gal vence

- Vamos encher os Pavilhões - mas com dignidade a Modalidade merece
Calendário e Resultados na Barra Direita

quinta-feira, 27 de outubro de 2016

Crónica de Fim-de-semana – 17 – 2016 / 2017 – I - Actualizada

Mais crónica intermédia, desta vez com uma jornada completa meio da semana, com o campeonato a sofrer uma interrupção para estágios de preparação da Selecção Nacional.

PO01 – Campeonato Nacional da 1.ª Divisão Seniores Masculinos.

1.º Jornada
Dia 05-11-16
SC Horta - AC Fafe (21H00)
3.ª Jornada
Dia 23-11-16
SC Horta – ABC (21H00)
4.ª Jornada
Dia 16-11-16
Ismai – SC Horta (21H00)
9.ª Jornada
Dia 22-12-16
Belenenses - ABC (19H00)
10.ª Jornada
Dia 26-10-16
Águas Santas 32 – 26 SC Horta
Boa Hora 31 – 30 AA Avanca
AC Fafe 20 – 34 Benfica
São Mamede 20 – 25 FC Porto
Arsenal 27 – 37 Madeira SAD
ABC 39 – 23 Ismai
Dia 27-10-16
Sporting 39 - 26 Belenenses

Jornada que se disputa na sua totalidade, o que começa ser raro nos tempos que correm, e apenas com um jogo a ser realizado no dia seguinte a maioria. Jogos disputados, sem que exista algum com especial destaque. Uma referência pela negativa, para as estatísticas efectuadas no jogo Arsenal / Madeira SAD, pois desde resultados que não conferem com o boletim de jogo a marcadores de golos que também não coincidem, até jogadores que segundo os seus critérios falham golos depois de sofrerem a 3.ª exclusão (exemplo João Gomes do Madeira SAD 1.ª Exclusão aos 10 minutos, 2.ª aos 27, e a 3-ª registada na fita de jogo foi aos 42 minutos, para aos 45 falhar um remate, no BOJ apenas tem 2 exclusões. Foi uma jornada até ao momento sem o registo de qualquer ocorrência disciplinar.

Actualização

Sporting 39 – 26 Belenenses


No Pavilhão do Casal Vistoso, realizou-se o Sporting / Belenenses, perante um publico em razoável número para o habitual em dias de semana neste pavilhão, embora longe do que seria normal. Foi um jogo onde o Sporting teve no Banco a dirigir a equipa Hugo Canelas, face á sanção disciplinar que foi aplicada a o técnico principal Equisoain. O Encontro teve duas partes completamente distintas, os primeiros 30 minutos onde a equipa do Sporting, com Cudic (33% de eficácia), que foi decisivo em muitos momentos do jogo, e com um Carlos Ruesga (5 golos, 83% de eficácia) que fez uma exibição de luxo, em remos de jogar assistir e marcar, e ainda com Frankis Carol (5 golos, 83% de eficácia), a fazer um belo jogo, e com a equipa a cometer muito poucas falhas técnicas, diante uma equipa do Belenenses, jovem e que vive acima de tido da experiência de Carlos Siqueira (2 golos, 50 % de eficácia), e de Nuno Roque (7 golos (78% de eficácia), foi subindo de rendimento e passou de 9-5 aos 13 minutos de jogo, para 20-10, aos 28 minutos, e chegar ao intervalo pela mesma diferença 21-11. No segundo tempo o Belenenses com uma atitude mais agressiva em termos defensivo, e o Sporting que entrou numa fase de substituições, dando tempo de jogo aos mais jovens, e gerindo o plantel, mas cometendo um número excessivo de falhas técnicas em especial no ataque, embora nunca cedendo em demasia com Igor Zabic (5 golos, 71% de eficácia), e o guarda-redes Asanin (19% de eficácia) abaixo com rendimento abaixo do seu normal, apesar de algumas defesas de belo efeito, face a sua gestão de plantel teve 12 jogadores a marcarem golos com destaque para os jovens Edmilson Araújo (4 golos (67% de eficácia), e Bruno Gaspar (2 golos, 67% de eficácia). O Belenenses que teve uma excelente postura e uma forte melhoria de rendimento a que não é alheia a entrada para a baliza de João Moniz apesar dos seus 20% de eficácia, e que teve no jovem Gonçalo Ribeiro (8 golos, com 6 em 6 de 7 metros e uma eficácia global de 67%), Uma palavra final para a mesa de cronometragem que é ela que desta vez não têm o os marcadores e os números de golos correctamente atribuídos. Dirigiu o encontro a dupla madeirense constituída por Gonçalo Aveiro e Hugo Fernandes, que senão fosse o excesso de sanções disciplinares, algumas um autêntico exagero, e as violações da área por parte dos atacantes, ao passarem pela área de baliza para ganharem posição, teriam tido na nossa opinião uma avaliação positiva. Pois na nossa opinião ambas as desqualificações com cartão vermelho seguido de azul, foram corretamente aplicados.

No Flávio Sá Leite, no único encontro disputado á tarde, o Arsenal / Madeira SAD, foi um encontro disputado em sentido único, com a equipa insular a comandar o marcador durante os 60 minutos, com alguns dos seus jogadores a estarem imparáveis como é o caso de Fábio Magalhães que chegou ao final do encontro com 9 golos marcados. Dizer que ao intervalo já o Madeira SAD, se encontrava na frente do marcador por 21-15, e que depois no segundo tempo, apesar de um maior equilíbrio no jogo, em especial durante os primeiros 10 minutos deste período, voltaram á sua natural superioridade, e continuaram a aumentar a diferença que no final do encontro se cifrava em 10 golos. No Arsenal Vasco Areias com os seus 7 golos, e Sérgio Caniço com 5 golos, ainda tentaram “remar” contra a maré, sendo os melhores marcadores da equipa com o seu guarda-redes Ricardo Castro a marcar um golo, quando O Madeira SAD, jogava com sem guarda-redes. No Madeira SAD além de Fábio Magalhães já por nós referido, João Miranda com 6 golos, foi outro dos seus melhores marcadores, de registar a curiosidade de ambas as equipas apenas inscreverem no Boletim de jogo 13 jogadores, pois o mesmo foi disputado a uma hora, que dificulta a presença de muita gente inclusive espectadores, cujo número é completamente “ridículo” para uma 1.ª Divisão Nacional. Pelos motivos já indicados não são apresentadas as % de eficácia dos atletas referenciados.

Na Maia tivemos o Águas Santas / SC Horta, que foi um encontro que venceu a equipa que todos esperavam e que cerca dos 10 minutos de jogo já vencia por 5-1, e após um oportuno Time-Out da equipa do SC Horta, esta começou a equilibrar o encontro de tal forma que chegou ao intervalo a perder pela diferença mínima (14-13).No segundo tempo embora a equipa do Águas Santas tenha comandado a maior parte do tempo o jogo e o marcador, os insulares ainda conseguiram equilibrar o marcador em diversas ocasiões como aos 43 minutos igualaram o marcador a 21 golos, mas a partir daqui a equipa maiata acelerou no jogo e rapidamente chaga aos 4 golos de vantagem aos 54 minutos, para terminar o encontro em nítida superioridade. Na equipa do *aguas Santas mais uma vez António Campos (29% de eficácia), e o seu colega de equipa e de posto Pedro Pacheco (38% de eficácia) foram os principais obstáculos aos homens do SC Horta, mas o homem do jogo foi certamente Pedro Cruz com os seus 15 golos (8 em 8 de 7 metros e 75% de eficácia), no SC Horta que se apresentou com apenas 12 jogadores inscritos Edgar Landim (8 golos, 57% de eficácia), e Hugo Freitas (6 golos e 67% de eficácia), foram os seus melhores marcadores, com este resultado a equipa insular continua a registar apenas uma vitória até ao momento.

Em Fafe realizou-se o AC Fafe / Benfica, que terminou com folgada vitória do Benfica conforme se esperava, apesar de o encontro ter começado com a lgum equilíbrio pois aos 9 minutos de jogo, o Benfica encontrava.se na frente do marcador apenas por um golo 4-3, mas um parcial de 6-0 em 6 minutos leva o resultado para 10-3 a favor da equipa visitante, a partir daqui o jogo ficou praticamente resolvido, e o intervalo chegou com o resultado de 18-10 a favor do Benfica. Nos segundos 30 minutos nada mais deverá ser acrescentado a não ser que a vantagem foi sempre em crescendo, e que o Benfica, teve mais uma vez oportunidade gerir o plantel e o resultado, com 13 jogadores a concretizarem golos, destacando-se João Pais (83% de eficácia), Stefan Terzic (63% de eficácia) e Belone Moreira (100% de eficácia), todos com 5 golos cada um, destacando este último mais uma vez pelo que joga assiste e faz jogar, bem acompanhador por Hugo Figueira em dia sim com 50% de eficácia) No AC Fafe, Bruno Dias na baliza (39% de eficácia), foi um dos seus principais elementos, enquanto o experiente Nuno Pimenta com 7 golos (100% de eficácia), a maior parte aos 6 metros foi o seu elemento mais produtivo.

No Segundo jogo que se realizou nesta jornada no Flávio Sá leite, tivemos o ABC / Ismai, jogo onde apenas se registou equilíbrio até cerca dos 8 minutos de jogo quando o marcador assinalava uma igualdade a 6 golos, a partir deste momento o ABC passou para a frente do marcador, para chegar tranquilamente ao intervalo a vencer por 18-12. Os segundos 30 minutos foram jogados praticamente sem história pois o diferencial entre as equipas, foi-se acentuado com o andar do tempo e o aproximar dos 60 minutos. De destacar que neste encontro o ABC nem utilizou Humberto Gomes, na baliza sendo a mesma entregue e bem a Emanuel Ribeiro (45% de eficácia) e a Cláudio Silva (53% de eficácia). André gomes com 9 golos (82% de eficácia) foi o principal marcador, seguido por Hugo Rocha (8 golos, 3 em 3 de 7 metros e 67% de eficácia). Na equipa do Ismai, Yoan Blanco (46% de eficácia), e Angel Zulueta (43% de eficácia), foram os seus melhores marcadores, mas em nossa opinião de baixa eficácia.

No Pavilhão Eduardo Soares, tivemos o São Mamede / FC Porto, encontro onde se esperava uma forte superioridade da equipa do FC Porto, mas por displicência, juntamento com o excesso de confiança, e o querer dos adversários levam-nos a situações difíceis, e foi precisamente isto que se passou neste encontro onde apesar de ter vencido o FC Porto, passou por momentos de grande dificuldade, e com esta derrota a equipa do São Mamede, continua a ser a única equipa que ainda não regista qualquer vitoria na prova. Neste encontro o equilíbrio verificado durante os primeiros 30 minutos foi enorme e surpreendeu muita gente, pois o São Mamede chega a estar na frente do marcador, com 3 golos de vantagem, como por exemplo aos (8-5) cerca dos 19 minutos de jogo, para o intervalo chegar com uma igualdade a 9 golos e Alfredo Quintana (42% de eficácia), a ser uma das figuras do jogo, no segundo período do jogo o equilíbrio manteve.se até cerca dos 51 minutos com o FC Porto já na frente do marcador, mas apenas pela diferença mínima 19-18, quando é solicitado um Time-out pelo seu técnico, que se mostrou ser de uma enorme oportunidade, pois os últimos 9 minutos foram jogados com nítida superioridade da equipa do FC Porto, que construi a diferencial final. Vasco Marques foi desta feita o principal marcador do São Mamede com 10 golos (67% de eficácia), enquanto no FC Porto, António Areia com 7 golos 3 em 4 de 7 metros, e 70% de eficácia) foi dos mais produtivos elementos.

Boa Hora 31 – 30 AA Avanca

Jogo disputado no Pavilhão Fernando Tavares, que se iniciou com cerca de 15 minutos de atraso, sem que se conheça o motivo (se foi por mau funcionamentos dos intercomunicadores, como chegou a ser aventado, lamenta-se pois um jogo com dois delegados deveriam saber, que não intercomunicadores dirigem o jogo sem eles, mas fazemos este nosso comentário sobre reserva). O Pavilhão encontrava-se com menos publico que o desejável, e foi um encontro emotivo, e forte equilíbrio, com os ataques a falharem em demasia, com diversas falhas técnicas, e maus passes, para ambos os lados, embora a equipa do Boa Hora tenha comandado durante mais tempo o marcador, em especial a partir dos 10 minutos, mas chegou ao intervalo a vencer pela diferença mínima (14-13), destacando-se neste período Pedro Sequeira (8 golos, 62% de eficácia) o melhor marcador do Boa Hora e o seu guarda-redes Henrique Carlota (21% de eficácia, mas com defesas importantes em momentos decisivos), enquanto na AA Avanca o seu guarda-redes Carreras (29% de eficácia) estava igualmente bem, mas a equipa não defendia a bem e falhava no ataque em especial na zona dos 6 metros. No segundo período de jogo, não se registaram grandes alterações na forma de jogar das equipas, e o Boa Hora chegou a ter 4 golos de vantagem aos 35 minutos quando vencia por 18-14, mas a AA Avanca nunca se deu por vencida e na maior parte das vezes mais com o coração do que com discernimento, igualada o marcador a24 golos aos 50 minutos fazendo prever 10 minutos finais, jogados com emotividade mas com respeito pelo adversário e aqui queremos saudar ambas as equipas. Os minutos finais foram terríveis com diversas igualdades e alternâncias no marcador, prevalecendo a qualidade dos jovens Miguel Batista (6 golos, 55% de eficácia)) e Diogo Oliveira (em especial na conversão dos 7 metros) (8 golos, e 80% de eficácia)), e do guarda-redes Luís Silva (32% de eficácia) na AA Avanca e a forte experiencia de Luís Nunes (9 golos, e na equipa do Boa Hora, que acaba por vencer o jogo, na concretização de um livre direto já depois dos 60 minutos mas perfeitamente legal. Dirigiu o encontro a dupla de Lisboa constituída por Tiago Monteiro e António Trinca, que apesar de alguns erros em especial na sanção progressiva, pois na a aplicaram com equidade (na nossa opinião), estiveram bem melhor num jogo de grande equilíbrio do que a última vez que os tínhamos visto.

A Classificação ficou assim ordenada: - 1.º FC Porto (30 pontos), 2.º Sporting, e Benfica (28 pontos), 4.º Madeira SAD (22 pontos), 5.º AA Avanca (21 pontos), 6.º ABC (20 pontos, -2 jogos), 7.º Boa Hora (19 Pontos), 8.º Águas Santas (18 pontos), 9.º AC Fafe (15 pontos, -1 jogo), 10.º Belenenses (- 1 jogo), e Arsenal (14 pontos), 12.º Ismai (-1 jogo) (13 pontos), 13.º SC Horta (-3 jogos), e São Mamede (11 pontos).  

O Banhadas Andebol

29 comentários:

Anónimo disse...

São Mamede a fazer a vida negra ao Porto e o Boa Hora a consolidar uma posição que lhe vai começando a dar alguma folga para os objetivos que tem.

Anónimo disse...

Pobre andebol Português. È triste ver um jogo em que nos dá o sono, tantas as veses que se para para limpar o chão! È triste ouvir duas vozes que, mais valia estarem a fazer um programa de discos pedidos. Erros e euforias a juntar a tendencia a favor do clube de que, indisfarçavelmente pertencem e é quem lhes paga. Quanto ás estatisticas, é o ponto onde se nota o puro amadorismo. Depois falar de quem marcou tanto golo em livres de sete, é assim um mérito tão grande? Basta notar e saber que o jogador em causa, passou nas camadas jovens do clube. Elementar.

Anónimo disse...

Depois destes jogos, ja agora parabens ao S. Mamede, afinal garra e dedicação tambem conta. Vou fazer um prognóstico com os actuais seleccionadores nacionais (nada tendenciosos):
Porto: Quintana, Laurentino, M. Martins, Salina, H. Santos, A. Areia, R. Silva
Sporting: Portela, Bosko?
Benfica:T. Pereira, F. Antunes
ABC:D. Branquinho, A. Gomes, H. Rocha, Grilo
Wilson
Gilberto
T. Rocha
J. Silva

Anónimo disse...


CONTINUAMOS A TENTAR OBTER RESPOSTAS AOS COMENTÁRIOS INFRAS POR PARTE DA FAP E DA AAL:

"Anónimo disse...
OS DOIS COMENTÁRIOS QUE TRANSCREVEMOS, DIZEM NO "MUNDO" QUE O NOSSO ANDEBOL VIVE, ONDE NÃO HÁ QUALQUER RESPEITO POR PARTE DA FEDERAÇÃO E DAS ASSOCIAÇÕES PELOS SEUS INTERVENIENTES DIRECTOS (OS CLUBES, OS DIRIGENTES, OS TREINADORES, OS ATLETAS, O PÚBLICO, AS AUTARQUIAS, AS JUNTAS DE FREGUESIA,ETC.).

"Anónimo disse...
PERMITO-ME TRANSCREVER ESTE COMENTÁRIO PARA QUE ALGUÉM RESPONDA SE CONSEGUIR:

"NÃO OLHEM SÓ PARA A I E II DIVISÕES.

VEJAM O QUE ESTÁ A ACONTECER NA III DIVISÃO, COM A PROVA "ORGANIZADA" PELA ASSOCIAÇÃO DE ANDEBOL DE LISBOA, ONDE AINDA NINGUÉM PERCEBEU, PORQUE TAMBÉM NINGUÉM SABE EXPLICAR NAS RESPECTIVAS ASSOCIAÇÕES (QUER A DE LISBOA QUER A DO ALGARVE), O QUE VAI ACONTECER AOS CINCO CLUBES QUE NÃO FOREM "APURADOS" PARA A INVENTADA "FASE INTERCALAR" A PARTIR DE 17 DE DEZEMBRO DE 2016.

SERÁ QUE PARA ESTAS EQUIPAS ACABOU A "COMPETIÇÃO" NA ÉPOCA DE 2016/2017 OU VÃO "REINVENTAR" OUTRA VEZ QUALQUER "TORNEIO REGIONAL" PARA FAZER DE CONTA QUE MEXE COMO ACONTECEU EM ABRIL "ORGANIZADO" PELA ASSOCIAÇÃO DE ANDEBOL DE LISBOA ?

ERA BOM QUE ALGUÉM EXPLICASSE O MAIS RÁPIDAMENTE POSSÍVEL O QUE IRÁ ACONTECER, DE MODO A QUE DIRIGENTES, TERINADORES E ATLETAS PROCUREM OUTRA MODALIDADE DESPORTIVA CUJO PLANEAMENTO SEJA CLARO E CONCISO E QUE NÃO SEJA "ALTERADO" OU "ADAPTADO" DEPOIS DOS CLUBES PAGAREM AS RESPECTIVAS TAXAS DE FILIAÇÃO E DE PARTICIPAÇÃO NAS DIVERSAS PROVAS.

NA MINHA POBRE TERRA, ESTA SITUAÇÃO CRIADA, É DENOMINADA DE UMA ENORME ALDRABICE PEGADA.

24 de outubro de 2016 às 12:13"

NO ENTANTO, PENSO QUE NINGUÉM O CONSEGUIRÁ FAZER."

"24 de outubro de 2016 às 18:00

Anónimo disse...
Conforme consta na estrutura da prova (http://aalisboa.pt/wp/competicoes/723-2/), os clubes não apurados filiados na Associação de Andebol de Lisboa irão andar a "encher chouriços" até ao final da época com torneios e afins. Tudo isto graças a uma estrutura da prova com uma fase final, organizada já pela a FAP. As equipas não filiadas terão de recorrer às suas Associações...
25 de outubro de 2016 às 11:40"

SERÁ QUE É MESMO VERDADE????

26 de outubro de 2016 às 12:13"

SERÁ QUE FALTA CORAGEM PARA AS RESPOSTAS SEREM DADAS PARA QUE CADA UM DOS INTERVENIENTES POSSAM SABER REALISTICAMENTE O QUE VÃO FAZER A PARTIR DE 17 DE DEZEMBRO DE 2016 ATÉ AO FINAL DA ÉPOCA DE 2016/2017 ?

TEREMOS QUE PREPARAR OS MATERIAIS PARA A PESCA!!!!!


Anónimo disse...

No pavilhao o jogo começou mais tarde por culpa da equipa de arbitragem pois se fosse um dos clubes era logo multado, foi uma falte de respeito principalmente pelo Avanca que ainda tinha uma viagem de regresso para fazer .
quanto ao jogo com pouca qualidade mas muita luta e respeito entre as duas equipas, com o publico do Boa hora e avanca juntos pelo menos ali nao houve garrafas contra os adeptos do Avanca.
Avanca com alguns lances que prejudicaram a equipa, criterios nos 7 metros muito diferentes, na primeira parte um jogador do boa hora passou a bola para seu guarda redes e seguio jogo mas ja estamos habituados a esta dupla projudicar sempre o Avanca

Anónimo disse...

quando é que a federação actualiza a classificação, ou não há tempo, será que o ABC tem 3 jogos em atraso, pois a classificação do portal, não coincide com a vossa, parece-me que a vossa é que está certa. Deve haver muito trabalho.

Pedro Marques disse...

Teve foi graça ver a forma como o porto empata nos últimos minutos da primeira parte. E a victória é deliciosa. Não fosse tudo do porto e a história era outra. Que pena que os resultados hoje do andebol na sua maioria estejam ao critério dos árbitros.

Anónimo disse...

Realmente é uma tristeza ver os comentários dos comentadores das televisões dos clubes: não é que só puxam a brasa para o seu clube? Isto é uma tristeza! Bom era quando não tínhamos televisão nos clubes e não víamos jogos nenhuns, não era?
Temos cá uma lata!

Anónimo disse...

Anónimo27 de outubro de 2016 às 13:33
Aqui pessoas que o que dizem os comentadores, nao se escreve.
Lamentável é ver "ditadura" andebolistica, em que na verdade é só uma, só o é pq deixam. Cubanos, brasileiros, atletas sem perfil de selecionáveis, selecionadores, treinadores, dirigentes, arbitros, etc...
Eu acho que se querem evoluir, 2 estrangeiros + 3 comunitários (cubanos e afins, como estrangeiros, não com acordos clubisticos/federativos).
Tenho pena destas geraçoes vindouras alguns deles com muito talento, mas como ja referi, estou para ver as renovações da selecção/FC Porto.
Ass. Atento

Anónimo disse...

Anónimo27 de outubro de 2016 às 09:32
Depois destes jogos, ja agora parabens ao S. Mamede, afinal garra e dedicação tambem conta. Vou fazer um prognóstico com os actuais seleccionadores nacionais (nada tendenciosos):
Porto: Quintana, Laurentino, M. Martins, Salina, H. Santos, A. Areia, R. Silva
Sporting: Portela, Bosko?
Benfica:T. Pereira, F. Antunes
ABC:D. Branquinho, A. Gomes, H. Rocha, Grilo
Wilson
Gilberto
T. Rocha
J. Silva

CONSEGUI NÃO ERRAR NENHUM, JA AGORA TREINOS A NORTE, NO PORTO PARA POUPAR DINHEIRO.

Anónimo disse...

Anónimo 27 de outubro de 2016 às 09:14

Marcar 7m aos dois melhores GR do campeonato não tem mérito? Para além de que o jogador em causa teria feito indiscutivelmente um excelente jogo mesmo que não tivesse marcado os 7m.

Haja bom senso...

Anónimo disse...

O andebol em Portugal é um far-west e ganha quem prepara armadilhas. È pena ver alguma qualidade a sair. Mergulhados no amadorismo e de lá não querendo sair. A nova moda é manter o suspense e depois apitar para ganhar quem, foi préviamente escolhido. È uma vergonha a maneira como o Porto ontem empata o jogo! São sempre os mesmos a enervarem-se e errar? O miúdo Martins ri-se e com razão, pois leva o jogo a encostar e, atirar-se para o meio e alcançar os livresinhos... Quanto a castanhas são sempre os mesmos a dar forte! Agora ao menos o Porto vai ter três elementos seus a comandar a seleção? Parabéns! Dominio absoluto bem conseguido! Ou me engano ou a convocatória vai ser de gritos...

Anónimo disse...

Sr Pedro Marques você deve perceber imenso de andebol e enquanto vai dizendo mal do Porto os jogadores mesmo sem qualidade são os que jogam no estrangeiro nos melhores clubes e mesmo mudando os selecionadores assistimos ás convocatórias. O amigo deve ver o andebol da conchichina.

Anónimo disse...


Comunicado Oficial 1 - Anexo 10 - Requisitos Participação Campeonatos Nacionais 2016-2017

Seniores - 1ª Divisão - 3 escalões de Formação




Regulamento Geral da Federação de Andebol de Portugal e Associações

Artigo 27º - Requisitos de participação dos clubes em competições oficiais nacionais de Seniores

Para poderem participar nas competições oficiais nacionais de Seniores, os clubes têm de respeitar os requisitos constantes no presente artigo e no Comunicado Oficial número 1 e seus anexos da respetiva época desportiva.
2. A comprovação da condição referida no número anterior tem de ser feita no ato de
inscrição, no Portal da FAP, nas condições estipuladas, e verificadas pela Federação e respetiva Associação.
a) Esta comprovação obriga à existência de atletas do respetivo escalão com o processo de inscrição efetuado;
b) Sendo data limite para confirmação das inscrições referidas, o dia anterior á data prevista para a realização do sorteio da respetiva Prova ou Fase da prova;
A participação destas equipas, em provas oficiais, terá de ser efetiva e até ao fim das mesmas, com comprovação da Federação ou das respetivas Associações.
3. A mesma equipa dos escalões inferiores não conta, simultaneamente para os dois sexos, consoante o estipulado no número 1 e 2 do presente artigo.
4. A existência de mais de uma equipa de seniores nos Campeonatos Nacionais implica a existência de uma equipa em cada escalão dos referidos no número 1.
5. Constitui condição de participação nas competições oficiais nacionais de seniores a autorização, por parte do Clube ou Sociedade desportiva, para a transmissão televisiva dos jogos e exploração comercial dos direitos referidos no artigo 28º do presente título.
6. O não cumprimento do estipulado nos números 1 a 4, implica a desqualificação da equipa para a Divisão mais baixa existente.
7. O não cumprimento do disposto no número 5 acarreta a inibição de participação nas competições indicadas.
8. Para efeitos do disposto no número 5 do presente artigo, caso determinado Clube ou Sociedade desportiva suba á PO1, PO9 ou outra prova designada pela Federação, bem como participe nas Taças de Portugal e Supertaças, e não confira
autorização, por via de inscrição na prova, para a transmissão televisiva dos jogos em que participe, bem como para a exploração comercial de direitos aí referida, ficará impedido de participar nessas provas, permanecendo na Divisão onde estava inscrito.

Com isto, facilmente verificamos que há dois clubes que não cumprem com os requisitos, Boa Hora F.C. (que conta apenas com um escalão de competição em competição, que são os Juniores, e supostamente têm uma equipa de Minis que já deu 3 faltas de comparência, bem como a equipa de Juvenis que desistiu da competição) e o Arsenal /LXS Group (que conta com apenas dois escalões de formação). Estamos prestes a terminar o segundo mês de competição e verifica-se que nem todos combatem com as mesmas armas e que o diga o Sismarias e o Vitória de Setúbal, que cumpriram todos os requisitos mas desportivamente não conseguiram alcançar a 1ª Divisão.

E os clubes que descerem no final desta época que cumpriram todos os requisitos, não terão motivos para impugnar o campeonato? Os infractores serão beneficiados e os cumpridores serão prejudicados... não seria a primeira vez, nem será a última. É uma vergonha o que se passa hoje em dia, onde uns são "obrigados", salvo seja, a cumprir todos os requisitos e mais alguns, enquanto outros continuam a passear.

Penso que está na altura de alguém falar sobre este tema ou é para abafar? Haja paciência porque desde a primeira jornada que a verdade desportiva foi colocada em causa com esta situação e estou para ver se não vamos continuar nesta brincadeira porque isto é brincar ao andebol...


Anónimo disse...

Vi mais uma vez o FCP a ser beneficiado pela arbitragem, mesmo contra um clube pequeno e da mesma cidade.
Vi e ouvi os comentários miseráveis do Porto Canal sobre um jogo onde a garra e empenho da Académica de S. Mamede podiam e deviam ser enaltecidos.
E, a propósito de transmissões televisivas, dizer ao anónimo de 27 de outubro de 2016 às 13:33 que não existem só as duas alternativas que indica.
Pelas responsabilidades que tem na FAP deve lembrar-se dos tempos em que o andebol era transmitido em televisões independentes e com qualidade ( RTP, SPORTTV). E mais do que haver transmissões era o facto de o andebol ser exemplo para outras modalidades pela inovação de meios, de grafismos, da qualidade dos comentadores, etc.
Basta lembrar qual foi a modalidade escolhida pela RTP para fazer o primeiro dos seus célebres, e já saudosos, Torneios RTP.
Mas é claro que, para que isto volte a ser verdade é preciso que regresse a competência à Direção da FAP.

Pedro Marques disse...

Eu vejo andebol português e mais do que você. E não sou só eu que vejo, somos muitos a ver que o porto é praticamente sempre beneficiado e não é de agora. Já tem barbas brancas esta nojice.

Anónimo disse...

Fui assestir ao sporting-Belenenses triste espetaculo dado pela dupla madeirenses nao sei como apita primeira divisao muito mau mesmo.
Quanto ao Sporting nada a dizer ate deu para jogar e bem junior de primeiro ano.
Quanto ao Belenenses continua a ser uma tristeza com o treinador que tem, a perder por 10 fez tudo para mais uma vez ser multado com cartao amarelo a contia continua a ser sumada ja vai a conta deste senhor mais de 1000 euros para uma equipa que tem dificuldades financeiras ja dava para ir ao norte com esse dinheiro, depois comeca o jogo com diogo domingos a lateral direito e deixa no banco goncalo ribeiro, fabio semedo a gente sabe que o diogo tem que jogar sempre se nao o papa fica chateado e o patrocinio da delta ainda acaba.
Enfim nao sei o que a direcao do belenenses esta a espera para ir buscar outro treinador ou entao se nao tem dinheiro para ir buscar outro treinador fique la so com o carlos Jorge pois pelo menos poupa se nas multas.

Anónimo disse...

Ontem foi mais um dia de luto para o andebol. Depois de ouvir a convocatória julguei estar bêbado mas, nem bebo ao jantar. Teria sido do almoço? Não porque almocei com muçulmanos e por respeito não bebi. Julguei que o novo selecionador ia ser pressionado como todos mas, capaz digamos dum equilibrio. Não convocar o melhor jogador ponta esqerdo, será um gesto de boa vontade para alguém? Ou de mostrar já quem manda? Incrível! Nem discuto outras. Wilson Davyes recusou vir? Hummm! A do terceiro guarda-redes é outra descaradamente sem lógica. Se Deus existe que na sua grandeza perdoe este ato baixo e irresponsável! Julguei que Pereira não descesse tão baixo. Depois queixem-se de antigamente o andebol ser escolhido e hoje...desprezado! Hoje ao pequeno-almoço ainda julguei ter tido um pesadelo. Nem me apeteceu comer dado estar sem apetite. Cada vez tenho menos apetite de ver andebol mesmo na Tv, com tanta miséria em termos de tudo.

Anónimo disse...

No Sporting-Belenenses a dupla de apitadores chamou a atenção e, pergunto como chegaram a um And 1... são anos de burrice e incompetencias! O Jogo em si mostrou um Belém fraquinho com erros de base. Aproveita-se Gonçalo a prometer e Roque a mostrar que, merecia se calhar estar no Sporting! Ruesga até fez grande exibição mas cabiam lá os dois. Frankis é o habitual em regularidade e entrega e ontem esteve bem. Não percebo a aposta em Cudic, guarda-redes mediano e se calhar ganhando bem mais que um Candeias. Notei numa soma de jogadores a tentar ser equipa, precisando de tempo e resultados positivos. A equipa ás tantas nem precisava dum Zupo pois, esteve certinha e descontraída. Estranhei não haver mais público. Será alguma sensação de dúvida depois da derrota com o Porto? A solidadriedade e algumas muitas bocas, em apoio a Solha justificam-se! Eu só no pavilhão soube e sinceramente, pensei ter ouvido mal. Ouvi até dizer bem de vários candidatos como Vidrago, Branquinho e Sérgio Barros que até passou pelo Sporting. Desculpem-me todos e são bons mas Solha é de longe melhor. O estúpido da questão é que, até tem estado bem á entrada deste ano. Algum público defendia até que, não era preciso NicseviK ter vindo. Sendo Sportinguista espantou-me igualmente não convocarem Hugo Figueira. Ele até já passou curiosamente pelas duas equipas do jogo. Atualmente até está num rival. Se calhar vamos andar anos á espera dum Europeu ou mundial. Por culpa de arranjinhos ou coisinhas mais tristes e repugnantes. Que maneira de se começar uma missão em prol do andebol do país! Ou fez tudo parte dum modo de mostrar contrle, a somar ao jogo Porto-Sporting? Há quem diga que, nunca ganharemos por lá... nem aos juniores. Acredito.

Anónimo disse...

SPOORTING-BELENENSES
uM BOM JOGO E RESOLVIDO COM SEGURANÇA PELO SCP.
TEMAS:
1-O que se passa com o internacional Carlos Carneiro que não se vê equipado e vai ser muito importante para os grandes jogos da 2ª FASE
2-Muito bem o Zupo na bancada cumprindo um castigo justificado no Dragão Caixa!
3-Importante o SCP ter um Director no Banco que não seja funcionário do Clube mas com importância no Banco junto de jogadores e treinadores.
3-arbitragem fraca sem sentido e pouco coerente!
4-Será que o Francis que foi durante épocas o melhor Lateral direito da P01 não pode de vez enquanto passar por la? a Teimosia do ZUPU pode ter consequenciais no futuro.
5-Beleneneses faz parte do Andebol Nacional é uma equipa bem dirigida JFJunior e pode fazer um bom campeonato.
António Cruz

Anónimo disse...

O Belenenses chega a dar dó. sabemos que o Sporting nada em dinheiro e pode ter, jogadores que ganham mais de prémio que os nossos de ordenado. Ordenado, enfim! Uma ajudinha se paga a horas. Ao Belém bastavam os ordenados do assusta-pássaros Espanhol que ás veses dá show no banco. Ontem esteve calmo e até sorria acompanhado na bancada. Agora o que revolta é ver mais do mesmo. O treinador do Belém não sabe muito disto, é melhor em guerrilhas e jogadas psicológicas. Depois anda a fazer favores e, para isso prefere meter um pivot a fazer de lateral direito em vez dum lateral esquerdo. O problema é que esse pivot é um dos donos e em tempos jogava a pivot, em vez do Siqueira que se não fosse tão brincalhão era um caso.

Anónimo disse...

Aceito apostas em como o Porto vai ser campeão. Depois de ver o jogo com o Sporting em casa e com o S. Mamede fora, senti logo isso. Corre-lhe sempre bem o desenrolar do jogo, sobretudo em momentos de decisão. Vai uma aposta?

Anónimo disse...

Ao anónimo de 27 de Outubro de 2016 às 20:48, agradeço o ter lembrado os Torneios RTP.
Durante alguns anos, as Câmaras Municipais 'punham-se em bicos de pés' para conseguir levar para os seus municípios tão importante torneio.
Mas isso foi no tempo em que havia competência e honestidade na então FPA.
A competência e a honestidade foram-se embora e os Torneios RTP acabaram.
E agora ninguém pega na ideia. Porque a modalidade não é o que foi e porque os dirigentes da mesma são pessoas com outros interesses.

Anónimo disse...

Grande campeonato de Portogal. Pode-se inscrever os estrangeiros que se querer. Pode-se jogar á pazada. Aconteça o que acontecer o campeonato de Portogal tem sempre um vencedor. Depois haverá umas saídas na noite Portoense. Se algum jogador estiver para ser vendido, fará parte da seleção. Quanto a seleções não há problema, olhem as convocatórias e vejam quem é claramente benefeciado. Ou só repararam na dos seniores? Os espanhóis contam aquela história das bruxas. Por cá quando toca a um clube vencer, elas aparecem sob a forma de árbitros ou dirigentes federativos.

Anónimo disse...

Os gajos do sporting não se calam. estão sempre a rugir. Querem não ver, é? Com um artista que todos os dias faz rir o país, á conduzir aquilo, o que querem? No caso do andebol nem sei quem lá manda. Treinador é o Espanhol barrigudo. Este já se viu não fazer dieta em nada. Só em títulos! Hihi! Porque a vociferar e a levantar as manápulas, céus! No ordenado dizem que, abusa de gorduras superfluas. È claro que, os apoiantes sedentos de ganhar seja o que for, vão na conversa. È que já são mais de doze anos. No entanto há uns que teimam em dizer que vão ganhar o campeonato e a Challenge. Que assim serão o primeiro clube a ter dois troféus europeus. Hihi! Dizem que a equipa é a mais alta do campeonato. Quem não vai ganhar pró susto são os pobres que pagam, estas despesas todas. Esses ficam sempre a perder. Mesmo quando jogam em casas não enchem pavilhões pequeninos. O termo casas é devido a terem várias! Dizem eles que, o pavilhão agora a ser construído, vai ser de longe o mais e melhor em Portugal. Hihi! Isto depois de com menos jogos e viagens terem perdido no Dragão. Será que existe algo maligno por aqueles lados? È que ali nada resulta e ao jogarem noutras equipas melhoram logo. Olhem o caso do Fábio Magalhães que, agora na Madeira, já anda nos melhores marcadores. O Spínola até foi convocado prá seleção. O Candeias saíu e continua. Será coincidencia?

Anónimo disse...

Se há uma equipa que merece respeito é o BOA-HORA. Não diz mal de nada, trabalha. Aceita jogadores tanto veteranos como novatos. Poderão vir de vários clubes. Vivem com o que podem gastar. Nota-se um ambiente bom entre dirigentes, treinador e jogadores. Nunca se queixam após derrota, já tendo feito algumas surpresas. Devia ser assim com todos. União e trabalho. Continuem.
*Adepto do Benfica

Anónimo disse...

A S. Mamede não teve só garra e empenho, só isso não chegava nem chega para defrontar o F.C. Porto, penso eu! A QUALIDADE sim, em conjunto, com o empenho!

Anónimo disse...

no jogo do sporting/belem os psteis de belém estão na engorda deve ser das refeições de fast food em belém.

é bom que cabem com as patetices e levem os treinos a serio, andam a gozar o clube que representam.

uma equipa feita para aparar os caprichos do filhote e do amninho.

Impestorices.......

Anónimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.