gal vence

Fim de Semana com as Super Taças - Vamos encher os Pavilhões - mas com dignidade a Modalidade merece
Calendário e Resultados na Barra Direita

terça-feira, 21 de fevereiro de 2017

Crónica de Fim-de-semana No Feminino – 17 – 2016 / 2017

Mais uma normal crónica de fim-de-semana desta prova do calendário nacional.

Renovamos o nosso o texto sobre as estatísticas, pode ser que alguém de bom senso nos leia e pense, “Continuamos a aguardar pela existência das tão preciosas estatísticas, pois enquanto na FAP, se desviarem os gastos para outros fins, provavelmente com visões diferentes da nossa e da maioria dos adeptos da modalidade, o feminino bem pode continuar à espera de que elas existam.” Desta vez tivemos uma transmissão pela Andebol TV Felizmente, esperamos que não tenha sido por engano.

PO09 – Campeonato Nacional da 1.ª Divisão Seniores Femininos.

1.ª Fase – Resultados
12.ª Jornada
Dia 25-02-17
Juventude Mar - CA Leça (20H00) 25/26 (1.º da 1.ª Volta.
17.º Jornada
Dia 11-02-17
Académico FC - Passos Manuel (Adiado)
Dia 19-02-17
Colégio Gaia 23 - 24 SIR 1.º Maio/CJB
Maiastars 21 - 27 Madeira SAD
Santa Joana 23 - 28 CS Madeira
18.ª Jornada
Dia 18-02-17
Colégio Gaia - Passos Manuel (Adiado)
CA Leça 22 - 17 Juventude Lis
Maiastars 24 - 21 CS Madeira
Sir 1.º Maio/CJB 28 - 17 Académico FC
Juventude Mar 18 - 29 Alavarium 13/24 = 6-15 SD
Santa Joana 11 - 33 Madeira SAD

Neste fim-de-semana, tivemos várias equipas que realizaram jornada dupla, pois além das equipas insulares e das suas adversárias, também o SIR 1.º Maio/CJB, realizou jornada dupla, apenas o Colégio Gaia não o fez devido ao adiamento jogo com o Passos Manuel. Nesta jornada a 18.ª (7.ª da 2.ª volta), e nos jogos em atraso da 17.ª Jornada, apenas num encontro foi retificado o resultado verificado na 1.ª volta. E saúde-se o facto de não existirem ocorrências disciplinares registadas. Nos 8 jogos disputados apenas 2 tiveram resultados rectificados em relação ao ocorrido nas jornadas homólogas da 1.ª volta.

Começamos por um dos jogos, que maior expectativa poderiam criar neste fim-de-semana, o Colégio Gaia / SIR 1.º Maio/CJB, que terminou com a difícil vitória da equipa da Marinha Grande, sendo um dos resultados que sofreu alteração em relação ao ocorrido na 1.ª volta. Foi um jogo de forte equilíbrio, embora o SIR 1.º Maio/CJB, terminasse já na frente do marcador o primeiro tempo por 13-11, no segundo tempo assistiu-se a uma excelente reacção da equipa do Colégio Gaia, que no entanto não foi suficiente para dar a volta ao marcador. Vanessa Silva com 5 golos foi a melhor marcadora do Colégio Gaia, enquanto por seu lado Lorena Delgado com 8 golos, e Adriana Lage com 5 golos, foram as melhores marcadoras do SIR 1.º Maio/CJB. Na véspera a equipa da Marinha Grande defrontou o Académico FC, num jogo de total domínio da equipa visitada, que no final dos primeiros 30 minutos já vencia por 14-8, continuando a exercer um total domínio sobre a equipa do Lima, terminando como clara vencedora deste encontro, que teve em Neuza Valente e em Adriana Lage, ambas com 7 golos as melhores marcadoras do SIR 1.º Maio/CJB, por seu lado, as melhores marcadoras do Académico FC, não passaram dos 3 golos (Sofia Freitas, Ana Abreu, Sónia Ribeiro, e Josefina Rodrigues). Com estes resultados a equipa da Marinha Grande a 4 jornadas do fim desta fase confirma a sua presença no Play-OFF, tal como a equipa do Colégio Gaia esta a 5 jornadas do fim da Fase. Por sua vez o Académico FC, será uma das equipas presentes no chamado Grupo B.

Com a deslocação das equipas da Madeira ao Continente, realizaram, mais uma jornada dupla, e o CS Madeira, num dos jogos mais interessantes dos disputados, deslocou-se à Maia, para defrontar o Maiastars, e voltou a perder num dos jogos mais disputados da jornada, onde a equipa maiata, tudo fez para confirmar a sua vitória, que acima de tudo lhe permitiu garantir um lugar no Play-OFF, sendo (na nossa opinião), uma das agradáveis surpresas deste campeonato. Neste confronto ao intervalo vencia a equipa do CS Madeira por 13-10, o que diz bem das dificuldades sentidas pela equipa maiata, mas no segundo tempo, a sua reação juntamente com o excelente comportamento da equipa madeirense, que proporcionaram um espetáculo de qualidade, deram a volta ao marcador. Diana Oliveira com 7 golos, juntamente com Mariana Azevedo e Debora Moreno com 5 golos cada, foram as melhores marcadoras do Maiastars, com Sara Gonçalves a marcar 6 golos, e Cláudia Vieira, juntamente com Jéssica Gouveia a marcarem 5 golos cada a serem as melhores marcadoras do CS Madeira. No dia seguinte a equipa madeirense deslocou-se a São Pedro Fins, para defrontar o Santa Joana, em jogo relativo à 17.ª jornada, e venceu novamente confirmando o resultado ocorrido na 1.ª volta, agora por sinal com maior clareza, chegando ao intervalo com o resultado praticamente feito, quando já vencia por 16-10, no segundo tempo limitou-se a gerir o esforço e o jogo, apesar da réplica oferecida pelo Santa Joana. Ana Ferreira com 6 golos e Renata Pereira com 5 golos foram as melhores marcadoras do Santa Joana, A experiente Sara Gonçalves com 8 golos, e Cláudia Vieira com 6 golos, foram as melhores marcadoras do CS Madeira. Com estes resultados, o CS Madeira ainda não confirmou a sua presença no Play-OFF, face aos jogos em atraso do Passos Manuel, enquanto o Santa Joana, irá disputar o Grupo B, pois em caso de igualdade pontual com o CA Leça (ainda possível), estará em desvantagem no sistema de desempates.

O Madeira SAD, única equipa sem derrotas, na prova até ao momento, também realizou jornada dupla, onde confirmou os resultados obtidas na 1.ª volta. O primeiro jogo, foi disputado com a equipa do Santa Joana, e que foi de total domínio do Madeira SAD apesar do bom inicio do Santa Joana que chegou a comandar o marcador nos minutos iniciais (3-2), para a equipa insular rapidamente assumir o comando do marcador e ir dilatando a sua margem chegando ao intervalo já a vencer por 17-6, o que reflete completamente a sua superioridade. No segundo período do jogo tivemos uma repetição do primeiro, com total domínio da equipa insular que terminou com o resultado mais dilatado dos jogos que se realizaram. A melhor marcadora da equipa maiata, não passou dos 4 golos e foi Ana Ferreira, a experiente Renata Tavares com 8 golos, e Erica Tavares com 7 golos foram as melhores marcadoras da equipa do Madeira SAD. No segundo jogo que a equipa madeirense disputou, as facilidades já não foram tantas e teve se empregar a “fundo”, para levar de vencida a boa equipa do Maiastars, num jogo de grande equilíbrio até aos 20 minutos, quando o resultado era favorável ao Madeira SAD por 10-9, mas um parcial de 5-0 em 7 minutos colocou a equipa madeirense na frente do marcado por 15-9, para o intervalo chegar com o resultado de 16-10, a favor das madeirenses. No segundo tempo, total equilíbrio no marcador e no jogo praticado com especial saliência para a guarda-redes do Madeira SAD, a russa Valeriia Gorelova, que fez a grande diferença. Com o Madeira SAD a vencer pela diferença já existente ao intervalo, e mantendo o 1.º lugar sem derrotas, até ao momento. Diana Oliveira com 8 golos, e Debora Moreno com 7 golos, foram as melhores marcadoras da equipa do Maiastars, Renata Tavares com 7 golos e Erica Tavares com 6 golos, foram as melhores marcadoras do Madeira SAD.

Em Leça da Palmeira disputou-se o CA Leça / Juventude Lis, que foi um dos encontros de entre os realizados neste fim-de-semana, que teve o resultado retificado em relação ao ocorrido na 1.ª volta. Num encontro que se previa equilibrado, mas onde o fator casa poderia ser preponderante como se veio a verificar, a equipa do CA Leça chegou ao intervalo já a vencer por 12-8, o que lhe permitiu encara o segundo tempo com mais confiança, e permitiu uma gestão do resultado apesar da excelente réplica dada pela equipa leiriense. Daniela Mendes com 7 golos e Cristiana Morgado com 6 golos foram as melhores marcadoras do CA Leça, por sua vez a melhor marcadora da Juventude Lis não foi além dos 4 golos (Maria Brites).

Terminamos a crónica com o Juventude Mar / Alavarium, que foi um jogo sem grande história, tal a superioridade evidenciada pela equipa aveirense que ao intervalo já vencia por 15-6, apesar da digna réplica dada pela equipa local, no segundo tempo, a história repetiu-se, terminando com a vitória do Alavarium, que está confirmado no Play-OFF, enquanto a equipa da Juventude Mar, irá disputar o Grupo B. Joana Ascensão com 6 golos foi a melhor marcadora da Juventude Mar, enquanto Mónica Sores com 11 golos, juntamente com Rebeca Freitas e Soraia Fernandes ambas com 5 golos cada, foram as melhores marcadoras do Alavarium.

Classificação após estes jogos: - 1.º Madeira SAD (52 pontos), 2.º Alavarium (43 pontos), 3.º Colégio Gaia (42 pontos, -1 jogo), 4.º SIR 1.º Maio/CJB, e Maiastars (40 pontos), 6.º CS Madeira (37 pontos), 7.º Juventude Lis (35 pontos), 8.º CA Leça (34 pontos, -1 jogo), 9.º Santa Joana (27 pontos), 10.º Passos Manuel (26 pontos, -2 jogos), 11.º Académico FC (-1 jogo), e Juventude Mar (-1 jogo) (22 pontos).

O Noticias

Sem comentários: