gal vence

- Vamos encher os Pavilhões - mas com dignidade a Modalidade merece
Calendário e Resultados na Barra Direita

quinta-feira, 13 de outubro de 2016

Crónica Intermédia de Fim-de-semana – 13 – 2016 / 2017 – I

Nova crónica intermédia, desta veze dedicada a um jogo em atraso da 7-ª Jornada, adiado devido á participação de um dos clubes nas provas europeias, e a um jogo antecipado da 9.ª Jornada.

PO01 – Campeonato Nacional da 1.ª Divisão Seniores Masculinos.

1.º Jornada
Dia 05-11-16
SC Horta - AC Fafe (21H00)
3.ª Jornada
Dia 09-11-16
SC Horta AA Avanca (21H00)
4.ª Jornada
Dia 16-11-16
Ismai – SC Horta (21H00)
7.ª Jornada
Dia 12-10-16
Madeira SAD 30 – 36 ABC
9.ª Jornada
Dia 12-10-16
AA Avanca 23 – 20 Águas Santas

Dois jogos disputas um por adiamento devidamente justificado e relativo à 7.ª Jornada (Madeira SAD / ABC), jogo onde damos continuidade a uma nova moda e que na época passada foi constantemente utilizada, pois o encontro disputou-se no Flávio Sá Leite. E um jogo disputado por antecipação desconhecendo-se os motivos (AA Avanca / Águas Santas). Jogos disputados sem ocorrências disciplinares registadas. Mais uma vez, temos de fazer uma referência negativa, mais uma vez para o funcionamento do Match Center, em Braga, que positivamente redundou num completo falhanço, onde desta vez os marcadores não coincidem com o Boletim de jogo.

Disputou-se no Flavio Sá Leite, por inversão dos locais de jogo, o Madeira SAD / ABC, perante um público mais que reduzido, este era um encontro que dizia respeito á 7.ª Jornada. O ABC, que teve o regresso aos inscritos de Pedro Spínola, mas que continua com as ausências de José Coata e de Ricardo Pesqueira, comandou o jogo e o marcador praticamente durante os 60 minutos de jogo, embora durante os 30 minutos iniciais o Madeira SAD ainda tentasse dar alguma réplica, chegando aos 8 minutos de jogo com uma igualdade a 5 golos, para aos 24 minutos de jogo se registar uma das maiores diferenças do primeiro tempo (5 golos), quando o resultado estava em 15-10, a favor do ABC, para o intervalo chegar com 16-14 a favor dos bracarenses. No segundo tempo o Madeira SAD inicia da melhor maneira e iguala o marcador a 17 golos aos 35 minutos de jogo, mas mais uma vez o ABC regressa rapidamente ao seu ritmo de jogo, e aos 53 minutos de jogo vence por 32-25 (7 golos de diferença) que foi a maior diferença registada durante todo o encontro. Uma das grandes diferenças registadas esteve na eficácia dos guarda-redes, com Yusnier Giron no Madeira SAD a atingir uns fracos 10%, enquanto no ABC a média dos utilizados (Humberto Gomes e Emanuel Ribeiro), chegou aos 27%. No ABC, tivemos Pedro Seabra Marques a fazer um excelente jogo (6 golos, e 86% de eficácia), e com o jovem André Gomes (82% de eficácia), e juntar-se a Nuno Grilo com 9 golos (não damos a eficácia do Nuno Grilo, pois os dados não coincidem com os do Boletim de jogo). No Madeira SAD, onde existe mais uma vez uma diferença entre Boletim de Jogo e Estatísticas, no caso por exemplo de Daniel Santos onde aparece num lado com 6 golos (BJ) e no outro com 7 golos, tivemos ainda o reaparecido Fábio Magalhães com 7 golos (50% de eficácia).

AA Avanca 23 – 20 Águas Santas

No jogo antecipado da 9.ª Jornada, disputado no pavilhão Adelino D. Costa, AA Avanca / Águas Santos, que terminou com a excelente vitória da AA Avanca, que comandou o jogo durante a maior parte do tempo, nunca permitindo que a equipa maiata alguma vez estivesse na frente do marcador, mas existiram algumas igualdades em momentos decisivos, a 8 golos quando estavam decorridos cerca de 23 minutos e aos 19 golos quando estavam decorridos cerca de 54 minutos de jogo. A AA Avanca deve a vitória à extraordinária exibição do seu guarda-redes Alejandro Carreras (47% de eficácia) que foi na nossa opinião o homem do jogo, O Águas Santas andou demasiado tempo à procura de um fio de jogo, com o seu técnico demasiado preocupado com a arbitragem, e defendeu nos limites da agressividade permitida pelas regras de jogo, no entanto é uma equipa dependente dos seus jogadores mais experientes estarem ou não em dia sim, como Pedro Cruz (6 golos, mas apenas 35% de eficácia), Elias António (2 golos, e somente 25% de eficácia) e António Campos (26% de eficácia), enquanto a AA Avanca, depois de chegar ao intervalo a vencer por 12-10, e já no segundo tempo ter vantagens de 5 golos como por exemplo 16-11 aos 38 minutos e 17-12 aos 40 minutos, pareceu-nos uma equipa co “medo” de atacar, e demasiadas vezes sem discernimento no ataque em especial nas superioridades numéricas diante uma equipa muito mais experiente, que teve na nossa opinião nos eus jovens Diogo Oliveira (4 golos, e 57% de eficácia) e Jenilson Monteiro (4 golos, e 80% de eficácia) dos seus melhores atletas, com Pedro Valdes (2 golos e somente 29% de eficácia) a efetuar demasiados remates mas sem eficácia. Os seus melhores marcadores acabam por ser Nuno Carvalho (bom jogo nos 6 metros, 4 golos e 80% de eficácia), Miguel Batista 4 golos, e 57% de eficácia), juntamente com os já citados. A equipa so Águas Santas que parece que joga sobre “brasas” com grande intranquilidade, teve em Pedro Cruz com 6 golos o seu melhor marcador, devendo referir-se ainda o jovem Luís Frade com 4 golos (80% de eficácia) na linha dos 6 metros. De referir negativamente a falta de eficácia na marcação dos 7 meros de ambas as equipas. Jogo dirigido pela dupla aveirense Ruben Maia e André Nunes, que foram fortemente pressionados, com as confusões que lhe era provocadas, mas saíram-se sempre a contento de todas as situações, e na nossa opinião fizeram uma boa arbitragem nos diversos parâmetros em que a mesma deve ser analisada.

A Classificação ficou assim ordenada: - 1.º FC Porto e Sporting (21 pontos), 3.º Benfica (19 pontos), 4.º AA Avanca (18 pontos, +1 jogo), 5.º ABC (16 pontos -1 jogo), 6.º Madeira SAD (15 pontos), 7.º Águas Santas (14 pontos, +1 jogo), 8.º Boa Hora e Belenenses (12 pontos), 10.º AC Fafe (10 pontos, - 1 jogo), 11.º Ismai (-1 jogo) e Arsenal (8 pontos), 13.º SC Horta (-3 jogos) e São Mamede (7 pontos). 

O Banhadas Andebol

12 comentários:

Anónimo disse...

Avanca é um caso sério em relação ao andebol nacional, toda a gente dá a modalidade como estar a afundandar com pouco interesse, mas na verdade opavilhao cada vez mais cheio, com uma claque apenas de andebol e transmissão no seu canal a levar o desporto espetacular a cada vez mais gente. Bem merecido o prémio destas vitórias e desta classificação, haja mais clubes a trabalhar por um andebol melhor!

Anónimo disse...

Porque não se vê o selecionador nacional em jogos a meio da semana a assistir aos mesmos? Não é o jogo o melhor palco de observação? Ou tem medo de que alguns lhe demonstrem algumas das irracionalidades cometidas no passado e que se vislumbram repetida?
Lamentável! Um profissional em part time ...

Anónimo disse...

ao anónimo das 10:49, se estivesse com atenção não falava ou escrevia dessa maneira, pois o seleccionador não pode estar em dois lados ao mesmo tempo, e nessa altura esta em França para ver o Wilson, que logo por azar se lesionou, basta ler os jornais de hoje, e certamente já não escreveria dessa maneira, e olhe não tenho procuração para o defender, apenas pretendo ser justo.

Anónimo disse...

Foi a França ver um jogador que está lesionado?
Começa bem! Foi ele que programou a viagem? Ou foram os competentes serviços federativos?

Ah! Esperem ... não há Departamento Técnico na FAP!

Estão muito à frente de quase todas as outras modalidades!!!
Os outros têm Departamento Técnico, Diretor Técnico Nacional etc. são uns burros!
O modelo organizativo da nossa Federação é que é!

Não são precisos técnicos na Federação!

Basta ter um Torrinha ou um Ulisses ou agora o Augusto!

Depois escolhem-se uns tipos para convocar jogadores para as seleções e chega.

Da Calçada da Ajuda já não espero nada mas as Associações não têm nada a dizer, principalmente a própria associação de treinadores de andebol.

E os restantes membros da Assembleia FAP? E os "senadores" da modalidade?

Anónimo disse...

Ao anónimo das 12:31H...
O Wilson Lesionou-se no aquecimento foi?
Braga, madeira, avanca , águas não contam para o selecionador?
Um Clube na Champions não lhe merece atenção acrescida, nem que por questões motivacionais?
Um clube com o melhor marcador dos últimos anos não lhe merece atenção?
Não conhece a valia do Wilson? Conhece a valia do Pedro Cruz(por exemplo) suponho então?Está com dúvidas?

Um pseudo intelectual, que pode fazer muito pois tem valia para isso) mas precisa duma coisa essencial an vida: menos vaidade, menos cátedra e mais humildade!!!

Anónimo disse...

Já agora quais os jogadores para ver no avanca com o águas santas, não estava lá um dos seleccionadores encapotados, a dirigir uma das equipas

Anónimo disse...

13 de Outubro de 2016 às 13:07
anónimo.
Pena não estar identificado mas subscrevo as suas posições sobre a estrutura de apoio técnico na Federação.
Urgente um DTN com ovarias federações têm.
Um director para as Selecções Nacionais Masculino e Feminino.
Esta Direcção está muito mais activa e participativa mas andam lá os donos do poder disfarçados!
A modalidade merece tudo!

Anónimo disse...

Aguas Santas de mal a pior .
Derrota com o Avanca, ISMAI e Belenenses,
E todos aqueles que têm responsabilidades continuam a assobiar para o lado.
Equipa desequilibrada, dependente do Pedro Cruz do Campos e de mais 1 ou outro jogador, soluções no banco "zero", existem jogadores no banco vulgares uma Vergonha.
Continuem assim que vão direitinhos para o grupo dos 8.

Anónimo disse...

O Paulo Faria é o encapotado? Ou é a sumidade do Martingo? Já compreendo os consecutivos amarelos para o adjunto Marco Sousa...
Não sabia da existência de encapotados...Mas se existem, e ligados a clubes no ativo, vamos de mal a pior...E Paulo Pereira se pactua perde toda a credibilidade!!!

Anónimo disse...

Tanto andebol para se falar e é só frustrados a lançar veneno das suas frustrações. Não sejam futeboleiros, isto é Andebol

Anónimo disse...

parece que quem vai para director do andebol do Benfica é alguém bem conhecedor da modalidade, adivinhem lá quem é o salvador

Anónimo disse...

13 de outubro de 2016 às 23:28
anónimo.
Subscrevo a mudança estrutural do Andebol SL e Benfica. O clube dá condições para ganharem e o que falham são os líder do departamento e nas contratações situadas no mundo do ALPA!
Era importante que os 4 Maiores Clubes do nosso Andebol tivessem estruturas fortes, competitivas e ambiciosas de atingir objectivos e não manterem-se nos lugares como funcionários do Clube!
Abraço