gal vence

- Vamos encher os Pavilhões - mas com dignidade a Modalidade merece
Calendário e Resultados na Barra Direita

domingo, 22 de janeiro de 2017

Crónica de Fim-de-semana No Feminino – 13 – 2016 / 2017

Mais uma normal crónica de fim-de-semana desta prova do calendário nacional.

Mantemos o texto sobre as estatísticas, pode ser que alguém de bom senso nos leia e pense, “Continuamos a aguardar pela existência das tão preciosas estatísticas, pois enquanto na FAP, se desviarem os gastos para outros fins, provavelmente com visões diferentes da nossa e da maioria dos adeptos da modalidade, o feminino bem pode continuar à espera de que elas existam. E Até segundo nos parece teremos uma diminuição das transmissões na Andebol TV, aguardemos.”

PO09 – Campeonato Nacional da 1.ª Divisão Seniores Femininos.

1.ª Fase – Resultados
12.ª Jornada
Dia 25-02-17
Juventude Mar - CA Leça (20H00)
13.ª Jornada
Dia 22-01-17
SIR 1.º Maio/CJB 15 – 20 Madeira SAD
Passos Manuel 20 – 25 CS Madeira
14.ª Jornada
Dia 21-01-17
Passos Manuel 19 – 34 Madeira SAD
Maiastars 24 – 13 Juventude Mar
Juventude Lis 16 – 23 Colégio Gaia
SIR 1.º Maio/CJB 32 – 22 CS Madeira
CA Leça 25 – 25 Santa Joana
Académico FC 14 – 29 Alavarium

Fim-de-semana onde as equipas da Madeira e algumas do Continente, cumprem jornada dupla, como forma de reajustar a regularidade do Campeonato, embora continue com um jogo em atraso, disputando 2 jogos referentes á 13.º Jornada (2.º jornada da 2.ª volta) e os restantes encontros respeitantes á 14.ª Jornada (3.ª da 2.ª Volta). Nos 8 jogos disputados verificou apenas um com registo disciplinar, e somente dois tiveram retificação de resultado em relação á jornada homologa da 1.ª volta.

O Passos Manuel que fez jornada dupla defrontando as duas equipas da Madeira, perdeu os dois encontros como se esperava, sofrendo diante o Madeira SAD no primeiro jogo que disputou uma “pesada” derrota, e o seu destino estava praticamente traçado quando foi para o intervalo a perder já por 18-10, que é um resultado perfeitamente elucidativo do que se passou nos primeiros 30 minutos, permitindo á equipa do Madeira SAD, uma completa gestão do plantel no segundo tempo. Joana reis do Passos Manuel com 8 golos foi a melhor marcadora da sua equipa, enquanto o Madeira SAD que se apresentou (estranhamente) com apenas 11 atletas, teve em Soraia Lopes com 9 golos e em Erica Tavares com 6 golos as suas melhores marcadoras. Este foi um dos resultados confirmados em relação ao ocorrido na 1.ª volta. Na derrota com o CS Madeira onde também foi confirmado o resultado da 1.ª volta o resultado, apresenta-se mais equilibrado, com o Passos Manuel a perder ao intervalo por apenas 3 golos (14-11), para o CS Madeira no segundo tempo chegar a ter 8 golos de diferença a seu favor quando o resultado estava em 21-13, com a equipa do Passos Manuel a reagir nos momentos seguintes e ás madeirenses a controlar o jogo e o marcador. Joana Reis com 8 golos, e Marta Faleiro com 5 golos, foram as melhores marcadoras do Passos Manuel, por sua vez Ana Castro com 6 golos e Mónica Gomes com 5 golos foram as melhores marcadoras do CS Madeira.

No pavilhão municipal da Maia, realizou-se o Maiastars / Juventude Mar, que foi mais um encontro onde se confirmou o resultado registado na 1.ª volta, e que terminou com a vitória folgada da equipa maiata diante uma Juventude Mar, que é nem mais nem que a última classificada nesta Fase da Prova, mas o Maiastars não deu qualquer hipótese e ao intervalo já vencia por 11-6, ampliando de forma clara a diferença a seu favor no segundo período de jogo. Diana Oliveira com 9 golos e Debora Moreno com 7 golos, foram as melhores marcadoras da equipa maiata, enquanto as melhores marcadoras da equipa de Esposende não foram além dos quatro golos (Sandra Peixoto e Teresa Santos). Com a curiosidade de neste encontro a equipa maiata ter beneficiado de 5 livres de 7 metros contra 0 da equipa adversária.

Em Leiria, disputou-se o Juventude Lis / Colégio Gaia, sendo mais um encontro onde se confirmou o resultado verificado na 1.ª volta da prova, que terminou com a vitória do Colégio Gaia, diante uma Juventude Lis que ultimamente têm vindo a dar mostras de uma subida de forma, mas que apesar do bom primeiro tempo que realizou terminando a perder apenas por 9-6, o que demonstra uma sobre posição clara das defesas sobre os ataques, num encontro que assinalou o regresso ao banco do colégio de Paula Marisa, e que o Colégio Gaia soube tornear e bem as dificuldades que lhe foram colocadas pelas leirienses. Sandra Santiago com 7 golos, foi a melhor marcadora do Colégio Gaia, enquanto na Juventude Lis Kelly Rodrigues com 5 golos foi a sua melhor marcadora. Com esta vitória a equipa do Colégio Gaia, mantêm-se no 2.º lugar da prova, nesta fase da mesma.

Em Leça da Palmeira tivemos o CA Leça / Santa Joana, que foi um dos resultados retificados em relação à 1.ª volta pois desta vez terminou com uma igualdade a 25 golos., num encontro disputado sempre com grande equilíbrio, e onde o resultado ao intervalo é a perfeita demonstração deste facto ao registar-se uma vitória pela diferença mínima, pela equipa do CA Leça (16-15). Para nos segundo 30 minutos a equipa maiata reagir e terminar o encontro com uma igualdade. Cristiana Morgado com 7 golos e Sofia Mota com 5 golos foram as melhores marcadoras do CA Leça, enquanto no Santa Joana, Ana Sampaio com 6 golos, e Ana Carvalho com 5 golos foram as suas melhores marcadoras. Com esta igualdade as duas equipas mantêm as mesmas posições na tabela classificativa.

Tivemos ainda o Académico FC / Alavarium, que foi mais um encontro onde foi confirmado o resultado ocorrido na 1.ª volta, e onde o favoritismo das aveirenses foi completamente confirmado, vencendo sem qualquer margem para duvidas, uma das equipas mais fracas da divisão (na nossa opinião), chegando ao intervalo já na frente do marcador por 17-5, resultado completamente esclarecedor, e que permitiu á equipa do Alavarium gerir completamente o jogo e dar tempo de jogo às suas atletas menos utilizadas. Curiosamente um dos encontros onde o resultado final foi dos mais dilatados teve ocorrências disciplinares registadas. Ana Abreu com 5 golos foi a melhor marcadora do Académico FC, enquanto no Alavarium com 12 atletas a marcarem golos, temos a curiosidade das sus melhores marcadoras se situarem todas com quatro golos ( Soraia Domingues, Mónica Soares, e Patrícia Fernandes), com esta vitória a equipa do Alavarium mantem o 3.º lugar da prova nesta Fase.

Na Marinha Grande o SIR 1.º Maio/ CJB, também realizou jornada dupla, defrontando primeiro o CS Madeira a quem venceu com alguma facilidade, chegando ao intervalo já a vencer por 10 golos de diferença (21-11), precisamente a mesma diferença no final do jogo, o que é demonstrativo não só da posição de inconformismo do CS Madeira, bem como do controlo do jogo e do plantel que a equipa da Marinha Grande fez no segundo período de jogo, retificando deste modo a derrota que tinha sofrida na 1.ª volta na Madeira diante esta equipa. Na equipa do SIR 1.º Maio/CJB com 10 atletas a marcarem golos, Lorena Delgado com 8 golos, e Neuza Valente com 5 golos foram as suas principais marcadoras. Ana castro com 6 golos foi a melhor marcadora do CS Madeira. No segundo jogo que realizou este fim-de-semana, o SIR 1.º Maio/CJB, defrontou a grande favorita da prova e líder desta fase da mesma o Madeira SAD, que mais uma vez o dizemos estranhamente se apresentou com apenas 11 jogadoras inscritas no boletim de jogo, mas que foram suficientes para vencerem mais um jogo, e assim continuarem a ser a única equipa que ainda não regista qualquer derrota, comandando isolada a classificação da prova nesta fase. Este foi um jogo onde mais uma vez se confirmou o resultado ocorrido na 1.ª volta, e que foi de grande equilíbrio e alternância no marcador durante os primeiros 30 minutos, mas que chegou ao intervalo com a equipa da Madeira a vencer por 11-10. No segundo tempo e apesar de todas as tentativas da equipa da Marinha Grande, as madeirenses foram sempre aumentando a sua vantagem passando de 17-14 para 19-14, e terminando com uma vantagem de 5 golos. Um facto estranho mas demonstrativo de duas situações a excelente prestação defensiva do Madeira SAD no segundo tempo ao sofrer apenas 5 golos, e a completa ineficácia do ataque do SIR 1.º Maio/CJB com as suas melhores marcadoras a não ultrapassarem os quatro golos (Neuza Valente e Adriana Lage), por sua vez Soraia Lopes com 8 golos foi a marcadora de serviço do Madeira SAD.

Classificação após estes jogos: - 1.º Madeira SAD (41 pontos), 2.º Colégio Gaia (38 pontos), 3.º Alavarium (34 pontos), 4.º Maiastars (32 pontos), 5.º SIR 1.ª Maio/CJB (30 pontos), 6.º Juventude Lis, e CS Madeira (27 pontos), 8.º Passos Manuel, e CA Leça (-1 jogo) (23 pontos), 10.º Santa Joana (21 pontos), 11.º Académico FC (19 pontos), 12.º Juventude Mar (17 pontos, - 1 jogo).

O Noticias

6 comentários:

Anónimo disse...

estranho agora ninguém diz mal da Sandra Fernandes, que ganha só com 11, falem meus senhores e minhas senhoras vai ser o ano do massacre.

Anónimo disse...

Aparentemente: http://po09.videobserver.com/pt/

Anónimo disse...

Que interesse pode ter este campeonato?!

Anónimo disse...

Não é uma questão de dizer mal da Sandra Fernandes. É uma questão de dizer a verdade. A Sandra Fernandes é uma mulher de carácter reduzido, que não olha a meios para atingir os fins, capaz de vender a alma ao diabo para ganhar uns tostões. Eu não vou discutir se ela é boa ou má treinadora, todos nós sabemos que o Andebol feminino é medíocre, que não temos qualidade nem competitividade no nosso campeonato. Ninguém tem dinheiro, só o Madeira SAD. Coloquem a Sandra a treinar o Sports Madeira, o Colégio de Gaia, o Alavarium e vão ver o valor dela. Aliás quando treinou a Seleção vimos a qualidade, quando treinou os Masculinos vimos a qualidade, quando treinou várias gerações de jovens femininos vimos a qualidade com apuramentos falhados. Ela sempre quis entrar na SAD Feminina e arrumar lentamente com a mais experientes, arranjou uma bela bengala na Presidente, onde está a Ana Andrade, a Claudia Aguiar, porque não voltam? Sabem quem é a próxima?

Anónimo disse...

O Clã Sandra Fernandes ao ataque!
Fragilidade social leva a isto e todos temos que levar com eles!
Juizo

Anónimo disse...

Este ano vai ser limpinho limpinho. É tudo nosso. Força SAD