gal vence

- Vamos encher os Pavilhões - mas com dignidade a Modalidade merece
Calendário e Resultados na Barra Direita

quinta-feira, 4 de maio de 2017

Europeu 2018 Masculino – XI

EURO 2018 MASCULINO NA CROÁCIA
(APURAMENTO)
Portugal disputou hoje o seu terceiro encontro na Qualificação 2 a caminho do Europeu 2018, cuja fase final será disputada por um total de 16 equipes, de 12 a 28-01-2018, em quatro cidades (Zagreb, Varazdin, Porec e Split), havendo lugar á qualificação de 15 equipas. Pois apenas o Organizador está directamente apurado.

PORTUGAL VENCE NA SUÍÇA
(3.ª JORNADA)
Encontro disputado em Biel na Suíça num pavilhão com capacidade para cerca de 6.000 espectadores e que se encontrava, com cerca de meia casa, defrontando a equipa da Suíça, que até este momento não tinha vencido qualquer jogo. Já com os 16 atletas completamente definidos, tendo sido excluídos da convocatória para os dois jogos Ricardo Pesqueira do ABC, João Moniz do Belenenses, e Miguel Batista da AA Avanca. Portugal que comandou o jogo e o marcador durante 60 minutos, teve minutos de excelência, em especial na defesa, onde Alfredo Quintana, e Hugo Figueira nos momentos em que entrou para defender 7 metros, já no ataque Portugal teve momentos de falha, com percas de bola e alguns maus passes, no entanto deve ser considerado a forte concentração competitiva, da equipa ao ganhar uma série de ressaltos e segundas bolas, o que por vezes fez a diferença. Gilberto Duarte (6 golos) no ataque esteve muitíssimo bem, assim como Tiago Rocha (3 golos), na nossa opinião os jogadores menos foram claramente Wilson Davyes (1 golos), e na parte final do encontro o jovem Miguel Martins (3 golos), que até tinha entrado bem no jogo, comete algumas faltas verdadeiramente infantis. A equipa Suíça que “vive”, basicamente do acerto ou não do seu jogador de maior nomeada Andre Schmid (5 golos), e da valia do seu guarda-redes Nikolas Portner, que esteve muitíssimo bem, teve em Lanny Rubin (7 golos), na nossa opinião o seu jogador mais, apesar da classe evidenciado por Schmid. Portugal que chegou ao intervalo a vencer por 13-11, no segundo tempo a vantagem atingiu os 7 golos, coincidentes com uma forte melhoria do ataque, onde os pontas começaram a ser mais activos, e aos 17 minutos de jogo vencia por 23-16 (7 golos de diferença), para aos 18 minutos voltar a ter a mesma diferença (23-16). Portugal ao entrar no ritmo demasiado acelerado nos últimos momentos do encontro, quando o que justificava seria uma maior contenção quer no remate, quer na fluidez do ataque, e a não existência de falhas no ataque, esteve no seu pior momento, ao sofrer um parcial de 4-0, nos últimos 4 minutos. De referir no entanto que foi uma boa exibição da equipa portuguesa que viu Jorge Silva ser desqualificado, nos últimos 30 segundos de uma forma verdadeiramente precipitada pela equipa de arbitragem. PARABÉNS A PORTUGAL. Esperamos pela continuidade em termos de vitória no próximo jogo. Jogo dirigido pela dupla da Suécia composta por Mirza Kurtagis e Mattias Wetterwik, QUE TIRANDO A NITIDA PERCIPITAÇÃO DA DESQUALIFICAÇÃO DE Jorge Silva e no sequente livre de 7 metros, teve uma actuação digna de alguns encómios, apesar de algumas falhas, poucas diga-se desde já na Falta do Atacante, e na Leida Vantagem.

Uma nota que poderá ser negativa, mas consideramos, mais um alerta, pois é inconcebível, que Portugal se tenha apresentado com 3 técnicos no banco e o Fisioterapeuta, e não tenha apresentado um médico, por outro lado ao inscrever como Oficial A (Oficial Responsável de equipa) treinador adjunto, poderia ter criado situações indesejáveis, em termos das Leis de jogo.

Resultados
Jornada 1 – 02-11-16 – Alemanha 35 - 24 Portugal
Jornada 2 – 06-11-16 – Portugal 26 – 26 Eslovénia
Jornada 3 – 04-05-17 – Suíça 25 – 27 Portugal

Calendário
Jornada 4 – 07-05-17 – Portugal – Suíça (15H00) Loulé - TVI24

Nota – O Apuramento neste Grupo poderá ser decidida através da diferença de golos, na nossa opinião.

O Banhadas Andebol

16 comentários:

Anónimo disse...

Parabéns Portugal, uma vitória que eu como português dedico aos maldizentes profissionais

Anónimo disse...

O médico estava fora do banco mas muito perto. Alias, chegou a assistir um jogador.

Anónimo disse...

Parabéns PORTUGAL Mas o que é vergonhoso é não ter um Dirigente da FAP no Banco como o Banhadas diz e bem pode trazer problemas aos Técnicos.
Também ter lá o Andorinho e não ter ninguém e mesma coisa.
Por não vai ao Banco um dos nossos Delegados Europeus não é para isso que servem.

ADC

Anónimo disse...

Excelente resultado para os objectivos de estar finalmente no Europeu 2018.
Já faz muito tempo que não estamos e esta geração de atletas e treinadores merecem.
Foi demasiado tempo que as Direcções de Henrique Torrinha, Ulisses* Pereira mantiveram uma equipa técnica sem qualificação para as funções e os resultados foram evidentemente fracos!
Com a actual Direcção de Dr. Miguel Laranjeiro e seus pares começaram pro acerta na contratação de um treinador qualificado Paulo Pereira, esperem pelos resultados e explicações do sucesso e insucesso!
Estamos no caminho certo, e o nível dos atletas melhorou muito com o jogarem em Ligas Europeias e nota-se outra capacidade dentro e fora do campo.
Próximo desafio Loulé com a Suíça.
* o dirigente da Ultima direcção de UP sr. Augusto Silva que tanto defendeu a equipa Técnica chefiada pelo RF prejudicando so resultados desportivos e atletas que foram afastados indevidamente das Selecções, devia assumir os seus erros e afastar-se das Selecções Nacionais.
viva Portugal

Anónimo disse...

Um jogo de nível internacional contra uma Suíça internacional e Portugal entrou muito bem no jogo colectivo e lição bem estudada e pensada pelo Prof. Paulo Pereira a ganhar 1-6 pouco habitual em jogos oficiais e estão de parabéns todos os que foram integrados nos desejos do treinador.
Terminou 10 anos ou 12 anos longe das Fases Finais de Europeus e esperemos voltar la e para ficar. Vale a pena reflectir o passado para não voltar a repetir. Os melhores treinadores a dirigir a Selecção Sempre!quer no Masculino quer no Feminino e falta fazer a mesma renovação no Feminino as nossas Atletas merecem e temos muitas a jogar nas melhores competições Europeias.
Na Anterior Direcção do Ulisses Pereira com dois ex-Atletas internacionais na sua composição pensava eu eo Mundo do Andebol que os mesmo iam dar inicio a renovação do conceito das Selecções Nacionais mas NADA foram relegados para outras tarefas administrativas e um ignorante a dirigir as Selecções! colocando os amigos treinadores nas selecções os resultados pouco interessavam!
Dedique-se ao que tem jeito protocolos com as Autarquias, Galas e negócios!
José Martins

Jorge Almeida disse...

Parabéns pela vitória, pena aqueles minutos finais, sempre poderíamos ter arrancado uma vitória bem mais gorda.

Anónimo disse...

No aproveitar é que está o ganho! Calhou uma Suissa que tem 3 jogadores e vive da inspiração dum. O jogo começou bem e correu bem logo de início. A Suissa não tinha grande leque de variações. E entretanto eis que mais um jogador Luso vai para França! Foi anunciado mais um que, até nem pertence á selecção. Do Benfica já são dois... bonito serviço!
Não tomem medidas, não!
Boa sorte Ricardo Pereira!

Anónimo disse...

Ontem ficou provado que temos jogadores capazes e até treinadores. Temos ambição e mentalidade. Continuamos a estar longe dos grandes torneios e campeonatos com público. Tudo se deve á bandalheira instalada e irmos buscar muito jogador e treinador incapazes. Estando atento a sites e blogues sobre Andebol, ficamos a saber que, há um grande interesse no andebolista Português.
Chegou a hora?

Anónimo disse...

O GR Quintana está em Portugal por engano ou distracção. Temos alguns jogadores que possuem qualidade para outros sonhos. Ontem vi um conjunto que só foi pena brincar no final de jogo. Martins vai ser um caso mas, tem se ser mais responsável. Figueira não será inferior a Candeias ou Laurentino. Não jogamos para os pontas e se á direita estamos bem servidos e nem sabemos que é melhor, já na ponta esquerda as coisas estão mal. Solha faz falta!

Anónimo disse...

5 de maio de 2017 às 02:02

A falta de dirigente da FPA no banco é lamentável! mas poderia ser facilmente corrigido atendendo que a maioria dos Atletas são ou foram do F.C. do Porto convidavam o Director Desportivo Prof. José Magalhães e estavam a jogar em casa, não esquecer que a equipa Técnica também está certificada no F.C. do Porto(Paulo Pereira, Carlos Martingo e Telmo Ferreira).
Sem Director é que não e o mundo do Andebol não se opõe!
José Teixeira

Anónimo disse...

Tanta azia. ..

Anónimo disse...

Se perdemos é uma chatice; se ganhamos viramos-nos contra os treinadores do Porto, porque filhos da mãe ganharam o jogo; Ai meu Deus que peste que nós somos. Espero que Portugal perca amanhã porque se ganhar vamos ter enfartes aqui de certeza absoluta!

Anónimo disse...

6 de maio de 2017 às 18:02
anónimo como convém!
Fazer de coitadinha choraminga e rejeitado dá jeito a personalidades medíocres do nosso desporto!
Tu nunca perdes porque não jogas!

Anónimo disse...

Ora finalmente alguem que diz a verdade!Realmente as vitorias causam muitas dores,de cotovelo principalmente.

Anónimo disse...

Tão anónimo como tu mas bem mais homem!

Anónimo disse...

Portugal-Suíça

Excelente resultado teve alguns inconvenientes:
-Local
-Publico do andebol, ausente e podia ter sido bem diferente se tivesse sido jogado nos centros do andebol.Porto, Lisboa, Madeira, Aveiro, Braga.
-Selecção renovada e bem preparada pelo novo Seleccionador o que se regista e que algo esteve mal durante épocas passou a estar bem melhor. Aguardar resultados mas o ambiente na equipa a jogar é completamente diferente para melhor.