gal vence

Euro Sub-17 Femininos (Lituânia), Portugal Campeão Europeu após vencer a Lituânia 25-24 - Mundial Sub-19 Masculino Portugal vence Japão por 34-26 e fica em 7.º Lugar - Vamos encher os Pavilhões - mas com dignidade a Modalidade merece
Calendário e Resultados na Barra Direita

terça-feira, 31 de janeiro de 2017

Crónica de Fim-de-semana – 14 – 2016 / 2017 - IV

Crónica dedicada à PO04.

São directamente aprovados para a Fase Final as 3 primeiras classificadas em cada zona da 1.ª Fase

Nesta jornada, verificaram-se que alguns jogos nem sequer se iniciaram, presumimos que devido às condições atmosféricas, e um jogo não terminou, segundo o que consta no boletim de jogo, devido a circunstâncias alheias á vontade dos clubes, embora esta notação tenha sido colocada tardiamente, julgamos que pelo mesmo motivo, mas infelizmente ninguém informou até ao momento o que se passou.

PO04 – Campeonato Nacional da 1.ª Divisão Juniores Masculinos.

Zona Norte
14.ª Jornada
29-01-17
CD Feirense 9 - 19 ABC (N/Concluído – data da conclusão 15-02-17)
Xico Andebol 43 - 29 Boavista FC
Águas Santas 34 - 18 Académico FC
Ismai 24 - 32 FC Porto
GC Santo Tirso - AA Avanca (N/realizado – nova data 08-02-17)

Apurados Fase Final – Águas Santas

Jornada que corresponde à 5.ª jornada da 2.ª volta, que infelizmente esta semana verificou-se uma quebra na sua regularidade competitiva, onde um jogo não se inicio, e o outro não foi concluído, pelo que nos termos regulamentares explícitos no relatório de jogo, deverá jogar-se apenas o tempo em falta (2.º Tempo) e usando o mesmo boletim de jogo. Assim nos três jogos realizados, não se registaram ocorrências disciplinares, facto que no nosso entender deverá ser sempre destacado, nos mesmos jogos constatou-se a retificação de resultado em dois deles, assim como apesar da falta de alguns encontros o Águas Santas, com a sua vitória sobre o Académico FC no único jogo em que foi confirmado o resultado verificado na 1.ª volta, já garantiu o apuramento para a Fase Final a quatro (4) jornadas do fim desta Fase da prova. Foi u encontro totalmente controlado pela equipa maiata, sendo o maior indicativo do facto resultado que já se verificava ao intervalo, e que era de 18-8 a favor do Águas Santas, que face á gestão do plantel teve 12 jogadores a marcarem golos, com José Barbosa com 5 golos a ser o seu principal marcador. A equipa do Académico fez o que pôde e teve em Gonçalo Meireles com 10 golos o seu melhor marcador. Um dos jogos onde se registou o maior número de golos foi o Xico Andebol / Boavista FC, que foi igualmente um dos jogos onde foi retificado o resultado verificado na 1.ª volta, pois desta vez terminou com a expressiva vitória dos homens de Guimarães. Num jogo em que comandaram o jogo e o marcador durante os 60 minutos, estando já na frente do marcador ao intervalo por 24-14, com este resultado o Xico Andebol ultrapassou o seu adversário em termos classificativos, e nesta fase face às suas classificações apenas procuram amealhar pontos para a disputa do Grupo B na Fase seguinte da prova. Carlos Abreu com 11 golos e José Silva com 9 golos foram os melhores marcadores do Xico Andebol, por sua vez Tiago Ferreira com 10 golos e Bernardo Ferreira com 6 golos, foram os melhores marcadores da equipa do Boavista FC. Por fim tivemos um encontro entre duas das principais equipas que ainda discutem um lugar na Fase Final, o Ismai / FC Porto, que tal como o anterior, foi um dos encontros onde foi retificado o resultado ocorrido na 1.ª volta, e que desta vez terminou com a vitória do FC Porto, que construiu a mesma durante os primeiros 30 minutos, quando chegaram ao intervalo a vencer por 19-11, diferença igual á registada no final do encontro. Com esta vitória o FC Porto reforça a sua candidatura e distância dos seus adversários mais diretos na discussão do possível apuramento para a Fase Final. Hugo Glória com 5 golos foi o melhor marcador do Ismai, No FC Porto Ruben Santos com 6 golos e Paulo Cândido com 5 golos foram os seus melhores marcadores.

Classificação até ao momento: - 1.º Águas Santas (40 pontos), 2.º FC Porto (37 pontos), 3.º Ismai (34 pontos), 4.º ABC (28 pontos, -1 jogo), 5.º AA Avanca (27 pontos, -1 jogo), 6.º CD Feirense (26 pontos, -1 jogo), 7.º Académico FC (24 pontos), 8.º Xico Andebol (22 pontos), 9.º Boavista FC (21 pontos), 10.º GC Santo Tirso (13 pontos, -1 jogo).

Zona Sul
14.ª Jornada
Dia 29-01-17
Juventude Lis 13 - 38 Benfica
Estarreja AC - Sporting (N/realizado – nova data 25-02-17)
São Bernardo - Alto Moinho (N/Realizado – nova data 18-02-17)
Belenenses 33 - 25 ADC Benavente
AC Sismaria 31 - 19 Ginásio Sul 29/25 = 20-5 (11-14) SD

Apurados Fase Final – Benfica

Zona onde se disputou igualmente a 5.ª jornada da 2.ª volta, não se verificando qualquer retificação de resultados, em relação ao verificado na jornada homóloga da 1.ª volta, no entanto nos três jogos disputados, em dois deles verificaram-se ocorrências disciplinares, o que se lamenta. Sendo praticamente uma jornada de confirmação para a maioria dos clubes, com a deslocação do Benfica a Leiria (jogo com ocorrência disciplinares), para defrontar a Juventude Lis e confirmar o bom momento que a equipa atravessa vencendo folgadamente, com o resultado ao intervalo a ser um perfeito indicativo da sua superioridade ao estar a vencer por uns claros 21-8, continuando no segundo tempo a construir um resultado que é um verdadeiro “massacre”, para os jovens da equipa leirienses. Com esta vitória o Benfica continua a ser o líder da zona invicto, e já apurado para a Fase Final desde a última jornada. Fábio Moreira com 5 golos foi o melhor marcador da Juventude Lis, enquanto no Benfica com 11 jogadores a marcarem golos, Francisco Pereira com 10 golos, e Pedro Santana com 6 golos, foram os seus principais marcadores. Em mais um jogo onde se verificaram ocorrência disciplinares, O Belenenses, refez-se da derrota sofrida na jornada anterior, ao vencer o no pavilhão Acácio Rosa, o ADC Benavente, confirmando o resultado ocorrido na 1.ª volta, e com esta vitória, a manter-se pelo menos em termos matemáticos na discussão dos restantes dois lugares de apuramento para a Fase Final, neste encontro já vencia ao intervalo por 15-11, Ricardo Igreja com 8 golos e Daniel Salgado com 6 golos, foram os melhores marcadores do Belenenses, Ruben Monteiro com 6 golos e André Rodrigues com 5 golos foram os melhores marcadores do ADC Benavente. Por fim tivemos o AC Sismaria / Ginásio Sul, num jogo, que terminou com o AC Sismaria a vencer sem grande dificuldade, pois ao intervalo já o resultado lhe era favorável por 20-5, para no segundo tempo conde imperou o excesso de confiança (na nossa opinião), permitiram honrosa reação da equipa do Ginásio Sul. Com esta vitória a equipa do AC Sismaria continua a ser uma das favoritas aos lugares de apuramento para a Fase Final, na zona. No AC Sismaria com 12 atletas a marcarem golos, Iúri Anastácio e Francisco Miguel, ambos com 5 golos cada foram os seus principais marcadores. O Ginásio Sul que como de costume se apresentou com apenas 10 jogadores inscritos no Boletim de Jogo, teve em Tiago Gonçalves com 11 golos o seu melhor marcador.

Classificação até ao momento: - 1.º Benfica (42 pontos), 2.º Sporting (36 pontos, -1 jogo), 3.º AC Sismaria (32 pontos), 4.º Estarreja AC (31 pontos, -1 jogo), 5.º Belenenses (28 pontos), 6.º Alto Moinho (27 pontos, -1 jogo), 7.º São Bernardo (23 pontos, -1 jogo), 8.º ADC Benavente (19 pontos), 9.º Juventude Lis (18 pontos), 10.º Ginásio Sul (16 pontos).

O Noticias

Crónica de Fim-de-semana – 15 – 2016 / 2017 – II

Ligeira crónica relativa à PO02, dedicada apenas aos jogos em atraso que se encontravam por realizar na zona 1 e na zona 2, incluindo o jogo repetição.

Apuram-se para a Fase Final do Grupo A, o que dá acesso á 1.ª Divisão os 2 primeiros classificados de cada Zona.

PO02 – Campeonato Nacional da 2.ª Divisão Seniores Masculinos.

Resultados
Zona 1
3.ª Jornada
Dia 27-01-17
FC Porto B 31 – 27 CCR Fermentões A
12.ª Jornada
Dia 28-01-17
FC Gaia 26 – 18 Modicus

Nesta zona, onde apenas se disputaram dois jogos, para acerto total da zona, tivemos um dos encontros com ocorrências disciplinares registadas.Com a curiosidade de se terem registado precisamente no encontro que enche de vicissitudes o andebol Português e tudo o que o caracteriza, no jogo respeitante à 3.ª jornada da Prova, entre o FC Porto B, e o CCR Fermentões que se tinham já defrontado na 2.ª volta (na semana anterior), num encontro que terminou com a vitória da equipa do CCR Fermentões, que depositava neste encontro fortes esperanças, pois podia proporcionar-lhe uma pontuação que lhe fosse mais favorável na discussão dos lugares de apuramento, do qual está completamente inserido (na nossa opinião). No encontro que faltava disputar, relativo á 12.ª jornada, o FC Gaia / Modicus, cujo resultado final pode dar a sensação de facilidade da equipa do FC Gaia, é bem diferente da realidade do que se passou, pois o Modicus chegou ao final do 1.º tempo na frente do marcador. Com esta vitória o FC Gaia, assume isolado o comando da zona, e é um dos mais fortes candidatos ao apuramento da Fase Final Grupo A, por sua vez o Modicus continua a ser á única equipa da zona sem qualquer vitória.

Classificação até ao momento – 1.º FC Gaia (32 Pontos), 2.º Xico Andebol (30 Pontos), 3.º CCR Fermentões A (28 pontos), 4.º FC Porto B (27 pontos), 5.º GC Santo Tirso, Marítimo, e SP. Oleiros (25 pontos), 8.º Boavista FC (19 pontos), 9.º Gondomar Cultural (15 pontos), 10.º Modicus (14 pontos).

Zona 2
1.ª Jornada
Dia 28-01-17
Beira Mar 27 – 26 ACD Monte

Eis um encontro que apenas se realizou nesta altura por estar pendente de uma resolução do Conselho Técnico da Federação, que mandou repetir o encontro, e mais uma vez foi disputado já com jogo da 2.ª volta disputado e curiosamente com uma vitória da equipa ACD Monte, que desta vez na disputa de um encontro de grande equilíbrio, em que chegou ao intervalo a vencer por 14-12, mais foi perdendo discernimento para após uma igualdade a 14 golos, a equipa do Beira Mar assumir o comando do marcador onde chegou a dispor de uma vantagem de 4 golos (21-17 e 25-21, por exemplo), para terminar por vencer pela diferença mínima. Com este jogo a zona fica com todos os seus jogos disputados, e com este resultado, as duas equipas aveirenses, colocam no último lugar da tabela classificativa o AC Sismaria, equipa que no início de época era dada como uma das fortes candidatas á discussão pelos lugares de apuramento para a Fase Final Grupo A.

Classificação até ao momento – 1.º AD Sanjoanense, e AD Albicastrense (34 pontos), 3.º São Bernardo (32 pontos), 4.º Estarreja AC (24 pontos), 5.º Juventude Lis, ADC Benavente, e CD Marienses (21 pontos), 8.º ACD Monte, e Beira Mar (18 pontos), 10.º AC Sismaria (17 pontos).

O Banhadas Andebol

segunda-feira, 30 de janeiro de 2017

PO20 - Taça de Portugal Seniores Masculinos – 2016 / 2017 – XI – 1/4 Final – Sorteio

Realizou-se hoje (30-01-17) o sorteio dos 1/4 Final da Taça de Portugal.

Esta eliminatória, tal como a anterior, foi disputada sem qualquer condicionante, nem obrigatoriedade das equipas da PO01, jogarem sempre na condição de visitantes.

Resultados do Sorteio 1/4 Final - Jogos a realizar em 18-03-17

Sporting - Benfica
AA Avanca – (Xico Andebol / Águas Santas)
SC Horta – ABC
FC Porto – Marítimo

Jogo em atraso dos 1/8 Final
Dia 01-03-17
Xico Andebol – Águas Santas (21H00)

Foi um sorteio, onde dificilmente se poderá proporcionar o espirito de Taça. Deu-nos um emparceiramento, que irá certamente proporcionar excelentes encontros, como por exemplo um clássico da modalidade como o Sporting / Benfica, colocando um deles fora da Final Four, mas que tirando este encontro de resultado normalmente imprevisível, proporciona com relativa facilidade quem serão os apurados para a FINAL FOUR. Uma referência para a presença das duas Regiões Autónomas estarem representadas nestes 1/4 Final, mas infelizmente com um sorteio que nada teve de favorável, embora o jogo a disputar na Horta entre o SC Horta e o ABC, possa proporcionar alguma emoção.

Equipas apuradas por Divisão, para os 1/4 Final

2.ª Divisão (1/2) – Xico Andebol? E Marítimo.

1.ª Divisão (6/7) – FC Porto, Sporting, Benfica, Águas Santas? SC Horta, AA Avanca e ABC.

Mas esta prova só voltara a ter verdadeiro espírito de taça, quando for uma prova aberta sem limitações, e com todas as equipas a iniciarem a sua participação ao mesmo tempo.

A estrutura da prova será:

1/2 Final – Vencedores dos 1/4 Final – 03-06-2017
Final – Vencedores das 1/2 Finais – 04-06-2017

O Noticias

Nomeações – EHF – 2016 / 2017 – XX

A EHF mais uma veze procedeu a nomeações para algumas das suas provas, tendo sido atribuído a Portugal, as seguintes nomeações.

Delegado
José Jorge - Foi nomeado, para o encontro da 5.ª Jornada do Grupo B da EHF CUP Feminina, que se disputa entre o Brest Bretagne Handball (França) e o HC Leipzig (Alemanha), em França no dia 05-02-17.

Ao nomeado desejamos as maiores felicidades no desempenho das suas funções.

O Regras

domingo, 29 de janeiro de 2017

Campeonato do Mundo França – 2017 – XXIX

25.º CAMPEONATO DO MUNDO SENIORES MASCULINO
FRANÇA RENOVA TÍTULO

Terminou o 25.º Mundial de Seniores Masculinos, que decorreu em França e que terminou em 29 de Janeiro de 2017, com a vitória da França, que desta forma se torna bicampeã Mundial, por duas vezes (2009 – Croácia, 2011- Suécia, e 2015-Qatar, 2017-França), sendo a sétima vez que disputou uma final vencendo 6. A Noruega, finalista vencido, e que ao vencer a Croácia num jogo épico, sendo o único jogo com prolongamento, classificou-se pela 1.ª vez para uma final de um mundial, dando continuidade á na nossa opinião de que foi a verdadeira sensação da prova, pois não nos podemos esquecer a condição em que participou na mesma. Com um novo confronto neste Mundial entre a França e a Noruega que já na 1.ª Fase da Fase Final se defrontaram na 3.ª jornada do Grupo A, com a vitória da França por 31-28, A Eslovénia equipa que se encontra no Grupo de Portugal no apuramento para o Euro 2018, conquistou a sua 1.ª Medalha em Mundiais ao bater a Croácia na disputa do 3.º e 4.º lugar, por um golo, num excelente jogo de andebol. Desta vez não poderemos falar da qualidade das transmissões, pois para Portugal não foi transmitido um único encontro, lamentavelmente.

A representação Portuguesa que se verificava através de António Goulão nas funções que a IFH designasse, delegado ou Oficial de Mesa, também foi afastado mais cedo do que o previsto e estranhamente pois pertencia a um Pais que não esta representado nos 4 finalistas. o de ser que este afastamento sirva de exemplo aos dirigentes nacionais, que gostam imenso de “bajular”, mas chegados estes momentos, como se costuma dizer “são chutados para canto2.

Resultados Finais

1/2 Final  
Dia 26-01-17
França 31 – 25 Eslovénia
Dia 27-01-17
Croácia 25 – 28 Noruega (C/Prolongamento)

3/4 Lugar
Dia 28-01-17
Eslovénia 31 – 30 Croácia
Final
Dia 29-01-17
França 33 – 26 Noruega

Os jogos das 1/2 Final, 3.º e 4.º lugar e Final, foram disputados no AccorHotels Arena em Paris, com uma lotação de cerca de 16,400 lugares

Classificação Final1.º França, 2.º Noruega, 3.º Eslovénia, 4.º Croácia, 5.º Espanha, 6.º Suécia, 7.º Hungria, 8.º Qatar, 9.º Alemanha, 10.º Dinamarca, 11.º Bielorrússia, 12.º Rússia, 13.º Egipto, 14.º Islândia, 15.º Macedónia, 16.º Brasil, 17.º Polónia, 18.º Argentina, 19.º Tunísia, 20.º Arábia Saudita, 21.º Chile, 22.º Japão, 23-º Bahrain e 24.º Angola.

Outros Prémios

MVP – Nikola Karabatic (França)
Melhor Marcador – Kiril Lazarov (Macedónia) – 50 Golos

Equipa Ideal
Guarda Redes – Vincente Gerard (França)
Ponta Esquerdo – Jerry Tollbring (Suécia)
Lateral Esquerdo – Sander Sagosen (Noruega)
Central – Domagoj Duvnjak (Croácia)
Lateral Direito – Nedim Remili (França)
Ponta Direito – Kristian Bjornsen (Noruega)
Pivô – Bjarte Myrhol (Noruega)

O Noticias

Crónica de Fim-de-semana No Feminino – 14 – 2016 / 2017

Mais uma normal crónica de fim-de-semana desta prova do calendário nacional.

Renovamos o nosso o texto sobre as estatísticas, pode ser que alguém de bom senso nos leia e pense, “Continuamos a aguardar pela existência das tão preciosas estatísticas, pois enquanto na FAP, se desviarem os gastos para outros fins, provavelmente com visões diferentes da nossa e da maioria dos adeptos da modalidade, o feminino bem pode continuar à espera de que elas existam. E Até segundo nos parece temos uma forte diminuição, para não dizer que as mesmas são nulas, nas transmissões na Andebol TV, aguardemos.”

PO09 – Campeonato Nacional da 1.ª Divisão Seniores Femininos.

1.ª Fase – Resultados
12.ª Jornada
Dia 25-02-17
Juventude Mar - CA Leça (20H00)
15.ª Jornada
Dia 28-01-17
CA Leça 24 – 22 SIR 1.º Maio/CJB
Madeira SAD 20 – 20 Colégio Gaia
Alavarium 20 – 27 Maiastars
Juventude Mar 24 – 24 Passos Manuel
CS Madeira 25 – 22 Académico FC
Santa Joana 26 – 25 Juventude Lis
16.º Jornada
Dia 29-01-17
Madeira SAD 32 – 24 Académico FC
CS Madeira 23 – 21 Colégio Gaia
Dia 04-02-17
Juventude Mar - SIR 1.º Maio/CJB (19H00)
Alavarium / Santa Joana (18H30)
Passos Manuel - CA Leça (18H00)
Maiastars - Juventude Lis (17H00)

Mais um fim-de-semana onde as equipas da Madeira e algumas do Continente, cumprem nova jornada dupla, devido a medidas economicistas, e que podem afetar a regularidade do Campeonato, embora continue com um jogo em atraso, disputando-se a 15.ª jornada (4.ª da 2.ª volta) e dois jogos referentes à 16.ª (5.ª da 2.ª volta), que se completará em 04-02-17. Nos jogos disputados verificou, quem 50% dos mesmos, foi retificado o resultado verificado na 1.ª volta. E em dois (2) encontros verificaram-se ocorrências disciplinares.

Em Leça da Palmeira, tivemos uma das grandes surpresas desta jornada (na nossa opinião), no encontro CA Leça / SIR 1.º Maio/CJB, que terminou com a vitória da equipa visitada, após uma excelente reação ao maior poderia da equipa da Marinha Grande que chegou facilmente aos 4-1 e que ao intervalo vencia por 14-12. Nos segundos 30 minutos a excelente resposta e a garra do CA Leça fizeram o resto e depois de chegarem á igualdade a 15 golos, passaram para a frente do marcador, e comandaram o jogo e o marcador no restante tempo de jogo. Com esta vitória a equipa visitada aumentou as suas possibilidades de ficar classificada nos 8 primeiros nesta fase da prova e participar no Play OFF, sendo uma das equipas que retificou o resultado ocorrido na 1.ª volta. Cristiana Morgado com 8 golos foi a melhor marcadora do CA Leça, enquanto a melhor marcadora do SIR 1.º Maio/CJB, não passou dos 5 golos e foi Neuza Valente.

Em Aveiro no pavilhão do Alavarium disputou-se o Alavarium / Maiastars (jogo com ocorrências disciplinares), onde tivemos mais uma das surpresas da jornada, com a excelente vitória da equipa da equipa maiata, que confirmou o resultado da 1.ª volta e confirmou a boa época que vêm realizando, pois com esta vitória igualou em termos classificativos e pontuais os seus adversários deste jogo. Apesar do equilíbrio que se verificou nos primeiros minutos de jogo, rapidamente a equipa do Maiastars assumiu o comando do jogo e do marcador, embora o equilíbrio se mantivesse durante os 30 minutos iniciais, chegando ao intervalo na frente do marcador pela diferença mínima (11-10). No segundo tempo a equipa maiata continuou a pressionar e o Alavarium nunca se recompôs bem pelo contrário permitindo que o resultado chegasse a 20-13 a favor das maiatas, e terminasse exatamente com o mesmo diferencial a favor das maiatas. Mónica Soares com 10 golos foi a melhor marcadora do Alavarium, por sua vez Maria Cerqueira e Diana Oliveira com 11 golos cada uma foram as melhores marcadoras do Maiastars.

Em Esposende tivemos mais um jogo, onde fi retificado o resultado em relação ao verificado na 1.ª volta, o Juventude Mar / Passos Manuel, que desta vez terminou numa igualdade, com cada uma das equipas a dominar jogo numa parte do encontro, o Passos Manuel entrou melhor no jogo e comandou durante os primeiros 30 minutos chegando ao intervalo a vencer por 14-9, no segundo período o domínio do jogo pertenceu à Juventude Mar, que devagar e durante o decorrer do período foi recuperando no marcador, terminando por o mesmo terminar numa perfeita igualdade. Com este resultado, as equipas mantiveram a sua posição na tabela classificativa. Barbara Moreira e Teresa Santos, ambas com 6 golos cada foram as melhores marcadoras da Juventude Mar, Com Joana Gonçalves com 7 golos, e Joana Reis com 6 golos, a serem as melhores marcadoras do Passos Manuel.

No pavilhão de São Pedro Fins, disputou-se o Santa Joana / Juventude Lis, que foi mais um jogo, onde se confirmou o resulta ocorrido na jornada homóloga da 1.ª volta. O encontro terminou a vitória da equipa maiata, apesar da boa entrada em jogo da equipa de Leiria, mas ainda durante os 30 minutos iniciais a equipa visitada teve uma boa reação e chegou ao intervalo já na frente do marcador por 12-10. Nos segundos 30 minutos tivemos a equipa da Juventude Lis a mostrar a sua forma de competição com uma boa reação, mas apenas conseguiu equilibrar o jogo, colocando por diversas vezes o marcador na diferença mínima, que foi como terminou o encontro, mas sem nunca conseguir passar para a frente do marcador. Renata Pereira com 8 golos, foi a melhor marcadora do Santa Joana, enquanto Francisca Marques com 11 golos foi a melhor marcadora da Juventude Lis. Com este resultado as equipas mantiveram as posições relativas em termos classificativos.

Nos jogos entre equipas que realizaram jornada dupla, começamos pelo jogo que na nossa opinião era o mais importante, e tivemos, talvez, mais uma das surpresas da jornada, no encontro Madeira SAD / Colégio Gaia (jogo com ocorrências disciplinares), que terminou com uma igualdade, e sendo um dos resultados que foram retificados em relação á primeira volta, este resultado permitiu à equipa insular continuar a ser a única equipa que até ao momento não regista qualquer derrota nesta fase da Prova. Foi um encontro de grande equilíbrio, embora a equipa do continente comandasse por diversas vezes o marcador, chegando até a ter vantagens de 3 golos e 4 golos, como por exemplo quando vencia por 9-5 ainda nos primeiros 30 minutos, que terminou numa igualdade a 11 golos, ou quando vencia por 20-17 já no segundo tempo, para permitir um parcial de 3-0 às madeirenses nos momentos finais do encontro, e desta forma a igualdade ser total. No Madeira SAD a sua melhor marcadora não foi além dos 5 golos e foi Soraia Lopes, No Colégio Gaia foi Sandra Santiago com 6 golos a sua melhor marcadora. No segundo disputado pela equipa madeirense o Madeira SAD defrontou o Académico FC, que também fez o seu segundo jogo, este agora relativo à 16.ª Jornada, e terminou com total domínio da equipa insular que comandou o marcador e o jogo durante os 60 minutos, chegando ao intervalo já na frente do marcador por uns confortáveis 15-7, o que lhe permitiu gerir o jogo e o plantel no segundo tempo, onde foi progressivamente aumentando ao diferencial. Com este resultado que conformou o ocorrido na 1.ª volta, a equipa Madeirense continua na frente da Classificação sem derrotas até ao momento. Esma Muratovic com 7 golos foi a melhor marcadora do Madeira SAD, enquanto a melhor marcadora do Académico FC, Cristiana Alves, não foi além dos 5 golos.

Tivemos ainda a realizar jornada dupla outras duas equipas, que se defrontaram no primeiro encontro o CS Madeira / Académico FC, que foi mais um encontro, onde foi confirmado o resultado verificado na jornada homologa da 1.ª volta, terminando com a difícil vitória do CS Madeira, diante um adversário de quem não esperava uma réplica dada desta forma, e com grande valor de tal forma que chegou a comandar o marcador em especial ainda no primeiro período de jogo (11-10, por exemplo), com a equipa da Madeira a chegar ao intervalo a vencer por apenas 1 golo de diferença (13-12), no segundo tempo melhoria competitiva do CS Madeira, que apresentou o seu novo reforço (Ana Andrade), permitiu-lhe ganhar uma vantagem que chegou a ser de 6 golos (21-15), para depois gerir o resultado ante a sempre reativa equipa do Académico FC. Ana Andrade com 8 golos foi a melhor marcadora do CS Madeira, enquanto Cristina Alves com 7 golos foi a melhor marcadora do Académico FC. No jogo que a equipa do CS Madeira fez, defrontou o Colégio Gaia, e provocou mais uma das surpresas da jornada, ao vencer surpreendentemente (na nossa opinião) a equipa continental, num jogo de grande equilíbrio, e onde as continentais pagaram o esforço realizado na véspera, diante a outra equipa da Madeira. Nos primeiros 30 minutos, disputados com grande intensidade defensiva, a equipa do Colégio Gaia, terminou a vencer pela diferença mínima (8-7), para posteriormente permitir a excelente reação do CS Madeira, quando começaram a verificar-se quebras de índice físico na equipa do Colégio Gaia, que cedeu no jogo e no marcador, apesar desta derrota, continua isolada no 2.º lugar da classificação desta Fase da Prova. Ana Andrade provou ser mesmo reforço, e voltou a ser a melhor marcadora do CS Madeira com 8 golos, enquanto a melhor marcadora do Colégio Gaia, Helena Soares, não foi além dos 5 golos.

Classificação após estes jogos: - 1.º Madeira SAD (46 pontos, + 1 jogo), 2.º Colégio Gaia (41 pontos, + 1 jogo), 3.º Maiastars e Alavarium (35 pontos), 5.º CS Madeira (33 pontos, + 1 jogo), 6.º SIR 1.ª Maio/CJB (31 pontos), 7.º Juventude Lis (28 pontos), 8.º CA Leça (26 pontos, - 1 jogo), 9.º Passos Manuel (25 pontos), 10.º Santa Joana (24 pontos), 11.º Académico FC (21 pontos, + 1 jogo), 12.º Juventude Mar (19 pontos, - 1 jogo).

O Noticias

sábado, 28 de janeiro de 2017

PO20 - Taça de Portugal Seniores Masculinos – 2016 / 2017 – X – 1/8 Final – Actualizada

Realizaram-se este fim-de-semana a grande maioria dos jogos relativos aos 1/8 Final da Taça de Portugal Masculina

Esta eliminatória, como se sabe, foi disputada sem qualquer condicionante, nem obrigatoriedade das equipas da PO01, jogarem sempre na condição de visitantes.

1/8 Final – Jogos disputados em 28-01-17

Resultados

São Mamede 18 – 27 SC Horta
Vitória FC 20 – 41 Sporting
FC Porto 35 – 20 Ismai
AC Fafe 22 – 26 AA Avanca
Belenenses 22 – 31 Benfica
Madeira SAD 28 29 ABC
Marítimo 31 – 26 1.º Dezembro (C/Prolongamento)
Dia 01-03-17
Xico Andebol – Águas Santas

Actualização


No Dragão Caixa, tivemos um FC Porto / Ismai, que foi um jogo sem grande história, onde a total superioridade da equipa do FC Porto nunca esteve em causa, tal a forma variada de golos e de marcadores, apesar da réplica dada com bastante dignidade pela equipa maiata, que não impediu que o FC Porto construi-se um dos resultados mais robustos destes 1/8 Final. No pavilhão Eduardo Sores, defrontaram-se pela segunda semana consecutiva o São Mamede e o SC Horta, e após uma igualdade na última semana, para o Campeonato Nacional da 1.ª Divisão, desta vez o SC Horta venceu de forma convincente o seu adversário, num encontro em que comandou praticamente o jogo durante os 60 minutos, construindo um diferencial que o pôs a salvo de qualquer imponderável e desta forma, estar presente nos 1/4 Final da prova.

Conforme se previa uma equipa da 2.ª Divisão continuou em prova, existia um jogo entre duas equipas dessa divisão, e tal como se tinha previsto um dos principais encontros deste 1/8 final, foi disputado Madeira onde o ABC, após um jogo de total e grande equilíbrio venceu pela diferença mínima, com o momento decisivo para a sua vitória a ser a igualdade a 23 golos já no segundo tempo, para de seguida assumir o comando do marcador até final do encontro, e sendo mais uma vez apurado para a disputa dos 1/4 Final. Num antigo clássico da modalidade o Belenenses / Benfica, não se verificou nenhuma surpresa com a vitória dos actuais detentores do troféu, diante uma equipa limitada pela lesão (na nossa opinião) do seu principal elemento Nuno Roque, e ainda de Jogadores como Miguel Espinha na Baliza, de Tiago Ferro e de Gonçalo Ribeiro, todos por motivo de serem atletas cedidos pelo Benfica (não sabemos onde está regulamentada esta proibição), e que apenas se verificou equilíbrio nos primeiros 30 minutos. Em Fafe onde se esperava um encontro onde os locais estivessem melhor face ao que se tinha verificada na semana anterior para o Campeonato Nacional, a equipa do AC Fafe apenas deu alguma réplica até á igualdade a 9 golos ainda no primeiro tempo, para terminar o mesmo já em desvantagem, que nunca conseguiu colmatar, sendo deste modo afastada dos 1/4 final onde estará com todo o mérito, e dentro das previsões efectuadas a AA Avanca. Curiosamente no resultado mais dilatado da jornada disputado em Setúbal entre o Vitória FC da 2.ª Divisão Nacional e o Sporting, que terminou com um resultado onde o a equipa local foi autenticamente “cilindrada” diante o seu público por sinal bem numeroso, pela equipa do Sporting que chegou ainda no primeiro tempo a uns incríveis 19-3, foi o único encontro até ao momento onde se registaram ocorrências disciplinares. No único jogo entre equipas da 2.ª Divisão, após a disputa de um encontro de grande equilíbrio, que terminou numa igualdade no tempo regulamentar, tivemos a equipa do Marítimo a vencer claramente no mesmo, e sendo até ao momento a única equipa da 2.ª Divisão apurada, para os 1/4 Final.

Para os 1/4 Final estão apuradas as seguintes equipas:

2.ª Divisão (1/2) – Xico Andebol? E Marítimo.

1.ª Divisão (6/7) – FC Porto, Sporting, Benfica, Águas Santas? SC Horta, AA Avanca e ABC.

Nota – Em atraso fica o Águas Santas / Xico Andebol

A próxima eliminatória será já a disputa dos 1/4 Final (8 equipas), será previsivelmente disputada em 03-06-17, segundo o Comunicados Oficial N.º 18 da presente época. 

O Sorteio realiza-se no dia 30-01-17 na Federação.

Mas esta prova só voltara a ter verdadeiro espírito de taça, quando for uma prova aberta sem limitações, e com todas as equipas a iniciarem a sua participação ao mesmo tempo.

A estrutura da prova será:

1/2 Final – Vencedores dos 1/4 Final – 03-06-2017
Final – Vencedores das 1/2 Finais – 04-06-2017

O Noticias

sexta-feira, 27 de janeiro de 2017

Arbitragem – Orientações da EHF - II

CARTÃO AZUL
ORIENTAÇÕES DA EHF
E AS REGRAS

Conforme escrevemos em artigo anterior, onde dizíamos “Depois de nos terem sido “vendidas”, algumas orientações sobre as novas Regras como sendo orientações da EHF, eis finalmente e já com as provas europeias bem adiantadas, a EHF, publica em 07-12-16, as suas linhas de Orientação….”

E dizíamos mais:

“…Os Clipes de Video focam em especial seis áreas principais:

Jogo do Pivot
Sanção Progressiva
Livres de 7 metros
Faltas do Atacante
Entradas de Ponto
Situações Especiais

Cada clipe de vídeo mostra uma única acção em tempo real, bem como em camara lenta, oferecendo ainda a plataforma onde estão instalados a possibilidade de interrupção e o avanço chamado “frame a frame”, usando as teclas de direcção e ao premir a tecla de espaço o mesmo continuará na sua velocidade normal.

Mas nesta apresentação algo chamou a nossa atenção, que é quando se diz: o material didático dá uma visão global sobre as regras de jogo, mas não foca especificamente as novas regras válidas desde o dia 1 de Julho de 2016.

Nos perguntamos então onde estão as celebres orientações da EHF para esta época que inclui uma sobre o cartão azul?”

Agora que tivemos um representante na Fase Final do Mundial, onde nada disto foi cumprido, pois o que aplicado foi textualmente o que as Regras indicam, esperamos que seja retificado a aplicação do Cartão Azul.

Pois e tal como é dito num excelente artigo publicado no site Mundo Handball, sob o Titulo na Europa, todos os Cartões Vermelhos são Azuis (Como violar uma Regra da IHF)

Consta-se em vários comentários a respeito de uma instrução que se estaria aplicando na Europa, e que não é mais do que uma forma de dar a volta a uma velha discussão entre a EHF e a IHF (nós podemos acrescentar que nas orientações divulgadas pela EHF o assunto nem focado)

Sucede que antigamente (Regras de 2010), a EHF se arrogava no direito de revisar todos os cartões vermelhos mostrados pelos árbitros nas sus competições e (possivelmente) aplicar uma sanção aos atletas desqualificados mesmo quando não existia informação escrita dos árbitros. Este procedimento era claramente contrário ao espirito da Regra de Jogo (IHF), que assumia claramente que eram os árbitros que decidiam se a situação em que tinham mostrado o cartão vermelho, era ou não passível de relatório para posterior aplicação ou não de uma suspensão, por quem de direito (Ver por exemplo a antiga Regra 8:5 e 8:10).

Certamente um pouco cansados com a situação, e para corrigir algo que não esta de acordo com o espirito nem com a redação das regras, a IHF decidiu, pôr as coisas mais claras e assumiu claramente a alteração. Através de uma redação com novas diretrizes (uma espécie de clarificação das mesmas) e, entre outros temas criou o novo Cartão Azul, da seguinte forma:

… devem enviar, uma informação escrita, depois do jogo, de maneira a  que as autoridades responsáveis estejam em posição de tomar uma decisão posteriormente

Disposição adicional, constitui o princípio sobre a autoridade responsável, poder decidir ações futuras, Não diz de modo nenhum a norma, que pode ser interpretado como uma opção de critérios da autoridade responsável tomar sempre medidas adicionais. Isto signifocaria uma alteração substancial, nas responsabilidades daquilo que cabe aos árbitros.”

Agora está tudo muito mais claro, nas Regras: Se os árbitros não mostram um cartão azul a um atleta, a um atleta sancionado com cartão vermelho, as autoridades responsáveis, NÃO podem aplicar qualquer sanção á posterior. Claríssimo.

O que a EHF pratica neste momento é ilegal!

Que solução encontrou a EHF, para continuar praticando o mesmo que já fazia? Simplesmente, indicou a todas as duplas que quando mostrem cartão vermelho, mostrem também o cartão Azul!!!
Cartões juntos e na mão.

Desta forma e como sempre é mostrado o cartão azul, as autoridades podem sempre revisar as jogadas e aplicar (ou não), uma sanção á posterior, continuando a violar o espirito da Regra.
(Fonte Mindo Handball)

E se em Portugal houver protestos de jogo, sob a adulteração das Regras da IHF, como irá decidiria o Conselho Técnico da Federação?

Com esta forma de aplicação do cartão azul, como se sabe que o Conselho de Disciplina aplica ou não um castigo á posterior, aqui haverá sempre a questão que se poderá levantar de que poderá “haver filhos e enteados”.

O Regras 

quinta-feira, 26 de janeiro de 2017

Analise das Nomeações – Fim-de-semana – 2016 / 2017

Não temos escrito sobre este tema tão controverso, e a última vez que escrevemos sobre ele provocamos alguma polémica, embora não sendo essa nossa prioridade, pois a verdadeira prioridade é a defesa da verdade desportiva, das arbitragens e dos próprios árbitros assim como o é da competitividade, e por entendermos que nada disto, se estado a passar, incluindo agora as nomeações até para Delegados, que ninguém entende face á divulgação feita, quem é quem e o que faz. Decidimos esta semana efectuar este texto, pois apesar do CA não ter divulgado o âmbito das nomeações de cada nível dos árbitros o que já não é saudável, e como está estabelecido no Regulamento de Arbitragem (Titulo 9 do Regulamento Geral da Federação) nomeadamente nos seguintes artigos que transcrevemos:

Artigo 17.º (Competência das nomeações) – Ponto 1 – O Conselho de Arbitragem da FAP comunicará no início de cada época desportiva os critérios de nomeação dos quadros de Arbitragem. (nada foi divulgado)

Artigo 19.º (Critérios de Nomeação) – Ponto 1 – As duplas e árbitros que se encontrem disponíveis serão nomeados para os jogos das competições nacionais, segundo os critérios a definir no início de cada época desportiva, não obedecendo a quaisquer restrições ou condicionalismos. (mais uma vez nada foi divulgado)

As nomeações dadas a conhecer este fim-de-semana, e a forma como estão a ser feitas, quem nomeia, não conhece certamente o nível de qualificação dos árbitros, embora quanto a estes, apenas não se entende como se pode nomear para uma das Provas máximas do Calendário Nacional, sem se saber qual o nível das duplas., e devidamente enquadradas, apesar das grandes dificuldades económicas, parece-nos que estas só têm um sentido, não se entendo que existindo dois Delegados na Madeira, seja necessário deslocar um delegado do Continente e logo por azar, acumula com a função de dirigente do CA (Manuel da Conceição). Quando pelo horário dos jogos (no Pavilhão do Funchal e no Pavilhão do Marítimo), onde os outros delegados já se encontram, é necessário esta deslocação, quando em contra partida, para um jogo disputado em Esposende (para o Campeonato da 1.ª Divisão Feminina) se nomeia uma dupla de Braga e um Delegado de Braga (Manuel Moreira), num critério (ou sem critério) ambíguo, como se estivéssemos a encher “quadradinhos”. E por falar em delegados António Goulão (outro dirigente do CA) que esteva no Mundial de França 2017, deve ter sido um dos devolvidos, mais cedo que o esperado, pois já está nomeado para dia 28 em Fafe, quando em 28 e 29 se disputam os jogos que definem os 4 primeiros lugares do Mundial, isto é chegar e continuar, porquê? Delegados que exercem funções similares, e que não as podem desempenhar pelas normativas existentes (ver, por exemplo artigo 20.º do Regulamento de Arbitragem).

Esta semana decidimos olhar para algumas nomeações e ficamos estupefactos com aa nomeações da dupla Duarte Santos / Ricardo Vieira, ou quem nomeia não sabe o que anda a fazer, ou pretende nitidamente criara casos na arbitragem, então nomeia-se a dupla referida ás 18H00 no Restelo para o jogo Belenenses / Benfica (Taça de Portugal), e de seguida nomeia-se a mesma dupla para outro encontro no mesmo pavilhão para a1.ª Divisão de Juvenis precisamente entre as mesmas equipas, estão brincando com o “fogo” e não defendendo nem as provas nem a arbitragem. Depois a nomeação da dupla António Trinca / Tiago Monteiro para 3 jogos no Pavilhão do Funchal, que deve ser certamente uma “brincadeira”, pois são 3 jogos decisivos 2 no sábado e 1 no domingo, em contradição com a nomeação dos delegados, esperando nós que o 1.º jogo de sábado e nos horários indicados se houver necessidade de prolongamento, os mesmos não serão certamente compridos.

Terminamos com a estranheza de para um jogo repetição nem um delegado ter sido nomeado.

O Analista

Campeonato do Mundo França – 2017 – XXVIII

25.º CAMPEONATO DO MUNDO SENIORES MASCULINO
ARBITRAGENS

A IHF em notícia publicada no seu site, informa que faltando apenas disputar 4 jogos, o número de duplas de arbitragem foi reduzido, dizendo ainda que apenas os melhores permanecem.

Nós ela nossa parte poderemos dizer que não foi só reduzido o número de duplas pois também foi reduzido o número de delegados, e mais não ficaram só os melhores, ficaram foi sim aqueles que não pertencem a nenhum dos Países que disputam esses 4 jogos.

No entanto os so senhores da IHF que já nos habituaram a decisões no mínimo, esquisitas, dizem logo a seguir á sua decisão foi tomada com base no nível exibido na Fase Final deste França 2017.

Assim ficaram as duplas a seguir indicadas:

Gjeding Martin / Mads Hansen (Dinamarca)
Lars Geipel / Marcus Helbig (Alemanha)
Jiri Novotny / Vaclav Horacek (República Checa)
Oscar Raluy / Angel Sabroso (Espanha)
Gjorgji Nachevski / Slave Nikolov (Macedónia)
Arthur Brunner / Morad Salah (Suiça)

Esquisito será vermos por exemplo a dupla da Macedónia nesta lista, terá alguma coisa ver com o facto de quem desempenha as funções de responsável da arbitragem na EHF


O Noticias

quarta-feira, 25 de janeiro de 2017

Campeonato do Mundo França – 2017 – XXVII

25.º CAMPEONATO DO MUNDO SENIORES MASCULINO

Em dia de descanso, após terem terminado os jogos relativos aos 1/8 e 1/4 Final do 25.º Mundial de Seniores Masculinos, que está a decorrer em França até ao dia 29 de Janeiro de 2017. Efetuamos mais breve crónica sobre o mesmo

Infelizmente para Portugal continuaram a não se verificaram quaisquer transmissões, não tendo nenhum canal demonstrado qualquer interesse, lamenta-se profundamente, quando se transmite tudo e mais alguma coisa, e a modalidade fica para trás, lamenta-se ainda que nem uma palavra sobre o assunto tenha existido da parte na Federação.

Informa-se ainda que nesta fase da prova o único representante português na prova António Goulão com funções na IHF, além dos jogos já por nós informado, esteve presente ainda nos seguintes encontros, (3), sempre como Oficial de Mesa:

Brasil – Espanha (1/8 Final) – Oficial de Mesa
Croácia – Egipto (1/8 Final) – Oficial de Mesa
Dia 23 sem nomeações
Espanha – Croácia (1/4 Final) – Oficial de Mesa

Esperamos certamente e devido á sua posição na EHF (pensamos que se mantêm) apesar de se continuar a ter um silencia absurdo sobre a realidade por parte das entidades nacionais vê-lo presente em mais jogos, nas próximas fases, apesar de ser bastante difícil.

França – Campeã em Titulo

1/8 e 1/4 Final – Disputados em de 21 a 24 de Janeiro de 2017, juntamente com os jogos da President’s CUP, que este ano e teve a presença da Polónia em representação da Europa, e que definiu os lugares do 17.º ao 24.º.

Sem retiráramos uma vírgula, ao que escrevemos em relação á Fase Preliminar, diremos que nos primeiros 4 jogos dos 1/8 Final, apenas um encontro teve equilíbrio, referimo-nos ao Brasil / Espanha, onde se viu um Brasil fazer a vida “negra” a uma Espanha demasiado confiante (na nossa opinião), com o Brasil a comandar o jogo e o marcador por diversas vezes, com a Espanha a construir a sua vitória nos 5 minutos finais do encontro, nos restantes encontros do 1.º Dia, venceram as equipas que se esperava, e nada de anormal aconteceu, já o mesmo não se pode dizer dos jogos realizados no 2.º Dia onde se verificaram verdadeiros “abalos” com as surpresas que se registaram, tal como em 2015 temos o Qatar nos 1/4 Final á custa da equipa Alemã, atual campeã da Europa, e medalha de bronze nos últimos jogos Olímpicos, num encontro sempre disputado nos limites e com Rafael Capote a marcar os últimos 4 golos da equipa do Qatar o último dos quais que deu a vitória á equipa pela diferença mínima, a momentos do final do encontro. A outra grande surpresa deste 2.º dia diz respeito a vitória da Hungria sobre outros dos grande favorito a Dinamarca, Campeã Olímpica em título, num jogo em que comando quase sempre o marcador, em especial no segundo tempo. Sem esquecermos a grande dificuldade que a Croácia sentiu para levar de vencida o Egipto. Apurados para os 1/4 Final como seria de prever, sete equipas Europeias das treze que o disputaram. Onde cinco dos apurados (França, Qatar, Espanha, Croácia e Eslovénia) estavam inseridos nos 8 primeiros lugares do Mundial de 2015 no Qatar. Assim tivemos nos 1/4 Final, duas grandes surpresas, que foi amais uma vez a equipa da Noruega a surpreender muita gente e a eliminar a Hungria que tinha disso a grande surpresa dos 1/8 final, e que neste encontro reduziu a diferença que se verificava com 3 golos nos últimos dois minutos de jogo, tivemos ainda a eliminação da Espanha pela Croácia, que comandou o jogo e o marcador durante o segundo período de jogo, nos restantes jogos foi nota dominante o equilíbrio entre as equipas, embora no França / Suécia, pelo que nos é dado observar os Suecos pagaram o facto de o Mundial ser disputado em França. E assim teremos quatro equipas Europeias na discussão do título.

1/8 Final – Resultados  

Dia 21-01-17
Noruega 34 – 24 Macedónia
França 31 – 25 Islândia
Brasil 27 – 28 Espanha
Rússia 26 - 32 Eslovénia
Dia 22-01-17
Hungria 27 – 25 Dinamarca
Bielorrússia 22 – 41 Suécia
Alemanha 20 – 21 Qatar
Croácia 21 – 19 Egipto

1/4 Final – Resultados
Noruega 31 – 28 Hungria
França 33 – 30 Suécia
Espanha 29 – 30 Croácia
Eslovénia 32 – 30 Qatar

Calendário

1/2 Final – AccorHotels Arena em Paris
Dia 26-01-17
França – Eslovénia (21H00)
Dia 27-01-17
Croácia – Noruega (20H45)

Horas Locais

Grandes jogos em perspetiva.

3/4 Lugar - AccorHotels Arena em Paris
Dia 28-01-17
Final – AccorHotels Arena em Paris
Dia 29-01-17

Os jogos das 1/2 Final, 3.º e 4.º lugar e Final, são disputados no AccorHotels Arena em Paris, com uma lotação de cerca de 16,400 lugares

POLÓNIA VENCE PRESIDENTS CUP
(17.º AO 24.º LUGAR)
(Foto IHF)
Resultados da Presidents CUP
23/24 – Angola 26 – 32 Bahrein
21/22 – Japão 29 – 35 Chile
19/20 – Tunísia 39 – 30 Arabia Saudita
17/18 – Polónia 24 – 22 Argentina

Classificação Final – 5.º Espanha, 6.º Suécia, 7.º Hungria, 8.º Qatar, 9.º Alemanha, 10.º Dinamarca, 11.º Bielorrússia, 12.º Rússia, 13.º Egipto, 14.º Islândia, 15.º Macedónia, 16.º Brasil, 17.º Polónia, 18.º Argentina, 19.º Tunísia, 20.º Arábia Saudita, 21.º Chile, 22.º Japão, 23-º Bahrain e 24.º Angola.


Notas- Em relação ao último Mundial, pode-se desde já dizer que a Rússia, teve uma subida de 7 lugares na classificação, o Egipto de 1, a Bielorrússia igualmente de 7, enquanto o Brasil manteve a mesma classificação, a Islândia desceu 3, enquanto a Macedónia desceu 6 lugares, e a Alemanha a descer 2, com a Dinamarca a descer 5, o Qatar a passar de Vice-Campeão para o 8.º lugar, a Suécia a subir 4 lugares, a Espanha a descer 2 lugares. Com um comportamento bastante negativo da representação Angola, que terminou no último lugar da classificação.

O Noticias

Ana Andrade - Regressa

ANA ANDRADE
NO
CS MADEIRA

Uma das boas atletas da modalidade e que tinha abandonada a mesma no inicio da época por motivos profissionais, quando representava o Madeira SAD, anunciou o seu regresso á modalidade, passados que foram oito (8) meses, mas desta vez para representar a outra equipa madeirense o CS Madeira, que assim vê o seu plantel reforçado para esta Fase Final da época, Desejamos um bom regresso, a uma atleta também faz falta à Seleção Nacional.

O Noticias

terça-feira, 24 de janeiro de 2017

Crónica de Fim-de-semana – 13 – 2016 / 2017 - IV

Crónica dedicada à PO04.

São directamente aprovados para a Fase Final as 3 primeiras classificadas em cada zona da 1.ª Fase

PO04 – Campeonato Nacional da 1.ª Divisão Juniores Masculinos.

Zona Norte
13.ª Jornada
22-01-17
Boavista FC 27 - 27 CD Feirense
ABC 32 - 21 GC Santo Tirso
AA Avanca 31 - 29 Ismai
FC Porto 23 - 27 Águas Santas
Académico FC 29 - 22 Xico Andebol

Jornada que corresponde à 4.ª jornada da 2.ª volta, na que felizmente é disputado com maior regularidade competitiva, e onde não existem jogos em atraso, esperamos que assim se mantenha até ao final, apesar de continuarmos a dizer que o verdadeiro campeonato, apenas começa na Fase Final. Jornada marcado por ocorrências disciplinares em dois jogos, e por três resultados terem sido retificado em relação ao ocorrido na jornada similar da 1.ª volta. Um dos jogos que foi retificado foi o Boavista FC / CD Feirense (jogo com ocorrências disciplinares), que terminou com uma igualdade num jogo de grande equilíbrio, e que ao intervalo, já registava uma igualdade desta feita a 12 golos, uma curiosidade marca este encontro onde o CD Feirense beneficiou de 7 livres de 7 metros (converteu 4), contra 0 do seu adversário. Francisco Fino e Tiago Ferreira com 6 golos foram os melhores marcadores da equipa do Bessa, enquanto Nuno Reis com 7 golos e Rafael Guedes com 6 golos foram os melhores marcadores do CD Feirense. Com este resultado a equipa do Boavista tenta acumular pontos que lhe permitam fugir á zona de possível descida, e o CD Feirense ainda não está completamente afastado de um possível apuramento. Tivemos um ABC / GC Santo Tirso, que terminou como seria de esperar com a vitória do ABC, diante o último classificado da zona e que ainda não obteve qualquer ponto positivo. No final do primeiro tempo o resultado já era favorável aos bracarenses por 18-9, o que espelha bem a sua superioridade neste confronto, pois o ABC, em teoria, ainda não está completamente afastado da discussão pelos lugares de apuramento. Miguel Bandeira com 10 golos, e Hugo Oliveira com 6 golos, foram os melhores marcadores do ABC, enquanto Carlos Martins foi o melhor marcador do GC Santo Tirso. Em Avanca tivemos no AA Avanca / Ismai, mais um resultado retificado em relação ao que verificou na 1.ª volta, com a equipa local a vencer desta vez, usando um dos seus principais trunfos (Reinnier Dranquet), que na nossa opinião foi uma tentativa de pontuar o máximo possível de forma a manter-se em termos contabilísticos com possibilidades de ser apurada para a Fase Final. Com esta derrota a equipa do Ismai manteve o seu 3.º lugar e quase com o apuramento garantido, embora não possa “dormir à sombra dos louros conquistados”. Mesmo assim o jogo foi bastante equilibrado, e ao intervalo a AA Avanca vencia pela diferença mínima (15-14).Reinier Dranquet com 8 golos foi o melhor marcador pelo Avanca, com António Almeida e os seus 6 golos a ser o melhor marcador pelo Ismai. O Jogo mais importante da jornada (na nossa opinião) colocava frente a frente o FC Porto e o Águas Santas, que são nem mais nem menos que o 1.º e o 2.º classificados da zona, e igualmente fortes candidatos ao apuramento, neste encontro foi retificado o resultado ocorrido durante a 1.ª volta, pois desta vez terminou com a vitória da equipa maiata, que já vencia ao intervalo por 14-13, e com esta vitória reforçou a sua liderança e quase que garantiu o seu apuramento mesmo em termos matemáticos, para a Fase Final. Paulo Cândido com 7 golos foi o melhor marcador do FC Porto, enquanto José Barbosa com 11 golos foi o melhor marcador do Águas Santas. O último encontro da jornada de que falamos é o Académico FC / Xico Andebol (jogo com ocorrências disciplinares), foi um encontro de total domínio dos academistas, que comandaram praticamente o marcador durante os 60 minutos, chegando ao intervalo a vencer por 13-11, consolidando o resultado final no segundo tempo. Gonçalo Meireles com 15 golos foi o melhor marcador do Académico FC, e Carlos Abreu com 8 golos foi o melhor marcador do Xico Andebol.

Classificação até ao momento: - 1.º Águas Santas (37 pontos), 2.º FC Porto (34 pontos), 3.º Ismai (33 pontos), 4.º ABC (28 pontos), 5.º AA Avanca (27 pontos), 6.º CD Feirense (26 pontos), 7.º Académico FC (23 pontos), 8.º Boavista FC (20 pontos), 9.º Xico Andebol (19 pontos), 10.º GC Santo Tirso (13 pontos).

Zona Sul
13.ª Jornada
Dia 22-01-17
Sporting 38 - 16 Juventude Lis
Benfica 29 - 25 AC Sismaria
Ginásio Sul 25 - 24 Belenenses
ADC Benavente 28 - 39 São Bernardo
Alto Moinho 29 - 29 Estarreja AC

Apurados Fase Final – Benfica

Zona onde se disputou igualmente a 4.ª jornada da 2.ª volta, e onde mantemos tudo o dissemos na introdução da zona Norte. Foi uma jornada sem qualquer encontro com registo disciplinar, o que se saúda, e verificou-se uma retificação de resultados em relação ao ocorrido na 1.ª volta em dois dos jogos. Um jogo em que se verificou a retificação do resultado, foi (na nossa opinião), a grande surpresa da jornada, com o Ginásio do Sul que se apresentou com apenas 10 inscritos no Boletim de Jogo a obter a sua primeira vitória e logo diante um Belenenses, que parecia em recuperação, foi um encontro sempre de grande equilíbrio, mas com a equipa do Ginásio Sul a chegar ao intervalo já na frente do marcador (13-12), vitória obtida diante uma equipa completamente descaracterizada. Embora em termos matemáticos a equipa de Belém ainda possa chegar ao 3.º lugar na nossa opinião não acreditamos que tal venha a acontecer. Afonso Casinha com 9 golos foi o melhor marcador do Ginásio Sul, enquanto Gabriel Cavalcanti com 8 golos foi o melhor marcador do Belenenses. Tivemos depois um jogo que terminou numa igualdade o Alto Moinho / Estarreja AC, que foi outro dos resultados retificados em relação ao que se verificou na 1.ª volta, jogo disputado entre duas equipas que se equilibram em termos de jogo, no entanto ao intervalo a equipa do Alto Moinho vencia por 19-13, tendo cedido no segundo período, á excelente recuperação encetada pela equipa de Estarreja, que com este resultado permitiu a aproximação do seu 3.º lugar de algumas equipas que matematicamente ainda lhe poderão criar grandes dificuldades no possível apuramento para a Fase Final, enquanto o Alto do Moinho também se encontra em posição de em termos pontuais poder discutir um dos lugares de apuramento. Gonçalo Nogueira com 12 golos e Diogo Moreira com 9 golos, foram os melhores marcadores do Alto Moinho, enquanto Pedro Oliveira com 7 golos e Tiago Couto com 6 golos, foram os melhores marcadores do Estarreja AC. No Benfica / AC Sismaria, que terminou com a vitória do Benfica que assim mantém a sua total invencibilidade e já garantiu o seu apuramento para a Fase Final a 5 jornadas do fim desta Fase da Prova, sentiu dificuldades inesperadas diante a equipa do AC Sismaria, que deu uma excelente réplica ao conjunto do Benfica, que j+a vencia ao intervalo por 14-12, e teve em André Alves com 8 golos, e Francisco Pereira com 6 golos os seus melhores marcadores, Iúri Anastácio com 11 golos foi o melhor marcador do AC Sismaria. Nos restantes jogos tivemos resultados que refletem e bem a superioridade dos vencedores, no Sporting / Juventude Lis, que terminou com uma clara vitória da equipa do Sporting, que já vencia ao intervalo por um esclarecedor 18-5, limitando-se no segundo tempo a gerir e controlar o resultado e o plantel, que teve 13 jogadores a marcarem golos, sendo Ricardo Martinez com 7 golos, e Joel Ribeiro com 6 golos os seus principais marcadores, enquanto no AC Sismaria os melhores marcadores não foram além dos 4 golos (Renato Carlin e Pedro Santos). Com mais esta vitória o Sporting continua em 2.º lugar sendo um dos favoritos ao apuramento para a Fase Final, enquanto o AC Sismaria continua na discussão por um lugar de apuramento para a mesma Fase. Por último disputou-se o ADC Benavente / São Bernardo, com a equipa aveirense a vencer de forma clara, construindo o seu resultado ao longo dos 60 minutos, chegando ao intervalo a vencer por 18-13. O ADC Benavente que está longe (na nossa opinião) do que têm realizado em outras épocas, teve mesmo assim 11 jogadores a marcarem golos, com João Ferreira e Hugo Simões com 5 golos cada a serem os seus principais marcadores, por sua vez o São bernardo com 10 jogadores a marcarem golos, teve em João Almeida e Jorge Costa, ambos com 9 golos cada os seus principais marcadores. O São Bernardo em termos matemáticos ainda pode chegar ao 3.º lugar e ao apuramento para Fase Final, embora não acreditarmos que tal seja uma realidade.

Classificação até ao momento: - 1.º Benfica (39 pontos), 2.º Sporting (36 pontos), 3.º Estarreja AC (31 pontos), 4.º AC Sismaria (29 pontos), 5.º Alto Moinho (27 pontos), 6.º Belenenses (25 pontos), 7.º São Bernardo (23 pontos), 8.º ADC Benavente (18 pontos), 9.º Juventude Lis (17 pontos), 10.º Ginásio Sul (15 pontos).

O Noticias