gal vence

Fim de Semana com as Super Taças - Vamos encher os Pavilhões - mas com dignidade a Modalidade merece
Calendário e Resultados na Barra Direita

quinta-feira, 6 de abril de 2017

Crónica Intermédia de Fim-de-semana – 52 – 2016 / 2017 – I

Crónica intermédia de fim-de-semana dedicada aos dois jogos da PO01, que se disputaram em 05-04-17, relativos à 2.ª Jornada da Fase Final Grupo A, que se encontravam em atraso.

PO01 – Campeonato Nacional da 1.ª Divisão Seniores Masculinos.

Fase Final Nacional – Grupo “A”
2.ª Jornada
Dia 05-04-17
ABC 30 – 28 FC Porto
Madeira SAD 31 – 34 Benfica SD

Nestes encontros voltamos a ter a grande novidade da época, que é a troca da ordem dos jogos (Pavilhões) sem que se entenda muito bem a sua razão, nestes encontros tal facto verificou-se no Madeira SAD / Benfica, que foi disputado na Luz, diga-se que esta jornada foca assinalada, pelo aspecto negativo, de o entro na Luz, não ter estatística, não se sabendo porquê. Em termos de Grupo A, apenas um encontro teve ocorrências disciplinares registadas.

Madeira SAD 31 – 34 Benfica

Jogo disputado no pavilhão da Luz, e não no Funchal como se poderia entender, mas já falamos sobre o assunto, o público presente era em número “mínimo” para um jogo desta natureza, na equipa do Benfica de notar a ausência de Ales Silva e de Nikola Mitrevski, ambos por lesão. As equipas apresentaram-se demasiado desinibidas em especial nos primeiros 30 minutos, onde foi privilegiado o ataque em detrimento das defesas, de tal forma que os golos sucediam-se ora para um lado ora para o outro, de tal forma que o intervalo surgiu com o Benfica na frente do marcador por 19-17, destacando neste período, o bom jogo de Belone Moreira (7 golos) ao ataque, onde demonstrou estar cheio de confiança, e Elledy Semedo (6 golos) que foi decisivo nos minutos finais do primeiro tempo, onde os guarda-redes Luís Carvalho e Hugo Figueira estiveram em bom plano, diga-se durante os 60 minutos. No Madeira SAD, Nuno Silva (7 golos), a jogar fazer jogar e até a marcar, esteve bem não só nos primeiros 30 minutos como no segundo tempo, enquanto Fábio Magalhães (7 golos), esteve no melhor e no pior, ao ser o melhor marcador da sua equipa mas com uma nítida quebra de produção no segundo tempo onde cometeu diversas falhas técnicas e foi por vezes precipitado no remate, por seu turno Bruno Moreira (5 golos) esteve bem a movimentar-se na linha dos seis metros. O Resultado registou diversas igualdades, no primeiro tempo a última, verificou-se aos 15 golos cerca dos 26 minutos de jogo. No segundo tempo que decorreu com o Benfica quase sempre no comendo, chegando à diferença máxima que se registou em todo o encontro (3 golos), mas com os madeirense sempre a reagis pela positiva, e conseguem a sua última igualdade aos 51 minutos a 27 golos, de referir que neste período de jogo a equipa do Madeira SAD, foi mais agressiva em termos defensivos, criando por vezes algumas dificuldades ao ataque do Benfica, e chegou a jogar nos últimos minutos do encontro com 7 jogadores ao ataque. No Benfica Tiago Pereira (5 golos) foi determinante nos momentos finais do encontro, cotando-se em nossa opinião como um dos melhores em campo. Jogo dirigido pela dupla de arbitragem de Lisboa constituída por António Trina / Tiago Monteiro, que num jogo facílimo de apitar, não podem sancionar golos, em plena violação da área, e devem ser mais equilibrados na aplicação da sanção progressiva, de resto sem problemas.

ABC 30 – 28 FC Porto

Jogo disputado no Pavilhão Flavio Sá Leite, que se encontrava com uma excelente moldura humana, incluindo uma forte claque de apoiantes do FC Porto, que apoiaram as suas equipas durante os 60 minutos, o deu uma cerca alegria e dinamização ao jogo. Assinale-se que esta foi a primeira derrota do FC Porto a nível Nacional, e foi igualmente a primeira vitoriado ABC, no campeonato sobre o FC Porto, e precisamente todos os jogos terminaram pelo mesmo diferencial (2 golos). Jogo bem disputado em alguns momentos, pois os alguns dos seus praticantes são de excelência, mas com momentos de total falta de concentração e insipido, em especial na organização atacante. O ABC nos primeiros 30 minutos foi de uma total precipitação na sua organização atacante, enquanto por seu lado o FC Porto soube aproveitar e bem neste período as superioridades numéricas de que dispôs. O Homem do jogo, na nossa opinião foi Humberto Gomes (32% de eficácia), que fez uma exibição para recordar, com defesas nos momentos decisivos do encontro, durante os primeiros 30 minutos o FC Porto, comandou praticamente o jogo e o marcador, com escassas interferências do ABC no marcador, tendo passando pelo comando do mesmo cerca de 2 minutos (entre os 13 e os 15, quando o marcador chegou a assinalar 8-6, a seu favor), do mesmo modo o FC Porto que chegou a comandar por 3 golos de diferença como por exemplo aos 24 minutos quando vencia por 11-8, chegando ao intervalo a vencer por 15-13. Um dos momentos chave do jogo (na nossa opinião) deu-se aos cerca dos 32 minutos de jogo com a desqualificação directa de Alexis Borges (jogo com ocorrências disciplinares), quando o ABC que entrou no segundo tempo com outra disposição e outra concentração, fazendo um parcial de 5-o em cerca de 4 minutos colocando o resultado em 18-15 a seu favor, obrigando o técnico do FC Porto a utilizar um dos Time-Out de que dispõe para chamar a atenção da sua equipa que de imediato reagiu e volta a igualar o marcador agora a 18 golos aos 37 minutos, de jogo, com o ABC a altera o seu sistema defensivo e a voltar ao comando do marcador a partir dos cerca de 9 minutos (20-19), com boa actuação de Pedro Spínola (4 golos, 57% de eficácia), e de Hugo Rocha (7 golos, 70% de eficácia, eficaz na marcação dos 7 metros 6 em 8), Carlos Martins (5 golos, 100% de eficácia) foi decisivo na melhor entrada em jogo do ABC, que chegou aos 5 golos de diferença aos 53 minutos quando vencia por 29-24, mas Spelic (5 golos,83% de eficácia), um dos melhores elementos da sua equipa, juntamente com José Carrillo (3 golos, 75% de eficácia, um deles o primeiro de antologia, pois foi de uma oportunidade extraordinária. Dos guarda-redes utilizados pelo FC Porto, que tiveram eficácias muito aproximadas, Alfredo Quintana (23%) e Hugo Laurentino (22%), não estiveram nos seus dias. Neste encontro nunca poremos esquecer nem Pedro Seabra Marques (4 golos, 70% de eficácia), nem Miguel Martins (2 golos, 100% de eficácia), que realizaram igualmente excelentes prestações técnicas. Dirigiu o encontro a dupla EHF de Leiria constituída por Daniel Martins e Roberto Martins, que apesar dos comentários acintosos e desagradáveis dos comentadores do Canal Porto, tiveram na nossa opinião uma tarefa difícil, pois o entusiasmo colocado em jogo pelas duas equipas foi enorme, poderiam ter havido mais algumas exclusões, pois no resto dos parâmetros de observação tiveram decisões acertadas, oxalá todas as arbitragens nesta fase fossem assim.

A Classificação Fase Final Grupo “A” - 1.º FC Porto (43 pontos), 2.º Sporting 42 pontos), 3.º ABC (38 Pontos, +1 jogo), 4.º Benfica (37 pontos), 5.º Madeira SAD (34 pontos, + 1 jogo), 6.º Águas Santas (32 pontos).

O Banhadas Andebol

25 comentários:

Anónimo disse...

"Oxalá todas as arbitragens fossem assim"

LOL

Madureira disse...

Muito bom o vosso artigo sobre o jogo! Depois de uma arbitragem vergonhosa, repito vergonhosa, vocês ainda elogiam esta dupla! Enfim, pobre país que assim vai!

Vejam os primeiros 15 min da 2ª parte para verem a qualidade da arbitragem...

Anónimo disse...

ABC-28 PORTO26
Excelente jogo do ABC aproveitar-se de alguma quebra física do Porto devido as viagens e jogo internacional na Alemanha..
Este resultado remontou de novo campeonato porque aproxima o Sporting que vai ter um jogo importante no próximo sábado no Dragão Caixa.
O ABC não esta fora da luta pelo titulo mas terá que ter um fase final brilhante como foi o jogo de ontem e sem lesões.
Arbitragem da Dupla Internacional Daniel Martins e Roberto Martins de grande qualidade e decisões assertivas. na Regras do jogo, Falta Atacante e lei da vantagem.
Num jogo nada fácil de analisar e decidir nos Duelos 1x1 ou 2x2 nas duas defesas, sempre tiveram atenção.
Ambiente desportivo no pavilhão de ambas as claques.
António Dias

Cândida Mota disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Anónimo disse...

ABC-Porto
Acho que a diferença esteve nas balizas: Humberto com excelente exibição, Quintana e Laurentino menos bem.
Alexis não pode agredir os colegas de profissão - bem expulso.
Moreira já era - não corre e está-se a transformar em piscineiro.
Ricardo Costa, no fim do jogo foi junto dos manos Martins desejar-lhes boa Páscoa - deve ser isso que diz o relatório. Gesto bonito...

Anónimo disse...

Alguem sabe o que se passou no Belenenses /Sao Mamede no sabado passado , parece que a equipa do Sao Mamede depois de ser provocada pela claque do Belenenses abadenou o campo e envolveu se em cenas de pugilismo na bancada para defender um atleta que tinha levado vermelho provcado pelo jogador do Belenenses Pinho que tb levou vermelho mais uma vez.
Segundo se consta ainda faltava 5 minutos para acabar o jogo , faço aqui a pergunta como e possivel o jogo ter chegado ao fim , ca para mim nem relatorio dos arbitros e do delegado vai haver.
pois esta claque do belenenses ja arranjou problemas com Avanca,Ismai,Boa-hora e agora Sao Mamede e a federaçao nao faz nada a nao ser passar umas multas que toda a gente sabe que o belenenses nunca paga

Anónimo disse...

Excelente jogo, excelente moldura e ambiente, grande propaganda para a modalidade.
Sinal mais para os apoiantes e adeptos de ambos os clubes. Assim é lindo...
Vitória justíssima do ABC, alicerçada numa boa exibição do seu GR, numa atuação segura,inteligente e de comando do seu central Seabra e...uma vez mais, numa lição tática de Resende. Neste contexto não admiram as eventuais saídas...
Alexis Borges uma vez mais para a rua com vermelho direto. para quando o resultado disciplinar destas reiteradas ações?
Comentários deploráveis dos comentadores da Porto Canal...Surreal!
Arbitragem em muito bom plano sem interferência no resultado e com personalidade.

SCP a depender de si próprio para poder ser campeão?

Anónimo disse...

Que gozo deve ter dado esta vitória aos responsaveis do ABC.... Devem ter dedicado este triunfo ao execrável Prof. José Magalhães, pessoa que não olha a meios para atingir os fins. E é pena que um clube com a dimensão do FC Porto dê guarida a uma pessoa sem escrúpulos. Um personagem venenoso. Há meses que anda atras do André Gomes, sabendo que ele tem contrato por vários anos assinado com o ABC. Mais recentemente, contactou o Diogo Branquinho. Valeu-lhe a pena... não lhe chega ter mais de meia dúzia de jogadores estrangeiros e ainda quer secar tudo o que mexe à sua volta. Sempre com aquela postura de quem tem o rei na barriga. Perdeu o jogo e corre o risco de perder o campeonato. Uma vergonha! E ainda há quem, na FAP, lhe dê uma grande atenção e proteção, não é Senhor Augusto Silva?

Anónimo disse...

Os comentadores do Porto Canal são uma vergonha. Não sei como as pessoas de Braga ainda os deixam entrar no pavilhão. E como é que os diretores do ABC permitem as transmissões por esse canal. O Senhor Manuel Mendes não tem a noção do que é o andebol, nunca deve ter lido um livro de regras... o Senhor Paulo Castro afina pelo mesmo diapasão. Quanto à menina que anda cá em baixo, tipo barata tonta, não tem a noção do ridículo. Até se pode entender que um canal ligado a um clube tenha uma costela que o leva a ser mais generoso com o seu clube. Mas tem de fazê-lo com categoria, com elevação. Qualidades que faltam a este trio. Durante toda a primeira parte os árbitros foram impecáveis. Na segunda, e segundo aquelas aves raras, regressaram do balneário com umas atitudes inexplicáveis. Inexplicável, meus caros, foram aqueles 6-0.,. Já experimentaram fazer as transmissões dispensando esse trio? Era capaz de ser mais agradável. E, de certeza, ganhavam nas audiências. Ponham os olhos - e os ouvidos - nas transmissões de futebol da BTV. Alguma vez ouviram o Hélder Conduto fazer o papel de tonto que vocês fazem? Ganhem vergonha e juízo...

Anónimo disse...

Os comentadores do Porto Canal são uma vergonha. Não sei como as pessoas de Braga ainda os deixam entrar no pavilhão. E como é que os diretores do ABC permitem as transmissões por esse canal. O Senhor Manuel Mendes não tem a noção do que é o andebol, nunca deve ter lido um livro de regras... o Senhor Paulo Castro afina pelo mesmo diapasão. Quanto à menina que anda cá em baixo, tipo barata tonta, não tem a noção do ridículo. Até se pode entender que um canal ligado a um clube tenha uma costela que o leva a ser mais generoso com o seu clube. Mas tem de fazê-lo com categoria, com elevação. Qualidades que faltam a este trio. Durante toda a primeira parte os árbitros foram impecáveis. Na segunda, e segundo aquelas aves raras, regressaram do balneário com umas atitudes inexplicáveis. Inexplicável, meus caros, foram aqueles 6-0.,. Já experimentaram fazer as transmissões dispensando esse trio? Era capaz de ser mais agradável. E, de certeza, ganhavam nas audiências. Ponham os olhos - e os ouvidos - nas transmissões de futebol da BTV. Alguma vez ouviram o Hélder Conduto fazer o papel de tonto que vocês fazem? Ganhem vergonha e juízo...

Anónimo disse...

Porque será que não falam da arbitragem da final do ano passado, os srs do canal do porto, ou será que estão esquecidos.

anonymous disse...

Dupla internacional? Os Martins? Desde quando? Onde estão as insígnias?

Anónimo disse...

6 de abril de 2017 às 08:11

É bonito a famíliar CM defender o treinador Ricardo Costa, mas isso não quer dizer que tenha razão!.
O Costa é o melhor treinador de sempre no Andebol portista, esperem pelo final da época.
Volta OBRADOVIC

nota: o Alex que levou vermelho directo vai fazer falta no próximo jogo com o Sporting no Dragão.Pode ser que o o vice.Pres. Augusto Silva passe para a semana seguinte o castigo!

Anónimo disse...

a esta hora já está em Lisboa o responsável do Porto, apara depois ter boleia para cima do companheiro da federação que todos sabemos quem é boa viagem

Anónimo disse...

Grande jogo do ABC perante um bom adversário.

Os adeptos do ABC e a claque do FCP apoiaram sempre as suas equipas sem precisarem de entrar em confrontos. A registar com agrado!

Não percebi o que esteve a fazer a Sra. Vereadora do Desporto da CMB, no "palanque", sempre com cara de enfado... Talvez estivesse mal instalada, como aliás todos os bracarenses que "teimam" em ir ao Andebol. Só desejo que tenha tido necessidade de ir ao WC para ver o que as suas conterrâneas que gostam de Andebol sofrem...
Não precisava de estar presente. A "malta" do ABC dispensa bem os seus incómodos...

O Porto Canal não merece comentadores e repórteres tão maus... À atenção do Sr. Júlio Magalhães.

O treinador do FCP é realmente patético. Só igualado pelo Ricardo Moreira...

Fiquei contente porque o ABC, podendo não ser campeão, está vivo!

Anónimo disse...

Madeira Sad x Benfica ou Benfica x Madeira Sad, como se quiser.
Jogo desinteressante onde apenas alguns jogadores pareciam acordados/interessados.
Arbitragem bem ao nível da dupla Trinca-Monteiro: medíocre.

Anónimo disse...

caro Anónimo de 6 de abril de 2017 às 09:40
Então Vossemecê, procura se alguém sabe o que se passou no Belenenses- São Mamede, deduzo porque não esteve lá e de seguida, vomita ódio, escarno e mal dizer.
sem lá ter estado.
Enfim... as aves raras do costume.
Cumprtos.

Anónimo disse...

VERGONHA é a palavra correta para o que se passou UMA VEZ MAIS em Braga . Foi assim com o Benfica o ano passado, repetiu-se agora com o Porto. Não é permitido a ninguém em Portugal a defender daquela forma. Faltas técnicas do Porto, sim algumas ,mas não há mau passe e má receção quando o defesa já está a agarrar. O que se passou na 2ª parte merece ser gravado e guardado como documento de aprendizagem sobre o que não se pode fazer no processo defensivo. A desqualificação do Cubano é ridícula, basta ver os dois defesas a puxarem por todo o lado sem qualquer punição. O Seabra é excluído na 1ª parte pela mesma razão que fez toda a 2ª parte sem qualquer punição, O Martins passou toda o tempo a ser empurrado ,puxado, mas nada. O critério dos L7 e FA é hilariante, de um lado sempre L7, do outro L9.
Depois há a má preparação de um clube como o Porto que deveria saber que o ABC em casa joga assim e quando deixam é um caso sério, quando não deixam perdem com o Aguas Santas. Ricardo não tem mãos para aquele Ferrari e a prova disso é por a jogar um rapaz chamado Ricardo Moreira, só por brincadeira. Também se percebeu que o ABC tem algo escondido que faz aumentar a motivação nos jogos com o Porto, não foia assim recentemente com o Sporting. Será que o Spínola festeja sempre daquela forma? Ricardo Pesqueira e Hugo Rocha bateram em tudo o que mexe, contestam decisões, simulam falta (apenas 1 exclusão 2 amarelos) ,o cubano é que não pode bater porque é moda desqualificá-lo. Aquele banco do ABC pode fazer tudo que os Delegados ficam muito pequeninos quando ali trabalham.
No fim de tudo isto percebemos há muito que o Porto não pode ser campeão e vale tudo para o conseguir. Parabéns Sporting. Parabéns Portugal temos o andebol que merecemos.

Anónimo disse...

Senhores do andebol nacional, vejam o que se passou na 2ª parte do jogo ABC- Porto e verifiquem a atuação dos jogadores e da equipa de arbitragem.
Se aquilo que vimos é andebol, vou dizer aos meus jovens atletas para escolherem outra modalidade.

Anónimo disse...

6 de abril de 2017 às 15:00
concordo com o comentário sobre alteração da jornada como aconteceu na 1ª Fase e foram muitas, não vale a pena haver sorteio nem ordem das jornadas. joga-se e no final fizeram todos 10 jogos!!!!!
Na FASE FINAL GRUPO "A" de novo trocarem a ordem dos factores, RIDÍCULO! E A MADEIRA O FAZ COM INTENÇÃO DE TRAZER PARA A 2ª VOLTA SO JOGOS PARA JUNTO DO SEU PUBLICO, POUCO SENSATO!
Obrigatório manter o calendário e respectivo sorteio e só em casos excepcionais!

Anónimo disse...

Caro anónimo das 22,55 de 6/4.

Face ao teor do seu comentário não tenho dúvidas que o escreveu à hora indicada...

Vejamos: Uma agressão à cotovelada não é passível de cartão vermelho seguido do respectivo azul?

Afinal quem tem uma equipa que cujas características antropométricas e a forma de jogar mais se assemelha ao futebol americano?

Será que só os amarelos agarram e empurram, para além de outras coisas, quando defendem? Ainda não os vi fazer nada que os outros também não façam...

Só concordo consigo numa coisa: Colocar o Ricardo Moreira em campo, pelo menos num jogo destes, só mesmo com o (des)treinador do FCP...
Claro que o ABC agradeceu! Mas confesso que tive medo que o Branquinho "trilhasse" o velhote... Se calhar o Carlos Resende também pois até fez entrar o "veterano" Dario Andrade para o lugar do Branquinho. Como é mais experiente e menos impetuoso reduziu os riscos...

Se tem medo que o Sporting seja campeão, então o caro anónimo não percebe nadinha de andebol!

Anónimo disse...

"No fim de tudo isto percebemos há muito que o Porto não pode ser campeão e vale tudo para o conseguir. Parabéns Sporting. Parabéns Portugal temos o andebol que merecemos."

6 de abril de 2017 às 22:55

Tanto choradinho e acha que o que diz e afirma é verdade, esteve lá! viu mesmo o jogo ou só esta a espera com o Benfica do Futebol cheio de medo! em perder o Titulo que estava ganho num modelo de Campeonato escolhido pelo Porto e seus representantes e clubes satélites.
ABC jogou bem e jogou bem contra o Sporting e se não fosse o cartão vermelho ao Humberto Gomes(GR) aos 49' o ABC não tinha perdido o jogo.
Sobre a arbitragem boa e os rapazes do Porto estavam sem ideias e o banco também e cansados talvez da viagem à Alemanha.
Vamos ver o próximo sábado os jogos:
Porto-Sporting
Benfica-ABC
Aguas Santas-Benfica.
Bons jogos estão nomeados as melhores duplas não há experiências por parte do CA e todos os resultados são possíveis.nota: se o porto não chegar ao titulo por mérito do vencedor, não vale a pena mudar de Modelo de Campeonato não é por ai que se chega lá, mas há quem saiba o ex treinador do Porto Obradovic, dizem que os cubanos estão com imensas saudades Dele!
Luís Ferreira

Anónimo disse...

...quando se ganha, mesmo que 8 ou 9 vezes por um golo, está tudo bem...Quandos e perde a culpa é dos árbitros não é FCP? Ridiculo...Ai os gigantes do FCP é que batem? Ai a boa arbitragem foi a do título 2 anos atrás?

O FCP tem obrigação de ganhar ao ABc por 10...Quando não o faz, deve questionar-se porque não o consegue e não questionar o adversário que o consegue...

Anónimo disse...

no Belenenses, com o pessoal do S. Mamede, deve ter sido um jogo giro, inquérito aos dois clubes, e jogadores 5 e 4 jogos, tudo a bem da ética.

Anónimo disse...

4ª Jornada do GRUPO"A"
As nomeações tem sido baseadas na competência e arbitro internacionais e tudo tem corrido bem!
Mas não era isso que convinha aos "capatazes do nosso Andebol" e a começaram as nomeações de ÁRBITROS NACIONAIS por encomenda a ver se os rapazes resolvem o assunto..

ASSIM VAI O REINO DO ANDEBOL DE TOP.