gal vence

- Vamos encher os Pavilhões - mas com dignidade a Modalidade merece
Calendário e Resultados na Barra Direita

quarta-feira, 20 de julho de 2016

Arbitragem – Novas Regras - V

NOVAS REGRAS EM 2016

Depois de termos dado a informação e os respetivos links, acerca das novas regras, o CA e a Federação continuam mudas acerca deste tema, Assim iremos continuar a dar aos nossos leitores, todas as alterações, com os possíveis textos a serem incluídos nas novas Regras, e hoje iremos tratar da Regra 7 (Manejo de Bola, Jogo Passivo).

Atualmente o texto diz:
(em vermelho iremos colocar as alterações que foram produzidas pela IHF).

7:3   Dar um máximo de 3 passos com a bola (13:1a); um passo é considerado dado quando:

a)    Um jogador está com ambos os pés no solo levanta um pé e o baixa novamente, ou move um pé de um lado para o outro;

b)   Um jogador só tem um pé assente no solo, apanha a bola, e pousa no solo o outro pé;

c)    Um jogador, após um salto para apanhar a bola, toca o solo com um só pé, e então salta sobre o mesmo pé ou toca o solo com o outro pé;

d)   Um jogador, após um salto para apanhar a bola, toca simultaneamente com ambos os pés no solo, levanta um dos pés e volta a pousa-lo, ou muda um dos pés de um lado para o outro.

Comentário:

Se um pé é movido de um lugar para outro e o outro pé desliza atrás dele, apenas se considera que um passo é dado.

Está em conformidade com as regras se um jogador com a bola cai no chão, desliza e, em seguida, levanta-se e joga a bola. É também o caso de um jogador que mergulha para a bola, controla-a, e levanta-se para a jogar.

Jogo passivo

7:12  Quando é reconhecida uma tendência de jogo passivo, o sinal de advertência de jogo passivo (Gesto N.º 17) é mostrado. Este sinal dá à equipa que tem a posse da bola a oportunidade para mudar o seu modo de atacar para evitar a perda da sua posse. Se o modo de atacar não se alterar depois do sinal de advertência, os árbitros podem marcar jogo passivo em qualquer momento. Se nenhum remate á baliza é realizado pela equipa atacante depois de ter realizado um máximo de 6 passes, então um lançamento livre é assinalado contra esta equipa (13:1a, ver procedimentos e exceções, e Esclarecimento N.4, Secção D)

A decisão dos árbitros sobre o número de passes, é uma decisão baseada na sua observação sob o princípio da Regra 17:11.

Em certas situações os árbitros também podem marcar um lançamento livre contra a equipa que tem a posse da bola, mesmo sem qualquer sinal de advertência anterior, por exemplo, quando um jogador se abstém intencionalmente de tentar utilizar uma clara oportunidade de golo.       

Tentamos não alterar as terminologias usadas atualmente nas Regras em Português, Hoje tratamos da Regra 7, em próximo artigo iremos falar sobre a Regra 8. Continuamos a aguardar por informações Oficiais, e assim vai a arbitragem nacional

O Analista

Sem comentários: