gal vence

- Vamos encher os Pavilhões - mas com dignidade a Modalidade merece
Calendário e Resultados na Barra Direita

segunda-feira, 5 de setembro de 2016

Andebol de Luto – Nuno Trancoso

Ex-Treinador das Selecções Jovens

O Andebol está de luto com o falecimento de Nuno Trancoso de 58 anos, ex-Treinador das Selecções dos Escalões jovens, onde venceu os VIII Jogos da CPLP, tendo passado ultimamente pelo Sporting, e sendo actualmente o novo treinador do GM 1.º Dezembro.

Segundo informa o sitio da FAP, o corpo estará em câmara ardente na Capela do Hospital de Santa Maria, ainda hoje em horário a conhecer. Amanhã pelas 16 horas o corpo será cremado pelas 16H00 no cemitério dos Olivais.

À família e amigos, a Federação de Andebol de Portugal expressa as mais sentidas e profundas condolências.
(Fonte Federação)

À família do Nuno Trancoso, apresentamos igualmente as nossas sentidas condolências.

Banhadas Andebol

13 comentários:

Anónimo disse...

FOSTE GRANDE EM TUDO.

TIVE O PRAZER DE CONVIVER BEM DE PERTO CONTIGO EM MAIS DO QUE UMA OCASIÃO DA VIDA.

PARTE MAIS UM HOMEM DA MODALIDADE.

UM ABRAÇO ETERNO.

Anónimo disse...

Lamento profundamente a morte do Nuno.
Que descanse em paz.

Anónimo disse...

Paz á sua alma, um amigo, este era dos que fazia falta pois vivia o andebol

Anónimo disse...

Nuno Trancoso um treinador e ser humano tranquilo e sempre preocupado com a juventude que lhe confiavam a nível de clubes e Selecções Regionais e Nacionais1
Obrigado
Onde estão a manifestações normais da Associações existentes no nosso Andebol:
AJAP.ATAP. APAOMA ?

Anónimo disse...

O ultimo treinador a dar um titulo de campeao nacional ao Sporting .

Campeao nacional de juniores epoca 2014/2015

Anónimo disse...

Não foi o melhor treinador ou o que mais me marcou. Mas em matéria de honestidade estava a léguas de outros! Podemos não concordar com as convocatórias mas não eram feitas sob pressão, ou favorecendo fosse quem fosse. O andebol tuga não é nada rico. Ficou ainda mais pobre.

Anónimo disse...

A sua grandeza chegava ao ponto de telefonar, ou após ir ver jogos querer saber da situação de atletas! Não era agradável á primeira. Talvez algumas pessoas não se dessem com isso. Era honesto demais para o "normal" do andebol Portuga. Presenciei uma vez uma cena que, atesta da sua honestidade e forma de estar na vida. As seleções e federação, andebol no geral, perderam um homem grande de carácter e integridade. Não pactuava com algumas coisas imundas do andebol.

Anónimo disse...

Nestas horas vem ao de cima a pergunta, de como alguns chegam a cargos dos mais vários, como selecionadores. E fartos que estamos de saber que não tendo competência são lá postos, Depois resta serem uns paus mandados, fantoches etc...

Anónimo disse...

Se hoje Sou o Treinador que sou...
Devo-o a ti Nuno ��
Se fui dos primeiros a ir para o Estranjeiro,ouvi as tuas dicas!
Posso dizer que aprendi muito contigo!
Nunca te esquecerei Amigo.
Foste cedo demais....Descansa em Paz
Um dia Terei todo gosto em partilhar a minha Aventura
Bem hajas Nuno

Anónimo disse...

Por onde passou deixou marcas. Fazia o que acreditava muito. Comentou jogos e sabia o que dizia. È que ás veses sobretudo em canais de clubes ouve-se cada uma... Não chega ter carteira de jornalista, é preciso conhecer o meio e ser competente. Obrigado Grande Trancoso

Anónimo disse...

Partiu cedo uma perda para o andebol de formação.
Descansa em paz.

Anónimo disse...

Era bom que todos os selecionadores tivessem o espirito e caráter dele! Houve quem fosse um pau mandado agradando a X ou Y! Será que tem que se ter estrangeiros á frente de seleção mesmo jovens?

Anónimo disse...

Vou recordar um Homem com nobreza de carácter! Houve quem convocasse jogadores que "marcavam mais golos" o que, para quem marca livres de sete metros era ótimo...
Havia lutas incríveis para pôr A ou B, em seleções e ele teve coragem. Era ele o responsável e mais nada! Muito haveria para dizer... Curioso que, algumas dessas estrelas nunca jogaram em equipas ditas grandes, outras nem chegaram aos seniores, dos seus amados clubes. Houve um certo selecionador que, nem falar sabia mas, sendo estrangeiro sabia bem o vernáculo... È de lamentar que, houvesse jogadores com tão poucas internacionalizações e outros com tantas...