gal vence

- Vamos encher os Pavilhões - mas com dignidade a Modalidade merece
Calendário e Resultados na Barra Direita

domingo, 27 de novembro de 2016

Competições Europeias 2016 / 2017 – LX – Liga dos Campeões Masculinos

Na sua participação na Liga dos Campeões Europeus o ABC disputou a 8.ª Jornada do seu Grupo (D) na Fase de Grupos.
ABC PERDE COM
TTH Holstebro

Na 8.ª Jornada, o ABC, deslocou-se à Dinamarca para defronta o os dinamarqueses do TTH Holstebro, a quem tinha vencido no jogo da 1.ª volta por 32-27, mas desta vez apresentava-se completamente diferente pois além do plantel curto que têm, apenas inscreveu 13 jogadores no Boletim de jogo, onde apresenta 3 guarda-redes, pois encontram-se lesionados José costa, Ricardo Pesqueira, Carlos Martins a que se juntou ainda Miguel Sarmento, tornando a equipa muito mais frágil, Começou bem o jogo pois vencia por 2-0 quando estava apenas decorrido 1 minutos de jogo, mas foi “sol de pouca dura” como se costuma dizer, pois só voltou a marcar quando já perdia por 7-2, e estavam decorridos 8 minutos de jogo, a partir daqui nunca mais se encontrou com os dinamarqueses a ganharem vantagem, chegando ao intervalo na frente do marcador por 18-13. No segundo tempo o cariz do jogo não sofreu grandes alterações com os dinamarqueses a chegarem a ter vantagens de 8 golos como por exemplo 31-23 aos 50 minutos de jogo, para o resultado se fixar com apenas um diferencial de 5 golos, através de um livre de 7 metros convertido por Nuno Grilo nos momentos finais do encontro. Pedro Spinola com 7golos (50% de eficácia), e Diogo Branquinho com 6 golos (71% de eficácia), foram os melhores marcadores do ABC, enquanto no TTH Holstebro, o islandês Vignir Svavarsson com 8 golos (80% de eficácia foi o seu melhor marcador. Dirigiu o encontro a experiente dupla da Grécia constituída por Michalis Tzaferopoulos e Andres Bthmann, com trabalho realizado sem problemas.

Grupo D Constituição – HBC Nantes (França), TTH Holstebro (Dinamarca), HC Motor Zaporozhye (Ucrânia), Besiktas Mogas HT (Turquia), Dinamo Bucaresti (Roménia) e ABC (Portugal)  

Resultados
1.ª Jornada
Besiktas Mogas HT 33 – 31 ABC
HC Motor Zaporozhye 28 - 26 HBC Nantes
TTH Holstebro 32 – 32 Dinamo Bucaresti
2.ª Jornada
Dinamo Bucaresti 35 – 31 HC Motor Zaporozhye
ABC 32 – 27 TTH Holstebro
HBC Nantes 33 – 19 Besiktas Mogas HT
3.ª Jornada
HBC Nantes 35 – 33 ABC
HC Motor Zaporozhye 34 – 28 TTH Holstebro
Dinamo Bucaresti 26 – 26 Besiktas Mogas HT
4.ª Jornada
ABC 34 – 32 Dinamo Bucaresti
Besiktas Mogas HT 23 – 22 HC Motor Zaporozhye
TTH Holstebro 25 – 35 HBC Nantes
5.ª Jornada
Dia 22-10-16
HC Motor Zaporozhye 27 – 23 ABC
Besiktas Mogas HT 36 – 27 TTH Holstebro
Dinamo Bucaresti 26 – 27 HBC Nantes
6.ª Jornada
Dia 12-11-16
ABC 22 – 35 HC Motor Zaporozhye
Dia 13-11-16
TTH Holstebro 29 – 25 Besiktas Mogas HT
HBC Nantes 26 – 24 Dinamo Bucaresti
7.ª Jornada
Dia 17-11-16
Dinamo Bucaresti 30 – 25 TTH Holstebro
Dia 19-11-16
ABC 27 – 28 Besiktas Mogas HT
HBC Nantes 32 – 34 HC Motor Zaporozhye
8.ª Jornada
Dia 26-11-16
HC Motor Zaporozhye 35 – 27 Dinamo Bucaresti
Dia 27-11-16
TTH Holstebro 34 - 29 ABC
Besiktas Mogas HT 28 – 33 HBC Nantes

Calendário
9.ª Jornada
Dia 01-12-16
Dinamo Bucaresti – ABC (19H30) EHF TV

Horas Locais

O ABC, disputa os seus jogos em casa, na Grande Nave do Parque de Exposições de Braga, que foi completamente adaptada e fica uma lotação de 3000 lugares.

O Banhadas Andebol

11 comentários:

Anónimo disse...

parabéns pela significaçao da modalidade e do andebol português a mais não obrigados

Anónimo disse...

O ABC nem tem culpa! Pelo menos não se pode pedir mais, a um grupo de andebol onde há falhas a todos os níveis. Somos semi-amadores e os nossos jovens nem sabem se continuam no andebol. se querem viver completamente para ele! A equipa dada a situação financeira não voa para jogos na Europa em Charter. Não tem sequer jogadores suficientes em quantidade, muito menos em qualidade para esta competição. Não se confundam as coisas! ganhar a Chalengue calhou. A EHF já tem equipas profissionais. A Champions nem falar! Não é para nós. Olhe-se para o Porto tão habituado á europa dos grandes, a não conseguir ir longe mesmo, fazendo das tripas coração, é caso para dizer. Perguntem a emigrantes nossos em alguns países e, notem na tremenda diferença!

Anónimo disse...

Se não conseguiam iam para a EHF e disponibilizavam a vaga para o 2.º classificado caso este a aceitasse e por aí fora. Pelo menos o Porto tenho a certeza que a aceitaria e duvido que o Benfica a rejeitasse.

Anónimo disse...

Que granda novidade! Como diria um treinador que é um cerabro! Se o ABC com estas equipas passa por humilhações autenticas e envergonha o país...
O que será ou seria, se apanhasse algumas equipas mais sofisticadas? Em Portugal sonha-se imenso. Uma equipa que se habituou, a um andebol com caracteristicas digamos únicas... e que, joga num campeonato onde só nas fases finais ou se preferirimos, play-off´s tem uns pavilhões pequenos quase cheios. No mesmo país onde o Futsal primo afastado do Rei Futebol vai ganhando adeptos e, o Hóquei em Patins consegue transmissões televisivas mas, o Andebol, morre todos os dias um pouco! Queriam o quê? Que o ABC ainda por cima sem um guarda-redes suplente digno desse nome e, sem lateral direito e sabe-se lá o quê mais... e, nem é bom falarmos no caso do seu pavilhão nem reunir condições para jogos europeus. Que adianta tanta pompa no anúncio de mudança, para um pavilhão de três mil se o anterior nunca esgotou? Ou não se quer reconhecer que, o campeão nacional duma nação, não consegue puxar por adeptos de andebol que não, os seus apoiantes. que andebol maravilhoso jogam...

Anónimo disse...

Andebol tuga no seu melhor...
O que andou o ABC a fazer na europa?
Tanto gasto, mais valia comprar um bom jogador mas, esses custam dinheirinho!
Uma vergonha como venceram em Portugal. Só em Portugal é possível o anti-andebol, ou vencer-se com alguma sortes...

Anónimo disse...

Tanta dor de cotovelo!
O ABC incomoda mesmo muito asno...
Realmente anda por aí muita "gentinha" assustada com o ressurgimento do ABC!...

Anónimo disse...

Ora aí está o andebol Portuga e aqueles liricos que defendem a sua digamos essência. Não é necessário trabalhar os jovens e ensinar-lhes, como se alimentarem corporalmente e mentalmente. Ciência no treino, para quê? Muita gente nos pavilhões? Oh! Para quê? Jogar devagar, descansar pelo menos um minuto em cada quatro cinco. passar a vida a fazer sombra ao árbitro e do banco ouvirem-se protestos. De vez em quando entrar em campo e porque não, deixar cair as garrafinhas das águas? Porque não falar ou digamos dialogar com o público? Nada de gastos que ás veses pode-se fazer uma surpresa e ganhar-se uma Taça Europeia. Os jogadores do ABC, alguns á beira da exaustão, fizeram o que puderam. Quem sabe mais libertos de viagens extenuantes e excesso de jogos, o que é cansativo, pode-se mais uma vez ganhar um campeonato.

Anónimo disse...

O ABC tem de ser realista. Não tem equipa para mais que uma pobretanas Challenge. Não tem condições nem público para sustentar financeiramente provas que, pedem mais. Acabam a fazer rir quando se fala em pavilhão com três mil. Se no Sá Leite nunca lá meteram, se calhar duas mil, poupem-me! Houve um tempo que, á custa de tudo que é escuridão, o Francisco de Holanda chegou á Europa porque ganhou a Taça de Portugal. Eu escrevo ganhou mas... nem vamos perder tempo a descrever a monumental alhada. Depois andaram a pedir apoios á Câmara de Guimarães e, caso o autarca cedesse isto era um fartote. Onde anda hoje o tal clube que tinha uma formação doutro mundo? quantos jogadores desses tempo aúreos se afirmaram? Três! Só dois ao mais alto nível. Um no estrangeiro e outro em Portugal.

Anónimo disse...

A única equipa e sublinho equipa, capaz de algo na Europa é o FCPorto. O tempo tem demonstrado ser ca+paz de ombrear com equipas de meio da tabela europeia e, dar algum trabalho a algumas já do topo. Foi o unico clube capaz de entusiasmar e encher pavilhão, várias vezes e ainda ser campeão no seu país. È a mais moldada para o tipo de andebol praticado, em países mais evoluídos. Já se percebeu a rivalidade por quem faz melhor nestas provas e, não desejando mal ao ABC, as hipóteses eram poucas. Talvez só a Challenge seja apropriada. O Benfica anda pela EHF e o tempo vai confirmar que, só na Challenge fazem uns bonitinhos. O Sporting está mais forte ou pelo menos gastou bastante mas, só na Challenge se safará. Para já a sorte tem sorrido bastante, com uma época em que pouco viajou, benefeciando imenso no campeonato.

Anónimo disse...

Ressurgimento do ABC... o que será? Então são tão bons e levam doze na estranga? Eu em puto ouvia o reclame da Citroen e acreditava. Foi tempo!
Deviam dar os jogos do ABC sempre á noite. Assim adormecia-se melhor! O pior é se proíbem os jogadores de fazerem queixinhas sem sentido, ou do Grilo se queixar de dores imaginárias...

Anónimo disse...

Refila-se muito mas nem se devia permitir equipas Portuguesas na fase de grupos da Champions. Para andarem a envergonhar o país mais vale ficarem a ver tv. È o que temos e recordo-me dum amigo Sportinguista me ter levado a Mafra para um Sporting- Montpellier (França), ali para os lados de Mafra. Quando chegaram os Franceses havia bocas abertas. È que vinham dois autocarros cheios de gente, equipada á casa e com bombos, bandeiras e outros artefactos. As equipas Portuguesas quando viajam a alguns países podiam levar apoio.Organizavam-se viagens antes. Mas em Portugal é só pontapé na bola. Mudem este entediante campeonato. Sou Belenenses e tomara que, o nosso pavilhão fosse limpo e desenferrujado. Passamos a vida a tentar gracinhas heróicas.