gal vence

- Vamos encher os Pavilhões - mas com dignidade a Modalidade merece
Calendário e Resultados na Barra Direita

sexta-feira, 23 de setembro de 2016

Planeamento Desportivo – Época 2016/2017 – XIX

Participantes nas Provas Nacionais Não Fixas - Época 2016/2017

Dando continuidade a anteriores artigos sobre o Planeamento de Provas, na analisar das provas Nacionais Não Fixas, e que foram divulgadas pela FAP, em especial através do Comunicado Oficial n.º 12 da Época 2016/2017, onde é feita uma primeira divulgação da estrutura das 1.ªs Fases. Hoje poderemos fazê-lo mais completa, pois já foram divulgados os CO N.º 24 e 25, já com a indicação das Associações responsáveis por zona, e com a indicação da estrutura das 2.ªs Fases e respetivo modelo competitivo. Continuamos a afirmar, de que se regista na maior parte dos casos um regime de continuidade do verificado na época anterior. Embora se verifique que na sua grande maioria, as Associações ainda não criaram as provas, no sitio da Federação o que torna tudo muito mais difícil, com todas a s datas já ultrapassadas (26-08-16). Salvaguarda-se as saudáveis excepções de que é por exemplo a AA Porto.

Hoje iremos analisar ainda que sumariamente a PO07

PO07 – Campeonato Nacional de Juvenis Masculinos – 2.ª Divisão

Na nossa 1.ª análise tínhamos afirmado conforme se constatava no CO N.º 12, que o número de zonas era o mesmo, afinal estávamos enganados, pois o CO N.º 25, que informa de quais as Associações responsáveis, cria a prova com 9 Zonas. Consideramos mais positivo esta divisão criando autênticos Campeonatos Regionais, que na nossa opinião é o caminho mais correcto a seguir.

Na altura informamos de algumas alterações na constituição das zonas, hoje teremos informar de que ainda existem mais, assim na Zona 4 desapareceu Coimbra, ficando somente Aveiro.

A Zona 5, que era constituída por Santarém, Portalegre, Castelo Branco e leiria, foi e bem na nossa opinião subdividida em duas:

Zona 5 – Leiria e Castelo Branco
Zona 6 – Santarém e Portalegre

A antiga Zona 6, que era constituída por Lisboa e Setúbal, foi igualmente e bem na nossa opinião subdividida em duas:

Zona 7 – Lisboa
Zona 8 – Setúbal

Passando a antiga Zona 7 a designar-se por Zona 9, com Setúbal, a deixar de estar dividida por duas zonas.

Zona 9 – Beja, Évora e Algarve

Em relação ao número de participante, apenas poderemos dizer que em 14/15, tivemos nesta Fase da Prova 51 equipas, e em 15/16, 56 equipas, em 16/17, com apenas 6 Zonas criadas, Braga, Porto, Viseu, Aveiro, Setúbal e Beja, já temos um total de 39 equipas, lamentavelmente não poderemos sequer confrontar os números, pois as outras zonas, não têm a prova sequer criada.

O modelo competitivo divulgado, quer através do Regulamento Especifico da prova, quer através do CO N.º 24 da presente época, embora seja um modelo semelhante ao aplicado na época passada, sofreu alguns ajustamentos interessantes, embora preveja que o número de apurados nesta fase, seja precisamente o mesmo 24 equipas:

Os clubes apurados na 1.ª Fase serão agrupados na 2.ª Fase em três (3) zonas, que será disputado no sistema de TXT a 2 voltas. O 1.º Classificado de cada Zona fica apurado para a Fase Final e sobem á 1.ª Divisão. Informa ainda de que os representantes da Madeira e dos Açores participam na Fase Final, a novidade e bem vinda é a inclusão da equipa da Madeira, agora programar uma Fase final em concentração com um numero equipas impar é que não estamos de acordo (5 equipa). A Fase final é disputada em concentração no sistema de TxT a 1 volta. Disputa-se ainda uma Fase de Apuramento, entre os 2.º’s classificados de cada Zona, em concentração no sistema de TxT a uma volta, para na prática apurar a 4.ª equipa que sobe de divisão. O que significa que nem o representante da Madeira, nem o representante dos Açores têm direito a ascender de Divisão.

Distribuição das Associações por Zona, conforme CO N.º 25

Zona 1 (4 equipas) – Braga e Vila Rela – Apura previsivelmente 2 equipas  
Zona 2 (13 equipas) – Porto – Apura previsivelmente 5 equipas  
Zona 3 (6 equipas) -Viseu e Guarda - Apura previsivelmente 3 equipas
Zona 4 (7) – Aveiro - Apura previsivelmente 3 equipas  
Zona 5 (???) – Leiria e Castelo Branco – Apura previsivelmente 2 equipas  
Zona 5 (???) – Santarém e Portalegre - Apura previsivelmente 2 equipas  
Zona 7 (???) – Lisboa - Apura previsivelmente 3 equipas  
Zona 8 (4) – Setúbal - Apura previsivelmente 2 equipas  
Zona 9 (5 equipas) – Beja, Évora e Algarve - Apura previsivelmente 2 equipas

O número de apurados em cada zona, segundo informa a FAP, poderá ainda sofrer alguns ajustamentos até 30-11-16, e face ao cumprimento ao não dos requisitos para participar.

Em próximo texto continuaremos a falar e a escrever sobre estas provas, e a aguardar pelo cumprimento das datas limite, para uma análise mais concreta.

O Analista

1 comentário:

Anónimo disse...

Realmente não se compreende como é que Lisboa, ainda não tem nenhuma prova programada, é falta de tempo