gal vence

Euro Sub-17 Femininos (Lituânia), Portugal vence a Geórgia por 48-11 - Mundial Sub-19 Masculino Portugal derrotado pela França 1/4 Final por 34-24 - Vamos encher os Pavilhões - mas com dignidade a Modalidade merece
Calendário e Resultados na Barra Direita

quarta-feira, 25 de janeiro de 2017

Campeonato do Mundo França – 2017 – XXVII

25.º CAMPEONATO DO MUNDO SENIORES MASCULINO

Em dia de descanso, após terem terminado os jogos relativos aos 1/8 e 1/4 Final do 25.º Mundial de Seniores Masculinos, que está a decorrer em França até ao dia 29 de Janeiro de 2017. Efetuamos mais breve crónica sobre o mesmo

Infelizmente para Portugal continuaram a não se verificaram quaisquer transmissões, não tendo nenhum canal demonstrado qualquer interesse, lamenta-se profundamente, quando se transmite tudo e mais alguma coisa, e a modalidade fica para trás, lamenta-se ainda que nem uma palavra sobre o assunto tenha existido da parte na Federação.

Informa-se ainda que nesta fase da prova o único representante português na prova António Goulão com funções na IHF, além dos jogos já por nós informado, esteve presente ainda nos seguintes encontros, (3), sempre como Oficial de Mesa:

Brasil – Espanha (1/8 Final) – Oficial de Mesa
Croácia – Egipto (1/8 Final) – Oficial de Mesa
Dia 23 sem nomeações
Espanha – Croácia (1/4 Final) – Oficial de Mesa

Esperamos certamente e devido á sua posição na EHF (pensamos que se mantêm) apesar de se continuar a ter um silencia absurdo sobre a realidade por parte das entidades nacionais vê-lo presente em mais jogos, nas próximas fases, apesar de ser bastante difícil.

França – Campeã em Titulo

1/8 e 1/4 Final – Disputados em de 21 a 24 de Janeiro de 2017, juntamente com os jogos da President’s CUP, que este ano e teve a presença da Polónia em representação da Europa, e que definiu os lugares do 17.º ao 24.º.

Sem retiráramos uma vírgula, ao que escrevemos em relação á Fase Preliminar, diremos que nos primeiros 4 jogos dos 1/8 Final, apenas um encontro teve equilíbrio, referimo-nos ao Brasil / Espanha, onde se viu um Brasil fazer a vida “negra” a uma Espanha demasiado confiante (na nossa opinião), com o Brasil a comandar o jogo e o marcador por diversas vezes, com a Espanha a construir a sua vitória nos 5 minutos finais do encontro, nos restantes encontros do 1.º Dia, venceram as equipas que se esperava, e nada de anormal aconteceu, já o mesmo não se pode dizer dos jogos realizados no 2.º Dia onde se verificaram verdadeiros “abalos” com as surpresas que se registaram, tal como em 2015 temos o Qatar nos 1/4 Final á custa da equipa Alemã, atual campeã da Europa, e medalha de bronze nos últimos jogos Olímpicos, num encontro sempre disputado nos limites e com Rafael Capote a marcar os últimos 4 golos da equipa do Qatar o último dos quais que deu a vitória á equipa pela diferença mínima, a momentos do final do encontro. A outra grande surpresa deste 2.º dia diz respeito a vitória da Hungria sobre outros dos grande favorito a Dinamarca, Campeã Olímpica em título, num jogo em que comando quase sempre o marcador, em especial no segundo tempo. Sem esquecermos a grande dificuldade que a Croácia sentiu para levar de vencida o Egipto. Apurados para os 1/4 Final como seria de prever, sete equipas Europeias das treze que o disputaram. Onde cinco dos apurados (França, Qatar, Espanha, Croácia e Eslovénia) estavam inseridos nos 8 primeiros lugares do Mundial de 2015 no Qatar. Assim tivemos nos 1/4 Final, duas grandes surpresas, que foi amais uma vez a equipa da Noruega a surpreender muita gente e a eliminar a Hungria que tinha disso a grande surpresa dos 1/8 final, e que neste encontro reduziu a diferença que se verificava com 3 golos nos últimos dois minutos de jogo, tivemos ainda a eliminação da Espanha pela Croácia, que comandou o jogo e o marcador durante o segundo período de jogo, nos restantes jogos foi nota dominante o equilíbrio entre as equipas, embora no França / Suécia, pelo que nos é dado observar os Suecos pagaram o facto de o Mundial ser disputado em França. E assim teremos quatro equipas Europeias na discussão do título.

1/8 Final – Resultados  

Dia 21-01-17
Noruega 34 – 24 Macedónia
França 31 – 25 Islândia
Brasil 27 – 28 Espanha
Rússia 26 - 32 Eslovénia
Dia 22-01-17
Hungria 27 – 25 Dinamarca
Bielorrússia 22 – 41 Suécia
Alemanha 20 – 21 Qatar
Croácia 21 – 19 Egipto

1/4 Final – Resultados
Noruega 31 – 28 Hungria
França 33 – 30 Suécia
Espanha 29 – 30 Croácia
Eslovénia 32 – 30 Qatar

Calendário

1/2 Final – AccorHotels Arena em Paris
Dia 26-01-17
França – Eslovénia (21H00)
Dia 27-01-17
Croácia – Noruega (20H45)

Horas Locais

Grandes jogos em perspetiva.

3/4 Lugar - AccorHotels Arena em Paris
Dia 28-01-17
Final – AccorHotels Arena em Paris
Dia 29-01-17

Os jogos das 1/2 Final, 3.º e 4.º lugar e Final, são disputados no AccorHotels Arena em Paris, com uma lotação de cerca de 16,400 lugares

POLÓNIA VENCE PRESIDENTS CUP
(17.º AO 24.º LUGAR)
(Foto IHF)
Resultados da Presidents CUP
23/24 – Angola 26 – 32 Bahrein
21/22 – Japão 29 – 35 Chile
19/20 – Tunísia 39 – 30 Arabia Saudita
17/18 – Polónia 24 – 22 Argentina

Classificação Final – 5.º Espanha, 6.º Suécia, 7.º Hungria, 8.º Qatar, 9.º Alemanha, 10.º Dinamarca, 11.º Bielorrússia, 12.º Rússia, 13.º Egipto, 14.º Islândia, 15.º Macedónia, 16.º Brasil, 17.º Polónia, 18.º Argentina, 19.º Tunísia, 20.º Arábia Saudita, 21.º Chile, 22.º Japão, 23-º Bahrain e 24.º Angola.


Notas- Em relação ao último Mundial, pode-se desde já dizer que a Rússia, teve uma subida de 7 lugares na classificação, o Egipto de 1, a Bielorrússia igualmente de 7, enquanto o Brasil manteve a mesma classificação, a Islândia desceu 3, enquanto a Macedónia desceu 6 lugares, e a Alemanha a descer 2, com a Dinamarca a descer 5, o Qatar a passar de Vice-Campeão para o 8.º lugar, a Suécia a subir 4 lugares, a Espanha a descer 2 lugares. Com um comportamento bastante negativo da representação Angola, que terminou no último lugar da classificação.

O Noticias

2 comentários:

Anónimo disse...

Ola, podem explicar o que entendem por "embora no França / Suécia, pelo que nos é dado observar os Suecos pagaram o facto de o Mundial ser disputado em França" ?

Anónimo disse...

Desejo as maiores felicidades ao António Goulão para as suas novas funções de oficial de mesa.
Talvez seja esta a sua real vocação no Andebol.