gal vence

- Vamos encher os Pavilhões - mas com dignidade a Modalidade merece
Calendário e Resultados na Barra Direita

terça-feira, 4 de abril de 2017

P004 – Fase Final – 2016 /2017 – IV

Crónica dedicada á Fase Final Nacional da PO04, disputada nos mesmos moldes da época anterior, reiteramos a nossa opinião, de que, agora é que pode existir a tão desejada competitividade no escalão que todos dizem não existir.

PO04 – Campeonato Nacional da 1.ª Divisão Juniores Masculinos

Fase Final Nacional – Grupo “A”
3.ª Jornada
Dia 02-04-17
Sporting 27 – 31 Benfica
Ismai 31 – 26 Estarreja AC
FC Porto 26 – 29 Águas Santas

Desta vez teremos de começar por dizer que foi uma jornada onde se registaram ocorrências disciplinares, num dos encontros. Jornada onde se verificaram encontros entre os principais favoritos á disputa do título Nacional. É com agrado que se continua a registar razoáveis assistências nalguns dos jogos, o que é um bom sintoma para a competição, embora nesta jornada, não tenham atingido os valores da jornada anterior. Infelizmente nesta jornada como não houve transmissões de nenhum canal de clube a Federação através da Andebol TV, não realizou nenhuma transmissão, o que nos leva a concluir, de que apenas haverá transmissões pela Andebol TV, apenas e só quando os clubes através dos seus canais privados o fizerem, é pena. Lamentamos. Esperamos que o CA continue a dar especial atenção a esta prova, pois apesar de apesar de haver clubes que não irão provavelmente discutir o título, isso não vai retirar competitividade á prova.

No pavilhão do Colégio de Carvalhos, disputou-se o FC Porto / Águas Santas, encontro entre dois dos principais favoritos desta Fase Final, mas apenas tivemos equilíbrio até à igualdade a 2 golos, pois a partir deste momento a equipa maiata assumiu o comando do marcador, e embora nunca alargasse em muito a sua diferença, chegou ao intervalo a vencer por 14-11, nos segundos 30 minutos, a equipa do Águas Santas que diga-se se apresentou com todos os seus principais elementos, continuou a comandar o jogo, chegando a ter uma diferença favorável de 5 golos, quando vencia por 22-17, máxima diferença em todo o encontro, para terminar como vencedora com a mesma diferença que registava ao intervalo. Com esta vitória a equipa maiata, desempatou a seu favor os resultados ocorridos entre as duas equipas, esta época. No FC Porto, Ruben Santos com 12 golos, foi o seu melhor marcador, enquanto no Águas Santas, Gonçalo Vieira com 7 golos, e José Barbosa com 6 golos, foram os seus melhores marcadores.Com esta vitória a equipa maiata, juntamente com o Benfica, são as únicas equipas que até ao momento apenas contabilizam vitórias. No pavilhão Fernando Tavares o Sporting (jogo com ocorrências disciplinares), recebeu o Benfica e voltou a perder, num encontro onde o Benfica comandou o marcador durantes os 60 minutos, depois de com estrema facilidade, ter chegado aos 4-1 a aseu favor, o Benfica foi em crescendo aumentando o diferencial a seu favor, chegando ao intervalo com uma vantagem de 8 golos (19-11), que é completamente esclarecedora da sua superioridade neste período, e não só. No segundo tempo ao fazer a gestão do resultado, e com a equipa a ter algum excesso de confiança, permitiu logo no início deste período que o Sporting, fosse ele a gora a fazer um parcial de 4-1 (20-15) para chegar a um diferencial de somente 4 golos aos 21-17, para a té final do encontro ser a diferença predominante. Com esta derrota a equipa do Sporting, juntamente como Estarreja AC, são as únicas equipas que apenas contabilizam derrotas. Rafael Paulo, e Diogo Almeida, ambos com 6 golos cada foram os melhores marcadores do Sporting, No Benfica, Francisco Pereira com 9 golos, Pedro Santana e André Alves, ambos com 6 golos cada, foram os seus melhores marcadores. No Municipal da Maia, realizou-se o Ismai / Estarreja AC, que foi disputado sem a feitura ao momento do Boletim de jogo, e só mais tarde o mesmo aparecer elaborado, mas com um erro básico, o tal de golos assinalado ao Ismai, dá 32 golos, quando o resultado Oficial é de 31, são anormalidades que não se compreendem. O Jogo terminou com a vitória do Ismai, naquele que acaba por ser o resultado mais dilatado da jornada. Segundo os dados inseridos no portal da Federação, Ricardo Oliveira com 11 golos foi o melhor marcador dos maiatos, enquanto no Estarreja AC o melhor marcador foi Tiago Couto com 10 golos.

Classificação após esta jornada – 1.º Benfica, e Águas Santas (9 pontos), 3.º FC Porto (7 pontos), 4.º Ismai (5 pontos), 5.º Sporting, e Estarreja AC (3 pontos).  

O Noticias.

4 comentários:

Anónimo disse...

Meu pobre Sporting, nem aqui

Anónimo disse...

Águas Santas futuro Campeão Nacional. Tenho dito

Anónimo disse...

Jogo FcPorto - Aguas: dupla de arbitragem em muito bom plano, excelente jogo, intenso e difícil para uma dupla de futuro.
Melhor jogador do Porto:
- Ruben Santos: central, marcador de golos e distribuidor, jogou e fez jogar a equipa.
- Eduardo Semide: LE, alto, novo, bom rematador, falta trabalhar a impulsão.
- Rui Sousa: pivo, tentou fazer alguma coisa na 2ª parte, com boas desmarcaç~es, mas falhou sempre na finalização.
- Miguel Pinto: LD, bom a rematar, deve melhorar a parte defensiva e ter mais confiança nos remates.
- Paulo Candido: LE, cansado e com pouca mobilidade e iniciativa de jogo.
- Rui Ferreira: PE, pouco motivado teve 2 remates e falhou 1.
- Miguel Salgado: pivo, bom a defender, mau a atacar.
- Diogo Ribeiro: GR principal, lesionou-se no início do jogo. O resultado terá sido diferente?
- David Ferreira: 2º GR, defendeu muito bem, destemido nos remates dos 6 metros.
Aguas Santas, melhor jogador:
- Gonçalo Vieira: um fora de serie, só entrou na 2ª parte(opçao do treinador??), fez 8 remates e marcou 7 golos. Remates colocados e fortes. Futuro muito promissor.
- Tiago Pereira: LE, bom a defender, mau a atacar. Não se pode iniciar os ataques nos 9 metros, porque depois não há espaço de manobra. Aprende-se isso nos bambis!!!
- Miguel Gomes: Central, bom organizador de jogo, só pensa na equipa, dá e impõe o ritmo de jogo, só falhou 1 remate à baliza. Bom futuro (Pedro Seabra 2??).
- Luis Frade: pivo, bom a defender, mau a atacar, não pode falhar tantos golos nomeadamente na 1ª parte, 8 remates a baliza e só marcou 2 golos!!!
- Gustavo Carneiro: PD/LD, bom a defender e a atacar, apesar de pouca altura tem uma excelente impulsão. Só falhou 1 remate.
- José Barbosa: LD, muito bom a atacar e a defender, falhou 3 remates, tem de pensar sempre em marcar golo, e evitar acertar na cabeça do GR.
- Diogo Quintas: pivo, só jogou na primeira parte (opção do treinador??adoentado??), um verdadeiro pivo de ataque, esquerdino, muito difícil de defender, muita força. Só falhou 1 remate.
- João Ribeiro: PE, falta de confiança e receio no contacto. O andebol é um desporto de muito contacto físico.
Aguas Santas provável campeão
FcPorto excelente Futuro.

Anónimo disse...

4 de abril de 2017 às 23:59
anónimo.
Um boa resenha a nível do rendimento individual dos atletas das equipas presentes.
Faltou o comentário técnico sistemas de jogo e alguns detalhes e resultado no intervalo e nos últimos 10'.
Alguns destes jovens promessas já jogam e bem no escalão sénior e o futuro pode ser brilhante e afirmativo paras as Escolas do Porto e Aguas Santas mais genuína e certificada pelos excelentes treinadores residentes(AAAS).
Obrigado