gal vence

Euro Sub-17 Femininos (Lituânia), Portugal vence a Turquia por 40-25 - Mundial Sub-19 Masculino Portugal derrotado pela França 1/4 Final por 34-24 - Vamos encher os Pavilhões - mas com dignidade a Modalidade merece
Calendário e Resultados na Barra Direita

domingo, 30 de abril de 2017

Crónica de Fim-de-semana – 27 – 2016 / 2017 – II

Regresso às normais crónicas desta prova, relativa à Fase Final Grupo A da PO02, com a realização da 6ª Jornada desta Fase.

PO02 – Campeonato Nacional da 2.ª Divisão Seniores Masculinos.

Resultados
Fase Final Nacional Grupo A
6.ª Jornada
Dia 29-04-17
CDE Camões 20 - 22 Vitória FC
São Bernardo 26 - 25 Xico Andebol
GC Santo Tirso 28 - 25 AD Sanjoanense

Nesta 6.ª e primeira da 2.ª volta da Fase Final que designa não só o Campeão Nacional da Divisão, mas determina igualmente quais as duas equipas, com direito a ascender á PO01. Continua a ser caracterizada, por um forte equilíbrio, entre todas as equipas, algumas com resultados surpreendentes (na nossa opinião). No entanto tal como na jornada anterior, um dos encontros registou relatório de ocorrências disciplinares. E foi uma jornada onde apenas foi confirmado um dos resultados ocorridos na jornada homóloga na 1.ª volta. Com a equipa do Vitória FC a ascender ao 2.º lugar da tabela classificativa, face ao conjunto de resultados que se verificou.

No Pavilhão Municipal de Santo Tirso, tivemos o GC Santo Tirso / AD Sanjoanense (jogo com ocorrências disciplinares), que onde se registaram 15 exclusões, e 2 desqualificações directas. Neste encontro a equipa local venceu, rectificando o resultado ocorrido na 1.ª volta, na jornada homóloga. Foi um jogo sempre disputado nos limites, com a equipa do GC Santo Tirso a construir o resultado nos primeiros 30 minutos, quando chegou ao intervalo a vencer por 14-11, com a equipa da AD Sanjoanense a responder sempre a preceito, realizando um excelente segundo período de jogo. Com este resultado, temos pelo menos 4 equipas na discussão do 2.º lugar da tabela classificativa. José Poças e Pedro Machado, ambos com 7 golos, cada um foram os melhores marcadores do GC Santo Tirso. Pedro Garcia com 6 golos, foi o melhor marcador da AD Sanjoanense.  Em São Bernardo tivemos mais um encontro de grande equilíbrio, com a equipa visitada a defrontar o Xico Andebol, e a ser uma das equipas que também rectificou o resultado da 1.ª volta, que tinha sido uma igualdade e que desta vez terminou com a vitória pela diferença mínima da equipa do São Bernardo. Jogo decisivo para as pretensões de ambas as equipas, com a equipa vimaranense a ter uma primeira parte, em que comandou quase sempre o jogo e o marcador chegando ao intervalo a vencer por 13-10. NO segundo tempo, a equipa visitada com uma excelente reacção iguala o marcador a 20 golos, conseguindo posteriormente colocar-se na frente do marcador por 22-21, e manter-se na frente do marcador até ao fim do tempo regulamentar. Com esta vitória a equipa do São Bernardo poderá ser considerada uma das mais fortes candidatas, no mínimo á subida de divisão, mantendo o comando da Fase Final isolada. João Vilar com 7 golos, e Diogo Taboada com 5 golos, foram os melhores marcadores do São Bernardo. Cláudio Mota e Cesar Gonçalves, ambos com 8 golos cada foram os melhores marcadores do Xico Andebol. No único resultado que confirmou o resultado da primeira volta, disputou-se no Pavilhão Moniz Pereira, e foi o CDE Camões / Vitória FC, que terminou com a vitória da equipa setubalense, depois do CDE Camões ter obtido a sua primeira vitória na jornada anterior. Foi mais um encontro de grande equilíbrio, com a equipa do Vitória FC a construir a vitória durante os primeiros 30 minutos, ao chegar ao intervalo a vencer por 10-8, precisamente a mesma diferença que se registou no final do encontro, o que diz bem do equilíbrio que se verificou durante todo o encontro, em especial nos segundos 30 minutos. João Moreira com 5 golos, foi o melhor marcador da equipa do CDE Camões, enquanto no Vitória FC, os seus melhores marcadores foram André Praxedes, e Francisco Fuzeta, com 7 golos cada. Com este resultado a equipa do Vitória FC, isola-se no 2.º lugar da classificação da Fase Final.

Após a 5.ª Jornada a Classificação ficou assim estabelecida: - 1.º São Bernardo (16 pontos), 2.º Vitória FC (13 pontos), 3.º GC Santo Tirso (12 pontos), 4.º Xico Andebol, e AD Sanjoanense (11 pontos), 6.º CDE Camões (9 pontos).

Nota – Continuamos a referir que “Não ficaria mal á Federação, efetuar algumas transmissões através da Andebol TV.”

O Banhadas Andebol

PO03 – Crónica de Fim-de-semana – 07 – 2016 / 2017

Nova e breve crónica da PO03, referente á 2.ª Fase desta prova nacional não fixa, sendo nesta fase disputada em duas zonas com 8 (oito) equipas cada.

PO03 – Campeonato nacional da 3.ª Divisão Seniores Masculinos

INFORMAÇÃO - Esta prova sofreu uma forte alteração regulamentar que comunicada através do Comunicado Oficial n.º 24 com rectificação em 06-09-16, onde se indica que ascendem à Segunda Divisão Nacional, os três primeiros de classificados em cada Zona. Continuando a existir qualquer informação sobre a participação da equipa representativa dos Açores.

2.ª Fase

Zona 2 - 8.ª Jornada
Dia 29-04-17
SIR 1.º Maio 27 - 27 Oriental Lisboa
Ginásio Sul 27 - 26 Lagoa AC
CD Mafra 21 - 24 CF Sassoeiros
AA Almeirim 25 - 37 Samora Correia

Jornada de abertura da 2.ª volta desta Fase, e mais uma vez com resultados que causaram alguma surpresa (Na nossa opinião), e onde 50% dos jogos disputados tiveram alteração em relação à jornada homologa da 1.ª volta, e foi uma jornada disputado sem o registo de ocorrências disciplinares o que se saúda. Registe-se pela negativa o facto de um dos jogos, não ter Boletim de jogo elaborado (se é para isto que querem acabar com os Oficiais de Mesa, vamos por bom caminho, assim não senhores do CA). Uma curiosidade deve ser realçada a nova igualdade obtida pelo Oriental Lisboa e 4.ª em 8 jogos, facto inédito na modalidade, e logo diante a equipa da Marinha Grande, o SIR 1.º Maio, num dos resultados que foi rectificado em relação ao ocorrido na 1.ª volta, neste encontro a equipa visitada chegou ao intervalo a vencer por 14-10, mas a equipa visitante soube reagir, no segundo tempo e obter uma igualdade final, com este resultado o Oriental Lisboa, passa para o 4.º lugar da Tabela classificativa, embora contabilize apenas uma derrota. O outro resultado que foi rectificado em relação ao verificado na 1.ª volta, foi o Ginásio Sul /Lagoa AC, com a equipa do Ginásio Sul a vencer desta vez num encontro de grande equilíbrio, embora chegasse ao intervalo a vencer por um diferencial de 3 golos (13-10), soube suportar a boa prestação da equipa algarvia no segundo tempo e terminar na frente do marcador pela diferença mínima. Nos outros dois jogos repetiram-se os resultados finais obtidos na 1.ª volta, ou seja as mesmas equipas a vencerem os jogos, em Almeirim (jogo sem Boletim de jogo), o Samora Correia confirmou o seu favoritismo ao vencer de forma clara o seu adversário, e com esta vitória isolar-se no 3.º lugar da classificação. Em Mafra a equipa do CD Mafra deu excelente réplica ao CF Sassoeiros, terminando os primeiros 30 minutos com igualdade a 12 golos no marcador. No segundo tempo o CF Sassoeiros, fez valer a sua mais-valia e confirmou a sua vitória que não foi fácil, com esta vitória mantêm-se no topo da classificação isolados. Embora a separação pontual, não nos permita começar a fazer previsões, com alguma credibilidade sobre os possíveis apurados nesta zona.

Classificação da Zona, até ao momento – 1.º CF Sassoeiros (21 pontos), 2.º SIR 1.º Maio, e Samora Correia (19 pontos), 4.º Oriental Lisboa (18 pontos), 5.º Ginásio Sul (17 pontos), 6.º CD Mafra, e Lagoa AC (12 pontos), 8.º AA Almeirim (10 pontos).

Zona 1 – 8.ª Jornada
Dia 29-04-17
AA Coimbra 24 - 31 Alavarium
CA Póvoa Varzim 31 - 28 Académico FC
CDC Santana 20 - 23 CP Natação
Póvoa Lanhoso 34 - 36 CD Feirense

Nesta zona onde se verifica um equilíbrio evidente, onde após a disputa desta jornada (8.ª),1.ª da 2.ª volta, verifica-se que em apenas um jogo se verificou um resultado similar ao da 1.ª volta, pois todos os outros sofreram rectificação, constatou-se ainda que deixou de existir equipas com apenas uma vitória Nesta jornada já tivemos um encontro com o registo de ocorrências disciplinar. Começamos pelo encontro onde não foi rectificado o resultado, o CDC Santana / CP Natação, que foi um jogo de contrastes entre os dois períodos de jogo, pois ao intervalo o CDC Santana vencia por 15-8, margem aparentemente confortável, mas existiu uma total diferença comportamental no segundo tempo em que apenas concretizou 5 golos, e sofreu 15, permitindo que o CP Natação vencesse o encontro, e se isolasse no comando da zona, face á derrota que a equipa do Académico FC sofreu diante o CA Póvoa Varzim (jogo com ocorrências disciplinares), volta a ressurgir com bons resultados, sendo uma das equipas que rectificou o resultado ocorrido na 1.ª volta, num jogo em que a equipa do Lima, vencia ao intervalo por 12-9, mas um segundo tempo em recuperação levou a que a equipa da Póvoa de Varzim, tenha chegado a vencedora do encontro. Com esta vitória da equipa visitada assume o 4.º lugar da classificação isolada. A AA Coimbra volta a perder um encontro desta vez em casa e diante o Alavarium, curiosamente exactamente pelo mesmo resultado que tinha registado na 1.ª volta em casa do seu adversário onde tinha vencido, parece-nos que os festejos académicos, não estão a dar bom resultado, para os lados de Coimbra, já que a equipa da Académica, perdia ao intervalo por 16-13. Tivemos ainda o Póvoa Lanhoso / CD Feirense, que na nossa opinião o resultado final constitui uma surpresa da jornada, com a equipa do CD Feirense a registar a sua 2.ª vitória na prova, derrotando um Póvoa Lanhoso que está a realizar uma prova aquém das espectativas que existiam, e com esta derrota fica a fazer parte de um trio que ocupa os últimos lugares da tabela classificativa, e este foi outro dos encontros onde foi rectificado o resultado verificado na 1.ª volta (tinha sido uma igualdade), apesar de tudo foi um encontro equilibrado com o intervalo a chegar já com o CD Feirense na frente do marcador por 15-14.

Classificação da Zona, até ao momento – 1.º CP Natação (20 pontos), 2.º Académico FC, e Alavarium (18 pontos), 4.º CA Póvoa Varzim (17 pontos), 5.º AA Coimbra (16 pontos), 6.º Póvoa Lanhoso, CD Feirense, e CDC Santana (13 pontos).

O Noticias

Crónica Intermédia de Fim-de-semana – 59 – 2016 / 2017 – I – Actualizada

Regresso às normais crónicas intermédia de fim-de-semana, dedicada PO01 que se disputou neste fim-de-semana em diversos dias.

PO01 – Campeonato Nacional da 1.ª Divisão Seniores Masculinos.

Fase Final Nacional – Grupo “A”
7.ª Jornada
Dia 10-05-17
Águas Santas - Sporting (21H00)
Dia 28-04-19
FC Porto 36 – 24 ABC
Dia 29-04-17
Benfica 31 - 28 Madeira SAD

Jornada homóloga da 2.ª jornada da 1.ª volta desta fase, e que é disputada de forma incompleta, devido a ainda existir um clube português envolvido na s competições Europeias, o que deu origem a um adiamento para 10 de Maio, ou seja para depois da interrupção que a prova vai sofrer, devido a estágios e jogos para o Euro 2018. E teve ainda um jogo disputado na sexta-feira, que decorreu sem problemas disciplinares registados, tal como o jogo hoje disputado.

FC Porto 36 – 24 ABC

Jogo disputado no Dragão Caixa, que se encontrava, muito bem composto de público, onde o FC Porto, defrontou a equipa que lhe infligiu a primeira derrota da época, em termos nacionais. Foi um encontro onde o FC Porto foi completamente superior ao seu adversário no jogo, agora disputado. Foi um encontro bastante equilibrado nos primeiros 30 minutos, até cerca dos 27 minutos, quando se registava uma igualdade a 14 golos, com o ABC a sofrer um parcial de 3-0 em 2 minutos e meio, e chegou o intervalo com o FC Porto na frente do Marcador por 17-14. O neste período o FC Porto soube aproveitar e bem a s superioridades numéricas com o homem do jogo Alfredo Quintana (40% de eficácia), a marcar dois golos de baliza a baliza, com Morales (3 golos, 75% de eficácia) a aproveitar os sucessivos maus passes do ABC e marcar dois golos de contra-ataque, sucessivos. No segundo Tempo, nítida quebra do ABC, diante um FC Porto, que esteve muito bem quer nos aspectos defensivos, quer no ataque organizado, quer ainda no contra-ataque (100% de eficácia) e nos ataques rápidos, com o ABC, praticamente sem primeira linha, e com os seus pivôs a não estarem dia sim e cometerem demasiadas faltas técnicas, ao contrário do FC Porto, que teve uma excelente ligação da primeira linha, com a segunda linha, em especial Gustavo Rodrigues (5 golos, 100% de eficácia), quer com Salina (4 golos, 100% de eficácia), quer com Alexis Borges (3 golos, 75% de eficácia). O pior período de jogo do ABC deu-se entre os 41 e os 49 minutos de jogo, quando sofre um parcial de 7-0, passando de 22-17, para 29-17, dizer que o FC Porto teve 13 jogadores a concretizarem ocasiões de golo, e chegou a ter uma vantagem de 14 golos aos 56 minutos quando vencia por 34-20. A equipa do ABC além do que já se disse teve momentos de completo desacerto quer defensivamente quer no ataque com perdas de bola incríveis, e passes inimagináveis a “dar” a bola ao FC Porto, e apesar de ter 10 jogadores a marcarem golos, teve jogadores que não renderam nem de perto nem de longe o que pode e o que sabem, como por exemplo Pedro Spínola (2 golos, e somente 29% de eficácia), e até Humberto Gomes (19% de eficácia) na baliza que começou muito bem foi decaindo com o decorrer dos minutos, Pedro Seabra Marques deu-nos a sensação de estar fora de forma, e apenas o experiente Hugo Rocha, esteve ao seu nível habitual (6 golos, 86% de eficácia). A dupla que dirigiu este encontrou não constituiu surpresa para ninguém a sua nomeação e foi a dupla IHF da Madeira constituída por Duarte Santos e Ricardo Vieira, que realizaram actuação positiva com muito poucos erros e os que lhe detectamos foi na lei da vantagem.

A Classificação da Fase Final Grupo “A” - 1.º FC Porto (56 pontos, + 1 jogo), 2.º Sporting (51 pontos), 3.º Benfica (45 pontos), 4.º ABC (42 pontos, +1 jogo, 5.º Madeira SAD (41 Pontos), 6.º Águas Santas (38 pontos).

ATUALIZAÇÃO

No Pavilhão do Marítimo no Funchal, em mais uma inversão de pavilhão, bem emoldurado de público, a nova moda das provas Nacionais, disputou-se o Benfica / Madeira SAD, e que terminou com a vitória do Benfica, exactamente pela mesma diferença verificada no jogo da 1.ª volta (3 golos). Foi um encontro totalmente comandado pela equipa do Continente, durante os 60 minutos de jogo, e com o Benfica a fazer uma total rotação do seu plantel, onde o seu guarda-redes Hugo Figueira (31% de eficácia) foi mais uma vez uma das suas principais figuras, atingindo-se o intervalo com uma vantagem de 5 golos (18-13). Nos minutos iniciais do segundo tempo, chegou aos 6 golos de diferença, como por exemplo aos 20-14, quando estavam decorridos cerca de 35 minutos de jogo, para depois consentir que o Madeira SAD diminui-se para 3 golos de diferença conforme o resultado final, mas sem nunca perder o controlo total de jogo, apesar das diversas alterações no sistema defensivo, que o Madeira SAD, fez, mas desta vez não teve Luis Carvalho (21% de eficácia) ao nível que já nos habituou, e isso foi-lhe fatal, apesar de no segundo tempo o seu colega de posto Yusnier Giron ter chegado aos 33% de eficácia. Na equipa do Madeira SAD destaque ainda para os 11 golos de Fábio Magalhães mas com uma eficácia de 69%. No Benfica com 12 jogadores a marcarem golos, teve em Belone Moreira com 7 golos (88% de eficácia – 4 de 7 metros), e em Paulo Moreno (5 golos, 83% de eficácia), mais um bom jogo, os seus principais marcadores.

A Classificação da Fase Final Grupo “A” - 1.º FC Porto (56 pontos), 2.º Sporting (51 pontos, -1 jogo), 3.º Benfica (48 pontos), 4.º Madeira SAD, e ABC (42 pontos), 6.º Águas Santas (38 pontos, -1 jogo).

Fase Final Nacional – Grupo “B”
3.ª Jornada
Dia 06-05-17
São Mamede - Arsenal (21H00)
6.ª Jornada
Dia 15-05-17
SC Horta – Belenenses (21H00)
7.ª Jornada
Dia 29-04-17
AC Fafe 27 - 27 SC Horta
Belenenses 30 – 28 Arsenal
Ismai 24 – 24 São Mamede
Boa Hora 30 – 33 AA Avanca

Nesta Grupo, já com dois jogos adiados, vai-se disputar a 7.ª e última jornada da 1.ª volta desta fase, com um dos encontros, face à marcação já inserida no Portal da FAP, a ser disputado depois de disputada a 1.ª jornada da 2.ª Volta. Cabe aqui voltarmos a referir o que temos escrito ultimamente acerca destes adiamentos, “Não nos cansamos de referir que consideramos que nesta fase da prova, todo e qualquer adiamento, poderá ou não ter consequências ao nível desportivo”. Nesta jornada tivemos um encontro com o registo de ocorrências disciplinares.

O único jogo com ocorrências disciplinares, foi o Boa Hora / AA Avanca, disputado no Pavilhão Fernando Tavares e que terminou com 3 desqualificações directas. Foi um jogo de algum equilíbrio em especial nos primeiros 30 minutos de jogo, embora ainda neste período de jogo a AA Avanca estivesse mais vezes no comando do marcador, chegando a ter 4 golos de vantagem cerca dos 24 minutos de jogo, após ter feito um parcial de 3-0, quando vencia por 13-9, para permitir após a desqualificação de Luís Silva, uma boa recuperação do Boa Hora, que também ele faz um parcial de 3-0, e chega ao intervalo na frente do marcador por 15-14. No segundo tempo o equilíbrio ainda foi uma constante até cerca dos 39 minutos, quando se registava uma igualdade a 19 golos, já depois de ter sido o Boa Hora a ter um atleta desqualificado (Uros Markovic) por sucessão de exclusões, nesse momento o Boa Hora sofre um parcial de 4-0, e a AA Avanca passa a vencer por 23-19, quando estão decorridos cerca de 44 minutos de jogo, e daqui até final do encontro o Boa Hora andou sempre atrás do marcador. De entre os guarda-redes utilizados pelas duas equipas Henrique Carlota do Boa Hora, e Luís Silva da AA Avanca foram os mais eficazes com 27% de eficácia. Rui Barreto (60% de eficácia), e Ricardo Barrão (55% de eficácia), ambos com 5 golos, foram os melhores marcadores do Boa Hora, na AA Avanca com 10 jogadores a marcarem golos, Jenilson Monteiro (7 golos, 78% de eficácia), Diogo Oliveira (71% de eficácia), e Pedro Valdez (50% de eficácia), ambos com 5 golos cada, foram os principais marcadores da AA Avanca, que com esta vitória termina a 1.ª volta desta fase da prova, contabilizando apenas vitórias.

No Municipal da Maia, disputou-se o Ismai / São Mamede, que terminou numa igualdade, o que permitiu ao São Mamede, a soma preciosa de 2 pontos, e que constitui (na nossa opinião) o resultado que maior surpresa causou nesta jornada. Foi um jogo de comando inicial do Ismai, que chegou com grande facilidade aos 5-1 aos cerca de 7 minutos de jogo, para a equipa do São Mamede, andar sempre a reagir atrás do marcador, apesar de aos 19minutos de jogo, estar novamente com uma desvantagem de 4 golos (10-6), voltou a reagir positivamente e chegou ao intervalo a perder apenas pela diferença mínima (13-12). Excelente segundo tempo da equipa do São Mamede que cerca dos 58 minutos de jogo vencia por 24-22, sofrendo de seguida nos momentos finais, a igualdade através de um livre de 7 metros, e termina o encontro em inferioridade numérica. Destaques para os guarda-redes Reyniel Nelson do Ismao com 35% de eficácia, e para Tiago Amorim do São Mamede com 30% de eficácia. Angel Zulueta (64% de eficácia), e António Ventura (88% de eficácia), ambos com 7 golos, foram os melhores marcadores do Ismai, Ricardo Ávila com 8 golos (80% de eficácia), Vasco Marques (100% de eficácia), e Diogo Rodrigues (71% de eficácia), ambos com 5 golos cada foram os melhores marcadores do São Mamede. Com este resultado e face à derrota do Boa Hora o Ismai igual o Boa Hora no 2.º Lugar da Tabela classificativa, embora o Belenenses tenha um jogo em atraso.

No Pavilhão Acácio Rosa, disputou-se o Belenenses / Arsenal, que foi um jogo que apesar de ter terminado com a vitória do Belenenses por um diferencial de dois golos, não reflete aquilo que se passou na realidade em campo. Primeiros 30 minutos de total domínio e controlo do jogo por parte da equipa bracarense que chegou a ter 6 golos de vantagem, quando vencia por 10-4 cerca dos 15 minutos de jogo, obrigando a equipa visitada a andar atrás do jogo e do marcador e com uma boa reacção da equipa do Belenenses, o intervalo a vencer com uma igualdade a 15 golos. NO segundo tempo o Belenenses passou a ser ele a comandar mais vezes o marcador, mas a maior vantagem que conseguiu foi de 3 golos quando estavam decorridos cerca de 37 minutos de jogo e vencia por 19-16, no entanto a equipa bracarense nunca se deu por vencida e iguala o encontro a 20 golos cerca dor 42 minutos, chegando inclusive a estar novamente na frente do marcador, embora sempre pela diferença mínima á última das vezes, quando estavam decorridos cerca de 54 minutos de jogo (27-26), para sofrer nos 2 minutos finais os golos que ditaram a vitória da equipa do Belenenses, que acabou o jogo em inferioridade numérica. Destaque para João Moniz na baliza do Belenenses com 39% de eficácia, e para Ricardo Castro na baliza do Arsenal com 32% de eficácia). Gonçalo Valério com 9 golos (75% de eficácia), e Diogo Domingos com 7 golos (54% de eficácia), que foram os melhores marcadores do Belenenses. No Arsenal tivemos 4 jogador com 5 golos cada (João Santos, 50% de eficácia, Rui Lourenço, 83% de eficácia, Lucas Ferrão, 50% de eficácia, e Oleksandr Nekrushets, 63% de eficácia), como melhores marcadores, com esta derrota a equipa arsenalista, vê cada vez mais o perigo de descida de divisão, embora ainda seja cedo para previsões seguras.

No Municipal de Fafe, realizou-se o AC Fafe / SC Horta, que terminou numa igualdade, mas que provocou alguma surpresa a forma como se bateu o SC Horta, que comandou o jogo e o marcador ininterruptamente durante 48 minutos, chegando ao intervalo a vencer por 17-15, depois de aos 11 minutos de jogo ter uma vantagem de 5 golos quando vencia por 8-3 (máxima vantagem durante todo o encontro), obrigando o AC Fafe a andar sempre atrás do marcador e a tentar recuperar, obtendo sucesso nestas sua tentativas quando igualou o marcador a 24 golos ao minutos 48, ter outra igualdade a 26 golos cerca dos 54 minutos, quando aproveitando e bem a superioridade numérica passou para a frente do marcador a 27-26m para os homens da equipa insular voltar a igualar o marcador cerca dos 57 minutos a 27 golos, que foi o resultado final que se registou. Duas grandes exibições se registaram nas balizas de ambas as equipas Luis Silva no SC Horta com 36% de eficácia, e Bruno Dias com 42% no AC Fafe. Mário Lourenço com 8 golos (73% de eficácia), e Eduardo Sampaio com 5 golos (83% de eficácia), foram os melhores marcadores do AC Fafe. Noelvis revê com 8 golos (80% de eficácia), e Pavel Hernandez com 7 golos (88% de eficácia), foram os melhores marcadores do SC Horta.

A Classificação Fase Final Grupo “B” - 1.º AA Avanca (48 pontos), 2.º Ismai, e Boa Hora (39 pontos), 4.º Belenenses (35 pontos, -1 jogo), 5.º AC Fafe (33 pontos), 6.º SC Horta (28 pontos, -1 jogo), 7.º Arsenal (26 pontos, -1 jogo), 8.º São Mamede (25 pontos, -1 jogo).

O Banhadas Andebol

sábado, 29 de abril de 2017

Competições Europeias 2016 / 2017 – XCVII – Challenge CUP Masculina

O Sporting, depois da vitória na 1.ª Mão da 1/2 Final, disputou hoje (29-04-17) a 2.ª Mão no Pavilhão do Ginásio Sul, com a equipa Holandesa do JMS Hurry-Up.

CHALLENGE CUP MASCULINA
SPORTING VENCE JMS HURRY-UP (HOLANDA)
(2.ª MÃO)
VENCE ELIMINATÓRIA E É
FINALISTA

O Sporting que recebeu desta vez os holandeses do JMS Hurry-Up em jogo da 2.ª Mão das 1/2 Final, num pavilhão do Ginásio Sul, desta vez bem composto de público. Realizou um jogo como equipa, parece-nos que o mais colectivo que lhe vimos esta época, e não deu grandes hipóteses á equipa visitante, com esta vitória a 8.ª consecutiva em Competições Europeias. Deve-se destacar a exibição do guarda-redes júnior do Sporting, Manuel Gaspar no segundo tempo que teve realmente grandes momentos. No entanto a equipa portuguesa já vencia aos 19 minutos de jogo por 14-13, vindo a terminar o primeiro tempo a vencer por um claro 21-7. No segundo tempo e ao contrário do que é normal, manteve-se concentrada e jogando colectivamente foi progressivamente aumentado a diferença, de tal forma que aos 45 minutos de jogo vencia por 20 golos de diferença (31-11), com Kopco (5 golos), muito bem quer defensivamente quer no ataque, e com Edmilson Araújo (4 golos) a ser um dos melhores em campo, e com o seu técnico a fazer uma completa rotação do plantel, o que demonstra confiança na equipa, o atleta que não participou no jogo foi o guarda-redes Asanin. A maior diferença registou-se aos 28 minutos de jogo e foi de 24 golos (37-13), e deste modo a equipa portuguesa está apurada para a final da Taça Challenge, com 13 jogadores da equipa a marcarem golos, na equipa holandês que demonstrou poucas alternativas ao seu principal sete, e a falta de alguma frescura física, face á pouca rotação do plantel, no entanto deve-se destacar os guarda-redes que actuaram, Sven Hemmes e Emanuel Kremer, bem como ao alemão Joel Heusmann (4 golos), a ser o melhor marcador da equipa. Dirigiu o encontro a dupla austríaca, constituída por Florian Hofer e Andreas Scmidhuber, que não tiveram qualquer problema, e também não os criaram, tendo a vida facilitada pelo comportamento dos intervenientes, realizando uma arbitragem positiva, embora não isenta de falhas.

Resultados
1.ª Mão
JMS Hurry-Up (Holanda) 27 – 32 Sporting
2.ª Mão
Dia 29-04-17
Sporting 37 – 14 JMS Hurry-Up

O Outro finalista sai da 1/2 Final entre o Valor (Islândia) / HC Potaissa Turda (Roménia).

O Noticias

Campeonatos Nacionais Universitários Femininos – 2017

Decorreram de 26 a 28 de Abril de 2017, em Coimbra a Fase Final em concentração, do Campeonato Nacional Universitário de Andebol Feminino.

ASSOCIAÇÃO ACADÉMICA UNIVERSIDADE DE AVEIRO CAMPEÃ NACIONAL

A AAUAv (Associação Académica da Universidade de Aveiro) venceu num encontro de grande equilíbrio a U. PORTO (Universidade do Porto), sucedendo desta forma à sua adversária no Titulo Nacional.

Participaram 6 equipas, que numa fase inicial foram distribuídas por 2 Grupos, jogando TxT a uma volta. Seguindo as 1/2 Final com as duas 1.ª’s Classificadas de Cada Grupo, em jogos cruzados, e a Final.

1/2 Finais
AAUAv (Associação Académica da Universidade de Aveiro) 33 – 20 AAC (Associação Académica de Coimbra)
U.PORTO (Universidade do Porto) 37 – 14 U. LISBOA (Universidade de Lisboa)

Final
AAUAv 23 – 21 U.PORTO

3.º /4.º Lugar
AAC 32 – 26 U.LISBOA

O Banhadas Andebol

sexta-feira, 28 de abril de 2017

PO06 – Fase Final – 2016 / 2017 – Sorteio

Após a informação sobre a Fase Final transmitida pela Federação através do seu CO N.º 73 de 06-04-17, onde eram alteradas as datas de disputa da Fase Final da Prova, com a justificação: “Alterações de início e terminus em virtude da participação da Selecção de Andebol de Praia Sub 17 no Campeonato da Europa na Croácia.”

E depois de termos afirmado que : “Assim, questiona-se no mínimo, será que no planeamento desportivo não estava prevista esta participação?

Será que só agora existiu a consciência das datas de realização da mesma, e dos estágios que seriam necessário realizar, para se ter uma representação com dignidade? Ou será mais importante a nomeação de nomes para lugares na EHF?”

PO06 – Campeonato Nacional da 1.ª Divisão Juvenis Masculinos (Grupo “A”)

Assim as datas previstas passam a ser de 06-05-17 a 10-06-17.

Calendário
1.ª Jornada
Dia 06-05-17
2.ª Jornada
Dia 13-05-17
3.ª Jornada
Dia 20-05-17
4,ª Jornada
Dia 27-05-17
5.ª Jornada
Dia 03-06-17
6.ª Jornada
Dia 10-06-17

Dissemos ainda e pelos vistos veio a confirmar-se, que esta nova marcação significava que:

  • Não ia existir a fase de apuramento prevista no Regulamento da Prova. 
  • Não ia existir a participação de equipas insulares, embora não tenha existido de qualquer CO a informar desta não participação, conforme se encontra estipulado no ponto da alínea f) do Artigo 3 do Regulamento Especifico da Prova.
Factos que pelos vistos se vieram a confirmar, e que lamentamos.

Agora temos a novidade de se realizar um sorteio, quando ainda faltam duas jornadas, para cumprir a 2.ª Fase da Prova, e existem lugares em discussão, o que não sendo inédito, é no mínimo, estranho, pois são ultrapassadas todas as matérias Regulamentares existentes, como por exemplo homologação da Fase, e até prazos para possíveis protestos de jogos.

Agora vamos ao sorteio propriamente dito;

Clubes Participantes – ABC “A”, Sporting “A”, 2.º Classificado Zona 1, 2.º Classificado Zona 2.

Formato competitivo - Nos termos do regulamento publicado, será disputado no sistema de TxT a 2 voltas.

Sem concentrações, será casa e fora.

Resultado do Sorteio
1.ª Jornada
Dia 06-05-17
2.º Classificado Zona 2 – Sporting
ABC – 2.º Classificado Zona 1

Começamos bem logo na 1.ª Jornada com encontros entre as equipas da mesma zona.

Após a realização deste sorteio, ficamos com curiosidade em saber o número de alterações que esta prova vai ter, atenção este é a apenas um prognóstico que fazemos.

O Noticias.

Competições Europeias 2016 / 2017 – XCVI – Challenge CUP Masculina - Sorteio

Realizou-se hoje (28-04-17) o sorteio da Final da Challenge CUP Masculina.

CHALLENGE CUP MASCULINA
A Final, que será disputada, entre os vencedores das 1/2 Final, a disputar entre o JMS Hurry-UP (Holanda) / Sporting, e o Valur (Islândia) / AHC Potaissa Turda (Roménia). Significando que o Sporting, se vencer a 1/2 Final, fará o jogo da 1.ª Mão em Portugal.
Calendário
1.ª Mão
Dia 20/21-05-17
JMS Hurry-UP / Sporting - Valur  / AHC Potaissa Turda
2.ª Mão
Dia 27/28-05-17
Valur / AHC Potaissa Turda - JMS Hurry-UP / Sporting

O Noticias

Nomeações – EHF – 2016 / 2017 – XXXIII

A EHF mais uma veze procedeu a nomeações para algumas das suas provas, tendo sido atribuído a Portugal, algumas nomeações.
Árbitros

Duarte Santos / Ricardo Vieira – Foram nomeados para dirigir o encontro do Grupo 1 da Qualificação 2, para o Euro 2018 Masculino, que se disputa entre a Hungria e a Dinamarca, na Hungria em 04-05-17.

Delegado

Manuel Conceição – Foi nomeado para o encontro do Grupo 7 da Qualificação 2, para o Euro 2018 Masculino, que se disputa entre a Bélgica e a Lituânia, na Bélgica em 03-05-17

Aos nomeados desejamos as maiores felicidades e sorte no desempenho das suas funções.

Nota – O Portal da FAP, já divulgou estas nomeações, procedendo como deveria proceder para todas as nomeações da EHF.

O Regras

quinta-feira, 27 de abril de 2017

PO20 e PO23 - Taças de Portugal Seniores 2016 / 2017 – XIII - Final Four - Sorteio

Conforme noticiado em tempo as Finais Four da Taça de Portugal (1/2 Finais e Final), quer em Masculino, quer em Femininos, serão disputada na Cidade de Fafe, nos dias 03 e 04-06-16, no pavilhão Multiusos de Fafe.

Felizmente que esta época se regressou ao processo de disputa das duas finais em simultâneo.

O Sorteio realizou-se hoje (27-04-17), no Cineteatro de Fafe em Fafe.

PO 20 – Taça de Portugal Seniores Masculinos
Recordamos apenas as equipas que estarão presentes na Final Four: FC Porto, Sporting, ABC, e AA Avanca (uma estreia).

Calendário

1/2 Final
Dia 03-06-17
AA Avanca – Sporting
FC Porto - ABC

O único comentário, que fazemos, é que se espera, sejam bons jogos, com uma 1/2 Final (FC Porto / ABC), com o regresso do ABC a uma prova que venceu em 2014 /2915, e a equipa estreante vai defrontar um dos favoritos da prova.

Final
Dia 03-06-17

PO 23 – Taça de Portugal Seniores Femininos
Recordamos apenas as equipas que estarão presentes na Final Four: Alavarium, Assomada (uma estreia), Colégio Gaia, e Madeira SAD.

Calendário

1/2 Final
Dia 03-06-17
Madeira SAD – Alavarium
Colégio Gaia - Assomada

Um único comentário, que se resume, a uma 1/2 Final entre duas das principais favoritas, e a equipa estreante que joga na 2.ª Divisão defronta outra das grandes favoritas a vencer a prova.

Final
Dia 04-06-17

De resto desejamos que ambas as provas decorram com grande desportivismos, e que não existam as situações vividas na última Final Four em Almada. E o CA proceda à nomeação das melhores duplas portuguesas para a prova, dignificando a modalidade e a arbitragem.

Ambos os sorteios puderam ser seguidos em directo através do Liveticker disponível no Portal da FAP.

Não foram definidas horas de disputa dos jogos, pois provavelmente estão dependentes da possível transmissão dos jogos (mera dedução). Actualizaremos o post, assim que existam informações sobre este tema.

Noticias

Competições Europeias 2016 / 2017 – XCV – Challenge CUP Masculina

O Sporting depois da vitória na 1.ª Mão das 1/2 Final da Prova, vai disputar o jogo da 2.ª Mão, no Pavilhão do Ginásio Sul.

CHALLENGE CUP MASCULINA
Resultados
1.ª Mão
Dia 22-04-17
JMS Hurry-UP (Holanda) 27 – 32 Sporting

Calendário
2.ª Mão
Dia 26-03-17
Sporting - JMS Hurry-UP (18H00) Sporting TV / Andebol TV

Horas Locais

Esperamos sinceramente que nesta 2.ª Mão a equipa portuguesa confirme o resultado da 1.ª Mão e seja um dos finalistas da prova. 

O Noticias

Sorteios – Época 2016 / 2017 - IX

A Federação anunciou através do seu Comunicado Oficial n.º 77 da época 2016 / 2017 em 26-04-17 (com alguma antecedência), as datas da realização de diversos sorteios, de algumas das principais provas Nacionais. Os sorteios são realizadas na FAP.

PO03 – CAMPEONATO NACIONAL SENIORES MASCULINOS 3.ª DIVISÃO – FASE FINAL
Sorteio dia 05-06-2017 pelas 17H00
Início da Prova dia 16-06-2017

PO.05 – CAMPEONATO NACIONAL JUNIORES MASCULINOS 2.ª DIVISÃO – FINAL
Sorteio dia 23-05-2017 pelas 17H00
Início em 04-06-2017

PO07 – CAMPEONATO NACIONAL JUVENIS MASCULINOS 2.ª DIVISÃO – FASE DE APURAMENTO E FASE FINAL
Sorteio dia 29-05-2017 pelas 17H00
Fase de Apuramento e Fase Final dias 08 a 11-06-2017

PO.08 – CAMPEONATO NACIONAL INICIADOS MASCULINOS – FASE DE APURAMENTO E FASE FINAL
Sorteio dia 08-05-2017 pelas 17H00
Fase de Apuramento dias 19 a 21-05-2017
Fase Final dias 01 a 04-06-2017

PO.11 – CAMPEONATO NACIONAL JUNIORES FEMININOS – FASE DE APURAMENTO E FASE FINAL
Sorteio dia 15-05-2017 pelas 17H00
Fase de Apuramento dias 26 e 28-05-2017
Fase Final dias 09 a 11-06-2017

PO.12 – CAMPEONATO NACIONAL JUVENIS FEMININOS – FASE DE APURAMENTO E FASE FINAL
Sorteio dia 08-05-2017 pelas 17H15
Fase de Apuramento dias 19 e 21-05-2017
Fase Final dias 02 a 04-06-2017

PO.13 – CAMPEONATO NACIONAL INICIADOS FEMININOS – FASE DE APURAMENTO E FASE FINAL
Sorteio dia 09-05-2017 pelas 17H00
Fase de Apuramento dias 26 e 28-05-2017
Fase Final dias 15 a 17-06-2017

O Noticias

quarta-feira, 26 de abril de 2017

Crónica Intermédia de Fim-de-semana – 26 – 2016 / 2017 – II

Crónica intermédia, desta prova, que se disputou, neste feriado, relativa à Fase Final Grupo A da PO02, com a realização da 5.ª Jornada desta Fase.

PO02 – Campeonato Nacional da 2.ª Divisão Seniores Masculinos.

Resultados
Fase Final Nacional Grupo A
5.ª Jornada
Dia 25-04-17
Xico Andebol 27 - 28 CDE Camões
GC Santo Tirso 25 - 26 Vitória FC
São Bernardo 21 - 21 AD Sanjoanense

Nesta 5.ª e última jornada da 1.ª volta da Fase Final que designa não só o Campeão Nacional da Divisão, mas determina igualmente quais as duas equipas, com direito a ascender á 1.ª Divisão Nacional, Mais uma vez foi caracterizada, por um forte equilíbrio, entre todas as equipas, com resultados surpreendentes (na nossa opinião). No entanto um dos encontros registou relatório de ocorrências disciplinares. Foi ainda a jornada o CDE Camões obteve a sua primeira vitória, nesta Fase da Prova, e onde no “confronto” Norte / Sul, desta vez as equipas do Sul venceram fora de portas, enquanto os apurados da Região Centro, empataram mais uma vez, pois já na 1.ª fase se tinha verificado uma igualdade, entre elas.

No Pavilhão Municipal de Santo Tirso, tivemos o GC Santo Tirso / Vitória FC (jogo com ocorrências disciplinares), que foi um encontro de grande e total equilíbrio, de tal forma forma que registamos só nos primeiros 30 minutos, 11 situações de igualdade, a última das quais a 12 golos, e onde as equipas, estiveram na frente do marcador por mais de um golo, apenas uma única vez, o GC Santo Tirso quando vencia por 11-9, e o Vitória FC, quando vencia por 14-12. Depois da igualdade a 12 golos a equipa do Vitória FC, passou para a frente do marcador que manteve até ao intervalo, onde chegou com marcador a assinalar, 15-14. Nos segundos 30 minutos que parece feito a fotocópia do primeiro tempo, o Vitória FC, soube defender a magríssima vantagem que tinha ao intervalo e assim venceu a equipa visitada pela diferença mínima. José Poças com 8 golos, e Pedro Machado com 5 golos, foram os melhores marcadores do GC Santo Tirso, por sua vez André Praxedes com 7 golos, e Francisco Fuzeta com 5 golos, foram os melhores marcadores do Vitória FC. Com esta vitória a equipa setubalense, passa a fazer parte de um trio que ocupa o 2.º lugar da tabela classificativa, todos com o mesmo número de pontos. No Encontro disputado no Pavilhão do São Bernardo, perante uma excelente assistência, tivemos o duelo entre equipas da mesma Região, e que tinham sido as duas apuradas da Zona Centro, o São Bernardo / AD Sanjoanense, que foi um jogo de grande equilíbrio durante os 60 minutos, onde tal como o anterior as situações de igualdade se sucederam, entre dois dos principais candidatos, não só à subida de divisão como ao Titulo Nacional, de tal forma que o intervalo chegou com o marcador a assinalar uma igualdade a 9 golos. No segundo tempo o ritmo de jogo manteve-se com ambas as equipas a quererem vencer o jogo, mas estavam de tal forma “encaixadas”, que no último minuto o resultado era uma igualdade a 20 golos, quando a AD Sanjoanense fez o 21-20, para o São Bernardo igualar o resultado e logo de seguida o jogo terminar. Com este resultado o São Bernardo continua isolado no comando da classificação da Fase Final. No São Bernardo Leandro Rodrigues com 7 golos, foi o melhor marcador da equipa do São Bernardo, enquanto na AD Sanjoanense, Ricardo Pinho com o mesmo número golos foi o seu melhor marcador, e com a equipa da AD Sanjoanenses, esta incluída no trio que ocupa o 2.º lugar, da Classificação. No Pavilhão do F. Holanda, bem composto de público, realizou-se o Xico Andebol / CDE Camões, que foi o encontro cujo resultado final, foi aquele que maior surpresa causou, entre os adeptos. Foi um encontro de equilíbrios, mas onde a equipa visitada esteve mais vezes no comandou o marcador, chegando ainda no primeiro tempo a estar na frente do marcador com 4 golos de vantagem (13-9), para chegar ao intervalo ainda na frente por 13-10. No segundo tempo, registou-se uma excelente reacção da equipa do Xico Andebol, que iguala o marcador a 18 golos, para passado pouco tempo o CDE Camões voltar ao comando do marcador por 21-20, a pouco tempo do final do encontro nova igualdade, desta vez a 27 golos, o a equipa visitante a marcar o golo da vitória nos momentos finais do encontro. E Assim enquanto o CDE Camões registou a sua primeira vitória, nesta Fase Final, e o Xico Andebol mantêm-se no segundo lugar agora com companhia. No Xico Andebol, Cláudio Mota com 8 golos, e Cesar Gonçalves com 7 golos, foram os seus melhores marcadores. No CDE Camões João Oliveira com 8 golos, e Ricardo Queirós com 7 golos, foram os melhores marcadores da equipa.

Após a 5.ª Jornada a Classificação ficou assim estabelecida: - 1.º São Bernardo (13 pontos), 2.º Xico Andebol, AD Sanjoanense, e Vitória FC (10 pontos), 5.º GC Santo Tirso (9 pontos), 6.º CDE Camões (8 pontos).

Nota – Continuamos a referir que “Não ficaria mal á Federação, efetuar algumas transmissões através da Andebol TV.”

O Banhadas Andebol

PO03 – Crónica de Fim-de-semana – 07 – 2016 / 2017

Nova e breve crónica da PO03, referente á 2.ª Fase desta prova nacional não fixa, sendo nesta fase disputada em duas zonas com 8 (oito) equipas cada.

PO03 – Campeonato nacional da 3.ª Divisão Seniores Masculinos

INFORMAÇÃO - Esta prova sofreu uma forte alteração regulamentar que comunicada através do Comunicado Oficial n.º 24 com rectificação em 06-09-16, onde se indica que ascendem à Segunda Divisão Nacional, os três primeiros de classificados em cada Zona. Continuando a existir qualquer informação sobre a participação da equipa representativa dos Açores.

2.ª Fase

Zona 2 - 7.ª Jornada ok
Dia 22-04-17
Lagoa AC 30 - 27 SIR 1.º Maio
CD Mafra 21 - 26 Oriental Lisboa
Ginásio Sul 26 - 19 Samora Correia
AA Almeirim 18 - 36 CF Sassoeiros

Jornada de encerramento da 1.ª volta desta Fase da prova, e com resultados que causaram alguma surpresa (Na nossa opinião), e onde 50% dos jogos disputados tiveram ocorrências disciplinares registadas. Um dos resultados mais surpreendentes nesta jornada, foi a derrota do SIR 1.º Maio, diante a equipa algarvia do Lagoa AC, (jogo com ocorrências disciplinares), e one ao intervalo a equipa da Marinha Grande vencia por 12-10, acabando por perder o encontro no segundo tempo. Com esta derrota, perdeu o comando da zona, descendo para o 2.º lugar da tabela classificativa. Outro resultado que nos surpreendeu pelos números envolvidos, registou-se no Ginásio Sul / Samora Correia, com a vitória do Ginásio Sul, que ao intervalo já vencia por 14-8, consolidando a sua vitória no segundo período do jogo, e com a mesma entrando nitidamente na “luta” no mínimo por um dos 3 primeiros lugares da zona. Em Mafra num encontro (CD Mafra / Oriental Lisboa) (jogo com ocorrências disciplinares) onde o equilíbrio nos primeiros 30 minutos foi de tal forma evidente que ao intervalo, o marcador assinalava uma igualdade a 11 golos, terminou com a vitória do Oriental Lisboa com números que poderão induzir em erro quem os lê a frio, pois não foram assim tão grandes as facilidades. Com esta vitória o Oriental Lisboa sobe ao terceiro lugar de parceria com o Samora correia sendo uma das duas equipas que apenas regista uma derrota até este momento. Por fim tivemos o AA Almeirim / CF Sassoeiros, que registou o resultado mais desnivelado da zona, e onde mais uma vez a equipa do AA Almeirim se apresenta com um diminuto número de jogadores inscritos no Boletim de Jogo (9), o CF Sassoeiros que não sentiu qualquer dificuldade neste encontro, já vencia ao intervalo por 13-9, consolidando a sua vitória no segundo tempo. Com esta vitória a equipa de Sassoeiros assumiu isolado o comando da zona,

Classificação da Zona, até ao momento – 1.º CF Sassoeiros (18 pontos), 2.º SIR 1.º Maio (17 pontos), 3.º Oriental Lisboa, e Samora Correia (16 pontos), 5.º Ginásio Sul (14 pontos), 6.º CD Mafra, e Lagoa AC (11 pontos), 8.º AA Almeirim (9 pontos).

Zona 1 – 7.ª Jornada
Dia 22-04-17
Académico FC 38 - 22 AA Coimbra
CDC Santana 26 - 27 Alavarium
CA Póvoa Varzim 32 - 26 CD Feirense
Póvoa Lanhoso 22 - 30 CP Natação

Equilíbrio nesta Zona, cada vez mais evidente, onde após a disputa desta jornada (7.ª), continuando apenas a existir uma equipa que apenas regista uma vitória, o CD Feirense, e tal como na Zona 2, já não existem equipas sem derrotas, a confirmação deste equilíbrio está nos resultados ocorridos. Com praticamente as equipas derrotadas na jornada anterior a serem as mesmas com excepção da AA Coimbra, que ao perder, “largou” o trio que o comandava a Zona. Nesta jornada já tivemos um encontro com o registo de ocorrências disciplinar, neste encontro onde se registaram 4 desqualificações directas, existe a curiosidade de um dos elementos que é referido na disciplina é um dos Oficiais de Mesa. Começamos pelo encontro Póvoa Lanhoso / CD Natação (jogo com ocorrências disciplinares), onde o CP Natação comandou praticamente o marcador durante todo o tempo de jogo, tendo atingido o intervalo já a vencer por 16-6, o que lhe permitiu realizar um segundo tempo de contenção e controlo do jogo, com este resultado a equipa vencedora, manteve-se no primeiro lugar a par do Académico FC, que venceu também de forma clara e inequívoca a AA Coimbra, no resultado mais dilatado da jornada, e que ao intervalo já era de 19-13, a favor da equipa do Lima, que acentuou a diferença no segundo tempo, quando a condição física dos estudantes começou a faltar, e assim enquanto os vencedores se mantiveram no 1.º lugar da tabela classificativa, os vencidos desceram para o terceiro lugar de parceria com a equipa do Alavarium, que por sua vez venceu o CDC Santana, num jogos mais equilibrados da jornada, onde a vitória foi apenas pela diferença mínima, com o resultado ao intervalo a ser uma igualdade a 14 golos, o que reflete o equilíbrio ocorrido durante os 60 minutos de jogo. Terminamos com o jogo CA Póvoa Varzim / CD Feirense, que registou o regresso ás vitórias do CA Póvoa Varzim, que ao intervalo vencia por apenas um golo de diferença (16-15), consolidando a sua vitória apenas no segundo tempo. Assim o CD Feirense termina a 1.ª volta desta zona, com apenas uma vitória no seu registo.

Classificação da Zona, até ao momento – 1.º Académico FC, e CP Natação (17 pontos), 3.º AA Coimbra, e Alavarium (15 pontos), 5.º CA Póvoa Varzim (14 pontos), 6.º Póvoa Lanhoso, e CDC Santana (12 pontos), 8.º CD Feirense (10 pontos).

O Noticias

VII Mundial Juvenil Masculino (Sub-19) – 2017 - II

MUNDIAL DE SUB-19 MASCULINO
2017
APURAMENTO PAN-AMERICANO
ARGENTINA CAMPEÃ

Mundial onde Portugal estará representado, direito adquirido no último Europeu de Sub-18, onde se classificou em 10.º lugar.

Disputou-se em Santiago do Chile (Chile) o Campeonato Juvenil Pan Americano, (que sofreu algumas modificações na sua forma de disputa), que decorreu de 11 a 22 Abril de 2017, conforme estava previsto, com a participação de 11 Países.

Classificação
(*) Apurados para o Mundial

O Mundial será disputado com 24 equipas na Geórgia de 7 a 20 de Agosto de 2017.

Organizador – Geórgia
Apurados pela Europa (11) – França (*), Croácia, Alemanha, Eslovénia, Dinamarca, Espanha, Islândia, Sérvia, Suécia, Portugal, e Rússia.
Repescado (Substitui a Oceânia) (1) – Noruega (**)
Apurados Pan-Americanos (5) – Argentina, Brasil, Chile, Venezuela, e México.
Apurados pela Ásia (3) – Bahrain, Japão e Coreia do Sul.
Apurados pela África (3) – Tunísia, Egito, e Argélia.

(*) - Campeã em Titulo
(**) – Segundo informação da IHF e da EHF, face à não participação da Oceânia, foi atribuído à Noruega o seu lugar.  

O Sorteio da Fase Final, será realizado em Maio de 2017, a IHF ainda não definiu o dia.

O Formador

Crónica Intermédia de Fim-de-semana – 58 – 2016 / 2017 – I

Crónica intermédia de fim-de-semana, dedicada apenas a jornada do Grupo B da PO01 que se disputou, neste feriado.

PO01 – Campeonato Nacional da 1.ª Divisão Seniores Masculinos.

Fase Final Nacional – Grupo “B”
3.ª Jornada
Dia 06-05-17
São Mamede - Arsenal (21H00)
6.ª Jornada
Dia 25-04-17
SC Horta - Belenenses (Adiado)
São Mamede 22 – 25 AC Fafe
Arsenal 32 – 36 Boa Hora
AA Avanca 35 – 18 Ismai

Nesta Grupo, disputou-se uma jornada intermédia neste dia feriado, provavelmente de forma a certar o calendário como o Grupo A, e com um jogo adiado, à última da hora, por informação da FAP, sem indicação do motivo nem da nova data, assim tivemos a 6.ª jornada incompleta, continuando a existir ainda um encontro em atraso, mas relativo à 3.ª jornada. Não nos cansamos de referir que consideramos que nesta fase da prova, todo e qualquer adiamento, poderá ou não ter consequências ao nível desportivo. Nesta jornada, felizmente nos jogos disputados não se registaram ocorrências disciplinares, facto que destacamos, pela positiva. Deveremos ainda referir, não se compreende o motivo por que no segundo período de jogo no Flavio Sá Leite, não existiu estatística.E Boletins de jogo na PO01, incompletos.

AA Avanca 35 – 18 Ismai

Jogo disputado no pavilhão Adelino Costa, com menos assistência do que se esperaria, e que teve praticamente um sentido único, pois a AA Avanca comandou o jogo e o marcador durante os 60 minutos, com o seu técnico a ter oportunidade de fazer diversas alterações tácticas durante o jogo, bem como uma completa gestão do plantel. Por sua vez o Ismai que se apresentou sem Angel Zulueta, parecia uma equipa, a quem a permanência já estava garantida, e foi uma equipa displicente e determinados momentos mais parecia que jogo acabasse depressa do que jogá-lo com um mínimo de qualidade, e na nossa opinião apenas teve um jogador que “remou” contra a passividade dos colegas, que foi o Hugo Glória (1 golos, 50% de eficácia), apesar da baixos números apresentados mas foi na nossa opinião o único a tentar levar a equipa para caminhos mais positivos, sendo em alguns momentos bem acompanhado pelo jovem Diogo Silva (4 golos, 40% de eficácia), por sua vez na AA Avanca o seu guarda-redes Luís Silva (55% de eficácia), com Alejandro Carreras no mesmo posto a chegar aos 44% de eficácia), esteve em grande plano e a própria equipa fez da rapidez de execução a sua principal arma, verificando-se nitidamente que existe uma nítida intenção de preparar a equipa para a Final Four da Taça de Portugal. Aos 11 minutos de jogo vencia por 8-6, fazendo um parcial um parcial de 7-0, e cerca dos 20 minutos vencia por 15-6, e resolveu em definitivo o encontro, chegando ao intervalo com um diferencial de 12 golos (21-9). Na equipa do Ismai, as diversas mudanças de guarda-redes pouco efeito produziram e apenas João Valente (43% de eficácia) no pouco tempo que esteve no porto esteve mais presente, mas não o suficiente para a sua equipa melhor qualitativamente o seu jogo, enquanto na AA Avanca, José Gomes (7 golos, 78% de eficácia) e João Carvalho (5 golos, 71% de eficácia), com Miguel Batista, a também estar bem (5 golos, 100% de eficácia) estiveram sempre muito bem, sendo o seu elemento mais fraco (na nossa opinião) Jenilson Monteiro (2 golos, 33% de eficácia), pois até Pedro Pires (3 golos, 100% de eficácia) nos 6 metros esteve muito bem durante os períodos que jogou. E com um resultado que em determinados momentos se chegou a penar que podia ser catastrófico para a equipa do Ismai, que entretanto rodou o seu plantel, demasiadas vezes, pois chegou a ter 19 golos de diferença (33-14) quando estavam decorridos cerca de 50 minutos de jogo, conseguindo atenuar depois um pouco essa diferença, pouco mais à que dizer. Jogo dirigido e bem pela dupla IHF de leiria constituída por Eurico Nicolau e Ivan Caçador, com o seu trabalho bem facilitado pelo comportamento de todos os intervenientes.

No Pavilhão Eduardo Soares, muito bem composto, disputou-se o São Mamede / AC Fafe, que foi um jogo emotivo de grande equilíbrio, em especial até aos 23 minutos, quando se registava uma igualdade a 10 golos, com a equipa minhota a passar para a frente do marcador e a chegar ao intervalo a vencer por 12-11. No segundo tempo reacção inicial da equipa de São Mamede, que iguala aos 37 minutos de jogo a 14 golos, para, o AC Fafe passar em definitivo para a frente do marcador nesta altura, situação que nunca mais largou. Chegando por diversas vezes a ter 4 golos de diferença a seu favor, como por exemplo aos 46 minutos, quando vencia por 19-15, e aos 57 minutos quando vencia por 23-19. Foi a equipa que melhor soube aproveitar as superioridades numéricas de que dispôs, e com esta vitória ganha novo alento em termos de manutenção. Na equipa de São Mamede, Vasco Marques (100% de eficácia) e Miguel Vieira (63% de eficácia) com 5 golos cada foram os seus melhores marcadores, por sua vez Vasco Santos com 8 golos (73% de eficácia), e João Fernandes com 6 golos (100% de eficácia) foram os melhores marcadores do AC Fafe, de referir ainda a eficácia de Miguel Marinho na baliza do AC Fafe com 36% de eficácia, contra os 29% de eficácia de Rui Pereira na baliza do São Mamede.

No Flavio Sá Leite disputava-se um dos mais importantes (na nossa opinião), encontros da jornada deste grupo, o Arsenal / Boa Hora, pois uma das equipas poderia em caso de vitória encara o resto da disputa do Grupo com mais tranquilidade e com a manutenção quase garantida. A Equipa do Boa Hora começo bem o encontro e cerca dor 8 minutos vencia por 5-1, para permitir uma excelente reacção dos bracarenses que igualaram a 8 golos aos 16 minutos e voltaram a igualar desta vez a 11 golos cerca dos 24 minutos, e com um parcial de 4-0 passam para 14-11 a seu favor visto que obtiveram o seu 11.º golo no mento da igualdade, e chegaram ter uma vantagem de 4 golos, quando estavam decorridos cerca de 28 minutos (16-12), para o intervalo chegar com o resultado em 16-12 a favor do Arsenal. De referir que os bracarenses souberam sempre aproveitar as superioridades numéricas, e ainda conseguiram marcar golos quando á passagem do minuto 23 estavam a jogar com apenas 4 jogadores de campo. No segundo tempo forte reacção da equipa do Boa Hora que iguala o marcador a 22 golos, para posteriormente passar para a frente do marcador a 23-22, cerca dos 38 minutos, situação que não mais deixaram, chegando a ter por diversas vezes 5 golos de vantagem (30-25, 31-26, e 36-31, por exemplo), para terminarem por vencer com um diferencial de 4 golos. João Santos e André Caldas com 7 golos, cada, e o jovem Oleksandr Nekrushets com 5 golos, foram os melhores marcadores do Arsenal, No Boa Hora, Ricardo Barrão e Pedro Pinto, ambos igualmente com 7 golos, e o experiente Luís Nunes com 6 golos, foram os melhores marcadores do Boa Hora.

A Classificação Fase Final Grupo “B” - 1.º AA Avanca (45 pontos), 2.º Boa Hora (38 pontos), 3.º Ismai (37 Pontos), 4.º AC Fafe (34 pontos), 5.º Belenenses (32 pontos, -1 jogo), 6.º SC Horta (26 pontos, -1 jogo), 7.º Arsenal (25 pontos, -1 jogo), 8.º São Mamede (23 pontos, -1 jogo). 

O Banhadas Andebol