gal vence

- Vamos encher os Pavilhões - mas com dignidade a Modalidade merece
Calendário e Resultados na Barra Direita

segunda-feira, 7 de novembro de 2016

Crónica de Fim-de-semana No Feminino – 06 – 2016 / 2017

Crónica exclusivamente dedicada ao Feminino, numa altura em que se disputaram jogos relativos a diferentes jornadas, o que conforme já referimos, torna esta prova mais irregular do que regular conforme se pretende.

Hoje não referimos nem a história das duplas, pois iremos dedicar um “post” exclusivo ao assunto, nem falaremos nas tão preciosas estatísticas, pois enquanto na FAP, se desviarem os gastos para outros fins, provavelmente com visões diferentes da nossa e da maioria dos adeptos da modalidade, o feminino bem pode continuar à espera de que elas existam.

PO09 – Campeonato Nacional da 1.ª Divisão Seniores Femininos.

1.ª Fase – Resultados
6.ª Jornada
Dia 23-10-16
SIR 1.º Maio/CJB 23 - 30 Colégio Gaia (antecipado)
Dia 29-10-16
CA Leça 32 - 35 Alavarium (antecipado)
Juventude Mar 19 - 18 Juventude Lis (antecipado)
Dia 06-11-16
Madeira SAD 35 - 24 Maiastars
CS Madeira 25 – 24 Santa Joana
Dia 03-12-16
Passos Manuel - Académico FC (18H00)
7.ª Jornada
Dia 05-11-16
Juventude Lis 24 - 18 CA Leça
CS Madeira 24 - 37 Maiastars
Madeira SAD 38 - 20 Santa Joana
Dia 13-11-16
Académico FC - SIR 1.º Maio/CJB (15H30)
Dia 03-12-16
Alavarium - Juventude Mar (18H30)
Dia 08-01-17
Passos Manuel - Colégio Gaia (18H00)

Todos os jogos que foram antecipados, já merecerem da nossa parte o referido comentário, pelo que nada mais diremos acerca dos mesmos. Este fim-de-semana disputaram-se 5 encontros, 2 referentes à 6.º Jornada, e 3 referentes á 7.ª Jornada., tendo algumas das equipas realizado jornada dupla, como é normal, sempre que envolvem encontros com as equipas insulares. Um destaque especial, para o facto de todos os jogos terem sido realizados sem ocorrências disciplinares registadas.

Tivemos em Leiria o Juventude Lis / CA Leça referente à 7.ª Jornada, que conforme se previa foi um encontro de grande equilíbrio, embora as leirienses tenham comandado o marcador durante praticamente os 60 minutos, embora nunca tivessem vantagens superiores a 3 golos (7-4, 10-7, como exemplo) nos primeiros 30 minutos para chegarem ao intervalo a vencer por 11-9. Nos segundos 30 minutos uma boa entrada do CA Leça reduz para a diferença mínima (11-10), mas rapidamente a Juventude Lis reagiu e voltou colocar a diferença em 3 golos 16-13, a partir daqui o CA Leça ainda fez 21-17 (apenas 4 golos de diferença), para posteriormente a equipa visitada foi consolidando a sua superioridade no jogo e no marcador, para terminar como vencedora por 6 golos de diferença. Na Juventude Lis Vanessa Oliveira com 6 golos foi a sua melhor marcadora, por sua vez Daniela Mendes com 7 golos foi a melhor marcadora do CA Leça. Com esta vitória a equipa leiriense obtém a sua 2.ª vitória na prova, igualando a sua adversária neste jogo, em termos classificativos.

No Funchal o Madeira SAD realizou o 1.º dos jogos da jornada dupla defrontando o Santa Joana, em jogo igualmente relativo á 7.ª jornada. Foi um jogo sem grande história tal a superioridade evidenciada pelas madeirenses, que comandaram o jogo e o marcador durante os 60 minutos de jogo (deu a sensação de que a equipa do Santa Joana, se resguardou, para o jogo onde teria, mais possibilidades de vencer, na nossa opinião), iniciando o mesmo de forma fulgurante rapidamente chegaram aos 5-1, para depois ir controlando o marcador e o jogo e aumentando progressivamente a diferença entre as equipas, que chegou a ser de 13 golos (20-7) ainda no primeiro tempo, para se atingir o intervalo a vencer por 21-9, e com o jogo praticamente resolvido, o que deu para gerir o jogo e o plantel nos segundo período do jogo, sem nunca deixar de aumentar a sua vantagem sobre um frágil (pelo menos neste encontro) Santa Joana. Sorais Lopes com 9 golos e Renata Tavares com 8 golos foram as melhores marcadoras do Madeira SAD, enquanto Renata Pereira com 6 golos foi a melhor marcadora do Santa Joana. No segundo jogo desta jornada dupla e referente á 6.ª Jornada da prova O Madeira SAD defrontou a equipa do Maiastars, equipa que se encontra nos lugares cimeiros da classificação, que (na nossa opinião) têm sido uma das revelações da prova, e talvez devido ao cansaço acumulado do jogo da véspera não deu uma réplica continua ao Madeira SAD, pois apenas resistiu, durante os primeiros 30 minutos, até à igualdade a 12 golos, a partir deste momento o Madeira SAD tomou conta do jogo e do marcador e chega ao intervalo a vencer já por 17-13. No segundo tempo continuou a manifestar a sua superioridade enquanto era notória a quebra da equipa maiata, e o resultado se foi avolumando para terminar num diferencial de 11 golos. Destaque no Madeira SAD, em especial para os 14 golos de Erica Tavares neste encontro, com a sua colega Soraia Lopes a ser segunda melhor marcadora da equipa com 5 golos. No Maiastars a jovem Diana Oliveira com 8 golos foi a sua melhor marcadora.

O CS Madeira, também realizou jornada dupla na Madeira e no 1.º Jogo que disputou, relativo à 7. Jornada da prova, defrontou a equipa maiata do Maiastars, que como já dissemos tem estado a realizar uma boa prova (na nossa opinião), e apesar do bom começo da equipa madeirense que chegou aos 4-1, o Maiastars respondeu com qualidade e rapidamente e surpreendentemente deu aa volta ao jogo e ao marcador, para chegar ao intervalo já a vencer por uns surpreendentes 19-11 (8 golos de diferença), na pratica construi a sua folgada vitória neste período diante um CS Madeira completamente apático perante o jogo da sua adversária. No segundo tempo, não se registaram muitas alterações quer de forma quer de conteúdo, e apesar de algumas melhorias extemporâneas das madeirenses, o resultado final, acabou por ser ainda mais dilatado. De referir pela negativa o elevado número de exclusões (na nossa opinião) que se registaram no encontro (18 no total). Diana Oliveira e Ana Silva, ambas com 10 golos, foram as melhores marcadoras do Maiastars, enquanto Ana Castro com 7 golos e Sara Gonçalves com 6 golos foram as melhores marcadoras do CS Madeira. Tal como a outra equipa madeirense, também o CS Madeira, disputou jornada dupla, defrontando agora o Santa Joana em jogo relativo à 6.ª Jornada, e tal como tínhamos previsto, como foi diferente a forma e a postura da equipa continental neste encontro, incluindo as suas opções técnicas, que respeitamos, tendo feito um encontro de equilíbrio permanente e na maior parte dos casos sempre com ligeiro ascendente sobre as madeirenses, de tal forma materializava esta sua forma de jogar que chegou ao intervalo na frente do marcador por 13-11. No segundo tempo, com a reacção natural do CS Madeira, que voltou a equilibrar o marcador com uma boa entrada igualando a 13 golos, e daqui até ao fim o equilíbrio continuou a ser uma constante, de tal forma que a vitória do CS Madeira, se deu apenas pela diferença mínima. No CS Madeira com 11 jogadoras a marcarem golos, Sara Gonçalves com 5 golos foi a sua principal marcadora. Pelo Santa Joana, Renata Pereira com 12 golos, foi a melhor marcadora da equipa e do encontro, acompanhada por Ana Carvalho com 5 golos.

Classificação após estes jogos: - 1.º Madeira SAD (20 pontos), 2.º Maiastars (17 pontos), 3.º Alavarium (-1 jogo), e CS Madeira (16 pontos), 5.º Colégio Gaia (14 pontos, -1 jogo), 6.º SIR 1.º Maio/CJB (12 pontos, - 1 jogo), 7.º Juventude Lis, Santa Joana, e CA Leça (11 pontos), 10.º Passos Manuel (9 pontos, -2 jogos), 10.º Juventude Mar (8 pontos, -1 jogo), 12.º Académico FC (7 pontos, -2 jogos).

O Noticias

9 comentários:

Anónimo disse...

Parabéns Maiastars

Anónimo disse...

Cheira.me que o 1ºMaio/João de Barros vai ser um fiasco.

Pedro Marques disse...

Onde estão os fala baratos que davam a Juve já segunda nesta fase???

Anónimo disse...

Pronto... A JUVE não pode ganhar um jogo a um adversário direto que também luta pra não descer que vem logo o Dr. Pedro mandar os foguetes. Atenção que ainda pode ir apanhar as canas.

Anónimo disse...

Juve já segunda ???????????????
Andas um bocado intoxicado.....

Anónimo disse...

O que se começa a vêr é que as equipas com uma jogadora a marcar metade ou mais dos golos não são difíceis de parar.
Por vezes o ponto mais forte pode também ser o mais limitativo.

Pedro Marques disse...

Não há canas para apanhar, só que pela vossa estúpida e mesquinha mentalidade a Juve já estava na segunda divisão por um mau início de época bastante compreensível tendo em conta que em Novembro a equipa não esta completa e ainda se está a conhecer, formar... Mas única coisa que vocês sabem fazer é dizer mal e dizer disparates.

Anónimo disse...

Sr. Pedro Marques

Tenho a sensação que o Sr. percebe da modalidade. Não lhe fica bem provocar e ofender os demais que vem para aqui dizer Verborreias humorísticas !!!

Pedro Marques disse...

Simplesmente respondi na mesma moeda.