gal vence

- Vamos encher os Pavilhões - mas com dignidade a Modalidade merece
Calendário e Resultados na Barra Direita

domingo, 9 de outubro de 2016

Competições Europeias 2016 / 2017 – XXXII – Liga dos Campeões Masculinos

O ABC disputou a 3.ª Jornada do seu Grupo (D) na Fase de Grupos da Liga dos Campeões Europeus, na sua nova fórmula de disputa (2.ª Época).

ABC  PERDE COM
HBC NANTES 

Nesta 3.ª Jornada a equipa portuguesa, que jogou em França tendo como adversário o poderoso HBC Nantes, que neste momento apenas ocupa o 1.º lugar da Liga Francesa de parceria com o PSG, num pavilhão que se encontrava praticamente cheio (4000 espectadores) pois tem uma capacidade para cerca de 4500 espectadores, e que apresenta no seu plantel, algumas das principais figuras do andebol europeu (Eduardo Gurbindo ou Dominik Klein por exemplo), enquanto o ABC, que já se encontrava limitado com as ausências de José Costa e Pedro Spínola, mais limitado ficou com nova ausência igualmente por lesão de Ricardo Pesqueira. Com um plantel limitado e deveras condicionado o ABC que ainda durante os primeiros 30 minutos chegou a estar a perder por 6 golos de diferença aos 23 minutos de jogo (18-12), e aos 27 (20-14), para chegar ao intervalo com um diferencial de apenas 4 golos (20-16), foi uma equipa que deu sempre o máximo e apanhou pela frende um guarda-redes Cyril Dumoulin (28% de eficácia global) que esteve sempre em bom plano e quando não era ele eram os postes ou barra a fazerem o resto do serviço- Nos segundos 30 minutos, o ABC, apresenta-se em campo para demonstrar que não é inferior aos franceses, e devagar mas com segurança, chega á igualdade no marcador a 27 golos quando estavam decorridos cerca de 42 minutos, igualdade desfeita por um livre de 7 metros no mínimo duvidoso, e a partir deste momento nunca conseguiu dar a volta ao resultado, embora conseguisse manter o jogo sempre com grande equilíbrio, embora aos 57 minutos os franceses voltassem a ter 4 golos de vantagem (34-30), deve-se salientar que na nossa opinião um dos momentos decisivos para o desfecho final do encontro se dá aos 51 minutos quando Dario Andrade falha um golos “cantado”, depois os franceses limitaram-se a gerir o resultado diante uma equipa que em nada lhe é inferior. Importa referir que o ABC sofre a marcação de 8 livres de 7 metros dos quais são convertidos 6 , contra 2 a seu favor, sendo ainda penalizado com 6 exclusões, contra 3 dos franceses, e nestas situações pode estar a explicação para o diferencial final. Nicolas Tournat com 8 golos e (67% de eficácia) juntamente com Nicolas Claire igualmente com 8 golos (80% de eficácia, 6 de 7 metros), enquanto e do lado bracarense tivemos menos Humberto Gomes do que é costume, com algumas falhas a defender em especial nos 6 metros, com Nuno Grilo e os seus 9 golos (75% de eficácia) e a voltar a ser o marcador por excelência da equipa, e Miguel Sarmento (86% de eficácia, 2 de 7 metros), juntamente com Pedro Seabra Marques (60% de eficácia), ambos com 6 golos cada a realizarem um bom jogo, nunca esquecendo Hugo Rocha 5 golos (100% de eficácia), que foi um enorme batalhador quer a defender quer a atacar,Dirigiu o encontro a dupla polaca constituída por Bartosz Lesczynski e Marcin Piechi«ota, que na nossa opinião, fez um arbitragem demasiado inteligente, pois sempre que o ABC se aproximava perigosamente sabiam resolver o assunto, ou com exclusões, que nunca mantiveram um principio de equidade, bem pelo contrário com critério completamente desequilibrado, quer nos livres de 7 metros, alguns deles sendo antecedidos por autênticas faltas do atacante.

Grupo D Constituição – HBC Nantes (França), TTH Holstebro (Dinamarca), HC Motor Zaporozhye (Ucrânia), Besiktas Mogas HT (Turquia), Dinamo Bucaresti (Roménia) e ABC (Portugal)  

Resultados
1.ª Jornada
Dia 21-09-16
Besiktas Mogas HT 33 – 31 ABC
Dia 22-09-16
HC Motor Zaporozhye 28 - 26 HBC Nantes
Dia 25-09-16
TTH Holstebro 32 – 32 Dinamo Bucaresti
2.ª Jornada
Dia 28-09-16
Dinamo Bucaresti 35 – 31 HC Motor Zaporozhye
Dia 01-10-16
ABC 32 – 27 TTH Holstebro
HBC Nantes 33 – 19 Besiktas Mogas HT
3.ª Jornada
Dia 09-10-16
HBC Nantes 35 – 33 ABC
HC Motor Zaporozhye 34 – 28 TTH Holstebro
Dinamo Bucaresti 26 - 26 Besiktas Mogas HT

Calendário
4.ª Jornada
Dia 15-10-16
ABC - Dinamo Bucaresti (17H00) EHF TV

O ABC, disputa os seus jogos em casa, na Grande Nave do Parque de Exposições de Braga, que foi completamente adaptada e fica uma lotação de 3000 lugares.

O Banhadas Andebol

7 comentários:

Anónimo disse...

Muito bom jogo do ABC. O Nantes é claramente "de outro campeonato", e o ABC fez com que isso não se notasse. Tivesse havido um pouco mais de Humberto ou Emanuel e outro galo teria cantado. A falta de Spínola limita muito o jogo exterior da equipa (embora tanto o Sarmento como o André Gomes tenham feito um grande jogo). É quase milagrosa a forma como uma equipa constituída apenas por jogadores portugueses, alguns com índices físicos pouco ajustados ao andebol moderno, consegue manter-se em jogo com formações que dispõe recursos obviamente mais elevados. O dedo de Carlos Resende nota-se. Se o ABC conseguir recuperar os seus atletas lesionados em tempo útil, a probabilidade de ficar num dos dois primeiros lugares do grupo é bastante real.

Anónimo disse...

fora de tópico, apenas para dizer que vi uma boa arbitragem portuguesa no jogo disputado na Hungria, para a liga dos campeões europeus e que foi transmitido pela sport tv5. parabens.

Anónimo disse...

9 de outubro de 2016 às 21:11
anónimo
Subscrevo seu comentario e acrescento se os 3 internacionais lesionados, Pedro Spinola, Ricardo Pesqueira e Zé Costa estivessem por la a jogar e como seria mais forte o nosso ABC. Mas brilhante orientação do Carlos Resende e a continuar assim na montra internacional vai ser convidado para os grandes Clubes Europeus treinar!
Parabéns ao grande ABC Europeu.
ADC

Anónimo disse...

A falta dos lesionados, todos internacionais por Portugal, e numa equipa com um plantel limitado, a que se junta o facto do André Gomes estar doente e ter jogado em esforço, valoriza a exibição do ABC. Claro que vitórias morais de nada servem, mas fica a expectativa de, recuperando alguns do que estão de fora, podem lutar por um dos lugares de apuramento.
O Nantes tem um plantel mais rico e vasto mas não é nenhum papão. Todas as equipas deste grupo são equilibradas e podem ganhar uns aos outros. A diferença vai-se fazer nos pormenores.
Três apontamentos: o ABC é o melhor ataque da Champions a par do Kielce (e a segunda pior defesa); o Grilo é o terceiro melhor marcador; o André Gomes marcou aquele que foi considerado o 3º melhor golo da jornada, pela EHF.

Anónimo disse...

Uma orientação de jogo superiormente planificada pelo treinador Resende e superiormente interpretada pelos seus jogadores, sobretudo pelo seu central e pelos seus rematadores de 1ª linha e Hugo Rocha.Os pontas não tão bem como nos acostumaram, e os GRs continuam em forma menos ao nível da eficácia da equipa.
Jogo coletivo superiormente orientado pelos dois centrais, sobretudo o nº 7, Seabra, sempre inteligente e de elevada qualidade nos eu posto e função. Grilo em grande forma a evidenciar a sua qualidade
Só para registo: 7 do abc durante largos períodos com média de 21 anos. Notável...

Anónimo disse...

Parabéns ao ABC e a Carlos Resende. Fazer o que está a ser feito com esta limitação de recursos merece os meus elogios e o reconhecimento de todos os que gostam, verdadeiramente, de andebol em Portugal.
Vale, sobretudo, a pena concentrármo-nos no exemplo que é para todos os jovens, esta capacidade de acreditar na possibilidade de enfrentar jogadores que têm sido os melhores do mundo, de olhos nos olhos sem medos e sem ansiedade de falhar.
E isso, é mais fácil para quem, como Resende,o fez enquanto jogador, acumulando uma autoridade moral que o credibiliza perante os seus jogadores e a generalidade da modalidade.
Claro que não esqueço o resto do grupo de trabalho dos minhotos que põem no mapa da Europa andebolistica uma pequena cidade ( à escala europeia) como é ainda Braga.
E já que estou a elogiar devo enaltecer, como o comentador da 23H35, o trabalho da Sporttv que, apesar de maltratada pela nossa federação, continua a proporcionar-nos a divulgação da modalidade ao mais alto nível, sem qualquer contrapartida da FAP.
E, agora, até já passa o Magazine da Liga dos Campeões em sinal aberto na Sporttv +.

Força ABC e espero que Benfica e F.C.Porto também passem na Taça EHF

Anónimo disse...

O CAMPEONATO FRANCÊS É NESTE MOMENTO O SEGUNDO DA EUROPA, E VAMOS VER SE FICA POR AQUI. Á FRENTE SÓ O ALEMÃO. O ABC CONTACTOU OUTRO MUNDO. PAVILHÃO COM MAIS DE TRÊS MIL PESSOAS. CONCURSOS, SORTEIOS, ANIMAÇÃO, E OUTRAS ATRAÇÕES. PORTUGAL PERTENCE Á TERCEIRA DIVISÃO DO ANDEBOL DA EUROPA E A TENDENCIA ATÉ É DE PIORAR. OU ME ENGANO OU HAVERÁ JOGADORES E ALGUM TREINADOR A SER CONVIDADO, PARA OUTROS VÔOS. EM FRANÇA ANTES DE COMEÇAR O CAMPEONATO, TUDO É CALCULADO AO PORMENOR. SÓ QUATRO EQUIPAS NACIONAIS PODERIAM ENTRAR ALI. ESTA EQUIPA ESTÁ DE MOMENTO NO SEGUNDO LUGAR E NOTE-SE QUE, HOUVE LESÕES E PROBLEMAS VÁRIOS. OS MIDEA DESPORTIVOS PARECE TEREM FICADO ADMIRADOS. AINDA BEM! GANHARÁ A NOSSA SELEÇÃO. PODE SÊR QUE, COM ISSO SE CHAME MAIS PÚBLICO AO ANDEBOL.