gal vence

- Vamos encher os Pavilhões - mas com dignidade a Modalidade merece
Calendário e Resultados na Barra Direita

sábado, 19 de novembro de 2016

Competições Europeias 2016 / 2017 – LI – EHF CUP Masculina – Actualizada

Este fim-de-semana as duas equipas portuguesas em prova na EHF CUP, estão a disputar a 1.ª Mão da 3.ª Eliminatória da EHF CUP, FC Porto e Benfica, começando com o FC Porto na Áustria, seguindo-se o Benfica na Polónia.

EHF CUP MASCULINA

FC PORTO VENCE BREGENZ HANDBALL
(Jogo 1.ª Mão)

O FC Porto, que se deslocou ao Pavilhão do Bregenz para disputar a 1.ª Mão da eliminatória, que se encontrava bem emoldurado de público. No primeiro tempo um dos factos salientes na nossa opinião foi a falta de soluções da equipa portuguesa perante a capacidade de remate do austríaco Esegovic, que só neste período concretizou 9 golos. Com Alfredo Quintana a defender um livre de 7 metros por ele apontado aos 14 minutos (entrada a substituir Hugo Laurentino, que foi o guarda-redes durante o 1.º Tempo). Jogo disputado sempre com grande equilíbrio, onde se destacava o excelente processo defensivo do FC Porto, e a velocidade do ataque da equipa austríaca, o andamento resultado foi sofrendo diversas alterações para um lado e para o outro, embora nunca nenhuma das equipas tenha tido uma vantagem superior a dois golos, com por exemplo aos 24 minutos quando a equipa da casa vencia por 12-10, para o intervalo chegar numa igualdade a 14 golos. No segundo tempo António Areia (5 golos, 71% de eficácia, apenas participou no jogo no segundo tempo) e Rui Silva (4golos, 80% de eficácia) foram os principais jogadores do FC Porto (na nossa opinião), mas não nos devemos esquecer que a única vez que existiu neste período uma diferença de golos foi a favor do FC Porto aos 59 minutos e 20 segundos de jogo. Neste encontro uma palavra para o sempre imprevisível Morales (4 golos, 50% de eficácia), e para o grande trabalho de Hugo Laurentino na baliza da equipa portuguesa, na equipa austríaca do já referido Esegovic que terminou com 13 golos. E 62% de eficacia, tivemos outro austríaco em bom plano Fruhstuck com 7 golos e 78% de eficácia. Com esta vitória o FC Porto, têm na nossa opinião todas as hipóteses de vencer a eliminatória e entrar na Fase de Grupos, mas todos os cuidados são poucos pois a equipa do Bregenz Handball pode criar uma surpresa. Dirigiu o encontro a dupla alemã, constituída por Fabian Baumgart e Sascha Wild, que fizeram uma arbitragem demasiado inteligente, descobrindo faltas do atacante, e marcando passos muitas das vezes que existiram em “pensamento”, e que estiveram sem um principio definido na aplicação da sanção progressiva.

Resultados
1.ª Mão
Dia 18-11-16
Bregenz Handball (Austria) 27 – 28 FC Porto
Calendário
2.ª Mão
Dia 26-11-16
FC Porto - Bregenz Handball (17H00)

BENFICA PERDECOM KS AZOTY-PULAWY
(Jogo 1.ª Mão)

O Benfica jogou na polonia frente ao KS Azoty-Pulawy, o jogo da 1.ª Mão da 3.ªEliminatória, num jogo bem disputado, num pavilhão quase esgotado, e com um público entusiasta, e perdeu o encontro, mas demonstrou ter qualidade suficiente para eventualmente poder virar a eliminatória a seu favor, assim tenha no seu pavilhão publico que acredite na viragem, a ver vamos porque não será fácil. A equipa polaca, que ao intervalo já vencia por 16-12, para terminar com um resultado cujo diferencial final é de 5 golos (34-29). O Benfica que teve em Elledy Semedo com 7 golos, e Davide Carvalho com 5 golos os seus melhores marcadores entre um conjunto de 10 jogadores que concretizaram ocasiões de golos, diga-se que a equipa portuguesa raramente soube aproveitar as diversas superioridades numéricas de que dispôs, e nunca arranjou solução para o poder de remate do Bósnio Nikola Prce que com 10 golos, foi o melhor marcador da equipa polaca.

Calendário
1.ª Mão
Dia 19-11-16
KS Azoty-Pulawy (Polónia) 34 – 29 Benfica
2.ª Mão
Dia 27-11-16

Benfica - KS Azoty-Pulawy (16H00)

O Noticias

Sem comentários: