carolino e Joel Ribeiro com 5 golos cada foram os melhores marcadores do Sporting, Gonçalo Vieira com 8 golos foi o melhor marcador do Águas Santas. Na Luz tivemos um Benfica / ABC, com a equipa bracarense a vencer e desta forma a alcançar o segundo lugar na classificação Final, o jogo que teve momentos de equilíbrio, pois foram várias as igualdades que se verificaram ao longo dos 60 minutos, como por exemplo a 5 golos (10 minutos de jogo) e a 23 (52 minutos de jogo), no entanto o ABC, comandou muito mais vezes o marcador tendo ocasiões em que chegou a estar a vencer por um diferencial de 5 golos (16-11) aos 27 minutos, para chegar ao intervalo com uma vantagem de 3 golos (17-14), no segundo tempo e partir dos 52 minutos o ABC assume em definitivo o comando do marcador aumentando progressivamente o diferencial até ao resultado final. O Benfica foi uma equipa muito passiva no ataque, enquanto no ABC Francisco Silva, jogado e fazia jogar a equipa. Na baliza do baliza do Benfica Nuno Moreira esteve bastante bem, assim como Filipe Costa na baliza do ABC, Pedro Loureiro com 10 golos foi o marcador de serviço no Benfica, que teve 11 atletas a marcarem golos, Francisco Silva e Rui Ferreira com 8 golos cada, foram os melhores marcadores do ABC.

A Classificação final ficou assim ordenada – 1.º Águas Santas (14 pontos), 2.º ABC (13 pontos), 3.º Benfica A (11 pontos), 4.º Sporting (10 pontos).

O Formador

2 comentários:

Anónimo disse...

O porta-aviões Sporting andou em águas turvas e agora afundou! Séniores, uma vergonha e a anarquia completa! Juniores e juvenis a desesperança! O que se está a passar no Sporting não é pra rir! Bem! Com tanto estrangeiro que aí vem, até nem se compreende ter formação. Neste escalão ganhou a melhor equipa e a que fez por ganhar. Parabéns!

Anónimo disse...

È sempre bom ver um clube que não é grande vencer, seja o que for. È um escalão ainda baixo e os jogadores vão evoluir muito e até trocar de posição. O Àguas santas não tem os apoios nem sequer dum ABC, logo está um pouco condenado. No entanto a sua equipa senior andou sempre pelo meio da tabela. Há um pivot de que se fala muito. Ainda bem.