gal vence

- Vamos encher os Pavilhões - mas com dignidade a Modalidade merece
Calendário e Resultados na Barra Direita

domingo, 7 de maio de 2017

Europeu 2018 Masculino - XII

EURO 2018 MASCULINO NA CROÁCIA
(APURAMENTO)

Portugal continuou hoje a disputa dos seus jogos com a equipa Suíça, disputando o seu quarto jogo na Qualificação 2 a caminho do Europeu 2018, cuja Fase Final é disputada por 16 equipas, de 12 a 28-01-2018, em quatro cidades (Zagreb, Varazdin, Porec e Split) na Croácia, havendo lugar á qualificação de 15 equipas. Estando já apurado directamente o País Organizador.

PORTUGAL VENCE A SUÍÇA
(4.ª JORNADA)
Segundo encontro com a Suíça, correspondente à 4.ª Jornada do Grupo 5 do apuramento 2, desta vez disputado em Portugal, mais propriamente dito no Pavilhão Municipal de Loulé, com capacidade para cerca de 2100 espectadores, que se encontrava bem preenchido, mas com o público em muitas ocasiões pouco activo, no seu apoio à equipa Nacional. Portugal que se apresentou com os mesmos 16 que tinham constituído a comitiva para o jogo na Suíça, significando que Jorge Silva, não sofreu qualquer sanção adicional (na nossa opinião teria sido absolutamente injusta). Começou o jogo de forma mais cautelosa, ou por outro lado a sua agressividade defensiva, já não surpreendeu a equipa adversária, e desta forma o jogo esteve equilibrado até cerca dos 10 minutos de jogo, quando se verificava uma igualdade a 5 golos, a partir desse momento a equipa Portuguesa assume o comando do marcador, e passa a comandar o jogo, durante o resto do tempo de jogo. Portugal que esteve muito bem em termos defensivos, em que destacamos o trabalho de Jorge Silva (2 golos, 50% de eficácia) tanto defensivamente como no ataque, e Salina (4 golos, 67% de eficácia), mas acima de tudo teremos de destacar os dois guarda-redes da equipa Nacional, Hugo Figueira que entro ainda no primeiro tempo e foi um dos grandes responsáveis da equipa chegar ao intervalo a vencer por um diferencial de 7 golos (17-10), e Alfredo Quintana. No entanto Portugal em especial no segundo tempo cometeu diversas falhas ao ataque e raras vezes se entendeu com a alteração táctita da equipa Suíça, que atacou quase sempre sem guarda-redes, e Portugal apenas nos últimos minutos aproveitou e bem esta situação. No ataque Portugal teve em Gilberto Duarte (4 golos, 57% de eficácia), e Fábio Magalhães (5 golos, 83% de eficácia), os jogadores mais na nossa opinião, bem acompanhados por Salina, e face ao mau recomeço de jogo, sofremos no segundo tempo onde surgiu então Lanny Robin (3 golos, 47% de eficácia) que tinha estado em “hibernação” e aproveitar bem, pois mais uma Andre Schmid (5 golos, 62% de eficácia), foi mais uma vez o principal elemento da sua equipa, onde desta vez o seu guarda-redes Simon Kindle esteve em nível muito bom. Portugal, terminou o encontro com 10 jogadores a concretizarem golos. Com esta vitória, PORTUGAL, deu um grande passo para um possível apuramento (encontrando-se com esta vitória em 2.º lugar no Grupo), o que seria excepcional (na nossa opinião). Dirigiu este encontro a dupla da República Checa, constituída por Jiri Opava e Pavel Valek, que produziu um bom trabalho não complicando o que é fácil.

Resultados
Jornada 1 – 02-11-16 – Alemanha 35 – 24 Portugal
Jornada 2 - 06-11-17 – Portugal 26 – 26 Eslovénia
Jornada 3 – 04-05-17 – Suíça 25 – 27 Portugal
Jornada 4 – 07-05-17 – Portugal 27 – 22 Suíça

Calendário
Jornada 5 – 14-06-17 – Portugal – Alemanha (19H30) (Gondomar)
Jornada 6 – 17-06-17 – Eslovénia – Portugal (20H00)

Horas Locais

Nota – O apuramento neste Grupo poderá ser decidido através da diferença de golos, na nossa opinião

Neste momento, já se encontram apuradas aas seguintes equipas:

Grupo 3 – Espanha
Grupo 5 – Alemanha
Grupo 6 – Suécia

O Banhadas Andebol

15 comentários:

Anónimo disse...

difícil mas não impossível, parabéns

Anónimo disse...

Então gostaram de ver o empregado da Federação a passear atrás do banco

Anónimo disse...

Excelente vitoria de Portugal com a possibilidade de ser provocada com novas estratégias por parte da Suíça:
"Suíça a jogar sistematicamente 0X7 e a marcar golos e depois também sofreu 2/3 de C/C gostei de ver a estratégia da colocação dos 2 pivots e reacção da equipa portuguesa por parte do PP"
-Excelente defesa e o regresso ao Wilson Daves valoriza muito a defesa e o ataque e jogar ao lado do Gilberto Duarte e a Pivot Tiago Rocha é um filme com muitas repetições face a formação dso 3 no FCP.
-Ataque com uma novidade a colocação do Fabio a L/D dando conta do recado e com grande eficácia alguém andava distraído(muito tempo caraças!) só o colocando a L/E.
Equipa técnica de parabéns e vamos ao próximo e logo a Alemanha em Gondomar 14 Junho.
Temos hipóteses mas que vai ser duro mesmo vai era muito importante estarmos após 2006 de regresso ao Europeu 2018.
nota: houve uma altura que a maioria da Selecção a jogar está a jogar nos principais campeonatos Europeus e isso ajuda muito.
ADC

Anónimo disse...

7 de maio de 2017 às 22:10
(anónimo como convém!)
A actual FPA tem vários ex atletas de excelência integrados na estrutura a Saber Juliana, Vera Lopes, Ricardo Andorinho o que facilitam o entendimento que deve seguir o andebol português.
Registei positivamente a presença do vice-presidente Dr. Ricardo Andorinho junto ao banco de Portugal facilita as preocupações do Seleccionador e Atletas.
Já várias Federações tem convidado ex atletas para essas funções!

Estica a inteligência encolhida caro anónimo!
Adriano Martins

Anónimo disse...

Isto começa a ficar mau: oxalá percam contra a Alemanha porque senão vai ficar um bocado complicado vir para aqui dizer mal!

Anónimo disse...

Anónimo disse...

Isto começa a ficar mau: oxalá percam contra a Alemanha porque senão vai ficar um bocado complicado vir para aqui dizer mal!

8 de maio de 2017 às 12:51
PARECE OS COMENTADORES OU CHEFES DA IMPRENSA DOS PROGRAMA DE FUTEBOL NA TV.
DEPOIS FAZ SE DE IGNORANTE E DE FACTO É E PRECISA MESMO DO TACHO NA FPA!
O que é preciso é que nao se aproxima da Selecção ou treinadores da Selecção. p.f.

Anónimo disse...

Realmente concordo com o comentário das 12.51: neste momento só existem 6 comentários a este post, se a selecção tivesse perdido existiriam 60. É o que temos, paciência! O que interessa é que ganhem muitas vezes e se possível já contra a Alemanha, para ver se finalmente vamos a uma fase final! A falta de comentários neste caso é um bem! E viva Portugal!

Anónimo disse...

esperam pela próxima convocatória e vamos ver os comentários crescer como cogumelos.

Anónimo disse...

Que medidas com tanta mudança no nosso andebol? Em dois anos quantos jogadores saíram e vão ainda sair? O Sporting dos grandes era o que mais dava agora é quem menos dá! Porque... tem estrangeiros pagos a peso de ouro e os Portugueses fugiram ou foram mandados embora. Adivinha-se outra grande revolução no Benfica! E no Porto ficará o Costa martelo? Certeza é que o grosso desta selecção já é neste momento de jogadores a jogar fora do país! O ABC foi campeão e dá um só jogador e parece que, não é por muito tempo! Ainda falta aqui Ferraz a recuperar de lesão grave! Pra refletir...

Anónimo disse...

Ganhar á Alemanha é quase impossível! Mas vamos ver. Motivante para a nossa selecção vai ser certamente! Ainda temos a Eslovénia onde o andebol ocupa lugar de destaque.

Anónimo disse...

Para os poetas, que falam em apuramento, pensem bem, pois mais uma vez vamos passar ao lado, e depois nunca se gastou tanto dinheiro com uma selecção como esta, basta ver quanto se paga só em viagens.

Anónimo disse...

E mentira que se pague muito em viagens porque os atletas vem de bicicleta para Portugal!

Anónimo disse...

Anónimo disse...
8 de maio de 2017 às 23:36
a criticar o papel do RA porque não dás o nome ás coisas "mancas da cabeça".

Anónimo disse...

A Suiça é ainda um país onde se pode viver com dignidade. Mas notem lá quantos no andebol são emigrantes! Portanto vamos começando a aceitar que qualquer dia, os jogadores a jogar na selecção podem ser todos, os que tentaram evoluir...

Anónimo disse...

Não á muito tempo no Jornal A Bola o Sérgio Barros ex-Belenenses e Sporting alguns anos, declarava que tinha sido sondado para actuar pela sel. da Macedónia, presente no Mundial de França. Deu a conhecer o Jornal que era na altura o melhor marcador no camp. desse país. Terá a nossa Feder. tomado medidas que impeçam futuramente um caso desses? Não é oportunismo? Andamos a formar durante anos e anos, para depois o jogador poder actuar noutro país, porque cá nunca foi convocado para a sel. A? Como ele está em alta num país que o recebeu uns meses, eles têm direitos adquiridos?