gal vence

- Vamos encher os Pavilhões - mas com dignidade a Modalidade merece
Calendário e Resultados na Barra Direita

sexta-feira, 26 de agosto de 2016

Jogos Olímpicos – Rio 2016 – Destaques

DESTAQUE NO ANDEBOL
RIO 2016

A IHF, publicou um interessante artigo sobre os destaques dos Andebol nos Jogos olímpicos de Rio 2016.

Foram 20 diferentes Nações que competiram, em Masculinos e Femininos, pelas medalhas nos Jogos Olímpicos, tendo sido vencedores pela primeira vez – A Rússia em Femininos e a Dinamarca em Masculinos.

Nenhum dos campeões de 2008 e 2012 – Noruega (Femininos) e França (Masculinos) – foram capazes de defender os seus títulos, mas ambos voltaram a conquistar medalhas, Noruega a de Bronze e a França a de Prata, que repetiu igualmente nos Femininos, enquanto a Alemanha foi a medalha de Bronze nos masculinos ao derrotar a Polónio no último dia da competição.

Após 16 dias de competição, com resultados surpresa, momentos especiais dentro e fora do terreno de jogo, e uma animada atmosfera dentro do Pavilhão, velamos alguns dos destaques da competição.

Angola derrotou as medalhadas com o Bronze no último Mundial (2015), a Roménia, logo no jogo de abertura, criando talvez a maior surpresa no Pavilhão Arena nos jogos do Rio 2016. A equipa conseguiu apurar-se para os 1/4 Final onde foram eliminadas pela Rússia.

Na Competição Masculina o Brasil (equipa organizadora), registou vitórias memoráveis e surpreendentes contra a Polónia e a Alemanha – As equipas que disputaram a medalha de Bronze.

Os jogadores a tirarem “selfie” com os adeptos após os jogos, foi uma forma de interactividade positiva, com os adeptos, tendo certamente adquirindo-se muitos mais adeptos para a modalidade.

Pela primeira vez dois Países Pan Americanos, competiram nos Jogos Olímpicos, em ambos os géneros (Masculino e Feminino)

O mais jovem jogador no terreno no Rio 2016, Blaz Janc da Eslovénia, levou cerca de 134 minutos, para falhar um remate. O Melhor marcador da Polonia Karol Bielecki com 14 golos e 100% de eficácia nos seus dois primeiros encontros, apenas foi parado por Mattias Andersson, na terceira jornada contra a Suécia.

Pela primeira vez estiveram representados três continentes (Ásia, América e Europa), nos 1/4 Final da competição Masculina.

A Dinamarca em Masculinos, e a França juntamente com a Holanda em Femininos, chegaram pela primeira vez às 1/2 Final de uns Jogos Olímpicos.

Os quatro (4) jogos das 1/2 Final, foram todos decididos nos últimos 10 segundos – e por um golo de diferença. Dois dos jogos Noruega / Rússia em Femininos e Dinamarca / Polónia em Masculinos, apenas resolvidos em prolongamentos.

A Rússia conquistou a sua primeira medalha de ouro numa modalidade colectiva em Femininos, nuns Jogos Olímpicos, e tornou-se na segunda equipa Feminina a vencer todos os jogos na competição depois da Noruega em 2008.

A Dinamarca terminou com o ”reinado” da França que durava à 8 anos com O titulo Olímpico ao vencer a final por 28-26, garantido a sua primeira medalha de ouro na competição Masculina de Andebol.

Por fim dizer que em modalidades colectivas, o Andebol foi a segunda modalidade com mais espectadores segundo o Jornal o Globo, logo atrás do Futebol, conforme imagem.
(Imagem Jornal O Globo)

O Noticias

Sem comentários: