gal vence

Euro Sub-19 Feminino, Portugal derrotada pela Dinamarca 32/16 - Vamos encher os Pavilhões - mas com dignidade a Modalidade merece
Calendário e Resultados na Barra Direita

domingo, 19 de fevereiro de 2017

Competições Europeias 2016 / 2017 – LXIX – EHF CUP Masculina – Actualizada

EHF CUP MASCULINA 

Este fim-de-semana as equipas portuguesas disputaram a 2.ª jornada desta prova Europeias

Atualização

GRUPO B – FC Porto

FC PORTO PERDE COM Frisch Auf Göppingen

O FC Porto, que nesta 2.ª jornada do Grupo B, defrontou no Dragão Caixa, o vencedor em título da prova a equipa alemã do Frisch Auf Göppingen, e voltou a perder após um jogo de grande intensidade e de qualidade, com a equipa portuguesa a perder folego nos 15 minutos finais do encontro, e sofre a sua segunda derrota consecutiva, no grupo. O jogo foi equilibrado até cerca dos 17 minutos quando FC Porto, assumiu o comando do marcador, e adquiriu uma vantagem de 3 golos, quando estavam decorridos cerca de 21 minutos (12-9), mas a equipa alemã que possuiu um ritmo de jogo e uma estrutura competitiva, bem diferente da equipa portuguesa, que teve em Hugo Laurentino um dos seus expoentes máximos, o intervalo chegou com o FC Porto a vencer por 14-13, acrescentar que só neste período o FC Porto cometeu 7 faltas técnicas, contra 1 uma praticada pelo Goppingen. No segundo tempo, mais uma vez um encontro equilibrado com o FC Porto a comandar até cerca dos 38 minutos (19-18), permitindo que a equipa alemã passasse para a frente do marcador em definitivo cerca dos 45 minutos (22-21), e a partir deste momento, a equipa alemã com um guarda-redes de “primeira água”, como é o internacional esloveno Primoz Prost, ecom um ponta esquerdo de seu nome Schiller (8 golos e 80% de eficácia), e um Lateral esquerdo como Daniel Fontaine (8 golos e 80% de eficácia), nada havia a fazer apesar da excelente exibição de Alexis Borges (6 golos, e100% de eficácia), e de Nikola Splelic, apesar de apresentar na nossa opinião algum deficit físico com os seus 5 golos e 56% de eficácia, não foram suficientes para os erros cometidos no segundo tempo pela equipa portuguesa, que até tentou uma defesa aberta que tão bom resultado tinha dado no jogo com o Sporting, mas que aqui, não produziu o mesmo efeito. Uma nota da nossa parte que não entendemos a substituição de Hugo Laurentino por Alfredo Quintana, que apesar de todo o valor que lhe reconhecido esteve longe do que se poderia esperar. Dirigiu o encontro uma dupla islandesa constituída por Arnar Sigurjonsson e Svavar Petursson, que teve um critério disciplinar a que não estamos habituados, e por isso criticamos e perdemos quase sempre por culpa dos árbitros, mas na nossa opinião tanto no jogo passivo, como na falta do atacante estiveram equilibrados já quanto ás exclusões nada temos a dizer pelo que consideramos a sua prestação normal, para um encontro com esta intensidade.

Resultados
1.ª Jornada
Dia 11-02-16
HC Midtjylland 29 – 26 FC Porto
2.ªJornada
Dia 19-02-16

FC Porto 27 – 31 Frisch Auf Göppingrn

Calendário
3.ª Jornada
Dia 04-03-16
FC Porto – BM Granollers (15H00)
4.ª Jornada
Dia 12-03-16
BM Granollers – FC Porto (19H00)
5.ª Jornada
Dia 25-03-16
FC Porto - HC Midtjylland (18H00)
6.ª Jornada
Dia 01-04-16

Frisch Auf Göppingrn – FC Porto (19H30)

GRUPO D – Benfica

BENFICA VENCE Helvetia Anaitasuna

O Benfica neste seu segundo encontro nesta fase de Grupos defrontou no seu pavilhão a equipa espanhola do Helvetia Anaitasuna, que se apresentou em especial, entre outros, com o português Filipe Mota e com o guarda-redes sueco, Henrik Nordlander e ainda o internacional brasileiro Oswaldo dos Santos, e foi acompanhado por falange de apoio que esteve em evidência até cerca da dos 14 minutos de jogo, momento em que sua equipa parou “teve uma Branca” , e permitiu que o Benfica fizesse um parcial de 10-0, chegando aos 17-7, com uma extraordinária exibição do seu guarda-redes Hugo Figueira (na nossa opinião o melhor jogador do encontro). E com o Benfica surpreendendo a equipa espanhola chega ao intervalo a vencer por 19-9. Incompreensível o erro cometido pelos Oficiais de equipa do Benfica, ao mandar entra um atleta quando existia uma suspensão em cumprimento, dando origem a que terminassem com apenas 4 jogadores de campo). O Intervalo fez bem á equipa espanhola, que aproveitando a sua superioridade numérica, faz um parcial de 2-0, e alterando o seu sistema defensivo, defendendo com mais agressividade e mais aberto, criou grandes problemas ao ataque do Benfica neste período que nunca se entendeu muito bem com este novo sistema, e embora nunca perdesse o comando do marcador, permitiu que a equipa adversária diminuísse por diversas vezes o diferencial para apenas 4 golos (23-19, 26.22, como exemplos). Belone como de costume foi o seu melhor marcador com 7 golos e 88% de eficácia), e tendo 12 jogadores a marcarem golos, uma palavra ainda para Alvaro Fernandez com 5 golos e (71% de eficácia), e para O português Filipe Mota com o mesmo número de golos e a mesma eficácia). Dirigiu o encontro a dupla austríaca constituída por Radojko Brkic e Andrei Jusufhodzic, que num jogo sem grandes problemas por vezes complicaram em especial no jogo passivo.

Resultados
1.ª Jornada
MT Melsungen 32 – 22 Benfica
2.ªJornada
Dia 18-02-16
Benfica 33 – 28 Helvetia Anaitasuna

Calendário
3.ª Jornada
Dia 04-03-16
Cocks – Benfica (15H00)
4.ª Jornada
Dia 11-03-16
Benfica – Cocks (16H00)
5.ª Jornada
Dia 25-03-16
Benfica - MT Melsungen (16H00)
6.ª Jornada
Dia 01-04-16
Helvetia Anaitasuna – Benfica (20H00)

Horas Locais

O Banhadas Andebol

8 comentários:

Anónimo disse...

Treinador na Europa é mentira costa. Investas muito

Anónimo disse...

Asneira da grossa Costa! Por cá soubeste ou disseram-te como parar as zupadas do Sporting. Na Europa costumas não ser grande coisa. Dois jogos duas derrotas. E se os jogadores querem mostrar serviço deixa de haver equipa. Põe ordem nisso. Pois é... o Obradovic faz falta e de que maneira! Até o Sporting agora confessou que foi o primeiro a ser pensado. Lógico... Devíamos ter sacado de lá o Frankis Marzo e o Fábio Magalhães. Houve um que andou a passear aqui no Porto e, só não viu quem não quiz mas, o que se teria passado?

Anónimo disse...

Os tripas andaram a gozar devido ao ABC ter saído da Europa Champions. Tudo bem não é isso que nos enfraquece. Então e eles que estão na EHF Cup e já perderam duas vezes? Haaa! Será das arbitragens estrangeiras não se sentirem pressionadas? Não os levaram ás Caves Aliança? Nós não temos um pavilhão com o nome dum banco e o nosso presidente, não traz políticos debaixo do braço. O ex-ministro Fernando Gomes é um deles e chega a meter dó. Sabemos bem o que manipulou quando foi presidente, da Câmara do Porto. O actual é mais escondido mas não moderado. Os nossos dirigentes não andam é pelos tribunais muitas vezes, isso não!

Anónimo disse...

O Porto jogou contra uma grande equipa. claro que acredito que Quintana e Borges tinham lugar naquela equipa. Muita falta técnica seguida costuma causar ansiedade e problemas que, obrigam a correr mais. Normalmente sofrem-se golos em contra.

Anónimo disse...

Aziados não faltam. Então o ABC gaba-se de nem precisar de estrangeiros e conseguir ganhar várias provas. Que não precisam de jogadores caros. Que aproveitam os jogadores e treinador que, os outros não querem. Blá blá blá! Acham que deram prestigio a Portugal? Querem-nos a bater palmas? A verdade é que o grupo do ABC era fácil. Se calhar mais fácil que o nosso na EHF. È a verdade. Quanto ao Sporting que este ano venciam tudo nem comento. È uma auto-estrada!

Anónimo disse...

Esta prova será para equipas de Portugal?! Vejamos: Champions league= destinada a equipas de primeira e segunda divisão europeia. EHF Cup= destinada a algumas equipas de pr. div europeia e segunda. Challengue Cup= destinada a terceira divisão e quarta Europeia. salvo qualquer erro de avaliação poderá acontecer uma equipa estar acima, ou ligeiramente acima da média do país. Sejamos realistas. Vamos ver se Porto FC se aguenta e Benfica. O Sporting gastou como nunca mas anda na div. do país!

Anónimo disse...

Se calhar era mais fácil ... Pois o vice-campeão da Dinamarca era melhor que o Campeão. :)

Anónimo disse...

È tempo de olhar a realidade. Sem jogos equilibrados não pode haver interesse, até porque público fiel de andebol não existe muito. Anos sem resultados também põe um pavilhão vazio. No caso do Porto o pavilhão até costuma estar composto, mesmo sem futebol. A EHF tem equipas boas e isso atrai público. No caso do Benfica as coisas melhoraram mas, existe pouco público e nem jogo antes de futebol enche sequer por metade o pavilhão. No Sporting o público fugiu para o Futsal e mesmo o Hóquei, tem mais apesar de ser fora de Lisboa. Nos dois jogos em Almada este fim de semana, nõa havia mais público que ontem no Hóquei! Para refletir! No ABC mudou-se o pavilhão mas nem pela metade, talvez porque se percebeu que, a equipa não ía longe. Há estas quatro equipas e nem valerá a pena falar noutros casos julgo. Pense-se e aga-se!